ATIVIDADES ASSISTENCIAIS E COMUNITÁRIAS

Texto

(1)

ATIVIDADES ASSISTENCIAIS E COMUNITÁRIAS

O compromisso social da Universidade está presente na sua atuação assistencial junto à comunidade interna e externa visando a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Além dos atendimentos nas áreas de saúde e social, a PUCPR oferece o Programa de Bolsas e Benefícios com o objetivo da democratização do ensino, facilitando o acesso dos alunos carentes à Universidade.

1 Núcleo de Medicina Ocupacional

O Núcleo de Medicina Ocupacional tem como objetivo desenvolver atividades de prevenção para conscientização, educação e orientação dos funcionários no exercício do trabalho sem riscos, com maior produtividade e segurança. (visando proporcionar ao colaborador uma melhor qualidade de vida para que possa desenvolver suas atividades laborais com maior segurança).

Com atendimento voltado a funcionários, professores e alunos da PUCPR, o Núcleo de Medicina Ocupacional oferece:

Relatório de anual de atendimento médico:

EXAMES 2008

EXAME TOTAL

Admissional 840

Demissional 570

Exame periódico 423

Retorno ao trabalho 91

Mudança de função 15

Consulta médica funcionário 2743

Consulta médica aluno 1147

Exame desportivo funcionário 59

Exame p/ Natação - aluno Ed. Física 111

Exame p/ Hidroterapia - aluno Fisioterapia 39

Encaminhamentos para o INSS 136

Programa de Absenteísmo (dias) 7667

Programa de absenteísmo ( nº de funcionários) 3030 Acidentes com Material Biológico Contaminado 22

Acidente do Trabalho 62

Processos de aluno 287

TOTAL 17.242

(2)

PATOLOGIAS APRESENTADAS

QUEIXAS - DOENÇA TOTAL

Respiratórias 208

Gastrointestinais 264

Músculo esquelético 320

Dermatológicas 48

Cardiovasculares 34

Genito urinária 25

Hematológicas 3

Oftálmicas 96

Cefaléia 255

Queimaduras 10

Mal estar e fadiga 191

Picada de inseto e/ou animal peçonhento 19

Patologias Relacionadas a Depressão e Ansiedade 56

Distúrbios do Sono 6

Outras 2158

TOTAL 3.574

(3)

Relatório anual de Atendimento de Enfermagem

FUNCIONÁRIOS 2008

PROCEDIMENTOS TOTAL

Consulta de Enfermagem 143

Medicação Oral 332

Medicação Injetável IM 178

Medicação Injetável EV 321

Eletrocardiograma 16

Retirada de pontos 5

Nebulização 87

Teste de Glicemia 65

Curativo 141

Controle de PA 512

Atendimento externo 37

Outros 12

Atendimento Externo - terceirizado/visitantes 4

TOTAL 1.853

ALUNOS 2008

PROCEDIMENTOS TOTAL

Consulta de Enfermagem 63

Medicação VO 168

Medicação EV 30

Medicação IM 56

Eletrocardiograma 3

Retirada de Pontos 2

Nebulização 26

Teste de Glicemia 23

Curativo 39

Atendimento Externo 63

Controle de PA 75

Outros 2

Exame Natação (Ed.física) 112

Exame Hidroterapia (Fisioterapia) 64

TOTAL 726

(4)

2 Apoio ao Universitário com Necessidades Especiais

Para as pessoas com deficiências visuais, estão disponíveis impressoras especiais (sistema Braille), computadores por comando de voz e os dispositivos didáticos especiais para cada curso e no geral.

As construções da PUCPR são dotadas de corredores amplos, que permitem a fácil circulação. Rampas de acesso, vagas especiais nos estacionamentos, elevadores para deslocamento vertical fazem parte da arquitetura. Além disso, em todos os edifícios da PUCPR foram previstas instalações sanitárias especiais para uso dos discentes ou docentes.

Para os deficientes auditivos, a PUCPR dispõe de duas intérpretes em Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. Além disso, a Instituição oferta, no currículo do curso de Pedagogia, a disciplina LIBRAS que foi introduzida a partir do projeto pedagógico de 2007 e em 2008 nos demais cursos de licenciatura. Os estudantes são atendidos por meio da Pró-Reitoria de Graduação, Pesquisa e Pós-graduação que designa o intérprete. Juntamente com o estudante é, então, elaborado um plano de atendimento que contempla:

dias, horários, programas de aprendizagem, objetivos e atividades.

Preocupada com a ampliação e manutenção do processo de acessibilidade, a PUCPR tem, através do GT-AUNE, buscado cada vez mais adequar seus espaços a esse grupo existente na instituição.

