ASPECTOS DO COMPORTAMENTO E SUA RELAÇÃO COM A

Top PDF ASPECTOS DO COMPORTAMENTO E SUA RELAÇÃO COM A:

POESIA E A RELAÇÃO TERAPÊUTICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO: ASPECTOS DE CORAGEM, AMOR E CONSCIÊNCIA

POESIA E A RELAÇÃO TERAPÊUTICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO: ASPECTOS DE CORAGEM, AMOR E CONSCIÊNCIA

Resumo Por meio deste relato de experiência, com base em pesquisa qualitativa e registro manual de sessões, o presente trabalho aborda um caso clínico com foco na relação terapêutica das terapias comportamentais contextuais (ou de terceira geração) que envolvem aceitação e compromisso, tendo como base de intervenção a ACT. Os procedimentos de terapias de terceira geração apresentam resultados surpreendentes, contribui para o contexto clínico na análise do comportamento, propõe um estudo sobre a relação terapêutica, possibilitando fornecer conhecimento a respeito do impacto na relação terapêutica. O tema poesia foi trabalhado pois a paciente escreve textos e poemas. Procedimentos foram utilizados de acordo com os objetivos terapêuticos, alguns relacionados ao convívio familiar. Assim pode-se perceber a influência da terapia na análise dos primeiros textos escritos pela paciente e os últimos textos após 6 meses de terapia. Terapeuta e paciente perceberam a mudança em relação a escrita após iniciar terapia. As mudanças verbais da paciente, assertividade com seu familiares e iniciativas no campo social, como estudar e procurar amigos marcou o início de resultados positivos na terapia, apresentando um repertório de comportamento contrário às suas queixas iniciais.
Mostrar mais

5 Ler mais

Contribuição ao estudo do comportamento de concretos produzidos com resíduo do beneficiamento de rochas ornamentais tratado termicamente em relação aos aspectos mecânicos e de durabilidade.

Contribuição ao estudo do comportamento de concretos produzidos com resíduo do beneficiamento de rochas ornamentais tratado termicamente em relação aos aspectos mecânicos e de durabilidade.

A extração de matérias-primas da natureza e o beneficiamento resultam na formação de resíduos. Estes resíduos são responsáveis pela origem de impactos ambientais de diversas naturezas, como alteração das propriedades do solo e da água na região. Atualmente, a consciência em relação à utilização de recursos naturais tem mudado, visto que tais recursos, na maioria das vezes não são sustentáveis. Frente a essa problemática, muitos estudos já conseguiram comprovar a aplicabilidade de diversos resíduos, fazendo com que estes deixem de ser um material descartável e adquiram uma finalidade nobre. Como exemplo, pode-se citar a cinza volante, que segundo Neville e Brooks (2013) é o tipo mais comum de pozolana utilizada na fabricação de cimentos, que normalmente são utilizados para fabricação de concretos com requisitos de baixo calor de hidratação e concretos com exigências de boa resistência química.
Mostrar mais

168 Ler mais

Aspectos psicológicos determinantes do comportamento empreendedor

Aspectos psicológicos determinantes do comportamento empreendedor

Fase oral: ocorre de 0 aos 6 meses, onde a criança satisfaz sua necessidade sexual pela boca, então considerada zona erógena. Freud afirmava que a criança ao alimentar-se sente prazer sexual. Qualquer trauma nessa idade relacionado ao ato da alimentação, ou em relação a outros fatos que ameaçassem a criança, de acordo com Freud, ocasionaria uma interrupção no desenvolvimento normal da personalidade, determinando mais tarde, na vida adulta, um tipo particular de neurótico.

