Estado do Conhecimento

Top PDF Estado do Conhecimento:

Radiolários: estado do conhecimento e aplicações às geociências

Radiolários: estado do conhecimento e aplicações às geociências

ABSTRACT RADIOLARIANS: STATE OF KNOWLEDGE AND THEIR APPLICA- TIONS TO GEOSCIENCES. Radiolarians are planktonic protists with wide spatial and temporal distribution (throughout oceanic basins as well as through geological time). The protoplasmic body is divided in endoplasm and ectoplasm, the former related to reproductive functions and the latter to the regulation of the position in the water column, digestion and breathing. The endoplasm and the ectoplasm are separated by the capsular membrane, which is an exclusive characteristic of the group. Their skeletons are composed by amorphous silica, that enables their preservation in marine sediments deposited below de calcite compensation depth (CCD). These characteristics allow to apply fossil radiolarians to solve several problems in geosciences, as in paleobiogeography, paleogeographic reconstruction of tectonically complex areas, biostratigraphy and paleoceanography/paleoclimatology. Citation: Kochhann K.G.D. 2011. Radiolários: estado do conhecimento e aplicações às geociências. Terræ Didatica, 7(1):30-40 <http://www.ige.unicamp.br/terraedidatica/>
Mostrar mais

11 Ler mais

Estado do conhecimento dos macroturbelários (Platyhelminthes) do Brasil.

Estado do conhecimento dos macroturbelários (Platyhelminthes) do Brasil.

Resumo: Nas últimas décadas tem crescido o esforço internacional para conhecer a biodiversidade mundial visando a criação de políticas públicas de conservação. O Brasil vem participando deste esforço, como evidenciam as recentes publicações sobre o estado do conhecimento de vários táxons de organismos. Os macroturbelários (Polycladida e Tricladida, Platyhelminthes) fazem parte da fauna mundialmente menos estudada. Neste trabalho inventariamos por regiões a diversidade da fauna brasileira conhecida de macroturbelários e comparamos esta diversidade com a do resto do mundo. Analisamos também a atividade dos taxonomistas brasileiros do grupo no contexto mundial. Os resultados mostram que praticamente a totalidade das 246 espécies nominais descritas procede das regiões Sudeste e Sul. O número de espécies deverá aumentar significativamente quando forem feitas novas coletas, tanto em biomas e regiões ainda pouco ou nada explorados quanto nas áreas já amostradas. O Brasil está, relativamente a outros países, bem provido de especialistas. No entanto, em face da grande diversidade estimada, as amostragens deveriam ocorrer concomitantemente com a formação de novos especialistas.
Mostrar mais

21 Ler mais

O estado da arte sobre as temáticas sexualidade, educação sexual e gênero nos encontros nacionais de didática e prática de ensino - ENDIPE (1996-2012)

O estado da arte sobre as temáticas sexualidade, educação sexual e gênero nos encontros nacionais de didática e prática de ensino - ENDIPE (1996-2012)

Esse estudo compreende a sexualidade como concepção histórica, social e cultural, a qual está presente nas diversas fases da história da humanidade. Consequentemente, a formação no contexto escolar também está envolta pelos determinantes que compreendem a sexualidade enquanto elemento constitutivo do ser humano. Contudo, a temática da sexualidade e seus respectivos estudos, dentre eles gênero, diversidade sexual, sexo, educação sexual vêm se destacando com maior cientificidade e também maior intensidade no contexto educacional a partir do início do novo século. Compreender os entraves e o caráter de repressão da sexualidade foi alguns de nossos apontamentos, pois na atualidade alguns estudos e propostas governamentais sinalizam a viabilização da abordagem da sexualidade na escola. Este trabalho, de caráter bibliográfico, tem como objetivo elaborar o que se denomina Estado da Arte ou do Estado do Conhecimento em relação à temática sexualidade, educação sexual e gênero nas pesquisas apresentadas no Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino (ENDIPE) no período de 1996 a 2012, apresentando os indícios do congresso em 2014.Consideramos o evento significativo na área educacional, além de oferecer a possibilidade de sistematizar trabalhos sobre o tema abordado, e assim, elegermos três temas articuladores em nossa pesquisa, sexualidade, educação e formação docente, compreendendo a sexualidade enquanto constitutiva de suas temáticas, quais sejam gênero, homossexualidade, homofobia, violência, dentre outros. A partir dos critérios de seleção encontramos cento e cinquenta e dois trabalhos para leitura que posteriormente foram analisados através da Análise de Conteúdo Temática. Deparamos no decorrer dos anos com o fato de que a sexualidade e seus diversos estudos perpassam concepções diversas, quais sejam, histórico-filosóficas, fundamentadas em teóricos como Freud e Foucault, seguindo para vertentes fundamentadas basicamente nos Parâmetros
Mostrar mais

