Agente Químico

Top PDF Agente Químico:

Avaliação epidemiológica dos pacientes vítimas de queimadura ocular pelo agente químico cal no Serviço de Oftalmologia do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba.

Avaliação epidemiológica dos pacientes vítimas de queimadura ocular pelo agente químico cal no Serviço de Oftalmologia do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba.

Objetivo: Avaliar o perfil epidemiológico dos pacientes vítimas de queimadu- ra ocular pelo agente químico cal, no Serviço de Oftalmologia do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, enfatizando-se os casos de queimadu- ras oculares pela “Bomba de Cal”. Métodos: Estudo prospectivo de 88 pacientes com queimadura ocular pela cal (cal sem explosão ou bomba de cal), que procuraram o serviço de Pronto Atendimento do referido hospital no período de setembro de 1999 a setembro de 2000. Resultados: Dos 88 pacientes avaliados 73 (82,95%) foram vítimas de queimadura ocular pela cal no ambiente de trabalho e 15 (17,24%) foram vítimas da “Bomba de Cal” (brincadeira regional). A maioria dos pacientes examinados foi do sexo masculino, com faixa etária entre 20 e 40 anos, com predomínio de queimadura ocular unilateral e grau I quando vítimas de acidente de trabalho e bilateral e grau IV quando a queimadura foi resultante da “Bomba de Cal”. Conclusão: Comparando-se os grupos estudados observou-se que o grupo vítima de queimadura ocular pela “Bomba de Cal” apresentou maior agravo à saúde ocular demonstrado, neste estudo, pela bilateralidade, gravidade das lesões e idade mais precoce de acometimento dos pacientes.
Mostrar mais

4 Ler mais

Lesão aguda esôfago - gástrica causada por agente químico.

Lesão aguda esôfago - gástrica causada por agente químico.

As lesões gástricas graves ocorreram em cinco pacientes, sendo que três (60%) evoluíram com estenose de antro e dois pacientes (40%) faleceram (um caso por choque séptico, após 20 dias d[r]

8 Ler mais

Avaliação da dureza e rugosidade superficial de material reembasador resiliente submetido a agente químico de limpeza e a escovação simulada

Avaliação da dureza e rugosidade superficial de material reembasador resiliente submetido a agente químico de limpeza e a escovação simulada

Oliveira (2005), em sua dissertação de mestrado avaliou o efeito da escovação mecânica e de agentes de limpeza sobre as características superficiais e na dureza Shore A de materiais reembasadores resilientes. Foram utilizados os materiais Luci Soft (Dentsply), Molloplast-B (Dentax) e Softliner (Tokuyama), os agentes de limpeza Hipoclorito de Sódio a 0,5% e Efferdent (Warner-Lamber Co- EUA), a escova dental extra macia Johnson & Johnson Reach Professional e o dentifrício Sorriso Dentes Brancos (Kolynos do Brasil). Foram confeccionadas 30 amostras de cada material. Dez amostras foram submetidas à escovação mecânica e 20 imersas em agente de limpeza. Foram utilizados 2 agentes de limpeza: 1) Hipoclorito de Sódio a 0,5% a 37 + 1ºC, durante 20min; 2) Efferdent, a 37 + 1ºC, durante 15min. Após as imersões, as amostras foram lavadas e imersas em água destilada, a 37 ± 1ºC, pelo período restante das 24h. Esse processo foi repetido 8 vezes por dia, durante 90 dias (720 ciclos). Após a escovação, todos apresentaram valores estatisticamente diferentes entre si, na seguinte crescente: Softliner, Molloplast-B e Luci Soft. A imersão em Efferdent promoveu diminuição significativa dos valores de dureza para todos os materiais. A imersão em Hipoclorito de Sódio promoveu diminuição significativa dos valores de dureza dos materiais Softliner e Molloplast-B.
Mostrar mais

53 Ler mais

O uso das pastilhas de paraformaldeído por instituições de saúde do Brasil: parte II.

O uso das pastilhas de paraformaldeído por instituições de saúde do Brasil: parte II.

Sabe-se que o gás formaldeído polimeriza-se sobre as superfícies dos artigos, podendo formar uma fina película residual do paraformaldeído. O cuidado na remoção de resíduos é inerente a todos os processamentos de artigos, por qualquer agente químico. Do universo total de respostas aos questionários apenas 35,22% fazem tratamento dos artigos antes da sua utilização sendo a remoção do resíduo de Paraformaldeído feito com soro fisiológico em 86,20%; com álcool a 70% em 2,29%; por meio de compressa úmida em 3,34%; com água corrente em 3,44% e por outras formas não especificadas 2,29%.
Mostrar mais

9 Ler mais

Queimaduras oculares químicas: epidemiologia e terapêutica.

