Cultura - Cerrados

Top PDF Cultura - Cerrados:

Manejo de irrigação e fertilização nitrogenada para o feijoeiro na região dos cerrados.

Manejo de irrigação e fertilização nitrogenada para o feijoeiro na região dos cerrados.

As leituras nos tensiômetros e nos blocos de gesso foram realizadas diariamente, a partir das 8h, durante todo o ciclo da cultura. O momento de irrigar foi determinado quando a tensão de água no solo, na profundidade de 10 cm, atingia valores aproximadamente iguais aos preestabelecidos (33, 50, 70 e 300 kPa). Em seguida, a partir das leituras de tensão de água no solo nas profundidades de 10, 20 e 30 cm, calculou-se a lâmina d’água a ser aplicada por irri- gação, por tratamento, baseado no déficit hídrico do perfil de solo de 35 cm. O perfil de 35 cm foi estabelecido em razão das características do sistema radicular do feijão, conforme indicado por Pires et al. (1991) e Stone & Perei- ra (1994). No cálculo da lâmina d’água, para tensões até 70 kPa, foram utilizadas leituras de tensiômetros, e nas demais, leituras de blocos de gesso medidas por um ohmímetro.
Mostrar mais

8 Ler mais

Viventes dos Pantanais e Cerrados

Viventes dos Pantanais e Cerrados

à observação da cultura regional, a obra do escritor é imenso painel de análise de aspectos tão múltiplos quanto originais na abordagem das questões linguísticas, literárias e culturais a partir da convivência com os ervateiros, à época gloriosa da extração da erva-mate. Alguns dos títulos do autor, Os heróis da erva (1987), Vivência ervateira (1991), No mundo bruto da erva-mate (1991), Fiapos de regionalismo (2004), Pelas orilhas da fronteira (1981), entre outros, hoje raros em edição original, ilustram a for- mação da região ervateira. Sua obra dá conta e constitui, por si só, o registro de uma das regiões culturais mais singulares do Brasil, ao abordar as origens e a fundação do povoamento e do desbravamento socioeconômico da nossa “hinterlândia” inóspita. Retrato de um período de grande empreendedorismo que reuniu a região fronteiriça do Brasil, no Sul de Mato Grosso com o Paraguai e a Argentina. A partir deste lugar, a obra de Serejo realiza a tradução mais extensiva e completa de um mundo e de práticas culturais e de exploração socioeconômica que seriam substrato ao registro de denúncias encontráveis nas obras do paraguaio Augusto Roa Bastos, autor do ilustrativo Hijo de hombre. Denúncia que Cecília Zokner, em ensaio pungente, “Mensu: história e fi cção”, recusou-se a aceitá-la como simples realidade fi ccional, pois, ao deparar com a palavra mensu, sentira-se constrangida diante do signifi cado dessa palavra que mais tarde encontraria na obra Obrageros, mensus e colonos – no sistema das obrages constituindo o espaço do livro de Roa Bastos estava “la ciudadela de un país imaginário, amurallado por las grandes selvas del Alto Paraná: ‘os ervais de Takurú-Pukú’” (ROA BASTOS, 1967, p. 281, apud ZOKNER, 1991, p.103). Assim, a denúncia era sobre o destino do mensu, sobre o seu trabalho escravo na mata sub- tropical em território argentino e paraguaio na extração da erva-mate e da madeira. Mensu designava, portanto, o peão que chegava ao Brasil para trabalhar nas obragens, ou seja, nas lidas da erva-mate e das matas brasileiras, um ser de identidade perdida, subterraneamente sem remissão:
Mostrar mais

16 Ler mais

Mobilização e modernização nos cerrados piauienses: formação territorial no império...

Mobilização e modernização nos cerrados piauienses: formação territorial no império...

O urbano, do mesmo modo, acelera os processos de modernização se adaptando às novas contingências do mercado. A cidade de Barreiras é um exemplo da maneira pela qual a agricultura moderna influencia nas transformações do urbano. De reduzidas estruturas urbanas até os anos 1980, a cidade se fortalece a partir de então como o lugar dos principais fluxos de capital da região, potencializados pelo aumento da rede de comércio, de serviços e de algumas indústrias de transformação. Isso permitiu a expansão da urbanização, com o surgimento de inúmeros bairros que passam a abrigar trabalhadores expulsos do campo e migrantes atraídos pelas perspectivas do agronegócio. O urbano de Barreiras avança fragmentando seu espaço, com uma nítida segregação entre os pobres e os ricos: os que chegam para ocupar-se em trabalhos braçais nas lavouras, freqüentemente os nordestinos, e os que dirigem o processo de produção agrícola moderno, os sulistas. Estes últimos costumam habitar os setores mais valorizados da cidade e parecem empreender ali um outro tempo e outras formas de organização da vida que foge a qualquer determinação da cultura local; nessa parcela do urbano a organização predominante é a da cidade moderna, com infra-estrutura adequada aos anseios dos moradores endinheirados pelo sucesso do agronegócio. Destaca-se, nesse caso, o denominado “Bairro dos Gaúchos”, localizado numa das extremidades da cidade e onde se encontram também alguns nordestinos com mais poder econômico. Nele, as casas são predominantemente de alto padrão em ruas asfaltadas, situação que contrasta com outras partes da mesma cidade.
Mostrar mais

320 Ler mais

Dinâmica das populações bacterianas em solos de Cerrados.

Dinâmica das populações bacterianas em solos de Cerrados.

As densidades das populações de bactérias em geral e de bactérias resistentes aos antibióticos foram avaliadas por meio de diluições seriadas das suspensões de solo com contagens das UFC em placas-de-petri contendo os mei- os de cultura descritos por Thornton (1922), sem antibió- ticos, e com 1,25 e 5,0 µ g de estreptomicina/mL e 2,5 e 10,0 µg de cloranfenicol/mL, respectivamente. As UFC das populações de actinomicetos foram enumeradas no meio Waksman (1961). Tanto os meios como as concen- trações dos antibióticos utilizados foram definidos previ- amente como os mais adequados para avaliar as densida- des desses microrganismos em solos de Cerrados (Coe- lho, 1976; Pereira et al., 1996). Nesses meios, antes da esterilização, foi adicionada actidione (Cycloheximide, Sigma Chemical) suficiente para obter a concentração fi- nal de 300 µg/mL (Panthier et al., 1979).
Mostrar mais

11 Ler mais

Avaliação da resposta de genótipos de guandu (Cajanus cajan (L.) Millsp) na região do Cerrado

Avaliação da resposta de genótipos de guandu (Cajanus cajan (L.) Millsp) na região do Cerrado

O guandu é considerado uma cultura alternativa para o sistema de produção do Cerrado. O experimento foi realiza- do na EMBRAPA Cerrados em Planaltina, DF, no ano de 2002, com o objetivo de avaliar a resposta dos materiais genéticos de guandu em plantio tardio na região do Cerrado, visando à produção de grãos. O delineamento experimen- tal foi o de blocos ao acaso, com cinco repetições. Utilizaram-se os genótipos G 6, G 27, G 40, G 42, G 46, G 47, G 54, G 57, G 71, G 120 e dois cultivares comerciais, Kaki e Super N, em parcelas de 4 m 2 (0,8 m x 5,0 m), e a população foi de
Mostrar mais

5 Ler mais

Relações solo-superfície geomórfica e evolução da paisagem em uma área do Planalto Central Brasileiro.

Relações solo-superfície geomórfica e evolução da paisagem em uma área do Planalto Central Brasileiro.

As informações a respeito da distribuição de so- los na região dos cerrados, fundamentadas princi- palmente em levantamentos de solos generalizados, já que poucos foram os trabalhos real[r]

10 Ler mais

Os quatro espaços antropológicos (do saber) A Terra

Os quatro espaços antropológicos (do saber) A Terra

Se Marx fez da economia a “infra-estrutura” das sociedades humanas, e do exame dos “modos de produção” a chave da análise histórica, foi porque, no século XIX, o espaço dominante era efetivamente o das mercadorias. Mas só existe “base econômica” com o capitalismo, nas antes, e talvez não para sempre... Contudo, a grande máquina cibernética do capital, sua extraordinária potência de contração, de expansão, sua flexibilidade, sua capacidade de insinuar por toda parte, de reproduzir continuamente uma relação mercantil, sua virulência epidêmica parecem invencíveis, inesgotáveis. O capitalismo é irreversível. É daqui por diante a economia, e a institui como dimensão impossível de ser eliminada da existência humana. Sempre haverá o Espaço das mercadorias, como sempre haverá a Terra e o Território. Máquinas de escrever, gráficas, jornais, revistas, fotos, anúncios, publicidade, cinema, astros, telefone, rádio, músicas variadas, televisão, discos, música clássica, gravadoras, cassetes, cadeias hi-fi, rock, música barroca, walkman, videogames, multimídia interativa, músicas mundiais, museus, foguetes, satélites, computadores, telemática, informação, comunicação, bancos de dados, viagens organizadas, “imóveis inteligentes”, água e gás em todos os andares, pesquisa e desenvolvimento, manipulações genéticas, “arte”, “cultura”, espetáculo.
Mostrar mais

8 Ler mais

Base de dados bibliográficos dos cerrados brasileiros: um projeto interinstitucional

Base de dados bibliográficos dos cerrados brasileiros: um projeto interinstitucional

O desenvolvimento de uma base de dados, com um tema tão amplo quanto à questão dos cerrados brasileiros não se esgota com esse projeto, que tem duração inicial prevista para o biênio 1995/1996. Estão sendo propostas novas parcerias, e um programa de marketing está entre os desdobramentos e recomendações do relatório parcial de atividades de 1995. A divulgação tem sido feita ainda de forma restrita, por cartas, listas de discussão em rede, folder da AI/CPAC e em demonstrações em eventos técnicos na área de agricultura.

6 Ler mais

Caracterização e diversidade genética de acessos de maracujás do cerrado com base no perfil de carotenóides

Caracterização e diversidade genética de acessos de maracujás do cerrado com base no perfil de carotenóides

BRASÍLIA, EMBRAPA RECURSOS GENÉTICOS E BIOTECNOLOGIA/EMBRAPA CERRADOS, 2008.............................................73 FIGURA 3.1- ANÁLISE DE AGRUPAMENTO DE OITO ACESSOS DE MARACUJAZ[r]

118 Ler mais

USO DE DADOS DO SENSOR MODISAQUA E DO ALGORITMO SEBAL PARA ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO REAL NA BACIA DO RIO PARANAÍBA

USO DE DADOS DO SENSOR MODISAQUA E DO ALGORITMO SEBAL PARA ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO REAL NA BACIA DO RIO PARANAÍBA

l) O fluxo de calor latente, obtido quando se extraem os valores de fluxo de calor no solo e fluxo de calor sensível do saldo de radiação é a principal variável utilizada na estimativa da evapotranspiração por corresponder à energia disponível para provocar os processos de evaporação e transpiração, aliado à presença de água nas superfícies. Na bacia do Rio Paranaíba, os maiores valores de fluxo de calor latente foram registrados sobre áreas cobertas por água, silvicultura e florestas que, consequentemente, são as áreas que apresentam os maiores valores de evapotranspiração real. Em corpos hídricos, o fluxo de calor latente corresponde a 61% do saldo de radiação médio anual, enquanto que em áreas de silvicultura, florestas e cerrados esses valores são de, respectivamente, 75%, 62% e 53%, evidenciando que o processo de transpiração apresenta maior peso que o processo de evaporação. Não foram encontradas grandes diferenças entre áreas agrícolas irrigadas e áreas sem irrigação, fator que se deve principalmente à baixa resolução espacial da imagem do sensor MODIS/AQUA. Os menores valores de fluxo de calor latente foram registrados sobre áreas de pastagem, solo descoberto e áreas urbanas, que também apresentam valores mais baixos de evapotranspiração, chegando próximo a zero em áreas com solo arenoso descoberto.
Mostrar mais

151 Ler mais

A construção do “senado da cultura nacional” em tempos autoritários (1967-1975)

A construção do “senado da cultura nacional” em tempos autoritários (1967-1975)

A epígrafe que inicia este texto traduz a relação que estabelecemos com o tempo neste início de século. Como destaca Eric Hobsbawn, o século XXI nasceu marcado pela sensação de “presente contínuo”. As rápidas transformações tecnológicas das últimas décadas do século anterior, as profundas mudanças na família e na sexualidade, o retorno do neoliberalismo, o aprofundamento do processo de globalização, os deslocamentos populacionais intensos, a comunicação em alta velocidade proporcionada pela internet tornaram as experiências sociais circunscritas quase estritamente ao presente. O presente persiste e não se desdobra em memórias coletivas sacralizadas, ou seja, o presente não se torna o passado a ser lembrado. A cultura da juventude, surgida a partir do final dos anos de 1950, transformou o passado no “velho” a ser constantemente desprezado pela novidade, esta última em contínua modificação. Há, na atualidade, novidades que não conseguem ser vivenciadas, simplesmente pelo fato de serem rapidamente substituídas por outras invenções ainda mais recentes. Mas, deixo claro, nem todos os grupos sociais vivem tais transformações na mesma proporção. O processo é mais drasticamente sentido pelas populações dos países ocidentais fortemente industrializados e nas classes sociais mais abastadas dos países em desenvolvimento. Contudo, a aceleração do processo de globalização tem favorecido, em diferentes níveis, que grandes contingentes populacionais entrem na roda viva da aceleração contínua do tempo. A pós-modernidade consagrou o cosmopolitismo e, nos dias atuais, intelectuais dos principais centros acadêmicos dedicam sua carreira a compreender esse novo fenômeno. Muitos relatam o surgimento
Mostrar mais

65 Ler mais

Avaliação de espécies forrageiras em áreas mal drenadas dos cerrados.

Avaliação de espécies forrageiras em áreas mal drenadas dos cerrados.

O cultivo de plantas forrageiras tolerantes ao alagamento ou adaptadas a condições de má drena- gem é uma alternativa para aproveitamento de áreas consideradas pouco produtivas para pecuária de corte. Muitos produtores possuem, em suas propriedades, áreas mal drenadas que são praticamente inexploradas, devido à falta de opções forrageiras para tais situa- ções. De acordo com ADAMOLI et al. (1988), estas áreas representam cerca de 10% da área de Cerrados, onde predominantemente se pratica a pecuária de corte no Brasil.

7 Ler mais

Componentes Reprodutivos e Produtivos no Rebanho de Corte da Embrapa Cerrados.

Componentes Reprodutivos e Produtivos no Rebanho de Corte da Embrapa Cerrados.

ABSTRACT - The objective of this work was to analyze the various factors which influence calving interval (CI), true fertility (TF), ratio of birth (RBW) and weaning weight (RWW) of the calf to the calving weight of the cow, using the crossbred herd of EMBRAPA Cerrados as a model. The data, from 4469 calvings, collected between 1976 and 1999, was analyzed using the GLM, CORR and PRINCOMP procedures of SAS. The reproductive parameters investigated include ratio of calf birth weight/calving weight of cow (RBW), calf weaning weight / calving weight of cow (RWW) and TF as well as body condition scores (BC) and weights. The correlations between the traits were, generally, low, and sometimes negative with RBW and RWW while with TF they were higher. BC at calving did not affect mortality nor calf birth weight but did affect the following calving interval. The FR increased with increased calving BC as did calving interval. A lower calving interval and higher true fertility was observed with higher weaning BC score. The genetic group of the bull did not influence any of the traits analyzed, which group of the cow influenced birth weight. The environment (month, year and number of parturition) and genetics (sex) significantly influenced birth and weaning weights. The first two principal components explain 56% of the total variation between the traits examined.
Mostrar mais

10 Ler mais

Efeito do silicato de cálcio no teor de silício no solo e na produção de grãos de arroz de sequeiro.

Efeito do silicato de cálcio no teor de silício no solo e na produção de grãos de arroz de sequeiro.

Os cerrados brasileiros ocupam, aproximadamente, 200 milhões de hectares, isto é, cerca de 23% do território brasileiro (Ferri, 1963). Essa vasta porção territorial, situada na faixa intertropical brasileira, tem sua maior expressão no Planalto Central com 175 milhões de hectares. Desta área, 112 milhões de ha são potencialmente mecanizáveis e a maior parte do restante tem potencial para reflorestamento e pecuária. Todavia, durante muito tempo, essa área foi considerada sem valor para a agricultura e de baixo potencial para a pecuária.

7 Ler mais

Demografia de canário-do-mato (Basileuterus flaveolus) em áreas de cerrado: variações espaço-dependentes

Demografia de canário-do-mato (Basileuterus flaveolus) em áreas de cerrado: variações espaço-dependentes

Em ambas as análises realizadas (Modelos CJS e Modelos Pradel,), utilizamos as seguintes covariáveis espaciais: fazendas, representada pelos três conjuntos de fazendas consideradas no estudo (FCO, FBJ e FSC); três-habitats, representada pelo conjunto dos cerrados, o conjunto das matas semi-decíduas e a mata ciliar; dois-habitats, representada pelo conjunto das matas (matas semi-decíduas e a mata ciliar ) e o conjunto dos cerrados. A covariável indivíduos transitórios foi utilizada somente nas análises com os modelos CJS. O termo transitório é referente aos indivíduos capturados uma única vez, sendo, portanto, considerados como satélites ou flutuantes dentro da população (Pradel et al. 1997; Cooch & White 2004). Tais covariáveis foram consideradas para estimar a variação espacial na sobrevivência anual aparente, probabilidade de recaptura, na estimativa do crescimento populacional e do parâmetro Seniority de B. flaveolus.
Mostrar mais

45 Ler mais

Mudanças paleoambientais na região dos cerrados do Planalto Central durante o Quaternário...

Mudanças paleoambientais na região dos cerrados do Planalto Central durante o Quaternário...

A presente pesquisa versa sobre a evolução paleoambiental, principalmente paleoclimática, no decorrer do Pleistoceno tardio - Holoceno, de uma área atualmente recoberta [r]

227 Ler mais

A intensidade da exploração agropecuária na região dos cerrados e potencial de degradação ambiental

A intensidade da exploração agropecuária na região dos cerrados e potencial de degradação ambiental

Neste estudo, analisaram-se a intensidade da exploração agropecuária no núcleo do Cerrado e seus efeitos sobre o potencial de degradação ambiental, em 1995-1996, bem como se esse poten[r]

181 Ler mais

Valoração econômica dos impactos ambientais de tecnologias de plantio em região de Cerrados.

Valoração econômica dos impactos ambientais de tecnologias de plantio em região de Cerrados.

Para฀ se฀ realizar฀ a฀ valoração฀ econômica฀ dos฀ efeitos฀ do฀ processo฀ de฀erosão฀/฀sedimentação฀é฀necessária฀uma฀compreensão฀prévia฀dos฀ impactos฀ ambientais฀ causados฀ ฀ pelo฀ agente฀[r]

19 Ler mais

O PAPEL DO ESTADO NO CONTEXTO DA APROPRIAÇÃO DOS CERRADOS E DA URBANIZAÇÃO NO ESTADO DE GOIÁS

O PAPEL DO ESTADO NO CONTEXTO DA APROPRIAÇÃO DOS CERRADOS E DA URBANIZAÇÃO NO ESTADO DE GOIÁS

Para Costa (2013), Brasília foi pioneira em relação ao Norte e Oeste do país, pois se tornou polo de articulação inter-regional política e de empresas privadas, ao mesmo passo que rodovias que ligavam Brasília aos principais pontos do país eram construídas: Belém-Brasília (BR-153), Acre-Brasília (BR-364), Fortaleza- Brasília (BR-020), Belo Horizonte-Brasília (BR-040) e Goiânia-Brasília (BR-060). Teixeira Neto (2001) afirma que as atuais rodovias de integração nacional e regional desempenharam, e continuarão desempenhando, papel relevante para o processo de ocupação, povoamento e urbanização do território. Nesse sentido, o autor explica que a rodovia BR-153 significou a retirada do isolamento de Goiás e Tocantins do restante do país, uma vez que possibilitou a incorporação dos estados dos Cerrados à economia de mercado do território nacional.
Mostrar mais

13 Ler mais

Considerações taxonômicas no gênero Stryphnodendron Mart. (Leguminosae-Mimosoideae) e distribuição geográfica das espécies.

Considerações taxonômicas no gênero Stryphnodendron Mart. (Leguminosae-Mimosoideae) e distribuição geográfica das espécies.

adstringens (Mart.) Coville, de ocorrência nos campos e cerrados brasileiros, que teve sua nomenclatura confusa durante muito tempo, e ainda hoje é tratada freqüente- mente[r]

6 Ler mais

Show all 10000 documents...