25 Ler mais

O PERFIL DO GESTOR ESCOLAR NA IMPLEMENTAÇÃO DE MODELOS DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO NA REGIÃO METROPOLITANA VII DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PERFIL DO GESTOR ESCOLAR NA IMPLEMENTAÇÃO DE MODELOS DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO NA REGIÃO METROPOLITANA VII DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Desse modo, o capítulo 1 irá incialmente descrever a GIDE e sua implementação no Estado do Rio de Janeiro a partir de 2011. Irá, também, descrever o novo desenho da estrutura da Secretaria de Educação com seu marco legal, Programas e diretrizes,relacionando-as ao Plano Estratégico da Secretaria de Estado de Educação e descrevendo em particular a localização, estrutura e organização da Regional Metropolitana VII. O recorte escolhido na pesquisa é o de duas escolas que apresentam em seu cotidiano escolar uma pespectiva educacional de sucesso. O critério de escolha dessas duas Unidades se deu por elas apresentarem bons resultados na Implementação da GIDE enas Avaliações externas. Além disso, os dois diretores dscolaresreceberam nota máxima nos critérios do Programa de Avaliação de Desempenho dos Gestores . Acrescenta-se a essas justificativas o fato de as duas escolas estarem em região com grande vunerabilidade social no município de São João de Meriti.
Mostrar mais

106 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

A presente dissertação objetivou a elaboração de uma proposta de intervenção para minimizar a defasagem de aprendizagem de Matemática em uma Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) no estado do Ceará. A partir de um caso de gestão, foram investigadas as condições de trabalho com a disciplina na instituição educacional para a proposição de alternativas à superação do problema encontrado. Esse recorte se justificou pelo fato de a autora deste trabalho, no início da pesquisa, ter sido gestora da EEEP em análise e, por isso, verificado que a defasagem de aprendizagem, especialmente em Matemática, pode se configurar como um dos principais entraves à implementação dos cursos profissionalizantes na escola. A fim de obter informações para descrever e analisar o caso, a investigação teve como metodologia o uso de entrevistas com roteiros semiestruturados e pesquisa documental. Ao final da descrição do caso no capítulo 1, levantou-se como hipóteses dois os elementos centrais que influenciam na existência do problema: a organização e as responsabilidades do trabalho da equipe gestora e o papel da gestão escolar na formação e no auxílio à atuação docente. No capítulo 2, o problema foi analisado levando-se em consideração esses dois elementos. A análise dos dados foi feita a partir da perspectiva de alguns autores: Heloísa Lück, Henry Mintzberg, Thelma Polon, José Carlos Libâneo, Márcia Lima, Ana Maria Falsarella, Sérgio Lorenzato, Plínio Moreira e Fernando Almeida. Desse modo, no capítulo 3, apresentou-se uma proposta de intervenção que consiste em ações para redefinir as atribuições da equipe gestora e organizar o seu trabalho, a fim de que a gestão possa atuar na formação e no auxílio à atuação docente, com foco no professor de Matemática. Dessa forma, nos limites desta investigação, proposições foram consideradas como uma tentativa de contribuir para superar a defasagem de aprendizagem em Matemática na escola pesquisada.
Mostrar mais

