Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro

Top PDF Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro:

Trabalho e saúde nas lutas dos operários da construção civil do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro

Trabalho e saúde nas lutas dos operários da construção civil do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro

Introdução: o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) é uma das maiores obras da construção civil pesada no Brasil. A obra constitui-se em ce- nário de lutas operárias que expressam conflitos das relações de trabalho com implicações na saúde dos trabalhadores. Objetivo: analisar o trabalho e a saúde dos operários da construção civil do Comperj a partir da perspectiva dos tra- balhadores, tendo por referência suas lutas e greves. Métodos: pesquisa social de caráter qualitativo com observação participante, levantamento documental e entrevistas com trabalhadores e dirigentes sindicais. Resultados: as práticas de exploração constatadas nos canteiros de obras foram analisadas sob três categorias: terceirização e a saúde dos trabalhadores, prolongamento do tempo de trabalho e gestão por estresse. Conclusão: considerados em conjunto, os resultados representam uma contínua imposição de agravos à saúde dos traba- lhadores da construção civil. Nesse contexto, a luta coletiva dos trabalhadores constitui uma condição básica para a proteção à saúde dos trabalhadores. Palavras-chave: construção civil; intensificação do trabalho; prolongamento do tempo de trabalho; saúde do trabalhador; terceirização.
Mostrar mais

8 Ler mais

Percepção da qualidade ambiental de localidades próximas ao Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, Brasil.

Percepção da qualidade ambiental de localidades próximas ao Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, Brasil.

Resumo O artigo tem por objetivo verificar a di- ferença da percepção de residentes sobre a qualida- de ambiental de duas localidades próximas à área de construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro. Nove aspectos da qualidade ambiental (serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário e coleta de lixo; áreas de lazer; seguran- ça pública; serviços de saúde; ruas; ar; rios) foram avaliados. Estudo transversal realizado com 240 residentes de Porto das Caixas e Manilha, am- bos situados no município de Itaboraí-RJ, Brasil. A análise estatística envolveu o teste do qui-qua- drado e exato de Fisher. Área de lazer foi o fator percebido igualmente pelos participantes das duas localidades do estudo com pior qualidade. A per- cepção da qualidade dos serviços de saúde, segu- rança e saneamento diferiu significativamente en- tre os moradores das duas localidades estudadas. A piora da qualidade ambiental foi relacionada por 51% dos residentes de Porto das Caixas à ausência de medidas mitigatórias após a ocorrência de um acidente químico local em 2005. A priorização de intervenções deve ser baseada na percepção de gru- pos populacionais específicos como estratégia que possa permitir a redução de iniquidades em saúde ambiental em contextos de instalação e construção de indústrias de petróleo e gás.
Mostrar mais

8 Ler mais

Equação de volume para a vegetação arbórea remanescente na área do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, COMPER

Equação de volume para a vegetação arbórea remanescente na área do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, COMPER

O presente estudo teve como objetivo determinar uma equação de volume para ser aplicada às árvores que compõem a vegetação remanescente da área onde irá se instalar o Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro, COMPERJ, situado no Município de Itaboraí, RJ, obedecendo ao disposto no Termo de Referência emitido pelo Instituto Estadual de Florestas do Rio de Janeiro.Tomando como base os dados do inventário florestal realizado, onde foram mensuradas 100 unidades amostrais com as dimensões de 10 x 50 m e diâmetro mínimo de 5 cm foram selecionados 202 fustes pertencentes a árvores de 18 famílias e 22 espécies diferentes, cubadas rigorosamente em pé, para obtenção da base de dados a ser utilizada no processamento. Dentre os inúmeros modelos existentes para estimar o volume das árvores foram selecionados 4 dos mais freqüentes em trabalhos similares: Kopezky- Gehrhardt, Spurr (Variável combinada), Husch e Schumacher & Hall. Os critérios utilizados para seleção do melhor modelo contemplaram os seguintes itens: relação linear entre as variáveis envolvidas nos modelos, avaliada pelo coeficiente de correlação; significância dos coeficientes, no nível de 95%; coeficiente de determinação corrigido; erro padrão; índice de Furnival; existência de dados discrepantes e distribuição dos resíduos. Os modelos de Husch e Schumacher & Hall apresentaram os melhores resultados, sendo escolhido o modelo de Husch que, mesmo apresentando o segundo melhor desempenho quanto às estatísticas básicas mostrou os melhores resultados à distribuição dos resíduos e tem a vantagem de necessitar apenas da variável diâmetro para sua aplicação, evitando as tendenciosidades advindas de erros de mensuração da altura no campo.
Mostrar mais

