Dispensa de licitação na contratação de serviços destinados a pesquisa PL 07577/2014 da deputada Mara Gabrilli (PSDB/SP) 1

10 

Texto

(1)

Ano 22 - Número 15 - 02 de junho de 2014 - www.cni.org.br

Nesta Edição:

INTERESSE GERAL DA INDÚSTRIA

Dispensa de licitação na contratação de serviços destinados a pesquisa

PL 07577/2014 da deputada Mara Gabrilli (PSDB/SP) 1

Simplificação da importação para fins de pesquisa de agentes credenciados

do CNPq

PLS 00133/2014 do senador Alfredo Nascimento (PR/AM) 1

Obrigatoriedade de realização de audiência pública para instruir ensaio de

campo com OGM

PLS 00175/2014 da senadora Vanessa Grazziotin (Pcdo B/AM) 1

Aviso sobre normas de conformidade em produtos importados

PL 07583/2014 do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB/SP) 2

Possibilidade de microempresas figurarem como substituto tributário

PLS-C 00161/2014 do senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB) 2

Proibição de elementos de apelo infantil nos rótulos de produtos

PLS 00145/2014 do senador Ruben Figueiró (PSDB/MS) 2

Definição de produtos essenciais

PL 07591/2014 do deputado Pedro Paulo (PMDB/RJ) 3

Concessão de empréstimos a governos estrangeiros por instituições públicas

brasileiras

PEC 00410/2014 do deputado Mário Feitoza (PMDB/CE) 3

Retira sigilo das operações financeiras que tenham como contraparte ou

beneficiários estrangeiros

(2)

Proibição de financiamento subsidiado a projetos de concentração econômica

PL 07525/2014 do deputado Mendonça Filho (DEM/PE) 4

Alteração do Marco Civil da Internet - Neutralidade da Rede

PLS 00176/2014 da senadora Vanessa Grazziotin (PcdoB/AM) 4

Alterações ao Marco Civil da Internet

PLS 00180/2014 do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB/SP) 4

Disciplinamento da cobrança de ISS

PLS-C 00168/2014 da senadora Lúcia Vânia (PSDB/GO) 5

Altera a cobrança do Imposto sobre Serviço (ISS) pelos Municípios e Distrito

Federal

PLP 00385/2014 do deputado Manoel Junior (PMDB/PB) 6

Estabelece prazo de 12 meses para cumprimento de novos atos que

Implicarem custos

PLP 00396/2014 do deputado Guilherme Campos (PSD/SP) 6

Extinção de débitos relativos à multa por não apresentação da GFIP

PL 07512/2014 do deputado Laercio Oliveira (SD/SE) 7

INTERESSE SETORIAL

Isenção de IPI na aquisição de automóveis por pessoas com deficiência auditiva

PLS-C 00188/2014 do senador Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) 7

Isenção de IPI e Imposto de Importação a veículos elétricos e equipamentos para

recarga

PLS 00174/2014 do senador Eduardo Braga (PMDB/AM) 7

Isenção de IPI na aquisição de automóveis por pessoas com deficiência auditiva

PL 07599/2014 do deputado Otavio Leite (PSDB/RJ) 8

Acompanhe o dia a dia dos projetos no

LEGISDATA

(3)

INFORME LEGISLATIVO

Ano 22 - nº 15 - 02 de junho de 2014

1

INTERESSE GERAL DA INDÚSTRIA

REGULAMENTAÇÃO DA ECONOMIA

DIREITO DE PROPRIEDADE E CONTRATOS

Dispensa de licitação na contratação de serviços destinados a pesquisa

PL 07577/2014 da deputada Mara Gabrilli (PSDB/SP), que “Altera a Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, para dispensar do processo licitatório a contratação de serviços destinados a atender a pesquisa científica e tecnológica”.

Dispensa a realização de licitação para a contratação de serviços destinados a atender pesquisa científica e tecnológica.

DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO

Simplificação da importação para fins de pesquisa de agentes credenciados do CNPq

PLS 00133/2014 do senador Alfredo Nascimento (PR/AM), que “Altera a Lei nº 8.010, de 29 de março de 1990, que dispõe sobre importações de bens destinados à pesquisa científica e tecnológica, e dá outras providências, para simplificar o procedimento de importação de substâncias sujeitas a controle especial para pesquisa científica e tecnológica”.

Simplifica o procedimento de importação de substância sujeita a controle especial, destinada à pesquisa científica e tecnológica realizada por pesquisadores credenciados junto ao CNPq.

INOVAÇÃO

Obrigatoriedade de realização de audiência pública para instruir ensaio de campo com

OGM

PLS 00175/2014 da senadora Vanessa Grazziotin (PcdoB/AM), que “Altera a Lei nº 11.105, de 24 de março de 2005, que disciplina as atividades de pesquisa e comerciais com organismos geneticamente modificados (OGM), para dispor sobre a realização de audiências públicas”.

Determina a obrigatoriedade de realização de audiência pública prévia para instruir a autorização para ensaio de campo com Organismos Geneticamente Modificados (OGM) destinado a controlar vetor transmissor de zoonose ou doença.

(4)

COMÉRCIO EXTERIOR

Aviso sobre normas de conformidade em produtos importados

PL 07583/2014 do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB/SP), que “Obriga a que os produtos importados comercializados tragam informações a respeito da submissão às normas de certificação de conformidade da Regulamentação Técnica Federal”.

Determina que os produtos importados comercializados contenham aviso sobre se o produto foi, ou não, submetido às normas de certificação de conformidade da Regulamentação Técnica Federal.

Rotulagem - o aviso sobre a submissão, ou não, às normas técnicas deve ser impresso nos rótulos, embalagens, cartazes e materiais de divulgação.

Obrigações dos importadores e distribuidores - os importadores e distribuidores ficam obrigados a informar aos seus representantes comerciais e às agências de publicidade contratadas acerca da obrigatoriedade da advertência.

Sanções - o importador que infringir essa disposição estará sujeito a: i) multa de até 300% sobre o valor global da importação; e ii) suspensão da licença de importador por até 5 anos.

MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE

Possibilidade de microempresas figurarem como substituto tributário

PLS-C 00161/2014 do senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB), que “Altera a Lei Complementar nº 87, de 13 de setembro de 1996, para excetuar os optantes pelo Simples Nacional da possibilidade de figurar como substitutos tributários”.

Veda a substituição tributária em relação às micro e pequenas empresas optantes pelo Simples Nacional.

RELAÇÕES DE CONSUMO

Proibição de elementos de apelo infantil nos rótulos de produtos

PLS 00145/2014 do senador Ruben Figueiró (PSDB/MS), que “Altera o art. 59 da Lei nº 6.360, de 23 de setembro de 1976, para proibir o uso de símbolo, figura, desenho ou recurso gráfico com elemento de apelo próprio ao universo infantil na rotulagem e na propaganda de medicamentos, drogas, insumos farmacêuticos e correlatos, cosméticos, saneantes e outros produtos”.

(5)

INFORME LEGISLATIVO

Ano 22 - nº 15 - 02 de junho de 2014

3

Definição de produtos essenciais

PL 07591/2014 do deputado Pedro Paulo (PMDB/RJ), que “Regulamenta o Art. 18, § 3º do Código de Defesa do Consumidor - Lei Federal 8078/90. Que versa sobre os produtos essenciais”.

Define como produtos essenciais - i) medicamentos; ii) celulares; iii) computadores; iv) televisores; v) geladeiras; vi) máquinas de lavar, vii) fogões; e viii) produtos utilizados como instrumento de trabalho.

Havendo vício nos produtos, fica a cargo do consumidor optar, de forma imediata, pela troca, devolução do valor ou abatimento proporcional do preço. Em caso de troca, caberá ao fornecedor fazê-la em pra de 10 dias úteis nas capitais e nas regiões metropolitanas. Nas demais regiões o prazo será de 15 dias úteis.

