Texto

(1)

Liga Vale Norte de Desportos

“FILIADA A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL”

A INTEGRAÇÃO DO FUTEBOL AMADOR

1

REGULAMENTO 20° CAMPEONATO DA LIGA VALE NORTE DE DESPORTOS 2017

Capitulo I.

Da Denominação e Participação

Art. 1º - A competição da Liga Vale Norte de Desportos de Ibirama, terá a denominação para 2017 de 20°

CAMPEONATO L.V.N.D 2017

Art. 2º Opcionalmente na competição da Liga Vale Norte de Desportos poderá prestar homenagens aos vencedores.

Art. 3º São participantes da Competição da Liga Vale Norte de Desportos de Ibirama versão 2017:

- Clube Esportivo Catarinense – CATARINENSE-VM.

- Esperança Futebol Clube – ESPERANÇA-DE.

- Associação Desportiva e Recreativa Independente – INDEPENDENTE-JB.

- Associação Desportiva Recreativa Ipiranga – IPIRANGA-VM;

- Associação Cultural Grêmio Esportivo Serrano – GREMIO SERRANO- WT.

- Duque de Caxias Futebol Clube - DUQUE - DE

- Sociedade Esportiva e Recreativa Guarani - GUARANI - IB.

- Associação Desportiva e Recreativa Catarinense da Serra dos Índios – CATARINENSE - PG

Paragrafo Único – A competição de 2017 terá seu inicio no dia 26/08/2017, com término previsto até o dia 21/10/2017.

Capitulo II.

Da Premiação

Art. 4º A premiação ficará a critério da Liga Vale Norte de Desportos de Ibirama.

TROFÉU E MEDALHAS DO 1º AO 2º COLOCADO TROFÉU GOLEIRO MENOS VAZADO

TROFÉU ARTILHEIRO.

(2)

Liga Vale Norte de Desportos

“FILIADA A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL”

A INTEGRAÇÃO DO FUTEBOL AMADOR

2 Capitulo III

Da Forma de Disputa

Art. 5º - A Competição Liga Vale Norte de Desportos de Ibirama será disputado em 2 chaves denominadas A e B, onde na 1ª Fase chamada de “classificatória”. Os participantes serão distribuídos por sorteio em 2 chaves , jogando entre si em turno e returno. Classificando as 4 melhores equipes colocadas na classificação geral para a fase

“SEMIFINAL”. Nesta fase, será formada chave “ÚNICA” com jogos de ida e volta, onde haverá sorteio a ser realizado na sede da liga, das equipes classificadas para formar os confrontos. As equipes melhores classificadas da 1ª Fase farão suas partidas de volta em seus domínios, conforme abaixo:

Jogo 1 – Sorteio (3° ou 4°) x Sorteio (1° ou 2°) Jogo 2 – Sorteio (3° ou 4°) x Sorteio (1° ou 2°)

Os vencedores desta fase formarão a 3ª Fase chamada de “FINAL” que se formará da seguinte maneira:

Vencedor do Jogo 1 (Ida e Volta) x Vencedor do Jogo 2 (Ida e Volta)

Parágrafo 1º – Para definição de mando de campo das partidas obedecer-se-á o seguinte critério:

- FASE 1 – Sorteio

- FASE 2 – Ranqueamento (Pontos conseguidos na 1ª Fase)

- FASE 3 - Ranqueamento (Pontos conseguidos na competição geral)

Art. 6º - Nas fases “SEMIFINAIS” e “FINAIS”, em caso de empate em numero de pontos, a equipe que obtiver melhor saldo de gols nos dois confrontos será considerada vencedora da Fase . Permanecendo a igualdade (pontos e saldos de gols) a disputa será nas penalidades, sendo executado série de 5 cobranças. Permanecendo a igualdade de gols, as cobranças serão alternadas até conhecer-se o vencedor.

DA FINAL DA COMPETIÇÃO.

Art. 7º - Será considerada campeã, a equipe que conseguir vencer seu confronto DE ida e VOLTA da Fase “FINAL” e, de Vice-campeão, o perdedor. Para definição dos 3º e 4º colocadas da competição, a equipe perdedora da partida da Fase “SEMIFINAL” para o campeão da competição será considerada 3ª colocada e a outra equipe, como 4ª colocada.

Art. 8º - Para o mando de campo das Semifinais e Finais, a Liga Vale Norte de Desportos, poderá mudar o local dos jogos, levando em consideração as condições dos Estádios para maior segurança dos participantes e torcedores.

Capitulo IV

Da Pontuação – Índice Técnico – Critérios de Desempate.

