A Importância de uma Central de Abastecimento. Departamento Técnico Wilson Guide da Veiga

29 

Texto

(1)

A Importância de uma

Central de Abastecimento

Departamento Técnico Wilson Guide da Veiga

(2)

O QUE É UMA

CEASA?

(3)

“Ponto de reunião de agentes de

comercialização, para efeito de operações de

compra e venda de produtos alimentícios de

origem vegetal e/ou animal,

preferencialmente realizadas em nível de

atacado”

Antônio Martins Chaves

GEMAB – Grupo Executivo de Modernização do Sistema de Abastecimento SINAC – Sistema Nacional de Centrais de Abastecimento

(4)

“São espaços econômicos e sociais

diversificados que reúnem vendedores e

compradores, produtores e comerciantes,

consumidores e prestadores de serviços,

agentes públicos e informais em uma intensa

relação comercial e social, realizada em

curto espaço de tempo”

Diagnóstico de Mercados Atacadista de Hortigranjeiros

CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento

(5)

Histórico das Ceasas Brasileiras

Na década de 50 ocorrem as primeiras discussões;

Formação do Conselho Nacional de Abastecimento;

Em 1962 foi instalada a primeira ceasa brasileira, a Central de Abastecimento de Pernambuco S/A – CAPESA;

Em 1967 tem inicio a edição de série de decretos que precederam e propiciaram a criação das ceasas brasileiras;

Em 1972 foi regulamentado o Sistema Nacional das Centrais de Abastecimento – SINAC;

Em 1987 a União transfere aos estados e municípios a participação acionária nas Ceasas;

(6)

Gestão

Empresas/Autarquias

Entreposto

Federal

2

19

Estadual

15

29

Municipal

19

19

OSCIP

5

5

Total

41

72

Fonte: Diagnóstico dos Mercados Atac. de Hortigranjeiros - CONAB

(7)

Localização dos Entrepostos Atacadistas Brasileiros

(8)
(9)

Vantagens na

operação de

(10)

PRODUTOR / COMERCIANTE Maior aproximação com o mercado Melhoria na qualidade do produto Facilidades operações financeiras e bancárias Redução de custos de comercialização Maximização nos lucros Acesso a novas tecnologias e tendências de mercado

(11)

CONSUMIDOR Redução no tempo de distribuição do produto Melhoria na qualidade do produto Conhecimento do mercado Maior regularidade na oferta e preço

(12)

Governo Facilidade para incrementar e difundir pólíticas Redução das deseconomias de aglomeração Facilidade para controle e fiscalização Controle efetivo do abastecimento alimentar

(13)

Principais

agentes

envolvidos na

operacionalização

de uma Ceasa

(14)

Produtores;Comerciantes;

Consumidores finais;

Prestadores de serviço (formais e informais);Imprensa;

Empresas extensão agrícola e universidades;Empresas e órgãos públicos;

Prefeituras municipais

Licitações;

VAF – Valor adicionado Fiscal;

(15)

A Ceasa e o

VAF

(16)

O QUE É VAF?

“Valor Adicionado Fiscal (VAF) é um

indicador econômico-contábil utilizado pelo

Estado para calcular o índice de participação

municipal no repasse de receita do ICMS e

do IPI aos municípios mineiros”

(17)

Fontes de informação para o VAF

Declaração anual de pessoas jurídicas inscritas no cadastro de contribuintes do ICMS

Comercialização de mercadorias “imunes” a este imposto, também chamadas de “trânsito livre”, que

é composta pela maior parte das frutas e hortaliças produzidas.

(18)

Papel da Ceasa na apuração do VAF

Apuração, análise e remessa dos dados consolidados à SEF/MG referentes ao valor

estimado da comercialização de todos os municípios mineiros que ofertam seus produtos hortigranjeiros de “trânsito livre” nos entrepostos da CeasaMinas

(19)

