DINHEIRO DO IBAD FINANCIOU PARLAMENTARES FLUMINENSES. /Sjpiti&i-. (Leia noticiário na página 2) N.«lü» 205 General Osvino Homenageado na V.

Texto

(1)

:U*-aAÍ!'-,'raV.I:'-K!T.v«^.aa-'-i^;.--r..f ' >)'¦ "":. ¦•'t"--?-!t»l*í'"1 -,W,-..-'l>-í^-^--S.,^ *vj .. ' IW?^'"* vrjwtj ..,.«...,..,. ,... ,.-,.. .... .,,,. -_

BIBLIOTECA NACIONAL AV.ai» «WUMCO

AM 16 JMCIM - »•»mattmM. -C-

PRESIDENTE DO EQUADOR, DEPOSTO POR GOLPE MILITAR:- VOU REAGIR

EE -*¦*•* ii (l.t.lA NA ni m nA r.i va rAí/lNA «)*.

Oliveira Brito Desmascara Lacerda: — GB é o

Estado Que Mais Auxílio Recebe da União (P. 2)

FALA DE

TRAIDOR POLICIA POLÍTICA HM NOMES DOS TERRORISTAS DO MAC

OSr.

Aliomar la- leeiro declarou na Câmara qut o» Ei- tados Unidoi po- dem depor o Proiiden- te João Goulart quan- do bem entenderem. O Sr Aliomar Baleeiro pertence ao IBAD. Sua falo é de traidor. Seu companheiro de parti- do (ou melhor, de par- tidos,) Sr. Herbert Le- vy, entes da viagem do Sr. Son Tiago Dantas aos EUA, esteve naque-

|e pais faiendo discur- sos contra a concessão de auxílios ao Brasil, t

presidente da UDN o que define melhor do que quaisquer palavras nossas o papel desse partido na vida pública brasileira, apesar dos esforços de alguns reno-

¦/adores que se elegeram na sua legenda e que, por prestarem serviços ao País, são atacados pelos ibadianos.

0 Sr. Aliomar Ba- leeiro acho também que os EUA podem "fechar"

o Brasil quando quise- rem. Agradecemos ao 5r. Aliomar Baleeiro sua confissão pública dos propósitos do orgonis- mo internacional a que serve.

O Sr. Aliomar Baleei- ro é um débil moral.

Pouparemos aos leito- res a lembrança de tua carreira no Bahia por não ser éste um jornal dado a escavações da honra olheia — tática que deixamos aot La- cerdas c outras perso- nalidades sem idéias —- sc bem que no caso do Sr. Aliomar Baleeiro a palavra honra deve ser empregada apenas figu- rativomente.

A debilidade moral do Sr. Baleeiro não é por certo novidade na vida pública do Pais.

Assistimos a uma suces- são de absurdos desde que se instalou a CPI que investiga o IBAD.

Tivemos um ex-jornalis- ta marrom, hoje depu- tado marrom, admitin- do francamente que não trabalha para a UDN e sim para o IBAD. Num pais desenvolvido, isso seria bastante para ex- pulsá-lo da vida públi- co, como uma Christine Kccler dc mandatos. O Sr. Aliomar Baleeiro é colaborcdor especial da revista do IBAD, já de- nunciada publicamente como uma excrescência da imprensa, mas isso não lhe abate o ânimo.

Sô falta, para comple- tar éssc ciclo surrealis- ra, que éle declare: sou traidor, com muita hon- ra.

Em breve, a CPI terá completado o seu traba- lho e os traidores serão apontados à opinião pú- blica do País para o de- vi<-° veredito, que, no regime democrático que os ibadianos querem destruir, cabe ao povo.

Ela está provocando uma lavagem de roupa sui<- sem precedentes nu história republicana.

Alguns portadores de

"¦anchas,

porém, mos- fram-se recalcitrantes, habituados

que estão à condição de servos.

Amam a sujeira: como 0 Sr. Aliomar Baleeiro.

í

DINHEIRO DO IBAD FINANCIOU PARLAMENTARES FLUMINENSES /Sjpiti&i-. (Leia noticiário na página 2)

. AN0 xiii — Niterói, sexta-Feira, i2dejftj^,]^.— N.« lü»

Niterói, Sexta-Feira, 12 de J

General Osvino Homenageado na V. Militar:

KpEg 205 General Osvino Homenageado na V. Militar:

y f Ê i —Orgulho-me de Crer no Brasil e no Seu Povo

Z.arm:\ir>'i"v..m —

Manifestação Reuniu 2.500 Trabalhadores

Contra os Gorilas"

rnndcnandti os espançamen- tos de lavradrircs pela poli- cia. exioindn punição para n"aorilas" nacionai*. claman- dn pela uraò.ncla das reter- mas e e.via'iido ti encampa- eio de diversas emprese concessnnárias de serviço., mihlico' — eêrca de 2-Snn traba lhadores percorreram ontem as ruas de ffüerói, portando iai.xas e cartazes, numa arande passeata oue terminou va Assembléia .V;

aisldtivd. ôiidr tis manites-- tantes. fizeram o seu ipé:o.

pessoalmente oo» deputedn.

