Construção da Cidade de João Pessoa

Top PDF Construção da Cidade de João Pessoa:

Análise da geração de resíduos da construção civil da cidade de João Pessoa-PB.

Análise da geração de resíduos da construção civil da cidade de João Pessoa-PB.

Os resíduos provenientes da indústria da construção civil têm crescido visivelmente, em todo o mundo, não sendo diferente na cidade de João Pessoa, capital do estado da paraíba. Tal fato constitui uma grave problemática ao setor da construção civil, aos órgãos fiscalizadores, à população e ao meio ambiente. Ocorre que, os resíduos poderiam ser reutilizados ou reciclados nos próprios canteiros de obras das construções onde são gerados, e o seu correto gerenciamento minimizaria a sua saída, contribuindo para a redução da degradação do meio ambiente e, consequentemente, reduzindo o consumo de matérias primas naturais, muitas delas insubstituíveis. Neste trabalho, apresenta-se os resultados de uma investigação sobre a geração dos Resíduos da Construção Civil (RCC) da classe A originados na cidade de em João Pessoa, analisando as áreas de construção executadas entre os anos de 2000 à 2010, identificando os bairros que mais cresceram nos aspectos populacionais e habitacionais, bem como a massa dos RCC por eles gerados na cidade. O objetivo é estimar a quantidade de RCC em João Pessoa, analisando o volume gerado, seu destino desde sua fonte de geração à USIBEN (Usina de Beneficiamento de Resíduos de Construção e Demolição) e, ainda, a diferença entre a quantidade gerada e a que chega até a USIBEN, estimando-se à fração de deposições irregulares. O estudo estimou uma relação de 0,06 m 3 /m 2 de área construída e 60,4 kg/m 2 de área construída. Do volume estimado de RCC apenas 57,8 % está sendo direcionado à USIBEN. Foi detectado diversos pontos de deposição irregular de RCC na cidade de João Pessoa, sendo os cinco maiores analisados quanto à distância dos bairros de maior geração comparativamente à distância à USIBEN.
Mostrar mais

190 Ler mais

Open Análise da disposição final dos resíduos de construção e demolição na cidade de João Pessoa

Open Análise da disposição final dos resíduos de construção e demolição na cidade de João Pessoa

 Utiliza os seguintes meios de pesquisa: Bibliográfica, uma vez que a pesquisa começou a partir de um estudo sistematizado que se desenvolveu tendo como base o material publicado em livros, revistas, jornais e redes eletrônicas, sobre os assuntos indústria da construção civil, resíduos sólidos e resíduos de construção e demolição, nas bases de dados disponíveis para consulta; Pesquisa de campo, para atingir o objetivo geral proposto neste trabalho teve-se a necessidade de investigar em campo, a etapa final do fluxo de RCD, qual seja a disposição final, bem como para ilustrar as etapas de geração e transporte (objetivos específicos 1 e 2); Estudo de caso, utilizou-se de estudos multi casos, pois ocorreu nas empresas oficialmente responsáveis pela disposição final de RCD na cidade de João Pessoa (totalizando toda a população deste tipo de empresas); em uma empresa geradora de RCD e em uma empresa transportadora de RCD intencionalmente escolhidas.
Mostrar mais

