REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO UP CLUBE DE BENEFÍCIOS. É com imensa satisfação que lhe damos boas vindas em participar conosco nesta Associação.

16 

Texto

(1)

REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO UP CLUBE DE BENEFÍCIOS Prezado Associado (a),

É com imensa satisfação que lhe damos boas vindas em participar conosco nesta Associação. 1- CONDIÇÕES GERAIS E GARANTIAS.

1.1- O Programa de Proteção Automotiva doravante denominado PPA é uma proteção à disposição dos Associados da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, neste ato denominada UP, que objetiva ampará-los nos casos de eventuais prejuízos decorrentes de colisão, incêndio, granizo, furto ou roubo (definições no item 3.1), devendo este ser meticulosamente cumprido e observado pelos órgãos estatutários, dirigentes, empregados e Associados, que aderem de forma facultativa ao programa.

1.2- A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS é dotada de personalidade jurídica de direito privado sem fins econômicos e/ou lucrativos, constituída na forma de Associação, conforme estabelecido no Código Civil Brasileiro, art. 53 e seguintes, com sede a Avenida Francisco Firmo de Matos, nº. 953, Bairro Riacho das Pedras, CEP. 32280-270, Contagem – MG, telefone (31) 3046-8900, não devendo ser tratada em hipótese alguma como uma sociedade empresária, consideradas as peculiaridades do PPA, especialmente no que tange ao rateio das despesas com eventos entre os Associados e a completa ausência de finalidade lucrativa.

1.3- A proteção conferida neste regulamento terá início, 48 horas ÚTEIS após a inspeção e o pagamento da taxa de filiação. 1.4- A proposta de admissão poderá ser recusada em até 15 (quinze) dias corridos pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, contados a partir da data do seu recebimento. A eventual recusa e os motivos desta serão informados ao pretendente através de carta enviada ao endereço informado pelo mesmo. Os valores pagos serão devolvidos em até 15 dias corridos, após o retorno do AR.

1.5- SERÁ OBRIGATÓRIA, AINDA, A INSTALAÇÃO DE UM SISTEMA DE RASTREAMENTO nos veículos cadastrados na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, veículos a DIESEL, veículos de transporte remunerado, veiculos de aplicativos, motos acima de 250 cc, veículos com valor a partir de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) e todos aqueles modelos que cuja necessário a indicação pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS de instalação do equipamento do rastreador. A instalação do equipamento de rastreamento deverá ser da empresa indicada pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS e o seu custo da instalação deverá ser pago pelo associado. Todo veículo que não tiver o equipamento de rastreamento instalado no prazo máximo de 5 (cinco) dias após a Inspeção prévia, não terá nenhum direito aos benefícios aos quais faz jus em caso de roubo ou furto (simples ou qualificado). A comprovação da instalação será mediante apresentação de documento fiscal da rede conveniada, protocolado na sede da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, ou mediante Inspeção prévia. Por ter sido cientificado acerca de tal condição, o Associado não poderá reclamar nada em juízo ou fora dele em caso da não observância do disposto neste item. Cabe sempre ao Associado comprovar a instalação e o perfeito funcionamento do sistema de segurança através de prova idônea produzida junto à Associação.

2- DA IMPRESCINDÍVEL LEITURA INTEGRAL DO REGULAMENTO.

2.1- No ato da filiação são entregues diversos documentos, para os Associados, o Regulamento fica disponível no site www.upclubedebeneficios.com.br/regulamento.html, explicando o conteúdo, sendo assim, o Associado possui o prazo de 5 (cinco) dias corridos para a leitura e caso não concorde poderá solicitar o cancelamento, justificado por escrito na sede da Associação. Assim, deixamos claro que após este período considera-se a concordância com o todo o regulamento, não podendo reclamar em juízo em fora dele.

2.2- As cláusulas contidas no regulamento são as regras que devem ser seguidas pelos Associados e pela Associação. 3- DA PROTEÇÃO CONCEDIDA

A proteção concedida pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS é realizada através de rateio mensal dos prejuízos entre os Associados, conforme as cláusulas deste regulamento.

(2)

3.1. DOS BENEFÍCIOS BÁSICOS QUE SERÃO RATEADOS ENTRE OS ASSOCIADOS: 3.1.1- Colisão, capotamento, abalroamento e Granizo;

3.1.2- Roubo ou furto do veículo, simples ou qualificado;

3.1.3- Incêndio (desde que não seja provocado pelo Associado, a requerimento deste ou por ato de vandalismo por quem quer que seja), bem como despesas necessárias para socorro e salvamento do veículo, observados o contrato de assistência 24 horas que está disponível na sede da Associação;

3.1.4- As rodas, pneus e câmaras de ar estão garantidos desde que não afetados isoladamente desde que não seja provocado pelo Associado, a requerimento deste ou por ato de vandalismo por quem quer que seja, e serão indenizados no valor correspondente ao estado de conservação em que os mesmos se encontravam no momento imediatamente anterior ao da ocorrência do evento, ou seja, os pneus com até 3 (três) meses de uso serão pagos integralmente, com apresentação da nota fiscal e aqueles acima de 3 meses, serão restituídos de acordo com seu estado de conservação no percentual máximo de 50% (cinquenta por cento).

3.1.5- Serão inclusos no benefício, ainda, os acessórios que fizerem parte do veículo no momento da inspeção inicial, desde que sejam originais de fábrica e constantes na nota fiscal de compra do veículo (a cláusula se aplica aos equipamentos de som, rodas de liga leve e pneus com perfil recomendado, DVD, teto solar e aerofólio).

3.1.6- Dos Benefícios Especiais – Coberturas Avulsas: Os benefícios especiais são opcionais. Para contratar os Associados devem aderir expressamente no termo de filiação, ou termo de adesão ou em documento equivalente, e terão valores pré-fixados, valores estes acrescidos a mensalidade.

3.1.6.1- Os benefícios especiais são: Assistência 24 horas, Carro Reserva, Vidros, Faróis e Retrovisores, dentre outros.

3.1.6.2- Os benefícios especiais serão implementados por livre espontânea vontade da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, visando o interesse dos Associados, ressaltando que estes benefícios são contratados através de convênio com empresas terceirizadas com um contrato por tempo indeterminado, bem como caso o Associado tenha interesse deverá além de aderir, observar o previsto no Regulamento de cada benefício que estará disponível no site e/ou na sede da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS.

3.1.6.3- O Custo para acionamento dos benefícios especiais de Vidros, Faróis e Retrovisores será no importe de 30% do valor total da execução do serviço.

3.1.6.4- Os benefícios especiais de Vidros, Faróis e Retrovisores, se restringem a 2 (dois) acionamentos a cada 12 meses, a partir da data de pedido de inclusão na proposta de filiação.

4- DOS PREJUÍZOS QUE NÃO SERÃO RATEADOS ENTRE OS ASSOCIADOS:

4.1- Responsabilidade civil facultativa, lucros cessantes, danos emergentes, danos materiais, pessoais, corporais e morais ao Associado, aos terceiros, aos transeuntes e aos ocupantes do veículo, bem como diárias, e danos materiais ocasionados direta ou indiretamente da paralisação do veículo danificado e cadastrado, do Associado ou de terceiros, mesmo sendo em consequência da Proteção veicular.