Art. 9º O Competição obedecerá ao sistema de 3 (Três) pontos por vitória e 1 (Um) ponto por empate.

Art. 10º Ao término das fases, observadas as disposições específicas constantes neste regulamento, no caso de 2 (duas) ou mais equipes terminarem empatadas ou para definir índices técnicos para classificação ou mando de campo em todas as fases serão obedecidos os seguintes critérios:

(3)

Liga Vale Norte de Desportos

“FILIADA A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL”

A INTEGRAÇÃO DO FUTEBOL AMADOR

3 1º - Numero de pontos ganhos

2º -Confronto direto (Entre duas equipes) 3º -Número de vitórias

4º -Menor número de gols tomados 5º -Maior número de gols marcados 6º -Saldo de Gols

7º - Sorteio público na L.V.N.D

Capitulo V

Da condição de jogo e inscrição de atleta.

Art. 11º - Todo e qualquer documento será retirado ou enviado à Liga Vale Norte de Desportos, pela internet ou outro meio de comunicação. No e-mail guinteralemao123@gmail.com, devendo cada equipe disponibilizar um endereço de e-mail para comunicação com a Liga. Será formado um grupo de participantes do campeonato através do Whatsap, administrado pela LVND.

Parágrafo 1º - Serão disponibilizados também pela internet e pelo Grupo do Whats: Regulamento da competição, tabelas de jogos, Relatórios de classificação, artilharia, cartões amarelos e vermelhos, resoluções, aviso de julgamentos junto a Comissão Disciplinar, intimações a atletas, dirigentes e clubes, cancelamento e adiamento de jogos e outras informações de interesse de todos.

Parágrafo 2º - Documentos de identificação de atletas e dirigentes, não poderão usar deste meio eletrônico, permanecendo estes a apresentação por meio físico junto à secretária da Liga Vale Norte de Desportos, obedecendo às normas de registro da Confederação Brasileira de Futebol CBF.

Art. 12º - Terá condição de jogo todos os atletas que estiverem devidamente inscritos na Competição através da ficha de inscrição CBF, e entregue a relação até o início de sua primeira partida, a quantidade de 30 atletas inscritos, podendo completar a relação até o início da 1ª (Primeira) rodada do returno. Atletas que porventura tem punições pendentes de campeonatos das Ligas de Origem, tem obrigação do cumprimento das mesmas, sob pena de punições impostas pela Comissão Disciplinar, inclusive estendendo-se à equipe infratora. Em cada partida deverá ser apresentado um Documento oficial com foto recente original ou autenticada, que permanecerá na mesa com o delegado até o final da partida, inclusive da comissão técnica.

Parágrafo 1º - Será considerado legal para a LVND, a relação emitida pela FCF, onde constará a nominata dos atletas da equipe registrados e liberados. Esta ficha será solicitada pela LVND, que estará anexa a sumula da partida sempre pela quinta feira que antecede a partida. Portanto, a equipe que enviar os documentos de registro ou transferência à FCF fora de prazo, não terá seu atleta liberado e não poderá jogar na partida. Não poderá ser inscrito atletas com idade inferior a 14 (quatorze) anos completos até 26/08/2017. A LVND isenta-se de responsabilidade do uso de atletas menores de idade.

(4)

Liga Vale Norte de Desportos

“FILIADA A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL”

A INTEGRAÇÃO DO FUTEBOL AMADOR

4

Parágrafo 2º - Nenhum atleta terá condições de jogo, se não constar na lista de atletas da equipe emitida pelo registro da FCF, e constante na lista oficial da competição dos 30 (trinta) atletas emitida pela equipe.

Parágrafo 3º - Não será aceito inscrições no dia da partida junto ao delegado da partida.

Art. 13º - Cada equipe poderá ter no seu banco de reservas no máximo 12 atletas inscritos e devidamente uniformizados e sentados, o técnico poderá fazer no máximo 07 (Sete) substituições. Além dos atletas poderão ficar no banco o Técnico, Massagista e um Dirigente.

Art. 14º - Não poderá participar da competição em nenhuma hipótese, atletas com registro profissional, cabendo à equipe que o atleta pertencer fazer a devida reversão e, só após a reversão confirmada pela respectiva federação de origem, é que o atleta terá condições de jogo. A inclusão de atleta irregular será de responsabilidade da equipe, e tal infração será punida, com a perda dos pontos conseguidos na partida, e somados pontos de uma vitória em favor do adversário daquela partida, bem como serão aplicadas as sanções do CBJD (Código brasileiro de Justiça Desportiva).

Qualquer irregularidade identificada pela equipe adversária, a mesma tem o prazo de 24 horas de entrar com pedido por escrito na secretaria da Liga, com a prova dos fatos e o valor estipulado de 1 (um) salário mínimo vigente em moeda corrente pago na entrega do mesmo.

