estratégias lúdicas.

Top PDF estratégias lúdicas.:

Reflexão sobre o emprego de estratégias lúdicas no ensino de química para alunos surdos do ensino médio regular

Reflexão sobre o emprego de estratégias lúdicas no ensino de química para alunos surdos do ensino médio regular

O termo “lúdico” tem origem na palavra la- tina “ludus”, e pode significar jogo, diverti- mento, todavia esse termo não está restrito somente aos jogos, mas também abrange todas as atividades divertidas e agradáveis (CRESPO e GIACOMINI). Carneiro (2015) entende o conceito de lúdico como uma dimensão humana que evoca sentimentos de liberdade e espontaneidade na constru- ção da ação. Além disso, a função lúdica, de prazer associado a uma determinada atividade, deve estar em equilíbrio com a função educativa, que completa o indiví- duo em seu saber, seus conhecimentos e sua apreensão do mundo (GARCEZ, 2014). Apesar do reconhecimento da Língua Brasi- leira de Sinais (LIBRAS) por meio da Lei n° 10.436 de 24 de abril de 2002 (Brasil, 2002), ainda há uma dificuldade no processo de inclusão do aluno surdo, nas salas de aula do ensino médio regular. Nesse sentido, es- tratégias pedagógicas complementares se tornam indispensáveis ao aprendizado do conteúdo de Química. Tendo em vista es- sas preocupações, busca-se, por meio deste estudo, analisar o emprego de estratégias lúdicas nas aulas de Química, do ensino médio regular.
Mostrar mais

12 Ler mais

As estratégias lúdicas nas ações jesuítas, nas terras brasílicas (1549-1597), 'para...

As estratégias lúdicas nas ações jesuítas, nas terras brasílicas (1549-1597), 'para...

Esta tese propõe uma reflexão e análise sobre as estratégias lúdicas utilizadas, pelos primeiros jesuítas, para educar e catequizar os nativos da América portuguesa do século XVI, entre 1549 a 1579. O período escolhido marca a chegada de Manoel da Nóbrega e a presença de José de Anchieta na Colônia. Durante o processo de análise observamos as influências da educação humanística do Renascimento na elaboração e desenvolvimento da pedagogia inaciana, voltada para um aprendizado prazeroso. Verificamos que os primeiros documentos elaborados por Inácio de Loyola foram instrumentos que alicerçaram a pedagogia e as normas gerais da Companhia de Jesus, e merecem destaque por terem legitimado a elaboração da Ratio Studiorum; modelo pedagógico vigente a mais de quatrocentos anos nos colégios jesuíticos, formando leigos e religiosos. Verificamos nas correspondências e documentos do século XVI que o catequizar e o educar dos nativos da América portuguesa se deram a partir da pedagogia jesuítica que privilegiava as estratégias lúdicas, tais como o teatro, o coral, o canto, as danças, a música, entre outras ações, promovendo a interação e a simbiose entre a cultura indígena e a cultura europeia. Analisamos o teatro anchietano, utilizado como estratégia lúdica antes mesmo do ensino da leitura, da escrita e do contar.
Mostrar mais

242 Ler mais

FRAÇÕES: ESTRATÉGIAS LÚDICAS NO ENSINO DA MATEMÁTICA

FRAÇÕES: ESTRATÉGIAS LÚDICAS NO ENSINO DA MATEMÁTICA

O objetivo principal deste trabalho de dissertação de m estrado intitulado “FRAÇÕES: ESTRATÉGIAS LÚDICAS NO ENSINO DA MATEMÁTICA”, vem ao encontro do desejo de oferecer alguns caminhos para o ensino da Matemática, voltado para alunos do 6º ano do Ensino Fundamental da Educação Básica de uma escola da r ede pública estadual. A consolidação do c onhecimento acerca das frações e suas operações de adição e subtração passam por estratégias criativas e atraentes que, em sala de aula, compactuam na direção da construção do saber. O saber matemático, neste caso, os números racionais e s ua forma fracionária, que por sua vez estão presentes em vários conteúdos programáticos ao longo de todos os anos da Educação Básica, decorre de uma mistura bem calibrada entre conceitos matemáticos e práticas lúdicas.
Mostrar mais