Queimaduras oculares químicas: epidemiologia e terapêutica.

Gráfico 2 - Freqüência de queimaduras oculares segundo o agente químico, de pacientes atendidos no Setor de Emergência de Oftalmolo- gia de um hospital universitário.1. Massa fina/cal; 2. Álcool; 3. Ácidos de limpeza; 4. Catalizador de bateria; 5. Acetona; 6. Soda cáustica; 7. Hipoclorito de sódio; 8. Cianoacrilato; 9. Thinner; 10. Gás de geladeira;

5 Ler mais

Os biomarcadores e sua aplicação na avaliação da exposição aos agentes químicos ambientais.

Os biomarcadores e sua aplicação na avaliação da exposição aos agentes químicos ambientais.

Além destes estudos citados acima, os estudos epidemiológicos sobre as popula- ções humanas podem estabelecer os riscos associados a um determinado agente quí- mico. No entanto, ao estudar as substâncias químicas presentes no ambiente, a fragilida- de principal destes estudos se deve a eles serem relativamente pouco eficazes para determinar se os efeitos observados na saú- de são o resultado direto da exposição a uma substância química em particular. Pelo fato de de ser necessário ocorrer uma exposição a um agente químico durante um período longo para que possam ser observadas dife- renças perceptíveis em uma população, a Epidemiologia não deve ser a base das deci- sões regulamentares 2 . Entretanto, a Epide-
Mostrar mais

13 Ler mais

Terapia fotodinâmica no tratamento de neoplasias

Terapia fotodinâmica no tratamento de neoplasias

É o caso da PDT, que con- siste na utilização combinada de um agente químico, que atua como fotossensibilizador (photosensitizer - PS), e de radiação de comprimentos de onda padronizado[r]

77 Ler mais

Influência de agentes físicos e químicos sobre a trimetilamina e bases voláteis totais de Oreochromis niloticus

Influência de agentes físicos e químicos sobre a trimetilamina e bases voláteis totais de Oreochromis niloticus

(adição de hidróxido de amônio), verificamos que ocorreram alterações nas concentrações de bases voláteis totais e não nas concentrações de trimetilamina nos períodos avaliados. Essa diferença provavelmente ocorreu porque as bases voláteis totais são formadas por várias moléculas orgânicas mais reativas do que a molécula de trimetilamina para o agente químico hidróxido de amônio. Com base nisso, observamos no experimento que o agente químico influenciou as bases voláteis totais nos períodos avaliados e apresentou concentrações baixas de bases voláteis totais comparados com os demais tratamentos no primeiro dia de avaliação.
Mostrar mais

8 Ler mais

Rev. esc. enferm. USP  vol.9 número2

Rev. esc. enferm. USP vol.9 número2

As autoras realizaram um levantamento bibliográfico cole- tando dados atualizados sobre a utilização dos agentes químicos desin- fetantes hospitalares, levando-se em consideração suas possibilidades e suas limitações. São abordados na fundamentação científica o conceito de desinfecção e esterilização, as condições necessárias para a ação efe- tiva de um agente químico, os critérios de escolha do agente químico, e a classificação dos agentes químicos utilizados em equipamentos e ma- teriais médico-cirúrgicos.

19 Ler mais

O uso das pastilhas de paraformaldeído pelas instituições de saúde do Brasil: parte I.

O uso das pastilhas de paraformaldeído pelas instituições de saúde do Brasil: parte I.

Um levantamento nacional foi realizado junto às 6907 Instituições de Saúde, por meio de um questionário com o objetivo de reconhecer e descrever o uso das pastilhas de Paraformaldeído como agente microbicida. Houve um retorno de 443 (6,41%) correspondências das quais 253 (57,89%) afirmaram fazer uso deste agente químico. Vários artigos de uso médico-hospitalares com indicação de esterilização por autoclavação, são processados por meio das pastilhas de Paraformaldeído nas Instituições pesquisadas, demonstrando critérios norteadores inadequados na escolha do processo. Considerando-se a baixa difusibilidade do gás em questão, um outro uso inadequado detectado das pastilhas de Paraformaldeído foi no processamento de artigos com lúmens e os de densidade. A percepção das enfermeiras quanto às perspectivas do uso das pastilhas de Paraformaldeído, como agente químico esterilizante, em condições ambientais é de desuso, apontando para uma busca de tecnologias mais seguras.
Mostrar mais

9 Ler mais

Épocas de manejo químico de Brachiaria decumbens antecedendo o plantio direto de soja.