28 Ler mais

Aspectos Neurológicos do Desenvolvimento do Comportamento da Criança

Aspectos Neurológicos do Desenvolvimento do Comportamento da Criança

De Casper & Fifer 14 demonstraram, em experimento realizado correlacionando registro de mudanças de sucção e presença de voz materna, que o recém-nascido, ainda no berçário, onde tem pouco contato com a mãe, já discrimina e prefere a voz materna. Esses experimentos, mostrando que a criança é capaz de reagir de modo diferente à voz materna em relação a outro tipo de voz, podem indicar uma capacidade de comportamento aprendido preco- cemente. Essa análise mais global do desenvolvimento das crianças tem acarretado inclusive a necessidade de uma revisão da terminologia até então empregada, levando-se em conta os novos conceitos e conhecimentos determinados por essas pesquisas. Termos como reflexo, reflexo arcaico, reflexo primitivo, reação e automatismo têm sido empregados pelos neurologistas, muitas vezes como sinônimos, gerando dificuldade inclusive na compreensão desses fenômenos pela equipe multidisciplinar que atende ao lactente, especialmente aos patológicos.
Mostrar mais

5 Ler mais

Comportamento agressivo e aspectos psicodinâmicos em crianças abrigadas

Comportamento agressivo e aspectos psicodinâmicos em crianças abrigadas

Para Klein (1997), o recém-nascido, que se encontra sob o domínio das pulsões de vida e de morte, experimenta uma demasiada ansiedade, sentindo, de forma inconsciente, como se todos os desconfortos lhe fossem infligidos por forças hostis. A pulsão destrutiva se dirige contra o próprio organismo, sendo assim encarada com um perigo pelo ego. Isso desencadeia uma ansiedade da qual o ego precisa se livrar, e para isso, projetar. O deslocamento para o mundo externo da ansiedade, que acompanha a deflexão para fora da pulsão destrutiva, tem o efeito de aumentar a importância dos seus objetos, pos é em relação a eles que suas tendências positivas e reativas estão sendo confirmadas. Na medida em que os objetos se apresentam de uma forma bondosa, predominando os impulsos amorosos, representarão um apoio contra a ansiedade. Seagal (1957/1991) constata que essa situação leva à capacidade de simbolização, possibilitando ao ego separar a agressividade do objeto original, para preservá-lo, e cria- lo em seu mundo interno, diferenciando-o do objeto original. Isso ocorre quando é possível ao ego vivenciar e tolerar a separação do objeto, a ambivalência, a culpa e a perda.
Mostrar mais

91 Ler mais

Aspectos metodológicos do comportamento ingestivo de bovinos em pastejo.

Aspectos metodológicos do comportamento ingestivo de bovinos em pastejo.

RESUMO - Avaliaram-se os tempos de pastejo de novilhas em pastagem natural, obtidos de forma visual em intervalos de 5 minutos. A partir dos dados originais, calcularam-se os intervalos de observação de 10, 15 e 20 minutos. Foram utilizadas quatro novilhas mestiças Angus × Nelore com peso médio de 249 ± 6 kg PV. Empregou-se o delineamento de blocos casualizados com quatro tratamentos (ofertas de forragem de 4, 8, 12 e 16 kg de MS/100 kg de PV) e duas repetições, tendo como critério de bloqueamento o tipo de solo. O método de pastejo foi o contínuo com taxa de lotação variável. Os tempos de pastejo, ruminação e outras atividades não diferiram entre as escalas testadas, portanto, podem ser observados a cada 20 minutos, porém, o número e a duração das refeições e de seus intervalos apresentaram variações conforme a escala de observação. Somente a escala de observação de cinco minutos permitiu detectar as alterações diárias que compõem a dinâmica das refeições no comportamento ingestivo de animais em pastejo. Os cálculos comprovaram superestimação de 20 minutos na duração da refeição quando observada a cada 10 minutos em relação à observação a cada 5 minutos.
Mostrar mais

7 Ler mais

Aspectos motivacionais em programas de mudança de comportamento alimentar .

Aspectos motivacionais em programas de mudança de comportamento alimentar .