4.2- Eventos danosos decorrentes da inobservância das leis em vigor, principalmente do Código de Trânsito Brasileiro; Como por exemplo, dirigir sem possuir carteira de habilitação ou estar com a mesma suspensa/vencida/caçada, ou ainda, não ter habilitação adequada conforme categoria do veículo, utilizar inadequadamente o veículo com relação à lotação de passageiros, dimensão, peso e acondicionamento de carga transportada, alterações nas características originais;

4.3- Desgaste natural ou pelo uso, deterioração gradativa e vício próprio, defeito de fabricação, defeito mecânico, defeito da instalação elétrica do veículo, vibrações, corrosão, ferrugem, umidade e exposição ao sol e chuva;

4.4- Negligência do Associado, arrendatário ou cessionário na utilização do veículo, bem como na adoção de todos os meios razoáveis para salvá-lo e preservá-lo durante ou após a ocorrência de qualquer evento;

4.5- Atos praticados em estado de insanidade mental e ou tóxicas, estando embriagado, ou sob suspeita de embriaguez, que se recuse a realizar exames de etilômetro ou de sangue, conforme legislação atual vigente;

(3)

4.6- Em caso de suspeita de embriaguez o Associado deve entregar os exames laboratoriais ou outros que forem solicitados pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, sob pena de não poder usufruir dos benefícios.

4.7- O plano de proteção veicular NÃO COBRE despesas de qualquer natureza referente à regularização do veículo perante os órgãos de trânsito e do Estado, como por exemplo, baixa de impedimento, taxas, certidões, imposto sobre a propriedade do veículo (IPVA), Seguro DPVAT, taxa de licenciamento, diárias no depósito, emplacamento, vistoria para emissão do certificado de segurança veicular CSV, dentre outras.

4.8- Danos causados a qualquer tipo de carga transportada;

4.9- Perdas e danos ocorridos durante a participação do veículo em competições, apostas, prova de velocidade (racha), inclusive treinos preparatórios, mesmo que autorizados por quem de direito, bem como perdas ou danos decorrentes de apropriação indébita, estelionato, extorsão mediante fraude ou furto.

4.10- Multas impostas, composições civis, transações penais, fianças impostas e despesas de qualquer natureza referente a processos administrativos e judiciais (em qualquer área);

4.11- Os danos que forem previamente constatados e relacionados na Inspeção na vistoria Prévia do veículo;

4.12- Promover Reparos de avarias sofridas no veículo cadastrado e terceiros sem a vistoria e autorização prévia da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, em qualquer situação (sobe pena de não poder usufruir dos benefícios e enviar cobranças futuras a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS).

4.13- Despesas decorrentes de qualquer tipo de remoção ou deslocamento do veículo danificado (Ex.: reboque), que não sejam autorizadas pela diretoria da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

4.14- Fuga do condutor do veículo à ação policial ou abandonar o veículo no momento do acidente; O abandono do veículo poderá ser considerado manipulação dos fatos ocorridos no ato da colisão e/ou tentativa de não se confrontar com as autoridades, caso aconteça tal fato, os prejuízos não serão rateados. Caso seja necessário o atendimento hospitalar, apresentar o laudo médico.

4.15- Deixar de comunicar à Associação a ocorrência de evento, logo que o saiba dentro do prazo de 24 horas, quando constatado que a omissão injustificada impossibilitou à Associação a evitar ou atenuar as consequências do evento;

4.16- Evento decorrente do trânsito em estradas ou caminhos não abertos ao tráfego ou de areias fofas ou movediças, bem como por praias e regiões ribeirinhas, mesmo que tenha sido autorizado pelo órgão competente de trânsito;

4.17- Os acessórios, equipamentos como blindagem, capota e carroçarias que façam parte ou não do modelo de série do veículo, exceto e quando houver proteção específica para eles;

4.18- Evento causado por ato de hostilidade ou de guerra declarada, ou por ato de autoridade constituída, radiação, poluição, contaminação, vazamento, revolução, vandalismo, tumultos, motins, greves, lock-out, depredações, pichações, vingança, rebelião, destruições deliberadas do bem protegido, com o uso de arma de fogo ou qualquer objeto contundente, material incendiário e, inclusive, pontapés, ainda que em situações isoladas ou fora do controle habitual do Associado e/ou da Associação, sendo ou não possível identificar e individualizar precisamente os seus autores;

4.19- O Associado deixar de dar conhecimento de qualquer citação, reclamação ou intimação relativa a qualquer evento com o veículo protegido;

4.20- Danos causados por fenômenos naturais tais como: furacões, ciclones, terremotos, submersão por inundações, alagamentos de água doce, erupções vulcânicas e outros de força maior bem como, caso fortuito.

4.21- Dano material entre veículo do Associado com veículo do sócio, cônjuge, parentes de 1º e 2º grau ascendentes ou descendentes do Associado ou empresa Associada, bem como furto, roubo ou incêndio cometidos pelos descritos acima; 4.22- Danos causados em garagem ou estacionamento;

(4)

4.23- Nos casos de danos causados por incêndio não estarão protegidos veículos movidos a GNV (gás natural veicular) que estejam fora dos padrões exigidos por legislações pertinentes.

4.24- Avarias Pré-existentes.

4.25- Inobservância de velocidade máxima permitida, agravando o risco do acidente.

4.26- Falta de manutenção preventiva no veículo que comprovada via sindicância demonstre que tal negligência agravou o risco do acidente.

4.27- Avanço de sinal de trânsito e/ou parada obrigatória que comprovadamente via testemunhal ou via sindicância que o Associado tenha tido atitude imprudente ou negligente tornando-se o causador do fato, conforme artigo 208 do Código de Trânsito Brasileiro: Avançar o sinal vermelho do semáforo ou o de parada obrigatória.

4.28- Além dos acidentes diretamente ocasionados pela inobservância das disposições legais e do Código de Trânsito Brasileiro, a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS ficará isenta de qualquer obrigação decorrente da filiação de Associado em casos de:

a) Omissão, inverdade, contradição ou inexatidão de informações pelo Associado/condutor/proprietário em qualquer hipótese, seja por divergência na descrição dos fatos relativos à causa, natureza, gravidade e causador do evento, utilização do veículo, mudanças no veículo, dentre outros.

b) Fraudes, má-fé ou atos contrários à lei por parte do Associado, seus beneficiários, representantes ou usuários dos bens cadastrados na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

c) Submeter o veículo de responsabilidade do Associado e cadastrado na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS a riscos desnecessários ou atos imprudentes antes, durante e após o acidente, bem como agravar os danos ou expor-se a situações que comprometam a segurança e a integridade física de pedestres que estiverem transitando perto do local do acidente;

d) Celebrar acordos de qualquer natureza, relacionados ao evento sem a anuência expressa e formal da Associação UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

e) O não cumprimento de obrigações financeiras descritas neste regulamento. f) Veículo com mandado de busca e apreensão expedido ou a expedir.

PARAGRAFO PRIMEIRO: O veículo deverá estar em dia com os impostos, taxas e toda a documentação necessária para a sua circulação, caso contrário, o Associado não terá nenhum direito aos benefícios oferecidos pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS aos quais faz jus em caso de acidentes, incêndio, furto ou roubo, tendo em vista que o mesmo não se encontrava apto para transitar em via pública.

