Certificações ambientais

Top PDF Certificações ambientais:

Certificações ambientais para construções civis

Certificações ambientais para construções civis

Ao longo da historia recente humana dentro dos últimos séculos a degradação ambiental vem se acumulando e crescendo desenfreadamente causando efeitos hoje facilmente percebidos por todos. Devido a isso, atualmente pode-se dizer que há quase um consenso dentre a população mundial a preocupação com o meio ambiente, de modo a buscar minimizar esses efeitos de imediato além de não agravar mais a situação para as gerações futuras. Com isso hoje é comum encontrar uma grande variedade de produtos com esse ideal de comprometimento sustentável nas diversas áreas comerciais. A construção civil tem a responsabilidade de ser uma das maiores causadoras desses impactos ao meio ambiente, logo, ela é também um dos principais vetores capazes de mitigar a degradação ao meio ambiente. A fim de incentivar, fiscalizar e promover as atitudes sustentáveis dentro da área da construção civil surgiram as certificações ambientais. Neste trabalho estão expostas algumas das principais certificações para construções civis, dando destaque ao Selo Azul da Caixa que aparece como uma boa opção voltada à realidade brasileira.
Mostrar mais

79 Ler mais

Certificações ambientais para edifícios: um estudo sobre apropriação de valor

Certificações ambientais para edifícios: um estudo sobre apropriação de valor

O propósito desta pesquisa foi examinar a apropriação de valor gerado por certificações ambientais para edifícios de escritórios. Para responder a essa pergunta, primeiramente examinou-se o universo brasileiro desse tipo de selo por meio de pesquisa documental, que mostrou que o selo LEED é o mais utilizado em edificações de escritórios. Em seguida, entrevistas semi-estruturadas foram conduzidas com três grupos de stakeholders desse mercado: empresas usuárias, incorporadoras e gestores de fundos de investimentos imobiliário. Como ferramenta para triangular os dados primários, entrevistou-se um consultor especializado no processo de certificação de empreendimentos. Os resultados sugeriram que os três grupos apropriam o valor gerado pelo LEED por meio de menores despesas operacionais; empresas usuárias e incorporadoras identificaram que essa apropriação também se dá por meio de ganhos reputacionais; e incorporadores e gestores de fundos de investimentos apontaram o acesso a locatários que exigem essa certificação. Além disso, as incorporadoras citaram maior taxa de ocupação dos empreendimentos; e as empresas usuárias mencionaram acesso a novos conhecimentos, vantagens advindas de uma melhor qualidade ambiental interna e gestão mais profissional do edifício. Esse último fator, não identificado na literatura, constitui uma contribuição relevante dessa pesquisa, já que acrescenta à literatura de green buildings um novo aspecto a ser investigado.
Mostrar mais

142 Ler mais

Análise da implantação das certificações ambientais LEED e AQUA: estudo de caso em alguns empreendimentos

Análise da implantação das certificações ambientais LEED e AQUA: estudo de caso em alguns empreendimentos

No Brasil, as Certificações Ambientais estão concentradas no setor de edifícios comerciais, sendo esse método relativamente novo em território nacional e, diante do cenário mundial de conscientização, tem grande possibilidade de ganhar grande espaço no setor da construção civil. A CoStar, empresa atuante no setor de pesquisas de mercado imobiliário corporativo, concluiu que as certificações ambientais geram alguns diferenciais mercadológicos, em comparação aos convencionais, destacando-se uma valorização do imóvel, maior taxa de ocupação e causa ainda um marketing positivo devido aos aspectos ecológicos. (ABDALA et al., 2011).
Mostrar mais

55 Ler mais

O papel das certificações ambientais no setor sucroalcooleiro do estado de São P...

O papel das certificações ambientais no setor sucroalcooleiro do estado de São P...