Este trabalho procurou reunir as informações concernentes às questões da adesão e motivação de indivíduos em programas de intervenção alimentar que visam à mudança do comportamento. Foram considerados os artigos publicados a partir de 1990, abordando inicialmente uma definição de termos sobre complacência, aderência, motivação, manutenção, recaída e lapso, palavras comumente utilizadas nos estudos sobre mudanças de comportamento. O tema fatores que interferem nas escolhas alimentares e na aderência à dieta trata genericamente, dos aspectos que determinam os hábitos e as preferências alimentares e tece considerações sobre as questões que permeiam a relação profissional- paciente. A seguir foram abordadas as principais teorias motivacionais que fundamentam os programas de intervenção alimentar e algumas considerações sobre a aplicação destas teorias num programa de intervenção nutricional. O “estado da arte” dos programas de intervenção nutricional que visam à mudança do comportamento alimentar, apresentado nas publicações relatadas, aponta para a necessidade da utilização e integração dos modelos da teoria social cognitiva e treinamento profissional para aquisição de habilidades técnicas para motivar as pessoas na realização das mudanças desejáveis.
Mostrar mais

9 Ler mais

Aspectos extrínsecos do comportamento de bebida de bovinos em pastoreio

Aspectos extrínsecos do comportamento de bebida de bovinos em pastoreio

Vários fatores podem ter levado à maior utilização, pelas novilhas, do bebedouro B. O bebedouro mais utilizado pelas vacas era maior, de formato redondo e de PVC, enquanto o outro era, além de menor, mais baixo, retangular e de concreto. Alguns testes de preferência já foram realizados com intuito de descobrir quais fatores físicos do bebedouro influenciam a preferência de vacas leiteiras. Pinheiro Machado Filho et al. (2004) encontraram que vacas preferem bebedouros maiores, com maior superfície e maior profundidade. Nesse estudo, foi verificado um maior número de goles, maior tempo bebendo e maior ingestão de água no bebedouro maior (60 cm altura; 139 cm x 95 cm), comparado ao bebedouro menor (30 cm altura; 126 cm x 68 cm). Noutro trabalho, Teixeira et al. (2006) realizaram testes de preferência para comparar dois bebedouros diferentes em relação à: área superficial; altura; e profundidade, ficando evidente a relação do espelho d’água na preferência pelos animais, que deram um maior número de goles, passaram maior tempo bebendo e ingeriram mais água no bebedouro de maior área superficial.
Mostrar mais

104 Ler mais

Aspectos do comportamento geomecânico da formação "argilas de Aveiro"

Aspectos do comportamento geomecânico da formação "argilas de Aveiro"

As cargas eléctricas à superfície das partículas mais as cargas distribuídas pela solução adjacente, no seu conjunto, formam a dupla camada difusa. Muitas teorias têm sido propostas para descrever quantitativamente a distribuição dos iões na área adjacente à superfície das partículas de argila, mais propriamente dos minerais argilosos. No entanto, a teoria da dupla camada difusa de Gouy-Chapman (1910,1913), apesar das várias limitações que se lhe possam invocar, nomeadamente, assumir alguns pressupostos teóricos irrealistas (Guven, 1992), tem-se mantido, com alguns refinamentos importantes (Stern (1924), Grahame (1947), Sposito (1984), Davis e Kent (1990) e Dzombak e Morel (1990) in Guven, 1992), como a que melhor se adequa à descrição físico-química e matemática do fenómeno. Fornecendo as bases para a compreensão dos processos de floculação e desfloculação e da relação destes processos com a formação da estrutura dos solos argilosos e de alguns aspectos da sua compressão, consolidação e expansibilidade.
Mostrar mais

376 Ler mais

Cetamina: aspectos gerais e relação com a esquizofrenia.

Cetamina: aspectos gerais e relação com a esquizofrenia.

