Alteração de carga tributária

Top PDF Alteração de carga tributária:

Carga Tributária: um estudo sobre o sistema tributário do Brasil

Carga Tributária: um estudo sobre o sistema tributário do Brasil

Foi aprovado em 1961, que deverá ser reajustado para cada exercício o mínimo de isenção do IR das pessoas físicas, assim como os abatimentos relativos aos encargos de família implicando também a alteração da tabela do Imposto Complementar Progressivo; no exercício de 1962 a retenção na fonte teve seu âmbito largamente ampliado, a obrigatoriedade da informação dos dividendos de ações ao portador na declaração das Pessoas Físicas para a incidência do Imposto Complementar; a cobrança de 15% sobre o deságio do valor nominal da emissão ou negócio de qualquer título por Pessoa Jurídica; foi aprovado também a obrigatoriedade, a partir do exercício de 1963, na declaração das Pessoas Físicas a relação pormenorizada dos bens móveis e imóveis, que no país ou no estrangeiro constituem seu patrimônio ou dos dependentes; e ainda a obrigação da declaração dos rendimentos com dividendos líquidos de ações ao portador para incidência do imposto complementar, salvo se o portador das ações, para manter o anonimato, pagasse uma taxa de 45% mais o imposto vigente (FGV, 1966).
Mostrar mais

75 Ler mais

Uma análise do comportamento e dos efeitos da carga tributária na economia brasileira no período de 1980 a 2012

Uma análise do comportamento e dos efeitos da carga tributária na economia brasileira no período de 1980 a 2012

Entretanto, em 1985 o Brasil registrou uma carga tributária mensurada na importância de 24,06% do PIB. Fazendo um paralelo com o ano de 1973 (25,05%) pode-se observar um declínio na carga tributária na importância de 1% aproximadamente. Gremaud, Vasconcellos e Tonedo Júnior (2007) mencionam que nesse período, ocorreu o primeiro choque do petróleo, com elevação substancial dos preços do elemento fundamental da matriz energética mundial. A reação da economia brasileira foi configurada pelo II Plano Nacional de Desenvolvimento que acabou dando nome ao período que vai de 1974, depois do chamado milagre econômico, até o final da década. As consequências dessa opção, bem como das novas alterações no cenário internacional no final da década (novo choque do petróleo, alteração substancial da política econômica norte-americana e moratória mexicana) marcaram o início da década seguinte, período de recessão na economia brasileira em função da reação à chamada crise da dívida externa.
Mostrar mais

66 Ler mais

ANÁLISE DO IMPACTO DA CARGA TRIBUTÁRIA DO ICMS EM UMA EMPRESA IMPORTADORA E REVENDEDORA DE CHAPAS DE AÇO

ANÁLISE DO IMPACTO DA CARGA TRIBUTÁRIA DO ICMS EM UMA EMPRESA IMPORTADORA E REVENDEDORA DE CHAPAS DE AÇO

A redução de alíquota de ICMS, aplicável a operações interestaduais com produtos considerados importados para 4% (quatro por cento), causou impactos tributário e contábil nos resultados operacionais das empresas brasileiras. Dessa forma, este trabalho tem por objetivo geral, simular os impactos que a alteração da alíquota causará na apuração de ICMS de uma empresa importadora e revendedora de chapas de aço localizada no Estado do Ceará. Foi realizada uma pesquisa descritiva, bibliográfica, e qualitativa, com um estudo de caso em que se analisou os resultados da empresa em três cenários distintos. No primeiro, verificou-se os resultados da sociedade antes da entrada em vigor da redução de alíquota de ICMS. No segundo caso, analisou-se as diferenças nos resultados da empresa ocasionados pela nova carga tributária estipulada pelo Senado Federal, a partir de janeiro de 2013, sem se considerar a baixa do saldo credor de ICMS na formação de preço de venda da sociedade. Por fim, estudou-se a alteração no lucro da empresa caso a baixa de ICMS seja incluída na formação de preço. Considerou-se ainda que o saldo credor de ICMS, acumulado em virtude da redução da alíquota de venda de ICMS no segundo e terceiro casos não seria passível de realização, tendo em vista que a empresa estudada não realiza vendas de outras mercadorias que possam consumir o saldo credor ora acumulado, e, por isso, foi considerado perda na análise. Como resultado, verificou-se que, a baixa de ICMS do segundo cenário reduziu o Lucro Líquido da empresa a quase zero. Com relação ao terceiro cenário, verificou-se um acréscimo final em seus resultados, quando comparados com os auferidos em 2012, na ordem de 10%.
Mostrar mais

