Contribuições teóricas

Top PDF Contribuições teóricas:

Aspectos da catalogação e do RDA: contribuições teóricas da literatura nacional e internacional

Aspectos da catalogação e do RDA: contribuições teóricas da literatura nacional e internacional

Este artigo apresenta os aspectos da catalogação e do Resource Description and Access (RDA) e suas contribuições teóricas sobre as novas diretrizes para a catalogação de recursos informacionais, que tem seu foco voltado para o ambiente digital. Apresenta o atual panorama de discussões teóricas ocorridas no período de 2010 a 2014 entre os especialistas da área. Analisa a literatura nacional e a internacional no que tange à catalogação e temas correlatos, incluindo-se o RDA. A pesquisa configura-se como bibliográfica, do tipo levantamento. Os dados foram analisados por categorização, por meio da leitura e análise dos resumos e das palavras-chaves de artigos. Os resultados da busca nacional e internacional apresentaram temas semelhantes. Foram reunidos em nove grupos distintos: capacitação; catálogos; controle de autoridades; implementações; modelos conceituais; RDA; tecnologia; tratamento descritivo de recursos; e tratamento temático de recursos. Identificou-se que em algumas temáticas, as publicações brasileiras sobressaem como, por exemplo, acerca dos modelos conceituais e do tratamento descritivo, embora com relação ao tema RDA, a produção internacional tem maior destaque.
Mostrar mais

13 Ler mais

INSERÇÃO PROFISSIONAL E CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS DO ARQUIVISTA NA GESTÃO DOCUMENTAL DO PODER JUDICIÁRIO Otacílio Guedes Marques Doutorando em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília – UnB Analista Judiciário – Especialidade Arquivologia - TJDFT

INSERÇÃO PROFISSIONAL E CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS DO ARQUIVISTA NA GESTÃO DOCUMENTAL DO PODER JUDICIÁRIO Otacílio Guedes Marques Doutorando em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília – UnB Analista Judiciário – Especialidade Arquivologia - TJDFT

Resumo: O presente artigo apresenta levantamento referente à inserção profissional e às contribuições teóricas dos arquivistas à gestão documental no Poder Judiciário. Buscou-se, inicialmente, contextualizar a trajetória da disciplina no Brasil, apresentando os principais momentos da sua consolidação, por meio das ações do Arquivo Nacional, do associativismo, até a criação dos cursos superiores de bacharelado em Arquivologia. Busca-se identificar, sistematizar e analisar o surgimento e a consolidação da Arquivologia no Brasil, nos ambientes acadêmico e profissional, passando por sua inserção até sua consolidação no Poder Judiciário, desenvolvendo-se por meio do levantamento e análise: a) dos editais dos concursos públicos dos órgãos do Poder Judiciário brasileiro, realizados entre os anos de 1999 a 2014, para o provimento do cargo de Analista Judiciário – Especialidade arquivista; b) e dos eventos com temáticas arquivísticas (Congressos, Seminários, Fóruns etc.) tratando dos arquivos do Poder Judiciário. Nesse sentido, pretende-se fundamentar como os profissionais, o trabalho e a prática arquivística nos órgãos do Poder Judiciário vêm sendo tratados e inseridos nessas instituições. Palavras-chave: Arquivista. Arquivologia. Inserção Profissional. Poder Judiciário.
Mostrar mais

24 Ler mais

CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS PARA UMA REVISÃO DOS PRINCÍPIOS E PRÁTICAS DA REPRESENTAÇÃO DO CONHECIMENTO

CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS PARA UMA REVISÃO DOS PRINCÍPIOS E PRÁTICAS DA REPRESENTAÇÃO DO CONHECIMENTO

O reconhecimento de que os aspectos de representação documentária não podem ser reduzidos a nenhuma das disciplinas e práticas que para elas contribuem de forma integrada leva-nos a co[r]

11 Ler mais

A natureza complexa da poiésis climática: contribuições teóricas ao estudo geográfico...

A natureza complexa da poiésis climática: contribuições teóricas ao estudo geográfico...