122 Ler mais

Análise da geração de resíduos da construção civil da cidade de João Pessoa/PB

Análise da geração de resíduos da construção civil da cidade de João Pessoa/PB

Os resíduos provenientes da indústria da construção civil têm crescido visivelmente, em todo o mundo, não sendo diferente na cidade de João Pessoa, capital do estado da paraíba. Tal fato constitui uma grave problemática ao setor da construção civil, aos órgãos fiscalizadores, à população e ao meio ambiente. Ocorre que, os resíduos poderiam ser reutilizados ou reciclados nos próprios canteiros de obras das construções onde são gerados, e o seu correto gerenciamento minimizaria a sua saída, contribuindo para a redução da degradação do meio ambiente e, consequentemente, reduzindo o consumo de matérias primas naturais, muitas delas insubstituíveis. Neste trabalho, apresenta-se os resultados de uma investigação sobre a geração dos Resíduos da Construção Civil (RCC) da classe A originados na cidade de em João Pessoa, analisando as áreas de construção executadas entre os anos de 2000 à 2010, identificando os bairros que mais cresceram nos aspectos populacionais e habitacionais, bem como a massa dos RCC por eles gerados na cidade. O objetivo é estimar a quantidade de RCC em João Pessoa, analisando o volume gerado, seu destino desde sua fonte de geração à USIBEN (Usina de Beneficiamento de Resíduos de Construção e Demolição) e, ainda, a diferença entre a quantidade gerada e a que chega até a USIBEN, estimando-se à fração de deposições irregulares. O estudo estimou uma relação de 0,06 m 3 /m 2 de área construída e 60,4 kg/m 2 de área construída. Do volume estimado de RCC apenas 57,8 % está sendo direcionado à USIBEN. Foi detectado diversos pontos de deposição irregular de RCC na cidade de João Pessoa, sendo os cinco maiores analisados quanto à distância dos bairros de maior geração comparativamente à distância à USIBEN.
Mostrar mais

190 Ler mais

Taxa de geração de resíduos da construção civil em edificações na cidade de João Pessoa

Taxa de geração de resíduos da construção civil em edificações na cidade de João Pessoa

A indústria da construção civil vem apresentando altos índices de crescimento no Brasil e vem trazendo consigo benefícios socioeconômicos, com participação de forma ativa na geração de empregos e renda. No mesmo sentido, a cidade de João Pessoa também apresenta um elevado e persistente índice de crescimento em edificações verticais e horizontais. Segundo dados do SINDUSCON-JP, 400 novos edifícios estão em processo de construção em João Pessoa (SINDUSCON-JP, 2012). Por outro lado, a construção civil vem causando uma geração intensa de RCC (Resíduos da Construção Civil) que, dispostos de maneira inadequada, vêm causando impactos ao meio ambiente, com a poluição do solo, assoreamento de córregos, enchentes, proliferação de vetores de doenças, obstrução de vias de tráfego, entre outros.
Mostrar mais

68 Ler mais

Taxa de geração de resíduos da construção civil em edificações na cidade de João Pessoa.

Taxa de geração de resíduos da construção civil em edificações na cidade de João Pessoa.

The aim of this study is to determine the amount of construction waste (CW) based on the built area of buildings, in order to implement more effective monitoring and inspection of the generation and destination of the waste. A representative sample was chosen from buildings under construction in João Pessoa. A form to collect data on the characteristics and CW volume generation of the buildings was distributed. From the volume of CW discharged by the building companies, the weight was calculated based on a unit mass of 1025 kg m-3. The results showed a generation rate of class A (CONAMA Resolution 307) CW of 86.27 kg m-2. Also, for class A CW, a 90% confidence interval was calculated, with lower and upper limits of 62.31 and 136.02 kg m-2, respectively. Based on these results, the control of the generation and disposal of CW can be done by local authorities, indicating which sites are not following existing laws on the disposal of waste.
Mostrar mais

11 Ler mais

A construção do informal: uma análise morfológica das favelas da cidade de João Pessoa

A construção do informal: uma análise morfológica das favelas da cidade de João Pessoa