Épocas de manejo químico de Brachiaria decumbens antecedendo o plantio direto de soja.

semeadura no mesmo dia do manejo químico ocasiona um dano mecânico nas plantas, pelos discos de corte, de distribuição do fertilizante e de distribuição das sementes, prejudicando a translocação do herbicida na planta; por conseguinte, houve maior rebrote nas par- celas com esse tratamento, contribuindo para sua menor eficácia (Tabela 1). Por isso, esse tratamento apresentou a segunda maior reinfestação na avaliação aos 45 DAS e não diferiu significativamente daquele em que a dessecação foi realizada aos 28 dias antes da semeadura da soja, na avaliação aos 148 DAS. Esses resultados diferem dos encontrados por Oliveira Jr. et al. (2006), que estudaram o manejo químico de Bidens pilosa antes da semeadura da soja e constataram que a prin- cipal diferença entre os períodos de manejo químico foi a velocidade de morte das plantas manejadas, que tem implicação direta no grau de cobertura do solo no momento da semeadura.
Mostrar mais

6 Ler mais

Um sistema multiagente para otimização do transporte florestal

Um sistema multiagente para otimização do transporte florestal

Essa possibilidade de modificação de valores de atributos permite que diferentes simulações sejam realizadas considerando distintos tempos de carregamento, o que pode representar a utilização de determinado método de carregamento (manual, mecanizado ou semimecanizado) ou de máquinas com diferentes capacidades operacionais. De fato, o tempo de carregamento exerce significativo impacto no número de ciclos por turno de trabalho, principalmente quando o transporte está sendo realizado a curtas distâncias (MACHADO et al., 2009). Isto mostra a necessidade de ser considerar tal fator na construção do agente citado. Alves et al. (2013) encontraram valores na ordem de 3 a 7% do tempo gasto no ciclo operacional apenas para o carregamento do veículo, destacando sua importância no planejamento operacional.
Mostrar mais

82 Ler mais

O Agente Diplomático

O Agente Diplomático

A Rússia Soviética, porém, em virtude de decreto do Conselho dos Comis­ sários do Povo, de 4 de junho de 1918, renunciou de sua parte ao disposto no Regulamento de Viena, admitindo uma categoria uniforme para todos os seus agentes diplomáticos no exterior: êstes são denominados representantes pleni- potenciários. Contudo, a fim de evitar certas dificuldades nas questões de pre­ cedência, o Govêrno soviético adotou a prática de indicar entre parêntesis, nas credenciais, depois das palavras “representante plenipotenciário” a classifica­ ção do agente de acôrdo com o Regulamento de Viena. (3 )
Mostrar mais

14 Ler mais

Eng. Sanit. Ambient.  vol.10 número4

Eng. Sanit. Ambient. vol.10 número4

O livro foi escrito tendo sido estruturado em oito partes, sendo cada uma destas subdivididos em capítulos que ver- sam sobre assuntos semelhantes. A primei- ra parte (Conceitos Fundamentais) apre- senta um total de quatro capítulos que apre- sentam ao leitor os conceitos básicos que possibilitarão ao mesmo um perfeito en- tendimento dos capítulos posteriores. O autor apresenta um capítulo especial (Ca- pítulo 2) sobre as diferentes formas de ex- pressar concentrações de poluentes na fase líquida e gasosa, com inúmeros exemplos que auxiliam o leitor no entendimento do assunto. Também deve ser ressaltado o Ca- pítulo 3, que versa sobre fundamentos da termodinâmica aplicada a química aquáti- ca e que oferece toda a base teórica para o entendimento do equilíbrio químico de so- luções.
Mostrar mais

1 Ler mais

Oseltamivir, uma correlação de deslocamento químico de 13C/  Oseltamivir, a 13C chemical displacement correlation

Oseltamivir, uma correlação de deslocamento químico de 13C/ Oseltamivir, a 13C chemical displacement correlation

De modo a conseguir uma aplicação generalizada de um fator de escalonamento ao GIAO-HDFT 13 C deslocamento químico, é desejável combinar uma excelente precisão de MAD (desvio médio absoluto) e RMSD (erro quadrático médio). A comparação dos dados demonstrou uma grande concordância entre deslocamento químico de RMN experimental e calculada. Para a molécula OST MAD e RMSD antes (depois), em ppm, a aplicação do fator de escala é: 4,90 (3,82) e 6,77 (5,41), respectivamente.