103 Ler mais

Estratégias lúdicas utilizadas pelas crianças frente à separação materna na entrada da pré-escola

Estratégias lúdicas utilizadas pelas crianças frente à separação materna na entrada da pré-escola

O artigo empírico, intitulado “Estratégias lúdicas utilizadas pelas crianças frente à separação materna na entrada da pré-escola”, será encaminhado para a revista “Estilos da Clínica: Revista sobre a Infância com Problemas”, de classificação A pelo Qualis e indexado nas bases de dados LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) e INDEXPSI – Periódicos. Este artigo busca analisar as estratégias lúdicas que crianças utilizam para enfrentar à separação materna na entrada da pré-escola. Este entendimento ocorre com base em observações do brincar de crianças pré-escolares e de entrevistas com as mães. Foram observadas, durante um período de três meses, seis crianças com idades entre quatro e cinco anos na fase de ingresso na escola. Neste estudo alguns elementos se destacaram: a relação entre mãe e filho, a identificação no brincar, o brincar e a fantasia de abandono, a angústia e a restrição do brincar e a angústia e o objeto transicional. Apesar das dificuldades de cada criança em lidar com a sua angústia de separação, todas conseguiram, no seu tempo, construir estratégias lúdicas na entrada da pré-escola.
Mostrar mais

163 Ler mais

Estratégias lúdicas de coleta de dados com crianças com câncer: revisão integrativa.

Estratégias lúdicas de coleta de dados com crianças com câncer: revisão integrativa.

Para a formulação do problema, foi elaborada a questão norteadora: quais as diferentes estratégias lúdicas utilizadas, isoladamente ou em associação com entrevistas e observação, para facilitar a ex- pressão e comunicação de crianças com câncer na obtenção de dados em pesquisas qualitativas? A coleta de dados foi conduzida utilizando-se palavras-chave e descritores do DeCS (Descritores em Ciência da Saúde) e do MeSH (Medical Subject Headings), em diferentes combinações: criança/ child; câncer/cancer; entrevista/interview; fantoche/ puppet; brincar/play; fotografia/photo; desenho/draw; pintura/paint; brinquedo terapêutico/therapeutic play; pesquisa qualitativa/qualitative research; coleta de dados/data collection. Estes termos foram pesqui- sados nas bases de dados CINAHL (Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature), PubMed, ISI Web of Knowledge, LILACS (Lite- ratura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), PsycINFO (Psychology Information) e Scopus, assim como na biblioteca virtual SciELO (Scientific Eletronic Library Online).
Mostrar mais

9 Ler mais

Atividades lúdicas desenvolvidas com adolescentes escolares sobre prevenção de infecções sexualmente transmissíveis Ludic activities developed with school teens about prevention of sexually transmitted diseases Actividades recreativas con estudiantes adol

Atividades lúdicas desenvolvidas com adolescentes escolares sobre prevenção de infecções sexualmente transmissíveis Ludic activities developed with school teens about prevention of sexually transmitted diseases Actividades recreativas con estudiantes adol

Objetivou-se descrever a realização de estratégias de promoção da saúde, por meio de atividades lúdicas, desenvolvidas em uma escola pública de Fortaleza, tendo como eixo problematizador a prevenção das infecções sexualmente transmissíveis. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, desenvolvido por acadêmicos de enfermagem sobre sexualidade e adolescência, envolvendo adolescentes do 8º e 9º anos, no período de maio e junho de 2015. O método vivencial proposto foi o de oficinas, fundamentados pelo referencial teórico do Círculo de Cultura apoiado em Paulo Freire, por configurar-se como metodologia ativa, favorecedora de um espaço para reflexões e discussões acerca das práticas cotidiana dos sujeitos. As atividades educativas se deram em três encontros, nos quais foram desenvolvidas oficinas educativas, utilizando-se estratégias lúdicas e construtivas pelos facilitadores. Acredita-se que a escola consiste em um espaço adequado para a implementação de programas educativos voltados para sexualidade na adolescência. Descritores: Educação em saúde. Promoção da saúde. IST.
Mostrar mais