38 Ler mais

A efetividade do princípio democrático nas audiências públicas : estudo de caso do complexo petroquímico do Rio de Janeiro

A efetividade do princípio democrático nas audiências públicas : estudo de caso do complexo petroquímico do Rio de Janeiro

A Constituição Federal prevê que a tutela do meio ambiente seja feita pelo poder público e igualmente pela população (CRFB, artigo 225, caput). Assim, foi consagrado o princípio democrático no direito ambiental, baseado no acesso às informações sobre o meio ambiente e à participação popular nos processos de tomadas de decisões. No licenciamento ambiental, este princípio pode ser visualizado nas convocações de audiências públicas em que a sociedade civil exaure dúvidas, opina e sugere sobre aspectos da concepção do empreendimento. Como reforço das ideias depreendidas do princípio democrático, procurou- se verificar, através do estudo de caso do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, a efetividade das instituições democráticas no processo de licenciamento ambiental.
Mostrar mais

35 Ler mais

Boom, Burst e Doom: O Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro como catalisador do Desenvolvimento Urbano-Regional | Boom, Burst, and Doom: The Petrochemical Complex of Rio de Janeiro as Catalyzer of Urban-Regional Development

Boom, Burst e Doom: O Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro como catalisador do Desenvolvimento Urbano-Regional | Boom, Burst, and Doom: The Petrochemical Complex of Rio de Janeiro as Catalyzer of Urban-Regional Development

R e s u m o : O desenvolvimento liderado por recursos naturais é amplamente debatido por conta das dificuldades de se converter a riqueza mineral em maior bem-estar social. Assim, a construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro – COMPERJ no estado do Rio de Janeiro, o maior produtor brasileiro de petróleo e gás, foi empreendida como uma estratégia de superação dos efeitos da “maldição dos recursos naturais” através da diversificação produtiva e melhoras urbanas em parte da periferia metro- politana do Rio de Janeiro reconhecida pelo déficit histórico de oportunidades de desenvolvimento social e infraestrutura urbana. Nesse contexto, o artigo analisa a trajetória do desenvolvimento urbano e regional na porção Leste da Região Metropolitana do Rio de Janeiro entre 2006 e 2016, destacando as fases boom, burst e doom da dinâmica socioeconômica regional. O estudo assinala as principais características e objetivos do projeto, os desafios da região no momento do rompimento da “miragem” do crescimento liderado pela grande indústria, bem como as suas atuais condições. A análise sobre o COMPERJ e seus impactos regionais revelam os riscos e paradoxos de se investir nesse tipo de megaprojeto industrial como plataforma de promoção do desenvolvimento social para uma região sem maior diversificação econômica e planejamento urbano-regional.
Mostrar mais

20 Ler mais

Novo desenvolvimentismo e conflitos ambientais na Baía de Guanabara: o Complexo Petroquímico do estado do Rio de Janeiro (COMPERJ) e os pescadores artesanais

Novo desenvolvimentismo e conflitos ambientais na Baía de Guanabara: o Complexo Petroquímico do estado do Rio de Janeiro (COMPERJ) e os pescadores artesanais

increase production, as well as its distribution. This new territorial restructuring carried out by federal policies marks a new development context called "new developmentalism", based mainly on the construction of large petrochemical ventures, power plants and highways, among others. In the present study, the construction of the Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro - COMPERJ (Petrochemical Complex of the State of Rio de Janeiro) is discussed. The COMPERJ illustrates a typical case of environmental conflict associated to the array of transformations determined by the PAC, in this case, due mainly to the institution of fishing exclusion zones in the Guanabara Bay. This project has produced an environmental conflict with the fishing groups and their various forms of appropriation and use of space, which is a condition of existence of their means of subsistence.
Mostrar mais

