Arte : Processo ensino-aprendizagem

Top PDF Arte : Processo ensino-aprendizagem:

As significativas contribuições da arte no processo ensino aprendizagem

As significativas contribuições da arte no processo ensino aprendizagem

Esta monografia teve como temática as Significativas Contribuições da Arte no Processo Ensino Aprendizagem. A educação permite a construção, formação e transformação do sujeito e a arte, nas suas variadas expressões reflete-a como ilustre ferramenta no contexto social e educacional. Para realização deste trabalho foi utilizada pesquisa exploratória envolve levantamento bibliográfico e estudo de campo. A pesquisa bibliográfica de autores que contribuíram bastante para o conhecimento do mesmo e uma pesquisa de campo que foi realizada com alunos do 4º anos do ensino fundamental, através de um questionário. O aluno toma-se mais sensível quando tem a arte como algo significativo em sua educação, e cabe ao professor à tarefa de levá-lo a novas descobertas, buscar promover a conscientização e a efetiva participação no processo de vida. As considerações finais apontadas pela análise podem ser aplicadas em ambiente escolar. As aulas de Arte, assim como os professores, não precisam visar à formação de pintores, escultores ou peritos em artes, mas através dela ampliar o conhecimento e sensibilidade dos alunos tornando-os criativos, sensíveis e dinâmicos perante a sociedade.
Mostrar mais

43 Ler mais

Ensino de arte: importância da arte no processo ensino aprendizagem.

Ensino de arte: importância da arte no processo ensino aprendizagem.

Monografia apresentada ao Curso de Pedagogia, do Centro de Formagao de Professores da Universidade Federal de Campina Grande como requisito parcial para conclusao de Curso... DE CAM[r]

55 Ler mais

Recursos tecnológicos e a arte auxiliando o professor de geografia no processo de ensino e aprendizagem

Recursos tecnológicos e a arte auxiliando o professor de geografia no processo de ensino e aprendizagem

Os recursos tecnológicos estão cada vez mais presentes no cotidiano da sociedade e nos diversos setores, como o econômico, religioso, educacional, sendo necessário atualmente levá-lo em conta para pensar o processo de ensino e aprendizagem. Por sua vez, a Arte sempre se fez presente nas sociedades humanas, expressão cultural que não deve ser desvinculada no processo de formação do ser humano, por suas características de expressão, desenvolvimento de criatividade e formação intelectual. Deste modo, o objetivo do presente trabalho é analisar como o ensino e aprendizagem de Geografia pode ser auxiliado pelos recursos tecnológicos e pela Arte, verificando possibilidades de aplicativos que podem ser utilizados pelo professor e estimular a interdisciplinaridade entre Geografia e Artes. A metodologia utilizada para a elaboração do presente trabalho se deu através de pesquisa bibliográfica, utilizando de livros, artigos, revistas, sites, além de realizar pesquisa de campo através da aplicação de um questionário qualitativo e quantitativo, o mesmo foi aplicado por meio eletrônico, utilizando o software Formulário Google e redes sociais do Facebook para solicitar a colaboração dos professores de Geografia, na intenção de obter dados sobre a utilização de recursos tecnológicos e da Arte no ensino de Geografia. Dessa forma, concluiu-se, que apesar de ter uma quantidade considerável de professores que utilizam diferentes software no processo de ensino- aprendizagem, ainda há necessidade de melhor divulgação dos recursos tecnológicos na intenção de potencializar a aliança entre Arte e o ensino de Geografia no ambiente escolar e esse trabalho vem contribuir para apresentar diferentes softwares – onde e como aplicar.
Mostrar mais

62 Ler mais

A imitação no processo de aprendizagem: reflexões a partir da história da educação e do ensino de arte

A imitação no processo de aprendizagem: reflexões a partir da história da educação e do ensino de arte

