Aspectos Sanitários da Água

Top PDF Aspectos Sanitários da Água:

Manejo, aspectos sanitários e qualidade da água de cisternas em comunidades do semiárido sergipano

Manejo, aspectos sanitários e qualidade da água de cisternas em comunidades do semiárido sergipano

consumo humano de varias familias, principalmente en los meses de estiaje. Para conocer esta realidad, la investigación fue desarrollada en comunidades rurales de los municipios de Simão Dias y Tobias Barreto, en Sergipe, con el objetivo de evaluar las formas de manejo y calidad del agua almacenada en cisternas domiciliares. La metodología adoptada fue del tipo cualitativa y exploratoria, desarrollada con la aplicación de 44 formularios para el diagnóstico socioambiental de las familias y recolecciónde 44 muestras de agua almacenada en las cisternas para análisis microbiológico en laboratorio. Los resultados de las muestras de agua revelaron contaminación microbiológica por Coliformes totales en todas las cisternas de ambos municipios y por Escherichia coli en el 100% de los domicilios de Tobias Barreto y el 75% de los de Simão Dias. El comprometimiento sanitario del agua posiblemente está relacionado a las deficiencias en la manutención y conservación del sistema de captación y almacenamiento de agua como tejados, canaletas, ductos y cisterna; y al manejo de los usuarios en la retirada del agua de las cisternas, en el cual predomina el uso de cubos presos en cuerdas. Las medias de Coliformes Totales y E. coli en los períodos lluvioso y seco, analizadas por el método estadístico test T, mostraron significancia estadística en la contaminación del agua en los referidos períodos de recolecciónen los dos municipios. La capacitación y movilización de los beneficiarios de las cisternas son aspectos centrales para mejor calidad del agua, para minimizar posibles riesgos parala salud y garantizar correcto funcionamiento de estos sistemas.
Mostrar mais

13 Ler mais

Açude São Salvador: aspectos sanitários e físico-químicos da água represada e de seu tributário principal. Proposta de manejo para retardo da eutrofização.

Açude São Salvador: aspectos sanitários e físico-químicos da água represada e de seu tributário principal. Proposta de manejo para retardo da eutrofização.

Em todos os pontos os valores de estreptococos foram maiores que 33 UFC/100mL, limite sugerido para balneabilidade (APHA, 1995). Conclui-se que na maioria dos pontos do Riacho e do Açu[r]

176 Ler mais

Caracterização da suinocultura em Mossoró, Rio Grande do Norte: aspectos sanitários e riscos de zoonoses

Caracterização da suinocultura em Mossoró, Rio Grande do Norte: aspectos sanitários e riscos de zoonoses

As variáveis de interesse estudadas foram divididas em três eixos, conforme descrito a seguir. Dados pessoais do produtor: sexo; idade; renda; escolaridade; tempo na atividade; e ordem de importância econômica da suinocultura. Dados da suinocultura: tempo de criação; número de animais; sistema de criação; número de pessoas que lidam com os animais; contato com suínos de outros criadores; tipo de instalações das criações; tipo de alimentação; origem da água de consumo dos suínos; tratamento da água; saneamento das criações; frequência de higienização das instalações; segregação por idade; uso de vacinas; uso de vermífugo; uso de antibiótico; uso de vitamina / ferro; respeito ao período de carência de fármacos; assistência veterinária regular; outras espécies animais na área; presença de roedores; presença de moscas; manejo reprodutivo; relato de abortos / repetições de cio; principal problema de saúde; existência de área para quarentenário ou enfermaria; destino de carcaças (mortes e abortamentos); e frequência de envio de animais para abate. Percepção dos produtores: definição de zoonoses; participação em treinamento sobre sanidade ou zoonoses de suínos; entendimento sobre as principais zoonoses de suínos (cisticercose, toxoplasmose, brucelose e leptospirose); conhecimento de algum programa de governo para incentivo na suinocultura; e utilização de crédito do governo para investimento na criação.
Mostrar mais

148 Ler mais

Dinâmica da comunidade fitoplanctônica e aspectos sanitários de um lago urbano eutrófico em São Paulo, SP.