110 Ler mais

VANDERLEA BARRETO DO AMARAL OS LIMITES DA IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO REFORÇO ESCOLAR NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DA REGIONAL METROPOLITANA VII DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

VANDERLEA BARRETO DO AMARAL OS LIMITES DA IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO REFORÇO ESCOLAR NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DA REGIONAL METROPOLITANA VII DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

desestruturação familiar e o estímulo constante dos jovens plenamente preenchidos para dar atendimento aos muitos alunos que precisam de uma intervenção mais especializada e são preteridos pelo sistema escolar vem contribuindo para que essa situação se agrave. Na escola B, observa-se que há a necessidade de um movimento da escola em direção às famílias, ou seja, buscar esses pais e mostrar- lhes a importância de acompanhar o desempenho escolar dos filhos. Desta maneira, é de suma importância que o gestor possa assegurar à escola o cumprimento de sua missão, como um local de aquisição de conhecimento, desenvolvimento de habilidades e formação de valores. Um de seus papeis é levar os docentes à reflexão a respeito da importância das ações voltadas para o ensino. Também é sua função acompanhar e avaliar o rendimento das propostas pedagógicas e seus objetivos para que as mesmas possam atingir a realização das metas da UE. Além disso, ele deve avaliar o desempenho dos alunos, do corpo docente e da equipe escolar como um todo, assim como, ficar atento para as relações estabelecidas em seu cotidiano, proporcionando ao grupo um ambiente de confiança e consideração. Neste sentido, é fundamental que ele esteja totalmente envolvido com a comunidade escolar, cabendo ainda unificar esforços para a produção de um fim comum.
Mostrar mais

129 Ler mais

MÔNICA FIGUEIREDO DE MORAES A INFLUÊNCIA DA INFRAESTRUTURA NO DESEMPENHO ESCOLAR: ESTUDO DE CASO DE TRÊS COLÉGIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

MÔNICA FIGUEIREDO DE MORAES A INFLUÊNCIA DA INFRAESTRUTURA NO DESEMPENHO ESCOLAR: ESTUDO DE CASO DE TRÊS COLÉGIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

O presente trabalho problematiza o modo como a esfera administrativa, especificamente em suas questões relacionadas à gestão da infraestrutura, pode influenciar o desempenho dos alunos. Para tanto, foram selecionados três colégios da Regional Serrana II, pertencentes à rede estadual de ensino do Estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de identificar os possíveis problemas na infraestrutura escolar, em seus aspectos físico, material e humano e referenciar as ações que a Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC/RJ)podeagregar às suaspráticas administrativas escolares para oferecer condições mais adequadas ao melhor desempenho educacional. Com este objetivo, descreveu-se e analisou-se a dimensão da gestão da SEEDUC/RJ, e, mais detalhadamente a Regional Serrana II, discorrendo sobre a infraestrutura e desempenho educacional das três unidades escolares selecionadas para análise.Além disso, traçou-se o perfil das comunidades escolares em que estão inseridasestes colégios, com o intuito de diagnosticar o grau de conhecimento, envolvimento e apropriação da gestão de cada unidade escolar. Posteriormente, definiu-se como campo de estudo, três unidades de ensino com a mesma classificação utilizada pela SEEDUC/RJ, no que diz respeito a quantidade de alunos e estabeleceu-se como critério, colégios sediados em municípios diferentes, para comparar o desempenho de cada unidade escolar nas avaliações IDEB e IDERJ com a infraestrutura disponível. A metodologia utilizada foi a pesquisa de campo associada à aplicação de cem questionários entre os gestores, professores, alunos e profissionais terceirizados. Para embasar a pesquisa amparou-se nos instrumentos legais que garantem a educação de qualidade como direito fundamental para proteger a dignidade do indivíduo, tal como a LBD 9394/96, bem como o Parecer CNENo. 08/2009
Mostrar mais

137 Ler mais

Rodrigo M A Almeida

Rodrigo M A Almeida

• Fontes de conhecimento: o estado atual do sistema aciona a execução de processos individuais para aquele estado.. Arquiteturas[r]

45 Ler mais

O PODER DO CARIMBO: UMA ANÁLISE DA LEGISLAÇÃO, DO PERFIL E DAS RELAÇÕES QUE ENVOLVEM A INSPEÇAO ESCOLAR NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PODER DO CARIMBO: UMA ANÁLISE DA LEGISLAÇÃO, DO PERFIL E DAS RELAÇÕES QUE ENVOLVEM A INSPEÇAO ESCOLAR NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A primeira pergunta consistia na relação do professor inspetor escolar com as escolas em que atuava. Todos os gestores de escolas públicas informaram que a relação era meramente formal e que este profissional só comparecia às escolas para a realização de programas de trabalho e conferência de pastas de estudantes concluintes, para que fossem encaminhadas ao Diário Oficial, quando isto ainda fazia parte da legislação do estado do Rio de Janeiro. As visitas de rotina pouco eram realizadas e as orientações necessárias nem sempre prestadas a tempo e a hora, nem sempre sendo consignadas em termos de visita. Informaram, unanimemente, que a ação era mais voltada para a busca do erro e não para a orientação daquilo que deveria ser feito; que as orientações mudavam rotineiramente e que a resposta que recebiam é que a nova orientação havia sido passada pela Coordenadora de Inspeção - CDIN, que impunha que as ações fossem de tal forma, sem justificativa ou motivação explícita. Embora não indiquem que os inspetores impusessem um poder a ele atribuído, diziam que as novas regras chegavam às escolas como ordens da Coordenação de Inspeção Escolar Central, e que deveriam ser cumpridas sem questionamento, não sendo permitido o diálogo – fato que, como disse um deles, termina por estar “[...] desmerecendo os anos de conhecimento de gestão que temos.” (Questionário 7, respondido em 05/11/2016). Inclusive citaram erros nas orientações e documentos elaborados por esta Coordenação, sem que tivessem espaço para questionar. A resposta dos inspetores era sempre uma: “A nossa Coordenadora mandou, tem que ser assim”. (Questionário 8, respondido em 05/11/2016).
Mostrar mais

119 Ler mais

O PROJETO E-JOVEM NO ESTADO DO CEARÁ: PERSPECTIVAS, ANÁLISE E DESAFIOS

O PROJETO E-JOVEM NO ESTADO DO CEARÁ: PERSPECTIVAS, ANÁLISE E DESAFIOS

Dessa maneira, é relevante considerar, na avaliação do funcionamento do projeto e-Jovem todos os pontos abordados na discussão, desde a necessidade de monitoramento dos governos, passando pelos conflitos nas fases de formulação e, principalmente, da implementação, percebendo, de fato, os pontos positivos alcançados pelo projeto, assim como se eles se relacionam às metas e aos objetivos estabelecidos no desenho da proposta. Depois, é necessário detectar quais as deficiências do projeto, dentro da variável que este trabalho se propôs a investigar, a fim de recomendar algumas ações corretivas e novas estratégias, visando colaborar com o sucesso do projeto no estado.
Mostrar mais

115 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

O Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado do Rio de Janeiro (IDERJ) é produto de dois indicadores: Indicador de Desempenho (ID) e Indicador de Fluxo (IF). Muito similar ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), de interesse nacional, o IDERJ traduz duas realidades, fluxo e desempenho, em um número de 0 a 10. Anualmente, alunos concluintes do Ensino Fundamental e Ensino Médio, são submetidos ao Sistema de Avaliação do Estado do Rio de Janeiro (SAERJ), uma avaliação de proficiência em Língua Portuguesa e Matemática. Os resultados desta avaliação dão origem a Indicadores de Desempenho (ID) para as escolas. O Indicador de Fluxo (IF) é calculado através das taxas de aprovação divulgadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Assim, o estado do Rio de Janeiro, estabeleceu um índice educacional próprio com vistas a subsidiar ações pedagógicas e acompanhar a evolução da qualidade da educação da rede de ensino estadual do Rio de Janeiro (SEEDUC, 2014).
Mostrar mais

104 Ler mais

A GESTÃO DO CONHECIMENTO EM INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO: O CASO DE UM SETOR DA UFJF – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A GESTÃO DO CONHECIMENTO EM INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO: O CASO DE UM SETOR DA UFJF – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A presente dissertação é desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). O caso estudado discute a Gestão do Conhecimento, tendo como foco a Coordenação de Administração de Pessoal (CAP), um dos setores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). A Constituição Federal de 1998 prevê como princípio da Administração Pública a eficiência, o que implica necessariamente na boa Gestão do Conhecimento. Gerir o conhecimento é uma estratégia institucional, principalmente diante do quadro de possíveis desligamentos em massa por motivo de aposentadoria, conforme descrito ao longo do primeiro capitulo desta pesquisa. Como objetivo geral, a presente pesquisa busca compreender como possibilitar a adoção de procedimentos de Gestão do Conhecimento no setor foco de estudo, a CAP. Assume-se como hipótese que a Gestão do Conhecimento pode minimizar a perda de conhecimento decorrente de aposentadorias de servidores experientes da carreira de Técnicos-administrativo em Educação como as que poderão ocorrer na CAP em breve período temporal. O embasamento teórico da presente dissertação está ancorado principalmente nas contribuições de Nonaka e Takeuchi (1997), contudo outros autores também apresentam importantes contribuições, como Terra (2005), Davenport e Prusak (2003), Angeloni (2003); Fleury e Oliveira (2001), Fleury e Fleury (2001), Gonçalves (2000a e 2000b), Villela (2000). A metodologia de pesquisa utilizada na pesquisa de campo é predominantemente qualitativa, tendo como instrumentos para coleta de dados a aplicação de questionários aos servidores do setor, bem como a realização de entrevistas com gestores ligados ao mesmo. Entre os gestores entrevistados encontram-se àqueles que exercem atividades dentro da CAP e um membro da administração superior da UFJF. Os resultados inferidos da pesquisa demonstraram que a Gestão do Conhecimento no setor estudado encontra-se ainda incipiente, sendo necessário, portanto, a implementação de ações que visem a institucionalização de uma política de Gestão do Conhecimento. Ao final desta dissertação apresenta-se um plano de ação com recomendações que objetivam a institucionalização da Gestão do Conhecimento na CAP.
Mostrar mais

188 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Orientando-se por esses princípios do planejamento, o Estado do Rio de Janeiro criou metas para cada Unidade Escolar, em função da projeção do IDEB para a rede Estadual, e por ter como objetivo estar entre os cinco primeiros no ranking do IDEB em 2013. Essas metas são monitoradas pelos Agentes de Acompanhamento da Gestão Escolar que subsidiam o trabalho do gestor, dando o apoio necessário. O edital da seleção interna (RIO, 2013a) para AAGE estabelece como uma das atribuições: orientar o Gestor e a comunidade escolar na identificação dos problemas da escola, levando-os à definição de metas e elaboração dos planos de ação para melhoria dos resultados e verificar a execução e eficácia das ações propostas nos planos de ação, com vistas ao alcance das metas estabelecidas.
Mostrar mais

99 Ler mais

contributos para o conhecimento do estado da arte :: Brapci ::

contributos para o conhecimento do estado da arte :: Brapci ::

O desenvolvim ent o do por t al “ blogueduca” t er á com o obj ect ivos pr incipais: ( i) cr iar um espaço de divulgação e pr om oção da ut ilização educacional dos blogues com i[r]