Parágrafo 1º - Cada equipe poderá inscrever até 30 (trinta) atletas, na competição de 2017, podendo completar sua lista até o início da 4ª rodada da 1ª fase, ou seja a 1ª (primeira) rodada do returno. Os atletas devem ser informados através de uma relação em documento oficial de cada equipe, remetido para a LVND, organizadora da competição. A equipe poderá registrar atletas junto a CBF sem limite de inscritos.

Capitulo VI

Do mando de campo e inicio do jogo.

Art. 15º - Caberá ao clube mandatário (esquerda da tabela) tomar todas as providencias necessárias para a realização da partida, como, sinalização do campo de jogo, colocação de redes (em condições), providenciar no mínimo 03 (Três) bolas oficiais em condições, gandulas, bandeiras de canto (1,50 m de altura), maca e maqueiros, são necessárias ter vestiários com chuveiro com água quente para os visitantes e trio de arbitragem, sendo que caberá ao árbitro designado para a partida a avaliação das condições do jogo.

Parágrafo 1º - As equipes participantes da competição, deverão até quinta feira que antecede a partida, manterem comunicação pelo grupo do whats do campeonato, identificando ‘”QUAL O UNIFORME QUE A EQUIPE DEVERÁ UTILIZAR NA PARTIDA”. Caso não haver entendimento entre as equipes, e a partida for cancelada pela arbitragem por não haver condições de arbitrar pela concordância dos uniformes, aguardará o árbitro 30 minutos para a equipe “visitante” efetuar a troca do uniforme. Caso não haver solução, o árbitro relatará em súmula o ocorrido e encaminhará para a LVND. Nessa mesma condição, as equipes devem mandar a relação de atletas que participarão da partida do final de semana à LVND, que emitirá a oficial que acompanhará com os delegados das partidas.

Parágrafo 2º – Para o competição de 2017, para os jogos das semifinais e finais, a diretoria da Liga Vale Norte de Desportos, poderá vetar o(s) estádio(s) caso julgar necessário.

Parágrafo 3º – A Equipe que vier a perder o mando de campo, pela Comissão Disciplinar ou por Ato Administrativo, poderá indicar outro estádio, até as 18:00 hs da quarta feira que antecede a rodada, que deverá ser

(5)

Liga Vale Norte de Desportos

“FILIADA A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL”

A INTEGRAÇÃO DO FUTEBOL AMADOR

5

aprovado pela Liga, em não o fazendo a Liga designará o local da partida. O novo local deverá ser fora do município em que estiver sediada a equipe que perdeu o mando de campo.

Parágrafo 4º – A Equipe que for mandante da partida e tiver motivo relevante, poderá através de requerimento solicitar a antecipação de sua partida, com a devida concordância da equipe visitante, devendo requerer junto à liga com antecedência de 3 dias. A Liga analisará os motivos da antecipação, deferindo ou indeferindo o pedido mesmo havendo concordância ou não da equipe visitante. Devem os mesmos deixar registrados no grupo do Whats ou via email, a concordância da partida.

Parágrafo 5º - A partida adiada ou cancelada por motivos não descritos neste regulamento, a LVND tomará a decisão da data de realização e local da mesma. Na necessidade do cancelamento da partida por fatos climáticos, ou outro fato externo, a LVND poderá cancelar até as 10 horas do dia da partida, sendo após esse horário, incumbência da arbitragem designada. No cancelamento pela LVND, a mesma informará através dos veículos de comunicação e no grupo do Campeonato, o cancelamento ou adiamento de alguma partida.

Art. 16º - O inicio dos jogos deverá ser rigorosamente respeitado pelas equipes, transcorrido este tempo apenas o árbitro do jogo avaliará as causas do atraso e poderá autorizar mais 15 minutos para dar inicio ou suspender a partida.

Parágrafo 1º - O inicio dos jogos será às 15:00hs, e, podendo ser antecipado o horário do jogo da final.

Parágrafo 2º - Se no transcorrer da partida houver a paralisação da mesma por motivo de força maior, o arbitro poderá esperar até o máximo de 30 (Trinta) minutos para reinicia-la, ou suspende-la.

