Consulta - Serviços Especializados de compra de meios para promoção do PORTUGAL SOU EU na comunicação digital

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

Consulta - Serviços Especializados de

compra de meios para promoção do

PORTUGAL SOU EU na comunicação

digital

(2)

Conteúdo

1. Introdução ... 2

2. Enquadramento ... 2

3. Posicionamento do Portugal Sou Eu ... 3

4. Visão do Portugal Sou Eu ... 3

5. Objetivos de Comunicação ... 4

6. Público-Alvo ... 4

7. Objetivos da Consulta ... 5

8. Condições Administrativas ... 6

8.1. Forma da Proposta ... 6

8.2. Documentos que acompanham a Proposta ... 6

8.3. Apresentação e prazo da Proposta ... 6

8.4 Condições de Pagamento ... 7

8.5 Critérios de Seleção ... 7

8.6 Negociação ... 7

8.7 Dúvidas e Esclarecimentos ... 7

8.8 Análise e Exclusão das Propostas ... 7

(3)

1. Introdução

Este documento apresenta informação considerada relevante para a consulta a entidades especializadas para a compra de meios para promoção do PORTUGAL SOU EU na comunicação digital.

2. Enquadramento

A AIP - Associação Industrial Portuguesa pertence ao Órgão de Gestão do Programa PORTUGAL SOU EU juntamente com a AEP, a CAP e o IAPMEI.

Esta iniciativa foi aprovada pela Resolução do Conselho de Ministros nº 56/2011 cujo objetivo é evidenciar a importância da valorização da produção nacional para a promoção da competitividade e do emprego nas empresas nacionais, em particular nas pequenas e médias empresas (PME).

PORTUGAL SOU EU é uma marca utilizada, sob a forma de selo, por múltiplos produtos/serviços das empresas nacionais, para que os consumidores finais, e para que as entidades que adquirem bens intermédios, reconheçam a origem dos produtos/serviços, realizem uma escolha informada e valorizem a oferta nacional.

O programa “PORTUGAL SOU EU” é cofinanciado pelo PORTUGAL 2020 no período 2018-2020.

Atualmente, o “Portugal Sou Eu” abrange todos os sectores da economia portuguesa. A produção agrícola e primária, os produtos de transformação industrial, o artesanato e os serviços, através da adesão ao Selo “Portugal Sou Eu”. E os setores do comércio a retalho e da restauração, através da adesão ao Estatuto “Estabelecimento Aderente”.

Até ao momento, estão inscritos no programa “Portugal Sou Eu” cerca de 3.400 Empresas Aderentes e 1.200 Estabelecimentos Aderentes. Estão qualificados com o Selo “Portugal Sou Eu” mais de 10.000 produtos e serviços que, no seu conjunto, representam um volume de negócios agregado superior a 12 mil milhões de euros. A grande maioria dos produtos tem patentes e/ou marcas registadas, sendo que 57% são do setor da alimentação e bebidas e 23% correspondem às atividades de artesanato.

Com o objetivo de divulgar de uma forma mais abrangente o “Portugal Sou Eu”, nos últimos dois anos, foram organizados mais de uma centena de eventos/sessões dirigidas a empresas ou ao público em geral, significando em média uma ação por semana.

(4)

Para reforçar a divulgação, o Ministério da Economia tem vindo a convidar várias figuras públicas de diversos quadrantes da sociedade portuguesa para serem Embaixadoras do programa. Através dos seus testemunhos e da presença em eventos, os 18 Embaixadores1 do “Portugal Sou Eu” têm contribuído,

através da participação em ações diversas, para sensibilizar e divulgar o programa. Para mais informação deve consultar o Portal www.portugalsoueu.pt

3. Posicionamento do Portugal Sou Eu

“PORTUGAL SOU EU” é um programa nacional, inclusivo, que abrange todos os atores da economia – empresas, consumidores, administração pública.

O seu desígnio é nacional e transporta um objetivo comum: valorizar a ação coletiva através da ação individual.

O facto de ser um programa de iniciativa governamental aporta credibilidade e segurança às empresas aderentes.