Dinâmica da comunidade fitoplanctônica e aspectos sanitários de um lago urbano eutrófico em São Paulo, SP.

dissolvido (fi guras 1, 4). Destacam-se, neste período, elevadas densidades de cianobactérias em relação às demais classes (fi gura 5). Isso evidencia a infl uência biológica sobre algumas variáveis abióticas, como altos valores de oxigênio dissolvido (tabela 2), diminuição da transparência da água (fi gura 6) e aumento de fósforo total (tabela 2). Florações de cianobactérias também foram registradas na primavera e verão por outros autores nesse reservatório (Sant’Anna et al. 1989, Nogueira 1997, Ramirez & Bicudo 2002, 2003, Fonseca 2005 e Crossetti 2006) caracterizando a ocorrência sazonal das fl orações na primavera e verão.
Mostrar mais

16 Ler mais

ASPECTOS SANITÁRIOS DO QUEIJO MINAS ARTESANAL COMERCIALIZADO EM FEIRAS LIVRES

ASPECTOS SANITÁRIOS DO QUEIJO MINAS ARTESANAL COMERCIALIZADO EM FEIRAS LIVRES

O alto teor de água do queijo Minas artesa- nal, aliado quase sempre a deficientes condições higiênicas de processamento, manipulação, trans- porte e estocagem, o torna susceptível a microrga- nismos patogênicos e deteriorantes. Essas condi- ções resultam em importante qu estão de saúde pública pelo risco de causar doenças ao homem, uma vez que o produto tem ampla aceitação co- mercial e faz parte do hábito alimentar da popula- ção das diversas regiões do país (LOGUERCIO & ALEIXO, 20 01 ).

11 Ler mais

Segurança alimentar de hortaliças orgânicas: aspectos sanitários e nutricionais.

Segurança alimentar de hortaliças orgânicas: aspectos sanitários e nutricionais.

Para a execução das análises parasitológicas, empregou-se a técnica de sedimentação descrita por Oliveira e Germano (1992) com modificações, proposta por Takayanagui et al. (2001). Assim, pesaram-se cerca de 100 g de cada vegetal em sacos de polietileno, introduziram-se 250 mL de água destilada e foram agitados manualmente por 30 segundos. O líquido obtido da lavagem foi filtrado através de gaze cirúrgica, recolhido em frascos com capacidade para 250 mL, onde permaneceu em repouso por 24 horas para sedimentação. Após a sedimentação espontânea, o líquido sobrenadante foi cuidadosamente desprezado e o sedimento analisado em triplicata através de lâmina corada com solução de lugol e em exame direto com microscópio ótico, utilizando objetivas de 10 e 40 X para pesquisa de ovos ou larvas de helmintos. Parte do sedimento foi submetida ao método de centrífuga-flutuação em sulfato de zinco para pesquisa de cistos de protozoários.
Mostrar mais

6 Ler mais

Avaliação dos aspectos sanitários, agronomicos e de qualidade em melancias irrigadas com esgoto tratado

Avaliação dos aspectos sanitários, agronomicos e de qualidade em melancias irrigadas com esgoto tratado