16 Ler mais

Da esperança à frustração: o distrito de Porto das Caixas e os impactos provocados com a implantação do complexo petroquímico do Rio de Janeiro

Da esperança à frustração: o distrito de Porto das Caixas e os impactos provocados com a implantação do complexo petroquímico do Rio de Janeiro

Since its foundation, still as a village during the colonial period, Porto das Caixas went through various moments of ascension and decadence . It served as an important commercial warehouse in the imperial province of Rio de Janeiro, was an important branch of E. F. Leopoldina, was the centre of a Catholic miracle and nowadays is under expectancy of the fully functioning of one the largest Petrobras’ project: the COMPERJ. The purpose of this work is to show how the dynamics of these events have impacted Porto das Caixas a district located in Itaboraí, 3km away from COMPERJ, which implied in political, environmental, and social changes due to its implementation and the crisis caused by its interruption.
Mostrar mais

52 Ler mais

Rio de Janeiro, Brazil

Rio de Janeiro, Brazil

De Fevereiro a Agosto de 2012, trinta espécimes de peixe galo, Selene setapinnis, foram adquiridos de mercados locais em Niterói, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, com o objetivo de analisá-los quanto à presença de nematoides anisaquídeos, estabelecendo seus índices parasitários e sítios de infecção, devido a sua importância na inspeção sanitária. Do total de sessenta larvas de nematoides, pelo menos duas espécies foram encontradas: nove larvas de Terranova sp., Anisakidae, com prevalência (P) de 13,3%, intensidade média (IM) de 2,25, abundância média (AM) de 0,30, e amplitude de variação da intensidade de infecção (AI) de 1 a 6; e 51 larvas de Hysterothylacium fortalezae, Raphidascarididae, com P = 26,7%, IM = 6,40, AM = 1,70, e AI = 1 a 17. Os sítios de infecção para Terranova sp. foram o mesentério e a serosa do fígado; e para H. fortalezae, os sítios de infecção foram o mesentério, cavidade abdominal e serosa do fígado. Novos dados morfológicos das estruturas externas, principalmente da extremidade posterior de H. fortalezae, são evidenciados por microscopia eletrônica de varredura. Este é o primeiro relato de H. fortalezae parasitando S. setapinnis.
Mostrar mais

6 Ler mais

Identificação de Mycobacterium bovis em cepas micobacterianas isoladas espécimes clínicos humanos em um complexo hospitalar na cidade do Rio de Janeiro.

Identificação de Mycobacterium bovis em cepas micobacterianas isoladas espécimes clínicos humanos em um complexo hospitalar na cidade do Rio de Janeiro.

In 2005 and 2006, 8,121 clinical specimens submitted to the Mycobacteriology Laboratory of the Clementino Fraga Filho University Hospital/Thoracic Diseases Institute, in the city of Rio de Janeiro, Brazil, were inoculated on Löwenstein-Jensen medium containing glycerol and pyruvate. There were 79 mycobacteria isolates that presented growth only on pyruvate-containing medium, and those isolates were selected for the presumptive identification of Mycobacterium bovis. The selected isolates were screened with biochemical tests, PCR amplification (with the specific primers Rv0577 and Rv1510), and pyrazinamide susceptibility tests. All of the strains isolated showed specific phenotypical and genotypical patterns characteristic of M. tuberculosis, and no M. bovis strains were detected.
Mostrar mais

5 Ler mais

Petrografia e geoquímica dos ortognaisses do Complexo Juiz de Fora nas proximidades de Bom Jesus do Itabapoana, norte do Estado do Rio de Janeiro

Petrografia e geoquímica dos ortognaisses do Complexo Juiz de Fora nas proximidades de Bom Jesus do Itabapoana, norte do Estado do Rio de Janeiro