PARAGRAFO SEGUNDO: Caso o Associado/condutor descumpra com as leis vigentes a indenização não será realizada. A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS parte do pressuposto que caso o veículo não esteja em conformidade com as Leis, bem como se o Associado/condutor estiver com alguma irregularidade ou não possua a CNH o mesmo não deveria estar em vias públicas e não deveria estar dirigindo, assim sendo o acidente não ocorreria. Neste caso o Associado/condutor assume toda a responsabilidade, não podendo reclamar em juízo ou fora dele.

5- DAS CONDIÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DOS BENEFÍCIOS 5.1. Das Contribuições:

a) Será cobrada de todos os Associados periodicamente, taxa de administração por veículo de sua responsabilidade e cadastrado junto a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, a título de despesas administrativas, auxílio de custos operacionais e demais custos da Associação. Os valores relativos ao rateio dos acidentes serão cobrados mensalmente junto com a taxa de administração e outras despesas. Esta cobrança deverá ser feita através de boleto

(5)

bancário ou outra forma que venha ser estabelecido somente pela Diretoria Executiva, SENDO VEDADAS EXPRESSAMENTE OUTRAS FORMAS DE PAGAMENTO SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA DESTA

ASSOCIAÇÃO, TAIS COMO DEPÓSITOS EFETUADOS EM CONTA BANCÁRIA DE

TITULARIDADE DA UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

b) Caso o Associado opte pelo recebimento do boleto via correio eletrônico (e-mail) e verificado a possibilidade, e neste caso sendo autorizado o envio pelo correio eletrônico a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS fica desobrigada a remeter o boleto impresso;

c) O Valor da taxa de administração será ajustado conforme decisão da diretoria;

d) A arrecadação é calculada entre o dia 1º (primeiro) e último dia de cada mês. Esta será gerada para o 10º (décimo) ou 20º (vigésimo) dia do mês subsequente ou em data divergente sob autorização, formalizada via e-mail ou na proposta de filiação, da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS. Ressaltando que a mensalidade é cobrada no sistema PÓS-PAGO, primeiro utiliza e depois paga.

e) O Associado inscrito na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS fica obrigado a pagar também, o valor do rateio mensal.

PARAGRAFO ÚNICO: Ciente da sua obrigação prevista nos itens acima, o Associado não poderá invocar em benefício próprio, em juízo ou fora dele, o não recebimento do boleto como escusa de pagamento, uma vez que recai sobre o mesmo adotar providências para sanar o ocorrido.

5.2- Do Rateio

5.2.1- A distribuição em Rateio será feita da seguinte forma:

a) Mensalmente será apurado o somatório de todos os prejuízos decorrentes de acidentes, incêndios, furtos ou roubos, granizo, bem com o serviço de assistência 24 horas, e divididos pelo número de cotas total do grupo.

b) Cada Associado pagará pelo rateio de acordo com sua cota de participação proporcional ao valor do bem protegido, de acordo com a Tabela de Cotas.

c) Tabela de cotas e valores deverá ser consultada na recepção da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, por telefone (31) 3046-8900 ou direto com o consultor que realizou o atendimento.

d) Os valores destinados a Rateio serão acrescentados às Taxas administrativas e demais serviços contratados pelo Associado e enviados por boleto bancário ou outra forma estabelecida pela Diretoria Executiva da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS.

e) Valores correspondentes à inadimplência no mês de apuração também poderão ser rateados pelo grupo. Caso o débito seja quitado, será creditado o valor apurado ao prejuízo do mês subsequente.

f) A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS se faculta a optar entre o item “E” acima e o item 6.2. 5.3. DA COTA PARTICIPAÇÃO

5.3.1- Em qualquer hipótese de repartição de prejuízo (inclusive furto e roubo), o Associado responsável pelo veículo danificado, além de seu boleto mensal, terá uma “participação no prejuízo”, onde pagará através da denominada “cota-participação” um percentual calculado conforme o valor do bem obtido na FIPE.

a) Para veículo Leve será devido 5% (cinco por cento), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$ 850,00. No caso de veículos de aluguel, locadora, taxi e veículo de transporte remunerado através de aplicativo (ex. uber, cabify, 99pop e outros) a cota de participação será de 6% (seis por cento) sendo que o valor mínimo não poderá ser inferior a R$ 1.200,00.

b) Para veículo Importado e classificados como especiais será devido 8% (oito por cento), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$1.600,00; No caso de veículos de aluguel, locadora, taxi e veículo de transporte remunerado através de aplicativo (ex. uber, cabify, 99pop e outros) a cota de participação será de 10% (dez por cento) sendo que o valor mínimo não poderá ser inferior a R$ 1.800,00.

c) Para veículo Caminhonete e Caminhonete Mista será devido 6% (seis por cento), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$1.400,00; No caso de veículos de aluguel, locadora, taxi e veículo de transporte

(6)

remunerado através de aplicativo (ex. uber, cabify, 99pop e outros) a cota de participação será de 10% (dez por cento) sendo que o valor mínimo não poderá ser inferior a R$ 1.800,00.

d) Para veículo Utilitário será devido 6% (seis por cento), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$1.800,00; No caso de veículos de aluguel, locadora, taxi e veículo de transporte remunerado através de aplicativo (ex. uber, cabify, 99pop e outros) a cota de participação será de 6% (seis por cento) sendo que o valor mínimo não poderá ser inferior a R$ 1.800,00.

e) Para veículo Kombi será devido 6% (seis por cento), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$ 1.200,00; O mesmo se aplica no caso de veículos de aluguel, locadora, taxi e veículo de transporte remunerado através de aplicativo (ex. uber, cabify, 99pop e outros).

5.3.2- Cota de participação para Motocicletas

a) Para Motocicleta de Passeio será devido 5% (cinco por cento), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$850,00 para veículos cadastrados na cota 1; valor mínimo de R$ 1.200,00 para cota 2; e R$1.400,00 para demais cotas.

b) Para Motocicleta especial será devido 6% (seis por cento), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$1.400,00 para veículos cadastrados na cota 1; e R$1.600,00 para demais cotas.

c) Para Motocicleta categoria aluguel será devido 6% (seis por cento), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$ 1.400,00 para veículos cadastrados na cota 1; e R$1.600,00 para demais cotas.

5.3.3- A cota de participação é cobrada em todo e qualquer acionamento e deverá ser paga à vista, com cheque ou dinheiro, ressaltando que na hipótese de pagamento com cheque o serviço será autorizado após a compensação do cheque. Após a autorização dos serviços será gerada a cota de participação e liberado o veículo para oficina após o pagamento do respectivo valor; é facultado a Diretoria Executiva a realização ou não de sindicância. Durante o procedimento de sindicância os prazos ficam suspensos.

5.3.4- Não será cobrado cota de participação na hipótese de acionamento apenas de 3º (terceiro) (conserto do veículo), no entanto se o Associado acionar a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, durante o período de 12 (doze) meses subsequentes, para o conserto do veículo de sua responsabilidade, do 3º (terceiro) novamente ou de ambos, será cobrada uma cota de participação, sendo esta elevada em 2 (duas) ou mais vezes, conforme cláusula abaixo 5.3.5.

5.3.5- Caso o Associado necessite utilizar algum benefício por mais de uma vez no período de 12 (doze) meses, em veículo de sua responsabilidade e cadastrado na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS ou de 3º (terceiro), terá o valor da cota-participação elevada em 2 (duas) vezes, ou seja: se sua cota-participação é de R$ 880,00 (oitocentos e oitenta reais), no segundo fato será cobrado o valor de R$ 1.760,00 (hum mil setecentos e sessenta reais. Decorridos os 12 (doze) meses sem que o Associado receba quaisquer benefícios, a Cota-participação voltará ao seu valor original.

