Atendimento das não – conformidades encontradas em fiscalização direta nos sistemas de abastecimento de água da prestadora do serviço no município de Belém de abrangência da amae - Belém / Compliance with non - conformities found in direct supervision in

10  Download (0)

Full text

(1)

Atendimento das não – conformidades encontradas em fiscalização direta nos

sistemas de abastecimento de água da prestadora do serviço no município de

Belém de abrangência da amae - Belém

Compliance with non - conformities found in direct supervision in the water

supply systems of the service provider in the municipality of Belém de

abrangência da amae - Belém

DOI:10.34117/bjdv6n4-044

Recebimento dos originais: 10/03/2020 Aceitação para publicação: 02/04/2020

Bruno Penna Hachem

Engenheiro Sanitarista e Ambiental, Mestre em Engenharia Civil com ênfase em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental

Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

E-mail: bpennah@globo.com

Antônio de Noronha Tavares

Engenheiro Sanitarista, Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho, Mestrando em Engenharia Civil, Área de Concentração Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental, Professor da

Faculdade de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal do Pará Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

E-mail: noronhatavares@hotmail.com

Evelyn Thaís Abreu de Souza

Engenheira Sanitarista, Especialista em Gestão Ambiental

Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

E-mail: evelyntas@gmail.com

Elenilce Monteiro de Freitas

Engenheira Sanitarista, Especialista em Engenharia de Segurança no Trabalho, Mestra em Engenharia Civil com ênfase em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

E-mail: nilcefreitas@gmail.com

Rosemary Rebelo Pereira

Arquiteta e Urbanista, Especialista em Arquitetura com ênfase em AutoCad de desenho técnico e desenvolvimento de projetos, Especialista em Engenharia Civil com ênfase em Segurança do

Trabalho

Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

(2)

Wagner Monteiro Lucena

Engenheiro Sanitarista e Ambiental, Mestrando em Engenharia Civil com ênfase em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental

Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

E-mail: wagnerlucenaeng@gmail.com

Alessandra Machado Noronha Engenheira Sanitarista

Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

E-mail: alenoro6@hotmail.com

Ana Rosa Bezerra Cardoso Engenheira Sanitarista

Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

E-mail: arosalopes@gmail.com

Marcello Ádamis Andrade

Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental

Instituição: Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém - AMAE Endereço: Passagem Mac Dowell, 75 - Nazaré - Belém - Pará - 66035-150 - Brasil

E-mail: marcello_simada@hotmail.com

Brenda Melise Morbach Paredes Hachem

Engenheira Sanitarista e Ambiental, Mestra em Engenharia Civil com ênfase em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental

Instituição: Universidade Federal do Pará -UFPA

Endereço: Rua Augusto Côrrea, 01- Guamá - Belém - Pará - 66075-110 - Brasil E-mail: brendamorbach@gmail.com

RESUMO

As diretrizes nacionais para saneamento básico instituída no Brasil através da Lei 11.445/2007, criou a obrigatoriedade de exercício das funções de regulação e fiscalização dos serviços de saneamento básico através das agências reguladoras. Esse artigo apresenta os resultados das fiscalizações diretas realizadas nos setores de abastecimento de água da Prestadora de Serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Município de Belém, no âmbito da AMAE-Belém à luz das Resoluções números 001/2014 e 002/2017 – CSA/AMAE que dispõe sobre o Regulamento das condições gerais na prestação de serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Município de Belém e legislações pertinentes correlacionadas. Observou-se que muitas ações ainda precisam Observou-ser realizadas para dotar os SAA potável de condições mais satisfatórias aos usuários do Município de Belém. A falta de investimento nos setores, deficiências estruturais, carência de pessoal, perdas de água não controladas, são algumas das principais conclusões da FISCON – Coordenação de Fiscalização e Controle, subordinada a Gerência de Regulação Técnica da AMAE-Belém.

(3)

ABSTRACT

The national guidelines for basic sanitation instituted in Brazil through Law 11,445 / 2007, created the obligation to exercise the functions of regulation and inspection of basic sanitation services through the regulatory agencies. This article presents the results of the direct inspections carried out in the water supply sectors of the Water Supply and Sewerage Service Provider in the Municipality of Belém, within the scope of AMAE-Belém in the light of Resolutions numbers 001/2014 and 002/2017 - CSA / AMAE that provides for the Regulation of the general conditions in the provision of public water supply and sewage services in the Municipality of Belém and related related legislation. It was noted that many actions still need to be taken to provide drinking SAA with more satisfactory conditions for users in the Municipality of Belém. The lack of investment in the sectors, structural deficiencies, lack of personnel, uncontrolled water losses, are some of the main conclusions of FISCON - Supervision and Control Coordination, under the AMAE-Belém Technical Regulation Management.