Em suma, os ritmos vão se acoplando sucessivamente e formando uma dinâmica recursiva que integra a fenomenologia natural da autopoiésis. Acreditamos que num tempo futuro teremos condições teóricas, metodológicas e técnicas para inserirmos de modo mais evidente os parâmetros, tanto quantitativos como qualitativos, dessa infratextura subjacente aos sistemas naturais autopoiéticos. E, assim, será senso comum o entendimento da organização que gera e ativa essa complexa poiésis sistêmica em que o clima está inserido, o que refletirá de forma radical em nossas percepções, concepções e ações científicas, sociais e culturais diante do mundo em que vivemos e, principalmente, diante de nós mesmos como co- participantes autopoiéticos dessa harmoniosa ritmopéia cósmica.
Mostrar mais

136 Ler mais

Algumas contribuições teóricas do referencial psicanalítico para as pesquisas sobre organizações.

Algumas contribuições teóricas do referencial psicanalítico para as pesquisas sobre organizações.

O texto tem por objetivo fazer uma reflexão sobre alguns aspectos epistemológicos e metodológicos do uso do referencial psicanalítico em pesquisas sobre organizações. A discussão busca clarificar as tensões da relação entre essas disciplinas, demonstrando que é possível uma integração teórica. A idéia de referência é a construção de diálogos e de complementariedades na apreensão de determina- dos fenômenos, tendo como foco de análise as contribuições da Psicanálise para o estudo das relações simbólicas indivíduo-trabalho-organização como um dos caminhos para desvelar a dinâmica organizacional. São discutidas estratégias metodológicas como observações, análise de documentos, escalas e entrevistas semi-estruturadas coletivas e individuais, tendo como pressuposto o modo de escuta dos fenômenos organizacionais, a forma de analisar o dado, de interpretar e de construir o conhecimento. Ainda é apresentada uma breve discussão de algumas pesquisas empíricas que vem sendo desenvolvidas nas organizações com base teórica no referencial psicanalítico.
Mostrar mais

8 Ler mais

Assistência ao estudante na Unisidade Federal do Ceará: Contribuições Teóricas e Práticas

Assistência ao estudante na Unisidade Federal do Ceará: Contribuições Teóricas e Práticas

considero que minha célula foi um sucesso, pois nós apreendemos muito uns com os outros, e isso, é que é o espírito do programa. Portanto, acho que deu certo. Durante esse seme[r]

97 Ler mais

Comportamento adjunto: controvérsias e contribuições teóricas.

Comportamento adjunto: controvérsias e contribuições teóricas.

Estudos posteriores levaram Falk (1969) a descartar definitivamente a hipótese de polidipsia fisiológi- ca, ao mesmo tempo que outros comportamentos foram estu- dados, como por exemplo:[r]

9 Ler mais

Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas.

Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas.

conceituados pelo psicanalista Bion 19 : elemen- tos dos participantes da pesquisa não apreen- didos (neste caso, por quem coleta e analisa os dados), sendo então mentalmente descartados, não absorvidos, rejeitados de antemão por uma simples impossibilidade psicológica de serem percebidos. No caso das pesquisas qualitativas na área clínica, por exemplo, em que os ele- mentos de angústia da dupla pesquisador-en- trevistado estão profundamente atuantes, este talvez seja um dos principais determinantes do decantamento (descarte) de possíveis dados. O fenômeno pode decorrer de questões do pró- prio pesquisador – incapaz de escutar e analisar certos conteúdos, por uma dificuldade de rap- port com determinado entrevistado –, ou dos sujeitos pesquisados – incapazes de transmiti- los de maneira inteligível ou psicologicamente audível, ou mesmo de percebê-los – ou, ainda, da interação entre ambos. Trata-se de fenômeno análogo ao comentado quanto às questões on- tológicas, com a diferença de que haveria, neste caso, ferramentas teóricas interpretativas sufi- cientes, não ocorrendo, porém, a apreensão de dados.
Mostrar mais

11 Ler mais

Contribuições teóricas recentes ao estudo da criatividade.