21 Ler mais

SILMAR DA SILVA FERREIRA PROGRAMA ESCOLA DA TERRA NO ESTADO DO AMAZONAS: POSSIBILIDADES E DESAFIOS DA FORMAÇÃO DOCENTE

SILMAR DA SILVA FERREIRA PROGRAMA ESCOLA DA TERRA NO ESTADO DO AMAZONAS: POSSIBILIDADES E DESAFIOS DA FORMAÇÃO DOCENTE

A presente dissertação é desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). O caso de gestão a ser estudado apresenta como problema social o fato de que as políticas públicas educacionais são pensadas para a cidade e para os meios de produção urbana e, o que se recomenda ao campo é “adaptar” as propostas, a escola, os currículos, os calendários às situações que diferenciam as escolas do campo das demais escolas. O presente trabalho busca analisar a formação continuada de professores e professoras que atuam nas classes multisseriadas (caracterizadas por concentrarem, em uma mesma sala de aula, alunos de diferentes idades e séries, sob a regência de um/a único/a docente) do 1º ao 5º ano nas escolas da educação do campo, no estado do Amazonas, no ano de 2014, desenvolvida pelo Programa Escola da Terra. Tal programa consiste em uma política pública educacional permanente, que nasce sob o guarda-chuva do Pronacampo, para formação dos/das professores/as que atuam em classes multisseriadas de séries iniciais do ensino fundamental nas escolas localizadas na zona rural e oferecer recursos didáticos e pedagógicos que atendam às especificidades formativas das populações do campo e quilombolas. Os objetivos definidos para este estudo foram descrever a forma como a política de formação docente proposta pelo Programa Escola da Terra foi desenvolvida no estado do Amazonas no ano de 2014; analisar as articulações entre a política de formação docente oferecida pelo programa associada ao seu comprometimento com a questão da sustentabilidade e com as concepções que historicamente foram construídas para a Educação do Campo em meio às lutas sociais pela garantia dos direitos dos povos do campo; e propor ações a serem desenvolvidas durante a execução do Plano de Ação Educacional – PAE. Para tanto, utilizou-se como metodologia a pesquisa de caráter qualitativo e como instrumentos a pesquisa que contempla o levantamento do processo histórico na definição de marcos legais, além dos documentos pertinentes ao Programa Escola da Terra cedidos pela coordenação estadual e pela Universidade Federal do Amazonas. Durante a pesquisa o que se percebeu é que o Escola da Terra se constitui em uma conquista no que se refere à oferta de formação continuada às escolas do campo, contudo não se basta. É preciso expandir o alcance de suas ações a partir de uma reflexão quanto ao que se pretende enquanto mudança para um futuro mais promissor para os povos do campo.
Mostrar mais

125 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA SAMARA FREIRE DE OLIVEIRA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA SAMARA FREIRE DE OLIVEIRA

A presente dissertação é desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF) e visa discutir a alocação de servidores na Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas-SEduc/AM, a qual enfrenta uma grande problemática em relação à alocação de servidores em número insuficiente para suprir a demanda do estado. Mesmo com o esforço da realização de concursos públicos e Processos Seletivos Simplificados, ainda é substantiva a carência de servidores, principalmente professores nas unidades escolares, o que se constitui em um desafio para a instituição. Além de concursos e processos seletivos, outras iniciativas vêm sendo tomadas por essa Secretaria, no que tange a valorização do profissional da Educação, como a aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração, no ano de 2013, com vantagens que objetivam incentivar e atrair profissionais. Porém, a necessidade de servidores ainda não vem sendo suprida satisfatoriamente e, por esta razão, este trabalho irá descrever e analisar os critérios de alocação de servidores praticados na SEduc/AM, bem como propor ações que visem a otimização desse processo de alocação, com vistas ao melhor atendimento da demanda da rede estadual de ensino. Para tanto, foi utilizado uma pesquisa qualitativa e quantitativa, por meio de entrevistas a quatro gestores de escola, sendo duas da capital e duas do interior do Estado e a dois gestores da sede da SEduc/AM, bem como questionário aplicado a todos os gestores de escola estaduais. A partir da pesquisa realizada foi identificado que tanto os gestores de escola quanto as gestoras da sede da SEduc/AM estão satisfeitos com os critérios de alocação de servidores e reconhecem que a principal dificuldade está na carência de profissionais e não nesses critérios. Os gestores de escola ressaltaram, ainda, que a falta de equipe pedagógica é ainda maior que a falta de professores. Outro fator preponderante é a falta de qualificação docente, com a ocorrência de casos em que professores ministram componentes curriculares para os quais não são licenciados, mesmo com a atuação do PROFORMAR no Amazonas. Os problemas detectados na pesquisa serão abordados no Plano de Ação Educacional, com o objetivo de buscar meios de solucionar ou minimizar a gravidade das situações encontradas, visando melhorias no contexto educacional do Estado do Amazonas.
Mostrar mais