Segundo Grotta et al. (1995), as ações psicomiméticas de vários antagonistas do receptor NMDA podem estar relacionadas ao bloqueio neste receptor. A fenciclidina e a cetamina, antagonistas não- competitivos do complexo receptor de NMDA, exacer- baram sintomas psicóticos em pacientes esquizo- frênicos e induziram sintomas positivos e negativos semelhantes a essa doença em indivíduos saudáveis (Adler et al., 1999; Luby et al., 1959). Também Krystal et al. (1994) demonstraram que a administração de cetamina (0,1 ou 0,5 mg/kg) em indivíduos saudáveis produziu comportamento semelhante aos sintomas positivos e negativos da esquizofrenia, bem como alterações da percepção, prejuízo na fluência verbal e sintomas similares ao estado dissociativo.
Mostrar mais

7 Ler mais

Relação entre os níveis plasmáticos de corticosterona e testosterona no comportamento...

Relação entre os níveis plasmáticos de corticosterona e testosterona no comportamento...

Contudo a relação inibitória entre estresse e reprodução não pode ser generalizada por pelo menos duas razões. Primeiro, parece que para muitos animais a relação entre estresse e reprodução é altamente dependente do contexto e assim alguns indivíduos podem exibir uma resposta inibitória, enquanto outros não. Por exemplo, machos do lagarto Sceloporus undulatus, mostram uma elevação nos níveis plasmáticos de corticosterona em resposta a encontros com machos e fêmeas durante a estação reprodutiva, mas não fora da estação reprodutiva (Smith & John-Alder, 1999; Moore & Jessop, 2003). Segundo, é evidente que durante a reprodução, muitos anfíbios e répteis mostram elevações nos níveis plasmáticos de corticosterona sem supressão do comportamento ou fisiologia reprodutiva. Assim é possível que elevações plasmáticas nos níveis de corticosterona possam facilitar aspectos comportamentais e fisiológicos específicos da reprodução (Moore & Jessop, 2003).
Mostrar mais

97 Ler mais

Aspectos da dissonância no comportamento de compra

Aspectos da dissonância no comportamento de compra

A dissonância cognitiva nada mais zyxwvutsrqponmlkjihgfedcbaZYXWVUTSRQPONMLKJIHGFEDCBA é do que um estado de. ansiedade diante da insegurança sobre o acerto de uma de-[r]

120 Ler mais

Comportamento privado: acessibilidade e relação com comportamento público.

Comportamento privado: acessibilidade e relação com comportamento público.

apenas ao próprio indivíduo a quem dizem respeito (Skinner, 1945, 1953/1965, 1969, 1974). Nenhuma natureza especial precisa ser suposta; nenhum apelo à metafísica se torna necessário para explicá-los. Como fenômenos comportamentais, estímulos e respostas privados são dotados de natureza física e podem ser interpretados com os mesmos conceitos com os quais se interpretam os fenômenos públicos. A inacessibilidade à observação pública, que confere especificidade aos eventos privados, pode ser momentânea e circunstancial. Indiretamente, aqueles eventos podem tornar-se públicos com o relato do participante, produzido por contingências de que a comunidade verbal dispõe. Skinner aponta quatro estratégias empregadas pela comunidade verbal para promover a “publicização” de eventos privados (Cf. Malerbi & Matos, 1992; Skinner, 1945; Tourinho, 1995). Na primeira, a comunidade reforça respostas autodescritivas de estímulos privados baseando-se em estímulos públicos que estão associados (por exemplo, reforçar a descrição de sensações táteis, observando os estímulos que estão sendo tocados pelo participante); na segunda, a comunidade observa respostas do participante freqüentemente associadas a uma estimulação privada e reforça descrições daquela estimulação (por exemplo, reforçar descrição de dor quando o participante pressiona um ferimento); no terceiro caso, a comunidade também observa o comportamento, reforçando respostas descritivas dos próprios comportamentos ou de sua probabilidade (por exemplo, descrever-se como “faminto”); por último, a comunidade ensina respostas descritivas de propriedades de certas estimulações a partir da observação de ocorrências públicas e o participante generaliza para condições privadas com base em propriedades coincidentes (metáforas como “dor aguda”, “cabeça quente”, etc.).
Mostrar mais