This essay identifies, characterizes and classifies in an urban perspective, the slums of the city of João Pessoa, capital of Paraiba, through a diagnosis of the situation of these clusters. With the increase of people living in this kind of precarious settlement, it is necessary to establish accurate information that direct the public policies for urban improvement. Therefore, this work builds a historical overview of the process of formation and growth of the slums of the city, since the nineteenth century, and investigates how this phenomenon contributed to the expansion of the urban fabric of the city. The object of study is conceptualized according to the criteria for land ownership, urbanization, infrastructure and housing, and as defining characteristics, the illegality of land, the organizational setting, the absence of at least one of the basic public services and the precariousness of the dwellings. The method employed starts from the comparative analysis of textual elements (books, magazines, newspapers) and graphics (maps, plans, photographs), assuming that the slums are formed out of a logic, not being a natural product of the medium. The result of this exercise are forms under the name of each slum, its location, its area, the number of its dwellings and occupants, its time of life, its land tenure, the typology of its buildings, its existing infrastructure, its environmental condition and its zoning the land use. Finaliza com duas classificações gerais, levando em consideração a configuração geográfica e urbanística de cada favela, destacando aquelas localizadas em zona de preservação ambiental. Ends with two general classifications, taking into account the geographical e urban configuration of each slum, highlighting those located in the environmental preservation zone.
Mostrar mais

259 Ler mais

Caracterização geológica e geomorfológica de áreas de encosta na cidade de João Pessoa - PB

Caracterização geológica e geomorfológica de áreas de encosta na cidade de João Pessoa - PB

Segundo Leinz e Amaral (1989), as ciências geológicas certamente originaram-se das civilizações mais antigas, quando o homem aprendeu a aproveitar-se das rochas e minerais, a sofrer os efeitos dos terremotos, a observar os vulcões, a contemplar os trabalhos das ondas e dos mananciais de água, sem dúvida, sentiam-se curiosos com explicação de tudo que viam. Com o avanço progressivo do conhecimento científico no âmbito da Geologia e no aumento da demanda dos recursos naturais da Terra, o estudo e o trabalho de pesquisa sobre a crosta terrestre nos seus mais variados aspectos vêm crescendo. Assim a procura por combustíveis fósseis, fertilizantes minerais e minérios metálicos e não metálicos requer conhecimentos pormenorizados desta ciência. Não menos importante, é a Geologia no âmbito da Engenharia, sobretudo na construção de túneis, barragens, fundações, e também, no estudo de deslizamentos de encostas por vezes catastróficas, que dependendo dos tipos de rochas e natureza dos solos e das suas condições de estabilidade podem comprometer grandes áreas e até mesmo vidas humanas.
Mostrar mais

31 Ler mais

REFLEXÃO CRÍTICA SOBRE OS TELECENTROS DE INFORMAÇÃO E EDUCAÇÃO NA CIDADE DE JOÃO PESSOA

REFLEXÃO CRÍTICA SOBRE OS TELECENTROS DE INFORMAÇÃO E EDUCAÇÃO NA CIDADE DE JOÃO PESSOA

Primeiramente, foi utilizada a observação participante e uma pesquisa documental. Esta última teve o escopo de analisar o perfi l da política de inclusão digital que orienta o Projeto das Estações Digitais. Logo em seguida, foi realizada uma entrevista semiestruturada com o coordenador-geral e com os três coordenadores pedagógicos, totalizando quatro entrevistas, que permitiram conhecer a visão dos idealizadores do Projeto, como também daqueles que estão à frente de sua execução. Este procedimento possibilitou a análise dos modelos e processos de gestão adotados e ainda serviu para orientar os pesquisadores na elaboração dos questionários e na construção do roteiro para os grupos focais, que foram feitos, posteriormente, com os monitores, alunos dos cursos regulares e usuários do acesso livre.
Mostrar mais

10 Ler mais

Instituições como fonte de preservação da memória na cidade de João Pessoa, PB :: Brapci ::

Instituições como fonte de preservação da memória na cidade de João Pessoa, PB :: Brapci ::

A sociedade contemporânea vive momentos constantes de avanços da ciência e da tecnologia, instaurando-se cada vez mais novos valores de dinâmicas sociais e culturais. Este contexto parece favorecer inevitavelmente certa ruptura com o passado, porém o presente não se consolida sem que esteja vinculado ao passado, buscando nas raízes os pilares para a construção contínua da sociedade. Nesse sentido, a memória de um povo depende da organização, da preservação e da conservação do registro de suas experiências. Esses registros estão materializados nos documentos independentemente do suporte: impresso, eletrônico, digital ou outro tipo de material especial.
Mostrar mais