Esta pesquisa pretende avaliar os possíveis ganhos econômicos e financeiros que a presente configuração das certificações ambientais aufere ao setor sucroalcooleiro. Para tal objetivo, foi realizado um levantamento das linhas de crédito de sustentabilidade oferecidas pelo BNDES, além de uma analise das relações entre os diversos elos do setor sucroalcooleiro como usinas, fornecedores e órgãos representantes do setor no estado de São Paulo, dado que devido a recente disponibilização das linhas de crédito pesquisadas, e a dificuldade na mensuração dos custos ambientais, ainda não há muitos trabalhos sobre o tema proposto, evidenciando a necessidade de levantamento de dados primários, por meio de questionários, e do estudo de caso dos membros do setor, que possam nortear as relações entre o setor sucroalcooleiro, as certificações ambientais, os mercados atendidos e as linhas de crédito de sustentabilidade disponibilizadas pelo BNDES.
Mostrar mais

104 Ler mais

Sustentabilidade urbana e as certificações ambientais na construção civil

Sustentabilidade urbana e as certificações ambientais na construção civil

Nesta perspectiva, faz-se extremamente ne- cessário contrapor o modelo de cidade produzido pela lógica capitalista e o modelo de cidade proposto pela agenda ambiental/sustentável para que possa avançar na discussão de que modelo de cidade queremos pro - duzir daqui em diante. Pra isso usaremos diferentes tipos de certiicações ambientais utilizadas como estratégia – ou que deveria ser usadas como - para prover o desenvolvimento sustentável do ambiente urbano, mas que muitas vezes atendem ao propósito da especulação imobiliária que produz o espaço con- forme rege o capital sendo apropriados pelo marketing ambiental, agregando uma série de simbolismos para mascarar os reais danos ambientais e sociais causados por estes empreendimentos ao longo do seu processo de construção. Deve icar claro, porém, que as certi- icações ambientais para a construção civil vão servir, nesse trabalho, como instrumento para exempliicar as conclusões advindas do debate entre os diferentes modelos de produção do espaço urbano.
Mostrar mais

12 Ler mais

Levantamento dos aspectos relacionados ao projeto paisagístico presentes nas certificações de desempenho ambiental de edificações LEED e AQUA

Levantamento dos aspectos relacionados ao projeto paisagístico presentes nas certificações de desempenho ambiental de edificações LEED e AQUA

A construção civil gera impactos negativos ao meio-ambiente. A busca por formas mais sustentáveis de edificação tornou-se essencial para diminuir os efeitos causados pela cadeia da construção civil. Nesse contexto de transformação na forma de projetar e construir com sustentabilidade, as certificações ambientais dos edifícios surgiram como parte do processo de planejamento e gestão dos mesmos. Para isso, é fundamental a integração entre a equipe interdisciplinar para o atendimento de critérios variados de acordo com a certificação pretendida pelo empreendedor.
Mostrar mais

62 Ler mais

Avaliação dos indicadores de iluminação artificial estudo de caso: edificios comerciais...

Avaliação dos indicadores de iluminação artificial estudo de caso: edificios comerciais...

O objetivo desse trabalho é verificar se os critérios e indicadores das certificações LEED New Construction, LEED Existing Building – Operations and Maintenance, LEED Comercial Interiors, AQUA Escritórios e Edifícios escolares e o regulamento brasileiro PROCEL, podem ser atendidos pelas tecnologias disponíveis no Brasil em termos de lâmpadas, luminárias, reatores (sistemas de iluminação), bem como avaliar se tais critérios e indicadores estão de acordo com as normas da ABNT e/ou normas internacionais.

200 Ler mais

Certificações socioambientais: desenvolvimento sustentável e competitividade da indústria mineira na Amazônia.

Certificações socioambientais: desenvolvimento sustentável e competitividade da indústria mineira na Amazônia.

