Caso pedagógico

Top PDF Caso pedagógico:

Eficiência operacional no serviço de urgência do Hospital de Cascais: caso pedagógico

Eficiência operacional no serviço de urgência do Hospital de Cascais: caso pedagógico

Historicamente, o setor da Saúde sempre foi um dos focos centrais das discussões orçamentais, pelo peso que representa para as contas públicas e pela inquestionável importância que tem para todos os cidadãos. Os Hospitais, por representarem mais de 50% da despesa corrente do Serviço Nacional de Saúde (SNS), são e serão cada vez mais impelidos a praticar uma gestão eficiente e criteriosa dos seus recursos. Por outro lado, os Serviços de Urgência (SU), principal porta de entrada de doentes num Hospital, deparam-se com um enorme desafio associado ao fenómeno de grande afluência de situações de baixa gravidade. Este é um dos maiores constrangimentos das urgências, sentido à escala mundial, e que, a par de diversos outros fatores, coloca os SU no cerne dos serviços com maior propensão à ineficiência dentro de um hospital. Num serviço crítico a tantos níveis, as ineficiências podem ser encontradas em diferentes vertentes: tempos de espera, deslocações desnecessárias, consumos não uniformizados, meios complementares de diagnóstico em excesso, incorreta afetação de recursos humanos aos vários níveis de gravidade dos doentes, entre muitos outros. Com o presente caso pedagógico pretende-se reforçar a importância de dotar as equipas operacionais de instrumentos simples e eficazes que as permitam tornar o serviço mais ágil, com maior qualidade, mais eficiente e sustentável, gerando mais-valias tanto para a instituição como para o utente.
Mostrar mais

82 Ler mais

Caso pedagógico : classificados online – media offline vs media online

Caso pedagógico : classificados online – media offline vs media online

O caso pedagógico analisado pretende sugerir uma possível resolução para o problema desta empresa, considerando o actual contexto, através de uma metodologia pedagógica. O interesse prático deste case study recai sobre 2 perspectivas, a do Docente e a dos Alunos. No que respeita ao Docente, este caso de estudo deve, sobretudo, auxiliar o docente na explicação da função dos vários meios de comunicação, não esquecendo os ‘novos meios digitais emergentes’ e o seu funcionamento em termos de mensagem, potencialidade, coabitação e integração com os outros meios. Por outro lado, todo o processo de elaboração da estratégia de comunicação de uma marca e a sua avaliação também são aqui considerados e relevantes para o Docente, pois poderão auxiliar no ensino desta temática em aula. Quanto à perspectiva do Aluno, a relevância prática deste caso abrange o processo de decisão de um meio em detrimento de outro e também a selecção da melhor integração de meios, quando se estrutura uma estratégia de comunicação – neste caso, considerando o contexto do Baratex.pt e os seus problemas. Para o aluno a recomendação proposta para estratégia de comunicação desta empresa pretende demonstrar que podem adoptar-se várias estratégias de comunicação, e que o processo de selecção de meios é complexo e racional, envolvendo várias etapas, desde a análise do consumidor, aos objectivos e mensagem de comunicação da marca, aos meios que melhor respondem a estes objectivos, ao mix do budget (que não deve ser distribuído ao acaso) e à definição das métricas a monitorizar.
Mostrar mais

101 Ler mais

Healthpharm: caso pedagógico de uma reestruturação territorial

Healthpharm: caso pedagógico de uma reestruturação territorial

Este projecto ocupa-se principalmente do processo de definição dum Território de Vendas: os passos da sua construção, a sua importância, os parâmetros principais que o condicionam, as suas restrições, o método para a sua implementação e as consequências da má aplicação das regras que presidem à sua definição. A tese assenta no estudo duma importante filial portuguesa duma multinacional farmacêutica, a imaginária HealthPharm Portugal que lida com um problema de má divisão territorial. Sendo este um problema frequente no mundo empresarial, construiu-se um caso pedagógico que não só chama a atenção sobre a importância e vantagens da boa divisão territorial mas que constitui principalmente uma base de treino para a aplicação da metodologia recolhida na revisão da literatura. Nesse sentido, descreve-se em pormenor as ferramentas e os seus passos para definir um território de vendas eficaz. Aplicam-se as ferramentas ao caso estudado e tiram-se as conclusões. Finalmente, são tratadas as matérias de animação.
Mostrar mais