5 Ler mais

O papel do centro histórico na cidade: um estudo comparativo entre João Pessoa e Tours

O papel do centro histórico na cidade: um estudo comparativo entre João Pessoa e Tours

46 de sentimentos vem à tona, uma mistura de alegria e ao mesmo tempo o impacto de todas as mudanças engendrada não apenas com a chegada a França como também dos outros lugares vividos que eram igualmente “estranhos” a pesquisadora, pois mesmo fazendo parte de um mesmo país as cidades têm suas diversidades. Dessa maneira, o tempo é fator primordial nesse processo de transformar e de tornar o local aos poucos mais familiar... De modo a compreender o “mundo” dos Pessoense e dos Tourangeaux. Esse processo de descortinar e atravessar as fronteiras que separam uma estrangeira e os moradores exigiu um esforço grande de interação com o local e os seus habitantes. E nesse compasso é verdade que a pesquisadora tornou-se alvo de investigação, os papéis se invertiam. E isso ocorreu em todas as cidades pesquisadas... Uma série de perguntas era feita e têm momentos, nesse processo de habituar-se ao local, sentimentos se misturam, como se sentir invadida na privacidade, e ao mesmo tempo para investigar, adentra-se nas casas das pessoas que não conhece, então sente-se o contrário como se estive invadindo, mas tudo também depende da situação e jeito como ocorrem as situações. Não obstante, é importante ressaltar que as surpresas sempre acompanharam a feitura desse trabalho, pois esteve-se em locais, que de início eram desconhecidos da pesquisadora. Assim, para o desenvolvimento do trabalho a metodologia indutiva apresenta-se como perspectiva de investigação científica. O estudo é de natureza qualitativa e comparativa. Seguindo essa trilha a construção de etnografia delineia-se como abordagem de investigação, devido sua importância “na apreensão e compreensão das circunstâncias quotidianas.” 38 O que contribui sobremaneira para a elaboração da pesquisa
Mostrar mais

512 Ler mais

A geografia do agito: emergência e morte de bares e boates na cidade de João Pessoa

A geografia do agito: emergência e morte de bares e boates na cidade de João Pessoa

Como compreender um conceito é buscar todo o caminho percorrido ao longo da história do conhecimento e toda a herança que ele carrega em sua construção conceitual, se faz necessário levantar uma discussão com relação a três categorias geográficas (espaço, lugar e território), na busca de construir um referencial teórico que expresse com clareza possibilidades analíticas da Geografia, uma vez que ela sempre se expressou e se expressa embasada por um conjunto de conceitos que, muitas vezes, são considerados equivalentes. Discutir os conceitos geográficos se torna fundamental para o entendimento desta pesquisa, em virtude de eles apresentarem níveis de abstração bastante diferenciados e, por conseguinte, expressarem também possibilidades operacionais diferenciadas. É nesse sentido que se faz necessário uma análise de forma mais objetiva do campo de atuação da Geografia, que está balizado pelo conceito de espaço geográfico como sendo o mais abrangente e o mais abstrato.
Mostrar mais

70 Ler mais

Turismo Cultural na cidade de João Pessoa: um olhar focado no turista idoso

Turismo Cultural na cidade de João Pessoa: um olhar focado no turista idoso

e sócio estrutural, onde vários elementos são apontados como determinantes ou indicadores de bem estar na velhice: longevidade; saúde biológica; saúde mental; satisfação; controle cognitivo; competência social; produtividade; atividade; eficácia cognitiva; status social; renda; continuidade de papéis familiares e ocupacionais e continuidade de relações informais em grupos primários (principalmente rede de amigos). No que se refere ao turismo na terceira idade, Duarte (1994) destaca a importância de um processo contínuo de criação cultural, no qual a educação patrimonial busca levar os idosos a um processo ativo de apropriação e valorização de sua herança cultural, capacitando-os para um melhor usufruto destes bens, e propiciando a geração e a produção de novos conhecimentos. Partindo dessa contenda, percebemos que o papel da educação patrimonial é o de permitir que o patrimônio seja compreendido como expressão de uma memória e quais as influências que ele exerce sobre nosso modo de viver, a fim de que passemos da mera contemplação e do consumo para a apropriação e produção desses bens culturais, como referências de construção para nossa identidade (AMORIM, 2007).
Mostrar mais

11 Ler mais

Percursos e processos d evolução urbana: o caso da Avenida Epitácio Pessoa na cidade de João Pessoa

Percursos e processos d evolução urbana: o caso da Avenida Epitácio Pessoa na cidade de João Pessoa

O bairro da Torre foi planejado pelo urbanista Nestor de Figueiredo, contratado pelo governo do Estado desde a interventoria de Antenor Navarro (1930-1931). José Octávio (1991) relata: “(...) As intenções desse técnico, como se pode perceber pelas reportagens de “A União” e “Almanaque da Paraíba”, eram muito ambiciosas e não puderam concretizar- se inteiramente, mas a parte empreendida foi o suficiente para ampliação do espaço urbano da cidade com a edificação da Torrelândia, cuja atual feição já corresponde a croquis da época. Com efeito, desde o início dos trabalhos da comissão de que também faziam parte o prefeito Borja Peregrino (1931-1934), o diretor de obras Álvaro Correia de Oliveira, o Dr. Pompeu Borges e o engenheiro-arquiteto Clodoaldo Gouveia, percebia-se que a cidade deveria crescer no sentido leste, atravessando a Torrelândia em demanda de Tambaú e Cabedelo. (...)”. Na década de 1930, quando Nestor de Figueiredo realizou o Plano Urbanístico da Torrelândia (como era chamado o bairro da Torre) e também estudos para a cidade de João Pessoa, fazia previsões de tendências de crescimento da cidade e colocava em seu plano propostas de construção de centros administrativos e universitários. Essas previsões foram feitas para lugares próximos onde, cerca de trinta e cinco anos depois, concretizaram-se. Outra previsão do Plano Urbanístico de Nestor de Figueiredo era a construção de “uma avenida parque perimetral sobre os vales do Jaguaribe e Sanhauá e a edificação de uma zona residencial, acompanhando a orla do mar, estendendo-se pelas lindas praias que vão de Ponta de Mato até o Poço.” (Mello;In Farias,1997).
Mostrar mais

326 Ler mais

A Cidade Alta como paisagem: Repensando a conservação do Centro Histórico de João Pessoa

A Cidade Alta como paisagem: Repensando a conservação do Centro Histórico de João Pessoa

Contrapondo a cidade colonial, a cidade moderna pretendida deveria ser vista através de seus espaços públicos, amplos e com traçados racionais, daí as praças e os parques construídos nesse momento se imporem como pressupostos de uma nova ordem, que insinuada na forma urbana, abarcaria todo o espectro da sociedade. Emblema da ação administrativa de Camilo de Holanda, as obras de embelezamento urbano da capital implicaram na construção de uma visibilidade arquitetônica e urbanística moderna e se antepuseram a qualquer iniciativa voltada à modernização dos serviços de abastecimento d’água ou implantação de esgotos. (TRAJANO FILHO, 2006, p. 33)
Mostrar mais

195 Ler mais

Emoções, documentos e subjetivação na construção de transexualidades em João Pessoa/PB

Emoções, documentos e subjetivação na construção de transexualidades em João Pessoa/PB

(21:10 h) – Encerram-se as falas do Encontro e os participantes aos poucos se dirigem para fora do auditório. Lentamente, as pessoas começam a formar pequenos grupos de conversa, alguns falando calorosamente enquanto outros se aproximam devagar e se apresentam, indicando suas cidades de origem e as instituições que fazem parte. Um coquetel com salgados e refrigerante começa a ser servido e muitas pessoas passam a rodear uma mesa onde cuidadosamente foram expostos o livro “Viagem Solitária” de João Nery, o qual eu havia adquirido nesse mesmo dia, mais cedo, em uma livraria da cidade. O autor, João, senta-se atrás de uma mesa branca de plástico e timidamente algumas pessoas se aproximam e pedem-no um autógrafo ou uma dedicatória em seus livros. Alguns aproveitam e pedem para colegas tirarem fotos junto a João enquanto este escrevia algumas linhas como lhe fora pedido. Em um momento de menor movimento, me aproximo e também pergunto a João se ele poderia escrever uma dedicatória em meu livro. Muito simpático, ele pergunta meu nome e se eu sou sua amiga no facebook. Sorrio e respondo que sim, aproveitando para me aproximar dele e explicar que sou pesquisadora em Antropologia e estou iniciando uma pesquisa sobre transexualidades. Ele pergunta brevemente o tema de minha pesquisa e, ao terminar de escrever, devolve-me o livro e agradece por tê-lo comprado. Algumas pessoas já estavam a esperar para falar com João e um jovem me entrega sua câmera e pede para tirar uma foto com o mesmo. Após devolver-lhe a máquina, volto a um banco onde antes estava sentada observando as conversas e os grupos e aproveito para ler o que João havia me escrito. Ele diz: “Para minha amiga Juliana, que minha história possa lhe trazer produtivos ‘insights’ para suas pesquisas. Um beijo, João Nery. 14.06.13”
Mostrar mais

203 Ler mais

Sistema de Informação: o caso de uma instituição bancária na cidade de João Pessoa

Sistema de Informação: o caso de uma instituição bancária na cidade de João Pessoa

No século XIX até os finais da Guerra Civil, em 1865, os Estados Unidos não ofereciam muitos problemas com relação aos documentos públicos. Mas a partir do século XX, começa o crescimento desacelerado de documentos, por causa da proibição legal de não poder eliminá-lo. Com isso, comissões foram criadas para desenvolver atividades, atos legislativos, procedimentos de aplicação de técnicas de administração moderna, visando à autorização de eliminação de documentos, bem como autorizar a construção de edifício para o Arquivo Nacional. (INDOLFO, 2007)
Mostrar mais

46 Ler mais

Fotografia e marketing: uma análise dos atrativos turísticos da cidade de João Pessoa-PB

Fotografia e marketing: uma análise dos atrativos turísticos da cidade de João Pessoa-PB

O convento de São Francisco (Foto 73 e 74), fundado pelos irmãos da ordem criada pelo Santo de Assis, foi construído no século XVI, época na qual os portugueses tentavam copiar sua arquitetura na terra recém-descoberta. A construção em pedra calcária contribuiu para uma variação do barroco, devido aos índios tabajaras que tanto trabalharam n a sua edificação, surgiu então, o chamado “barroco tabajara”. Formado por igreja, convento, casa de oração, claustro da Ordem Terceira, adro e um cruzeiro. A estrutura, inicialmente tinha caráter de propagação da fé católica, depois passou por uma sucessão de diferentes utilidades: foi asilo para refugiados, Paço Governamental, passou por reformas e tornou-se hospital militar, depois foi escola, quartel e, já no século XX, restaurações foram necessárias e realizadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Atualmente, abriga a sede do Centro Cultural São Francisco, com museus de arte popular e sacra, onde acontecem várias atividades da área cultural e ainda há na igreja, algumas celebrações religiosas. O caráter turístico do local é um de seus primordiais alicerces, fazendo com que o monumento perdure até os dias de hoje. Isto pode ser verificado nos números de turistas que o visitam. Mário de Andrade foi um dos que por aqui andou e ficou maravilhado no final da década de vinte, chegou até a escrever no livro “O turista aprendiz” do final da década de 20: “...Do Nordeste à Bahia não existe exterior de igreja mais bonito nem mais original que este. E mesmo creio que é a igreja mais graciosa do Brasil – uma gostosura que nem mesmo as sublimes mineirices do Aleijadinho vencem em graciosidade (...) Os azulejos são dos mais ricos que já vi, suntuosos. O pátio exterior é murado por eles também e mostra nichos com cenas da Paixão ainda em azulejos magnificamente desenhados e que assim, emoldurados pelo nicho e distantes uns dos outros, a gente pode isolar e gozar bem.” (ANDRADE, 2002, p. 276)
Mostrar mais