CUSTO DE FINANCIAMENTO

CRÉDITO SUBSIDIADO

Concessão de empréstimos a governos estrangeiros por instituições públicas

brasileiras

PEC 00410/2014 do deputado Mário Feitoza (PMDB/CE), que “Incluir os Incisos XVIII e XIX do Art. 49 da Constituição Federal”.

Institui como competência exclusiva do Congresso Nacional aprovar previamente a concessão de empréstimos a governos estrangeiros por instituições públicas brasileiras, bem como a aquisição pelo país de bens imóveis ou instalações industriais e comerciais em território estrangeiro.

Retira sigilo das operações financeiras que tenham como contraparte ou beneficiários

estrangeiros

PLP 00390/2014 do deputado Mendonça Filho (DEM/PE), que “Altera a Lei Complementar nº 105, de 2001, que dispõe sobre o sigilo das operações de instituições financeiras e dá outras providências”. Exclui a possibilidade de sigilo das operações ativas e passivas nas transações financeiras do BNDES, nos casos em que o apoio tenha como contraparte ou beneficiário Estado estrangeiro ou entidade localizada no exterior.

(6)

Proibição de financiamento subsidiado a projetos de concentração econômica

PL 07525/2014 do deputado Mendonça Filho (DEM/PE), que “Altera a Lei nº 12.096, de 24 de novembro de 2009, que autoriza a concessão de subvenção econômica ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, e dá outras providências”.

Veda ao BNDES a concessão de financiamentos a taxas subsidiadas a projetos que contemplem atos de concentração econômica.

Proíbe a participação societária do BNDESPAR em projetos de concentração financeira.

Taxa Subsidiada - taxa subsidiada é definida como aquela inferior à taxa de captação do Tesouro Nacional na época da contratação.

INFRAESTRUTURA

Alteração do Marco Civil da Internet - Neutralidade da Rede

PLS 00176/2014 da senadora Vanessa Grazziotin (PcdoB/AM), que “Altera a Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014, que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil”.

Altera a Lei que trata do Marco Civil da Internet. Dentre as mudanças propostas, destacam-se:

Restringe o fornecimento de dados pessoais dos usuários a terceiros somente nas hipóteses previstas em Lei, vedando aos provedores de conexão e de aplicativos de internet estabelecer a cessão dos dados pessoais como cláusula obrigatória de seus contratos de adesão e termos de utilização;

Explicita a vedação, por parte dos provedores de conexão e de aplicativos de internet, da degradação do tráfego de serviços de outros fornecedores e do monitoramento do conteúdo dos pacotes de dados;

Institui como dever do provedor de conexão e de aplicativos de internet o envio dos registros de conexão ao Comitê Gestor da Internet (CGI.br) que permitam a verificação do cumprimento da legislação brasileira referente à coleta, guarda, armazenamento e tratamento de dados bem como quanto ao respeito à privacidade e ao sigilo de comunicações; e

Determina a utilização de estruturas localizadas no território nacional para o armazenamento, gerenciamento e disseminação de dados pelo poder público em todas as suas esferas.

Alterações ao Marco Civil da Internet

PLS 00180/2014 do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB/SP), que “Altera dispositivos da Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014 -Marco Civil da Internet, para estabelecer a finalidade e restringir o rol de autoridades públicas que podem ter acesso a dados privados do cidadão na internet; prever a possibilidade de recurso contra decisão interlocutória que antecipa tutela no âmbito dos Juizados

(7)

INFORME LEGISLATIVO

Ano 22 - nº 15 - 02 de junho de 2014

5

Aprimora o Marco Civil da Internet (Lei 12.965/2014), estabelecendo:

Fundamentos adicionais - estabelece como fundamentos adicionais do uso da internet no Brasil o reconhecimento da escala mundial da rede e a preservação da dignidade da pessoa humana. Acrescenta como princípio disciplinador da rede a preservação da qualidade das redes de comunicação.