Decorre que o trabalho colocará a imitação, associada à observação e a ação mecânica, em cheque. Novas formas de ver a educação a partir das necessidades ma- teriais de produção terão fortes influências sobre os métodos, que começaram a ter, na educação moderna, inúmeras variáveis. As mudanças acontecem tanto nos conteú- dos, quanto nas formas de produção ma- terial da escola, que estará envolta em ques- tões inicialmente políticas e depois sociais. Neste processo o próprio homem, com o advento do Humanismo, tem um novo papel social e, por conseqüência, a criança começará a ser vista com mais cui- dado. O Humanismo, que: declaradamen- te se opõe à cultura escolástica; coloca-se contra a ignorância dos clássicos e o uso servil dos manuais ou compêndios; opõe- se às metodologias obsessivamente repetitivas e a disciplina sadicamente seve- ra; tem como conteúdos a literatura latina e grega, a poesia, música, as artes e os exer- cícios físicos; vê uma relação professor e aluno mais próxima, onde o estudo é acom- panhado por passeios, jogos e brincadei-
Mostrar mais

14 Ler mais

A utilização do hipertexto como ferramenta na construção do conhecimento no processo de ensino-aprendizagem em arte

A utilização do hipertexto como ferramenta na construção do conhecimento no processo de ensino-aprendizagem em arte

No que diz respeito à facilidade na realização das tarefas, constatou-se que a utilização do hipertexto proporciona uma melhor compreensão dos assuntos. Um dos apontamentos foi de que o texto fornecido sobre Arte Conceitual, apesar de estar bem completo, possuía termos de difícil compreensão, com conceitos que não ficaram muito claro a todos, tornando a leitura cansativa. Também pelo fato de ser um único texto com apenas uma forma de apresentação alguns encontraram bastante dificuldade na interpretação do mesmo, dificultando o seu entendimento e consequentemente a formulação das respostas. Já na realização da segunda atividade, a possibilidade de acesso aos links que levam ao esclarecimento de conceitos que estão diretamente relacionados ao texto principal facilitou no entendimento global do assunto abordado. Também foi relatado que na leitura realizada através dos hipertextos eles puderam mais rapidamente identificar as obras (imagens) citadas nos textos, o que deixa o conteúdo artístico menos abstrato aos jovens que desconhecem a temática. Um exemplo citado por vários sujeitos, foi a compreensão dos chamados “ready – mades” de Marcel Duchamp que apareceram nos textos das duas atividades realizadas. Como na primeira atividade, o texto fornecido não continha imagens, não foi possível compreender a importância destes objetos dentro do contexto maior. Já na realização da segunda proposta, quando surgiu no texto as palavras “ready – mades” ao “clicar” sobre ela além de aparecer o conceito também puderam observar as imagens de alguns destes objetos, que foi quando realmente a maioria conseguiu entender a relação destes com a Arte Conceitual e as Instalações Artísticas.
Mostrar mais

15 Ler mais

O PROCESSO DO ENSINO E APRENDIZAGEM DA ARTE E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO DA CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

O PROCESSO DO ENSINO E APRENDIZAGEM DA ARTE E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO DA CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

As Artes Visuais devem ser concebidas como uma linguagem que tem estrutura e características próprias, cuja aprendizagem, no âmbito prático e reflexivo, se dá por meio da articulação dos seguintes aspectos: fazer artístico, apreciação e reflexão (BRASIL, 1998, p.89). O desenvolvimento da capacidade artística e criativa deve estar apoiando também, na prática reflexiva das crianças ao aprender, que articula a ação, a percepção, a sensibilidade, a cognição e a imaginação.

18 Ler mais

História do ensino aprendizagem em arte na educação escolar brasileira

História do ensino aprendizagem em arte na educação escolar brasileira

São perceptíveis as contribuições da avaliação da aprendizagem em Arte para o processo de elaboração de conhecimentos pelos alunos. Cabe, à escola, como também às famílias e aos diversos setores da sociedade, saber estimular a Arte na vida das crianças, de forma que venha a enriquecer as experiências da infância. Valorizando a Arte, o professor estará estimulando o aluno a se interessar pelas produções que são realizadas por ele mesmo e por seus colegas. Na condição de mediador do conhecimento, o professor constitui um elemento essencial para a aprendizagem do educando, oferecendo os subsídios mais adequados de forma a somar no desenvolvimento e na formação do discente (LELIS, 2004; BARBOSA, 2011; FERREIRA, 2001).
Mostrar mais