The study area is located in the northern segment of the Ribeira belt, near the town of Bom Jesus do Itabapoana, north of Rio de Janeiro, the topographic Itaperuna, Guaçuí, Varre-Sai and Bom Jesus do Itabapoana (IBGE, scale 1:50.000), covering an area of approximately 300 km2. The objective of this study is to characterize the geological evolution of the Precambrian of northern Rio de Janeiro, through the geological mapping of the petrography and geochemistry of rock, and contribute to the work that has been developed for decades by professors of the Department of Geology, UFRJ. Geological mapping was done on a scale of 1:50,000, which were carried megascopic descriptions, structural analysis and metamorphic rocks, and geological cross-sections perpendicular to the regional structural lineaments, in addition to collecting various rock samples for petrographic and geochemical analysis. Arise in the study area: basement migmatitic orthogneisses that include the Paleoproterozoic Juiz de Fora Complex, the main object of this work, the composition monzodiorítica-quartz, quartz-diorite, charnockites enderbítica the green and gray, and leucognaisses migmatitic metamorphic as a cover, both of Juiz de Fora domain corresponding to the Western Land. The orthogneisses show gneissic texture, granoblastic and mylonitic, and a series of thin mafic dykes and felsic, quartz veins, pegmatite’s, and enclaves of ultramafic rocks and calcissilicáticas. This work was possible to identify a complex variation in modal and chemical composition of the protolith of orthogneisses of this complex, including granitoids calcioalcalinos Cordillera magmatic arc and arc of islands, and granitoid affinity with alkaline environment typical of intraplate. The rocks of this complex had its genesis and evolution associated with the event termotectônico Paleoproterozoic Trans-structuring, which were reorganized into a structural and magmatic metamorphosed under medium to high reaching granulite facies the event termotectônico
Mostrar mais

87 Ler mais

Os percursos da cura: abordagem antropológica sobre os itinerários terapêuticos dos moradores do complexo de favelas de Manguinhos, Rio de Janeiro.

Os percursos da cura: abordagem antropológica sobre os itinerários terapêuticos dos moradores do complexo de favelas de Manguinhos, Rio de Janeiro.

This paper discusses the data of the survey conducted in 2008 in the Manguinhos Slum Complex, Rio de Janeiro, on therapeutic itineraries of the local population. By therapeutic itineraries we mean the paths taken by the individual in search of a solution to his/ her health problems. We aim to identify to what extent these paths are ordered by symbolic schemes or by the availability of resources. A qualitative method focused on the semi-directive interview technique, following an ethnographic script, was used. Three residents of each community of Manguinhos were interviewed, in a total of 26 interviews. The results show that the offer of services is heterogeneously distributed, being itself a generating factor of inequalities in disease. The different strategies show that the knowledge and practices of these individuals are made of, and due to different experiences, given biographic situations and that there is not a single model of Therapeutic Itinerary. The urban “marathons” ran by the local population denounce the urgency of the State to put into practice more fair political policies, with a full access to health care, thus ensuring the respect for the rights.
Mostrar mais

20 Ler mais

A mobilidade urbana de jovens em projetos sociais do complexo do alemão, no rio de janeiro, e suas relações com a terapia ocupacional social

A mobilidade urbana de jovens em projetos sociais do complexo do alemão, no rio de janeiro, e suas relações com a terapia ocupacional social

Seguimos então por mais três semanas criando o mangá. Para essa criação, levamos diversos materiais, mas eles escolheram fazer a história em papel canson no tamanho A4, utilizando apenas lápis preto e colorido, régua e borracha. Eles relataram gostar do papel, pois era “mais durinho”, melhor para desenhar e ficaria mais bonito ao final da produção. Essa atividade envolveu principalmente três jovens: Geraldo, Elza e Noel. Elza, de 17 anos, que se aproximou do projeto neste segundo grupo, mostrou-se muito interessada, tendo sido uma das que, para além das oficinas, colaborou com a pesquisa através de conversas individuais. Chico participou do primeiro encontro e Caetano ficava circulando por perto, mas não chegou a efetivar nenhuma criação. Neste tempo, ficamos apenas na criação das personagens, que seriam jovens moradores do Complexo do Alemão.
Mostrar mais