21 Ler mais

Os determinantes institucionais da carga tributária : a experiência  latino-americana 1990-2008

Os determinantes institucionais da carga tributária : a experiência latino-americana 1990-2008

As mudanças na atividade econômica, com tudo que implica para a base tributável, refletem, na verdade, o componente gradual dos pequenos incrementos anuais. As mudanças na estrutura social que afetam o acesso dos cidadãos à tributação (por exemplo, a mudança da agricultura para o trabalho industrial, ou o percentual de participação feminina na força de trabalho) ocorrem gradualmente, cumulativamente. Ainda que nenhuma alteração particular de leis tributárias venha a ser determinante por si só, uma série constante de pequenas mudanças numa única direção – por exemplo, um aumento nas contribuições sociais, ou uma falha em aumentar os tributos sobre o fumo no mesmo patamar inflacionário – vai se acumulando aos poucos (ROSE, 1985).
Mostrar mais

214 Ler mais

carga tributária e regressividade da tributação no brasil: uma análise da estrutura tributária brasileira entre 2002 e 2012

carga tributária e regressividade da tributação no brasil: uma análise da estrutura tributária brasileira entre 2002 e 2012

Apesar do que descrito até aqui, a análise de incidência não cessaria no equilíbrio parcial exposto anteriormente, uma vez que os efeitos da tributação se espalham para mercados e indivíduos alheios àquele sobre o qual a tributação fora aplicada. Portanto, é viável que em equilíbrio geral haja alterações em bens e fatores terceiros em relação àqueles tributados. É possível que ocorra aumento na demanda por outros produtos – derivado da diminuição das compras do bem taxado – podendo aumentar o preço desses produtos simultaneamente à queda do preço do bem originalmente tributado; ou ainda mudanças nas demandas de diversos fatores de produção, ocasionadas com a alteração das cestas consumidas, pelo efeito descrito anteriormente. É possível haver a substituição da demanda de um produto tributado intensivo em capital por outros intensivos em trabalho, aumentando o retorno do trabalho e diminuindo o do capital, criando novas transformações nos recursos das famílias. Os autores, entretanto, creditam ao raciocínio de equilíbrio parcial um padrão forte a ser verificado mesmo em equilíbrio geral, sendo ele a predominância do efeito da tributação sobre produtos no lado de usos das famílias, isto é, quando consumidoras. Já a tributação sobre os fatores de produção mantém seus aspectos de equilíbrio parcial, qual seja de reduzir o retorno do fator tributado e aumentar o preço dos bens intensivos nesse mesmo fator, portanto prejudicando os ofertantes do fator tributado pelo lado de recursos e os consumidores desses fatores pelo lado dos usos da renda.
Mostrar mais

68 Ler mais

O SIMPLES Nacional, realmente, reduz a carga tributária das empresas? Um estudo de caso

O SIMPLES Nacional, realmente, reduz a carga tributária das empresas? Um estudo de caso

Dadas as informações, seguem os cálculos nas condições delimitadas no objetivo,considerando duas situações hipotéticas e uma real, quais sejam: (a) seriam mantidas as regras atuais do SIMPLES Federal até o final do ano de 2007, pois poderá ser postergada a entrada em vigor da nova sistemárica tributária; (b) seriam usadas as novas regras, com a entrada em vigor do SIMPLES Nacional em 1.º de julho de.2007 e (c) seriam usadas as regras do SIMPLES Nacional como se estivessem em vigor durante todo o ano de 2007. Essas suposições permitem comparar qual seria o montante da diferença em um ano-calendário inteiro de recolhimento tributário para a empresa entre o SIMPLES Federal e o SIMPLES Nacional.
Mostrar mais