2007 2008 2009 1 CONTAGEM 115.461.111 132.839.734 145.904.437 2 UBERABA 40.412.304 86.554.898 99.484.733 3 UBERLANDIA 54.120.493 60.619.723 62.669.211 4 BARBACENA 23.423.660 25.829.280 27.793.379 5 VARGINHA 6.794.927 11.162.933 12.337.106 6 PATOS DE MINAS 9.031.882 10.534.600 11.842.340 7 POÇOS DE CALDAS 2.823.057 3.030.242 9.472.186 8 ITAJUBA 16.470.442 12.092.735 8.598.166 9 JUIZ DE FORA 6.805.523 7.330.112 8.286.647 10 CARATINGA 4.790.648 6.362.650 6.257.102 11 GOVERNADOR VALADARES 2.575.924 2.901.116 2.653.746 OUTROS 573.536.492 660.912.220 733.490.313 856.246.463 1.020.170.243 1.128.789.366

Fonte: Seção de Estudos Estratégicos - CeasaMinas

Valores por procedência dos produtos de trânsito livre

Mercado

(20)

Condições para instalação de uma Ceasa

Considerável produção de gêneros alimentícios, sobretudo hortigranjeiros;

Demanda por comercialização de gêneros alimentícios;

Existência de alguma forma de comercialização, ainda que desorganizada;

(21)

Condições

favoráveis em

Minas Gerais

(22)
(23)

Participação (%) Minas Gerais 26,0

Goiás 24,9

Rio Grande do sul 20,9 Santa Catarina 13,5 Bahia 6,0 Paraná 3,7 Distrito Federal 2,1 São Paulo 2,1 Espírito Santo 0,8 Total 100,0

Fonte: Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais

Posição Estado

Produção brasileira de alho - 2009

Participação (%)

Minas Gerais 33,0 São Paulo 19,6

Paraná 15,9

Rio Grande do Sul 11,0

Bahia 8,5 Goiás 6,8 Santa Catarina 4,4 Distrito Federal 0,5 Espírito Santo 0,2 10º Paraíba 0,1 Total 100,0

Produção brasileira de batata - 2009

Posição Estado

Fonte: Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais

Participação (%)

Santa Catarina 32,2

Bahia 15,9

São Paulo 12,7

Rio Grande do Sul 12,2

Pernambuco 10,1

Paraná 9,1

Minas Gerais 7,8

Total 100,0

Produção brasileira de cebola - 2009

Posição Estado

Fonte: Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais

Participação (%) Goiás 33,4 São Paulo 16,0 Minas Gerais 11,4 Bahia 7,5 Paraná 7,2 Rio de Janeiro 5,1 Santa Catarina 4,3 Pernambuco 3,7 Espírito Santo 3,0 Outros Estados 8,4 Total 100,0

Produção brasileira de tomate - 2009

Posição Estado

(24)

Participação (%) Paraíba 17,9 Minas Gerais 17,5 Pará 16,4 Bahia 9,9 Rio Gr. do Norte 8,1 São Paulo 6,3 Rio de Janeiro 4,6 Goiás 3,4 Tocantins 3,3 Outros Estados 12,6 Total 100,0

Produção brasileira de abacaxi - 2009

Posição Estado

Fonte: Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais

Participação (%) Bahia 19,8 São Paulo 17,2 Santa Catarina 8,7 Minas Gerais 8,6 Pará 7,0 Pernambuco 6,1 Ceará 6,0 Paraíba 3,7 Paraná 3,2 Outros Estados 19,7 Total 100,0

Produção brasileira de banana - 2009

Posição Estado

Fonte: Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais

Participação (%) São Paulo 78,4 Bahia 4,9 Sergipe 4,3 Minas Gerais 4,1 Paraná 2,8

Rio Grande do Sul 1,9

Pará 1,1

Goiás 0,7

Santa Catarina 0,7

Outros Estados 1,1

Total 100,0

Produção brasileira de laranja - 2009

Posição Estado

(25)

Demanda

(consumo)

(26)

0 3.000 6.000 9.000 12.000 15.000 18.000 21.000 24.000 27.000 Caratinga Montes Claros Gov. Valadares Barbacena Patos de Minas Juiz de Fora Poços de Caldas

Uberaba Uberlândia Contagem Minas Gerais

Brasil

PIB Per capta (R$)

(27)

Alternativas

viáveis

(28)

Reorganização e estruturação de

feiras livres;

Reorganização e estruturação de

mercados municipais;

Implementação de unidades do

projeto “Barracão do Produtor”;

Celebração de “Termos de

(29)

Departamento Técnico

(31) 3399 – 2020

detec@ceasaminas.com.br

Imagem

Referências

temas relacionados :