(LEIA NA PAGINA DOIS)

\mmmrm&Sffi'>k/,4MZ'WBfmmmTBXt ____»«*¦' >¦ /&J"Í''______________ ' «- -v-_ '. > ¦ v-'"jfô@KZBmm mmm *¦- '¦9_____»«£Ka%^a' ;-*_»"_«»*_i_i3*^í?^_"__r?¦-¦:

E2«> *tÊÊs$iWL iÈámmmm " WÊÊÊm m\ m\w*$T \ WÊkWt ¦

___

UmmmWÊKmkw^i. ;

Wzjm . _t____É ___¦ ^ÊamZM^fm^KB^Ijiai i-Z%

flH,^% ¦/-yirWEÊSmL:.." '^¦?i^mEmÊaWmm

\ WÈ^ÊrWmÊÊÊm* ¦?vç'*W B_V *Lw0>i, aHB_Í HeVv <mw%lÊ am TmZp'"' >* **¥ *%£ '- aWÊÈÊÈkMÊkr mB ___^** WÉÊÈ W -W mW&''~£àm.ilmkt -Z

_&J*W-ii-t^.^ZSiaBBBMi ^MmmWÈmÊÊà..: mWMmm

11S*-a**- .,¦ • - ?*T_BB_i—B wlmTrmÊP~ rtKamSí j^^^_t*_k'P^-Mt""jj^'T'*?^—^P?*"-^P!—H P*_B^B --—^• _S

•TT*" P$ j£. ' 't\m ^fe. "•

,*TÉrWMH H______| ______£_¦ ¦aa.Bt'^^^? _-^|,'^'í^'_^a^aaa«HBr^U^ -t* *.,----BSa-a-_ mW^ii^Ê^Êm\\

''-ZktfÊÊ^fègZtlffi^^

Zsm\ WÊÊ?éiy&&

' _**_

Wl

^^^i^^^^s ¦ • mk J^_9IhIBHB9.-_-_^^^^-^b -'-^^^biBSr'*" '-H- a^

íi. l«_lfaiW vLm2^ BWt^ ' -'-íJEMS

¦:^^^SrWP'-^;fai:"a%-^ ¦¦' ^¦J^EJBBSt^ED ^¦¦kP^^^1'».^^'^^

maW^w^i-'Z^z^y -iPtSiilÉi^^

#>_ríu".

-i í - *,a,''. '¦'-¦'-¦¦- 'i&íãBe*' -^'"

^mWà^maaW^^^M^^^S "',"\Dm\^

%£*-¦ -J^wW*-*---;'

y-:«k\wSÈ£MW®!^mm

^Úgà^^^^Ê^1^ vff *-* jsr^tj^Wniyf i)i • \> i, I .<

^fc__

~'m»^^9ÍmW&^'" ^*«__^B

O Cer Oi

Funcionalismo Receberá Julho já Com o Aumento

O mês de julho já será pago ao funcionalismo federal com o aumento de 70%, segundo informou ontem a Diretoria de Despesa do Ministério da Fazenaa, atendendo a consulta feita neste sentido pelo Professor Carvalho Pinto, titular oa Pasta. (Leia em "Zer0 Hora").

... '¦¦-¦eira Aires. Comandante do I Exército foi homenagrado. ontem, por seu aniversário, com um chur- rasco nc Vila Militar ao tim do qual relembrou em discurso sua carreira áe militar, para concluir manifestando o seu orgulho de acreditar no Brasil c no povo brasileiro Ladeado telo Ministra Jair Dantas Ribeiro, o quem. apontou como ga-

rantia de segurança para o regime c as instituições, e pelo General Oromar Osório, o G"'*"-''-**™ "'f*?:'' hora, ao dcltile de dez mil homens. 'LEIA COMPLETO NOTICIÁRIO NA SECUNDA PAGINA.._'

'**V*'Í***?/Vt^> ¦ •>¦?*'»V: , 'Jar^âr •**"'""T'¦-*-! ^^^2^^m^^&mBÊm^m^ÊÊmmVa.- .IJ^llC^

DOPS PROTEGE 0 LEGISLATIVO DE S. GONÇALO

Policiai.* ria DOPS e cho quês da PM foram chama- dos a policiar as dependeu- cias da Câmara Municipal dc Sào Gonçalo. onde as di?- cussões sôbre o aumento rio Imposto Predial, decretado pelo Prefeito Joaquim l.a- vou.ra, téin provocado ^óiio»

atritos entre vereadores e alé mesmo populares. A situa- t;;io atingiu o seu clímax na última quarta-feira, quando um telefonema a n ó n i m o anunciou a explosão de uma bomba-relógio no recinto do I.e.qislalivo. provocando pârii- co. correria e a suspensão dos trabalhos. tPágina 2

a__ft_<_r ^H_ _________________9 _^_- I T Z o. _e_<aí!*Fíí**

__p___í___^1b __________¦ ^p»___»" _?¦•_¦ {ciwSfí^tá, **_________K

H^KjiÉ-.'*'-*:'*.'^'''1 **«Í__m__Í__£a____Í H^fw-^^fv &m

vli '-*• ''^tmm\\ P^T^R ?' ' ^&&mmm\^Lm\ ^^^WI^_B ÍWv (%I**'^-Í'#^,Í__'Í' J X'

—¦fi--'*' T* _____! __B ^i____ "___M I

B^l __J _R__I _n_aaaal

¦5- Bnfel^fT_TmP S-^5_!-*l!