93 Ler mais

OS DESAFIOS DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO ISO 9001:2008 NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E QUALIDADE DO ENSINO DO AMAZONAS: O CASO DA ESCOLA EDUARDO RIBEIRO

OS DESAFIOS DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO ISO 9001:2008 NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E QUALIDADE DO ENSINO DO AMAZONAS: O CASO DA ESCOLA EDUARDO RIBEIRO

Buscar a qualidade é uma máxima dos dias atuais, inclusive no campo educacional, onde o termo nos remete a uma reflexão sobre sua definição, pois, neste contexto, pode assumir significados diferentes daqueles com os quais estamos acostumados a trabalhar. Em relação a essa particularidade conceitual da qualidade, Oliveira e Araújo (2005) apontam principalmente três aspectos: a expansão do ensino, a ampliação quantitativa da educação e a aferição de desempenho discente, principalmente por meio de avaliação em larga escala. Concordando com os autores, no estado do Amazonas, as avaliações externas e os resultados insatisfatórios demonstrados levaram ao planejamento e à implementação de algumas políticas públicas, entre elas o PQSPE.
Mostrar mais

93 Ler mais

Rev. Bras. Ginecol. Obstet.  vol.35 número7

Rev. Bras. Ginecol. Obstet. vol.35 número7

seguido por análise de regressão múltipla. Embora todos os alunos do último ano da faculdade de medicina tenham ouvido falar do misoprostol para a interrupção da gravidez, 88% informaram ter ouvido falar como usá-lo, e apenas 8% apresentaram conhecimento satisfatório de seu uso e efeitos. Os currículos das faculdades de medicina precisam ser reavaliados, assim como a forma de ensinar, devem-se fornecer mais informações e cobrar maior conhecimento dos alunos sobre aborto, para que uma assistência adequada seja realizada. O conhecimento dos alunos sobre aborto medicamentoso está abaixo do esperado. Os alunos pouco sabem sobre o uso e o efeito do misoprostol e do mifepristone no aborto medicamentoso.
Mostrar mais

1 Ler mais

DESAFIOS DA AVALIAÇÃO EM LARGA ESCALA NO ESTADO DO AMAZONAS: CONTRIBUIÇÕES PARA A DIVULGAÇÃO E APROPRIAÇÃO DOS RESULTADOS DO SADEAM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

DESAFIOS DA AVALIAÇÃO EM LARGA ESCALA NO ESTADO DO AMAZONAS: CONTRIBUIÇÕES PARA A DIVULGAÇÃO E APROPRIAÇÃO DOS RESULTADOS DO SADEAM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Em suas respostas a respeito da adição de outro material ao kit de divulgação, os gestores solicitaram a inclusão de conteúdos que auxiliassem no suporte teórico para divulgação e apropriação dos resultados, relatos de experiências de escolas que superaram seus resultados e, ainda, o acréscimo de sugestões de intervenções pedagógicas, tais respostas revelam a dificuldade em se estabelecer o caminho entre divulgação para a apropriação dos resultados. Vale ressaltar que, para a formulação dessas solicitações para um percurso a ser seguido, as boas experiências de avanços de resultados partem do conhecimento da própria realidade, das análises da própria escola, para daí, saber o direcionamento do planejamento pedagógico, estipulando metas a serem alcançadas. Ainda quanto às intervenções pedagógicas, parte-se do mesmo princípio: analisar onde a escola está, para saber para onde e como ela quer ir. Entende- se, assim, que o primeiro passo para essa construção co
Mostrar mais

118 Ler mais

Show all 10000 documents...