ASBAC Notícias. Entrevista com Maria Sebastiana Balbino. Festa Junina da ASBAC-RJ. ASBAC Rio de Janeiro - Ano I - Número 02 - Setembro 2014

12 

Texto

(1)

ASBAC Rio de Janeiro - Ano I - Número 02 - Setembro 2014

ASBAC

Notícias

Entrevista com

Matéria de capa

Aconteceu

Festa Junina

(2)

2 • ASBAC Notícias

TN

CO

M

Uma das 3 melhores churrascarias do Rio.

Melhor garçom da Zona Sul.

“É o endereço mais tradicional da categoria.”

Revista Época

O Globo

Revista VEJA

Rua Rodolfo Dantas, 16 - Copacabana - Rio de Janeiro - Brasil +55 21 2541 5898

www. churrascariapalace.com.br

Posso Ajudar?

Para maior comodidade e rapidez no atendimento, informamos que a Sede Administrativa da Asbac-RJ está com uma central PABX. Assim, basta ligar para os tels. (21) 2189-5128 e (21) 2213-2680 e solicitar ao atendente que transfira para o setor desejado.

Sócio Cultural sociocultural@asbacrj.com.br Contato: Márcia Consórcio e Seguros consorcioseguro@asbacrj.com.br Contato: Wagner Secretaria E-mail: secretaria@asbacrj.com.br Contato: Fernanda

ASBAC

Notícias MAIORES INFORMAÇÕES: E-MAIL: SOCIOCULTURAL@ASBACRJ.COM.BR TEL.: (21) 2189-5128 (SETOR SÓCIO CULTURAL)

ANUNCIE

AQUI!

(3)

Revista ASBAC-RJ

Publicação oficial da Associação dos Servidores do Banco Central - RJ.

EXPEDIENTE: DIRETORIA

Diretor Presidente: Carlos Alberto Filardi Diretor Administrativo: Antonio da Costa Alves Diretor Financeiro: José Raimundo dos Santos Diretor Social: Anselmo Duarte dos Santos Pereira Diretor de Patrimônio: Carlos José Pontes Villas Boas CONSELhO DE ADMINISTRAÇãO

Presidente: José Bispo Nascimento

Vice- Presidente: Carlos José Pontes Villas Boas CONSELhEIROS

Carlos Alberto Filardi

Dirceu Carmelo da Silva Rangel Ana Maria das Graças Santos Carvalhal REDAÇãO

Rodrigo Moraes FOTOGRAFIA Fernanda Moreira COLABORADORES Mário Márcio Damasco Emilton Rocha

Roberto de Carvalho Vivas ASBAC-RJ

Sede Administrativa

Av.Presidente Vargas, 730- 11º andar Centro – Rio de Janeiro

RJ – Cep: 20071-001 Tel.: (21) 2189-5128 www.asbacrj.com.br

E-mail: secretaria@asbacrj.com.br SEDE ANDARAí

Rua Barão de Mesquita, 872 Andaraí – Rio de Janeiro RJ – Cep: 20540-004

Tel.: (21) 3174-3576 / 2570-8449 E-mail: sedeandarai@asbacrj.com.br SEDE CAMPO

Rua Júlio do Carmo, 83 Praça Onze – Rio de Janeiro RJ – Cep: 20211-160 Tel.: (21) 2504-3130

E-mail: sedecampo@asbacrj.com.br SEDE COMARy

Rua Tobias Barreto, 380 Teresópolis – Comary

Rio de Janeiro - Cep: 25958-455 Tel.: (21) 2642-1530 / 2642-2270 E-mail: sedecomary@asbacrj.com.br

EXPEDIENTE

EDITORIAL

SUMÁRIO

Quando assumimos a Diretoria da Asbac-RJ tínhamos como objetivos a reorganização financeira e administrativa da Associação e, principalmente, resgatar a presença dos asso-ciados nos seus eventos. A primeira meta, reorganização, mui-tos achavam difícil mas era uma coisa física que, com muito esforço, poderia ser alcançada; a outra, resgate da presença dos associados, foi motivo de riso de vários colegas, pois em se tratando de uma coisa imaterial não bastaria só esforço e dedicação, mas muito mais.

Com certeza não conseguiremos voltar aos anos 70/80, pois a Asbac mudou, nós mudamos, o mundo mudou.

O grande desenvolvimento da tecnologia, por incrível que pareça, contribuiu para esse afastamento, pois as notícias, boas ou ruins, de amigos ou não, nos chegam em tempo real, sem que mesmo tenhamos perguntado alguma coisa. Nossas relações ficam armazenadas no celular, tablet ou notebook e nossas imagens reduzidas a telas de 5, 7 ou quaisquer outras polegadas.