Para o consumidor, e para a sociedade em geral, é uma iniciativa privada, uma vontade individual, que concorre para o bem-estar coletivo.

Em síntese, o PORTUGAL SOU EU posiciona-se como uma marca credível, agregadora do orgulho nacional, que valoriza os produtos e serviços com incorporação nacional relevante para o país.

4. Visão do Portugal Sou Eu

Considerando o facto que existem diversas plataformas de promoção de Portugal desde uma ótica setorial, de cluster, ou meramente de promoção de negócios das fileiras industriais, pretende-se que o “PORTUGAL SOU EU” seja uma marca ‘umbrella’ que abrace iniciativas de natureza setorial desde que compatíveis com os princípios e critérios deste programa, visando ganhar dimensão e construir coerência acerca da identificação da marca Portugal.

Mais do que um sistema de identidade, o “Portugal Sou Eu” é uma convocatória agregadora de vontades, afetos e ações de todos os portugueses, produtos, lugares, coisas, pessoas, sem exceção. Um catalisador emocional que nos convoca a todos pelo objetivo de cada português

.

1 Carlos Coelho, Carolina Piteira, Cláudia Vieira, Cristina Ferreira, Cuca Roseta, D.A.M.A., Fátima Lopes, Fernanda Freitas, Fernando Gomes, Henrique Sá Pessoa, Júlio Isidro, Júlio Magalhães, Justa Nobre, Luís Buchinho, Luís Onofre, Nelson Évora, Rosa Mota e Vítor Sobral

(5)

5. Objetivos de Comunicação

• Reconhecimento e notoriedade da marca PORTUGAL SOU EU junto das empresas e dos consumidores finais.

• Estimular as empresas para a adesão dos produtos ao selo PORTUGAL SOU EU.

• Fazer com que o consumidor altere o seu comportamento aquando do processo de decisão de aquisição de produtos, visando um reconhecimento automático e simplificado da origem do bem e do serviço, nomeadamente de produtos PORTUGAL SOU EU.

Pretende-se assim, um novo posicionamento da marca PORTUGAL SOU EU que permita novas associações de marca, um aumento dos índices de notoriedade e um reforço da intenção de compra de produtos de origem portuguesa.

6. Público-Alvo

A campanha deverá ser dirigida a diversos públicos-alvo:

i. Consumidores - consumidores ativos e consumidores do futuro (jovens em idade escolar) -

procurando estimular uma mudança de atitude, através de campanhas de informação sobre a identificação da origem dos produtos e dos serviços, levando ao reconhecimento dos produtos e dos serviços nacionais, de forma a estimular uma escolha informada e a fidelização sustentável do consumo:

• Público consumidor de bens e serviços, população em geral. • Público residente nos grandes centros urbanos.

• Público que faz a compra doméstica/residencial. • Publico que decide a compras correntes nas PME.

• Público utilizador das novas tecnologias, internet, matrixcode e barcode. • Mass media.

• Público jovem, com elevado potencial de mudança de atitudes.

ii. Agentes económicos, produtores de bens e serviços em duas vertentes:

a. Enquanto potenciais aderentes para qualificação dos seus produtos/serviços com o selo Portugal Sou Eu;

(6)

b. Enquanto atores na cadeia de valor, motivando-os e informando-os sobre o conceito de incorporação nacional, para que incorporem a procura de bens intermédios e de consumo final dos produtos e dos serviços que mais contribuem para a criação de valor em Portugal.

7. Objetivos da Consulta

O âmbito da presente consulta de serviços centra-se no período desde a assinatura do contrato até 31 de julho de 2020 e destina-se a selecionar um fornecedor, com capacidade e competência para a promoção do programa Portugal Sou Eu nos meios digitais.