11 Ler mais

ATIVIDADES LÚDICAS: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A AMPLIAÇÃO VOCABULAR NA ESCOLA

ATIVIDADES LÚDICAS: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A AMPLIAÇÃO VOCABULAR NA ESCOLA

Por acreditarmos que a utilização de uma metodologia divertida e recreativa auxilia a criança e o adolescente a obterem melhor desempenho na aprendizagem, a presente pesquisa teve como objetivo a aplicação de atividades lúdicas, pautadas no ensino do léxico e no uso do dicionário como instrumento de consulta pedagógica, numa turma de sétimo ano do ensino fundamental II da rede municipal de Uberlândia, Minas Gerais. Nosso trabalho justificou-se pela necessidade de uma intervenção prática para uma efetiva ampliação da competência léxica dos estudantes, posto que, de acordo com diversos pesquisadores, pouca atenção tem sido dada ao ensino de vocabulário nas escolas ou este tem se mostrado ineficiente. Dessa forma, ao elaborarmos e aplicarmos as atividades lúdicas, esperávamos que os alunos tivessem seu vocabulário ativo ampliado, desenvolvessem maior autonomia na aprendizagem do léxico e pudessem manusear o dicionário escolar com mais eficiência, reconhecendo sua proposta lexicográfica e compreendendo melhor sua composição. Para alcançarmos nosso propósito, buscamos referências teóricas voltadas para os campos da Lexicologia, da Lexicografia e da Lexicografia Pedagógica, para o ensino do léxico e para o lúdico como recurso facilitador da aprendizagem. Nossa pesquisa teórica pautou-se nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e nos estudos de Barbosa (1990), Biderman (2001), Ilari e Cunha (2011), Antunes (2012), Dias (2004), Welker (2011), Krieger (2011), Gomes (2011), Almeida (1994), dentre outros autores. Descrevemos também os dados por meio de gráficos e quadros para detecção das informações que embasaram nossas ações e fundamentaram a elaboração das atividades lúdicas. Em relação à metodologia, baseamo-nos no método pesquisa-ação, proposto por Thiollent (1986) para elaborarmos as etapas a serem seguidas. Diante do resultado da pesquisa, concluímos que estratégias lúdicas, além de despertarem o interesse dos educandos pela aprendizagem, podem ser, de fato, um recurso pedagógico para o ensino vocabular. Pudemos comprovar isso, pois percebemos que, depois da aplicação das atividades, as palavras estudadas passaram a ser utilizadas pelos estudantes em diferentes momentos de interação em sala de aula.
Mostrar mais

171 Ler mais

As práticas lúdicas no cotidiano do cuidar em enfermagem pediátrica.

As práticas lúdicas no cotidiano do cuidar em enfermagem pediátrica.

Aún cuando la ludoterapia tiene valor terapéutico en el ámbito de la hospitalización y es importante incorporarla al proceso del cuidado de enfermería pediátrica, en las instituciones brasileñas esta técnica no es puesta en práctica. Por lo tanto, el objetivo concreto es aprender de los estudiantes de enfermería como realizar estas prácticas lúdicas con niños hospitalizados durante su formación profesional. La metodología utilizada en el presente estudio fue el abordaje cualitativo fenomenológico. Participaron 17 estudiantes del octavo periodo del curso de enfermería de la Universidad Federal de Alfenas, con previa autorización de los mismos. Se utilizó la entrevista abierta, y la siguiente pregunta como guía: ¿Cómo son las actividades recreativas en el trabajo cotidiano en la Unidad de Pediatría? Una mejor percepción de los resultados se presentó al organizar el material bajo las siguientes categorías: la motivación/gratificación, la falta de compromiso e iniciativa, y la impotencia. Por lo tanto, se concluyó que la inclusión de elementos lúdicos en las prácticas pediátricas se presentó de forma paulatina, y que el hecho de realizar prácticas lúdicas implica hacer una revisión de la formación académica, convirtiendo la coyuntura enseñanza- investigación - educación en un vínculo fuerte y coherente, logrando así, que los contenidos enfaticen la humanización e integración de la asistencia.
Mostrar mais

7 Ler mais

Influência das atividades lúdicas no ensino aprendizado da química

Influência das atividades lúdicas no ensino aprendizado da química

O objetivo das atividades lúdicas é induzir o raciocínio do aluno, desenvolvendo um meio propício para a reflexão e construção do seu conhecimento, promovendo a construção do conhecimento cognitivo, físico, social e psicomotor, levando-o a memorizar mais facilmente o conteúdo abordado, desenvolvendo habilidades necessárias às práticas educacionais da atualidade (LIMA et al. 2011). No processo de aprendizagem, quando o professor desenvolve as situações lúdicas visando estimular a aprendizagem, evidencia-se então à dimensão educativa (SZUNDY, 2005)

18 Ler mais

Bolema  vol.31 número57

Bolema vol.31 número57

Este artigo tem como objetivo problematizar o uso de atividades lúdicas propostas para o ensino de matemática, entendendo a escola como um espaço de formação de subjetividades. O foco de nossa análise volta-se para o sujeito produzido pelo discurso lúdico e suas interlocuções com o neoliberalismo, com base nos estudos de Michel Foucault e de seus comentadores. A partir da Análise do Discurso na perspectiva deste filósofo, analisamos trabalhos publicados nos anais do XI Encontro Nacional de Educação Matemática. As enunciações que destacamos apontam para possíveis entrelaçamentos entre as práticas lúdicas e as características estabelecidas pelo neoliberalismo, como a capacidade de construir suas próprias ideias, pensar de forma independente, ser ativo na construção do conhecimento, ter autoconfiança, ser empreendedor de si mesmo, ter liberdade para tomar decisões, competir e ser um sujeito consumidor. Esta análise nos permitiu outro olhar sobre as verdades naturalizadas, as práticas e as pesquisas no campo da Educação Matemática.
Mostrar mais

17 Ler mais

O EFEITO TRANSFORMADOR DAS ATIVIDADES LÚDICAS NAS AULAS DE MATEMÁTICA

O EFEITO TRANSFORMADOR DAS ATIVIDADES LÚDICAS NAS AULAS DE MATEMÁTICA

O Efeito Transformador das Atividades Lúdicas nas Aulas de Matemática [manuscrito] / Leandro Pinto Bispo.. Rogério de Queiroz Chaves ; co-orientador Dr.[r]

82 Ler mais

Gêneros orais na escola.

Gêneros orais na escola.

Não parece inteiramente fora de moda pensar que meninas e meninos vão à escola para ler, escrever e contar, ainda que se considere o refinamento de teorias pedagógicas e, no caso particular do ensino de Língua Portuguesa, os avanços dos diferentes campos de estudo da Linguística. Se as formulações teóricas vêm oferecendo ao professor estratégias bem fundamentadas de ensino e propostas sólidas de reflexão sobre a língua e sobre o ensino de língua, e se a tecnologia digital vem colocando à disposição da prática docente instrumentos antes ligados a sonhos de ficção científica, o espírito de acomodação, o sentimento de impotência e mecanismos institucionais pesados e obsoletos teimam em manter um certo estado de coisas preguiçoso, incapaz de fazer o aluno avançar além da alfabetização precária e dos deveres de repetição de modelos estruturais.
Mostrar mais

13 Ler mais

A criação e o desenvolvimento das empresas de animação turística no território das "Aldeias de Xisto"

A criação e o desenvolvimento das empresas de animação turística no território das "Aldeias de Xisto"

De acordo com Costa (2001:212) o sector do turismo é caracterizado por alguns desequilíbrios, havendo necessidade de definir estratégias e linhas de acção ao nível da política do turismo, que têm como objectivo a resolução de determinados problemas, relacionados com a sazonalidade, os tempos médios de permanência, o efeito multiplicador e a criação de emprego. Várias questões devem ser colocadas, uma das quais ―Será que as linhas de acção definidas na estratégia da política do turismo, têm em atenção e estão direccionadas para a realidade e necessidades do próprio sector, que (…) é constituído maioritariamente por pequenas e microempresas?‖ Para responder a esta questão, é preciso, em primeiro lugar, conhecer essas empresas (Quem são? O que caracteriza estas empresas?; Querem crescer e desenvolver-se?; Querem internacionalizar-se?) (Costa, 2001:213). O mesmo autor (op.cit., 2001, 213) salienta ainda que se deve adquirir um melhor conhecimento da realidade destas pequenas e micro empresas que operam no sector do turismo, bem como avaliar o seu potencial de crescimento e desenvolvimento, nomeadamente ao nível dos novos nichos de mercado, de modo a traçar novos rumos, para que estas empresas adquiram estabilidade e capacidade para inovarem e se desenvolverem.
Mostrar mais

168 Ler mais

Treinamento de Habilidades Sociais em Grupo: Uma Intervenção com Tarefas Lúdicas*

Treinamento de Habilidades Sociais em Grupo: Uma Intervenção com Tarefas Lúdicas*

engajadas na atividade proposta, realizaram verbalizações sobre as cenas apresentas antes mesmo que as estagiárias solicitassem o debate. Alguns participantes ao encontrar com as estagiárias nos corredores da instituição questionavam quando seria o próximo encontro pois gostavam daqueles eventos. Durante a devolutiva foi informado pelos agentes educacionais responsáveis pela escola que alguns pais relataram que seus fi lhos após participar das atividades solicitavam ver o fi lme completo em casa e promoviam debates com seus responsáveis sobre os comportamentos dos personagens. Esses relatos evidenciam que a utilização de tarefas lúdicas promovem o engajamento dos participantes em treinos de habilidades sociais.Além disso, os resultados encontrados vão de encontro ao trabalho de De Salvo e colaboradores (2005) que utilizou tarefas lúdicas para ampliar o repertório de habilidades sociais de crianças pré-escolares, naquele estudo também se obteve sucesso na ampliação dos repertórios de habilidade social.
Mostrar mais

12 Ler mais

Expressões lúdicas no cuidado hospitalar sob a ótica de enfermeiras.

Expressões lúdicas no cuidado hospitalar sob a ótica de enfermeiras.

Esta investigación discutió el lúdico en el cuidado de enfermería al adulto hospitalizado. Los objetivos fueron describir concepciones de enfermeras acerca del lúdico en el cuidado de enfermería hospitalaria y discutir la configuración del lúdico en el cuidado. Se trata de una investigación cualitativa desarrollada en un hospital universitario de Rio Grande do Sul con diez enfermeras con aprobación del Comité de Ética en Investigación. Se utilizó el método creativo-sensible y las dinámicas de creatividad y sensibilidad en la producción de los datos. La perspectiva lúdica abre la posibilidad para que las enfermeras transgredan el instituido y transformen el cotidiano del cuidado por el buen humor y tranquilidad en el hablar y en el actuar, haciendo el convivio acogedor, divertido y agradable. Alegría y tranquilidad son expresiones lúdicas que cualifican el cuidado y emergen en el acto de cuidar de la enfermera. Se configuran como restauradoras de la salud del paciente, en la medida en que facilitan la interacción, promoviendo el proceso de socialización y comunicación.
Mostrar mais

8 Ler mais

Atividades lúdicas envolvendo física para o ensino infantil e fundamental

Atividades lúdicas envolvendo física para o ensino infantil e fundamental

A escolha de atividades lúdicas fundamenta-se na importância desta metodologia já reconhecida por diversos autores inclusive que utilizam diferentes referenciais teóricos como Piaget ou Vigotsky. Como exemplos, Martins (2008) ressalta a importância do uso de jogos no Ensino Infantil; Romera (2007) cita que mesmo com a existência atual de vários trabalhos ressaltando a importância da prática de ensino através de jogos, esta tem sido pouco utilizada de fato. Nesse mesmo sentido, Barbosa (2006), em sua dissertação afirma que “jogos utilizados em sala de aula são importantes recursos que devem ser utilizados pelos professores, a fim de que as crianças assimilem um novo conhecimento, assimilando-o de forma prazerosa”.
Mostrar mais