¦MfW*^-1

•mWmW^^^m^^

*---» mrr- ''*^^P^mK^^

¦üfj" . _-.Ji'jE^Bff|Ej!K>j]_BBi^l^.y^ ' nuf^riW^^'^^'^r't:''^^"'- ^K**«*i.;% ;*'

ZERO

LUTA PELA ENCAMPAÇÃO PODE PARAR BOMBEIROS

'/,'f.arirío que -o Goiérno ctà demonstrando hoa-vontude cm resolver corporação mas que a ainda áe 50 milhões e insuficiente para atender as atuais" — soldados, cabos e oficiais tio Corpo dr Bombeiros de Niterói áetcrminarcn ralisação do< sei viços burocráticos da organização, devendo tambem interromper outras atividades, se medidas não forem tomadas no sentido dc ser o CB encampai Estado. Os soldados do fogo. que ontem estiveram na Assembléia Lcgislati maram tamhem dos seus"parcos, proirnio-s", contam no «cu raonrac-iío com o a;

Conselho Sindical dc Niterói. COMPLETO NOTICIÁRIO NA PAG.

'Zí

'ClO '.«7»

'SA no

Crise Provoca Fila no Hospital do IAPM

BOTAFOGO VENCE E RECUSA 160 MILHÕES POR AMARILDO

O Botafoao estreou, ontem, ho Campeonato Carioca, tfçrro- tando o BOnsUceséo por il a 0, em seu primeiro passo para a conquista do tricampeonalti. Amarildo. que marcou dou gols tna foto aparece o de Jair. aos três minutos no sr- gundo tempo), foi, minutos depois, objeto de negociações 'financeiras

que não tiveram é.rito: o Botafogo recusou, por èle Crf 161) milhões, oferecidos pelo Milan. da Italia.

(NÒTICIAHIO COMPLETO NAS PAGINAS ESPORTIVAS)

Um total de quase duzen- tos doentes está aguar- datido internação no Hos- pltal dos Marítimos, que se encontra á beira do caos etn virtude da saida dos 35 acadêmicos que ali da- ram serviço- A situação è deplorável Os poucos vié- dicos do Hospital estâo sc fiesdüpr-ando para fazer o máximo ãc atetidimentos necessário para qttc o HM continue aberto. Não há esperança de solução pa- ra o problema enquanto novos médicos não forem admitidos. Muitos asso- ciadas precisados de i

ternacão virem momentos dr desespero, (Na pãg. 2)

HORA

Jango Irá c

Tcheco-Eslováquia

O Pre-idente Joio &o_>

lart cevera visitar, em »a»

tembro, a Alemanhi, It»- lia, Polônia. França e Tche- cc-Esicvaquia A informa*

c«so foi prestada, ontem, petc seu Secretario cie tm- prensa, Sr. Raul Ry*f.

Junta Domina

A Junta Militar que de:- rubou o Presidente Arose- niena, do Equador, controla todo o pais. segundo a£ úl- limas noticias de ontem. A principio, esboçou-se uma iesifténcia em Cuenc-i e Guaiaquil. mas as autortda- cies conseguiram reprimi-la sem derrame de sangue, ao que parece. O Exército mar.- tém a ordem em todo o ter- rítório ai'1 Equador, e os co- T.ar.dantes militares das Províncias assumiram o controle da administração AUMENTO — A Direto ria da Despesa cio Minis'e- rio da Faienàa comunicou ao Sr. Carvalho Pinto que, em julho o pagamento do funcionalismo iá sairá com o aumento de 70°o e a di- ferença referente ao mès de iunho O Ministro da Fazenda havia, ontem, fei- to consulta a esse respei- to, dando um praio de 48 horas, pa-* a resposta So- mente ao inicio da próxi- ma semana será cemunie»' da, oficialmente, a decisãc do Ministério

-VITAL BRASIL" Os empresado» cio Instituto V*.

tal Brasil está,, ameaçando paralisar hoje as sua1- ativi- dades. O Diretor do estabe- lectmento, sr. Jairo Amaral, entretanto, prometeu que nas prtiximas horas soluçio narã o problema dc ordero salarial que deu motivo à de- cisão do» trabalhadores."MOINHO ATLÂNTICO"

— Termina hoje a greve dos empregado^ do Moinho Atlântico, em virtude da con- traproposta dos empregado- res dc 9,000 cruzeiro» de au- mento salarial, fixando em 30 mil cruzeiros o salário inicia! e reajustando nara 37 cruzeiros, o saiário-hora dos que- percebem ordenado su- perior ao mínimo. O dia dc greve será pago e não have- rá punição para os grevistas.

«*í aenrtlo será firmado hoje

da nr.T.