16 Ler mais

Comportamento da arrecadação própria e da carga tributária  nos municípios da Zona da Mata Mineira

Comportamento da arrecadação própria e da carga tributária nos municípios da Zona da Mata Mineira

O processo de descentralização consolidado pela constituição de 1988 mudou a dinâmica do federalismo brasileiro aumentando as receitas disponíveis e também as responsabilidades do fornecimento de serviços para os municípios, que em termos financeiros são muito dependentes das transferências governamentais. Diante da importância dos municípios na Administração Pública como entes federativos, este estudo tem como objetivo identificar, a partir da classificação em grupos, a mudança no perfil da arrecadação tributária própria dos municípios da Zona da Mata Mineira tendo por base os períodos de 2005 e 2010. Trata-se de pesquisa descritiva e quantitativa em que se utilizou as metodologias de Análise de Cluster e Teste t para amostras emparelhadas. Os resultados apontam para formação de 4 grupos de acordo com o esforço fiscal (baixo, médio e alto). Em média observa-se uma evolução positiva na arrecadação própria dos municípios que foi confirmada pelo Teste t. Conclui-se que apesar da dependência dos recursos de transferências, os municípios têm realizados esforços para aumentar a arrecadação própria e consequentemente suas receitas disponíveis.
Mostrar mais

16 Ler mais

Alteração no diâmetro e na perda de carga em tubos de polietileno submetidos a diferentes pressões.

Alteração no diâmetro e na perda de carga em tubos de polietileno submetidos a diferentes pressões.

Resumo: Procedeu-se à avaliação das alterações de diâmetro e da perda de carga em tubos de polietileno de baixa densidade, com diâmetros nominais DN12 e DN20, quando submetidos a pressões de operação de 50, 100, 150, 200, 250, 300, 350 e 400 kPa. Os diâmetros foram medidos com um paquímetro digital, suas alterações por meio de dois dendrômetros interligados a um datalogger e as perdas de carga por um transdutor de pressão diferencial. Verificou-se a influência da pressão de operação sobre os diâmetros internos e na perda de carga, principalmente para o tubo DN20. Foram ajustadas equações correlacionando-se a vazão e a perda de carga, para cada uma das pressões, além de outra obtida com todos os pares de valores, para cada modelo de tubo. As equações foram comparadas pelo teste t, verificando-se que, ao nível de 5% de probabilidade, uma única expressão não poderia representar a perda de carga para todas as pressões testadas. Por esta razão, ajustaram-se equações para cada um dos diâmetros, em que a perda de carga foi expressa em função da vazão e do diâmetro ou da vazão e da pressão. Palavras–chave:
Mostrar mais

4 Ler mais

A sonegação fiscal face a elevada carga tributária incidente sobre as empresas brasileiras

A sonegação fiscal face a elevada carga tributária incidente sobre as empresas brasileiras

pela definição do instituto da bitributação (art. 11), impedindo, assim, que impostos idênticos fossem cobrados simultaneamente pela União e pelos Estados. A Constituiçã[r]

80 Ler mais

A carga tributária brasileira está além de seu nível ótimo? Medindo o Excesso de governo no Brasil

A carga tributária brasileira está além de seu nível ótimo? Medindo o Excesso de governo no Brasil