Nesse processo, as certificações ou rotulagens ambientais aparecem como uma espécie de passaporte para novas possibilidades às empresas que os adotam. De acordo com Hoskins & Shinya, 2003 certificação é um procedimento através do qual uma terceira parte fornece uma declaração por escrito atestando que um produto, um processo ou um serviço atende a específicos requisitos. Para Almeida (2002), a rotulagem ambiental surge como parte de um processo pelo qual a proteção do meio ambiente se converte em um valor social e que, mesmo sendo recente, é uma realidade em rápida evolução em todos os mercados. Essa autora acrescenta que tal expansão, apesar da resposta positiva por parte dos consumidores, também gerou certa confusão, o que levou ao desenvolvimento de normas e diretrizes para a rotulagem ambiental.
Mostrar mais

21 Ler mais

Química Verde: Actividades laboratoriais no ensino da Química

Química Verde: Actividades laboratoriais no ensino da Química

As Métricas Ambientais As métricas ambientais têm como objectivo avaliar os impactos ambientais dos produtos químicos e dos processos de produção, para diminuir os efeitos da Indústria Q[r]

69 Ler mais

Proposta de metodologia de avaliação e diagnóstico de gestão hospitalar.

Proposta de metodologia de avaliação e diagnóstico de gestão hospitalar.

Além do PBAH, específico da área da saúde, muitos hospitais buscam outras certificações, dentre as quais destaca-se o Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade - PGQP, através de seu [r]

5 Ler mais

Gestão Hospitalar: identificação das práticas de aprendizagem existentes em hospitais.

Gestão Hospitalar: identificação das práticas de aprendizagem existentes em hospitais.

A ampliação dos sistemas de saúde e o aumento da complexidade do atendimento têm fortalecido a im- portância de uma gestão mais efetiva sobre os recur- sos do setor e a qualidade do atendimento. Nesse con- texto, diferentes técnicas e ferramentas, muitas ve- zes utilizadas no setor industrial, têm sido adaptadas para a área de saúde. Dentre estes métodos ou ferra- mentas, destaca-se o foco na qualidade (Chow-Chua e Goh, 2002; Niakas e col., 2004; Revere e Black, 2003). Este artigo descreve um breve histórico sobre a saúde no Brasil, enfatizando as mudanças que aconte- ceram nas últimas três décadas. A seguir, serão des- critas as principais tendências na área de gestão em saúde, dando ênfase à questão da qualidade no aten- dimento, às certificações existentes no setor e, espe- cialmente, ao processo de gestão baseada em evidên- cia, que possui forte relação com os princípios da aprendizagem organizacional. Por fim, faz-se um mapeamento teórico das práticas de aprendizagem existentes nas instituições de saúde. Como metodolo- gia de pesquisa, destaca-se o processo de revisão bi- bliográfica realizado, considerando os principais pe- riódicos da área em estudo.
Mostrar mais

17 Ler mais

Panorama de aplicação da norma ISO 14001 no Brasil.

Panorama de aplicação da norma ISO 14001 no Brasil.

O presente trabalho tem como objetivo traçar um panorama de aplicação da norma ISO 14001:2004 no Brasil, de forma a apresentar informações importantes sobre o processo de certificação ambiental ao qual as empresas brasileiras têm se submetido. A certificação em conformidade com a norma ISO 14001:2004, nos dias atuais, é um requisito indispensável para as organizações que almejam atingir o mercado internacional. Porém, as empresas de pequeno porte encontram dificuldades em obter tal certificação, principalmente devido aos custos de implan- tação do sistema de gestão ambiental. As empresas tendem a incorporar novos aspectos às certificações, integrando seus sistemas: ambiental, de qualidade, e de saúde e segurança no trabalho. Em países em desenvolvimento com grandes desi- gualdades sociais, como o Brasil, vislumbra-se ainda uma tendência recente muito promissora, a responsabilidade social empresarial. A região brasileira predomi- nante, em termos de número de certificações emitidas, é a sudeste, tendo como des- taque o estado de São Paulo, que possui cerca de 50% dos certificados, enquanto a Petrobras é a empresa de maior destaque no cenário brasileiro. No Brasil, os setores industriais automotivo, petroquímico e químico e o setor de prestação de serviços são os que possuem o maior número de certificações.
Mostrar mais

10 Ler mais

Repositório Institucional da UFPA: Certificações socioambientais: desenvolvimento sustentável e competitividade da indústria mineira na Amazônia

Repositório Institucional da UFPA: Certificações socioambientais: desenvolvimento sustentável e competitividade da indústria mineira na Amazônia