Parágrafo 3º - Por ser uma competição patrocinada pela LVND, logo, vinculada à Federação Catarinense de Futebol e ao Estado de Santa Catarina, antes do inicio de cada partida os atletas deverão estar perfilados e a equipe mandatária deverá fazer tocar, 1ª parte do Hino Nacional brasileiro. (Fica a critério do Delegado da partida, solicitar a participação de todos os atletas ou, apenas os titulares)

Art. 17º - 30 (Trinta) minutos antes do inicio da partida, deverão as equipes entregar ao delegado a relação de atletas que irão participar da partida, com a respectiva numeração, bem como o respectivo documento de identificação dos atletas, após o delegado da partida receber a ficha dos atletas relacionados, não poderá ser acrescido ou retirado nenhum atleta da relação. A numeração das camisas dos atletas titulares deverá ser de 1 a 11, e os reservas de 12 a 99. Em casos especiais, a equipe deve solicitar autorização à LVND de nova numeração de algum atleta titular.

Parágrafo Único - O atleta “relacionado” para a partida, mas não presente ao início da mesma, só poderá fazer parte da partida se o mesmo se apresentar ao delegado, antes do início do segundo tempo da partida.

Capitulo VII Da segurança.

Art. 18º - Caberá à equipe mandatária dar todas as condições de segurança, tanto da sua equipe, equipe visitante, torcedores e equipe de arbitragem, sendo que caberá ao árbitro a palavra final sobre essas condições.

Parágrafo 1º - Todos os locais dos jogos deverão ter alambrados e ter condições totais de segurança.

(6)

Liga Vale Norte de Desportos

“FILIADA A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL”

A INTEGRAÇÃO DO FUTEBOL AMADOR

6

Parágrafo 2º - A venda de bebida alcóolicas em seus estádios é de inteira responsabilidade dos clubes e isentando a L.V.N.D de qualquer responsabilidade desses atos.

Art. 19º - Durante a realização dos jogos será permitida a presença dentro do campo, de pessoas devidamente credenciadas como atletas, o técnico, massagista e dirigente deverão, que também deverão apresentar documento de identificação ao delegado da partida. Também poderão permanecer no local apropriado os profissionais da imprensa e a segurança. Os demais deverão permanecer no lado de fora do alambrado, cabendo ao Delegado ou ao Arbitro da partida a permissão para permanência de pessoas não credenciadas para o jogo.

Art. 20º - Será de responsabilidade da equipe mandatária a solicitação do policiamento, no mínimo 2 (dois) policiais, ou, de 2 (dois) seguranças de empresa credenciada, que deverão permanecer no lado de dentro do alambrado para dar total segurança à arbitragem. Nenhuma partida poderá iniciar sem a presença da segurança, sendo que nas seminais e finais o numero de efetivo deverá ser maior.

Paragrafo 1º – Caso em alguma partida, e após o mandante ter enviado requerimento para a Policia Militar solicitando policiamento, e esta, estar impossibilitada de destacar efetivo, o mandante deverá contratar segurança privada, arcando com o custo, sendo esta segurança formada de no mínimo 2 elementos e estar sediada fora do município onde será realizada a partida.

Paragrafo 2º – Caso em alguma partida, a Policia Militar, destacar somente um policial, solicitado pela equipe mandatária, este deverá estar presente do inicio até ao final da partida, sob pena de a partida ser interrompida até que se providencie a devida segurança ou o árbitro observará o Art. 16º § 2 º .

Art. 21º - Todo e qualquer tumulto envolvendo a arbitragem serão de responsabilidade da equipe causadora, mesmo que a mesma seja visitante.

Art. 22º - Cada equipe deixará em poder da Liga Vale Norte de Desportos uma Nota Promissória, denominado de segurança, no valor de R$ 1.000,00 (Hum mil reais), que será devolvido às equipes se não houver nenhum incidente.

A Nota Promissória será cobrada da equipe e valor designado a uma entidade social, que cometer uma das seguintes infrações:

a) Desistência da competição;

b) Agressão física à equipe de arbitragem, delegado, atletas adversários, e ou membros da diretoria da Liga, por atletas, dirigentes, ou qualquer pessoa com vínculo ao clube, ou torcedor, atuando no seu domicilio ou não;

c) WO em alguma partida;

d) Posto a Nota Promissória em cobrança, pelos motivos acima, e o mesmo receber contra ordem para cobrança, a equipe ficará impedida de continuar na competição, e, se fizer o pagamento em espécie, até as 12h00 (DOZE) horas da sexta feira da semana do impedimento poderá continuar na competição, caso contrário será automaticamente eliminada da competição, e submetida ao julgamento na Comissão Disciplinar Da Liga Vale Norte de Desportos.

(7)

Liga Vale Norte de Desportos

“FILIADA A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL”

A INTEGRAÇÃO DO FUTEBOL AMADOR

7 Capitulo VIII Da arbitragem

Art. 23º - Toda a arbitragem da Competição, será exclusivamente de responsabilidade da LVND (Liga Vale Norte de Desportos).