5.3.6- Na eventualidade de roubo, furto e indenização integral, será cobrado o valor da cota de participação sobre o mesmo percentual estabelecido no item 5.3.1 ou 5.3.2. Se o veículo for recuperado e houver a necessidade de ratear possíveis danos ocorridos no mesmo, a cota de participação será convertida para execução dos reparos.

5.3.7- A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS poderá exigir o pagamento de duas ou mais cotas de participação, caso seja constatado por perito nomeado pela Diretoria que as avarias presentes no veículo danificado se referem a acontecimentos (acidentes) diferentes.

5.3.8- A proteção de 3º (terceiro) é entendida como ressarcimento exclusivo a veículos em danos materiais, sendo considerado como 3º (terceiro) os veículos envolvidos no acidente.

5.3.9 – Em caso de Ressarcimento Integral e Parcial deverá realizar o pagamento referente a cota de participação. 6- DA INADIMPLÊNCIA

6.1- O Associado que inadimplir o boleto na data de seu vencimento, terá seu veículo desprotegido automaticamente da Proteção Veicular. A partir de 30 dias, CANCELADA (proteção veicular cancelada), independente de aviso prévio, comunicação ou cobrança.

(7)

6.1.1- A EXCLUSÃO automática da Proteção Veicular na situação descrita no item 6.1 não desonera a responsabilidade do Associado em pagar pelas prestações de serviço já realizadas, tanto pela Associação e/ou pelas terceirizadas, bem como pelos dias proporcionais da proteção veicular já utilizado, e os valores referentes à adesão.

6.1.2- Além da penalidade citada no item 6.1, fica pactuado que o Associado perderá o direito de reivindicar qualquer prejuízo que porventura seu veículo venha a sofrer.

6.1.3- O atraso no pagamento do valor mensal da proteção veicular ou de qualquer outro valor devido a Associação implicará no acréscimo de multa de 2% (dois por cento) sobre o valor mensal, a incidência de atualização monetária e juros de mora de 0,033% (trinta e três milésimos por cento) ao dia, que equivale a 1% (um por cento) ao mês, calculado por rata die.

6.2- Após 30 (trinta) dias de atraso no pagamento do boleto bancário, o Associado inadimplente poderá ter seu nome encaminhado aos órgãos de proteção ao crédito (tais como, SPC, SERASA, dentre outros), podendo ainda o título ser protestado, sem prejuízo da propositura da Ação Judicial competente para recebimento do débito.

6.3- O prazo para o Associado requerer a segunda via do boleto, sem nova inspeção/vistoria do veículo, é de no máximo 5 (cinco) dias corridos, a contar da data de seu vencimento. Cabendo ressaltar que após a data de vencimento original o veículo estará totalmente desprotegido, e qualquer dano ocorrido durante o período de inadimplência não será coberto pelo PPA da Associação, sendo assim, o Associado perderá o direito de reivindicar qualquer prejuízo que porventura seu veículo venha a sofrer.

6.4- Decorrido o prazo acima, caso o Associado tenha interesse em reativação da proteção, deverá realizar nova inspeção no veículo, desde que cumpra com a quitação de todos os débitos existentes de sua responsabilidade para com a Associação, pagando, inclusive, a “Taxa de Reativação” (valor será determinado pela diretoria e podendo ser alterado a qualquer tempo). A proteção e assistência 24 horas terão início após 48 horas úteis, contados do dia da nova inspeção. 7- DA SAÍDA/CANCELAMENTO, DA EXCLUSÃO E READMISSÃO

7.1- A SAÍDA/CANCELAMENTO se dará por requerimento ou por exclusão.

7.1.1- Por Requerimento: O Associado deverá comunicar pessoalmente ou por e-mail (cadastrado no termo de filiação) sua intenção de desligamento à UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, fixando sua assinatura em formulário próprio que será cedido pela Associação, ficando responsável pelo pagamento equivalente ao mês subsequente à sua comunicação, bem como pela quitação dos boletos vencidos, se houver.

7.1.1.1- O Associado pode sair/cancelar sua filiação até dia 20 de cada mês, estando em dia, exceto se tiver utilizado algum dos benefícios conferidos pela Associação. Caso tenha utilizado o Associado deverá permanecer afiliado por mais 3 (três) meses a contar da data de acionamento. Ainda, em nenhuma hipótese terá qualquer tipo de ressarcimento de valores quando de sua saída da Associação, tendo em vista a natureza e objeto do associativismo.

7.1.1.2- Ainda, o Associado que se tornar inadimplente sem comunicar sua intenção de desligamento à Associação, ficará responsável pelo pagamento de todos os valores devidos, valores estes que poderão ser cobrados judicialmente ou extrajudicialmente, sofrendo as devidas correções, além de juros.

7.1.2- Por Exclusão: A exclusão ocorrerá conforme artigo 6º, do Estatuto Social (ex: inadimplência, processo contra a Associação, agressões contra os Associados, Diretores ou Colaboradores, etc...), cabendo a decisão à Diretoria Executiva, cessando a sua obrigação após a quitação do débito existente junto a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, ou seja, as obrigações assumidas pelo Associado enquanto integrante desta Associação, mesmo depois de sua saída do corpo social, somente cessarão após o seu cumprimento integral, dentre elas, o pagamento de valores em aberto.

7.1.2.1- Quando a saída do Associado se der por exclusão, esta somente se efetivará após processo administrativo que assegure ao interessado oportunidade a ampla defesa e ao contraditório, devendo o Associado infrator ser notificado dos motivos que a determinaram. Após o recebimento da notificação, o Associado terá o prazo de 10 (dez) dias corridos a contar da data do recebimento, para, se quiser, apresentar sua defesa escrita endereçada à Diretoria Executiva, nos termos do art. 6º do Estatuto Social. Mantendo-se inerte o Associado, ultrapassado o prazo para apresentação da defesa, efetivar-se-á sua exclusão. Não será aceita defesa enviada via e-mail (internet), ou via fax, devendo a mesma ser protocolizada diretamente na sede da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS.

(8)

7.2- DA READMISSÃO: A readmissão do Associado ao Corpo Social é da competência da Diretoria Executiva ou decisão da Assembleia Geral. Ressaltando que somente poderá ser autorizada depois de comprovada a inexistência de débitos em nome do pretendente; É possível a reativação do Associado excluído por inadimplência das suas obrigações sociais, desde que, primeiramente, cumpra com a quitação de todos os débitos existentes de sua responsabilidade para com a Associação, pagando, inclusive, a “Taxa de Reativação” (valor será determinado pela diretoria e podendo ser alterado a qualquer tempo), para, posteriormente, nos casos em que for exigido, encaminhar o veículo eventualmente indicado à sede da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, para a realização de uma nova Inspeção, OU se necessário à visita de funcionário, que neste caso poderá ser cobrada taxa de deslocamento, sendo a inspeção/vistoria indispensável para sua reativação.

7.2.1 Se o automóvel não estiver nas condições do momento em que foi feita a proteção veicular (assinatura da Proposta de Filiação) e o Associado tiver interesse em reativar a proteção veicular, a Associação não terá responsabilidade sobre os eventos ocorridos no período em que o veículo ficou desprotegido (proteção veicular cancelada), sendo registrado, mediante fotos pelo vistoriador da Associação e pela assinatura de nova Proposta de Filiação, as atuais condições do automóvel. 8. PROCEDIMENTO EM CASO DE ACIDENTE, ROUBO OU FURTO.

