Conversores CA-CC

Top PDF Conversores CA-CC:

Efeitos de afundamentos de tensão no processo de laminação industrial

Efeitos de afundamentos de tensão no processo de laminação industrial

O processo de laminação consiste em uma etapa importante na indústria siderúrgica devido a sua relação com o produto final, sendo responsável pelo tamanho e forma especificados, devendo operar com produtividade elevada e baixo custo. Interrupções súbitas no processo de laminação causam atrasos na produção, geram grandes gastos com manutenção e perdas de material (sucata). Considerando essa característica, este trabalho analisa a susceptibilidade dos motores de corrente contínua de acionamento de laminadores frente aos distúrbios na tensão de alimentação dos conversores CA-CC desses motores. A metodologia empregada é o levantamento de dados em campo e simulação computacional, tendo sido utilizado o pacote para cálculo de transitórios eletromagnéticos no domínio do tempo – PSCAD.
Mostrar mais

95 Ler mais

Consor CACC trifásico de único estágio, bidirecional, isolado em alta frequência, com correção de fator de potência

Consor CACC trifásico de único estágio, bidirecional, isolado em alta frequência, com correção de fator de potência

Neste capítulo, é realizada a revisão de literatura envolvendo os principais conversores CA-CC encontrados na literatura, por sua vez relacionados ao tema proposto. Inicialmente em (TSAI-FU; TE-HUNG; YUAN-CHUAN, 1999), são apresentados diversos conversores do tipo SSC ( Single-Stage Converter ), mostrando-se que o rendimento de um dado conversor está intrinsecamente ligado à escolha da célula PFC ( Power Factor Correction ). Seguindo a mesma linha de pesquisa, em (SINGH et al., 2011) é apresentado o estado da arte dos retificadores monofásicos com correção de fator de potência, sendo comparadas as principais características de alguns destes conversores, como forward , buck , push-pull , boost , Ćuk, Zeta, entre outros. Já em (SINGH et al., 2004), tem-se uma ampla revisão dos principais conversores CA-CC trifásicos, classificados basicamente em dois grupos: unidirecionais e bidirecionais; também são descritas topologias do tipo IPQC ( Improved Power Quality Converter ), com foco na qualidade de energia. Assim, com base nesses trabalhos, divide-se este capítulo em dois tópicos, sendo que na primeira seção tem-se um levantamento dos principais conversores CA-CC monofásicos de único estágio; em segunda instância, descrevem-se os conversores trifásicos isolados em alta frequência. Por fim, propõe-se a topologia estudada neste trabalho.
Mostrar mais

210 Ler mais

Carregador de baterias com correção do fator de potência para utilização on-board em veículo elétrico

Carregador de baterias com correção do fator de potência para utilização on-board em veículo elétrico

Ao longo da dissertação foi realizado um estudo sobre conversores CA-CC com correção do fator de potência e conversores CC-CC utilizados em sistemas de carregamento de baterias de VEs e VEHPs, tendo posteriormente sido realizadas simulações com o intuito de validar as topologias e o sistema de controlo escolhidos; por fim, com base num sistema de carregamento monofásico on-board, desenvolvido pelo Grupo de Eletrónica de Potência e Energias (GEPE), composto por um conversor CA-CC full-bridge totalmente controlado e um conversor CC-CC buck-boost bidirecional; o hardware deste sistema permitiu, utilizando diferentes estratégias de controlo, validar o funcionamento de diferentes topologias de conversor CA-CC, interessantes para sistemas de carregamento de baterias utilizados no contexto da mobilidade elétrica.
Mostrar mais

132 Ler mais

ESTUDO DE UM CONVERSOR CA-CC BOOST BRIDGELESS MONOFÁSICO COM CFP E ADIÇÃO DE UM DIVISOR CAPACITIVO BALANCEADO NA SAÍDA

ESTUDO DE UM CONVERSOR CA-CC BOOST BRIDGELESS MONOFÁSICO COM CFP E ADIÇÃO DE UM DIVISOR CAPACITIVO BALANCEADO NA SAÍDA

Desequilíbrios das tensões nos capacitores do barramento CC podem ser ocasionados pela inserção de cargas não lineares ou desequilíbradas. Nesse caso, a tensão do capacitor mais solicitado irá tender para zero, pois terá sua enegia drenada, enquanto o capacitor que estiver sem carga apresentará a tensão total do barramento. Esse efeito ocorre devido a impossibilidade de suprir energia individualmente para cada capacitor, pois estes estão conectados em série no barramento CC. Para evitar esse problema utilizam-se topologias de conversores CA-CC, que possibilitem o carregamento de cada capacitor do barramento CC indivitualmente, ou a troca de energia entre os capacitores (MARTINS, 1995).
Mostrar mais

164 Ler mais

Um Novo Retificador H´ıbrido MultiPulsos sem a Utiliza¸c˜ ao de Transformadores Defasadores eou Transformadores de Interfase Luiz Carlos Gomes de Freitas

Um Novo Retificador H´ıbrido MultiPulsos sem a Utiliza¸c˜ ao de Transformadores Defasadores eou Transformadores de Interfase Luiz Carlos Gomes de Freitas

Nesse sentido, filtros passivos bastante caros e pesados, estruturas complexas de cor- re¸c˜ao do fator de potˆencia ou filtros ativos tˆem que ser instalados para mitigar a inerente distor¸c˜ao harmˆonica de corrente presente na rede CA de alimenta¸c˜ao, devido a conex˜ao desses equipamentos. Assim, nos ´ ultimos anos, tˆem-se observado um grande interesse por parte dos pesquisadores que atuam na ´area de eletrˆonica de potˆencia em desenvolver novas estruturas de conversores CA-CC capazes de reduzir a distor¸c˜ao harmˆonica da corrente drenada da rede CA de distruibui¸c˜ao e, conseq¨uententemente, garantir elevado fator de potˆencia de entrada.
Mostrar mais

122 Ler mais

Aula 5: Classificações de Máquinas CC - Geradores CC

Aula 5: Classificações de Máquinas CC - Geradores CC

corrente em geradores de corrente contínua. Pode se observar que o motor CC sem carga não gera tensão nenhuma, pois sem carga não corrente no enrolamento de campo e não existindo o cam[r]

40 Ler mais

Projeto de um consor CCCA trifásico para interligar um sistema fotovoltaico à rede elétrica

Projeto de um consor CCCA trifásico para interligar um sistema fotovoltaico à rede elétrica

Atualmente, existem no mercado internacional vários fabricantes de conversores estáticos para infraestrutura fotovoltaica. No Brasil, por praticamente não existir um produto com tecnologia nacional que atinja este nicho de mercado, é importante e urgente o desenvolvimento de tecnologia nacional na área de conversores para sistemas fotovoltaicos. O presente trabalho consiste no desenvolvimento de um conversor CC-CA trifásico com a finalidade de interligar um sistema fotovoltaico com a rede elétrica, onde o objetivo principal deste sistema é fornecer potência ativa para o sistema elétrico trifásico. Este conversor CC- CA trifásico é composto por um estágio de conversão CC-CC, o qual consiste em um conversor do tipo elevador ( Boost ), e um estágio de conversão CC-CA. A escolha da topologia do conversor considerou alguns critérios, tais como baixo custo de aquisição e de manutenção, baixa complexidade e elevado grau de compactação e de confiabilidade. A modelagem e o controle do conversor são feitos vetorialmente, ou seja, utilizando as transformadas dq0 direta e inversa. Este controle foi implementado em um controlador digital sinais (DSC) da família dsPIC. O projeto dos controladores de ambos os estágios foi feito de forma digital. Por meio da simulação foi validado o funcionamento do conversor e de seus controladores projetados. Para a realização dos testes experimentais algumas modificações de projeto tiveram que ser efetuadas, pois se verificou uma quantidade significativa de interferência eletromagnética e ruídos gerados pelo protótipo durante o seu funcionamento. Dentro das condições estabelecidas foi possível injetar na rede elétrica uma potência em torno de 40% do valor máximo especificado. Os resultados experimentais obtidos a partir do protótipo montado em laboratório validaram o algoritmo de controle implementado no conversor, sendo injetadas na rede elétrica correntes senoidais com baixo conteúdo harmônico e na frequência do sistema elétrico brasileiro.
Mostrar mais

134 Ler mais

Método de comando para conversores multiníveis com reduzido número de comutações: paralelismo de conversores estáticos

Método de comando para conversores multiníveis com reduzido número de comutações: paralelismo de conversores estáticos

Este trabalho apresenta uma estratégia de modulação aplicável em inversores multiníveis com número de níveis N ímpar igual ou maior que três, na qual o número de comutações das chaves por período de fundamental é reduzido na comparação com o método SV-PWM. Na extensa pesquisa bibliográfica realizada foi encontrado apenas um trabalho [67] que propões uma estratégia de modulação semelhante à proposta neste trabalho. A estratégia proposta em [67], contudo, utiliza uma técnica de busca de vetores espaciais diferente, bem como apresenta alguns vários problemas não resolvidos, tais como: (i) falta de linearidade entre variável de entrada do modulador (o índice de modulação M ou o módulo do vetor de referência) e a variável de saída do sistema (o valor de tensão fundamental produzido na saída) [68]; (ii) faixa operacional do método limitada a M > 0,38 para N = 7 [68]; (iii) ausência de abordagem da operação na região de sobre-modulação; (iv) ausência de abordagem do problema da equalização das tensões dos capacitores do barramento CC; (v) ausência de um estudo da estratégia proposta para um valor genérico de N.
Mostrar mais

253 Ler mais

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE UM NOVO CONVERSOR CA-CC HÍBRIDO MONOFÁSICO COM CONTROLE DIGITAL BASEADO EM DSP GUSTAVO BRITO DE LIMA

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE UM NOVO CONVERSOR CA-CC HÍBRIDO MONOFÁSICO COM CONTROLE DIGITAL BASEADO EM DSP GUSTAVO BRITO DE LIMA

que a magnitude do sinal de referência de corrente e, consequentemente, o valor de pico da corrente imposta no conversor chaveado, seja sempre menor que o valor de pico da corrente do retificador não controlado. Assim, consegue-se impor a forma de onda desejada na corrente CA de alimentação, limitando a potência fornecida pelo conversor chaveado. A amplitude máxima do sinal de referência é ajustada para condição nominal de carga, portanto, o valor de pico da corrente imposta no conversor chaveado é menor que o valor de pico da corrente do retificador não controlado, em qualquer condição de carga. Vale ressaltar que a parcela de contribuição do conversor chaveado deve ser tal que a corrente imposta na rede CA de alimentação tenha baixos níveis harmônicos, tomando como referência as normas IEC 61000-3-2 e IEC 61000-3-4, dependendo do nível de potência de saída.
Mostrar mais

148 Ler mais

Avaliação das técnicas de soldagem MIG-P CA e MIG-P CC+ aplicadas ao passe de enchimento em liga de alumínio AA5083

Avaliação das técnicas de soldagem MIG-P CA e MIG-P CC+ aplicadas ao passe de enchimento em liga de alumínio AA5083

Falta, portanto, explorar a versão CA, sobretudo na soldagem de materiais que estão tendo sua utilização cada vez mais crescente, como o alumínio. Desta forma propõe-se neste trabalho avaliar o desempenho do MIG- P CA aplicado ao passe de enchimento de chanfro em juntas de cascos de embarcações em alumínio naval AA 5083 na posição vertical. Verifica-se a produtividade, através de um estudo comparativo desta variante com uma versão mais conhecida, o MIG-P CC+. Para atingir o objetivo geral, os seguintes objetivos específicos serão alvos na execução deste projeto:
Mostrar mais

85 Ler mais

Associação das medidas antropométricas de localização de gordura central com os componentes da síndrome metabólica em uma amostra probabilística de adolescentes de escolas públicas.

Associação das medidas antropométricas de localização de gordura central com os componentes da síndrome metabólica em uma amostra probabilística de adolescentes de escolas públicas.

Dados do Bogalusa Heart Study demonstraram que níveis de pressão arterial mais elevados em crianças, mesmo que dentro dos limites considerados normais, tendem a evoluir ao longo da vida, mantendo a pressão arterial mais elevada e apresentando maior probabilida- de de se tornar um adulto hipertenso, sobretudo nos indivíduos obesos (29). Essas evidências comprovam que o sobrepeso é um importante fator associado à hi- pertensão arterial na adolescência, no entanto, são es- cassos os estudos que utilizam a CC como medida de associação de risco para hipertensão arterial nessa fase, o que dificulta a comparabilidade dos dados do presen- te estudo. No Japão, crianças e adolescentes com so- brepeso apresentaram associação significante da gordura visceral, avaliada por método de imagem, com a PAS (30). No Sul do Brasil foi verificado, em adultos, que a CC foi melhor preditora que o IMC para deter- minar risco para hipertensão arterial (9). Dessa forma, a definição da melhor medida antropométrica associada à pressão arterial ainda carece de mais investigações.
Mostrar mais

9 Ler mais

Conversor CC/CA de alta freqüência baseado em inversores ressonantes com comutação seqüencial para excitação de uma tocha indutiva a plasma térmico

Conversor CC/CA de alta freqüência baseado em inversores ressonantes com comutação seqüencial para excitação de uma tocha indutiva a plasma térmico

O conjunto de medidas efetuado em toda faixa de operação mostrando não haver picos de ressonância particulares demonstra bem o comportamento aperiódico da resposta deste transformador [r]

190 Ler mais

Repositório Institucional UFC: Conversor CC-CA monofásico de dois estágios sem capacitor eletrolítico e filtro de saída LCL

Repositório Institucional UFC: Conversor CC-CA monofásico de dois estágios sem capacitor eletrolítico e filtro de saída LCL

O conversor da figura 1 apresenta entre o estágio CC-CC e o estágio CC-CA um capacitor para desacoplar a potência de entrada CC e a potência de entrada CA. É necessário analisar o comportamento da tensão sobre o capacitor 𝐶 𝑙𝑘 do elo CC antes de apresentar soluções para a redução do seu valor de capacitância. Tal comportamento pode ser determinado através da análise do fluxo de potência entre os estágios CC-CC e CC-CA desprezando-se as ondulações de alta frequência, uma vez que para atenuar tais ondulações de alta frequência um capacitor cerâmico ou de poliéster da ordem de microfarad pode ser utilizado (CAI et al, 2014), conforme apresentado em (4).
Mostrar mais

151 Ler mais

Efeito de cascas de café e de arroz dispostas nas camadas do solo sobre a germinação e o crescimento inicial do caruru-de-mancha.

Efeito de cascas de café e de arroz dispostas nas camadas do solo sobre a germinação e o crescimento inicial do caruru-de-mancha.

Figura 3 - Altura das plantas de caruru-de-mancha nos cinco períodos de avaliação, aos 23, 28, 33, 38 e 43 dias do plan- tio, correspondente à aplicação dos tratamentos, em função dos tipos de coberturas mortas de casca de café (CC), casca de arroz (CA) e vermiculita expandida (VE), nas posições depositada no topo (DT), incorporada na superfície (IS) e incorporada no fundo (IF), comparadas com a da testemunha sem cobertura (T), num experimento em casa de vegetação. UFLA, Lavras-MG, 1999.

11 Ler mais

Conversor CC-CC para aplicação em filtro ativo paralelo do tipo fonte de corrente

Conversor CC-CC para aplicação em filtro ativo paralelo do tipo fonte de corrente

Esta placa é composta por dois optoacopladores (um para cada semicondutor de potência) e duas fontes isoladas. O optoacoplador utilizado foi o ACPL J313, da Avago [53], tendo como principais características o facto de ter um isolamento de 1230 V, uma tensão de alimentação entre 15 V e 30 V e uma corrente máxima de saída de 2,5 A. Em série com o foto-díodo do optoacoplador foi colocada uma resistência de maneira a limitar a corrente que o percorre, garantindo assim que está de acordo com as especificações. As fontes isoladas CC-CC escolhidas são do modelo MEV1D1515SC, da Murata Power [54]. Estas fontes têm um isolamento de 3 kV e têm 3 saídas: +15 V, -15 V e GND.
Mostrar mais

118 Ler mais

Circuito de comando de base proporcional isolado auto-oscilante para conversor CC/CC...

Circuito de comando de base proporcional isolado auto-oscilante para conversor CC/CC...

Os conversores CC/CC s˜ ao elementos essenciais em ve´ıculos cuja fontes de energia principais geram ou apresentam tens˜ oes CC em suas sa´ıdas. Esse ´e o caso de ve´ıculos aeroespaciais, onde as fontes de energia principais s˜ ao pain´eis solares e baterias. Os pain´eis solares fornecem energia ao sistema, durante o per´ıodo de incidˆencia de luz solar no ve´ıculo, e as baterias mantˆem o suprimento de energia ao sistema durante os per´ıodos de eclipse. No apˆendice A, descreve-se a estrutura b´ asica de uma unidade de suprimento de energia.

110 Ler mais

Análise dos impactos decorrentes da integração de veículos elétricos em uma rede de distribuição

Análise dos impactos decorrentes da integração de veículos elétricos em uma rede de distribuição

Em relação ao ponto de instalação, os sistemas centralizados, em geral, possuem maiores ca- pacidades, uma vez que eles são conectados em média tensão pela distribuidora. Eles apresentam como objetivos a atenuação dos carregamentos dos equipamentos após o ponto de conexão, o que permite a postergação de investimentos, o controle de tensão, suporte de potência reativa, auxílio à contingência, e, a mitigação dos impactos de fontes renováveis [4]. Já os distribuídos apresen- tam pequeno ou médio porte e são instalados pelos consumidores em baixa tensão. De maneira geral, sua proximidade com os equipamentos responsáveis por causar impactos a rede garante-lhes um melhor desempenho, uma vez que há redução do trajeto a ser percorrido pelo fluxo de po- tência. Além disso, esse tipo de instalação permite a redução da demanda de pico, atenuação da intermitência das fontes renováveis, melhora da qualidade da energia, e ainda, a função de backup. Sistemas coordenados, por sua vez, são aqueles nos quais existe comunicação entre o sistema de bateria e a distribuidora, e também entre os SA. Verifica-se que para a concretização desse modelo, faz-se necessária uma infraestrutura mínima de comunicação na distribuidora, que por vezes, é inexistente. Em contrapartida, sistemas descoordenados são aqueles em que a operação do SA depende apenas do controle localizado na UC.
Mostrar mais

95 Ler mais

Cc ACc a C A 

Cc ACc a C A 

A obtenção do CCE depende principalmente da do- sagem do espumígeno e do volume de espuma gerado [8], e da relação entre ambos, como, quanto de aditivo é necessário para gerar tanto de [r]

13 Ler mais

TESE DE DOUTORADO METODOLOGIA DE PLANEJAMENTO PARA INSERÇÃO DE GERADORES FOTOVOLTAICOS EM REDES ELÉTRICAS ISOLADAS E SUPRIDAS POR GERADORES A DIESEL

TESE DE DOUTORADO METODOLOGIA DE PLANEJAMENTO PARA INSERÇÃO DE GERADORES FOTOVOLTAICOS EM REDES ELÉTRICAS ISOLADAS E SUPRIDAS POR GERADORES A DIESEL

Fontes renováveis de energia baseadas na geração fotovoltaica (GFV) são alternativas ener- géticas promissoras para a complementação da geração elétrica convencional e centralizada, como usinas térmicas a diesel que suprem potência para redes elétricas isoladas em cidades e localidades remotas na Amazônia. A alocação e o dimensionamento de geradores para apli- cação como geração distribuída (GD) é um problema desafiador, com implicações técnicas e econômicas, relacionadas ao planejamento, projeto e operação da rede e, particularmente, a GFV em função das condições ambientais, principalmente radiação solar e temperatura ambi- ente. Esta tese apresenta uma metodologia analítica para alocar e dimensionar a potência ativa de unidades de geração fotovoltaica, composta pelo gerador FV integrado ao inversor CC/CA (GDFV) para integração, de forma concentrada ou dispersa em redes isoladas de média tensão, e contempla o atendimento de múltiplos objetivos, melhoria do perfil de tensão da rede, redução das perdas ativas e redução da participação da geração a diesel, proporcionando redução no con- sumo de óleo diesel e, consequentemente, redução da poluição ambiental. A solução global do método proposto constitui um compromisso em relação a esses objetivos, apresentando ponde- rações diferenciadas para os mesmos, de acordo com prioridades estabelecidas no planejamento do sistema elétrico sob estudo. Para validação da metodologia proposta, foram modeladas e si- muladas as redes de 33 e 69 barras do IEEE e um sistema elétrico isolado, cuja usina térmica a diesel supre alimentação para a cidade de Aveiro-PA, Região Amazônica, obtendo-se como re- sultados dessas simulações melhoria significativa no perfil de tensão, redução nas perdas ativas e na potência de geração a diesel, de acordo com indicadores técnicos que permitem a avaliação quantitativa da integração da GDFV na rede elétrica.
Mostrar mais

128 Ler mais

Desenvolvimento de um conversor CC-CC bidirecional isolado para um sistema load-shift

Desenvolvimento de um conversor CC-CC bidirecional isolado para um sistema load-shift

Neste capítulo são descritos todos os elementos práticos desenvolvidos no âmbito desta dissertação. Os elementos desenvolvidos são apresentados separadamente em duas categorias distintas, sendo que primeiramente são descritos os elementos do andar de potência e em seguida os do sistema digital de controlo. Os elementos constituintes do andar de potência são: o banco de baterias, o conversor CC-CC dual active bridge, o transformador de alta-frequência e as bobinas auxiliares desenvolvidas. Já no que diz respeito ao sistema de controlo, os elementos principais são: o DSP (Digital Signal Processor), as placas dos sensores de tensão e corrente, as placas de condicionamento de sinal, as placas de comando e a placa de relés. Tendo em conta que este trabalho foi desenvolvido em paralelo com o trabalho “Desenvolvimento de um Conversor CA-CC Trifásico Bidirecional para um Sistema Load-Shift”, o sistema de controlo é comum, e por isso alguns dos elementos apresentados são usados em simultâneo nos dois conversores.
Mostrar mais

170 Ler mais

Show all 5771 documents...

temas relacionados