Foi-se o tempo em que para saber de um amigo precisávamos encontrá-lo, vê-lo e, por mais distante ou quanto maior o tempo decorrido, maior a alegria do encontro. Coisas simples como um aperto de mãos, um abraço sincero transmitiam sentimen-tos que a tecnologia ainda não conseguiu substituir.

Precisamos acreditar que podemos nos encontrar no-vamente, que será prazeroso rever colegas dos quais anda-mos afastados. Nós acreditaanda-mos que a Asbac poderá e deverá ser o agente desse processo de reencontro de velhos e novos amigos.

Contamos com vocês!

Editorial ... 3

Matéria de Capa ... 4

Aconteceu ... 9

Programação Cultural ... 9

Artigo ...10

Canal da Transparência ...11

(4)

4 • ASBAC Notícias

MATÉRIA DE CAPA

Entrevista com

Mária Sebastiana Balbino

Orgulho por ter servido ao Banco Central

Nesta edição, entrevistamos uma ex-servidora do Banco Central, desde a época da sua fundação. Ela sempre esteve presente nos principais momentos da vida do BC, do Sinal e da Asbac. Foi considerada a secretária mais rápida nos áureos tempos, e traba-lhou com Mario henrique Simonsen, ministro nos go-vernos Geisel (Fazenda) e Figueiredo (Planejamen-to). Saudosista, Balbino fala do seu trabalho no BC, no Sinal e exorta todos os servidores a se filiarem à Asbac.

ASBAC - Qual a diferença em trabalhar na Sumoc e no Banco Central? Como foi sair da Superintendência da Moeda e do Crédito e ir para o Banco Central?

MARIA BALBINO - Eu não saí da Sumoc para ir para o Banco Central. Quando da Lei 4595, de 32.12.64, que criou o Banco Central da República do Brasil, em 1º de abril de 1965, exatamente quando o Banco Central começou a funcionar, de fato e de direito, os funcionários da SUMOC, contratados pelo Ministério

(5)

da Fazenda, passaram automaticamente para o qua-dro do Bacen. Os demais, ou seja, os requisitados a diversas instituições como Banco Nacional de Cré-dito Cooperativo - BNCC, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazonia e BEG - Banco do Estado da Guanabara, também passaram para o quadro do Ba-cen. Aos requisitados ao Banco do Brasil foi dado o prazo de até 10 anos para fazerem sua opção pelo Bacen. Claro que para nós, contratados da SUMOC, foi motivo de grande orgulho não somente a criação do Banco Central como, e principalmente, sermos os primeiros funcionários a compor o quadro da nova instituição.

Como foi a sua participação na defesa dos direitos dos servidores do Banco Central, quando integrava a AAFBC e o Sinal?

A AAFBC foi a primeira associação de funcionários a se organizar como Associação dos Antigos Funcio-nários do Banco Central, mesmo tendo sido criada por um grupo de aposentados. Quando um grupo de funcionários da ativa, após reunião em Brasília, re-solveu criar a Associação dos Funcionários do Banco Central, o Banco Central sugeriu que o grupo ouvisse os fundadores da AAFBC. Para tanto, foi designado o colega Alceu Tavares que deu umas coordenadas ao grupo formado pelo Flavio Ramos, Paulo Roberto de Castro e Paulo Eduardo, entre outros. Porém aos aposentados não nos foi dado o direito de nos as-sociarmos na nova Associação dos Funcionários do Banco Central. Aí começou a minha luta. Juntamente com com Paulo Capela, Dirceu Bruce Suñe, colegas aposentados como eu, nos reuníamos na Bibiliote-ca da ASBAC para “troBibiliote-car ideias”, porém, o objetivo maior era discutir com Flavio Ramos e Paulo Roberto de Castro um meio de fazermos parte da AFBC pois seu estatuto não permitia que aposentados se as-sociassem.

Você trabalhou com Mario Henrique Simonsen (ministro da Fazenda no gover-no Geisel e do Planejamento, gover-no govergover-no João Figueiredo)?

Sim. Primeiro, Mario henrique Simonsen foi Ministro da Fazenda em 1974, quando do Governo Geisel, até 1979. Simonsen foi Ministro do Planejamento no Governo Figueiredo. Depois, passou a fazer o que

mais gostava: dar aulas na Fundação Getúlio Vargas - FGV.

Você foi considerada uma exímia secretária. Em que ocasião foi?

Fui considerada a secretária mais rápida do Banco Central, o que vale muito.