Keywords: Non-Conformities. Direct inspection. Water supply. Regulation. 1 INTRODUÇÃO/OBJETIVOS

A obrigatoriedade de regulação dos serviços de saneamento básico no Brasil foi estabelecida com a publicação da Lei federal n° 11.445/2007, que estabelece diretrizes nacionais para o saneamento. A regulação e a fiscalização dos serviços de saneamento básico possuem objetivos de estabelecer padrões e normas para a adequada prestação dos serviços e para a satisfação dos usuários, de garantir o cumprimento das condições e metas estabelecidas, e de prevenir e reprimir o abuso do poder econômico.

O Artigo 23 da referida Lei de Saneamento estabelece as competências das agências reguladoras, dentre as quais, podemos destacar: editar normas relativas às dimensões técnica, econômica e social de prestação dos serviços. Dentre os aspectos que devem ser abordados nas normas regulatórias se destacam os requisitos operacionais e manutenção dos sistemas. Logo, a fiscalização da prestação dos serviços de saneamento básico é uma ferramenta importante para garantir o cumprimento das normas de regulação.

A Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém – AMAE/BELÉM foi criada pela lei Nº 8.630, de 07 de fevereiro de 2008, com a finalidade de dar cumprimento às políticas e desenvolver ações voltadas para a regulação, controle e fiscalização dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Município de Belém, concedidos, permitidos, autorizados ou contratados, mediante delegação especifica, ou operados diretamente pelo poder Público Municipal, visando a eficiência, eficácia, continuidade, equidade do acesso, modicidade das tarifas e a universalização da prestação desses serviços públicos, com vistas à elevação da qualidade de vida para a presente e futuras gerações (AMAE, 2018).

A fiscalização da prestação de serviços de saneamento básico pode ser realizada de maneira direta, mediante vistoria física nos sistemas, e de maneira indireta, com acompanhamento de

(4)

indicadores técnicos, operacionais, comerciais do prestador de serviços referentes ao sistema fiscalizado. Durante a fiscalização direta, deverão ser analisados infraestrutura, operação, manutenção e funcionalidade dos sistemas, qualidade, segurança e adequação a normas técnicas e regulamentos, e o cumprimento da legislação vigente (CÔCO; ALMEIDA, 2013).

Segundo Galvão Junior et al. (2006), a atividade regulatória tem sua ação de operacional pelo ato de fiscalizar os serviços prestados, quando será apurado o cumprimento do disposto em resoluções editadas pelo ente regulador e em contrato celebrado entre poder concedente e prestador de serviço. Para facilitar o registro das constatações in loco, poderá ser utilizado um “check list” contendo todos os aspectos que devem ser verificados nas unidades dos sistemas. A adoção desse instrumento pela agência contribui para uma fiscalização mais eficaz, além de garantir um tratamento isonômico entre os entes regulados e de auxiliar na abordagem do diagnóstico da prestação dos serviços no relatório de fiscalização.

Esse artigo apresenta os resultados das fiscalizações diretas realizadas nos setores de abastecimento de água da Prestadora de Serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Município de Belém no âmbito da AMAE-Belém à luz das Resoluções números 001/2014 e 002/2017 – CSA/AMAE que dispõe sobre o Regulamento das condições gerais na prestação de serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Município de Belém e legislações pertinentes correlacionadas.

2 MATERIAL E MÉTODOS

O instrumento utilizado na operacionalização da fiscalização da prestação dos serviços pela agência reguladora no setor de saneamento é a ação de fiscalização. A primeira e segunda fiscalizações, realizadas pelos analistas da AMAE-Belém, ocorreram nos anos de 2016 e 2017 respectivamente. Para cada setor fiscalizado foram verificados os itens considerados nos “check lists” relativos à fiscalização de sistemas de abastecimento de água da Prestadora de Serviço de abastecimento de água do Município de Belém, observando-se as não-conformidades existentes em cada área técnico - operacional e referente à área do setor, manancial/captação, tratamento, subestação, elevatória, reservatórios, escritório do operador e informações gerenciais.

Com as informações coletadas, foram elaborados e enviados à prestadora de serviços, o primeiro (ano de 2016) e segundo (ano de 2017) Relatórios Periódicos de Fiscalização dos Sistemas de Abastecimento de Água de acordo com as observações e os conhecimentos de cada analista para auxiliar a melhora da operação e da prestação dos serviços de água no Município de Belém. Para compor a análise, principalmente para se ter um embasamento teórico, fez-se um estudo da verificação das resoluções editadas pela Agência com referência na Resoluções nº 001/2014 e nº

(5)

002/2017 – CSA/Belém, bem como normas da ABNT, Normas Regulamentadoras - NR relativas à segurança e medicina do trabalho e as não conformidades verificadas nas fiscalizações dos sistemas.