74 Ler mais

Caso pedagógico Morangos com Açúcar: a diversificação das fontes de receita

Caso pedagógico Morangos com Açúcar: a diversificação das fontes de receita

Segundo Warin (2003:12), todos os sectores são passíveis de verem licenciados as suas marcas e as associações possíveis entre marcas são infinitas. Desde o sector audiovisual com o Harry Potter, até à moda (Lacroix), o desporto (NBA), as marcas institucionais (Michelin), o mercado da arte (Picasso) e estrelas (Zidane), bandas musicais (D’ZRT) – surgem inúmeras possibilidades. Contudo uma das tendências mais atuais, é a dos licenciamentos associados a celebridades, como a do recente Justin Timberlake na qual recentemente se associa a uma marca de design de interiores. Um caso particularmente interessante e atual é o licenciamento de produtos para adolescentes que merecerá desenvolvimento neste capítulo.
Mostrar mais

80 Ler mais

Caso pedagógico DELTA Q: estratégia integrada de comunicação

Caso pedagógico DELTA Q: estratégia integrada de comunicação

OCS DE PORTUGUESES RELAÇÕES PÚBLICAS NO ESTRANGEIRO •Convite para Festa Delta Q, só para jornalistas e convidados •Visita à fábrica e museu Delta, com apresentação Delta Q •Convite para [r]

109 Ler mais

Internacionalização do retalho alimentar: caso pedagógico - Jerónimo Martins

Internacionalização do retalho alimentar: caso pedagógico - Jerónimo Martins

Num país de 46 milhões de habitantes, importa registar as carências existentes, decorrentes do contexto económico e social em que se encontra inserido, enquanto economia emergente, onde uma parte considerável da população não detém ainda um poder de compra assinalável, pelo que o mercado de bens de consumo numa lógica Business to Consumer (B2C) se encontra ainda num estado deficitário. Não obstante, as oportunidades Business to Business (B2B) são consideráveis, atendendo ao potencial de recursos naturais e de industrialização de áreas básicas, como o caso das infraestruturas.
Mostrar mais

99 Ler mais

A necessidade de adaptação dos bancos à realidade digital: caso pedagógico

A necessidade de adaptação dos bancos à realidade digital: caso pedagógico

A metodologia seguida na presente investigação tem por objetivo analisar o caso Banco Best e a sua estratégia de adoção de uma estratégia digital. Esta análise é suportada na revisão de literatura efetuada em conjugação com as várias ferramentas de gestão utilizadas em investigação que permitem fazer um diagnóstico e análise crítica da estratégia adotada pelo Best e a necessidade e vantagens da implementação da estratégia digital de uma forma global pelo setor bancário, em particular da banca de investimento. Assim, será apresentada uma caracterização do setor bancário de investimento onde o Banco Best atua, dos seus principais concorrentes, da oferta de produtos e serviços, dos meios de acesso e dos consumidores.
Mostrar mais

101 Ler mais

Caso pedagógico mel ribatejo norte dop: seleção de um canal de distribuição

Caso pedagógico mel ribatejo norte dop: seleção de um canal de distribuição

• Número de clientes potenciais: Se existir um grande numero de clientes potenciais será preferível utilizar intermediários, uma vez que será difícil chegar diretamente a cada um. • Hábitos de compra do público-alvo: Para vendas a crédito será preferível ter intermediários que possam analisar melhor a solidez do cliente. Caso o publico alvo seja de uma classe social mais elevada irá privilegiar a venda direta, etc.

78 Ler mais

Caso pedagógico: internacionalização da marca Fly London

Caso pedagógico: internacionalização da marca Fly London

A Fly London é uma das principais marcas do mercado internacional, mas nós queremos continuar a apostar no crescimento das vendas e no incremento da reputação da marca.” GM: “Sim, é nece[r]

134 Ler mais

Caso pedagógico: arquitetura de marcas da Sonae Sierra

Caso pedagógico: arquitetura de marcas da Sonae Sierra

Na indústria dos centros comerciais, e no caso concreto da Sonae Sierra, este endosso torna-se mais importante para o canal B2B, em que os diversos intervenientes do m[r]

97 Ler mais

Caso pedagógico Derovo: estratégia de marketing e inovação

Caso pedagógico Derovo: estratégia de marketing e inovação

A metodologia de caso favorece a discussão e troca de ideias e experiências, pelo que é a mais apropriada para o objectivo da formação/aula. Com o presente caso pretende-se que os alunos/formandos consigam adquirir competências práticas para a realização e implementação do plano de Marketing e para a gestão da Inovação nas empresas em que estão ou poderão estar inseridos. A apresentação da nota pedagógica apoiada em slides de apresentação do caso e de resolução do mesmo pretende facilitar a sua aplicação por parte dos professores/ formadores.
Mostrar mais