8.1- PROCEDIMENTOS EM CASO DE ACIDENTE/INCÊNDIO OU INDENIZAÇÃO INTEGRAL: a) Comunicar imediatamente a polícia;

b) Avisar imediatamente a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

c) Apresentar a documentação necessária, conforme descrito no item 9.1 deste regulamento;

d) Apresentar o veículo no local indicado ou nas oficinas indicadas para inspeção, aguardando autorização para iniciar quaisquer reparos;

e) Não fazer acordos sem autorização da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS.

f) Exigir da empresa prestadora de serviço de guincho o Laudo de Vistoria do veículo acidentado, feito no local do acidente, antes do deslocamento do mesmo. Atentar-se ao CHECK-LIST, a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS não se responsabiliza por danos causados pelo prestador terceirizado e nem pelos objetos deixados no automóvel.

g) Em caso de acidente o Associado não poderá abandonar o veículo, salvo em situações que haja necessidade de atendimento hospitalar. O abandono do veículo poderá ser considerado manipulação dos fatos ocorridos no ato da colisão e/ou tentativa de não se confrontar com as autoridades, sendo, caso aconteça tal fato, será negado automaticamente o processo de Comunicado de Acidente.

h) Em acidentes com envolvimentos de 3º (terceiro), identificá-lo, no registro policial juntamente com os dados de duas testemunhas do acidente.

i) Somente serão beneficiados os prejuízos em que o boletim de ocorrência for lavrado em até 24 horas do evento, sem ressalvas.

j) Pagamento da cota-participação.

8.2- PROCEDIMENTOS EM CASO DE FURTO/ROUBO: a) Comunicar imediatamente a polícia;

b) Avisar imediatamente a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

c) Apresentar a documentação necessária, conforme descrito no artigo 9.1 deste regulamento;

d) Havendo rastreador deverá acionar imediatamente a empresa de monitoramento e pedir a localização; e) Assinar procuração por instrumento público, dando pleno poderes a Associação para futuras ações. f) Pagamento da cota-participação.

g) Somente serão beneficiados os prejuízos em que o boletim de ocorrência for lavrado em até 24 horas do evento, sem ressalvas.

h) Liberação do veículo junto a órgãos competentes em caso de recuperação do bem, salientando que qualquer custo com diária/estadia é de responsabilidade exclusiva do Associado;

8.3- Ocorrido acidente, furto, roubo ou incêndio o Associado não pode abandonar as sobras do veículo sobrevindas de tais situações e deve tomar as medidas possíveis para a sua proteção.

(9)

DO PRAZO

8.4- O Associado deverá comunicar imediatamente a Associação e terá o prazo improrrogável de até 30 (trinta) dias, contados da data do fato para requerer o termo de acionamento. Devendo pagar ainda o valor da cota-participação, tendo em vista a programação do rateio. Não sendo obedecido o prazo aqui estabelecido, o Associado perde o direito de requerer os benefícios.

9- DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA EM CASO DE ACIDENTE, ROUBO OU FURTO.

9.1- Toda a documentação solicitada pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS para indenização de um acionamento será de responsabilidade do Associado, que deverá providenciar sua entrega na sede da Associação, sob pena de não receber o valor da mesma. Caso seja necessário, o Associado deverá fornecer uma procuração assinada com firma reconhecida por autenticidade, dando plenos poderes a um Representante nomeado pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, para resolução de questões perante terceiros envolvidos em acidentes que sejam de interesse da Associação.

9.2- EM CASO DE DANOS PARCIAIS (acidente ou incêndio):

a) Cópia do cartão de CNPJ do Associado, quando pessoa jurídica; b) CPF e RG do Associado, quando pessoa física;

c) Comprovante de residência (última conta de água, luz ou telefone);

d) Boletim de ocorrência expedido pela autoridade competente, original ou cópia autenticada; e) Xerox da carteira de habilitação dos condutores dos veículos;

f) Xerox do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo); g) Termo de Acionamento;

h) Cópia do último boleto pago; i) Pagamento da Cota-participação.

9.3- INDENIZAÇÃO INTEGRAL (acidente ou incêndio): 9.3.1- Em se tratando de Associado pessoa física:

a) Cópia do CPF e RG do Associado;

b) Comprovante de residência (última conta de água, luz ou telefone);

c) CRV (recibo) original devidamente preenchido a favor da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS ou a favor de quem esta indicar, assinado e com firma reconhecida por autenticidade;

d) CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) original com a prova de quitação de todos os impostos e taxas devidas relativas ao veículo;

e) Boletim de ocorrência expedido pela autoridade competente, original ou cópia autenticada; f) Xerox da carteira de habilitação do condutor do veículo;

g) Chaves do veículo;

h) Manual do proprietário, quando possuir;

i) Certidão negativa de roubo, furto e multa do veículo;

j) Termo de quitação assinado e com firma reconhecida por autenticidade; k) Termo/comprovante de desalienação/quitação do veículo, caso seja financiado;

l) Procuração por instrumento público, a despesa desta é de responsabilidade do Associado; m) Cópia do último boleto pago para a Associação;

n) Pagamento da Cota-participação.

9.3.2- Em se tratando de Associado pessoa jurídica:

a) CRV (recibo) original devidamente preenchido a favor da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS ou a favor de quem esta indicar, assinado e com firma reconhecida por autenticidade;

(10)

b) CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) original com a prova de quitação de todos os impostos e taxas devidas relativas ao veículo;

c) Boletim de ocorrência expedido pela autoridade competente, original ou cópia autenticada; d) Xerox da carteira de habilitação do condutor do veículo;

e) Chaves do veículo;

f) Manual do proprietário, quando possuir;

g) Certidão negativa de roubo, furto e multa do veículo; h) Cópia do cartão de CNPJ;

i) Cópia do Contrato Social ou Estatuto Social, e alterações, se existirem;

j) Nota fiscal de venda à UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, quando o objetivo social da empresa for indústria, comércio, importação, exportação, etc. (Prestadoras de Serviço e Leasing não necessitam emitir a nota fiscal supramencionada);

k) Termo de quitação assinado e com firma reconhecida por autenticidade;

l) Procuração por instrumento público, a despesa desta é de responsabilidade do Associado; m) Termo/comprovante de desalienação/quitação do veículo, caso seja financiado;

n) Cópia do último boleto pago para a Associação; o) Pagamento da Cota-participação.

9.3.3- EM CASO DE INDENIZAÇÃO INTEGRAL DECORRENTE DE ROUBO OU FURTO (simples ou qualificado):

a) Todos os documentos exigidos nos itens 9.3.1. e 9.3.2 exceto quanto à nota fiscal; b) Extrato do DETRAN (débitos e restrições) constando queixa de roubo ou furto; c) Certidão negativa de multa do veículo;

d) Certidão de “Não Localização” do veículo expedida pelo órgão competente; e) Termo de quitação assinado e com firma reconhecida por autenticidade; f) Termo/comprovante de desalienação/quitação do veículo, caso seja financiado;

g) Procuração por instrumento público, a despesa desta é de responsabilidade do Associado; h) Pagamento da Cota-participação.

9.4- DOCUMENTOS EM CASO DE FALECIMENTO DO ASSOCIADO.