A ação de fiscalização aqui apresentada está dividida em duas etapas. À primeira etapa, cujo objetivo é descrever cada um dos sistemas existente, identificar não-conformidades na prestação dos serviços que se estende desde a análise das informações solicitadas à prestadora até o término da elaboração do relatório de fiscalização, denominada de fiscalização inicial.

Após o encerramento da fiscalização inicial, são encaminhados os relatórios de fiscalização à prestadora de serviços, para manifestação e cumprimento das não conformidades. A segunda etapa da ação de fiscalização, denominada de fiscalização de acompanhamento, é aquela na qual o setor técnico competente da agência reguladora retorna aos sistemas para verificar se foram solucionadas ou não as não-conformidades identificadas na fiscalização inicial.

Uma vez deflagrada uma fiscalização de acompanhamento, são executados os mesmos procedimentos quando da fiscalização inicial (sem a descrição de cada sistema), ou seja, desenvolvem-se as atividades preliminares e de campo, e se produz o relatório de fiscalização. Neste caso, porém, toda a fiscalização é planejada e executada em função da verificação do atendimento às determinações da agência reguladora constantes no primeiro relatório enviado a prestadora, e emite-se um segundo relatório.

Este segundo relatório, resultante da fiscalização de acompanhamento, deve ser demonstrativo quanto ao atendimento ou não de cada determinação verificada nas fiscalizações do ano anterior e das novas não-conformidades que possam existir.

3 RESULTADOS/DISCUSSÃO

Os valores quantitativos das constatações e determinações foram analisados com relação ao atendimento e a manifestação da Prestadora de Serviços para Agência Reguladora. Nas Tabelas 1 e 2 estão descritos os valores de cada unidade de negócio da Prestadora de Serviço fiscalizada nos anos de 2016 e 2017 e de abrangência da fiscalização da AMAE-Belém, respectivamente.

(6)

Tabela 1: Valores quantitativos das fiscalizações realizadas nas unidades no ano de 2016. VALORES QUANTITATIVOS DAS FISCALIZAÇÃO DO ANO DE 2016

UNIDADE CONSTATAÇÕES DETERMINAÇÕES ATENDIDAS RESPONDIDAS

USAG 104 100 23 91 UNSUL 67 51 15 21 UNNORTE 108 101 10 0 UNAN 734 728 91 0 UNBR 30 29 3 0 UNSUL - MOSQUEIRO 182 174 17 0

Tabela 2: Valores quantitativos das fiscalizações realizadas nas unidades no ano de 2017. VALORES QUANTITATIVOS DAS FISCALIZAÇÃO DO ANO DE 2017

UNIDADE CONSTATAÇÕES DETERMINAÇÕES ATENDIDAS RESPONDIDAS

USAG 171 166 7 65 UNSUL 174 174 36 96 UNNORTE 141 141 33 94 UNAN 889 887 185 468 UNBR 52 52 35 33 UNSUL - MOSQUEIRO 235 234 40 103

A análise dos valores conclui que houve um aumento significativo no número de determinações respondidas por quase todas as unidades de negócio do ano de 2016 para o ano de 2017. A única exceção foi a USAG que teve queda de 91% para 39% no percentual de determinações respondidas, conforme descrito na Tabela 3 e no Gráfico 2.

O percentual de atendimento das unidades teve um aumento considerável, com exceção das unidades USAG e UNSUL, onde houve quedas de 23 % para 4% e de 29% para 21% respectivamente nos percentuais dessas unidades, conforme descrito na Tabela 3 e nos Gráfico 1.

(7)

Tabela 3: Determinações e Percentual de atendimento das determinações das fiscalizações realizadas nas unidades nos anos de 2016 e 2017.

PERCENTUAL DE ATENDIMENTOS DAS DETERMINAÇÕES DAS FISCALIZAÇÕES DE 2016 E 2017 UNIDADE 2016 2017 DETERMINAÇÕES 2016 ATENDIDAS % DE ATENDIMENTO 2016 DETERMINÇÕES 2017 ATENDIDAS % DE ATENDIMENTO 2017 USAG 100 23 23 166 7 4 UNSUL 51 15 29 174 36 21 UNNORTE 101 10 10 141 33 23 UNAN 728 91 13 887 185 21 UNBR 29 3 10 52 35 67 UNSUL - MOSQUEI RO 174 17 10 234 40 17

(8)

Gráfico 2: Percentual das respostas.

O ano de 2016 foi caracterizado por um período de construção e conhecimento para o setor de Fiscalização da Agência Reguladora. Com o aprendizado obtido pelas visitas de campo e contato com dirigentes e trabalhadores do setor, as estratégias e as ferramentas puderam ser melhoradas.