10 Ler mais

Arte na educação em saúde: ensino e aprendizagem para transformar relações

Arte na educação em saúde: ensino e aprendizagem para transformar relações

Pensamos então, na ideia 2 (momento 2), em gravar com a comunidade para reduzir custos com elenco, e fazer parceria com o CSC do Grupo Base para que as locações (espaços para gravação das cenas) fossem igualmente sem custo. Aguardávamos ainda, uma resposta de recurso para contratação de uma empresa para realizar as filmagens, mas não foi efetivado. Continuamos, em paralelo, com os trabalhos com o GB. Os personagens principais, seriam portanto, as pessoas da comunidade que se candidatassem. Para tanto, iniciou-se aulas de dança, alongamento, voz e jogos teatrais com a comunidade. Foram realizados 7 encontros com a comunidade em 2015, sempre às quintas-feiras no período da tarde no próprio CSC 403Sul. Em todas as aulas foram anotados as práticas ensinadas e feita a lista de presença dos participantes. Nesse período realizamos algumas gravação das aulas e depois passamos para a própria comunidade, no dia padrão de encontro do Grupo Base. Essa ação teve o intuito de que eles se vissem na TV e tivessem estima para continuar o processo ou elencar novas pessoas para esse processo, pois a frequência nessas aulas não eram constante. No entanto, como são pessoas comuns e em sua maioria idosos, percebeu-se que essa etapa demandaria muito tempo até que os participantes da aula se sentissem mais à vontade e com pouca timidez para serem gravados.
Mostrar mais

199 Ler mais

SOBRE O ENSINO/APRENDIZAGEM EM ARTES VISUAIS  OU ARTE COMO EXPERIÊNCIA

SOBRE O ENSINO/APRENDIZAGEM EM ARTES VISUAIS OU ARTE COMO EXPERIÊNCIA

Desta forma, a abordagem metodológica que vem sendo pesquisada e desenvolvida semanalmente no Grupo de Estudos Estúdio de Pintura Apotheke, que se estende para a Graduação e Pós-Graduação em Artes Visuais, no que se refere o ensino da pintura, segue reflexões da Educação como reconstrução da experiência (DEWEY, 1971). Compreende- se que experiência não é algo que se oponha a natureza, pela qual se experimente, ou prove a natureza. Experiência é uma fase da natureza, podendo ser uma forma de interação, pela qual dois elementos entram (situação/contexto e agente/sujeito) e assim, são modificados. Seguindo o pensamento de Teixeira & Westbrook (2010, pág. 37), “não é possível separar vida, experiência e aprendizagem, pois simultaneamente vivemos, experimentamos e aprendemos”. Nesta perspectiva, a experiência educativa é uma experiência inteligente (intelectual) em que participa o pensamento, através do qual se vêm a perceber relações e continuidade antes não percebidas. Ou seja, de acordo com Dewey (1934), o conceito de Educação é definido pelo processo de reconstrução e reorganização da experiência, pelo qual é atribuído sentido e com isto, habitam-se escolhas futuras.
Mostrar mais

17 Ler mais

Arte contemporânea e as suas materialidades: um projeto de ensino e aprendizagem

Arte contemporânea e as suas materialidades: um projeto de ensino e aprendizagem

...quando um conceito a ser aprendido não estabelece conexão com algo já conhecido, ocorre o que Ausubel chama de Aprendizagem Mecânica, ou seja, quando as novas informações aprendidas não encontram interação com conceitos relevantes existentes nas estruturas cognitivas,o individuo memoriza, mas logo se esquece do que aprendeu.Para que ocorra a aprendizagem significativa é preciso compreender um processo de modificação do conhecimento, em vez de um comportamento em um sentido externo e observável, e reconhecer a importância que os processos mentais representam no desenvolvimento humano. Também é preciso disposição para aprender e o conteúdo tem que ser potencialmente significativo. A noção de aprendizagem significativa para Ausubel é relacionada à maneira de organizar o processo de aprendizagem e a estrutura, com ênfase à descoberta, propiciando uma aprendizagem receptiva. Assim esses conteúdos são recebidos de modo não completamente acabados, devendo o aluno defini-los ou descobri-los antes e assimilá-los. Portanto, a teoria de Ausubel proporciona resultados positivos no processo de aprendizagem porque o conhecimento que é adquirido de maneira significativa é retido e lembrado por mais tempo; também amplia a capacidade de aprender outros conteúdos de maneira mais fácil, e uma vez esquecida a aprendizagem, facilita- se a lembrança ou a reaprendizagem, pois há uma interação entre a estrutura cognitiva prévia do aluno e o conteúdo de aprendizagem. Essa interação traduz o processo de modificação mútua tanto na estrutura cognitiva de início quanto ao conteúdo a ser aprendido (Pelizari et all. 2002 ).
Mostrar mais