7 Ler mais

Avaliação de Riscos Químicos nas Fábricas da Sovena

Avaliação de Riscos Químicos nas Fábricas da Sovena

Relativamente à quantidade necessária de álcool, na prática, utiliza-se um excesso de álcool uma vez que obriga a deslocar o equilíbrio químico no sentido direto, isto é, na síntese dos ésteres e permite a obtenção de um rendimento de cerca de 99,7%. A razão molar álcool para óleo é de 6 moles para 1 mol. Em comparação com o etanol, a quantidade necessária de metanol por cada 1 000 litros é menor (90 kg face aos 130 kg do etanol), apresenta uma velocidade de reação duas vezes mais rápida que o etanol, tem um tempo de reação e temperaturas menores e, portanto, acarreta menores custos energéticos. Assim, além do metanol ser mais barato, a quantidade usada e os custos energéticos associados permitem um menor investimento. O álcool que não é utilizado deve ser recuperado e reciclado para, uma vez mais, minimizar os custos operacionais e também os impactes ambientais. Por fim, em relação à recuperação do metanol, este é consideravelmente mais fácil de recuperar do que o etanol pois não forma azeótropo com a água, sendo necessária apenas uma destilação simples. (Van Gerpen, Shanks, Pruszko, Clements, & Knothe, Feedstock Preparation, 2004) (Freire, 2002)
Mostrar mais

286 Ler mais

O uso de um produto à base de papaína na remoção seletiva do tecido cariado: uma revisão de literatura / The use of papain-based product in the selective removal of cariated tissue: a literature review

O uso de um produto à base de papaína na remoção seletiva do tecido cariado: uma revisão de literatura / The use of papain-based product in the selective removal of cariated tissue: a literature review

Papacárie Duo® é utilizado para remoção químico-mecânica da cárie dentária, tal processo ocorre através do amolecimento químico que acontece exclusivamente no tecido cariado infectado e devido à quebra de moléculas de colágeno parcialmente degradadas, facilitando a remoção da dentina cariada amolecida e não passível de remineralização, através de instrumentos manuais. Desta maneira, obtém-se a remoção minimamente invasiva do tecido cariado, preservando o tecido dental sadio, não provocando irritações pulpares, minimizando a dor do paciente e a concentração de aerossóis no consultório odontológico (ALMAZ et al., 2016; FRONZA et al., 2017; BASTOS et al., 2019).
Mostrar mais

9 Ler mais

Licopeno como agente antioxidante.

Licopeno como agente antioxidante.

Os níveis de licopeno nos produtos processados são geralmente maiores do que os encontrados em alimentos crus, dado que há concentração do produto no processamento, como pode ser visto n[r]

10 Ler mais

Agente de Notícias personalizado

Agente de Notícias personalizado

O primeiro objetivo passa pela categorização e subcategorização das notícias. As notícias dos jornais online já se encontram agrupadas por categorias, mas não temos informação sobre as suas subcategorias e uma categoria abrange muitos temas. Se o agente for apenas disponibilizar ao utilizador notícias com base nas suas categorias preferidas, irá oferecer também conteúdo fora do interesse do utilizador. Por exemplo, dentro da categoria "desporto" temos as várias modalidades desportivas, atletas, clubes desportivos, etc, e supondo que um determinado utilizador tem inter- esse em notícias de futebol. O agente, neste caso iria associar este utilizador como tendo interesse em notícias de desporto e iria disponibilizar-lhe todo o tipo de notícias dentro desta categoria.
Mostrar mais

106 Ler mais

Condição imunológica de bovinos das raças Holandesa e Nelore frente a Babesia bovis e B. bigemina em duas regiões do Estado de São Paulo.

Condição imunológica de bovinos das raças Holandesa e Nelore frente a Babesia bovis e B. bigemina em duas regiões do Estado de São Paulo.

Ainda, analisando-se o Quadro 3, constata-se uma diferença significativa para B. bovis entre as regiões estudadas, onde os animais da raça Nelore, pertencentes ao Município de Avaré apre- sentaram maior soroprevalência que os de Presidente Prudente. Avaré, ao contrário de Presidente Prudente, é caracterizada como uma região de predominância de pecuária leiteira e de cruza- mento industrial, com a utilização de bovinos de raças B. taurus e seus mestiços, caracterizados como raças pouco resistentes a B. microplus. Há, portanto, maior contaminação das pastagens e com isso uma maior chance de inóculo do agente.
Mostrar mais

5 Ler mais

Show all 2613 documents...

temas relacionados