Nos casos em que o condutor/Associado/proprietário do veículo cadastrado junto a esta Associação vier a falecer e/ou necessitar de qualquer tipo de atendimento hospitalar em virtude de acidente automobilístico, além dos documentos necessários para o ressarcimento de prejuízos previsto nos itens acima deste Regulamento, o Associado e/ou herdeiro (s) deverá (ão) apresentar ainda:

a) Atestado de Óbito, se for o caso; b) Laudo de Necropsia do de cujus;

c) Prontuário Médico do Associado e/ou condutor, constando o exame clínico;

d) Laudo Pericial do veículo envolvido no acidente e cadastrado na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, e demais documentos que a Diretoria entender necessários ao ressarcimento do prejuízo;

e) Número e cópia do processo em caso de inventário, sendo que o valor da indenização somente será pago mediante deposito judicial no processo de inventário.

10- RESSARCIMENTOS DAS COBERTURAS

10.1- A Diretoria se reserva o prazo de 15 dias úteis para analise financeira, jurídica e cotação de peças. Após findar estes procedimentos inicias, o setor de eventos entrará em contato para que seja efetuado o pagamento da cota de participação. Os reparos terão início SOMENTE após o pagamento da cota de participação.

10.2- Ressarcimento Parcial:

10.2.1- Em caso de Ressarcimento Parcial, do veículo incluso ao PPA junto a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, esta somente autorizará o início do reparo do veículo a partir da entrega de toda a documentação exigida, do devido preenchimento do Comunicado de Acidente, do devido pagamento da cota de participação, e da constatação de quitação de

(11)

todas as obrigações financeiras, tais como: pagamento de Taxa de Adesão, Mensalidade do PPA ou qualquer outra vinculada ao Associado e seu respectivo veículo cadastrado, junto a esta Associação.

10.2.2- O reparo do veículo será suspenso a partir do momento em que for solicitada alguma documentação complementar, no caso de dúvida fundada e justificável, sendo reiniciado o reparo a partir do primeiro dia útil posterior àquele em que forem apresentados os respectivos documentos. O mesmo poderá acontecer se fatos novos induzirem ao processo de sindicância.

10.2.3- Toda avaria pré-existente no veículo constatada na vistoria prévia e formalizada na proposta de filiação, bem como em fotos tiradas no ato da devida vistoria, será sempre de responsabilidade do Associado que deverá arcar com o valor do reparo daquela avaria, havendo correlação com o acidente ou não.

10.2.4- Não haverá, contudo, estipulação de prazo para entrega do veículo em caso de reparos de colisões, visto que a disponibilidade de oficinas e a disponibilidade de peças no mercado fogem do controle da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, entretanto, os esforços serão para que sejam liberados os serviços e peças o mais breve possível.

10.3- Ressarcimento Integral:

10.3.1- O ressarcimento integral somente será pago mediante apresentação dos documentos que comprovem os direitos de propriedade do Associado sobre o veículo com evento de Perda Total, Roubo ou Furto, contanto que este não tenha sido localizado oficialmente até o momento final do processo de evento.

10.3.2- Caso o Associado não seja o proprietário do veículo, no momento da indenização integral o Associado terá que assinar em conjunto com o proprietário, ou seja, no momento da indenização integral o Associado e proprietário devem assinar em conjunto à quitação, sob pena de perda da proteção ou não recebimento da indenização.

10.3.3- O Associado deverá estar em dia com eventuais prestações oriundas de financiamento, leasing ou outra forma de parcelamento utilizado na aquisição do veículo, bem como estar quite com os impostos e documentação necessária para a sua circulação, caso contrário, o Associado não terá nenhum direito aos benefícios oferecidos pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

Forma e prazo de pagamento

10.3.4- Em caso de Ressarcimento Integral do veículo cadastrado, a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS terá prazo médio para o ressarcimento de 90 (noventa) dias, dando preferência como forma de ressarcimento à substituição de bem, contados a partir da entrega de toda a documentação exigida e/ou conclusão do processo de sindicância (sendo que este processo de sindicância não possui prazo pré-estabelecido para conclusão), em caso de roubo, furto ou em caso de acidente/colisão/incêndio que a Diretoria Executiva entenda passível de sindicância. No decorrer deste prazo, a Diretoria Executiva, por meio do setor responsável, buscará no mercado um veículo compatível considerando o modelo e ano ou, caso seja do interesse do Associado, um veículo de modelo e/ou ano divergentes do cadastrado, que seja sua tabela FIPE o valor máximo do item a ser ressarcido.

10.3.4.1- Casos excepcionais de não ser achado um veículo compatível, o ressarcimento será feito no valor ajustado do veículo (tabela FIPE) nos termos do presente regulamento. O pagamento será feito através de cheque nominal e cruzado ao beneficiário legal da proteção ou ainda por transferência bancária, podendo o valor ser segmentado, observando o limite de rateio mensal, não excedendo o rateio de maneira exorbitante considerando a média da arrecadação mensal, sempre deduzindo a participação do Associado diretamente prejudicado no evento danoso.

10.3.5- A indenização será paga sempre ao proprietário legal do veículo, juntamente com o Associado, salvo em caso de falecimento que será realizado somente no inventário.

10.3.6- Caso o Associado ou proprietário venha a óbito a indenização será paga após a abertura de inventário, no qual o valor será depositado em juízo e os herdeiros somente receberão com autorização judicial.

10.3.7-A contagem do prazo poderá ser suspensa ainda, no caso que for instaurado inquérito policial para apurar as causas do acidente, do furto ou do roubo, com indícios e/ou suspeita de fraude, que possa comprometer futuros ressarcimentos.

(12)

Veículo financiado

10.3.8- Caso o Associado necessite utilizar os benefícios oferecidos por esta Associação, e recaindo sobre o veículo por ele indicado, qualquer tipo de financiamento, leasing, alienação fiduciária, ou qualquer outra forma de parcelamento do valor do bem, ao Associado recai a obrigação de levantar junto ao credor documento hábil e idôneo para sua quitação integral, com o valor igual ou inferior a ser ressarcido ou indenizado pela Associação, conforme Tabela FIPE.

10.3.9- Na hipótese do valor do financiamento ser maior que o valor da indenização (Tabela FIPE) deve o Associado pagar sua parte para a financeira e apresentar o comprovante, e em seguida a Associação pagará a sua parte, realizando a quitação integral.

10.3.10- Caso o veículo seja financiado ou arrendado, deve ainda ser providenciada a baixa do gravame e entrega dos documentos em caso de arrendamento mercantil, com firma reconhecida das assinaturas, nos termos do item 9.3 deste regulamento;

10.3.11- Toda a documentação deverá estar livre e desembaraçada de qualquer ônus, sendo que, no caso de Alienação Fiduciária, o Associado deverá apresentar a “Carta de Anuência”. O veículo protegido que encontrar-se arrendado, o ressarcimento integral será devido à instituição financeira constante no Contrato de Arrendamento Mercantil.

10.4 - Condições gerais aos Ressarcimentos (Parcial e Integral):

10.4.1- O valor total das despesas nunca poderá ultrapassar o valor do veículo obtido na tabela FIPE, obtida na data do evento.