121 Ler mais

Caso pedagógico arredonda estratégia de marketing de causas

Caso pedagógico arredonda estratégia de marketing de causas

Contudo, e segundo Weinreich (2010: 13-20), os 4P’s desta ferramenta sofrem ligeiras adap- tações relativamente ao Marketing comercial: o produto diz respeito à mudança comporta- mental que a marca pretende que os cidadãos/consumidores adoptem, podendo existir, no en- tanto, produtos tangíveis como é, por exemplo, o caso da compra de preservativos para pre- venção da SIDA. Já o preço está relacionado com custos monetários ou psicológicos como o tempo que o consumidor dedica à mudança de comportamento. “O custo pode também ser emocional.” É o que acontece quando, por exemplo, “um jovem se sente embaraçado em comprar preservativos.” O ponto-de-venda, por sua vez, diz respeito aos locais onde a men- sagem está exposta para que o consumidor tenha acesso à comunicação de mudança de com- portamento, como, por exemplo, através da TV. “Idealmente, a comunicação deve atingir o público na hora e local onde a decisão de mudança de comportamento já está a ser pensa- da.” Por fim, a promoção está relacionada com a forma como a “mensagem é passada ao pú- blico-alvo” para que este adote um novo comportamento. Existem diferentes formas de co- municar a mensagem, designadamente, através de publicidade e de relações públicas.
Mostrar mais

98 Ler mais

Caso pedagógico Aquitrends: inovação no sector da aquacultura

Caso pedagógico Aquitrends: inovação no sector da aquacultura

um projeto associado à criação de uma maternidade especializada no fornecimento de chocos juvenis para engorda. Desta forma, seria possível dinamizar o sector da aqu[r]

125 Ler mais

ABC retail caso pedagógico de negociação comercial

ABC retail caso pedagógico de negociação comercial

Numa negociação existe frequentemente desacordo quanto aos motivos e interesses que representam as partes envolvidas, no entanto, os participantes manifestam motivação para iniciar [r]

67 Ler mais

Análise de filas de espera através de simulação: caso de estudo pedagógico

Análise de filas de espera através de simulação: caso de estudo pedagógico

Quanto à hora de abertura dos balcões de check-in, um dos níveis de serviço a que a ANA está cingida estabelece que 90% destes devem abrir com uma antecedência de 2 horas face à hora de partida planeada dos voos de médio curso (ANA, 2013b; 2014d). Relativamente à hora de fecho, Esteban (2008) indica que a prática corrente na ANA, para os voos de médio de curso, é que estes encerrem 30 minutos antes da hora prevista para a descolagem. Dado que todos os voos contemplados no caso têm destinos na Europa, podendo assim ser considerados de médio curso, no modelo assume-se que os balcões abrem 2 horas antes da partida do voo e que fecham 30 minutos antes da partida.
Mostrar mais

93 Ler mais

Estudo de Caso da UFP-UV (2010): projeto: “Gerir, conhecer, intervir” (cofinanciado pelo Programa Operacional Assistência Técnica (POAT), vertente FSE, do QREN) - “Utilidade e eficácia pedagógico- didáctica das plataformas de formação a distância”

Estudo de Caso da UFP-UV (2010): projeto: “Gerir, conhecer, intervir” (cofinanciado pelo Programa Operacional Assistência Técnica (POAT), vertente FSE, do QREN) - “Utilidade e eficácia pedagógico- didáctica das plataformas de formação a distância”

A versão atual do Sistema de Gestão de Cursos instalada na UFP-UV - Sakai 2.6 – apresenta limitações nos templates, no entanto este é um aspeto pouco valorizado, considerando-se que tem pouca importância para o projeto pedagógico e conceção de material. A configuração é fixa e definida pelo administrador da plataforma, havendo no entanto autonomia por parte do

10 Ler mais

Desenvolvimento de competências dos docentes do ensino superior marítimo em Portugal e Espanha

Desenvolvimento de competências dos docentes do ensino superior marítimo em Portugal e Espanha

O ensino deverá contribuir para o desenvolvimento e para a melhoria da pessoa. Este, também parece ser o entendimento de Estrela (2010:13-14), quando diz que “ O ato pedagógico constitui-se” (…) como um ato intencional essencialmente comunicativo, relacionado com um projeto social de formação ligada a uma determinada mundividência, criando uma relação mediada pelo saber e regulada pelo poder e autoridade que esse poder gera. Por isso qualquer ato pedagógico assume um caráter ético-moral que transcende a sua imediaticidade. Ainda que o professor possa não pensar muito nisso, transmite constantemente princípios e valores através dos conteúdos que seleciona (…), dos métodos que utiliza (…), pelo uso democrático ou arbitrário da autoridade, pela justiça da avaliação e das regras que estabelece que veiculam valores, dos recursos que utiliza (…), pelo posicionamento dentro e fora da sala de aula…”. Acrescenta a autora que “o ato educativo integra-se, portanto, num processo complexo em que se cruzam dimensões de caráter ético-político, biopsicológico, sociológico e pedagógico. Tendo como objeto a formação do ser humano, o ato pedagógico assume um caráter essencialmente ético e deve, por isso, ser eticamente exercido”.
Mostrar mais

323 Ler mais

O programa marxiano de educação e o fundamento da práxis.

O programa marxiano de educação e o fundamento da práxis.

O programa marxiano de educação possui um sujeito precisamente definido. Trata-se do proletariado, classe social potencialmente revolucio- nária que sintetiza mais universalmente a exploração e alienação do capital. O processo de educação desse programa consiste na transformação dessa classe-em-si a classe-para-si. As estratégias e os meios dessa educação são as contradições do trabalho, portanto, os elementos educativos do trabalho (ainda que alienado, abstrato) na medida em que favorece a constituição da massa explorada como força histórica revolucionária. Neste caso, o espaço privilegiado seria o espaço fabril, onde se realiza a principal forma da pro- dução econômica. Nesse item, aparece como proposta de maior importância a educação politécnica (ou tecnológica, segundo Manacorda e Nosella 5 ) e a
Mostrar mais

16 Ler mais

Comunicação e desenvolvimento da linguagem: a classificação internacional da funcionalidade na intervenção educativa em alunos com necessidades educativas especiais

Comunicação e desenvolvimento da linguagem: a classificação internacional da funcionalidade na intervenção educativa em alunos com necessidades educativas especiais

2- Quem são os verdadeiros intervenientes que participam na avaliação e na intervenção dos alunos que apresentam problemas de comunicação e linguagem? Concluímos, pela análise de conteúdo do processo individual do Manuel, que as primeiras pessoas a dar sinais de alerta de possíveis comprometimentos são os educadores/professores, sendo estes também os primeiros a fazer o devido encaminhamento, que neste caso, se verificou ser a consulta de desenvolvimento do hospital distrital da residência do aluno. Os vários professores do Manuel, ao longo do seu percurso escolar, elaboraram relatórios pedagógicos que enviaram às equipas de saúde, que por sua vez, foram recíprocas nas ajudas técnicas possíveis. Estas equipas de saúde, que intervêm com crianças, são normalmente multidisciplinares, mas restringem-se a áreas da saúde.
Mostrar mais

114 Ler mais

A apropriação do espaço escolar pelo projeto pedagógico: o caso da Escola da Ponte (Portugal)

A apropriação do espaço escolar pelo projeto pedagógico: o caso da Escola da Ponte (Portugal)

O presente estudo valoriza o projeto pedagógico como quadro de ação para os indivíduos na organização escolar. É, justamente, a essa luz que se analisa a forma como o espaço escolar é interpretado pelos utilizadores (nomeadamente, docentes), em um contexto muito específico: a Escola da Ponte (Portugal). Em um quadro de insucesso generalizado da experiência das escolas de área aberta em Portugal, aquilo que se procura demonstrar é que, no caso da Escola da Ponte, o êxito da experiência assentou no caráter inovador do projeto pedagógico (pondo em causa o DNA da organização pedagógica das escolas – a classe). A nossa interpretação, baseada no conceito de espaço como construção social, sustenta que foi, sobretudo, a consistência do projeto pedagógico e a interação entre atores e objetos da ação que determinaram a forma como o espaço foi sendo organizado; muito mais do que se tratar de um processo de indução resultante de o edifício ser de área aberta. A recolha empírica constituiu a base para conhecer o modo de apropriação do espaço pelo projeto pedagógico. Nessa ordem de ideias, foi enviado (por correio eletrônico) um inquérito através de um questionário a docentes que lecionaram na referida escola entre meados da década de 1970 e o ano de 2012. O arco cronológico tem a seguinte justificação: tratou-se do lapso de tempo que decorreu entre o início do projeto pedagógico e a transferência de instalações para um novo edifício.
Mostrar mais

18 Ler mais

Show all 10000 documents...