Henrique et al. (2005) avaliaram o desempenho da cultura do pimentão, desenvolvida em cinco diferentes tratamentos, sendo irrigados com efluente do reator UASB e efluente da lagoa de polimento, e comparando o desempenho destes com outros tratamentos: solo sem adubação e com adubação mineral e orgânica. Ficou evidente que os tratamentos adubados apresentaram maior produtividade, no entanto, não foi observada diferença significativa entre a média de produtividade dos tratamentos utilizando água de poço e solo com adubação (mineral e orgânica) e o irrigado com efluente de reator anaeróbio tipo UASB. A menor produtividade ocorreu com o tratamento em que a cultura foi irrigada com efluente de lagoa de polimento. Azevedo et al.(2005) avaliaram a capacidade nutricional da água residuária tratada. A cultura escolhida para ser irrigada foi o milho. Comparando-se os tratamentos que receberam as mesmas doses de nitrogênio, mas tipo de água diferente entre si, verificou-se que a produção foi maior em todos os tratamentos com água residuária tratada, confirmando-se assim a característica de fertilização dos esgotos. Pereira et al.(2005) avaliaram os efeitos da fertirrigação na cultura do milho irrigada com águas residuárias provenientes de dois tratamentos: lagoa facultativa primária seguida de wetland e lagoa facultativa primária seguida de filtros rudimentares. Não foram verificadas diferenças significativas na produtividade do milho irrigado com os dois efluentes, o que pode ser explicado pelo fato de ambos os efluentes atenderem as necessidades nutricionais da cultura nas condições da pesquisa. O esgoto tratado mostrou-se vantajoso para a fertirrigação de milho, mesmo aplicado em solo arenoso, apresentando boa produtividade.
Mostrar mais

113 Ler mais

Utilização de esgotos sanitários para produção de alimentos para animais: aspectos sanitários e produtivos

Utilização de esgotos sanitários para produção de alimentos para animais: aspectos sanitários e produtivos

A disposição no solo é uma das formas mais anti- gas de destino final, reciclagem ou tratamento de esgo- tos sanitários. Entretanto, como destacado por Bastos et al. (2003a), é preciso ter claro que esses são objeti- vos distintos, que requerem manejo diferenciado e que nem sempre são compatíveis entre si. No primeiro caso, o que se pretende é a infiltração, envolvendo taxas de aplicação elevadas em solos com características ade- quadas para tal, geralmente sem cobertura vegetal. A irrigação é a forma, pressupostamente controlada, de reúso da água e reciclagem de nutrientes, em que as taxas de aplicação devem ser compatibilizadas com as boas práticas agrícolas, ou seja, com o atendimento da demanda hídrica da cultura irrigada, com a técnica de irrigação utilizada, com as características climáticas e do solo. Quando o objetivo é o tratamento dos esgo- tos, pressupõe-se a produção de efluente tratado com características adequadas para o lançamento em cor- pos d’água ou para a irrigação. Entretanto, como uma das principais formas de tratamento de esgotos por dis- posição no solo, o escoamento superficial, envolve a produção de biomassa vegetal, ela pode ser entendida como um processo integrado de tratamento e reúso 4 ;
Mostrar mais

8 Ler mais

Aspectos sanitários e produtivos das unidades de terminação suinicolas do Estado de Mato Grosso, Brasil.

Aspectos sanitários e produtivos das unidades de terminação suinicolas do Estado de Mato Grosso, Brasil.

O presente trabalho analisou os aspectos sanitários e produtivos das Unidades de Terminação (UT) suinícolas do Estado de Mato Grosso. Foram levantados dados oficiais junto ao Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso, referentes a 55 granjas de terminação, distribuídas em 18 municípios, no período de dezembro de 2005 a janeiro de 2006. As características foram descritas e analisadas pelo teste de correlação Spearman, segundo o número de animais por UT, aspectos produtivos, sistemas de proteção sanitária, controle de possíveis veiculadores de agentes patogênicos e manejo dos animais. A população suína cadastrada totalizou 74.650 animais, sendo que 44 (80,0%) UT encontravam-se na região do cerrado. Segundo o número de suínos 10,9%, 9,1%, 14,%, 18,2%, 21,8% e 25% possuíam de 1 a 10, 11 a 100, 101 a 500, 501 a 1.000, 1.001 a 2.000 e acima de 2.000 suínos, respectivamente. As granjas integradas totalizaram 63,6% sendo que 89,1% empregavam manejo intensivo. As analises de correlações positivas (P < 0,05) foram observadas em diversos tipos de granjas, apresentando relação com: assistência veterinária, sistemas all-in all- out, incineração de carcaças, vassoura de fogo, compostagem, edificações de alvenaria e madeira, consumo de ração própria e comercial, abastecimento de água de represa, rio ou córregos e controle de moscas. Mesmo observando diferentes índices de correlação, detectaram-se inúmeros déficits de manejo sanitário em diversos segmentos das UT, por isso, questões relativas à biosseguridade das granjas do Estado de Mato Grosso devem ser revistas para que, futuramente, possa ser ava- liado o grau de vulnerabilidade delas.
Mostrar mais

8 Ler mais

Aspectos sanitários de um sistema de irrigação, em escala piloto, utilizando esgoto doméstico tratado

Aspectos sanitários de um sistema de irrigação, em escala piloto, utilizando esgoto doméstico tratado

Quadro 3.8 Nutrientes presentes nos esgotos domésticos brutos, que eutrofizam os corpos d´água 16 Quadro 3.9 Doenças humanas importantes causadas por bactérias presentes nas excretas 24 Quadro 3.10 Doenças humanas importantes de origem viral, relacionadas com esgoto sanitário 27 Quadro 3.11 Classes de protozoários e seus mecanismos de locomoção 28 Quadro 3.12 Doenças humanas causadas por protozoários e relacionadas com esgoto doméstico 29 Quadro 3.13 Doenças humanas importantes causadas por helmintos relacionadas ao reúso de

18 Ler mais

Aspectos sanitários do cultivo da alface americana, irrigada com águas recptoras de efluentes urbanos.

Aspectos sanitários do cultivo da alface americana, irrigada com águas recptoras de efluentes urbanos.

Apresentam-se nas Tabelas 2, 3 e 4 os resultados das médias das análises microbiológicas das amostras semanais de solo, água e cultura (realizadas desde a 1ª semana após o transplante das mudas até a colheita), para verificar a quantidade de coliformes fecais nos tratamentos T1 a T4. Analisando-se isoladamente cada tabela, e de acordo com o teste de Kruskal-Wallis, as diferenças dos valores médios entre os tratamentos não foram grandes o suficiente para se excluir a possibilidade de que essas diferenças sejam devido à variabilidade espacial das amostras. Os tratamentos não apresentaram diferenças estatísticas significativas.
Mostrar mais

7 Ler mais

Avaliação do crescimento, desenvolvimento e produção do algodão irrigado com água de esgotos sanitários tratados

Avaliação do crescimento, desenvolvimento e produção do algodão irrigado com água de esgotos sanitários tratados

35 A variação da área foliar (AF) em relação aos dias após a semeadura (DAS), para os tratamentos irrigados com água de abastecimento (T1), efluente UASB (T2), efluente proveniente de filtro em série (T3), efluente proveniente de filtro anaeróbio (T4), efluente proveniente de lagoas de macrófitos (T5), está apresentado na Figura 3, onde se observa que o período com maior taxa de crescimento se deu dos 30 aos 75 DAS, correspondendo às fases II (desenvolvimento vegetativo) e a fase III (floração e frutificação), a partir dos 75 DAS os tratamentos T2 e T5 contribuíram para o desenvolvimento da massa foliar, resultando na ocorrência de maiores área foliar, ultrapassando os demais tratamentos, devido aos nutrientes, tais como: fosforo, nitrogênio, potássio, provenientes das águas residuárias dos respectivos tratamentos utilizados pelas plantas. A área foliar é o importante fator de produtividade de uma cultura, visto ser a principal causa da intercepção da luz solar. Quanto mais rápido a cultura atingir a área foliar máxima, e quanto mais tempo a área foliar permanecer mais ativa, maior será a produtividade. Santos et al.(2006), utilizando a fertirrigação na cultura do quiabo, também obteve o melhores resultados da área foliar no tratamento irrigado com água residuária tratada proveniente do efluente UASB.
Mostrar mais