O objeto da Consulta visa a apresentação dos custos e de objetivos mensuráveis (impressões previstas, cliques para website, entre outros considerados relevantes), com vista ao melhor investimento possível para as seguintes ações, nas campanhas que serão indicadas de acordo com o Plano de Meios:

1. Google ads segmentação por país (Portugal) e público-alvo: consumidores, consumidores criteriosos, gastronomia e restauração, entusiastas de viagens;

2. Native advertising publicação de pelo menos 31 notícias;

3. Retargeting através de banners, publicidade, palavras-chave no Google para potenciar o Portal e o facebook;

4. SEO – para o montante de investimento proposto deverão ser garantidos os seguintes aspetos: o Benchmark com concorrência

o Sugestões sobre velocidade e optimização das páginas o Sugestões de content marketing e link buiding.

5. Deverão ser indicadas as especificações dos materiais necessários às inserções de publicidade para cada um dos meios propostos.

6. As ações de comunicação digital devem respeitar a inserção das publicidades do “Portugal Sou Eu” conforme as artes finais enviadas pelo adjudicando.

(7)

8. Condições Administrativas

8.1. Forma da Proposta

A Proposta deve ser entregue em 2 exemplares e deve ser redigida em língua portuguesa, acompanhada por dossier, no qual a empresa apresentará a seguinte informação:

a) Especificação do serviço a prestar;

b) Preço expresso em euros, por extenso e algarismos, sem inclusão do IVA. Em caso de dúvida ou

discordância, prevalecerá o valor indicado por extenso;

c) Condições de pagamento: as constantes do ponto 8.4 deste documento.

8.2. Documentos que acompanham a Proposta

A Proposta deve acompanhar os seguintes documentos que farão parte de um dossier:

a) Lista de referência ou carteira de clientes;

b) Demais documentação que o concorrente entenda por conveniente no sentido de atestar as

habilitações profissionais, idoneidade, capacidade financeira e técnica.

8.3. Apresentação e prazo da Proposta

A proposta e os documentos que a acompanham, devem dar entrada na sede da AIP-CCI, a/c Diretor de Contratos, Eng. António Cunha Horta, até às 17h00 do dia 11 abril 2019, em invólucro fechado, contendo a identificação “Consulta para Serviços Especializados de compra de meios para promoção do PORTUGAL SOU EU na comunicação digital”, acompanhada do nome ou denominação da entidade contratante, por entrega direta ou enviadas por correio registado para o seguinte endereço:

Praça das Indústrias

Apartado 3200 EC Junqueira 1301-965 Lisboa

Admite-se também o envio por via eletrónica, para os emails: chorta@aip.pt e aip@portugalsoueu.pt, fazendo referência à identificação da presente consulta.

A proposta considerar-se-á válida e inalterada em todas as suas condições por um período de 66 dias úteis contados desde a data do termo do prazo fixado para a sua apresentação.

(8)

8.4 Condições de Pagamento

Os pagamentos dos serviços a contratar serão efetuados 30 dias após o recebimento do incentivo por parte do COMPETE, contra fatura, com indicação da respetiva nota de encomenda.

8.5 Critérios de Seleção

As propostas serão classificadas em função dos seguintes critérios de avaliação: o Preço dos serviços - 70%

o Proposta adequada aos públicos-alvo demonstrando uma estratégia de rentabilização das inserções – 30%

8.6 Negociação

As propostas apresentadas poderão ser objeto de negociação.

8.7 Dúvidas e Esclarecimentos

a) Os esclarecimentos necessários à boa compreensão e interpretação das peças de procedimento devem ser solicitados por escrito, através de correio eletrónico para aip@portugalsoueu.pt.

8.8 Análise e Exclusão das Propostas

São consideradas inaceitáveis as propostas que respondam parcialmente aos elementos mencionados no ponto 7.

8.9 Minuta do Contrato, Notificação e Obrigações Contratuais

a) Ao adjudicatário, com base na presente consulta, será enviada cópia da minuta do contrato a celebrar,

para sua aprovação;

b) O adjudicatário terá que devolver a minuta aprovada ou com proposta de alterações, no prazo de

cinco dias úteis a contar da data da sua receção;

c) Será celebrado o contrato, em data a fixar pela entidade adjudicante com o acordo do adjudicatário.

Imagem

Referências

  1. www.portugalsoueu.pt
temas relacionados :