Parágrafo Único - A LVND, através do seu departamento de arbitragem não aceitará em hipótese nenhuma a indicação ou veto a qualquer um dos seus árbitros e assistentes, cabendo a escalação ou não ao seu Departamento de árbitros. Caso as equipes envolvidas na “FASE FINAL” optarem por escala de arbitro federados de outro local, os mesmos arcarão com todas as despesas da arbitragem.

Capitulo IX

Da Disciplina e Julgamento.

Art. 24º - Todo e qualquer ato de indisciplina e irregularidade será devidamente julgado pela Comissão Disciplinar da Liga Vale Norte de Desportos, que julgará segundo as normas deste regulamento, aplicando no que couber o CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), e das decisões da Comissão Disciplinar não caberá recurso.

Parágrafo 1º - Caberá ao procurador após receber a sumula da partida fazer as denúncias e remeter á Comissão Disciplinar da LVND.

Parágrafo 2º - O procurador entendendo que a expulsão do atleta do campo de jogo, deu-se por consequência do 2º cartão amarelo ou mesmo vermelho direto e que pela descrição do arbitro o atleta expulso deixou o campo de jogo de maneira cordial e disciplinada, poderá não denuncia-lo, e o mesmo cumprirá a suspensão automática.

Parágrafo 3º - O Atleta que acumular 3 (Três) cartões amarelos ou, 1 (um) vermelho, deverá cumprir uma partida de suspensão. Qualquer dirigente expulso da partida, cumprirá automaticamente 1 (uma) partida, e punição aplicada pela Comissão Disciplinar.

Parágrafo 4º - A nenhuma equipe será permitido entrar na Justiça Comum, se este fato ocorrer, a equipe será eliminada automaticamente da competição e sua caução posta em cobrança.

Parágrafo 5º - A equipe que desejar impugnar ou, entrar com recurso de qualquer partida deverá fazê-lo até 24 (vinte e quatro) horas úteis após a realização da mesma, mediante requerimento, protocolado na Secretaria da LVND, com o pagamento de uma taxa de um salário mínimo vigente, em moeda corrente, devendo no requerimento apresentar as razões e provas do pedido de impugnação.

Parágrafo 6º - O Presidente da Liga Vale Norte de Desportos, poderá baixar atos administrativos, sempre levando em consideração, a disciplina, esportividade e a segurança da competição.

Capitulo X

Das disposições gerais e finais.

Art. 25º - A imprensa terá acesso livre ao campo de jogo, antes, no intervalo e final das partidas.

(8)

Liga Vale Norte de Desportos

“FILIADA A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL”

A INTEGRAÇÃO DO FUTEBOL AMADOR

8

Parágrafo 1º - A cobrança de ingressos fica a critério de cada Clube.

Art. 26º - Caberá a cada equipe participante a responsabilidade de todos os atletas e dirigentes, com a saúde e bem estar dos mesmos, isentando a LVND, caso ocorra algum incidente com seus atletas.

Art. 27º - Todas as despesas de transporte, hospedagem, alimentação e outras decorrentes da participação serão de responsabilidade das equipes participantes.

Art. 28º - Caberá à equipe mandatária, providenciar no intervalo da partida, água para o Trio de árbitros, delegado e policiais.

Art. 29º - A equipe que provocar o WO será considerada perdedora por 1 a 0, e aplicado o mesmo teor do Art. 14°

deste regulamento , e da Comissão Disciplinar da Liga Vale Norte de Desportos, e CBJD no que couber. Para efeito de computação de artilharia, não será considerado esse placar, nem para o item de “Gols feitos”, ou “Gols contra”.

Art. 30º - Para a partida Final da Competição, a equipe mandatária deverá providenciar algumas acomodações especiais, para as Autoridades Governamentais e LVND e sistema de som para premiação.

Art. 31º - A LVND (Liga Vale Norte de Desportos) se for o caso expedirá as devidas resoluções para o bom e fiel cumprimento do presente regulamento.

Art. 32º - Os casos omissos e as dúvidas oriundas da interpretação deste regulamento serão esclarecidos pela Diretoria da LVND.

Art. 33º - Este regulamento foi redigido e aprovado pelo Conselho Técnico da LVND (Liga Vale Norte de Desportos) e os clubes presentes, homologado nesta data, disponibilizado via correio eletrônico ou outro meio disponível da LVND, ficando revogadas as disposições contrárias.

Ibirama, SC, 28 de Julho de 2017.

Waldir Waldemiro Weinrich Guenter Ditmar Koepsel

Presidente Secretário

Imagem

Referências

temas relacionados :