Uma referência normativa interessante é pensar nas propostas de Adam Smith, em sua obra mais famosa (SMITH, 1904). Para o pai da Ciência Econômica, o governo deveria cuidar da Educação, Defesa e da Lei. A redução de gastos calculada acima, em termos do orçamento de 2013, equivaleria a dizer que o tamanho ótimo do governo corresponderia a uma estrutura que comportaria basicamente os ministérios da Saúde, Educação, Justiça, Previdência Social, Defesa e Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Em outras palavras, o tamanho ótimo do governo seria equivalente às ideias de Adam Smith com um Estado de Bem-Estar Social enxuto. Outra comparação interessante é pensar na magnitude da carga tributária ótima com relação a outros países. Para tanto, considere o Quadro 1.
Mostrar mais

21 Ler mais

Carga tributária brasileira

Carga tributária brasileira

Este trabalho tem por objetivo analisar os impactos estruturais decorrentes da estrutura tributária atual, e o nível da Carga Tributária Brasileira, entendendo como se originaram e observando o seu impacto na economia e na sociedade. Será realizada uma comparação internacional para identificar os pontos onde o Brasil se difere do resto do mundo, e se isto influencia ou não as atividades econômicas e a qualidade de vida da população. Por fim, iremos comentar sobre o tributo IBS, que está em pauta pelo Governo Federal Brasileiro e explanar sobre as suas qualidades e características, indicando os pontos fracos do sistema tributário que este deseja atacar e opinar sobre os possíveis benefícios de sua implementação e outros modos de melhorar a taxação sobre o consumo de bens e serviços, tais como Renda, Folha de Salário, Propriedade e os Regimes simplificados de tributação.
Mostrar mais

45 Ler mais

Análise da carga tributária das empresas de construção civil listadas na BM&FBovespa

Análise da carga tributária das empresas de construção civil listadas na BM&FBovespa

Estudos, como o de Bispo, Calijuri e Lima (2009), discutem a relação entre carga tributária por meio dos dados contábeis das empresas com capital aberto e que divulgam a Demonstração de Valor Adicionado (DVA), comprovando a existência de dife- renças significativas de cargas tributárias entre os diversos setores econômicos e os diversos tamanhos de empresas. Santos, Go- betti e Ribeiro (2008) demonstram a evolução dinâmica do ta- manho e da composição da carga tributária bruta brasileira (CTBB) no período 1995-2007, fundamentando as diferenças analisadas pelas especificações econométricas agregadas.
Mostrar mais

10 Ler mais

O PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO COMO FERRAMENTA PARA MINORAR A CARGA TRIBUTÁRIA: UMA PRÁTICA ELISIVA OU EVASIONISTA?

O PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO COMO FERRAMENTA PARA MINORAR A CARGA TRIBUTÁRIA: UMA PRÁTICA ELISIVA OU EVASIONISTA?

Desta forma, o planejamento é um meio legal de redução da carga tributária, onde os impostos, taxas e contribuições sociais representam uma parcela importante dos custos da atividade empresarial, aumentando o preço final das mercadorias e dos serviços. Diante da seriedade do planejamento, acredita-se que ele é capaz de amenizar a carga de contribuição através da escolha da melhor modalidade de tributação.Muitas empresas não conseguem permanecer no mercado devido a alta carga fiscal do nosso país, outrossim, a legislação pertinente é muito complexa e com constantes alterações, dificultando a interpretação dos empreendedores.
Mostrar mais

20 Ler mais

A informação da carga tributária das empresas listadas na BM&FBOVESPA a partir da DVA

A informação da carga tributária das empresas listadas na BM&FBOVESPA a partir da DVA

A carga tributária brasileira é considerada muito alta, comparada até com países de maior desenvolvimento, a mídia é a grande responsável por divulgar e apresentar dados que levam a informação em torno dos percentuais dos impostos, taxas e contribuições pagos pelos setores da economia. O presente trabalho teve como objetivo identificar, analisar e apresentar a Carga Tributária efetiva distribuída em cada setor de atuação de empresas, comparando com o que é divulgado na mídia por órgãos competentes. Para tanto foram coletados dados das DVAs de 10 setores de atuação da BM&FBovespa, e separados por segmentos, totalizando uma amostra de 86 segmentos de empresas, entre os anos de 2014 e 2016. Para atender os objetivos do estudo utilizou-se de pesquisa descritiva com abordagem quantitativa, procedimento bibliográfico, documental e de levantamento de dados. A população escolhida para o referido estudo foram todas as empresas listadas no site da BM&FBovespa, selecionadas por setores, e de cada setor os subsetores e desses os segmentos, e de cada segmento uma empresa escolhida de forma aleatória. Pode-se inferir que a carga tributária na maioria dos setores é menor que a divulgada, e que nos setores essenciais da economia a carga tributária é maior que a carga divulgada.
Mostrar mais