Para responder a essas perguntas, o artigo começa apresentando a base conceitual, quando são discutidos os fundamentos do desenvolvimento sustentável no Pará, a partir de uma perspectiva espacial e setorial. Convém destacar que o setor minerometálico se baseia no uso de recursos naturais não-renováveis, cuja continuidade resultará em futura escassez ou exaustão. Em seguida é feito um breve histórico sobre a evolução recente do processo de certificações socioambientais no Brasil, com enfoque, no aspecto ecológico, para a certificação a série ISO 14000, da Organização Internacional de Normatização (International Standards Organizatio) e, no aspecto social, para o Balanço Social (BS), publicado pelo Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e para os Indicadores de Responsabilidade Social (IRS), do Instituto Ethos.
Mostrar mais

21 Ler mais

UMA ABORDAGEM SOCIOLÓGICA DAS CERTIFICAÇÕES O caso do Selo de Aprovação SBC

UMA ABORDAGEM SOCIOLÓGICA DAS CERTIFICAÇÕES O caso do Selo de Aprovação SBC

tância de situar a produção de fatos e artefatos nas práticas sociomateriais que os produzem (Haraway, 1992). Essa ideia contribui para o estudo das qua- lidades em certificações, porque destaca as especifi- cidades históricas, culturais e materiais das práticas de avaliação de uma certificação. Assim, evita-se uma visão universalista de qualidade – como se existisse uma única e unívoca definição para a qualidade do que seria o “saudável para o coração”, por exemplo – para estudá-la como um objeto situado nas práticas de certificação da SBC. Mais recentemente, alguns teóricos têm argumentado que, devido a diferenças entre quem participa e o que acontece nas práticas, um objeto pode ter diferentes versões e, portanto, ser múltiplo (Mol e Law, 1994; Cussins, 1996; Mol, 2002; Latour, 2008; Viveiros de Castro, 2015). Essa perspectiva nos permite entender como as diversas certificações de alimentos produzem diferentes ver- sões da qualidade de um produto. A qualidade “sau- dável” reivindicada por “alimentos orgânicos”, “diet” e “light” não é a mesma que encontramos na certifi- cação da SBC, por exemplo. Dessa maneira, investi- gamos as práticas de avaliação da SBC para explicar como tal sociedade médica certificava produtos e qual era a sua versão para a qualidade do saudável.
Mostrar mais

21 Ler mais

A Relação entre Empresas com Certificações Socioambientais e Empresas com Certificação de Qualidade

A Relação entre Empresas com Certificações Socioambientais e Empresas com Certificação de Qualidade

Com isso, as integrações dos sistemas descritos nas normas ISO9001, ISO14001, NBR16001, SA8000 e OHSAS 18001 podem ser um forte apelo comercial (Maekawa et al., 2013). Porém, em muitos casos, os sistemas são considerados exigência mínima, como é o caso da ISO14001, que é um requisito indispensável para as organizações que almejam atingir o mercado internacional (Pombo & Magrini, 2008). Segundo Cerqueira (2006), as organizações com estas certificações integradas tornam-se mais competitivas porque buscam adaptar-se à nova cultura que envolve a melhoria contínua de seus processos, produtos e serviços, a identificação e a análise dos impactos que causam ao meio ambiente e à sociedade, bem como a identificação e a análise dos riscos que podem causar aos seus colaboradores.
Mostrar mais

18 Ler mais

Principais problemas na regulação tributária das organizações da sociedade civil: incidência sobre a folha de pagamento e certificações

Principais problemas na regulação tributária das organizações da sociedade civil: incidência sobre a folha de pagamento e certificações

A obtenção dessa certificação e o cumprimento das exigências garante a imunidade apenas com relação às contribuições federais referidas. Para poder gozar da imunidade com respeito a todos os tributos a que tem direito, as organizações têm que obter certificados nas três esferas distintas: federal, estadual e municipal. Além disso, em cada esfera, há mais de uma certificação. Na esfera federal, além do CEBAS, há o certificado de utilidade pública, de competência do Ministério da Justiça, e, se uma organização quiser obter o título de OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - ou mesmo de OS – Organização Social –, as certificações respectivas vão depender ainda de outros procedimentos e requisitos. Mesmo que o certificado de utilidade pública não garanta, por si só, o gozo de alguma imunidade com relação a nenhum tributo específico, ele é condição para o reconhecimento da imunidade em alguns estados e municípios. No Acre e no Piauí, por exemplo, para fins de imunidade ao IPVA, exige-se que as entidades sejam reconhecidas como de utilidade pública federal, estadual ou municipal.
Mostrar mais