179 Ler mais

A evolução do crescimento urbano no bairro dos Bancários na cidade de João Pessoa-PB

A evolução do crescimento urbano no bairro dos Bancários na cidade de João Pessoa-PB

Considerando tal comportamento, vemos que essa verticalização não está sendo realizada de forma planejada, em função da qualidade vida de seus moradores. Os empresários da construção civil e as autoridades competentes que fiscalizam as construções e àqueles que controlam o meio ambiente, não estão atentos aos danos ambientais causados por estas construções desordenadas, que tendem a comprometer a beleza e o aspecto bucólico do lugar, pois percebemos que são muitos cortes de árvores, poluição do solo, causada pelo material de demolição e de construção, descartados na natureza e lançadas ao meio ambiente, sem nenhuma preocupação com os danos à natureza e à saúde humana, visto que podem se tornar áreas de acúmulo de insetos, de ratos e de outros vetores de doenças transmissíveis aos seres vivos.
Mostrar mais

41 Ler mais

BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: atribuições requeridas aos bibliotecários na Cidade de João Pessoa - PB

BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: atribuições requeridas aos bibliotecários na Cidade de João Pessoa - PB

Conforme o contexto, o bibliotecário como gestor de Unidades de Informação é o grande responsável pela vitalidade e cumprimento das Leis de Ranganathan que são: os livros são para o uso; a cada leitor seu livro; a cada livro seu leitor; economize o tempo do leitor; uma biblioteca é um organismo em crescimento. Entretanto, quais são as atribuições exigidas para estes gestores que têm como responsabilidade o gerenciamento das Unidades de Informação como organizações vivas, dinâmicas no qual o seu cerne deve ser o atendimento ao usuário com qualidade? Nessa perspectiva, indagamos: Quais são as atribuições exigidas aos profissionais bibliotecários nas bibliotecas universitárias privadas da cidade de João Pessoa - PB? Em busca de responder esses questionamentos, o estudo buscou conhecer as atuais atribuições exigidas aos profissionais bibliotecários pelas bibliotecas universitárias particulares situadas em João Pessoa. Para isto, foram selecionadas cinco instituições universitárias privadas da capital paraibana identificadas respectivamente pelas letras A, B, C, D e E com o objetivo de conhecer e identificar as atribuições 1 exigidas pelo mercado de trabalho [bibliotecas universitárias particulares] aos profissionais bibliotecários da cidade João Pessoa – PB. A pesquisa caracteriza-se como exploratória e descritiva. Com relação ao delineamento é classificada como Estudo de Caso. Nesse contexto, foi aplicado um questionário estruturado às gestoras das instituições privadas - Bibliotecas Universitárias – através do qual foi possível identificar as atribuições requeridas pelo mercado de trabalho aos bibliotecários.
Mostrar mais

10 Ler mais

Consumo de suplemento por usuário de academias de ginástica da cidade de João Pessoa - PB

Consumo de suplemento por usuário de academias de ginástica da cidade de João Pessoa - PB

Tendo em vista a rápida expansão das academias e o crescente consumo de suplementos bem como o aumento da oferta de diferentes marcas no mercado, objetivou-se estudar o Consumo de Suplementos por Usuários de Academias de Ginástica da Cidade de João Pessoa – PB. A busca por um corpo esteticamente perfeito e a falta de uma cultura corporal saudável tem levado a população a usar de forma abusiva, substâncias que possam potencializar no menor espaço de tempo possível os seus desejos, talvez por falta de uma legislação rigorosa que autorize a sua venda sem receita médica. O grupo de estudo constitui-se de 108 indivíduos, selecionados ao acaso e que responderam a um questionário. A faixa etária
Mostrar mais

10 Ler mais

Show all 10000 documents...