OITENTA MIL METALÚRGICOS DE OITO MUNICÍPIOS AMEAÇAM ME VE (P. 2)

¦«

ii

(2)

't^wHu»i»w8ttaj«»^>^H»Mi<i«aw«^^ *«uw-.i.re-»»»»sS^iJ*uiJvt«M«^iwO.«m«^ ifin',i^v«v^^í,-ír>"',í ¦"»•*'» ¦*rf-'»-T*-"*,''T-í» ****'*•-** ¦• ifpn^n- ^^-..iii-innw^-i

^ .JA;«:iaai,-s -

PAGINA ¦

Oliveira Brito Revela: Guanabara é o Estado Que Mais Recebe

Dos Cofres da União

0

Ministro de Minas e Enerqla, Deputado Oliveira Brl»o, falando ontem através do programa "Voi do Brasil" da Agência Nacional, declarou que o Estado da Guanabara é um privilegiado dentro da Federação, pois mensal- mente recebe dos cofres da União mais do que qual- quer outro-

Disse o Ministro que, só no primeiro semestre de 1963, tendo resolvido arcar com as despesas do pessoal de todos os órgãos locais até então mantidos pelo Govêrno Federal, assumiu com- promlssos que orçam em mais de sete bilhões e trinta milhões de cruieiros.

Ainda em sua fala de ontem, o Ministro Oliveira Brito ad- vertlu que o Congresso Nacional está pronto para reagir a quelquer tentativa de subversão da ordem per parte daqueles que esperam obrigá-lo a sair dos quadros legais e agir pela violência.

Sexta-Feira, 12 de Iulho de 1963 ULTIMA HORA

IBAD Financiou Campanha de Vários Deputados Fluminenses

GUANABARA PRIVILEGIA- DA — Fundamentando sua atirmação quanto aos privilé- Cios de que desfruta a Guana- bara, entre os demais Eslados brasileiros, o Ministro Olivci- ra Brito lembrou que o Esta- do carioca recebe da União, por mès. mais do que todos os outros:

"Qual o Estado da Fe- deração que tem os serviços de Justiça. Policia. Corpo rlc Bombeiros, iluminação públi- clij e até o Ministério Público, custeados pelo Tesouro Na- cional? Só a Guanabara".

Depois rie fornecer uma lon- ga lista dos serviços públicos federais, transferidos para a Guanabara, e que continuam a ser mantidos pela União, o Ministro de Minas e Energia recorda que. em todos os de- mais Estados, esses serviços sáo custeados pelas verbas es- ENERGIA ELÉTRICA — Ke fcrindo-se ao problema rie energia elétrica, sobre o qual tanto se tem falado numa fa se cm que o povo carioca an- da amargando o i..cômodo e os prejuízos do racionamento, o Ministro Oliveira Brito es- elareceu f;ue a culpa não ca- be. absolutamente, ao Govérno da República:

"O sistema é constituído

rie cinco usinas, rias quais uma é termelétrica e quatro sào lll- rirelctricas. estas, aliás, quase Iodas alimentadas por verda- deiros fios de água; e como a estiagem reduziu o volume dc água dos rios. reduzido se viu também a capacidade gerado- ta rias usinas. Ora. não pode- ria o Govêrno Federal tomar medidas para prevenir a estia- gem. nem èle tem podéres pa- ia fazer chover".

GERADORES — Sóbre a questão dos geradores, que tanta celeuma tem levantado, falou o Ministro: — "Nào é verdade que o Governo Fe- rieral tenha criado dificulda- cies à instalação desses gera- dores na Guanabara. Assim que foi recebido o pedido, com o parecer favorável das auto- ridades competentes, o pro- cesso foi encaminhado à Pre- sidencia. para despacho. Três (lias depois de chegar o pro- cesso a Brasília, a autorização era dada"-

Indo mais longe, concluiu o Ministro Oliveira Brito: — ' Nào acredito que os gerado- res cheguem a tempo de re- solvcr a atual crise rie ener- gia da Guanabara. Mas ésse problema nào é nosso, c do povo e do Governo do Estado cia Guanabara".

80 Mil Metalúrgicos de Oito Municípios Ameaçam Greve

CONTINUA

sem solução o impasse salarial entre cerca de 70 mil metalúrgicos de Nova Iguaçu, Duque de Caxias. Nilo- polis, São João de Meriti, Paracambl e Itaguaí, no Estado do Rio e os da Guanabara com os empregadores. Os profissionais reivindicam reajustamento salarial na base de 85% sóbre os salários resultantes do último acordo (termina a 31 deste mês), a partir de 1.° da agosto.

A questão do pessoal da Bai- xada, de Paracambi e Itaguai será apreciada em mesa-redon- da já solicitada ao Delegado Regional do Trabalho, Sr. Se- bastião Bibiano Torres. Quan- to ao caso dos da GB, o Sin- dicato aguardará até terça- feira o pronunciamento dos industriais. Na quarta-feira en- viará expediente ao Diretor- Geral do Departamento Na- cional do Trabalho para o mesmo assunto.

É firme a disposição dos trabalhadores para a conquis- ta dos 85' c; 307ó sóbre o sa- lário-minimo regional como salário-profissional da classe, reajustando-se sempre que o minimo fór elevado; e lõTó aos operários não atingidos pelos 85fc. Não está afastada a deflagração da greve geral, se após a realização dos en- contros no Ministério do Tra- balho. os industriais continua- tem intransigentes.