10 Ler mais

Comportamento Privado: Acessibilidade e Relação com Comportamento Público

Comportamento Privado: Acessibilidade e Relação com Comportamento Público

Conforme sugerido anteriormente, o indivíduo pode resolver problemas formulando ou não regras. A resolução de um problema pode ser feita seguindo-se regras estabelecidas por um falante ou pela exposição direta às contingências. Nem todos problemas solucionados implicam na formulação de regras (Maier, 1931; Hefferline, Keenan & Harford, 1959). Uma boa revisão de resolução de problemas e relatos sobre os mesmos pode ser encontrado em Nisbett & Wilson (1977). A distinção entre estes dois meios de manipular as variáveis resulta em considerar a participação ou não do autoconhecimento nesse processo, visto que Skinner (1969) sugere que a formulação de regras requer no mínimo que o indivíduo saiba descrever o próprio comportamento e/ou as variáveis que controlam este comportamento. Pesquisas na análise experimental do comportamento têm sido realizadas com o objetivo de verificar quando ou como respostas autodescritivas passam a exercer algum efeito sobre a resolução de problemas. Os resultados indicam que a formulação de regras ocorre sempre após uma história de exposição às contingências e após a resposta solução correta emitida pelo participante estar sob controle efetivo dos estímulos discriminativos presentes na situação (Torgrud & Holborn, 1990; Simonassi, 1997; I de Oliveira, 1998; Sanábio, 2000). Considera-se importante investigar adicionalmente como os relatos verbais solicitados durante o processo de resolução de problemas podem contribuir para o esclarecimento do papel desempenhado pelas autodescrições encobertas na resolução de problemas.
Mostrar mais

10 Ler mais

Relação entre o Comportamento Sedentário dos Pais e o Comportamento Sedentário dos Filhos

Relação entre o Comportamento Sedentário dos Pais e o Comportamento Sedentário dos Filhos

As alterações ocorridas nas últimas décadas no estilo de vida, naturalmente, têm implicações, na saúde das crianças, jovens e adultos, pelo que têm merecido maior atenção por parte dos investigadores. Dados obtidos a partir de estudos com bio marcadores e avaliações objetivas (e também de alguns estudos numa perspetiva epidemiológica) destacaram a importância do foco no equilíbrio entre as atividades moderadas/ligeiras e os comportamentos sedentários – particularmente no elevado volume que os adultos nos países industrializados e desenvolvidos passam sentados nas suas 15,5 horas sem exercício, enquanto acordados (Owen, Bauman & Brown, 2009). Estar sentado por períodos prolongados tem sido associado a muitos fatores de risco metabólicos, independentemente da participação em AF, sugerindo que os efeitos protetores da AF podem ser anulados devido ao elevado número de horas em atividades sedentárias (Hamilton et al., 2007; Ekelund et al., 2006). Nesta perspetiva e de acordo com a investigação recente, o comportamento sedentário e o nível de AF podem ter papéis independentes na saúde, uma vez que independentemente dos níveis de AF, o comportamento sedentário está associado com o aumento do risco de doença cardíaca e metabólica, com todas as causas de mortalidade e com uma variedade de problemas fisiológicos e psicológicos (Tremblay et al., 2011).
Mostrar mais

67 Ler mais

Relação entre Variáveis Familiares, Comportamento Materno e Comportamento da Criança

Relação entre Variáveis Familiares, Comportamento Materno e Comportamento da Criança