53 Ler mais

Estudo do processo de evaporação de lixiviado de aterros sanitários - Aspectos técnicos e ambientais

Estudo do processo de evaporação de lixiviado de aterros sanitários - Aspectos técnicos e ambientais

Onde Rd é a resistência dos depósitos incrustados na parede, o índice 1 refere-se ao fluído calefator e o 2 à solução evaporante. O fluído de aquecimento é, freqüentemente, o vapor de água condensante, de modo que h1 é o coeficiente do vapor condensante, embora uma pequena fração do calor possa ser transferida para a solução pelo vapor superaquecido, antes desse vapor atingir a temperatura de condensação. Os depósitos nas paredes dependem da solução que está sendo evaporada, do intervalo de tempo desde a última limpeza e da diferença de temperatura entre uma e outra face da superfície calefatora.
Mostrar mais

50 Ler mais

Aspectos zootécnicos e sanitários de propriedades leiteiras do munícipio de Itaperuna (RJ) em 2005

Aspectos zootécnicos e sanitários de propriedades leiteiras do munícipio de Itaperuna (RJ) em 2005

mercado e conhecimento técnico são aspectos relevantes que também devem ser considerados, quando se traçam objetivos e metas dentro da empresa. Além desses, a área disponível, sua topografia e fertilidade associadas às condições de irrigação e drenagem, base da produção de alimentos volumosos de qualidade, é que oferecem estrutura para um desenvolvimento eficiente da atividade leiteira. Esta eficiência deve estar alicerçada não somente na produção com baixo custo por litro de leite, mas também na capacidade de resposta, em termos de oferta, aos estímulos do mercado (Gomes, 2000). Assim, o desafio do produtor é otimizar o uso dos fatores de produção, condição essencial para maximização do lucro da propriedade. Estar inserido na cadeia de produção é, atualmente, uma necessidade fundamental, visto que o mercado apresenta-se cada vez mais concorrido e flexível; e a partir desse conhecimento é que as tomadas de decisões podem ser adequadas.
Mostrar mais

76 Ler mais

Proposta para redução no consumo de água nas descargas de vasos sanitários com a utilização de uma alternativa sustentável

Proposta para redução no consumo de água nas descargas de vasos sanitários com a utilização de uma alternativa sustentável

No passado não houve fiscalização por parte dos governos e também cobranças da população, sendo o governo responsável por estruturar adequadamente as fontes de captação e gerenciamento dos recursos hídricos. A intervenção humana trouxe problemas drásticos ao ciclo natural da renovação hídrica. Atualmente, com a crise hídrica, o governo está se preocupando e criando alternativas para minimizar tal situação, isso devido à diminuição dos mananciais, poluição dos rios, consumo exagerado, falta de políticas eficientes e consciência da população, num ritmo tão acelerado, diminuindo assim a água propícia para consumo colocando em risco a vida dos homens e dos seres que fazem parte da biosfera.
Mostrar mais

12 Ler mais

Aspectos higiênico-sanitários de estabelecimentos comercializadores de carnes no município de Bom Jesus-PI

Aspectos higiênico-sanitários de estabelecimentos comercializadores de carnes no município de Bom Jesus-PI

A segurança alimentar tem sido um dos temas mais abordados na atualidade, tendo em vista que ameaças à inocuidade dos produtos são constantemente noticiadas pela mídia. A exigência internacional para exportações de diversos produtos, fez com que o tema segurança alimentar fosse tratado com mais severidade, já que envolve também os aspectos econômicos (SATO; SILVA, 2007). No ano de 2014 foram registrados 886 surtos de DTA e 15.700 pessoas ficaram doentes devido a ingestão de alimentos contaminados. Destes, 40,2% ocorreram na região Sudeste, 34,8% na região Sul, 14,8% no Nordeste, 6% na região Centro-Oeste e 4,3% na região Norte, sendo que 51% desses surtos foram por alimentos não identificados (BRASIL, 2016).
Mostrar mais