161 Ler mais

QuizArt: um aplicativo para auxiliar o ensino e a aprendizagem de arte

QuizArt: um aplicativo para auxiliar o ensino e a aprendizagem de arte

As formas de aprender e ensinar est˜ao em constante modificac¸˜ao, principalmente nesta ´ultima d´ecada com o advento da internet das coisas. Em muitas instituic¸˜oes o professor tem deixado de ser o ´unico detentor do conhecimento no ensino e tem passado a assumir o papel de mediador ou de auxiliar o aluno no processo da busca pelo conhecimento. A TDIC (Tecnologia Digital da Informac¸˜ao e Comunicac¸˜ao) ´e uma das respons´aveis por uma contribuic¸˜ao direta nesse novo conceito de apreder e estudar [Pozo 2004]. Recen- temente, passamos a utilizar a computac¸˜ao m´ovel aplicada na educac¸˜ao, o que deu ori- gem a Educac¸˜ao M´ovel (Mobile Learnig), que diz respeito ao acesso `a informac¸˜oes e ao conte´udo para aprendizagem em qualquer hora e lugar, o que tem favorecido a autonomia do usu´ario em seu aprendizado.
Mostrar mais

8 Ler mais

A arte usada como elemento de aprendizagem para o ensino da história

A arte usada como elemento de aprendizagem para o ensino da história

Introdução: Tendo seu início em 2009, o projeto “História e Arte” foi concebido como uma ferramenta complementar no processo de ensino-aprendizagem de História Geral e do Brasil para os alunos do Cursinho Diferencial – FEIS – UNESP. As artes, bem como pinturas, cinema, música e propaganda, expressam a cultura e o cotidiano da humanidade e nos auxiliam no entendimento de todo o processo ao qual a história se molda. Objetivos: Ao término de um ciclo do projeto espera-se que o aluno seja capaz de distinguir todos os elementos das quais a arte é composta, e visualizar a forma em que atuam como grande ferramenta no que se destina a entendimento sobre o conceito temporal em que os fatos históricos se desenvolveram. Para o aluno, a visualização artística e a sedimentação da idéia que o artista propôs em sua arte, levam a concepção da inspiração, do cotidiano vivido e das suas aspirações como ser humano até o produto artístico final. Métodos: O projeto “História e Arte” é realizado mensalmente em aulas extra as do cronograma do Cursinho Diferencial – FEIS – UNESP, sempre visando a integração do movimento artístico em questão com o conteúdo administrado durante o mês. Após análise detalhada de cada obra-de-arte, ocorre um debate sobre o tema abordado, tendo o fato histórico ao qual está inserido como ponto central. Durante tais debates, abrem-se portas para novos questionamentos e geram- se elementos de ligação entre todos os fatos históricos relacionados, sempre atentos para que o aluno não só aprecie novas artes, mas, que também construa uma visão crítica e possa ser argumentativo na defesa de um ponto de vista sobre a arte e o fato histórico em questão. Outra metodologia adotada em conjunto é a ligação cronológica entre movimentos artísticos com as mudanças sofridas pela humanidade, pela percepção de técnicas e estilos empregados em quadros e gravuras, tendências de propaganda, cinema e ritmos músicas. Resultados: O projeto vem obtendo grandes resultados desde sua criação, auxiliando nas aprovações em vestibulares que o cursinho visa. Percebe-se que o interesse dos alunos por artes aumenta com o término de cada ciclo e que tal interesse os ajuda na ampliação da percepção dos fenômenos humanos expressos nas artes. O entendimento de movimentos artísticos e o elemento de ligação adquirido com o decorrer do projeto fazem com que os alunos percebam influências das artes na história e o reflexo da história nas artes. Esse entendimento, aliado a sedimentação dos conceitos históricos, aumenta o poder argumentativo dos alunos, que tem seus resultados não só no campo da história, mas também em outras áreas como geografia, física, português e redação.
Mostrar mais