No que respeita ao coping com emoções positivas e a sua influência nos comportamentos da criança, verificou-se que as respostas orientadoras/capacitadoras (fator 1; QCEP) se relacionam negativamente com a síndrome isolamento e com a escala internalização. De forma oposta, as respostas negativas (fator 2; QCEP) relacionam-se positivamente com as síndromes isolamento, comportamento agressivo e com a escala externalização parecendo sugerir que, quanto mais frequente é o uso de respostas negativas, mais comportamentos externalizantes a criança vai exibir. Relativamente ao coping com emoções negativas e a implicação deste no comportamento da criança, verificou-se que apenas as reações perturbadas, punitivas e de minimização integradas no fator reações negativas se relacionam – no mesmo sentido do anterior – com as síndromes isolamento, comportamento agressivo, com a escala externalização e, adicionalmente, com a escala internalização. Estes resultados são semelhantes aos observados noutros estudos que demonstraram que as práticas de socialização emocional das crianças têm implicação na sua regulação emocional, verificando-se que, quando os pais se focam na experiência emocional das crianças ou nas situações que provocaram emoções negativas ou encorajam os filhos a expressar as suas emoções, estes desenvolvem competências adaptativas de regulação emocional e, consequentemente, exibem menos sintomas internalizantes (e.g., depressão, ansiedade) e externalizantes (e.g., comportamentos agressivos; Bornstein et al., 2018; Eisenberg et al., 1998, 2001). Por outro lado, se os progenitores têm reações hostis e minimizam as experiências emocionais das crianças, pode pressupor-se que estas possam adquirir uma incapacidade para uma regulação emocional adequada, podendo não ter competência para modular as emoções e os comportamentos emocionalmente motivados e, portanto, correm o risco de ter mais comportamentos de externalização e internalização (Eisenberg et al., 1998; Fabes et al., 2001; Olson et al., 2017, 2011).
Mostrar mais

49 Ler mais

ASPECTOS SUBJETIVOS E SUA RELAÇÃO COM O CÂNCER

ASPECTOS SUBJETIVOS E SUA RELAÇÃO COM O CÂNCER

O que cada sujeito procura, no meio dos acontecimentos em que está mergulhado, é construir sua vida individual, não viver de representações, ou viver a busca de sua própria identidade, uma vez que somos compostos a cada dia de fragmentos de identidades diferentes, mas sim como um sujeito constituinte dos seus direitos como ser humano, é resgatar nossa liberdade, direito de viver e de ser reconhecido em sua dignidade, e para que se forme essa consciência do sujeito, tem que haver três componentes: uma relação a si mesmo, o sujeito se confrontar com as forças dominantes que lhe negam o direito e a possibilidade de agir como sujeito e por fim, cada um, enquanto sujeito, propõe uma certa concepção geral do individuo, que nem Pierre Radane pronunciou: “Não queremos viver num mundo melhor amanhã. Mas num mundo diferente hoje.” (TOURAINE, 2004, p.154)
Mostrar mais

39 Ler mais

Aspectos Experimentais do Comportamento em Microabrasão de Poliuretano

Aspectos Experimentais do Comportamento em Microabrasão de Poliuretano

A Figura 45 apresenta a morfologia de desgaste para a formulação 13 molde. A mesma apresenta um mecanismo complexo e difícil de ser analisado. A figura será dividida em regiões para facilitar a interpretação. O desgaste apresentou regiões bem distintas, onde em cada região existe uma tendência de mecanismos de desgaste. Nas regiões 1 e 3 o mecanismo apresentado é o de rolamento de partículas com indentações múltiplas. Shipway e Ngao (2003) encontraram comportamento semelhante. O abrasivo pode ter sido “canalizado” para as regiões 2 e 4 gerando desgaste mais severo nestas regiões. Na região 5 percebe - se a possível fusão e/ou escoamento de material como identificado por da Silva (2006). Esta figura caracteriza bem a complexidade do desgaste abrasivo de polímeros. Todas as regiões estão submetidas às mesmas condições de testes e apresentam mecanismos de desgaste diferenciados. Entre a região 4 e 5 é apresentada uma fase intermediária de transição entre os dois fenômenos.
Mostrar mais