Inviolabilidade de comunicações e fluxos de comunicações - resguarda ao usuário da internet o sigilo e a inviolabilidade de suas comunicações privadas e do fluxo de suas comunicações pela internet, permitindo a quebra do sigilo somente por ordem judicial para fins de investigação criminal ou instrução processual penal.

Acesso a dados cadastrais do usuário - limita o acesso a dados cadastrais dos usuários ao delegado de polícia e ao Ministério Público, quando tiverem competência legal para a sua requisição, substituindo na Lei o termo "autoridades administrativas". Restringe ao delegado de polícia e ao Ministério Público a possibilidade de requerer judicialmente que os provedores guardem os registros de conexão ou de aplicativos de internet dos usuários por um período superior ao prazo estabelecido na Lei (3 anos).

Responsabilização do provedor de aplicativos de internet - determina que o provedor de aplicativos de internet será responsabilizado pelos danos decorrentes das conversações privadas de cunho sexual, se veiculadas sem autorização prévia, caso este deixe de indisponibilizar o conteúdo após notificação.

Canal de reclamações - obriga ao provedor de aplicações de internet a dispor de canal de reclamações, denúncias e outras solicitações dos usuários relacionadas a conteúdo impróprio ou ofensivo. Assegura ao usuário o direito de resposta sempre que solicitada providência ao provedor.

SISTEMA TRIBUTÁRIO

CARGA TRIBUTÁRIA, CRIAÇÃO DE TRIBUTOS E VINCULAÇÃO DE RECEITAS

Disciplinamento da cobrança de ISS

PLS-C 00168/2014 da senadora Lúcia Vânia (PSDB/GO), que “Altera a Lei Complementar n° 116, de 31 de julho de 2003, que dispõe sobre o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza, de competência dos Municípios e do Distrito Federal, e dá outras providências”.

Possibilita o recolhimento do imposto relativo a arrendamento mercantil e a atividades das administradoras de cartão de crédito e débito onde está domiliciado o tomador de serviços.

Define a base de cálculo de planos de saúde e arrendamento mercantil em, respectivamente, o valor total pago pelo usuário do plano de saúde e o preço global da operação.

(8)

Novas atividades incluídas na lista de serviços tributados pelo ISS: computação em nuvem; acesso à rede de computadores e congêneres, inclusive à internet; cessão temporária de arquivo de áudio, vídeo e imagens, inclusive por streaming; cessão de direito de uso de marcas e patentes, de sinais de propaganda e de criações intelectuais e industriais; saneamento ambiental, inclusive purificação e

tratamento de esgotos; sanitários e congêneres, inclusive fossas sépticas executadas por empresa privada; preparação de solo, plantio, semeadura, adubação, silagem, colheita e congêneres;

restauração, recondicionamento, acondicionamento, pintura, beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento, galvanoplastia, anodização, corte, recorte, costura, acabamentos, polimento e congêneres de quaisquer objetos.

Altera a cobrança do Imposto sobre Serviço (ISS) pelos Municípios e Distrito Federal

PLP 00385/2014 do deputado Manoel Junior (PMDB/PB), que “Altera a Lei Complementar nº 116, de 31 de julho de 2003, que dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS, de competência dos Municípios e do Distrito Federal, e dá outras providências”.

O presente projeto promove alterações na cobrança do Imposto sobre Serviço (ISS) pelos Municípios e Distrito Federal, tais como:

- Possibilita o recolhimento do imposto relativo a arrendamento mercantil e a atividades das administradoras de cartão de crédito e débito onde está domiliciado o tomador de serviços;

- Determina que o imposto relativo a atividades caracterizadas por peculiaridade seja retido no domicílio do prestador;

- Define a base de cálculo da construção civil, planos de saúde e arrendamento mercantil em, respectivamente, o valor total da obra (sem a dedução instituída pela legislação vigente dos materiais utilizados), o valor total pago pelo usuário do plano de saúde e o preço global da operação;

- Inclui novas modalidades, sobretudo do ramo científico, tecnológico e da indústria criativa, na lista anexa de serviços tributados pelo ISS; e

- Finaliza a tributação diferenciada da sociedade de profissionais.