1 Ler mais

A utilização da ferramenta webquest para o ensino de arte no processo de ensino-aprendizagem

A utilização da ferramenta webquest para o ensino de arte no processo de ensino-aprendizagem

3. Processo: É a parte que contém as instruções que o aluno deve seguir na execução da tarefa dada. As etapas do processo devem ser claramente definidas, inclusive quanto aos objetivos previstos em cada passo. Trata-se de uma etapa importante, pois é nela que se pretende alterar o comportamento improdutivo de pesquisas na web. Antes de acessar os links, os alunos devem estar plenamente conscientes do porquê de buscarem as informações, e devem também saber que as informações obtidas não valem por si só, mas que precisam receber um tratamento crítico, isto porque precisam ser moldadas para se encaixar na tarefa. Além disso, nessa etapa o aluno é capaz de identificar que as partes do processo fazem parte de um todo, e que os resultados obtidos devem se harmonizar em torno de uma finalidade. Desenvolve-se, com isso, uma postura de organização de um método e de uma estruturação das informações em prol da construção do conhecimento;
Mostrar mais

33 Ler mais

A arte como instrumento no processo de ensino aprendizagem do PBSL

A arte como instrumento no processo de ensino aprendizagem do PBSL

As oficinas foram escolhidas como opção pedagógica por favorecerem a integração dos(das) alunos(as) ao contexto social brasileiro. Nelas, é possível pôr em prática atividades que potencializam o contato e o uso da língua de forma pragmática. É importante seguir algumas propostas essenciais no desenvolvimento das oficinas, como a contextualização dos(das) alunos(as) quanto ao tema principal, de modo que não lhes cause algum sentimento de exclusão por nunca terem visto ou vivenciado algo relacionado ao teatro. Tentar trazer os(as) alunos(as) para a sala de aula, perguntando como funciona no país deles, é importante no processo de acolhimento e aproximação. O trabalho em grupo proporciona a interação entre os aprendizes e a troca de experiências e proporciona a oportunidade de exercitar a língua em um contexto mais informal e acolhedor. Além de acrescentar nas vivências e aprendizados de assuntos além da sala de aula e que podem ser facilmente encontrados ao longo da vida.
Mostrar mais

54 Ler mais

INSERÇÃO DA ARTE NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL

INSERÇÃO DA ARTE NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Pode-se usar as práticas curriculares como a interdisciplinaridade, trabalhando de forma interativa, com a pedagogia de projetos favorecendo a aprendizagem dos alunos com temáticas da realidade para o planejamento, sendo sociointeracionista mediando e socializando, trazendo uma aprendizagem que seja feita em processos, construtivista. Usar instrumentos de avaliação do professor, portfólios, com o qual o aluno possa formar uma pasta com as suas atividades, produções e textos, mostrando uma avaliação diagnostica do desenvolvimento do aluno. Esse portfólio marca o desenvolvimento do aluno e uma progressão no componente curricular, o que possibilita ao professor observar o desenvolvimento das habilidades pretendidas. Contudo são essenciais aos gestores escolares, coordenadores, professores e todos envolvidos na formação escolar, que são os principais responsáveis por construir ambientes de integração social e cultural e que têm o poder de promover a formação de novos músicos, pintores, atores e artistas plásticos, por meio do que deve ser de conhecimento de todos profissionais da educação.
Mostrar mais

16 Ler mais

ESTADO DA ARTE: CORPO NA EDUCAO E SUA INFLUNCIA NO  
    PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ESTADO DA ARTE: CORPO NA EDUCAO E SUA INFLUNCIA NO  PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