365 Ler mais

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Fica claro, por exemplo, a prioridade de certos focos de política pública diretamente pelo adensamento populacional, como é o caso do policiamento de alta complexidade implica- do no processo de pacificação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), que é crucial para estabelecer melhores condições de vida nas áreas diretamente afetadas pelo presente processo de violência, mas também para estancar a sua potencial expansão geográfica. Pre- valece, neste sentido, a lógica de centros hierárquicos, sendo possível identificar em muitos casos a origem de determinados problemas em hiperadensamentos específicos dentro do município do Rio de Janeiro, como mostra o capítulo que trata sobre segurança pública. Em contraste, a questão do meio ambiente no estado tem um caráter extensivo que torna difícil reduzi-lo à discussão de soluções puramente intensivas. Cada local do estado – con- forme analisado pelo capítulo do meio ambiente – apresenta questões particulares, com ativos ambientais, tipos de estresse e degradação, e oportunidades de administração dos problemas distintos. Em um polo, a Baía de Guanabara representa um ativo de grande im- portância (também ambiental, cultural e política) e grave degradação, o que pode permitir soluções de parceria e compartilhamento de responsabilidades, Em outro, áreas de menos visibilidade que ainda têm ecossistemas melhor preservados precisam de atenção direta do poder público.
Mostrar mais

277 Ler mais

Opções reais: uma aplicação no setor petroquímico

Opções reais: uma aplicação no setor petroquímico

o modelo tradicional de fluxo de caixa descontado ao custo médio ponderado de capital para o investimento na nova fábrica de resinas epóxi convertidas resulta em um valor. presente líqui[r]

60 Ler mais

Um estudo retrospectivo dos aspectos epidemiológicos da tuberculose na comunidade do Complexo de Manguinhos localizado em área urbana do Rio de Janeiro, Brasil, 2000-2002.

Um estudo retrospectivo dos aspectos epidemiológicos da tuberculose na comunidade do Complexo de Manguinhos localizado em área urbana do Rio de Janeiro, Brasil, 2000-2002.

Em locais como o Complexo de Manguinhos, onde a densidade populacional é alta, o nível socio- econômico é baixo e o crime organizado é ativo, o controle da TB é difícil. Embora haja uma tendência de queda do número de casos novos ao longo dos anos, a diferença não foi significativa, sugerindo que a TB continua a ser endêmica na área. Refletir sobre as estratégias adotadas deve levar ao desen- volvimento de medidas para melhorar o desempenho dos PCT nestas populações de alto risco e assim causar mudanças na epidemiologia da TB no futuro próximo.
Mostrar mais

5 Ler mais

Praça Onze, Rio de Janeiro, prov. 1928 Acervo: Museu Judaico do Rio de Janeiro

Praça Onze, Rio de Janeiro, prov. 1928 Acervo: Museu Judaico do Rio de Janeiro

Nascida em Salvador em 1854, presumivelmente de escravos forros, Tia Ciata chegou ao Rio de Janeiro em 1876. Lá, casou-se com João Batista da Silva, também negro e baiano, que em Salvador chegara a cursar dois anos da Faculdade de Medicina e mais tarde conseguiu emprego no gabinete do chefe de polícia da capital federal – e de acordo com o depoimento de seu neto, isso foi possível graças à intervenção dos orixás de Tia Ciata, que teriam curado a perna doente do então presidente da República, Wenceslau Brás! [...] A "respeitabilidade" profissional do marido deve ter sido um dos fatores que fizeram da casa da Tia Ciata um ponto de referência do universo negro carioca no início do século XX. Mas deve-se também ao trabalho dela própria, em áreas que tanto reforçavam uma certa identidade afro-baiana como teciam sutis relações com o mundo da elite carioca. Uma delas era a fabricação e venda de doces, papel que na época já era tradicional entre as baianas que moravam no Rio: registrada por Debret desde a primeira metade do século XIX, a baiana doceira, atrás do seu tradicional "tabuleiro", se tornara parte integrante da paisagem da cidade, recebendo até encomendas das famílias brancas. Além disso, confeccionava trajes de baiana, muito empregados nos clubes carnavalescos. Em ambas as atividades, Tia Ciata chegou a contar com numeroso grupo de baianas trabalhando sob sua supervisão. Outro fator da sua ascendência era a posição proeminente de que desfrutava no candomblé. Era Iya Kekerê (isto é, a principal auxiliar do pai-de-santo, o chefe religioso) num dos mais prestigiosos terreiros do Rio de então, o de João Alabá [...] (Sandroni, 2001:102).
Mostrar mais

303 Ler mais

Resistência a drogas em cepas de mycobacterium tuberculosis isoladas de amostras de escarro de pacientes ambulatoriais sintomáticos: Complexo de Manguinhos, Rio de Janeiro, Brasil.