Em 2017, com o início das fiscalizações de acompanhamento, pôde se verificar que as determinações emitidas pela AMAE-Belém tiveram, mesmo fora do prazo de atendimento, pelo menos alguma resposta da Prestadora de Serviços, garantindo um serviço de melhor qualidade à sociedade.

4 CONCLUSÃO

As entidades reguladoras dos serviços públicos de saneamento possuem a difícil missão de definir quais são as condições ideais da prestação dos serviços de abastecimento de água, a fim de consolidar um instrumento comum para avaliar a qualidade dos serviços.

A regulação realizada pela AMAE/Belém, tem atuado, em cobrar do prestador de serviços as informações operacionais, técnicas e administrativas e analisando os dados encaminhados através de normas regulatórias, disciplinar os serviços prestados. A fiscalização da AMAE/Belém, tem agido no sentido de melhorar o desempenho operacional da empresa, através da regulação técnica e das fiscalizações dos setores operacionais.

O ano de 2016 foi caracterizado por um período de construção e conhecimento para o setor de Fiscalização da Agência Reguladora. Com o aprendizado obtido pelas visitas de campo e contato com dirigentes e trabalhadores do setor, as estratégias e as ferramentas puderam ser melhoradas. Em 2017, com o início das fiscalizações de acompanhamento, pôde se verificar que as

(9)

determinações emitidas pela AMAE-Belém tiveram, mesmo fora do prazo de atendimento, não somente um aumento na quantidade das determinações atendidas assim como pelo menos alguma resposta da Prestadora de Serviços.

Observou-se que muito há de ser feito para dotar os sistemas de abastecimento de água potável de condições satisfatórias aos usuários do Município de Belém. Falta de investimento, deficiências estruturais, carência de pessoal, uma quantidade elevada de perdas de água não controladas, são algumas das principais conclusões da FISCON – Coordenação de Fiscalização e Controle da AMAE-Belém.

(10)

REFERÊNCIAS

AMAE, Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto de Belém (AMAE-Belém). Disponível em: <http://www.belem.pa.gov.br/amae/?page_id=1929>. Acesso em: 20 nov. 2018.

CÔCO, K. M.; ALMEIDA, M. S. Fiscalização direta da prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário. In: GALVÃO, A. C. et al. Regulação do saneamento básico. Barueri: Editora Manole Ltda, 2013. Cap. 12, p. 339 a 361.

GALVÃO JUNIOR, A. de C. (Org.). Regulação: procedimentos de fiscalização em sistema de abastecimento de água. Fortaleza: Expressão, 2006. 160 p.

Decreto n.º 7.217, de 21 de junho de 2010. Regulamenta a Lei no 11.445, de 5 de janeiro de 2007, que estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico, e dá outras providências. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/D7217.htm> . Acesso em: 14 nov. 2018.

Lei n.º 11.445, de 5 de janeiro de 2007. Estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico; altera as Leis nos 6.766, de 19 de dezembro de 1979, 8.036, de 11 de maio de 1990, 8.666, de 21 de junho de 1993, 8.987, de 13 de fevereiro de 1995; revoga a Lei no6.528, de 11 de maio de 1978; e outras providências. Disponível em:<. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11445.htm >. Acesso em: 14 nov. de 2018.

Resolução AMAE- Belém nº 001, de 07 de julho de 2014. Que dispõe sobre o Regulamento das condições gerais na prestação de serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário do município de Belém - CSA/Belém. Belém, PA, 2014.

Resolução AMAE- Belém nº 002, de 07 de julho de 2017. Que dispõe sobre o Regulamento das condições gerais na prestação de serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário do município de Belém - CSA/Belém. Belém, PA, 2014.

Figure

Tabela 1: Valores quantitativos das fiscalizações realizadas nas unidades no ano de 2016

Tabela 1:

Valores quantitativos das fiscalizações realizadas nas unidades no ano de 2016 p.6
Tabela 2: Valores quantitativos das fiscalizações realizadas nas unidades no ano de 2017

Tabela 2:

Valores quantitativos das fiscalizações realizadas nas unidades no ano de 2017 p.6
Gráfico 1: Comparação do percentual de atendimento.

Gráfico 1:

Comparação do percentual de atendimento. p.7
Tabela  3:  Determinações  e  Percentual  de  atendimento  das  determinações  das  fiscalizações  realizadas nas unidades nos anos de 2016 e 2017

Tabela 3:

Determinações e Percentual de atendimento das determinações das fiscalizações realizadas nas unidades nos anos de 2016 e 2017 p.7
Gráfico 2: Percentual das respostas.

Gráfico 2:

Percentual das respostas. p.8

References