10.4.2- Haverá ressarcimento integral do valor do veículo, de acordo com a avaliação obtida junto à tabela FIPE (www.fipe.org.br) quando o montante para reparação do bem atingir ou ultrapassar 75% (setenta e cinco por cento) do referido valor, na data do aviso do evento danoso, salientando que o valor da FIPE é verificado conforme data do modelo do veículo.

10.4.3- Os ressarcimentos integrais dos veículos abaixo serão realizados em 70% (setenta por cento) do valor da FIPE, ou seja, serão descontados 30%, conforme as alíneas abaixo:

a) Tiver o número do chassi remarcado; b) Ter sido objeto de perda total (PT); c) For procedente de Leilão;

d) Tiver sido indenizado em algum outro órgão ou por outra instituição pública ou privada;

10.4.4- Caberá à Diretoria Executiva a escolha de ressarcir integralmente o valor do veículo ou de promover o conserto do mesmo em caso de danos parciais, sempre observando o melhor interesse econômico para a Associação.

11- DAS OFICINAS CREDENCIADAS:

11.1- Objetivando um atendimento rápido e de qualidade aos Associados e respectivos veículos protegidos, a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS poderá manter um quadro próprio ou terceirizado de oficinas credenciadas, com custo de peças e mão de obra previamente ajustadas.

11.2- Todo ressarcimento parcial será sempre precedido de apuração do custo de mão-de-obra e de peça(s) de substituição, dando sempre prioridade para execução do serviço de reparo do veículo ou pela compra da(s) peça(s) pela Associação diretamente do fornecedor ou, quando de interesse da Associação, pela oficina com melhor preço, obedecendo a padrões de qualidade e garantia não se falando aqui em prestação de serviços em concessionárias autorizadas e/ou peças originais. 11.3- A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS terá sempre a concessão para adquirir e fornecer peças necessárias ao reparo dos veículos danificados, para as oficinas credenciadas.

11.4- Caso o Associado protegido queira executar o reparo do seu veículo fora das oficinas credenciadas poderá fazê-lo, ficando desde já expressamente pactuado que os valores pagos serão, no máximo, os que seriam ajustados nos melhores orçamentos das oficinas credenciadas, obedecendo aos critérios de avaliação citados no subitem acima. Se o

(13)

valor orçado for acima do cotado pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS a diferença será de responsabilidade do Associado que deverá assinar termo formal de compromisso. A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS não se responsabiliza pelo serviço prestado por oficina de escolha do Associado.

11.5- Somente depois de autorizada pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, a oficina poderá iniciar os reparos no veículo. 11.6- Somente serão substituídas as peças que não derem recuperação, seguindo condições de compra do item 11.7. 11.7- A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS sempre recorrerá à aquisição de peças no mercado alternativo, priorizando sempre a qualidade das mesmas, entendendo-se como mercado alternativo, peças novas paralelas e/ou peças originais usadas compradas em fornecedores que prezem por procedência das peças.

11.8- Caso seja necessária à substituição de peças ou partes do veículo que esta protegida e tais peças ou partes não possam ser adquiridas no mercado brasileiro ou devido à indisponibilidade, a ASSOCIAÇÃO assumirá a responsabilidade de tão somente pagar o custo das peças ou das partes similares existentes no mercado brasileiro. E neste caso, a ASSOCIAÇÃO não se responsabilizará pelas indisponibilidades de peças ou partes do veículo protegido, seja pela simples falta no mercado ou pela opção do fabricante de não mais produzi-la. Caso seja afetada uma única peça ou parte de um conjunto a ASSOCIAÇÃO somente será responsável pela peça ou parte diretamente afetada pelo dano;

11.9- Após realizado o reparo o Associado deverá promover o resgate do seu veículo (no local indicado) no prazo de 48 horas, não importando em qualquer espécie de depósito o período referido.

a)- Em caso de descumprimento do estabelecido no item acima, é facultada a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS a possibilidade de cobrança pela diária do veículo que estará sob sua posse direta, ou a quem designado;

b)- A mora do Associado importará, ainda, na impossibilidade de responsabilização da Associação por quaisquer danos ou avarias causadas por fatos de terceiros, bem como caso imprevisto e motivos de força maior;

c)- Caso seja necessária uma ação judicial as despesas decorrentes desta (custas de processos, honorários, etc.) serão de responsabilidade do Associado.

12- DAS SOBRAS, SUCATAS, VEÍCULOS RECUPERADOS DE ROUBO OU FURTO E RECEBIMENTO DE TERCEIROS.

12.1- Localizado o veículo, será o Associado imediatamente comunicado para que tome as providências necessárias (retirada de impedimentos junto aos órgãos competentes), ficando o veículo sob sua responsabilidade assim como suspenso o direito a qualquer reembolso, a partir do momento da comunicação;

12.2- Recuperados o veículo após o pagamento do reembolso, a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS utilizará da procuração/autorização e documento de transferência devidamente assinado, para providenciar sua regularização e liberação junto aos órgãos competentes, tendo todos os direitos sobre o bem. Em caso do veículo ser localizado e este não comunicar a Associação dentro do prazo e havendo pagamento de diárias será de responsabilidade do Associado;

12.3- A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS venderá o veículo que for roubado e, posteriormente localizado, bem como a sucata remanescente nos casos em que o valor do prejuízo igualar e/ou ultrapassar 75% (setenta e cinco por cento) da tabela FIPE para ser recuperado.

12.4- A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS não tem qualquer responsabilidade sobre o destino final das sobras do veículo. No entanto, cabe a Associação dar preferência de compra a pessoas credenciadas e/ou de credibilidade junto ao mercado de compra de sobras de veículos para que o destino final destes equipamentos esteja dentro de todos os procedimentos legais. 12.5- Indenizado o acidente, todas as sobras do veículo passarão automaticamente, de forma livre e desembaraçada de quaisquer ônus, à propriedade da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS por sub-rogação automática de direito.

12.6- As peças trocadas dos veículos acidentados, que possam ou não ser recuperadas, poderão ser vendidas pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, sendo a receita obtida pela venda, creditada aos participantes da Proteção Veicular.

(14)

12.7- Em caso de prejuízos pagos pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, causados por terceiros, e, posteriormente recebidos, o valor será creditado aos participantes da Proteção Veicular na forma de rateio.

13- DAS OBRIGAÇÕES DO ASSOCIADO

13.1- Agir com lealdade e boa-fé com os demais Associados e com a Associação, sempre zelando pelo seu regular funcionamento e buscando alcançar os fins institucionais;

13.2- Cumprir todas as normas estabelecidas no Estatuto Social e neste Regulamento, bem como outras a serem expedidas formalmente pela Diretoria Executiva;

13.3- Pagar em dia os boletos enviados, além de contribuir no prazo e na forma estabelecida pela Diretoria Executiva em relação ao rateio de prejuízos ocasionados nos veículos cadastrados na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

13.4- Manter o veículo cadastrado na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS e de sua responsabilidade em bom estado de conservação;

13.5- Dar imediato conhecimento a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, sob pena de perda da proteção, caso haja: a) Mudança de domicílio fiscal;

b) Alteração na forma de utilização do veículo; c) Transferência de propriedade ou venda do veículo; d) Alteração das características do veículo;

e) Acidente, incêndio, furto ou roubo;

f) Qualquer alteração nas informações do Associado constante em seu cadastro.