12 Ler mais

Contribuição para a implementação do Sistema de Gestão Ambiental na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Contribuição para a implementação do Sistema de Gestão Ambiental na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Uma IES tem muitas interações com o ambiente, algumas delas, pelo trabalho especifico desenvolvido, são exclusivas e não existem noutros tipos de organizações. Nas interações ambientais diretas incluem-se desperdício e emissões para o ar, água e terra, incluindo a queima de combustíveis fósseis para energia e transporte, desperdício de água, desperdício sólido e produção de resíduos perigosos. Estes podem ser mitigados através de iniciativas de ecoeficiência e de produção mais limpa. Algumas das interações indiretas resultam de itens importados pela Faculdade, estes possuem uma interação direta com o ambiente num outro ponto do seu ciclo de vida. Por exemplo, a FCUL importa comida, papel, combustíveis fósseis, material de construção e muitos outros que têm impacte negativo no ambiente resultante das suas fases de extração e de produção. A FCUL pode mitigar estes impactes através da aquisição de produtos amigos do ambiente (produtos verdes) ou através da redução de consumos.
Mostrar mais

72 Ler mais

O CALENDÁRIO ECOLÓGICO ESCOLAR: UMA EXPERIÊNCIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO FUNDAMENTAL I

O CALENDÁRIO ECOLÓGICO ESCOLAR: UMA EXPERIÊNCIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO FUNDAMENTAL I

Segundo Torres, Leandro e Rebouças (2009, p. 10), “a Educação Ambiental, portanto, é um processo educativo mais profundo que vai além dos conteúdos e segue no sentido da formação de cidadãos conscientes e ativos”. É, nesse caminho, que se objetiva o desenvolvimento de ações com esse contexto que tenha como viés a inclusão de alunos dentro das temáticas ambientais locais e globais para que tais sujeitos possam construir os seus pensamentos críticos e analíticos sobre o ambiente onde estão inseridos e sobre a importância de ver a realidade de forma holística.
Mostrar mais

12 Ler mais

ANÁLISE DO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL BRASILEIRO: O CASO DA MINERAÇÃO NA SERRA DO GANDARELA

ANÁLISE DO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL BRASILEIRO: O CASO DA MINERAÇÃO NA SERRA DO GANDARELA

O EIA deve ser elaborado por uma equipe multidisciplinar na qual os profissionais devem ser legalmente habilitados, ou seja, portadores de diploma e registro na referente área de interesse, não se levando em conta, no entanto, a experiência desse profissional com a área objeto de estudo. Por outro lado, deve necessariamente: i) contemplar todas as alternativas tecnológicas e de localização de projeto, confrontando-as com a hipótese de não execução do projeto; ii) identificar e avaliar sistematicamente os impactos ambientais gerados nas fases de implantação e operação da atividade; iii) definir os limites da área geográfica a ser direta ou indiretamente afetada pelos impactos, denominados área de influência do projeto, considerando, em todos os casos, a bacia hidrográfica na qual se localiza; iv) considerar os planos e programas governamentais propostos e em implantação na área de influência do projeto e sua compatibilidade.
Mostrar mais

168 Ler mais

Isomorfismo e cerimonialismo em gestão empresarial: pesquisa empírica sobre a difusão de certificações ISO-9000 no Brasil

Isomorfismo e cerimonialismo em gestão empresarial: pesquisa empírica sobre a difusão de certificações ISO-9000 no Brasil

Interestingly, our results show that companies that substantively implement ISO 9000 perceived better results than companies engaged in ceremonial implementation, even in terms of inst[r]

77 Ler mais

Show all 3603 documents...