87 Ler mais

Estudo de carga tributária sobre o setor elétrico brasileiro :   o caso CHESF

Estudo de carga tributária sobre o setor elétrico brasileiro : o caso CHESF

As estatais elétricas, por serem controladas pelo governo e por, tradicionalmente, atuarem em mercados monopolistas e diferenciado da economia, costumavam gozar de regimes especiais que lhes atenuavam as dificuldades de cumprir a legislação fiscal a que estavam submetidas. A existência de alguns convênios com as secretarias de fazenda tornava menos difícil o cumprimento de algumas obrigações tributárias. Esses convênios vêm sendo excluídos aos poucos. Por exemplo, com relação ao ICMS, o recente Convênio 136/04 autorizando os estados a revogarem o Convênio 05/72, que dava isenção às saídas de bens de concessionária de serviço de energia elétrica, quando destinadas a outro estabelecimento da mesma empresa, aumentará a carga tributária das empresas do Setor, na medida em que passará a tributar a simples transferência de bens entre estabelecimentos de uma mesma companhia.
Mostrar mais

82 Ler mais

Planejamento tributário: a informação contábil como ferramenta indispensável no gerenciamento da carga tributária

Planejamento tributário: a informação contábil como ferramenta indispensável no gerenciamento da carga tributária

No atual mundo dos negócios, para que as empresas sobrevivam, diante das dificuldades encontradas, é necessário que elas se adaptem mais e de maneira fácil às constantes mudanças impostas por esse mercado. E a principal dificuldade encontrada pelos proprietários e gerentes das micro e pequenas empresas no nosso país é a alta e complexa carga tributária existente. O objetivo da pesquisa desenvolvida pelo autor é abordar e expor o quanto é indispensável a informação contábil para as empresas, e é através de um Planejamento Tributário que o profissional contábil orienta o contribuinte para um melhor gerenciamento do ônus tributário na empresa, tornando mais satisfatória a vida da mesma; sendo o Planejamento Tributário um estudo feito antecipadamente para encontrar uma alternativa menos onerosa para a empresa. A metodologia utilizada foi a pesquisa exploratória, através de pesquisa bibliográfica (a partir de fontes secundárias) e também por pesquisa documental (trabalhada com documentos e peças contábeis). Com base nas informações obtidas e nas leituras realizadas, percebeu-se que quando realizado, de forma correta, o Planejamento Tributário com auxílio de uma boa assessoria contábil, a questão tributária deixa de ser uma preocupação e passa a ser uma vantagem para as empresas. A Elisão Fiscal é permitida pela legislação brasileira, é uma prática lícita que pode ser utilizada por qualquer empreendimento. Assim, pode-se concluir que o planejamento tributário além de ser uma ferramenta de suma importância para competitividade da empresa, também é uma questão de necessidade, para que as organizações possam tornar seus resultados os mais eficazes possíveis.
Mostrar mais

62 Ler mais

Redução da carga tributária aplicada ao segmento atacadista e varejista de calçados do Estado do Ceará

Redução da carga tributária aplicada ao segmento atacadista e varejista de calçados do Estado do Ceará

A carga tributária brasileira tem sido objeto de discussões no meio tributário e político. Muitos a consideram responsável pela onerosidade, cada vez maior, da atividade produtiva, a qual tem impactos no chamado “Custo Brasil” cuja característica básica é a retração de investimentos em diversos segmentos do setor produtivo cujos efeitos são sentidos principalmente na criação de novos postos de trabalho. Destarte, a falta de investimento nos segmentos produtivos reduz, por exemplo, a oportunidade de emprego para a população ensejando em problemas de ordem social como o aumento da criminalidade, da prostituição etc.
Mostrar mais

42 Ler mais

Análise da carga tributária na formação do preço de venda de empresas tributadas pelo simples nacional

Análise da carga tributária na formação do preço de venda de empresas tributadas pelo simples nacional

Além desta, o presente artigo compõe-se de quatro seções, apresentadas na seguinte ordem: referencial teórico, onde são abordados conceitos de carga tributária, agregação de tributos na formação do preço de venda e Simples Nacional; metodologia, onde se descreve o delineamento da pesquisa; em sequência, apresentação e discussão dos resultados, onde se descreve a coleta dos dados e se discute os resultados e; por último, as considerações finais, abordando as conclusões da pesquisa, suas limitações e sugestões para futuros estudos sobre o tema.
Mostrar mais

18 Ler mais

Efeitos da carga tributária e das políticas de transferência de renda sobre a distribuição de renda nacional

Efeitos da carga tributária e das políticas de transferência de renda sobre a distribuição de renda nacional

Esse trabalho de conclusão de curso tem por finalidade analisar os fatores que prejudicam a melhoria da distribuição de renda no Brasil, com o foco nas políticas sociais dos governos passados, em contraposição ao sistema de carga tributária vigente no país. A hipótese desse trabalho relaciona os efeitos da política tributária e das políticas de transferências de renda na distribuição da renda nacional. Onde a política tributária brasileira, ao ser regressiva, interfere na eficácia da política de transferência de renda. Foram apresentadas teorias sobre a concentração de renda e da carga tributária e suas consequências no período de 2007 a 2016, com foco em seu caráter regressivo. Para uma análise mais elaborada e teórica fez-se necessário tópicos sobre os tipos de impostos e a tributação ótima e suas contribuições para os ajustes nos impostos. Foi realizada uma recapitulação das principais políticas sociais adotadas no período em questão, e seus efeitos quanto à melhora na redução da desigualdade social, ressaltando os programas que mais tiveram relevância no período. Esse breve histórico passa por setores fundamentais para os gastos públicos, como previdência, educação, saúde, assistência social, trabalho e gastos tributários. Foram analisadas as políticas sociais implantadas desde o período do governo Lula até o ano de 2016, com o final do mandato da ex presidenta Dilma Rousseff, com demonstrações de gastos destinados ao setor social. Foi analisada a parte do sistema tributário, partindo da explicação de cada tipo de imposto e suas bases de incidência, ou seja, sobre quem mais recai o ônus tributário. Por fim, foi observado os fatores que impedem a redução da desigualdade no Brasil, sendo assim, o trabalho conclui mostrando a importância de refletir sobre a necessária coordenação das políticas sociais, principalmente das transferências monetárias, e de uma carga tributária progressiva para a melhora da má distribuição de renda no Brasil.
Mostrar mais

57 Ler mais

Vista do A importância do planejamento tributário nas empresas mediante a complexa carga tributária brasileira

Vista do A importância do planejamento tributário nas empresas mediante a complexa carga tributária brasileira

Fizeram parte dessa busca, citações e opiniões de profissionais conceituados da área jurídica e contábil, encontradas em livros e sites oficiais do governo, levando-se em conta o devido respeito pela autenticidade de cada informação. A prioridade da pesquisa foi fornecer dados e informações que agregam um enriquecimento sobre o planejamento tributário e suas vantagens, e fornecer dados sobre a atual complexidade da carga tributária sem ferir a lei maior que é a Constituição Federal Brasileira/1988. Por isso a pesquisa é do tipo exploratória, uma vez que a situação a qual foi proposta defender, é embasada em dados já existentes e comprovados, segundo a lei.
Mostrar mais

17 Ler mais

Show all 4341 documents...