Reconhecendo a universidade e os programas de pós-graduação como lugar fundamental da pesquisa no Brasil pretende-se realizar a pesquisa em teses e dissertações partindo dos seguintes questionamentos: Qual interesse a academia tem pela temática do corpo na educação e de sua influência no processo de ensino e aprendizagem? Que concepções e sugestões são mostradas pelas pesquisas que abordam o corpo na educação para o contexto específico dessa modalidade educacional? Qual o conhecimento acumulado sobre o corpo na educação por meio da produção acadêmica na área da Educação? Quais pensadores são mais citados nas pesquisas?
Mostrar mais

8 Ler mais

A arte de cativar ensinando: a importância da motivação no processo de ensino-aprendizagem

A arte de cativar ensinando: a importância da motivação no processo de ensino-aprendizagem

Visto se tratar de uma instituição privada, as crianças têm ainda várias disciplinas de currículo local, como o Xadrez, a Orquestra, o Inglês, a Natação e o Espanhol. Citando um estudo realizado pela Escola Superior de Educação de Viseu (ISPV, s/ data), “a facilidade na aquisição de uma língua estrangeira na primeira infância (devido à plasticidade auditiva, à aptidão para produzir novos sons, (...), deve-se, sobretudo, ao facto de a língua ser, antes de mais, um meio de comunicação e consequentemente de socialização. A língua estrangeira é, consequentemente, uma forma aprazível de encontrar o outro, de o ouvir e de lhe responder, permitindo preencher este período privilegiado em que a sede de trocas, de interacção e o desejo de se dizer são intensos”. Ao nível das expressões (Plástica, Musical e Dramática), embora constem no programa oficial de 1º Ciclo do Ensino Básico, estas não são lecionadas pelo professor titular de turma mas sim por professores de cada área em específico, o que faz com que estes alunos estejam habituados, desde muito cedo, a estar em contacto permanente com vários docentes. A importância dada às quatro expressões justifica o potencial criativo destas crianças. Assim, não são colocados “(…) entraves à criatividade" e é evitado “(…) o apelo ao conformismo, a comparação, a pressão para o realismo, a falta de espaço e de tempo para o desenvolvimento da curiosidade e, ainda, a supervisão e avaliação constantes” (Morais e Bahia, 2008:233), estimulando a educação de cidadãos com espírito crítico e inovadores.
Mostrar mais

157 Ler mais

Avaliação no processo ensino aprendizagem

Avaliação no processo ensino aprendizagem

O exame esteve e ainda encontra-se presente nas escolas como forma de mensuração de notas ou conceitos. Os exames eram realizados conforme o interesse do professor ou do sistema de ensino. Nem sempre se levando em conta o assunto ensinado. Comenius salienta a educação como centro de interesse da ação do professor no uso dos exames como forma de estimular a aprendizagem. Mas dada à realidade atual essa prática vem aos poucos ganhando uma nova dimensão. A avaliação tem sido empregada como meio de constatar a qualidade da aprendizagem dos alunos e intervir quando os conteúdos não foram bem assimilados. É fundamental que os professores percebam como os alunos estão construindo seus conhecimentos, uma vez que a avaliação torna-se um trabalho com sentido diagnóstico e formativo, de forma a conhecer as dificuldades do aluno, e propiciar condições favoráveis ao
Mostrar mais

41 Ler mais

O lúdico no processo de ensino e aprendizagem.

O lúdico no processo de ensino e aprendizagem.

A opcao pelo estudo "Educacao Ludica" foi escolhida a principio, por inquietacao e curiosidade pessoal em descobrir como a escola trabalha e lida com a ludicidade em sala de au[r]

32 Ler mais

O lúdico no processo de ensino- aprendizagem.

O lúdico no processo de ensino- aprendizagem.

BIBLIOTECA SETORIAL CAJAJriSAS - PARAlBA.. O presente estudo ira tratar de uma linha de conhecimento bem discutida na area educacional - o ludico - que vem propor uma perspectiva de a[r]

45 Ler mais

Show all 10000 documents...