Enquanto isso, resultou em fracasso a nova tentativa dos lideres sindicais dos metalúr- gicos de Barra do Pirai .junto aos empregadores- Em mesa-

redonda levada a efeito na As- sociaçào Comercial daquele município, as empresas recusa- ram-se a aceitar os pedidos dos profissionais relativos ao abo- no-familia de 1.000 cruzeiros por dependente até ao quarto t- 12 mil cruzeiros mínimo de aumento salarial. Aquiesce- ram, somente, nos 75rc de re- visào geral de ordenados.

Dissídio e Assembléia

O Delegado Regional do Tra- balho, Sr. Sebastião Bibiano Torres, suscitará, hoje, o Dis- sidio Coletivo, ex-oficio, ao Tri- bunal Regional do Trabalho a instauração do processo do Dissídio Coletivo, tendo em vista haver terminado todas as possibilidades de conciliação.

No domingo, às 9 horas, na sede da Associação Musical União dos Artistas (Rua Bar- bosa, 101), os operários pro- moverão nova sessão da as- sembléia permanente, deveu- do fazer eclodir a greve nas seis indústrias metalúrgicas, mecânicas e de material ele-

tricô da Cidade.

-,'

SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA DOMICILIAR E DE URGÊNCIA DELEGACIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.° 5/63

— Faço saber a quem interessar que no Diário Oficiai do Estado do Uio de Janeiro, PARTE I — SE- ÇAO I — FLS. 18 e 19. do dia 6 ile julho de 1963, foi publicada a Concorrência em epígraie, para fornecimento de ARTIGO DE EXPEDIENTE.

— Maiores esclarecimentos na Scçào de Material

— sita ã Rua da Conceição n.° 99 — 12." and., das 12 às 18 horas.

JOSÉ CORRÊA NETO CHEFE S. MATERIAL

NO

mesmo Instante* -m que o De- legado Souza l.ima. ila DOPS, confirmava ns declarações do Sc- cretário (le Segurança, rie que

"todos os elementos subversivos, que tentarem tumultuar a vida do Esta- do, serão severamente' punidos pela Po- licia". a reportagem dc ULTIMA HORA apurava junto à fonte ligada ao Sr. Nel- son Nobre iex-ltei Momo) que loram enviados milhões de cruzeiros, através o IBAU, para custeai- a campanha política de vários candidatos .1 cargos eletivos r.o Estario rio Rio.

Muito embora policiais cia Ordem Po- litica c Social nào tenham confirmado o Into. a DOPS já tem em mãos o nome rit uni dos cheios terroristas do MAC.

Trata-se rie um major que reside em Pe- Iropoli;. de nome Sing, que Ieria a mis-

são, tio Estado do ltio, rie subvencionai'

"lideres" camponeses. Um de seus asses- r.órcs -.liretos seria o conhecido Mariano lleser, falso lider camponês.

Milhões do IBAD

Por outro lado somente agora, com o depoimento do .5r. Nelson Nobre na Câmara Federal, no inquérito sóbre o IBAD. é que começaram a aparecer os primeiros nomes de políticos envolvidos nos mlihôes tio IBAU. Os Deputados Dn- so Coimbra. Emanuel Wálssmari, Edilbcr- to Ribeiro do Castro e Raimundo Padilha, no plano federal, poderão inclusive ser chamados a depor na Comissão de In- quérito. Até jornalistas receberam altas propinas para riar cobertura aos parla- ínenlares apoiados pelo IBAU, figurando

como distribuidor dessas quantias (20 a S0 mil cruzeiros) uni certo Sr. Armanilo, de um Jornal .Ia Guan íbarn; Oportuna- mente divulgaremos os nomes dos pro- fisslonais da imprensa que, durante ns meses que precederam As eleições riu oiituhro, foram pagos pelo IBAD.

Hamilton Nada Sabe

Mnis uniii vez o Deputado Hamilton Xavier mostrou-se "surpreso" com as in- fórninçôoj que dão conta das atividades riu IBAD no Estado cio Rio. O Secretário dn .lustiça voltou ,\ revelar que o caso não c dc sun competência "mas sim da Assembléia ou ria própria Câmara Ke- deral, que já está cuidando do assunto".

Mostrou-se, no entanto, vacilante cm suas declarações.

OSmO HOMENAGEADO: ORGULHO-ME DE CRER NO EXÉRCITO E HOS BRASILEIROS

0

General Osvino Ferreira Alves dis- se ontem, na homenagem aue lhe foi prestada pelo I Exército, na Vila Militar, que se orgulha "de acreditar no Brasil e na sua gente, e de ter a firme convicção dc que a Nação conhe- ce e sabe vencer suas dificuldades, sem necessidade de scluçSes estranhas As suas tradiçíes cristãs e democráticas".

Acentuou o comandante do I Exér- cito, ontem atingido pela reforma com- pulsória, que se orgulha, também, "de ter vivido e enfrentado todas as últi- mas crises nacionais sem nunca-ter des- merecido a confiança de meus cnman- dados, do povo e dos verdadeiros demo- cratas".

UNIÃO — "Sc tenho apreensões pc- Ias coisas rio Brasil — disse o General Osvino Ferreira Alves — não sou. nem nunca fui, pessimista, pois que a Na-

ção inteira tem consciência de seus problemas e das formas quo tem du adotar para resolvê-los. Tenho certeza dc que o Exército, como a Marinha c a Aeronáutica, unidos pelo que há rie mais forte, a felicidade cio povo man- ter-se-ão. como até aqui. na vanguarda dessas aspirações, propiciando uni nm- biente dc paz, pára que ns instituições se aprimorem e consigamos o futuro que merecemos c haveremos do con- quistar".

NACIONALISMO — Dirigindo-se no Ministro Jair Dantas Ribeiro, convida- do de honra para a homenagem, o Ge- neral Osvino afirmou que "oi Exér- cito, do mais ao menos graduado, rc- cebeu a nomeação dc V. Exa., Sr. Mi- nistro, com júbilo e a certeza rle que V. Exa., nacionalista que c. guiará o Exercito para os rumos seguros e os

anseios brasileiros. V. Exa.. General Jair, constitui uma bandeira de segu- rança, nüo só para o povo. mas tam- bem para o Governo que deseja dar no Brasil os destinos certos, dentro rias ii.spirnções do mundo moderno, que è fazer justiça às classes sofredoras, den- tro rios postulados democráticos, no mais absoluto respeito à lei, cultuando n dignidade humana",

PRESENTES — Estiveram presen- tes à homenagem ao General Osvino, no quartel-general ria 1" Divisifü de Infantaria, o Ministro cia Guerra, todos os comandantes clu corpos de tropa em serviço na Guanabara. O General Jair Dantas Ribeiro, respondendo ao discur- so rio General Osvino. agradeceu ns votos rio seu camarada dc- árnias c cr- giicu um brinde ao Presidente da Re- pública.

REFORÇO DE ÁGUA E LUZ PARA CORDEIRO

ATRAVÉS rie entendimentos mantidos com o Governado-:

Badger Silveira, o Presidente do Banco do Estado. Sr.

José Saad. acaba de conseguir a autorização para a execução de obras de construção de reservatórios de água, com capa- cidade cie trezentos mil litros, no primeiro distrito do muni- cipio de Cordeiro.

A informação é do presidente do PTB de Cordeiro. Sr.

Bechara Nacif. que acrescentou estarem as obras orçadas em quinze milhões de cruzeiros. Além do reservatório o Sr.

Jo;é Saad conseguiu a abertura de poços artesianos na sedo do município: extensão da rede de energia elétrica à loca- lidade de Arraia! do Saco; e a pavimentação das estradai Corcieiro-Cantagaio. Cordeiro-Macuco e Cordeiro-Monerat.

Terrorismo A compunha Discussão Sobre Aumento do Imposto Predial

UM telefonema anônimo dizendo oue às 21 horas iria ex- ploclir uma bomba-relógio. no plenário da Câmara Mu- nicipal rir. são Goncalo. provocou, na sessão de quarta-feira.

tumultos, corre-corre c a susoonsão rios trabalhos duran'e vintr minutos, até que policiais terminassem a vistoria no loca]

E-ta foi mfi-s nma ri-is confusões que vêm ocorrendo diariamente na Câmara rios Vereadores, em conceciüc-nc>"

ria discussão em torno rio aumento nredial decretado pelo Prefeito Joaruim Lavoura e que diversos vereadores coir.- bat-m nor achá-'n extorsivo. Às sessões da Câmara ti-m nom- narccicio diversos policiai.-: da DOPS e um destacamento oo Oitiçia Militar.

Protestos

Reunidos na Associarão Comercial do Município o- pre- sidentes do? diretórios locais decidiram realizar renniõís com seus vereadores para solicitar melhor entrosamento no»

trabalhos rio Legislativo, a fim de evitar os constantes tumui- tos. Decidiram, também, não rpalizar nenhuma represália ao Prefeito e ao nresidente da rárnara qne solicitaram reforço à Polícia Militar para impedir as confusões no Legislativo.

Eníenrieram os políticos que a orovidência fora neces- íária. pois o noliciamento interno da Câmara não possui cot- dições de evi'ar qualquer tumulto entre vereariohes e o pii- blico que tem superlotado as galeria*. O policiamento conti- ntiará até o fim do período originário, marcado para trinta déste mês.

Trabalhadores Promovem Passeata em Niterói

AOS gritos — "Tudo

pelas reformai dt bases" t "abaixo es trustes" — circi dt 2.500 trabalhadores t lavradores pre- moveram ontem umt passeata pelas ruat da Cidadt. Após per- correrem as prlncipils irtérlts nlteroitnit» it eonetntrtrtm tm frente « Assembléia Legislativa.

Usando da palavra nas escadarias daquele Legislativo, dl- versos oradores criticaram teremente • atuação dt agtntts da policia civil e militar pelos espancamentos de lavradores, prin- clpalmente em Magi e Duque de Caxlis.

O Conselho Sindical dc Ni- terói decidiu levar a efeito nova passeata na terça-feira próxima, mas com o objetivo de chegar até ao Palácio do lngá. quando as mesmas dc- núncias serão formuladas ao Governador Badger Silveira.

Espancamentos

Aiora as agressões sofridas por camponeses, o Sindicato dos Rodoviários denunciou o espancamento do seu Delega- tio na Viaçáo Fonseca, Francis- eo Nunes. O trabalhador so- freu toda a sorte de trope- lias nas màos dos espanhóis Miguel Garcia Paradella, Cas- tro Alaòr Formoso, Basilio Pa- radella e José Gomes Para-

delia. ^^

Encampações

Portando diversas faixas e

cartazes, os manifestantes rca- firmaram a disposição dos as- -alariados a continuar na flr- me campanha junto com os parlamentares nacionalistas pela encampação das empré- sas internacionais, e mesmo as nacionais que não vém pres- tando bons serviços ao povo.

Transportes Coletivos

— "Estamos ao lado rio po- vo". foram palavras dos rodo- viários e trabalhadores de ou- tias categorias profissionais quando oradores focalizaram o problema do transporte cole- tivo. A luta pela solicitação de maior amparo para o soergui- mento do SERVE, em Niterói e SINE, em Campos, está ace- sa. Integrantes da Frente Po- pular Nacionalista promete- ram dar prosseguimento às

providências para o tomba- mento rias concessionárias do t-ansporte rie passageiros.

Custo de Vida

A alia vertiginosa dos pre- ' ços dos gêneros indispensá- veis à subsistência foi apon- tada como conhecida manobra dos açambarcadores para cs- friar o movimento geral pelas conquistas das reformas dc base.

AGUARDEM

A partir de 1." de agosto

ZARU-CREDI

Bráulio Ramos Fonseca ?

Banco de Cordeiro

AniversarUt Hoje

G

BANCO rle Cordeiro, eo- nhecido e conceituado is- tabelecimento bancário flu- minense nue tem como oi-esi- riente o S-\ Danton Quç'vo>.

itambém Presidente do Sin- dica'" rios Roncos rio Estario rio Riol. está comemorando hoie o seu 38.° aniversário.

Trata-se de uma organização nue atingiu alto' nível rie cvf,scimcnl'r»i não noenas no volume rie depósitos, como lambem lio rir- aplicações c investimentos, ocunancl.n nos- te particular umn posição vangüardeira:

Amanhã, nn Restaurante Derby. haverá um almòco rie confraternização comemora- tivo rio acontecimento, rio rmal participarão rtírctnrcs e funcionários do Banco rie Cordeiro.

VENDEDORES(AS)

CRS 70.000,00 a CRS 100.000.00

NÓS OFERECEMOS

Excepcionais condições de traba- lho em tradicional

organização brasileira.

Treinamento sistemático.

Assistência contínua.

Salário fixo, comissão e prê- mios de produção.

- Vontade de aprender e grande ambição, ótimas possibilidades de Acesso.

Não se Exige Experiência Anterior

TRATAR: AV. AMARAL PEIXOTO, 171 - S/802 - NITERÓI - CAPITAL SE VOCÊ POSSUI:

Idade Superior a 18 anos Boa aparência e representação Facilidade de trato com o público

ACONTECIMENTOS

de Ultima Hora Saída de Acadêmicos Leva au

Caos o Hospital Dos Marítimos

COM o pedido de exoneração dos 28 acadêmicos lntci-ntia

— por questões salariais — o Hospital dos Marítimos de Niterói nflo tem mais condiçflo dc atender aos (io mil asso.

ciados rio IAPM em Niterói e São Goncalo.

Essa informação foi prestada a ULTIMA HOUA nclo medico plantonista Iridio Silva, que salientou: "Por 6ssc motivo Iodos os serviços de rotina (cirurgia e pequenos curn- tivosl, além tias operações de garganta; para crianças, foram suspensos. As internações também foram suspensas nle sr.

Bunda ordem, salvo parn os casos que exigem apenas cyrur"i.-i rio emergência.

Poucos Médicos

O Dr. Iridio Silva frisou que a saida rios acadêmicos internos deu-se precisamente devido aos parcos salátlos ruir recebiam "Os rapazes — frisou o médico — nâo deixaram o Hospital com intenção de fazer greve, como toi noticiado Pediram mesmo demissão porque não havia probabilidade rio serem aumentados. Tínhamos aqui cerca dc 3R médicos c 28 acadêmicos internos, c .iá não ern o bastante. Agora, então p situação agrpvou-so ainda mais".

Aguardando Vagas

Depois de elogiar a administração rio Hospital, dizendo que n diretor Ademar Reis Júnior vem tambem sr desdo- brando para solucionar os craves problemas do nosocómio. o médico Iridio Silva salientou que cêrcn dc Ofi senhoras r iíd liomrns aguardam Internação no Hospital, que "n5n pnde atendê-los. porque não existem leitos disponíveis o nem rc- cursos humanos para isso". Nn que so refere ás operações cm garganta (crianças)', já existem inclusive inscrições paru fevereiro do ano que vem.

Solução

Segundo o médico Iridio Silva, a solução para o proble- ma dos marítimos seria a contratação do 14 médicos recém- formados (com salários dc médicos profissionais) e dc m internos acadêmicos (com saiario-mínimol. Afirmou que ns médicos atuais rio Hospital dos Marítimos estão tendo gran- des dificuldades para cuidar rios doentes e que "se a situa, ção não fôr contornaria, não poderão suportar o sacriíiçic por muito tempo".

GRUPOS ESTOFADOS

10 MESES SEM JUROS!

t t

tone Io m ontl rítli Tra auli te iv jáde liga pra

Cc

lar I rei' H nbr tac

í D

Si rie .á est de vir mu dia doi

F<

Manifesto de Marítimos Vai Apontar Escândalos no DPN

LIDERES

sindicais rie marítimos, vinculados a empresas subordinadas ao Departamento de Portos e Navegação, vão divulgar documento denunciando a trama :1c alguns car- rciristas o aproveitadores contra aquele órgão do Governo Estadual". A movimentação dos trabalhadores visa a pór fim à campanha de destruição do DPN, executada pelos

"marajás" da repartição, corrompidos pelo empreguismo e propinas de empresas, que vém difamando a atual adminis- tração, com o objetivo, também, de agravar o Governo Bari- ger Silveira".

"Joaquim

Metralha"

O agente do IBAD, Joaquim "Metralha" está sendo apontado como o articulador da campanha de desmoralização do DFN, "pois sempre foi elemento que agiu cm função de beneficio próprio". Outro fato a ser divulgado pelo comu- nicado será que a "administração do Sr. Leri de Almeida c honesta, não procedendo a.s eatilinárias de marajás'

Aquele agitador, segundo os operários, está descontento com o trabalho austero do diretor do DPN. pondo termo ,-.-.

"marmeladas" e exigindo serviço rie uni grupo de funcio- nários "que só aparecem . para receber polpudos venci- mentos".

Tabela "N"

' O manifesto informará ao povo que os tributos previs- tos na Tabela "N" é fonte dc evasão de rendas do Estado

"porque ha muita gente envolvida no escândalo".

O dispositivo legal incide sobre as mercadorias nâo trans- portadas pelos portos fluminenses, sendo que grande parte de empresas transportam materiais fora dos portos, mas não pagam o tributo. "A grita de agora — acentuará o do- cumento —, visa a evitar as providenciais tomadas pelo Sr.

Leri de Almeida para rever profundamente o problema'

Conselho Fiscal

Assinalará, também, que somente agora um diretor quis cumprir a lei que criou o DPN. instalando o Conselho Fiscal.

integrado por elementos estranhos ao DPN. para_ fiscalizar sua própria gestão, "providência virgem até então" Mais adiante, acentuará que "está patente a má-tc dos que sem- pre dominaram a repartição, já que não admitem uma arimi- nistracão honesta".

Sul Fluminense

Instado por UH, o Sr. José Batista da Costa, Delegado no Eslado do Rio do Sindicato Nacional do.s Marinheiros, disse ser contrário às manobras, porque com o Sr. Leri à frente do DPN. poi- exemplo, vem conseguindo o soerguimento do Serviço de Navegação Sul-Fluminensc, empresa estatal que explora o transporte marítimo entre Mangaratiba. Angra dos Reis. Parati c Ilha Grande, inclusive, regularizando atraso?

dc pagamentos.

A recuperação dos portos de Niterói c Angra rios. Reis são os fatos apontados pelos portuários como medidas acei- tadas do DPN, nesta administração.

I

c

1 4 1

ri;dcmBi

P< d; ni

S. T. I. da Energia Hidroelétrica

Rua Marechal Deodoro, n.° 74 - 1.° - Nite

CONVOCAÇÃO

Ficam convocados os Comoanheiros Trabalhado- res do Serviço Industrial da CÉEE para participarem da Assembléia Geral Extraordinária, na Sede do Sin- dicato dos Trabalhadores na Indústria de Energia Hi- drelétrica, dia 16 de julho de 1963, às 18 horas em primeira convocação e em secunda às 18,30 horas para deliberarem sobre a seguinte

ORDEM DO DIA

Informação sobre pedido de aumento salarial, assim eomo entendimentos realizados com o Sindicato e S. Ex*. o Governador Badger Silveira.

JOSÉ AQUINO DE SANTANNA — Presidente

Niterói, 10 de iulho de 1963.

ac di te Si K

<e íi cc K di te Si l sc í K

1 nl

¦M rr

1 lt

H

I a

ci

¦ ri

Cl d ti n w ri

Cl

r! b a v< çi

Somente na sua CASA üího i. i t z n c i

EDIFÍCIO GOLD STAR

CONVOCAÇÃO EXTRAORDINÁRIA

Pelo presente ficam convidados os senhores condomi nos promitentes comprndoies e promitentes vendedores do

Edifício Gold Star, à Rua da Conceição número 101 » 12' nesta cidade, a comparecerem à Assembléia Geral Extra- ordinária que será realizada dia ?0 de julho do corrente ano, às 13 horas, no mesmo edifício, a fim de deliberar o

seguinte:

a — Eleição do Conselho Fiscal b — Mudança dos Elevadores

c — Orçamente para o segundo semestre de 1963 d — Interesses Gemais.

Caso não haja número legal, em primeira convocação, será realizada trinta mirutos depois no mesmo local ei1 segunda convocação, com qualquer número de condômino»-

(Ass.) WELUNGTON W. DE MOURA — Sindico.

A S d p e: d o fi g P

f

,i jlfI O' [Il[O: lt(

lP li

t

Imagem

Referências

temas relacionados :