Com esse projeto a PUCPR já implantou algumas ações, dentre as quais podem ser citadas:

- Adaptações na sala de aula, no ambiente universitário, nos equipamentos, considerando aspectos ergonômicos;

- Adaptações em diferentes espaços, como cantina, auditório, entre outros, para facilitar a acessibilidade dos universitários com NEE;

- Solicitação de suportes técnicos e tecnológicos que auxiliem os universitários com NEE no ambiente e tarefas acadêmicas;

- Utilização de estratégias metodológicas diversificadas que permitam atender às diferentes necessidades no processo de construção do conhecimento de cada universitário;

- Utilização de estratégias de aprendizagem cooperativa que envolva não somente o professor da disciplina específica, mas também seus pares;

- Realização de experiências e atividades diversificadas, visando à utilização de outros canais de aprendizagem;

- Estimulação da autonomia do universitário com NEE, incentivando-o para que indique caminhos mais eficazes ao seu aprender, respeitando-se, assim, as diferenças individuais, bem como dando oportunidades para que ele se responsabilize pela própria aprendizagem;

- Organização do espaço de sala de aula, de forma que facilite a autonomia, a mobilidade e a comunicação da pessoa com NEE;

- Utilização de procedimentos de avaliação das disciplinas que se adaptem a diferentes estilos, capacidade e possibilidade de expressão dos universitários com NEE;

- Disponibilização de informação constante, acessível e flexível, circulante dentro da Universidade, comunicando e divulgando as demandas do universitário com NEE;

- Elaboração de proposta para formação contínua de professores e funcionários quanto aos aspectos de interação, condições pedagógicas e estruturais para que os universitários com NEE possam participar ativamente da vida universitária;

- Análise processual das ações desenvolvidas.

Em março de 2007 foi inaugurado na Biblioteca do Campus Curitiba, um laboratório de acessibilidade que atende aos alunos da Instituição que possuem necessidades educativas especiais. Com isto, a Universidade mais uma vez inova para promover a inclusão de todos os alunos. Este setor conta com um acervo especializado para o aluno deficiente visual composto por materiais em Braille e caracteres ampliados, áudio-livro, livros digitais e outros. Conta também com computadores com kit multimídia, sintetizador de voz, gravador de CD, aparelho de som com CD e fone de ouvido e impressora Braille. Além disto, os funcionários que atendem no setor têm participado de cursos profissionalizantes, como libras e utilização de softwares direcionados aos deficientes, para melhor atender aos usuários.

(5)

3 Assistência ao Estudante

A PUCPR possui vários tipos de bolsas que são concedidas aos acadêmicos, em sua maioria, por carência sócio-econômica, as quais são distribuídas a estudantes de cursos técnicos, seqüenciais, de graduação, mestrado e doutorado. A distribuição das bolsas obedece a critérios internos e legislação em vigor. No ano de 2008 foram concedidas 11.508 bolsas de estudos.

Na seqüência é apresentada a evolução de bolsas concedidas pela PUCPR, nos últimos anos.

NÚMERO DE BOLSAS DE ESTUDO

7204

10116 9679 9377 9688

11508

2003 2004 2005 2006 2007 2008

Fonte: Pró-Reitoria de Administração, Planejamento e Desenvolvimento

4 Centro Social Champagnat

Em 1977 a APC concebeu o Projeto Litoral, com a finalidade de atender e assistir as populações vulneráveis do litoral. Aquela iniciativa tornou-se a célula embrionária para outras realizações sociais, inclusive expandidas para Curitiba, às quais consistiam em uma grande ação universitária denominada de Programa Social Champagnat. Em decorrência deste programa foi criado em 1984 o Centro Social Champagnat, unidade assistencial anexa ao câmpus da PUCPR (situado à Rua Guabirotuba, 370) que compõe a rede socioassistencial do território.

O câmpus da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR em Curitiba está localizado no bairro Prado Velho e confronta-se com o território da Vila das Torres. Esta comunidade ocupa uma área de 14 km2 e teve origem em ocupações irregulares da região iniciadas na década de 50. A população da comunidade é de aproximadamente 8.000 pessoas cujo sustento provém, para boa parte delas, da coleta de material reciclável.

(6)

Serviços prestados

- Serviço de Educação Infantil – atende crianças até 5 anos com ações assistenciais e educativas, de proteção, alimentação, saúde, estimulação adequada e promoção dos direitos e da cidadania;

- Serviço de Aprendizagem Profissional – voltado para a formação integral e a capacitação de adolescentes e jovens para o mundo do trabalho;

- Serviço de Orientação Sociofamiliar – atendimento à família no enfrentamento da pobreza e no fortalecimento dos vínculos sociais e comunitários;

- Serviço de Atenção Integral à Família – atendimento socioassistencial na defesa e garantia de direitos humanos; e,

- Serviço de Apoio Socioeducativo - o Programa Projovem Adolescente, em parceria com o Poder Público, atende adolescentes entre 15 e 17 anos com atividades socioeducativas em contra turno escolar.

C E N T R O S O C I A L C H A M P A G N A T

SERVIÇO, PROGRAMA e ASSESSORAMENTO

ATIVIDADE

Número de pessoas atendidas

Número de horas/ano

SERVIÇO DE

EDUCAÇÃO INFANTIL

Atende crianças até 5 anos com ações assistenciais e educativas, de proteção, alimentação, saúde, estimulação adequada e promoção dos direitos e da cidadania

52 1.920

SERVIÇO DE APRENDIZAGEM PROFISSIONAL

Voltado para a formação integral e a

capacitação de adolescentes e jovens para o mundo do trabalho

47 1.248

SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO SOCIOFAMILIAR

Atendimento à família no enfrentamento da pobreza e no fortalecimento dos vínculos sociais e comunitários

3.144 1.920

SERVIÇO DE ATENÇÃO INTEGRAL À FAMÍLIA

Atendimento socioassistencial na defesa e garantia de direitos humanos

31.183 1.920 SERVIÇO DE APOIO

SOCIOEDUCATIVO

Atende adolescentes entre 15 e 17 anos com atividades socioeducativas em contra turno escolar

29 600

TOTAL 34.455 7.608

(7)

5 Unidades do Proação

A partir de 1998, em decorrência do Projeto Litoral iniciado em 1977, a APC consolida sua atuação social e cria as unidades do Proação. A primeira unidade foi inaugurada em 1999 no município de Tijucas do Sul. No ano de 2000 instalou-se o Proação de Guaraqueçaba e de Paranaguá; no ano de 2002, no município de Fazenda Rio Grande e em 2003 no município de São José dos Pinhais.

As unidades do Proação foram criadas com os seguintes objetivos:

- Conceber programas, serviços, projetos e assessoramento de alcance comunitário nas áreas de saúde, educação e meio ambiente;

- Desenvolver atividades de ensino, pesquisa e extensão em âmbito comunitário voltados ao desenvolvimento da população em situação de risco; e,

- Colaborar tecnicamente por meio dos professores e pesquisadores na solução de enfrentamento da pobreza dos municípios.

As unidades do Proação compõem a rede socioassistencial dos territórios onde estão inseridos.

Ofertam serviços e programas socioeducacionais e socioassistenciais continuados (descritos no item 2.2.4) e desenvolvem, por meio de parcerias com o poder público (Prefeituras) e sociedade civil organizada (Entidades sociais, Sistema ‘S’) várias iniciativas tendo em vista o desenvolvimento local, a melhoria da qualidade de vida e a promoção da cidadania dos moradores da região.

As pessoas atendidas são famílias moradoras no território de atuação assistencial das unidades do Proação em situação de vulnerabilidade e/ou risco pessoal e/ou social.

Serviços prestados

- Serviço de Educação Infantil – atende crianças até 5 anos com ações assistenciais e educativas, de proteção, alimentação, saúde, estimulação adequada e promoção dos direitos e da cidadania;

- Serviço de Apoio Socioeducativo – atende crianças e adolescentes, entre 09 e 13 anos e está voltado para a promoção da cidadania, o desenvolvimento do protagonismo juvenil, construção da identidade individual e coletiva e a convivência social por meio de oficinas de inclusão digital, arte-educação, comunicação, esporte e recreação;

- Serviço de Orientação Sociofamiliar – atendimento à família no enfrentamento da pobreza, no fortalecimento dos vínculos sociais e comunitários e promoção da cidadania; e,

- Programa de Atenção à Pessoa Idosa – oportuniza a pessoa idosa a convivência social e comunitária por meio de atividades de lazer, esporte e recreação, encontros culturais e artísticos, palestras educativas e preventivas.

SERVIÇO, PROGRAMA, e

ASSESSORAMENTO ATIVIDADE

Número de pessoas atendidas

SERVIÇO DE APOIO SOCIOEDUCATIVO

Atende crianças e adolescentes, entre 09 e 13 anos e está voltado para a promoção da cidadania, o desenvolvimento do protagonismo juvenil, construção da identidade individual e coletiva e a convivência social por meio de oficinas de inclusão digital, arte- educação, comunicação, esporte e recreação

109 SERVIÇO DE

ORIENTAÇÃO SOCIOFAMILIAR

Atendimento à família no enfrentamento da pobreza, no fortalecimento dos vínculos sociais e comunitários e promoção da cidadania

4.559 PROGRAMA DE

ATENÇÃO À PESSOA IDOSA

Oportuniza a pessoa idosa a convivência social e comunitária por meio de atividades de lazer, esporte e recreação, encontros culturais e artísticos, palestras educativas e preventivas

50

TOTAL 4.718

(8)

PROGRAMA DE AÇÃO COMUNITÁRIA - 2008

NÚCLEO NÚMERO DE PESSOAS ATENDIDAS

Proação - Fazenda Rio Grande 410

Proação - Paranaguá 315

Proação - São José dos Pinhais 407

Proação Tijucas do Sul 3586

TOTAL 4718

Imagem

Referências

temas relacionados :