Contribuições teóricas recentes ao estudo da criatividade.

Um฀terceiro฀componente฀da฀teoria฀proposta฀por฀Stern- berg฀ e฀ Lubart฀ (1991,฀ 1995)฀ é฀ o฀ conhecimento.฀ Lembram฀ estes฀ autores฀ que,฀ para฀ dar฀ uma฀ contribuição฀ signiicativa฀ a฀uma[r]

8 Ler mais

Socialização profissional de docentes na universidade: contribuições teóricas para o debate

Socialização profissional de docentes na universidade: contribuições teóricas para o debate

Santos (2013) desenvolveu a pesquisa de mestrado intitulada Socialização Profissional dos professores Engenheiros ingressantes na Educação Superior. A investigação partiu do seguinte questionamento: “Como ocorre o processo de socialização profissional dos novos professores universitários que atuam nos cursos de Engenharia da Universidade Federal de Uberlândia?”. Por meio de questionários e entrevistas reflexivas, a autora buscou identificar as concepções de formação e de práticas pedagógicas, além dos saberes que consideram importantes na formação de professores para atuar na docência universitária. A análise indica que os docentes investigados tiveram formação com enfoque na pesquisa, com poucas contribuições para a docência e, ainda, com o agravante de não terem apoio da universidade no sentido de auxiliá-los em sua inserção na carreira docente. Nesse sentido, Santos (2013, p. 12) aponta que “os docentes se constituem como professores, a partir de processos de erros e acertos, na tentativa de desenvolver seu trabalho de maneira adequada”. E, completa que a pesquisa indica que os professores ressaltaram a importância da formação contínua, sobretudo, que haja políticas institucionais de formação e desenvolvimento profissional docente.
Mostrar mais

27 Ler mais

Neurociências e suas contribuições teóricas para o ensino de línguas estrangeiras

Neurociências e suas contribuições teóricas para o ensino de línguas estrangeiras

RESUMO: A neurociência tem desvendado diversos mistérios do nosso cérebro nas últimas décadas. Atual- mente, algumas de suas contribuições têm chegado até os educadores. Por esse motivo, este trabalho almeja averi- guar em que medida essa área de estudos pode contribuir para o ensino de línguas estrangeiras. Sabe-se também que a base para o ensino de línguas são os respectivos métodos de ensino. Por isso discutimos a eficácia de cada um deles no que tange ao aprendizado proficiente de uma língua, bem como observamos em que medida os achados neuro- científicos são considerados nesses métodos. Mais adiante, apresentamos sucintamente uma abordagem educacio- nal que vem emergindo atualmente, a saber, o conexionismo, que possui bases neurocientíficas, sugerindo que se pense na implementação de um método de ensino de línguas que apresente tais fundamentos.
Mostrar mais

8 Ler mais

CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS PARA COMPREENDER E AMAR A CRIANÇA

CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS PARA COMPREENDER E AMAR A CRIANÇA

Para compreender a criança e sua socialização utilizam-se, neste texto, as contribuições de vários autores. Alguns deles expressam-se sobre elas com todo potencial afetivo que possuem, e escrevem poemas para demonstrar sua compreensão a seu respeito (Manuel de Barros; Janusz Korczak); outros utilizam-se do desenho para, por meio das imagens visuais, defender suas aspirações, desejos, e afirmar seus pontos, protestar em seu nome. É o que faz Francesco Tonucci, através de Frato, seu pseudônimo. Outros contributos são resultados de pesquisas sobre as crianças, consideradas como sujeitos, realizadas a partir de diversas perspectivas teóricas, em vários espaços e contextos culturais (René Zazzo, Francesco Tonucci, Gilles Brougère, Wiliam Corsaro, Alain Renaut, Bárbara Rogoff, Clarice Cohn, entre outros). Nos seus escritos constatam-se interesses comuns, valorização da metodologia etnográfica e, não raro, o uso de termos ou expressões similares com significados diferentes, até mesmo o contrário, termos diferentes com idênticos significados. Há, finalmente, aproximações e distanciamentos entre eles, decorrentes dos campos teóricos a que pertencem. Os vários olhares são enriquecedores e, entrelaçados, permitem uma visão mais completa sobre as crianças.
Mostrar mais

16 Ler mais

Autonomia do sujeito: as contribuições teóricas de G. H. Mead.

Autonomia do sujeito: as contribuições teóricas de G. H. Mead.

Nas relações sociais, dadas na socialização da criança, as experiências mais signiicativas são aquelas carregadas de forte conteúdo emocional (Berger & Luckmann, 1966/2002), promo[r]

11 Ler mais

CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS PARA COMPREENSÃO  DO CAMPESINATO (Theoretical contributions to understanding peasantry)

CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS PARA COMPREENSÃO DO CAMPESINATO (Theoretical contributions to understanding peasantry)

Este artigo traz uma reflexão das concepções teóricas acerca do campesinato, onde demarcamos a nossa opção de trabalhar com o conceito de camponês, como também procuramos, a partir das re- flexões sobre a lógica da organização interna, esclarecer a concep- ção de classe camponesa que se reproduz no interior do capitalis- mo, pois entendemos que a luta pela terra é uma luta contra a sua extinção e, portanto, é a luta por sua recriação. Os camponeses têm demonstrado a capacidade de resistir à dominação e imposi- ção das relações capitalistas de produção por meio de lutas, mani- festações e práticas sociais. Para analisar o campesinato, é impor- tante valorizá-lo em sua especificidade, considerando o momento histórico vivido. Deve-se ainda compreendê-lo na sua cultura, na sociabilidade da família e no grupo social mais amplo no qual está inserido. É na capacidade de luta e resistência que os camponeses têm conquistado as suas frações de território, se constituindo co- mo possibilidade de construção da autonomia camponesa, pois na resistência os camponeses se constroem enquanto sujeitos políti- cos.
Mostrar mais

12 Ler mais

A EVASÃO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO: um estudo realizado com base na trajetória escolar e no depoimento do aluno evadido

A EVASÃO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO: um estudo realizado com base na trajetória escolar e no depoimento do aluno evadido

Este estudo pretendeu identificar os saberes que são construídos na prática pedagógica de docentes que atuam na Educação de Jovens e Adultos. Foi de nosso interesse identificar e analisar como são construídos tais saberes, e apreendê-los em seus significados.Tomamos as contribuições teóricas de Bronfenbrenner (1996), para explicar as influências do contexto e do tempo no desenvolvimento profissional e na construção dos saberes pedagógicos; as pesquisas e reflexões sobre formação de professores, oferecidas por Alarcão (2001), Tardif(2002), Nóvoa (1992),Imbernón (2004) entre outros teóricos que investigam os saberes docentes e os significados que os professores atribuem às experiências profissionais, também foram consideradas.Usamos, ainda, como referência, os documentos oficiais que orientam as ações na prática da Educação de Jovens e Adultos. As questões que orientaram esse estudo são voltadas para as práticas educativas adotadas por um grupo de professores no contexto da Educação de Jovens e Adultos no Ensino Fundamental e Médio. O campo de pesquisa é uma instituição de ensino pública estadual, localizada em uma cidade do interior paulista, que funciona em período integral, de forma dinâmica e diferenciada, com professores se revezando para o atendimento aos alunos, jovens e adultos. Este centro abriga 3000 alunos e 26 professores de diferentes áreas do conhecimento. Da pesquisa, de natureza qualitativa, participaram dezesseis professores sujeitos da observação participante, e um grupo de dez professores que se dispôs a participar das narrativas autobiográficas. Foram valorizados os novos questionamentos que emergem do cotidiano e as reflexões trazidas pelos sujeitos a partir das suas experiências profissionais. O procedimento metodológico foi o autobiográfico e a observação participante. Por meio das narrativas dos sujeitos e da observação participante a pesquisadora coletou dados que possibilitaram a identificação dos saberes. Concluiu-seque os saberes construídos pelos professores na sua prática diária e desenvolvidos no meio em que atuam são afetivos e pedagógicos;e são saberes validados pela prática.Constatamos no contexto investigado uma prática reflexiva como elemento estimulador na construção dos saberes docentes experienciais.
Mostrar mais

149 Ler mais

Dimensões da inovação social: o caso da Fundação Casa Grande – Memorial do Home Kariri

Dimensões da inovação social: o caso da Fundação Casa Grande – Memorial do Home Kariri

Considerando que os limites do processo de inovação social ainda não foram completamente definidos, havendo um espaço considerável para novas contribuições teóricas e prátic[r]

153 Ler mais

Desenho universal para a aprendizagem na promoção da educação inclusiva: uma revisão sistemática

Desenho universal para a aprendizagem na promoção da educação inclusiva: uma revisão sistemática

No que tange as contribuições teóricas e metodológicas do DUA para o ensino inclusivo, identificamos que os estudos oferecem o entendimento de que os princípios didáticos do DUA propiciam (re) organizar a prática pedagógica condizente com as necessidades de aprendizagem. Somado a isso, destacamos a contribuição metodológica das experiências colaborativas de aprendizagem que favorecem a inclusão educacional, como exemplo, o trabalho cooperativo entre os alunos em sala de aula.

25 Ler mais

A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA E O REGIME INTERNACIONAL DO MEIO AMBIENTE DOUTORADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS

A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA E O REGIME INTERNACIONAL DO MEIO AMBIENTE DOUTORADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS

Esta pesquisa se ancorou nas teorias democráticas participativas analisadas em diferentes perspectivas e sistematizadas por diferentes autores. Utilizou-se das contribuições teóricas de Macpherson (1978), Borón (1995), Pateman (1992), Bobbio (2003) e destacou-se principalmente o pensamento de Habermas (1997) para discutir uma inquietação principal, se seria possível aplicar um novo desenho institucional de Governança Ambiental Global como alternativa de universalizar o paradigma de Democracia Participativa em Estados soberanos e com capacidades absolutamente assimétricas; tendo ainda a preocupação de abordar, também, em que medida se manifesta o fenômeno da participação social na elaboração do Regime Internacional do Meio Ambiente delineado neste trabalho pelas quatro principais Conferências Mundiais das Nações Unidas sobre o meio ambiente. Dessa forma, questionou-se a possibilidade de a sociedade civil organizada colaborar para ampliação da ação democrática participativa.
Mostrar mais

174 Ler mais

RAM, Rev. Adm. Mackenzie  vol.15 número3

RAM, Rev. Adm. Mackenzie vol.15 número3

Nesse contexto, desponta a oportunidade para realizar uma recapitulação dos avanços recentes sobre o tema. O propósito do fórum especial sobre alianças e redes de alianças da Revista de Administração Mackenzie (RAM) foi compor um novo panorama das contribuições teóricas e das verificações empíricas sobre a cooperação entre firmas. Para tanto, foi feito um convite à comunidade acadê- mica para contribuir com os resultados de seus estudos, na forma de trabalhos teóricos ou teórico-empíricos. Ao todo, foram recebidos 38 manuscritos, os quais envolveram 37 pareceristas em um processo de avaliação que durou seis meses. Os seis artigos publicados neste fórum especial refletem a diversidade de pers- pectivas teóricas, abordagens metodológicas e fenômenos cooperativos, coerente com a já mencionada trajetória da pesquisa nacional. Caracterizam, assim, uma amostragem da atual produção brasileira sobre o tema cooperação em alianças e redes.
Mostrar mais

7 Ler mais

Uma das “marinhas” de Haroldo de Campos

Uma das “marinhas” de Haroldo de Campos

Para efetuarmos uma posterior análise do poema concretista “Ver navios”, de Haroldo de Campos, são necessárias, antes, algumas considerações baseadas em contribuições teóricas.. Comecemo[r]

5 Ler mais

Show all 4750 documents...