Como a senhora conseguia conciliar o seu trabalho no Banco Central, na Asbac e no Sinal?

Fácil! no Sinal e na Asbac eu já estava aposentada do Banco Central do Brasil.

Tem saudades do Banco Central?

Como posso ter saudades do Banco Central se, até hoje eu vivencio tudo que acontece com o Bacen através da mídia, do Sinal e da nossa querida AA-FBC?! Tenho apenas que me sentir orgulhosa por ter trabalhado numa instituição como o Banco Central.

A senhora vestiu mesmo a camisa do Banco Central, não é isso?

Até passei a contar a minha idade pelo meu tempo de Bacen – não parei de contá-lo mesmo aposenta-da. Considerando que comecei a trabalhar no dia 20 de outubro de 1953, tenho apenas 61 anos. Tenho que agradecer aos funcionários da ativa e ao sindi-cato pela devoção e dedicação com que se esforçam para tornar do Banco Central do Brasil, como já foi qualificado, como o Banco Central número 1. Espero apenas que a Diretoria da Asbac, num esforço gigan-tesco, consiga levar adiante o sonho dos colegas da Sumoc quando Carlos Noronha, Carlos Liomonge Reis e outros, fundaram a Associação, que depois, por ato do primeiro Presidente do Bacen, Denio No-gueira foi, em 4 de janeiro de 1966, transformada em ASBAC. É urgente convocar todos para se filiarem à nossa Asbac.

(6)
(7)
(8)

8 • ASBAC Notícias

Festa

730

Patrocínio:

DEZ

QUI

11

Ingressos 1º Lote: R$ 30,00 (Convidado) R$ 20,00 (Associado)

18h às 23h

Open Bar e Buffet liberado

Av. Presidente Vargas, 730/25º andar - Centro

(9)

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Festa Junina Sede Andaraí

Dia dos Pais Sede

Administrativa e Andaraí

Queijos e Vinhos na

Sede Comary

ACONTECEU

No dia 19/07/2014 foi realizada a tradicional festa Caipira da Sede Andaraí! Animada pelo som da can-tora Fernanda Santana a festa contou com a parti-cipação de aproximadamente 900 pessoas entre associados e convidados que puderam desfrutar de diversas barracas com brincadeiras, comidas e bebi-das típicas. A apresentação da quadrilha do Encan-tado contribuiu para animar a festa.

Nos dias 07/08 e 09/08, respectivamente, foram realizados os eventos em homenagem ao Dia dos Pais. Na Sede Administrativa, em parceria com o SINAL-RJ, o evento contou com sorteio de brindes e apresentação do Grupo de Dança PARES. Na Sede Andaraí, no mesmo formato, o Pagode ao vivo ani-mou tocando grandes sucessos.

A também tradicional Noite de Queijos e Vinhos da Sede Comary, realizada dia 02/08/2014, contou com a participação de muitos associados e convidados. Um buffet delicioso, ótimos vinhos e música ao vivo. As atrações musicais foram destaque, com apresen-tação ao vivo da cantora Fernanda Santana em con-junto com o DJ César de Castro, contribuindo para esquentar e animar a noite fria da serra.

4Sede Administrativa

Sede Administrativa

Festa de Confraternização 730 Dia 11/12/2014

Festa dos Funcionários da Asbac-RJ

Em virtude da Festa de Confraternização dos Funcionários, informamos que no dia 14/12/2014 todas as Sedes da Asbac-RJ estarão fechadas.

(10)

10 • ASBAC Notícias

ARTIGO

A comunidade ASBAC-RJ – funcionários da própria e do BC, ambos associados – hoje está bastante espalhada fisicamente, mas ninguém tem dificuldades de “associar” inúmeras boas lembranças quando tem contato com o nome da associação.

Com alguns companheiros tive o privilégio de co-nhecer as grandes festas da ASBAC, ora me divertindo, ora participando dos seus pré-parativos. Shows no Canecão, com sorteio de carro zero. Brinquedos gratuitos e diver-timento no Tivoli Park para crianças. Orquestra Severino Araujo e arrasta-pé no restaurante do 25. Material escolar a baixo custo. Festa junina no Campo do Canadá. Festa de queijos e vinhos em Comary. Sorteio semanal para hospe-dagem em Comary. happy hour no 446. Campeonato de Futebol Soçaite, no Rio e em Brasília. Colonia de férias. Concurso de contos. Festival de Música. Coral. Débito em conta para remédios, fotos, ovos de páscoa, consórcio ba-rato, empréstimo baba-rato, etc., etc.