Resistência a drogas em cepas de mycobacterium tuberculosis isoladas de amostras de escarro de pacientes ambulatoriais sintomáticos: Complexo de Manguinhos, Rio de Janeiro, Brasil.

A situação da TB pode ser ainda pior em áreas com populações socialmente vulneráveis. Uma dessas áreas é o Complexo de Manguinhos, uma favela localizada na cidade do Rio de Janeiro. Apesar de os esforços feitos pelo Centro de Saúde Escola Germano Silval Faria (CSEGSF), em cola- boração com a Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), terem efetivamente reduzido a taxa de incidência da TB no Complexo de Manguinhos, (6,7) ela continua

4 Ler mais

Franquias no Rio de Janeiro:

Franquias no Rio de Janeiro:

Dessa forma, ao analisar os aspectos de implantação e manutenção da franquia, os maiores riscos normalmente estão relacionados ao retorno financeiro. Em outras palavras, se os lucros projetados forem promissores ao investidor, o empreendimento tende a se tornar viável e os pontos favoráveis à abertura da franquia ficam em evidência. Contudo, caso o valor do investimento seja elevado é importante avaliar a possibilidade do empreendimento se pagar no menor prazo possível tomando como base os indicadores econômicos disponíveis (RIBAS, 2006). Nesse contexto, o Rio de Janeiro ocupa um lugar de destaque no que diz respeito ao impulsionamento da economia do país, tendo um número significativo de empresas de diferentes segmentos operando. O comércio cresce e impulsiona as vendas e faz a economia local se expandir, assim como o turismo colabora para a manutenção e expansão de restaurantes, cafés e docerias. Assim, as franquias representam uma opção interessante de investimento na cidade do Rio de janeiro, sendo a segunda do Brasil com o maior número de franquias (BRILHANTE 2017).
Mostrar mais

19 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE PSIQUIATRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE PSIQUIATRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

Artigo 15 - Todos os projetos, que envolverem pesquisa em seres humanos, elaborados no Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro deverão ser encaminhados a (o) Coordenador (a) do CEP-IPUB/UFRJ, que designará um relator para emissão do parecer, após discussão do mesmo, em reunião de colegiado.

13 Ler mais

Otimização de Processos e Gerenciamento de Diversidade Vegetal: Estudo na Adequação Ecológica do Complexo Naval Guandu do Sapê Rio de Janeiro - RJ

Otimização de Processos e Gerenciamento de Diversidade Vegetal: Estudo na Adequação Ecológica do Complexo Naval Guandu do Sapê Rio de Janeiro - RJ

A área é caracterizada por um trecho de Mata Ciliar do Rio Guandu do Sapê, dentro dos limites do CNGS – Marinha do Brasil, localizado na Zona Oeste do Município do Rio de Janeiro, na face Oeste do Morro do Marapicú, nas coordenadas 22º50'15” Sul, 43º35'19” Oeste. A partir do início das atividades, a área foi setorizada de modo a facilitar as atividades do plantio e sua manutenção (Área BRAVO, ALFA, DELTA, CHARLIE). Inicialmente todos os plantios obedeceram ao conceito de plantio em área total, com espécies de todos os estágios sucessionais. As áreas passaram a receber mudas de enriquecimento em metodologia de quincôncio (Bastos et al., 2014). Todos indivíduos remanescentes do plantio original, assim como os indivíduos utilizados no enriquecimento, continuaram sendo medidos e catalogados.
Mostrar mais

11 Ler mais

Show all 10000 documents...