13.6- O Associado deve tomar todas as providências ao seu alcance para proteger e zelar pela segurança do veículo de sua responsabilidade, evitando a agravação dos prejuízos;

13.7- Empenhar todos os esforços para ser ressarcido de prejuízos causados por terceiros, minimizando assim os prejuízos a serem suportados por todos associados inscritos na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS;

13.8- Comunicar e comparecer imediatamente a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS com o veículo para realização de inspeção ou local indicado, e as autoridades policiais competentes logo após a ocorrência de acidente, incêndio, roubo ou furto (simples ou qualificado) envolvendo o veículo indicado e cadastrado na UP CLUBE DE BENEFÍCIOS. Avisar imediatamente a empresa de rastreamento solicitando relatório, além de requerer a lavratura do Boletim de Ocorrências por autoridade policial competente, fazendo constar detalhadamente os fatos, os danos ocorridos no veículo, nome e endereço de eventuais testemunhas, e mais, em caso de furto ou roubo (simples ou qualificado) do veículo, dizer sobre o local exato onde se encontrava o bem e suas chaves, tanto a principal como a reserva.

No caso de acidentes, a lavratura do Boletim de Ocorrências deverá ser realizada no local do acidente, sendo proibido ao Associado dispensar a adoção de tais medidas.

13.9- Caso o Associado não adote as medidas constantes nos itens acima logo após o fato, a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS NÃO irá ratear os prejuízos advindos deste, tampouco efetuar o pagamento de eventual indenização pretendida; 13.10- Aguardar a autorização da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS para iniciar a reparação de quaisquer danos, sob pena de responder o Associado pelos prejuízos ocorridos no(s) veículo(s), bem como ter seu benefício negado;

13.11- O Associado/condutor deverá ficar à disposição da Associação para exames ou diligencias com o intuito de elucidar o acidente e suas consequências, sob pena de não poder usufruir dos benefícios.

13.12- Sempre ler atentamente espaço reservado para mensagens no boleto de pagamento mensal e no site www.upclubedebeneficios.com.br, que são também (Observando o cumprimento do Estatuto) os meios de instrumentos oficiais de comunicação da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS com seu Associado. Todas as informações realizadas através de boleto enviado aos Associados, o vincularão a partir do pagamento do boleto, ou da postagem da mensagem no site. Sendo que caso haja discordância, terá o prazo de 5 (cinco) dias úteis para se manifestar, sob pena de presumir-se a sua concordância.

(15)

13.13- Em caso de furto ou roubo caso o Associado seja informado pelas autoridades competentes que o veículo foi localizado, este deve comunicar imediatamente a Associação, tendo em vista que há um prazo para retirada do pátrio, sob pena de pagamento de diárias.

13.14- E caso o Associado não informe dentro do prazo o pagamento das diárias será de responsabilidade do Associado. 13.15- Caso o Associado descumpra qualquer das cláusulas acima e deste regulamento a Associação não o indenizará. 14- DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

14.1- O veículo deverá ser previamente cadastrado junto a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS por meio da “Inspeção Prévia”, a ser realizada no ato de sua indicação pelo Associado, arquivando-se fotos e todos os documentos necessários.

14.2- A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS não realiza, na “prévia”, nenhuma avaliação do valor de mercado do veículo e da motocicleta, nem da legalidade de procedência, sendo esta de inteira responsabilidade do Associado.

14.3- O veículo indicado pelo Associado e cadastrado junto a esta Associação, não poderá estar cadastrado em outra Associação que o seu objetivo social for o mesmo ou congênere ao da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, e nem estar protegido por seguros particulares, salvo por seguro contra terceiros, sob pena de o Associado perder seus direitos em relação aos benefícios oferecidos por esta Associação e ser excluído do corpo social. Ressaltando-se que toda alteração deverá ser comunicada a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, sob pena de perda da proteção veicular.

14.4- Para poder usufruir dos benefícios oferecidos pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, o Associado deverá estar rigorosamente quite com todas as suas obrigações perante a Associação, principalmente quanto ao pagamento das mensalidades e do valor devido a título de rateio para ressarcimento de prejuízo sofrido por algum dos Associados, além de cumprir as demais obrigações estabelecidas neste regulamento e no Estatuto Social.

14.5- Será adotada a tabela divulgada pela FIPE, conjugada com o seu respectivo fator de ajuste. A tabela substituta (segunda tabela de referência), divulgada pela revista MOLICAR, será utilizada em caso de extinção ou interrupção da tabela de referência adotada originalmente. Na eventualidade de não existir o modelo do veículo cadastrado nesta Associação nas tabelas mencionadas ou pela extinção das mesmas, poderá a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS obter, à sua livre escolha e conveniência, avaliação do mesmo junto a 03 (três) revendedoras de veículos, realizando a média dos valores. 14.6- A UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, no intuito de tentar reduzir as ocorrências de tentativas de fraudes nas solicitações de benefício, independentemente de aceitação do Associado, poderá contratar empresas especializadas para realizar investigações e/ou sindicâncias sobre as circunstâncias do fato e havendo quaisquer divergências/omissões/contradições de informações ou constatado má-fé por parte do Associado este perderá o direito de todas as indenizações, podendo ainda ser excluído da Associação.

14.7- Em caso de acidente provocado por culpa de terceiro, e no intuito de minimizar o valor do rateio mensal, caberá ao Associado, inicialmente, efetuar a tentativa do recebimento relativo ao dano diretamente do terceiro culpado. Salientando que caso o Associado venha ser ressarcido por terceiro NÃO PODERÁ REALIZAR O TERMO DE ACIONAMENTO para reparo de seu veículo, haja vista que caso o faça estará sendo ressarcido em duplicidade, o que geraria Enriquecimento Ilícito.

14.8- Para maior comodidade de seus Associados, a UP CLUBE DE BENEFÍCIOS poderá firmar contrato com empresa especializada na prestação de serviços 24 horas, Assistência Jurídica, Clube de Benefícios, entre outros, a qual, sendo contratada, passará a determinar as condições para utilização de tais serviços através de manuais disponíveis no site ou na sede da Associação.

14.9- Qualquer reparação de prejuízo somente será paga mediante apresentação de todos os documentos requeridos pela UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, sob pena do Associado não poder usufruir dos benefícios.

(16)

15- SUB-ROGAÇÃO

15.1- Tendo o Associado recebido qualquer valor da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, ou ainda, se teve seu veículo recuperado/consertado por intermédio da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, em havendo culpa de terceiro na ocorrência do acidente, o direito de cobrança por estes valores será sub-rogado pelo Associado à UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, sendo certo que, caso o Associado receba qualquer valor correspondente ao ressarcimento de algum prejuízo em duplicidade, terá que ressarcir à UP CLUBE DE BENEFÍCIOS, podendo ainda ter sua proteção CANCELADA.

15.2- Ressalta-se que o Associado não pode praticar qualquer ato que venha a prejudicar o direito de sub-rogação da Associação contra terceiros responsáveis pelos eventos, não se permitindo que faça o Associado, com os mesmos, acordo ou transações.

16- FORO

16.1- Fica eleita a Comarca de onde estiver localizada a sede da UP CLUBE DE BENEFÍCIOS para dirimir quaisquer dúvidas que surgirem relativas a este Regulamento, Estatuto Social da Associação ou qualquer outro fato, afastando quaisquer outros foros por mais privilegiados que sejam.

Contagem, 02 de Janeiro de 2019.

───────────────────── UP CLUBE DE BENEFÍCIOS

Imagem

Referências

  1. (www.fipe.org.br)
temas relacionados :