8 Ler mais

Atividades lúdicas e cultura em diferentes grupos etários e culturais

Atividades lúdicas e cultura em diferentes grupos etários e culturais

dinâmica das práticas corporais, as quais aproximam e se interconectam os níveis de formação do indivíduo na sua totalidade: o orgânico, o social e o psíquico. É nesse sentido que a brincadeira, brinquedos e jogos diversificados, em ambientes nos quais toda imaginação e criatividade constrói as aptidões no contexto vigoroso da saúde física e psíquica. Historicamente, podemos observar o quanto a dinâmica lúdica se estabelece como necessidade de formação. Cada cultura, cada comunidade, cada faixa etária, buscam nas funções lúdicas o recurso para compreender parte do sentido da vida como um todo. Com isso, desde a tenra infância até adultos e indivíduos idosos, de uma forma ou de outra encontram nas atividades lúdicas o sento ético, estético e um sentido legítimo para as funções do dia a dia.
Mostrar mais

35 Ler mais

TRADIÇÕES DEVOTAS, LÚDICAS INOVAÇÕES: O SAIRÉ EM MÚLTIPLAS VERSÕES.

TRADIÇÕES DEVOTAS, LÚDICAS INOVAÇÕES: O SAIRÉ EM MÚLTIPLAS VERSÕES.

As festas de santo são celebrações tradicionais e populares ainda hoje usuais na Amazônia, e o Sairé é uma delas. Em linhas breves, essas festas atua- lizam um modelo festivo que valoriza, além dos ritos de natureza religiosa pro- priamente ditos, dimensões lúdicas do ato de celebrar em práticas de comensa- lidade, na entoação de ladainhas, em cortejos animados por folias (músicas em louvor aos santos, entoadas ao som do toque de caixas e outros instrumentos de percussão), em jogos e disputas festivas (Maués, 1995; Figueiredo; Silva, 1972; Costa, 2011). Além disso, revelam um padrão de organização semelhante na constante presença de um barracão ou ramada – motivo pelo qual são também chamadas festas de ramada –, do(s) mastro(s) e todos os ritos que o(s) envolvem – busca, levantamento, derrubada –, e de personagens como juízes, mordomos,
Mostrar mais

23 Ler mais

A estimulação precoce como meio preventivo na área escolar

A estimulação precoce como meio preventivo na área escolar

Crianças bem pequenas são vistas como seres passivos e dependentes, por apresentarem aparência frágil. Geralmente despertam nos adultos um sentimento de proteção; entretanto, estudos e pesquisas têm mostrado uma nova visão de criança, que permite compreender seu desenvolvimento e a forma como ela constrói seu conhecimento, entendendo-a como um sujeito que, desde o nascimento, está em um âmbito social e dele participa ativamente. Estas contribuições são importantes na medida em que fornecem subsídios para organizar atividades compatíveis com cada etapa evolutiva da criança, mostrando o que ela é capaz de aprender e produzir a cada momento. Os estudos revelam também que as atividades lúdicas são ferramentas indispensáveis no desenvolvimento infantil, porque, para a criança, não há atividade mais completa do que brincar.
Mostrar mais

45 Ler mais

Manifestações lúdicas: da imaginação à criatividade nos espaços da rua e da escola

Manifestações lúdicas: da imaginação à criatividade nos espaços da rua e da escola

O presente estudo teve como objetivo verificar a importância das manifestações lúdicas como atividades que estimulam a imaginação e a criatividade de crianças no espaço da rua, relacionando estes saberes com a educação física escolar. Investigaram-se os aspectos do tempo, espaço e liberdade como fatores imprescindíveis para a construção da cultura da criança, como também o processo de urbanização que se desenvolve nas grandes cidades, ocasionando a diminuição dos locais para os infantes poderem brincar. Concluiu-se que o encontro destes fatores constitui entrave que prejudica o brincar e o jogar das crianças e que, por conseguinte, afeta a produção da cultura infantil construída na rua e que está presente, também, no âmbito escolar.
Mostrar mais

8 Ler mais

Show all 6445 documents...