OBRIGAÇÕES, MULTAS E ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIAS

Estabelece prazo de 12 meses para cumprimento de novos atos que implicarem custos

PLP 00396/2014 do deputado Guilherme Campos (PSD/SP), que “Estabelece prazo de doze meses para a entrada em vigor dos dispositivos de lei ou dos atos administrativos que implicarem novos custos, de qualquer natureza, a serem suportados pelas pessoas jurídicas”.

(9)

INFORME LEGISLATIVO

Ano 22 - nº 15 - 02 de junho de 2014

7

Estabelece prazo de doze meses para as pessoas jurídicas se adaptarem ao cumprimento de leis ou atos administrativos que implicarem novos custos.

Extinção de débitos relativos à multa por não apresentação da GFIP

PL 07512/2014 do deputado Laercio Oliveira (SD/SE), que “Anula débitos tributários oriundos de multas que especifica”.

Extingue débitos tributários e respectivas inscrições na Dívida Ativa da União relativos ao descumprimento de entrega da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social - GFIP, gerados no período de 1º de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2013.

INTERESSE SETORIAL

INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA

Isenção de IPI na aquisição de automóveis por pessoas com deficiência auditiva

PLS-C 00188/2014 do senador Randolfe Rodrigues (PSOL/AP), que “Acrescenta inciso IV ao § 3º do art. 198 da Lei nº 5.172, de 25 de outubro de 1966 - Código Tributário Nacional, para permitir a divulgação, por parte da Fazenda Pública, dos beneficiários de renúncia de receita”.

Isenção de IPI na aquisição de automóveis por pessoas com deficiência auditiva.

Isenção de IPI e Imposto de Importação a veículos elétricos e equipamentos para

recarga

PLS 00174/2014 do senador Eduardo Braga (PMDB/AM), que “Concede isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre a fabricação de automóveis elétricos ou híbridos a etanol e dá outras providências”.

Benefícios concedidos à fabricação nacional: isenta do IPI, por dez anos, os veículos elétricos a bateria ou elétricos híbridos a etanol, de fabricação nacional, suas partes e acessórios (posições 87.03, 87.04, 87.05 e 87.08 da TIPI), bem como os equipamentos para recarga das baterias de tração dos veículos. Assegura a manutenção do crédito relativo às aquisições de matérias-primas, materiais de embalagem e produtos intermediários utilizados na fabricação desses produtos.

Benefícios concedidos à importação: suspende, por dez anos, o Imposto de Importação e o IPI incidente no desembaraço aduaneiro da importação direta, realizada por estabelecimento industrial, de partes e acessórios sem similar nacional, essenciais para a fabricação dos veículos e dos equipamentos para recarga das baterias de tração.

(10)

O benefício fica condicionado ao emprego do produto, pelo estabelecimento industrial adquirente, na montagem, no País, de automóveis elétricos a bateria ou elétricos híbridos a etanol e equipamentos para recarga das baterias de tração desses veículos.

Estabelece, ainda, que quando surgir oferta de produtos fabricados no Brasil em condições similares às dos importados quanto ao padrão de qualidade, conteúdo técnico, preço ou capacidade produtiva, esses benefícios tributários cessarão.

Isenção de IPI na aquisição de automóveis por pessoas com deficiência auditiva

PL 07599/2014 do deputado Otavio Leite (PSDB/RJ), que “Altera a Lei n.º 8.989, de 24 de fevereiro de 1995, que dispõe sobre a Isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI, na aquisição de automóveis para utilização no transporte autônomo de passageiros, bem como por pessoas portadoras de deficiência física, e dá outras providências”.

Isenta as pessoas com deficiência auditiva do Imposto sobre Produtos Industrializados incidente na aquisição de automóveis.

INFORME LEGISLATIVO | Publicação Semanal da Confederação Nacional da Indústria - Unidade de Assuntos Legislativos –

Imagem

Referências

  1. - www.cni.org.br
temas relacionados :