10 Ler mais

Aspectos jurídicos e sanitários condicionantes para o uso da via judicial no acesso aos medicamentos no Brasil

Aspectos jurídicos e sanitários condicionantes para o uso da via judicial no acesso aos medicamentos no Brasil

En Brasil ha sido creciente el uso del poder judicial como un medio de garantía del derecho a la salud y el acceso a los medicamentos, fenómeno denominado judicialización de la salud. Esto ha provocado debates entre abogados, políticos, profesionales y gestores de salud. Por tratarse de un fenómeno multidimensional se realizó un revisión para examinar los aspectos legales y sanitarios que soportan las acciones judiciales en las demandas por medicamentos. La salud es reconocida como un derecho humano fundamental en la Constitución Federal Brasilera de 1988 y otorga protección no sólo en el ámbito jurídico constitucional y en las leyes sino también en las políticas públicas, sus metas y productos. Las demandas judiciales por medicamentos pueden reflejar las dificultades en el acceso a los servicios de salud y los vacíos y desactualización de las acciones asistenciales. Para concluir, este contexto influye en la judicialización de la asistencia farmacéutica en Brasil.
Mostrar mais

10 Ler mais

Análise dos aspectos físicos e sanitários do Córrego do Tanquinho no município de Ribeirão Preto/SP

Análise dos aspectos físicos e sanitários do Córrego do Tanquinho no município de Ribeirão Preto/SP

Cabe destacar que a degradação de nascentes de rios que abastecem as zonas rurais e urbanas englobam assuntos das áreas de geologia, geomorfologia, hidrologia, solos e vegetação. A crescente escassez no suprimento de água de qualidade e quantidade satisfatórias, demanda dos planejadores sociais a busca por estratégias, principalmente na gestão dos usos da água para o consumo humano, a fim de não se acarretar problemas de disponibilidade para as futuras gerações (BONFIM et. al., 2015).

18 Ler mais

Aranãs do médio Jequitinhonha: aspectos socioeconômicos, demográficos e sanitários de uma população indígena desaldeada.

Aranãs do médio Jequitinhonha: aspectos socioeconômicos, demográficos e sanitários de uma população indígena desaldeada.

O presente artigo buscou caracterizar as di- mensões socioeconômica e demográfica dos Aranã, com foco sobre as condições sanitárias de suas habitações; identificar diferenças situacionais internas ao grupo, vez que, apesar de se tratar de uma mesma etnia – o que conotaria certa homo- geneidade socioeconômica, cultural e comporta- mental – parcela reside na zona rural e outra na urbana dos municípios pesquisados; e discutir aspectos socioeconômicos, demográficos e sanitá- rios identificados para os Aranã em comparação com aqueles de outras etnias indígenas nacionais.
Mostrar mais

12 Ler mais

ASPECTOS ECONÔMICOS E HIGIÊNICO-SANITÁRIOS DA COMERCIALIZAÇÃO DO PESCADO NO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA (PA)

ASPECTOS ECONÔMICOS E HIGIÊNICO-SANITÁRIOS DA COMERCIALIZAÇÃO DO PESCADO NO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA (PA)

formados puderam ser claramente relacionados às estações locais (verão, inverno local e transições). Nos períodos de maior intensidade das chuvas, quando aumenta o volume de água doce no estuário, são freqüentemente capturadas espécies catádromas, anádromas e semianádromas que embora não realizem um deslocamento para áreas mais salobras, são espécies que procuram áreas com menores valores de salinidade dentro dos estuários. Esta característica de muitas espécies que visitam o estuário do rio Caeté já havia sido observada por Isaac e Barthem (1995), Espírito-Santo (2002) e Braga (2002).
Mostrar mais

12 Ler mais

Show all 10000 documents...