Cada citação dessas, tenho certeza, traz recorda-ções enormes para quem as conheceu. Mas pouca gen-te sabe dos bastidores que angen-tecediam cada uma delas. Salve, salve os ecléticos e dedicados funcionários da AS-BAC-RJ que ensinavam os atalhos aos diretores eleitos de plantão.

Muita coisa aconteceu, outras tantas eram ape-nas imaginadas pela maioria dos associados. Pedidos de ingressos do Canecão para não associados. Escolha e compra de brinquedos para as crianças no Natal e pais pe-dindo troca na segunda-feira seguinte. Escolha e disponibi-lização de material escolar, com a sobra distribuída na festa junina. Montagem de barracas, encomenda de quitutes e separação de brindes para a festa junina. Regulamento

para administrar um simples sorteio dos apartamentos de Comary, eis que a procura e a inteligência advocatícia era sempre muito grande. Administrar reclamações contra ju-ízes profissionais de futebol, contratados para apitar nos campeonatos esportivos.

Também traz recordações a muita gente os cortes determinados pelo governo Collor, que cancelaram a ajuda financeira do BC a ASBAC e que determinou a reavaliação de muitas atividades gratuitas. A receita caiu 50%. As obras da construção da sede Andaraí estavam em andamento, quando houve a decisão do cancelamento do pagamento à construtora, fato que gerou a desmontagem de torneiras, louças sanitárias e outros itens de acabamento, para mini-mizar as despesas.

Outra má recordação, agora dos tempos de mo-bilização sindical, eram as cadeiras de metal da ASBAC emprestadas para o SINAL. Passar horas nas calçadas do BC, sentados naquelas cadeiras dava prejuízo ao PASBC, eis que muitos saíam dali com a coluna torta e dores por todo corpo. Só os fura-greves pisando nos estalinhos do corredor de cadeiras amenizavam o incomodo.

“São muitas emoções”, mas lembrança que é lembrança tem que ter um toque de humor e o futebol sempre reserva boas histórias: atendendo a uma recla-mação de um jogador sempre preterido no par-ou-im-par das peladas no campo do Canadá, o regulamento passou a estabelecer que os times seriam formados por jogadores na ordem constante no quadro colocado na entrada. Só que, de comum acordo, sempre que o nome do reclamante estava no quadro, os demais não anota-vam os seus nomes, ficaanota-vam só batendo papo e beben-do cerveja, neganbeben-do-se a jogar futebol, para irritação beben-do reclamante.

QUANTAS LEMBRANÇAS DA ASBAC-RJ!

(11)

CANAL DA TRANSPARÊNCIA

ATIVO PASSIVO

CIRCULANTE 629.805,85 CIRCULANTE 496.097,06 Disponível 512.796,60 Obrig. trabalhistas 467.385,09 Caixa 10.651,70 Obrig. Trabalhistas 439.309,91 Banco conta Movimento 103.987,25 Provisões Previdenciárias

e Judiciárias 28.075,18 Realizável 117.009,25 Contas a Pagar 28.711,97 Valores a Receber 117.009,25 Fornecedores 24.766,44 Empréstimos 18.920,09 NãO CIRCULANTE 397.956,98 PATRIMÔNIO SOCIAL 531.665,77 Imobilizado 397.956,98 Patromônio Social 397.956,98 Equipamentos e Inst. 128.571,56 Superavit Acumulados (9.432,52) Outras Imobilizações 269.385,42 Superavit do Exercício 143.141,31 TOTAL DO ATIVO 1.027.762,83 TOTAL DO PASSIVO 1.027.762,83 RECEITAS OPERACIONAIS 2.254.036,54 REVENDAS DE MERCADORIAS 309.716,55

CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS 978.268,23

TAXAS DE SERVIÇOS 42.549,00

ALUGUÉIS 566.698,85

ARREND. REPASSES E CONVÊNIOS 91.938,29

OUTRAS RECEITAS 253.212,49

RECEITAS FINANCEIRAS 11.653,13

DESPESAS OPERACIONAIS 2.110.895,23

DESPESAS COM PESSOAL 1.152.059,19

CUSTOS DOM REVENDAS 210.197,15

DESPESAS ADMINISTRATIVAS 678.550,12 SERVIÇOS E ENCARGOS - PESSOA FíSICA 31.734,76

DESPESAS FINANCEIRAS 14.894,48

VARIAÇÕES PATRIMONIAIS 23.459,53

SUPERAVIT DO PERíODO 143.141,31

Balancete sintético em 31 de julho de 2014

(12)

12 • ASBAC Notícias

Imagem

Referências

temas relacionados :