• Nenhum resultado encontrado

Pollyanna Rodrigu. Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica,

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "Pollyanna Rodrigu. Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica,"

Copied!
7
0
0

Texto

(1)

mode

comportamento condições apresentar

demonstrando sua aplicação prática no estudo de células solares

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Computacional, módulo Fotovoltaico.

modeling cells in several is to present practical

based solar cells.

of photovoltaic cells and modules or in the design of real cells

module,

de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão de

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre a célula.

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

utilizados na geração muitos países de diver Resumo mode comportamento condições apresentar

demonstrando sua aplicação prática no estudo de células solares

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Palavras

Computacional, módulo Fotovoltaico.

Abstract modeling cells in several is to present practical

based solar cells.

of photovoltaic cells and modules or in the design of real cells

Keywords module,

O

de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão de elétrons,

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre a célula.

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais utilizados na geração

muitos países de diver Resumo modelagem computacional comportamento condições apresentar

demonstrando sua aplicação prática no estudo de células solares

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Palavras

Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

Abstract modeling cells in several is to present practical

based solar cells.

of photovoltaic cells and modules or in the design of real cells.

Keywords module,

O efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão

elétrons,

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre a célula.

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais utilizados na geração

muitos países de diver

MODELAGEM COMPUTACIO

Resumo lagem computacional comportamento condições apresentar

demonstrando sua aplicação prática no estudo de células a semico

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Palavras

Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

Abstract

modeling tool that is able to simulate the behavior of PV cells in several

is to present practical

based solar cells.

of photovoltaic cells and modules or in the design of real

1

Keywords module, Solar cells.

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão

elétrons,

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre a célula. As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais utilizados na geração

muitos países de diver

MODELAGEM COMPUTACIO

Resumo – lagem computacional comportamento de operação apresentar

demonstrando sua aplicação prática no estudo de células a semico

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Palavras-Chave

Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

Abstract –

tool that is able to simulate the behavior of PV cells in several

is to present a practical application based solar cells.

of photovoltaic cells and modules or in the design of real Keywords

olar cells.

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão

elétrons, gerando corren

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais utilizados na geração

muitos países de diver

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, Este artigo descreve um sistema de

lagem computacional comportamento

de operação

apresentar a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células

a semico

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Chave

Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

– This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV cells in several operational

a graphical interface application

based solar cells.

of photovoltaic cells and modules or in the design of real Keywords -

olar cells.

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão

gerando corren

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais utilizados na geração

muitos países de diver

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de lagem computacional

comportamento das células fotovoltaicas de operação

a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células

a semicondutores

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Chave

-Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV operational

graphical interface application

based solar cells. The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real

Computational modeling olar cells.

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão

gerando corren

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais utilizados na geração

muitos países de diver

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de lagem computacional

das células fotovoltaicas de operação

a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células

ndutores

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

- Células Fotovoltaicas, Modelagem Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV operational

graphical interface application

The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real

omputational modeling olar cells.

I. INTRODUÇÃO

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão

gerando corren

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais utilizados na geração de energia

muitos países de diversificarem

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de lagem computacional

das células fotovoltaicas

de operação. Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células

ndutores

para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Células Fotovoltaicas, Modelagem Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV operational

graphical interface application to researches

The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real

omputational modeling

INTRODUÇÃO

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão

gerando corren

depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais de energia

sificarem

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de lagem computacional

das células fotovoltaicas

. Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células ndutores. O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Células Fotovoltaicas, Modelagem Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV operational conditions. The main objective graphical interface

to researches

The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real

omputational modeling

INTRODUÇÃO

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão gerando corrente elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais de energia

sificarem

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de lagem computacional capaz de simular o

das células fotovoltaicas

. Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Células Fotovoltaicas, Modelagem Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective graphical interface

to researches

The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real

omputational modeling

INTRODUÇÃO

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais de energia

sificarem sua matriz energética

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de capaz de simular o das células fotovoltaicas

. Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Células Fotovoltaicas, Modelagem Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective graphical interface built

to researches

The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real

omputational modeling

INTRODUÇÃO

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais de energia devido à necessidade de

sua matriz energética

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de capaz de simular o das células fotovoltaicas

. Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Células Fotovoltaicas, Modelagem Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODE

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective

built to researches

The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real

omputational modeling

INTRODUÇÃO

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais devido à necessidade de sua matriz energética

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de capaz de simular o das células fotovoltaicas

. Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas

Células Fotovoltaicas, Modelagem Computacional, módulo Fotovoltaico.

COMPUTATIONAL MODELING OF

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a

tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective built to demonstrate its on semiconductor The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real

omputational modeling

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença de potencial elétrico através da radiação solar

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre

As células fotovoltaicas, dispositivo

a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais devido à necessidade de sua matriz energética

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br

Este artigo descreve um sistema de capaz de simular o das células fotovoltaicas

. Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e também, no desenvolvimento das mesmas.

Células Fotovoltaicas, Modelagem

LING OF

PHOTOVOLTAIC CELLS

This paper presents a computational tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective to demonstrate its on semiconductor The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real omputational modeling, photovoltaic

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença solar

quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre As células fotovoltaicas, dispositivos utilizados para a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais devido à necessidade de sua matriz energética

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, marialeonorkb@yahoo.com.br, pollyannarodrigues30@yahoo.com.br Este artigo descreve um sistema de

capaz de simular o em diversas . Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e

Células Fotovoltaicas, Modelagem

LING OF

PHOTOVOLTAIC CELLS

computational tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective to demonstrate its on semiconductor The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real , photovoltaic

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença solar. Ele ocorre quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre s utilizados para a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se baseiam nesse princípio para o seu funcionamento.

Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais devido à necessidade de sua matriz energética

MODELAGEM COMPUTACIO

Maria Leonor Silva de Almeida

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, pollyannarodrigues30@yahoo.com.br Este artigo descreve um sistema de

capaz de simular o em diversas . Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e

Células Fotovoltaicas, Modelagem

LING OF

computational tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective to demonstrate its on semiconductor The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real , photovoltaic

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença . Ele ocorre quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre s utilizados para a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais devido à necessidade de sua matriz energética

MODELAGEM COMPUTACIONAL DE CÉLULAS FOTOV

Pollyanna Rodrig

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, pollyannarodrigues30@yahoo.com.br Este artigo descreve um sistema de

capaz de simular o em diversas . Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e

Células Fotovoltaicas, Modelagem

LING OF

computational tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective to demonstrate its on semiconductor The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real , photovoltaic

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença . Ele ocorre quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre s utilizados para a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais devido à necessidade de sua matriz energética, a

NAL DE CÉLULAS FOTOV

Pollyanna Rodrig

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, pollyannarodrigues30@yahoo.com.br Este artigo descreve um sistema de

capaz de simular o em diversas . Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e

Células Fotovoltaicas, Modelagem

computational tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective to demonstrate its on semiconductor The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real , photovoltaic

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença . Ele ocorre quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre s utilizados para a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais devido à necessidade de , além

NAL DE CÉLULAS FOTOV

Pollyanna Rodrig

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, pollyannarodrigues30@yahoo.com.br Este artigo descreve um sistema de

capaz de simular o em diversas . Seu principal objetivo é a interface gráfica desenvolvida demonstrando sua aplicação prática no estudo de células O sistema pode ser utilizado para análise de células ou módulos fotovoltaicos e

Células Fotovoltaicas, Modelagem

computational tool that is able to simulate the behavior of PV conditions. The main objective to demonstrate its on semiconductor The system can be used in the analysis of photovoltaic cells and modules or in the design of real , photovoltaic

efeito fotovoltaico consiste na geração de uma diferença . Ele ocorre quando fótons (energia que o sol carrega) incidem sobre átomos de matérias semicondutores, provocando a emissão te elétrica. Este processo não depende da quantidade de calor, pelo contrário, quanto maior a temperatura a qual a célula esta submetida menor o seu rendimento, e sim, da intensidade luminosa que incide sobre s utilizados para a geração de energia elétrica a partir da energia solar, se Os sistemas fotovoltaicos têm sido cada vez mais devido à necessidade de lém

NAL DE CÉLULAS FOTOV

Pollyanna Rodrig

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, pollyannarodrigues30@yahoo.com.br

da

têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

fot

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica hoje é subaproveitado.

aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor na última déca

exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma interface gráfi

simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil.

células sola

da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V da família III

camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará fracamente ligado a

com pouca energia, este elétron se banda de condução. Assim, forma ou

camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

Pollyanna Rodrig

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, pollyannarodrigues30@yahoo.com.br

da crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração fotovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica hoje é subaproveitado.

Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor na última déca

exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma interface gráfi

simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil.

O material células sola

da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V da família III

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará fracamente ligado a

com pouca energia, este elétron se banda de condução. Assim, forma ou doador de elétron

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

Pollyanna Rodrig

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, pollyannarodrigues30@yahoo.com.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica hoje é subaproveitado.

Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor na última déca

exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma interface gráfi

simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil.

O material células sola

da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V da família III

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará fracamente ligado a

com pouca energia, este elétron se banda de condução. Assim, forma

doador de elétron

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

Pollyanna Rodrigu

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica,

pollyannarodrigues30@yahoo.com.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica hoje é subaproveitado.

Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor na última déca

exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma interface gráfi

simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. II.

O material

células solares é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V da família III

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará fracamente ligado a

com pouca energia, este elétron se banda de condução. Assim, forma

doador de elétron

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

ues

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica,

pollyannarodrigues30@yahoo.com.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica hoje é subaproveitado.

Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor na última década. Com uma média anual de 140 dias de sol exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma interface gráfica que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. II. PRINCÍPIO DE FUNCION

O material semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V

da família III-A, de acordo com a Figura 1.

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará fracamente ligado a

com pouca energia, este elétron se banda de condução. Assim, forma

doador de elétron

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

es José Roberto Camacho

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica,

pollyannarodrigues30@yahoo.com.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica hoje é subaproveitado.

Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. PRINCÍPIO DE FUNCION

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V

A, de acordo com a Figura 1.

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará fracamente ligado a

com pouca energia, este elétron se banda de condução. Assim, forma

doador de elétron

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

José Roberto Camacho

Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Elétrica, NERFAE, Uberlândia MG

pollyannarodrigues30@yahoo.com.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica hoje é subaproveitado.

Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. PRINCÍPIO DE FUNCION

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V

A, de acordo com a Figura 1.

Fig. 1

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará fracamente ligado ao seu átomo de origem. Isto faz com que, com pouca energia, este elétron se

banda de condução. Assim, forma

doador de elétron.

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

José Roberto Camacho

NERFAE, Uberlândia MG pollyannarodrigues30@yahoo.com.br, jrcamacho@ufu.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica hoje é subaproveitado.

Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. PRINCÍPIO DE FUNCION

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V

A, de acordo com a Figura 1.

Fig. 1.

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará seu átomo de origem. Isto faz com que, com pouca energia, este elétron se

banda de condução. Assim, forma

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

José Roberto Camacho

NERFAE, Uberlândia MG

jrcamacho@ufu.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima

5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. PRINCÍPIO DE FUNCION

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V

A, de acordo com a Figura 1.

Célula fotovoltaica

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará seu átomo de origem. Isto faz com que, com pouca energia, este elétron se

banda de condução. Assim, forma

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

NAL DE CÉLULAS FOTOV

José Roberto Camacho

NERFAE, Uberlândia MG

jrcamacho@ufu.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em eletricidade. Estima-se que o setor faturou cerca de 5,7 bilhões de euros somente no

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. PRINCÍPIO DE FUNCION

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V

A, de acordo com a Figura 1.

Célula fotovoltaica

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V

excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará seu átomo de origem. Isto faz com que, com pouca energia, este elétron se

banda de condução. Assim, forma

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na camada de valência (família

III-NAL DE CÉLULAS FOTOVOLTAICAS

José Roberto Camacho

NERFAE, Uberlândia MG

jrcamacho@ufu.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol exatamente a metade da brasileira

mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de

ano de 2008.

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. PRINCÍPIO DE FUNCION

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

lado por elementos da família V-A e do outro por elementos A, de acordo com a Figura 1.

Célula fotovoltaica

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na camada de Valência (família V-A) haverá um elét excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará

seu átomo de origem. Isto faz com que, com pouca energia, este elétron se

banda de condução. Assim,

forma-Já, quando se inserem elementos com três elétrons na -A) haverá a falta de elé

OLTAICAS

José Roberto Camacho

NERFAE, Uberlândia MG

jrcamacho@ufu.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol exatamente a metade da brasileira –, a Alemanha já é líder mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de

ano de 2008.

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas pesquisas a respeito desses sistemas

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. PRINCÍPIO DE FUNCION

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [ construção das células esse elemento b

A e do outro por elementos A, de acordo com a Figura 1.

Célula fotovoltaica

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na A) haverá um elét excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará

seu átomo de origem. Isto faz com que, com pouca energia, este elétron se torne

-se p semicondutor Já, quando se inserem elementos com três elétrons na

A) haverá a falta de elé

OLTAICAS

José Roberto Camacho

NERFAE, Uberlândia MG

jrcamacho@ufu.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol

, a Alemanha já é líder mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de

ano de 2008.

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas

que

potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [

construção das células esse elemento base é dopado de um A e do outro por elementos A, de acordo com a Figura 1.

Célula fotovoltaica

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na A) haverá um elét excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará

seu átomo de origem. Isto faz com que, torne

se p semicondutor Já, quando se inserem elementos com três elétrons na

A) haverá a falta de elé

OLTAICAS

José Roberto Camacho

NERFAE, Uberlândia MG

jrcamacho@ufu.br

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol

, a Alemanha já é líder mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de

ano de 2008.

Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas com base nas propriedades físicas dos materiais

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas que têm um grande potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil.

AMENTO semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [

ase é dopado de um A e do outro por elementos A, de acordo com a Figura 1.

Célula fotovoltaica

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na A) haverá um elét excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará

seu átomo de origem. Isto faz com que, torne livre, indo para a se p semicondutor Já, quando se inserem elementos com três elétrons na

A) haverá a falta de elé

OLTAICAS

NERFAE, Uberlândia MG

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol

, a Alemanha já é líder mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas

materiais

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas têm um grande potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil.

AMENTO semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [

ase é dopado de um A e do outro por elementos

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na A) haverá um elét excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará

seu átomo de origem. Isto faz com que, livre, indo para a se p semicondutor Já, quando se inserem elementos com três elétrons na

A) haverá a falta de elé

OLTAICAS

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os tornaram mais viáveis técnica e economicamente.

No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração ovoltaica. O potencial brasileiro é ainda maior –

em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol

, a Alemanha já é líder mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas

materiais

constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas têm um grande potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil.

AMENTO semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando possuir quatro elétrons na camada de valência [

ase é dopado de um A e do outro por elementos

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na A) haverá um elét excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará

seu átomo de origem. Isto faz com que, livre, indo para a se p semicondutor Já, quando se inserem elementos com três elétrons na

A) haverá a falta de elé

OLTAICAS

crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração estimado em 10 GW para sistemas conectados à rede elétrica –

Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol

, a Alemanha já é líder mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas materiais que a constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas têm um grande potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil.

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família IV da tabela periódica dos elementos caracterizando-se por possuir quatro elétrons na camada de valência [1]. NA ase é dopado de um A e do outro por elementos

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na A) haverá um elétron em excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará seu átomo de origem. Isto faz com que, livre, indo para a se p semicondutor tipo N Já, quando se inserem elementos com três elétrons na

A) haverá a falta de elé crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração estimado –, mas Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol

, a Alemanha já é líder mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas que a constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas têm um grande potencial de desenvolvimento principalmente no Brasil.

semicondutor mais utilizado na fabricação res é o Silício (Si) que faz parte da família

IV-se por ]. NA ase é dopado de um A e do outro por elementos

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na ron em excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará seu átomo de origem. Isto faz com que, livre, indo para a

tipo N

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na A) haverá a falta de elétron crescente preocupação com as catástrofes ambientais que têm afetado todo o planeta e os avanços tecnológicos que os No mundo todo, há 3,2 GW instalados de geração estimado , mas Alguns países como a Alemanha e o Japão, têm aumentado exponencialmente seus investimentos nesse setor da. Com uma média anual de 140 dias de sol – , a Alemanha já é líder mundial em energia fotovoltaica, que transforma a radiação se que o setor faturou cerca de Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desenvolver um estudo a respeito do comportamento de células fotovoltaicas que a constituem, visando como resultado final a criação de uma ca que simulasse esse comportamento de forma simples e eficaz. Contribuindo assim, para os avanços nas têm um grande de -A se por ]. NA ase é dopado de um A e do outro por elementos

Quando se introduzem elementos com cindo elétrons na ron em excesso que não poderá ser emparelhado e que ficará seu átomo de origem. Isto faz com que, livre, indo para a

tipo N

Já, quando se inserem elementos com três elétrons na trons

Referências

Documentos relacionados

Redes de Subtransmissão – Linhas de Transmissão com tensão entre 69 a menores que 230kV, as tensões mais comuns são 69, 88 e 138kV – No Brasil são operadas normalmente

A vacina não deve ser administrada a imunodeprimidos, grávidas, menores de 1 ano de idade e hipersensibilidade a algum dos componentes da vacina e terapêutica concomitante

Para que o estudo seja possível, houve um levantamento bibliográfico sobre o cenário do sistema produtivo da saúde no Brasil, tendo em vista a proteção

O processo de gerenciamento da capacidade foi desenhado para assegurar que a capacidade da infraestrutura de TI esteja alinhada com as necessidades do negócio. O

Este trabalho de pesquisa da área de Engenharia Elétrica, subárea de Cogeração de energia estudou a inconstância na geração de energia elétrica de uma indústria

Tamb´em deve-se considerar que muitos destes trabalhos se dedicaram a mostrar as vantagens do uso da energia solar para aquecimento, e entre eles est´a o desen- volvido por [ 5 ],

No funcionamento conectado à rede, o motor de indução deve ter sua velocidade aumentada até que se iguale à velocidade de sincronismo. A potência absorvida da rede, nessas

Os valores correspondentes ao balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2014, assim como as demonstrações do resultado e do resultado abrangente referentes aos períodos de três e