93 Ler mais

PSORÍASE: ASPECTOS DE COMPROMETIMENTO ARTICULAR EM RELAÇÃO COM OS ASPECTOS CLÍNICOS

PSORÍASE: ASPECTOS DE COMPROMETIMENTO ARTICULAR EM RELAÇÃO COM OS ASPECTOS CLÍNICOS

INTRODUÇÃO: Psoríase doença inflamatória crônica da pele, caracterizada por lesões róseas ou avermelhadas, recobertas por escamas esbranquiçadas e secas, seu formato em placas é o tipo mais comum. Em todas as formas de psoríase o envolvimento ungueal pode estar presente em cerca de 50% dos casos. Os indivíduos com psoríase apresentam deformidades nas unhas e tendência a desenvolver artrite psoriásica. A artrite psoriásica doença inflamatória das articulações de maneira divergente envolve a coluna vertebral e articulações periféricas, pode afetar até 30% das pessoas portadoras da psoríase entre 5 a 12 anos após seu desenvolvimento como dactilite,entesite e articulações periféricas. O que dificulta o diagnóstico pois os envolvimento cutâneo pode acometer antes do comprometimento articular. Existem um desenvolvimento imunológico na patogênese desta doença imunodiada por células Th1 e Th17. Recentemente há evidencias que desempenham um papel crucial na patologia da artrite psoriásica. A prevalência de 06% a 42% dos pacientes com psoríase desenvolvem uma doença articular. Alguns estudos vem analisando minuciosamente estes itens, surgindo assim métodos para mensurar a qualidade de vida, pois para obter uma vida com qualidade é necessário avaliar o indivíduo como um todo em aspectos psicológicos, social e físico. Os questionários são instrumentos, nos quais coletam informações e caracterizam uma técnica de investigação composta, na forma objetiva de questões apresentadas por escrito na pesquisa, em aplicação do conhecimento do pesquisador. PASE-P: desenvolvidos como uma ferramenta de triagem para APs de forma mais eficaz em indivíduos com Ps e validados por Husni, et al.2007.Sua sensibilidade e de 76% e especificidade de 82%. NAPSI instrumento que avalia cada unha dividindo as em quatro quadrantes, para ser avaliada quanto a presença de qualquer alteração provenientes tanto da matriz da unha quanto leito ungueal. PASI:
Mostrar mais

53 Ler mais

A relação da dimensão das empresas com o seu comportamento inovador

A relação da dimensão das empresas com o seu comportamento inovador

As empresas, em todo o mundo, de diferentes setores e dimensões, operam num ambiente cada vez mais dinâmico, complexo e imprevisível. Isto leva a que muitas empresas procurem novas formas de conduzir os seus negócios através de algum tipo de inovação para obterem lucro e permanecerem em vantagem competitiva (Laforet, 2008). A relação entre a inovação e a mudança económica é de elevado interesse. Através da inovação são criados e difundidos novos conhecimentos, que expandem o potencial económico através do desenvolvimento de novos produtos e novos métodos de produção. Estes melhoramentos dependem não apenas do conhecimento tecnológico mas também de outras formas de conhecimento que são usadas para desenvolver inovações de produto, processo, marketing e organizacionais (Manual de Oslo, 1997). A inovação é, pois, considerada um fator-chave de sucesso de qualquer negócio, desta forma, é essencial para alcançar a prosperidade tanto social como económica, por isso, compreender os fatores que induzem a mais inovação é um dos objetivos importantes sob o ponto de vista da política económica e sob o ponto de vista da estratégia empresarial. Porém, a inovação é um processo que pode ter custos muito elevados e, em geral, se caracteriza por grande incerteza (Barbosa, Faria e Eiriz, 2014) fazendo com que nem todas as empresas consigam inovar.
Mostrar mais

93 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados