Dados abertos e conectados

Top PDF Dados abertos e conectados:

GERAÇÃO DE PERGUNTAS EM LINGUAGEM NATURAL A PARTIR DE BASES DE DADOS ABERTOS E CONECTADOS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

GERAÇÃO DE PERGUNTAS EM LINGUAGEM NATURAL A PARTIR DE BASES DE DADOS ABERTOS E CONECTADOS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

Alguns avanços tecnológicos recentes, tais como o aumento na capacidade de comunicação, processamento e armazenamento de dados definiram uma situação na qual a quantidade de dados gerados e compartilhados é muito grande e seu potencial de uso muito promissor. Várias aplicações foram criadas a partir do uso destes recursos, tais como as aplicações de redes sociais, ferramentas de publicação de notícias, ambientes virtuais de aprendizagem, entre outras. A partir deste contexto é possível observar uma situação em que o número de dados disponíveis para os mais diversos setores da sociedade é muito grande, cresce em ritmo acelerado e o seu uso se torna cada vez mais difícil, devido ao volume e formato. Esta situação vem estimulando iniciativas para melhor utilização destes dados, sendo que uma delas é a iniciativa conhecida como Dados Abertos Conectados (HEATH, BIZER, 2011).
Mostrar mais

93 Ler mais

Repositório UFAL: Uma proposta de modelo de processo para publicação de dados abertos conectados governamentais

Repositório UFAL: Uma proposta de modelo de processo para publicação de dados abertos conectados governamentais

4.2.8.11 URIs das entidades (conjuntos de dados ou recursos) sejam diferentes das URIs das p´aginas que apresentam estes recursos para a leitura feita por humanos (5K) Foi extra´ıda a recomenda¸c˜ao que haja uma diferencia¸c˜ao entre as URIs com conte´ udos acess´ıveis por humanos e por m´aquinas. Exemplificando: A URI (ou URL) de uma p´agina que descreve um conjunto de dados (contendo seu t´ıtulo, descri¸c˜ao, fonte) ´e diferente da URI do conjunto de dados em si (o arquivo que cont´em os dados). O processo P14 (COM- SODE, 2014b) apresenta ainda uma estrutura padronizada para estabelecimento de URIs para cat´alogos e respectivos dados e ainda recomenda que cada ´org˜ao publicador tenha seu pr´oprio cat´alogo armazenando seus dados, pois desta maneira, ter´a maior controle sobre a defini¸c˜ao de URIs adequadas, conforme as pr´aticas apresentadas. ´ E ressaltado ainda que para a publica¸c˜ao de dados de 1-3*, as conven¸c˜oes para estabelecimento de URIs s˜ao desej´aveis. Entretanto, para publica¸c˜ao de dados 4 ou 5*, tais condi¸c˜oes s˜ao obrigat´orias. Ademais, uma URI sempre deve retornar informa¸c˜ao ´ util e quando se tra- tar de dados abertos conectados, este retorno dever´a ser utilizando os padr˜oes RDF ou SPARQL (WOOD et al., 2013).
Mostrar mais

222 Ler mais

UMA PROPOSTA DE ECOSSISTEMA DE BIG DATA PARA A ANÁLISE DE DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS CONECTADOS

UMA PROPOSTA DE ECOSSISTEMA DE BIG DATA PARA A ANÁLISE DE DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS CONECTADOS

RESUMO O presente estudo trata da apresentação de uma proposta de Ecossistema de Big Data para dar suporte à análise de dados abertos governamentais conectados. O ambiente de Big Data caracteriza-se por um conjunto de dados de grande volume, grande variedade de formatos e com a necessidade de serem processados a uma velocidade adequada. No referido Ecossistema, o processamento de dados massivos se dá por meio do uso de novas abordagens das áreas de Ciência da Informação e Ciência da Computação, que envolvem tecnologias e processos para a coleta, representação, armazenamento e disseminação da informação. Utiliza-se um modelo de Arquitetura da Informação composto por princípios de usabilidade, metadados, tesauros, taxonomias e ontologias para organizar e representar esse enorme volume de dados e a respectiva semântica. Com a implantação do Ecossistema, pretende-se proporcionar ao usuário final consultar um grande volume de dados públicos das mais diversas áreas do governo; ao profissional da informação, identificar fontes de dados relevantes, a fim de preparar um ambiente apropriado à tomada de decisão, com base na análise e mineração de dados; e, ao gestor público, realizar as análises em busca de insights que possam ajudar no estabelecimento e monitoramento de políticas públicas eficazes.
Mostrar mais

18 Ler mais

XVIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – ENANCIB 2017 GT 08 – Informação e Tecnologia PUBLICANDO DADOS NA WEB DE DADOS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA NA AUTOMATIZAÇÃO DOS PROCESSOS DE EXTRAÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E CARGA DE DADOS ABERTOS PROVE

XVIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – ENANCIB 2017 GT 08 – Informação e Tecnologia PUBLICANDO DADOS NA WEB DE DADOS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA NA AUTOMATIZAÇÃO DOS PROCESSOS DE EXTRAÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E CARGA DE DADOS ABERTOS PROVE

Para discutir o workflow proposto, além desta seção introdutória, este artigo aborda: (i) a fundamentação teórica, estabelecendo o entendimento do conceito de Dados Abertos Governamentais Conectados; (ii) os materiais e métodos, principalmente, apontando o pro- cesso metodológico na publicação de Dados Abertos Conectados, os conjuntos de dados aber- tos considerados e os vocabulários usados para representar os recursos na web; (iii) a defini- ção do workflow automatizado para a publicação dos Dados Abertos Governamentais Conec- tados; e (iv) as considerações finais e a apresentação dos trabalhos futuros.
Mostrar mais

17 Ler mais

Linked open data and knwoledge management: scientometric study cases in a brazilian university

Linked open data and knwoledge management: scientometric study cases in a brazilian university

Apesar dessa publicidade, extrair dados desses documentos é uma atividade custosa. Atualmente, a Plataforma Lattes utiliza CAPTCHA (Completely Automated Public Turing test to tell Computers and Humans Apart). Isso dificulta a tarefa de empregar extratores automáticos, como por exemplo, o ScriptLattes (MENA-CHALCO; CESAR-JR, 2009), para capturar os dados abertos. Entretanto, com uma requisição formal, universidades brasileiras podem acessar uma visão dos CVLattes de seus pesquisadores para atualizar seus sistemas legados. Neste contexto, o Sistema de Avaliação e Acompanhamento de Programas Institucionais (SAAPI) é um desenvolvimento tecnológico interno de uma universidade brasileira. Resumidamente, O SAAPI acessa os dados provenientes da Plataforma Lattes, sincronizando-os para com outros sistemas legados. Isto constitui uma forma automatizada e alternativa para acessar um conjunto de dados abertos provenientes de diversos CVLattes. Ao utilizar o SAAPI, o subconjunto de registros de publicações em periódicos de colaboradores foi capturado para, posteriormente, ser publicado como Dados Abertos Conectados conforme a 5ª Estrela.
Mostrar mais

29 Ler mais

Um serviço para o acesso a dados abertos em nuvem

Um serviço para o acesso a dados abertos em nuvem

Diante da dificuldade de comunicação entre o governo e a população em um país com tanta diversidade cultural, social e educacional, surge o conceito de dados abertos como um grande avanço para uma maior participação da população no desenvolvimento da sociedade (TRINDADE et al., 2012). Contudo, boa parte das informações do serviço público é disponibilizada com uma organização estrutural de difícil entendimento para o usuário comum (DINIZ, 2010). Devido ao grande desenvolvimento da tecnologia na sociedade moderna, surgiu também a necessidade de ser ter uma nova infraestrutura para os serviços da Internet que dê suporte ao grande aumento do número de usuários conectados, multiplicando assim os dados armazenados, possibilitando o uso desses recursos computacionais em qualquer lugar desde que se tenha algum dispositivo com acesso a Internet (RODRIGUES; SANTANA, 2010).
Mostrar mais

32 Ler mais

Web semantica, dados ligados e dados abertos: uma visão dos desafios do brasil frente às iniciativas :: Brapci ::

Web semantica, dados ligados e dados abertos: uma visão dos desafios do brasil frente às iniciativas :: Brapci ::

Tanto o Open Data Monitor como a Europeana tem suas bases que trabalham pela melhoria dos dados organizados por consórcios que são compostos por governos, iniciativa privada e grupos do terceiro setor. Esse é outro ponto a ser pensado para o modelo brasileiro de infraestrutura de dados. Não é possível que apenas o governo tenha a iniciativa, ou que nesta iniciativa as universidades, institutos de pesquisa e iniciativa privada sejam mal representados. É necessário que se construam consórcios que realmente tenham interesses reais em conceitos tecnicamente viáveis para a evolução de publicação de dados no Brasil. É preciso pensar semanticamente nos dados abertos.
Mostrar mais

21 Ler mais

Análise do processo de recuperação de conjuntos de dados em repositórios governamentais

Análise do processo de recuperação de conjuntos de dados em repositórios governamentais

O presente trabalho tem como objetivo identificar, na fase de recuperação, atributos disponíveis nos momentos em que se realiza pesquisas por conjuntos de dados em repositórios governamentais, a partir do modelo de Ciclo de Vida de Dados para a Ciência da Informação (CVD-CI) proposto por Sant'Ana (2013). A pesquisa fora delimitada a realização de buscas por conjuntos de dados através do mecanismo oferecido pelo sítio Portal Brasileiro de Dados Abertos, utilizando os termos 'Educação' e 'Saúde'. O uso do termo 'Saúde' resultou na recuperação de 14 conjunto de dados e o termo 'Educação' recuperou 23, totalizando 37 conjuntos de dados. A análise destes conjuntos de dados dividiu-se em duas etapas: na primeira foram identificados quais atributos estavam disponíveis na página contendo o resultado das buscas a partir termos utilizados. A segunda etapa consistiu em identificar os atributos disponíveis nas páginas referentes a cada um dos conjuntos de dados recuperados na busca. Como resultado, fora construído dois quadros: o primeiro identifica os atributos que estão disponíveis nas páginas com resultados da pesquisa pelo mecanismo de busca do site; o segundo, identifica os atributos disponíveis em cada conjunto de dados recuperado pela pesquisa. Os resultados demonstraram que na primeira etapa, não há diferença nos atributos disponíveis nos resultados de busca por ambos os termos. Entretanto, na segunda etapa houve discrepâncias nos atributos identificados em cada conjunto de dados.
Mostrar mais

19 Ler mais

Análise de dados abertos de despesas e receitas dos estados e municípios brasileiros utilizando Data Mart

Análise de dados abertos de despesas e receitas dos estados e municípios brasileiros utilizando Data Mart

Diante deste movimento, surgiram diversos trabalhos com esses propósitos como o Sousa (2014), que é proposto um modelo de Data Mart e foi realizada uma análise dos dados abertos do PROCON utilizando-se da ferramenta Pentaho. Os dados do PROCON foram disponibilizados pelo Governo Federal no Portal Brasileiro de Dados Abertos 5 . Sousa (2014) utilizou algumas técnicas de extração de conhecimento como mineração de dados e consultas OLAP. O trabalho aqui proposto utilizou uma base de dados diferente, que corresponde a receitas e despesas dos estados e municípios brasileiros, além disso o esquema utilizado também é diferente devido à relação dos dados coletados. Em Sousa (2014), não foi proposto uma aplicação para apresentar ao público alvo as informações geradas pelas análises, algo que este trabalho já propõe.
Mostrar mais

42 Ler mais

EM BUSCA DE UMA INTEROPERABILIDADE SEMÂNTICA NA PUBLICAÇÃO DE DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS: A EXPERIÊNCIA SOBRE OS DADOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

EM BUSCA DE UMA INTEROPERABILIDADE SEMÂNTICA NA PUBLICAÇÃO DE DADOS ABERTOS GOVERNAMENTAIS: A EXPERIÊNCIA SOBRE OS DADOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

A primeira endereça para a abordagem epistemológica utilizada, pois o desenvolvimento e detalhamento do entendimento das expressões, classes e atributos, foi realizada à luz da filosofia analítica, por meio do tratamento da sintaxe, semântica e pragmática. No entanto, a exploração de outras vertentes do estudo filosófico-epistemológico, tal como a fenomenologia, pode ser alternativa viável para o processo de investigação da semântica, pois nessa abordagem a visão da essência dos problemas que são alvo de análise passa pelo uso de reduções fenomenológicas, onde as visões das essências imediatas são fixadas em dados, seja de maneira conceitual ou terminológica (HUSSERL, 2006).
Mostrar mais

16 Ler mais

XVIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – ENANCIB 2017 GT-5 – Política e economia da Informação MÉTRICAS PARA DADOS GOVERNAMENTAIS ABERTOS: ANÁLISE DE MODELOS INTERNACIONAIS Patrícia Nascimento Silva (Universidade Federal de Minas Ger

XVIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – ENANCIB 2017 GT-5 – Política e economia da Informação MÉTRICAS PARA DADOS GOVERNAMENTAIS ABERTOS: ANÁLISE DE MODELOS INTERNACIONAIS Patrícia Nascimento Silva (Universidade Federal de Minas Ger

As metodologias identificadas apresentam diversas variáveis para a avaliação de dados abertos e DGA e podem ser utilizadas e adaptadas pelos governos, uma vez que os itens avaliados podem ser coletados junto aos órgãos responsáveis. Elas refletem o resultado das políticas de informação e de seu subdomínio de dados abertos que por sua pouca utilização de representar temática recente e ainda não claramente legislada, dependerá do avanço de seu emprego, naturalmente alavancado pelos países que já conduzem o processo com um maior grau de maturidade. Observa-se que apesar das metodologias serem bem detalhadas, com um número grande de variáveis, pouco é informado sobre a sua construção, critérios e justificativas na definição dessas variáveis. A grande maioria é diretamente influenciada pela legislação na qual foram baseadas.
Mostrar mais

20 Ler mais

REDUÇÃO DE VARIÁVEIS DE ENTRADA DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS A PARTIR DE DADOS DE ANÁLISE DE COMPONENTES PRINCIPAIS NA MODELAGEM DE OXIGÊNIO DISSOLVIDO.

REDUÇÃO DE VARIÁVEIS DE ENTRADA DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS A PARTIR DE DADOS DE ANÁLISE DE COMPONENTES PRINCIPAIS NA MODELAGEM DE OXIGÊNIO DISSOLVIDO.

A água é um dos bens mais importantes para a manutenção da vida em nosso planeta. Como componente essencial da riqueza de qualquer país, governos têm dedicado atenção ao seu controle e preservação, na forma de órgãos reguladores e um complexo arcabouço legal. Dada sua importância estratégica para a saúde de uma população, instituições não governamentais também têm dedicado atenção ao tema. Assim, estudos regulatórios e relatórios não governamentais têm sugerido um grande aumento na demanda deste recurso nas próximas décadas, especialmente para uso agricultável. Em face deste cenário, faz-se necessário o investimento em ferramentas de apoio à decisão que possibilitem a avaliação dos recursos existentes em termos não apenas quantitativos, mas principalmente qualitativos. Dentre as ferramentas existentes, a utilização de modelos matemáticos para avaliar o comportamento do sistema é comum. O modelo utilizado deve ser capaz de realizar simulações para diferentes cenários de desenvolvimento na bacia, sendo necessário ajustá-lo às condições naturais através de dados de monitoramento. 1 O processo de modelagem de sistemas ecológicos,
Mostrar mais

6 Ler mais

Dados governamentais abertos: proposta de um modelo de produção e utilização de informações...

Dados governamentais abertos: proposta de um modelo de produção e utilização de informações...

Ator e prática: jornalistas, acadêmicos, e organizações não governamentais (com ou sem fins lucrativos). Através das informações disponíveis podem apontar caminhos ou oportunidades para trabalhos a serem desenvolvidos, quer sejam no meio jornalístico, acadêmico ou até mesmo por desenvolvedores de software, outras organizações não governamentais e até mesmo governos. Ao exercitarem esta atividade, podem fazer a co-criação de valor sobre a informação, pois podem gerar novos conhecimentos, interpretações e possivelmente feedback. Jornalistas podem desempenhar esta atividade muitas vezes com o papel de jornalismo investigativo. Durante a coleta de dados, desenvolvedores de software (item 6.1.1.3) citaram a necessidade de contar com o apoio destes atores para proverem um melhor entendimento das informações e consequente possibilidade de utilização das mesmas. Este fato, aliado a citações de outros entrevistados durante a coleta de dados, sobre a necessidade de um melhor entendimento das informações disponibilizadas, reforça a necessidade desta atividades/ator. A possibilidade destes atores/atividade gerarem feedback (em especial para os governos), reforça sua importância.
Mostrar mais

217 Ler mais

INTERNET DAS COISAS E EDUCAÇÃO

INTERNET DAS COISAS E EDUCAÇÃO

O poder de conectar o real e o virtual, tornando objetos estáticos em dinâmicos, incorpora inteligência aos ambientes de nosso convívio. De acordo com Oliveira (2017), a presença deste fenômeno no dia a dia passa a ser frequente por diversos fatores técnicos: os sensores e sistemas Radio Frequency Identification – RFID estão mais acessíveis; as redes sem fio estão expandidas; há ampla variedade de plataformas de análise de dados com diferentes características; a evolução dos sensores; o armazenamento de informações na nuvem e os algoritmos de análise de dados, cada vez mais rápidos.
Mostrar mais

11 Ler mais

Abertura de dados governamentais : estudo da implementação e desempenho da Política de Dados Abertos no Poder Executivo Federal

Abertura de dados governamentais : estudo da implementação e desempenho da Política de Dados Abertos no Poder Executivo Federal

Uma série de movimentos de dados abertos surgiu ao redor do mundo e distintos são os fatores que explicam o interesse por essas iniciativas. No Brasil, especificadamente no Poder Executivo Federal, há a necessidade de se conhecer as nuances da implementação na política de dados abertos. Desta maneira, o presente trabalho realizou uma revisão sobre estudos nacionais e internacionais sobre abertura de dados governamentais (OGD) e a Parceria para Governo Aberto (OGP) sob a ótica de uma perspectiva Política. Em seguida, foram encontradas dimensões da OGD que permitiram testar empiricamente variáveis derivadas da literatura em órgãos da Administração Indireta, como as Autarquias, Fundações, Empresas Públicas, Sociedade de Economia Mista e também outros arranjos. A pesquisa empírica foi realizada com base na disparidade encontrada no desempenho em abertura de dados em vários órgãos, no que diz respeito ao não cumprimento das metas e prazos estipulados. Logo, esta pesquisa teve como objetivo geral descrever a influência de dimensões em abertura de dados governamentais, de forma empírica em vários órgãos. Quanto aos aspectos metodológicos, esta pesquisa teve caráter qualitativo para uma melhor compreensão do fenômeno a ser investigado. As principais conclusões que se obteve foram: a) há um conjunto de razões determinantes associados ao sucesso da Política de dados abertos, no qual dois fatores se destacaram, sendo o fator três (arranjos organizacionais) e o fator quatro (habilidades relevantes e apoio educacional) somente para os casos de sucesso. b) Dentre as três barreiras que impedem o bom desempenho de uma política, a pesquisa pôde identificar uma grande quantidade de ausências na falta de ações referentes às barreiras organizacionais e individuais. A primeira barreira é relacionada a processos burocráticos; objetivos ambíguos; a falta de prestação de contas; foco na execução em vez de resultados. A segunda é relacionada à falta de interesse; à falta de iniciativa; ao controle inadequado do tempo ou falta de cooperação. Assim, o presente trabalho melhora a compreensão sobre a abertura de dados governamentais na busca de propor ações que podem ser implementadas ou sugeridas e que podem ter implicações para o bom desempenho da Política.
Mostrar mais

124 Ler mais

Plataforma CLAV: contributo para a disponibilização de dados abertos da Administração Pública em Portugal

Plataforma CLAV: contributo para a disponibilização de dados abertos da Administração Pública em Portugal

A disponibilização dos dados abertos da ontologia permitirá ainda outros usos com algum impacto, quer na atividade da própria Administração Pública, quer das empresas, a exemplo daquelas que prestam consultoria ao Estado no domínio da gestão da informação. No primeiro caso, os dados abertos disponibilizados a partir da Plataforma permitirão a inclusão atualizada e direta em sistemas de gestão documental facilitando uma maior interoperabilidade semântica na AP. Ao mesmo tempo possibilitam uma melhor organização, avaliação e recuperação da informação, evitando a acumulação de informação descontrolada na Administração e contribuindo ainda, através do princípio da corresponsabilização, para que a entidade dona dos processos de negócio possa conservar a informação com destino final de conservação permanente e salvaguardá-la a longo prazo através de medidas de preservação digital adequadas. No caso das empresas de consultoria, esta disponibilização de dados abertos permitirá, por exemplo, que estas se possam focar na aplicação de instrumentos de gestão de documentos (por exemplo, tabelas de seleção) mais do que na sua produção.
Mostrar mais

26 Ler mais

Open Educação de jovens e adultos em assentamentos rurais na Paraíba: um novo campo de organização e participação?

Open Educação de jovens e adultos em assentamentos rurais na Paraíba: um novo campo de organização e participação?

No território nordestino o índice de analfabetismo em 1996 era de 28,7%, apresentando uma baixa queda para 24,3% em 2001, um intervalo de 04 anos e uma baixa de quatro pontos percentuais somente, apresentando situação muito complicada em termos de educação, em relação a outras regiões do Brasil. A Paraíba encontrava-se em 4º lugar em maior concentração de analfabetos, segundo o IBGE (PNAD, 2001), sendo um total de 135.249 analfabetos, a época, (SILVA, 2003, p 113). O fato é que, parte destes analfabetos, já havia frequentado uma escola tradicional se utilizando da educação formal e a abandonaram, fruto de uma série de fatores sócio-econômicos que fizeram por retirar essas pessoas da escola. Dados de 2008 da PENAD revelaram que, no Brasil, entre as pessoas com 15 anos ou mais de idade, havia cerca de 14,2 milhões de analfabetos. A taxa de analfabetismo das pessoas de 15 anos ou mais de idade foi estimada em 10,0%. No ano anterior havia sido de 10,1%. Os percentuais vêm caindo, mas de forma muito lenta e gradual. A taxa de analfabetismo desta faixa etária aponta para uma disparidade regional. Na Região Nordeste, este indicador era quase o dobro do nacional. Entretanto, esta região foi a única a apresentar queda da taxa em relação a 2007, passando de 19,9% para 19,4%.
Mostrar mais

163 Ler mais

Tecnologias de dados abertos para interligar bibliotecas, arquivos e museus: um caso machadiano.

Tecnologias de dados abertos para interligar bibliotecas, arquivos e museus: um caso machadiano.

O artigo propõe um caso fictício para ilustrar o uso das tecnologias de Dados Abertos Interligados como mecanismos para tornar interoperáveis informações em acervos de bibliotecas, arquivos e museus, utilizando como exemplo as informações sobre o escritor Machado de Assis e sua obra. Utilizou-se como método o estudo de um caso restrito e ilustrativo, não exaustivo. Aplicaram-se diferentes vocabulários para interligação dos dados e para sua representação, utilizando os princípios do Linked Data; sugere-se que os profissionais da informação usufruam dessa potencialidade e busquem novas aplicações para ampliar a interoperabilidade dos dados disponíveis na Web.
Mostrar mais

8 Ler mais

Metadados para descrição de datasets e recursos informacionais do “Portal Brasileiro de Dados Abertos”

Metadados para descrição de datasets e recursos informacionais do “Portal Brasileiro de Dados Abertos”

eleitoral. Considerando que o compartilhamento de dados pode se tornar uma atividade complexa devido à baixa carga semântica deste tipo de informação, durante a busca por datasets governamentais na Web podem ser encontrados problemas como acesso parcial, superficial e de difícil compreensão dos dados. A descrição eficiente dos recursos informacionais e a representação adequada dos conjuntos de dados podem amenizar estes fatores, e contribuir com a obtenção de resultados relevantes no processo de recuperação. Levanta-se a questão sobre quais elementos de metadados os serviços de disponibilização de dados governamentais estão utilizando para representar seus recursos informacionais. Para tanto, esta pesquisa tem como objetivo estudar o processo de recuperação de dados no Portal Brasileiro de Dados Abertos analisando os elementos de metadados utilizados na representação dos datasets.
Mostrar mais

28 Ler mais

Implementação da infra-estrutura e protocolo de comunicação para tratamento e disponibilização de dados do projeto ePoste

Implementação da infra-estrutura e protocolo de comunicação para tratamento e disponibilização de dados do projeto ePoste

O projeto “ePoste” é um sistema de monitoramento por comunicação sem fio que tem por objetivo sensorear e atuar em um ou vários pontos de iluminação pública. O presente trabalho consistiu na elaboração da estrutura e do protocolo de comunicação do projeto ePoste e também o tratamento de dados para detecção de eventos nos sensores localizados nos postes. Anteriormente a comunicação entre os sensores era local, e quando havia a necessidade de coleta de dados ou atuação nesses dispositivos, o operador tinha que se deslocar até o alcance da rede local. De posse disto, a proposta tem o interesse de aumentar a dinamicidade do sistema, chegando a possíveis integrações com sistemas já existentes para gestão de iluminação. É levado em consideração a mesma tecnologia de comunicação sem fio existente entre os sensores, utilizando o protocolo ZigBee operando sobre rede mesh, adicionado de um gateway para a comunicação desta rede com a internet. O protocolo desenvolvido, trata da formação de quadro em nível mais baixo, onde se define início, tamanho, e checagem de erros, utilizado na comunicação entre o sensor, concentrador e servidor; e também o protocolo de nível mais alto, tratando-se de um serviço que utiliza atributos de nomes para atender requisições GET e POST sob o protocolo HTTP, implementado no servidor de dados, estando disponível para a comunicação com os sistemas clientes no caso, sistemas de gerenciamento de iluminação.
Mostrar mais

92 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados