Higiene brônquica

Top PDF Higiene brônquica:

Técnicas manuais de higiene brônquica em portadores de bronquectasia

Técnicas manuais de higiene brônquica em portadores de bronquectasia

Resumo: A bronquiectasia é uma dilatação anormal, permanente e irreversível de brônquios e bronquíolos. Manifesta-se clinicamente por tosse, febre e grande produção de secreção. As técnicas manuais de higiene brônquica são utilizadas para melhorar a função pulmonar através da liberação do excesso de secreção permitindo que um maior número de alvéolos fiquem livres, aumentando assim as áreas de troca gasosa. O principal objetivo desta revisão de literatura onde o referencial teórico aqui descrito foi pesquisado através das seguintes bases de dados: Pubmed, Medline, Lilacs, Scielo, Google Acadêmico e obras literárias relacionadas ao tema, visa colaborar para discussões acerca das técnicas manuais de higiene brônquica que podem ser aplicadas em pacientes portadores de bronquiectasia. Concluiu-se que as técnicas de vibração, percussão e drenagem postural, são efetivas na mobilização da secreção pulmonar, cabendo ao fisioterapeuta escolher a técnica que melhor se adapte ao paciente.
Mostrar mais

14 Ler mais

Técnicas de higiene brônquica em recém-nascidos e lactentes na unidade de terapia intensiva: revisão sistemática de ensaios clínicos

Técnicas de higiene brônquica em recém-nascidos e lactentes na unidade de terapia intensiva: revisão sistemática de ensaios clínicos

Apesar de estudos realizados a respeito das téc- nicas de higiene brônquica no RN e no lactente, os resultados são controversos devido à variedade das técnicas utilizadas, bem como a falta de padroniza- ção da aplicação correta e mais segura, podendo ser constatado tanto benefícios, quanto contraindi- cações e possíveis efeitos adversos, o que provoca a necssidade de uma maior precisão na utilização das técnicas para uma escolha mais criteriosa dos procedimentos fisioterapêuticos, os quais possam ser

10 Ler mais

Desenvolvimento de um recurso didático multimídia para o ensino de higiene brônquica.

Desenvolvimento de um recurso didático multimídia para o ensino de higiene brônquica.

Ao acessar o ACA (http://www.med. fm.usp.br/aca/sumario.asp?cab=&rod=), com login e senha, é permitido o acesso aleatório a diversos links. Antes de acessar o conteúdo de MHB propria- mente dito, foram disponibilizados links com o objetivo de incentivar o aluno a seguir adiante (Boas vindas), informar sobre o material (Informações gerais) e sobre os softwares necessários para visualização dos recursos audiovisuais (Guia do Curso), e explicar como usar as ferramentas do ambiente virtual (Primei- ros passos). Na primeira página de acesso do ACA também existe a possibilidade de acessar o link para o conteúdo de MHB. Na página com o conteúdo de MHB, há links para acesso aleatório aos módulos, além de um link para acesso ao conteúdo em formato de apostila MHB com a op- ção de imprimi-la para estudo (Figura 1). Ao acessar o módulo Princípios fisio- lógicos, o aluno tem informações sobre a função do aparelho mucociliar dividi- da em: funcionamento ciliar, funções do muco, formação e estrutura do muco e fatores que prejudicam os mecanismos de defesa. Ao acessar o módulo Fisiopa- tologia das doenças hipersecretivas, o alu- no tem informações sobre as principais doenças ou condições relacionadas ao Figura 1 Página on-line do material sobre manobras de higiene brônquica com links
Mostrar mais

6 Ler mais

Aplicativo para smartphone como estratégia de ensino das manobras de higiene brônquica para fisioterapia

Aplicativo para smartphone como estratégia de ensino das manobras de higiene brônquica para fisioterapia

RESUMO | INTRODUÇÃO: No decorrer dos anos, os cursos da saúde têm passado por importantes mudanças na velocidade das inovações, trazendo o crescimento, pesquisa e melhoria para o processo da edu- cação. A introdução de tecnologias e novos métodos de ensino têm contribuído para aprimorar e permitir o aprendizado de maneira mais eficiente. OBJETIVO: desenvolver e aplicar vídeos de manobras de higiene brônquica, através de aplicativo, como ferramenta de ensino para graduandos de fisioterapia do CESUPA. MATERIAIS E MÉTODOS: O estudo realizado foi experimental e descritivo. Foram analisados 40 alunos do estágio supervisionado de fisioterapia, dos 7º e 8° períodos de 2018, também foram analisados 4 juízes com comprovação na do- cência em curso de fisioterapia. Foi criado um aplicativo móvel, com vídeos de manobras de higiene brônquica, foi feita a validação do apli- cativo móvel pelos juízes e, por fim, verificou-se a opinião dos alunos quanto à utilização do aplicativo móvel proposto para o processo de ensino-aprendizagem. RESULTADO: Referentes à atenção, relevân- cia, confiança, conhecimento, compreensão e aplicação, a avaliação foi satisfatória, totalizando 60% dos para graduandos de fisioterapia. CONCLUSÃO: Após a análise das respostas, concluirmos, em sua totali- dade, a satisfação dos juízes, salientando que o aplicativo é prático, de fácil entendimento e pode auxiliar na aprendizagem. Na avalição das opiniões geradas pelos alunos, quanto a utilização do aplicativo móvel proposto para o processo de ensino-aprendizagem, nos aspectos, ins- trumento de aprendizagem, ferramenta de estudo, facilidade de ma- nuseio, na promoção de dados concretos para o ensino das manobras de higiene brônquica, auxiliar na prática da fisioterapia, a maioria sig- nificativa dos alunos considerou o aplicativo avaliado como excelente. PALAVRAS-CHAVE: Aplicativos móveis. Manobra. Ensino. Aprendizagem. Recursos audiovisuais.
Mostrar mais

9 Ler mais

Efetividade e segurança da técnica de higiene brônquica: hiperinsuflação manual com compressão torácica.

Efetividade e segurança da técnica de higiene brônquica: hiperinsuflação manual com compressão torácica.

Outro ponto importante a ser considerado que pode explicar a ausência de diferença em termos de depuração de secreção e mecânica respiratória entre as técnicas é que ambos os procedimentos foram aplicados em sequên- cia, após um intervalo de tempo pré determinado de quatro horas. A padronização de um intervalo de tempo é importante porque a identiicação do momento preciso para realização do atendimento, ou seja, na presença de secreção pulmonar, não é simples a beira leito - quer seja o atendimento a aplicação de manobras de higiene e/ ou simplesmente o procedimento de aspiração isolado. Mesmo uma ausculta pulmonar com roncos e a presença
Mostrar mais

9 Ler mais

Desenvolvimento e avaliação das propriedades físicas de um dispositivo portátil de baixo custo para higiene brônquica

Desenvolvimento e avaliação das propriedades físicas de um dispositivo portátil de baixo custo para higiene brônquica

RESUMEN | Varias enfermedades respiratorias se caracterizan por hipersecreción, que requiere higiene bronquial (HB). Los osciladores orales de alta frecuencia (OOAF) son dispositivos que promueven la HB diaria; sin embargo, su costo puede no ser factible para la adquisición por parte de pacientes con bajos ingresos. Los objetivos de este estudio fueron desarrollar un OOAF de bajo costo (OOAF-BC) y comparar sus propiedades físicas con las de los disponibles

6 Ler mais

Manobras de higiene brônquica em pacientes em ventilação mecânica: quais e por que são usadas?

Manobras de higiene brônquica em pacientes em ventilação mecânica: quais e por que são usadas?

The most often used bronchial hygiene maneuvers at bedside by physical therapists were vibrocompression, hyperinflation, postural drainage, tracheal suction and motor mobilization.. T[r]

7 Ler mais

Hiperinsuflação pulmonar com ventilador mecânico versus aspiração traqueal isolada na higiene brônquica de pacientes submetidos à ventilação mecânica.

Hiperinsuflação pulmonar com ventilador mecânico versus aspiração traqueal isolada na higiene brônquica de pacientes submetidos à ventilação mecânica.

Todos os 50 pacientes que atenderam os critérios de inclusão foram avaliados e randomizados para receber as- piração traqueal isolada (Grupo Controle) e hiperinsula- ção pulmonar por me[r]

6 Ler mais

Efeitos da higienização brônquica nas variáveis cardiorrespiratórias de pacientes em ventilação mecânica.

Efeitos da higienização brônquica nas variáveis cardiorrespiratórias de pacientes em ventilação mecânica.

Introdução : Durante a ventilação mecânica VM as vias aéreas podem acumular secreção. Pacientes em VM são submetidos a Fisioterapia Respiratória FR e a aspiração traqueal, associados ou isoladamente, com objetivo de higienizar as vias aéreas. Objetivo: Comparar os efeitos da aplicação de diferentes protocolos de higiene brônquica na pressão arterial, frequência cardíaca, saturação de oxigênio e frequência respiratória de pacientes submetidos à VM. Materiais e métodos: Realizou-se estudo prospectivo e aleatório, contro- lado do tipo cruzado, com amostra não probabilística intencional no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília. Foram incluídos pacientes em VM invasiva que foram submetidos a três protocolos de higienização brônquica: PFR – protocolo de fisioterapia compressão torácica manual e hiperinsufla- ção manual ; PAT – protocolo de aspiração; e PFR + PAT. Frequência respiratória, pressão arterial sistólica
Mostrar mais

8 Ler mais

Asma brônquica e rinite induzidas por anti-inflamatórios não esteroides

Asma brônquica e rinite induzidas por anti-inflamatórios não esteroides

Em termos fisiopatológicos podemos concluir que os asmáticos sensíveis à aspirina têm alterações do metabolismo do ácido araquidónico e que a administração deste fármaco induz uma resposta inflamatória crónica na mucosa nasal e brônquica. Ocorre forte inibição da COX-1, desequilíbrio COX-1/COX-2 com acentuada diminuição da PGE2 protectora e consequente aumento de LTs e outros mediadores pré-formados pelos mastócitos e eosinófilos. O aumento da libertação e da sensi- bilidade das vias aéreas aos LTs e alterações no polimorfismo genético da LTC4 sintetase (20) ,
Mostrar mais

13 Ler mais

Higiene escolar

Higiene escolar

tener jardines si hay espacio para ello, pero no debe concedérseles la preferencia sobre los sitios dedicados a los juegos.. El exterior del edificio debe ser lo [r]

4 Ler mais

Higiene prenatal

Higiene prenatal

Dejando de momento a un lado la fase eugénica y paterna del asunto, aceptando al niño como concebido, si queremos obtener una criatura sana y robusta, nos confro[r]

9 Ler mais

higiene do trabalho

higiene do trabalho

Isto pode acontecer de forma acidental ou ao engolir Isto pode acontecer de forma acidental ou ao engolir partículas que podem ficar retidas na parte superior do trato respiratório ou ai[r]

97 Ler mais

Higiene Agroindustrial

Higiene Agroindustrial

A higienização deverá, assim, assegurar a eliminação das sujidades visíveis e não visíveis e a destruição de microrganismos patogênicos até níveis que não coloquem em risco a saúde dos consumidores e a qualidade do produto final. Mas afinal, qual o objetivo de realizarmos higienização na indústria de alimentos? O principal objetivo de realizarmos constantemente a higiene agroindustrial é criar um ambiente seguro e livre de contaminações em todas as fases ou etapas do processamento, sendo assim, fundamental para qualidade do produto final ofertado ao consumidor. Cabe, então, ao responsável técnico da agroindústria ter o entendimento dos vários aspectos envolvidos nessa operação, desde a qualidade da água, os tipos de resíduos ou sujidades a serem removidas, a in- fluência do tipo de superfície na qual essas sujidades estão aderidas, as funções dos diversos agentes de higienização, as condições de uso dos detergentes e sanitizantes, os mecanismos de ação dessas substâncias, como avaliar e monitorar o processo de higienização, como corrigir eventuais falhas e como adequar os procedimentos à legislação atual.
Mostrar mais

136 Ler mais

Higiene no Trabalho

Higiene no Trabalho

Seja muito bem-vindo à disciplina de Higiene no Trabalho! Esta disciplina é sem dúvida uma das mais importantes de todo o seu curso e também uma das mais interessantes. A partir de agora, além de aprender novos assuntos, você vai poder colocar em prática muitos dos conhecimentos já adquiridos no curso. Você vai aprender a avaliar os ambientes de trabalho, a diag- nosticar se os trabalhadores estão realizando atividades sob condições de insalubridade e, com base nesta análise, propor medidas de controle para os riscos ambientais em questão. É importante destacar, que não importa a empresa que você venha a trabalhar, você com certeza precisará fazer avaliações de higiene ocupacional. Logo, é de suma importância que você estude com muita atenção e carinho todo o conteúdo deste livro, de forma a dominar o assunto apresentado. Sendo assim, é preciso que você resolva os exercícios propostos e consulte as normas sugeridas ao longo das aulas, para que sua formação seja completa e de excelência. Temos certeza que você vai gostar da Higiene Ocupacional! Desejamos a você um excelente estudo e muito sucesso!
Mostrar mais

192 Ler mais

Mecanismos de inflamação brônquica  resultantes da exposição a factores  ambientais

Mecanismos de inflamação brônquica resultantes da exposição a factores ambientais

Neste trabalho pretendeu-se estudar o efeito da exposição individual a diversos poluentes sobre as vias aéreas, em termos funcionais respiratórios, inflamatórios e de stress oxidativo. O intuito foi clarificar os mecanismos de inflamação brônquica resultantes da exposição a factores ambientais. A grande maioria dos estudos publicados até à data, e para os COVs, pode-se mesmo afirmar que a totalidade dos estudos, abordaram a exposição à poluição do ar de uma forma sectorizada em ar interior ou ar exterior. Esta é de facto uma das mais valias do presente estudo, dado que as associações alcançados são fruto duma estratégia complexa de cálculo de exposição. Esta estratégia envolveu medições das concentrações de poluentes nos ambientes interiores mais importantes frequentados pela criança, medições das concentrações no ar exterior e técnicas de modelação da qualidade do ar.
Mostrar mais

271 Ler mais

Higiene bucal

Higiene bucal

Cuando un niño ingresa en la escuela primaria, tiene veinte dientes deciduos o de leche, saliéndole, hacia la edad de seis años, el primero de los segundos die[r]

3 Ler mais

Sítios polimórficos do gene HLA-G na asma brônquica

Sítios polimórficos do gene HLA-G na asma brônquica

Todos estes eventos de diferenciação celular para perfis Th1, Th2 ou Th17 envolvidos na fisiopatologia da asma parecem ocorrer por consequência de defeito na função das células T reguladoras (Treg). As Tregs representam subpopulação de linfócitos T caracterizados pela expressão da molécula CD25+ e do fator nuclear FoxP3 e induzem a supressão das células T efetoras, bloqueando a ativação e a função destes linfócitos, sendo assim importantes no controle da resposta imune (CAMPBELL & ZIEGLER, 2007). Certamente, a secreção de IL-10 por estas células poderiam atuar na asma induzindo a supressão de DC envolvidas na diferenciação de células T efetoras, inibição direta de células Th1, Th2 e Th17, a supressão de IgE específica para o alérgeno, inibição de mastócitos, basófilos e eosinófilos e a prevenção da migração das células T efetoras no tecido alvo. Mas, o comprometimento funcional da imunomodulação mediada pelas Treg torna os pacientes asmáticos sensíveis ao desenvolvimento de inflamação brônquica eosinofílica e neutrofílica, onde a combinação de ambos os neutrófilos e eosinófilos infiltrados nas vias aéreas podem coexistir na asma grave (DOUGHERTY & FAHY, 2009).
Mostrar mais

117 Ler mais

Efeito do treinamento físico aeróbio na hiperresponsividade brônquica e no processo...

Efeito do treinamento físico aeróbio na hiperresponsividade brônquica e no processo...

França-Pinto A. Efeito do treinamento físico aeróbio na hiperresponsividade brônquica e inflamação pulmonar dos pacientes com asma moderada a grave [tese]. São Paulo: Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo; 2014. 99p. Introdução: A asma é caracterizada por um processo inflamatório crônico que está associado ao desenvolvimento da hiperresponsividade brônquica (HRB). O exercício físico regular proporciona inúmeros benefícios aos pacientes com asma porém, os efeitos do treinamento físico na HRB permanecem pouco compreendidos. Objetivo: Avaliar o efeito do treinamento físico aeróbio na hiperresponsividade brônquica, inflamação pulmonar, controle clínico e fatores relacionados à qualidade de vida de pacientes adultos com asma persistente moderada a grave. Métodos: Cinquenta e oito adultos com asma moderada a grave foram divididos aleatoriamente, em dois grupos: Controle (GC, n=28) e Treinado (GT, n=30). Os pacientes do GC foram submetidos a um programa educacional e a um programa de exercícios respiratórios, enquanto os pacientes do GT foram submetidos a todos os procedimentos do GC e a um programa de condicionamento físico aeróbio. A hiperresponsividade brônquica foi avaliada através do teste de broncoprovocação inespecífica com histamina antes e após a intervenção. Nestas ocasiões, todos os pacientes também realizaram, análise do escarro induzido e da fração exalada de óxido nítrico, espirometria, teste ergoespirométrico e responderam aos questionários de controle clínico, fatores de saúde relacionados à qualidade de vida (FSRQV) e níveis de depressão. Além disso, foi coletada uma amostra do sangue venoso dos pacientes para quantificação do IgE total e de IgE específica. Resultados: Após três meses de intervenção, os pacientes do GT aumentaram 1 dupla dose de concentração (dd) (1 dd; 0,3-1,7 dd, 95% CI) (p<0,05) enquanto o GC (0,06 dd; -0,6dd a 0,7 dd, 95% CI) não apresentou mudança significativa na hiperresponsividade brônquica. A inflamação pulmonar reduziu apenas nos pacientes do GT que apresentaram níveis elevados de eosinófilos (>3%) e FeNO (>26ppb) (p<0,05). O condicionamento aeróbio melhorou os FSRQV, controle clínico da asma e níveis de depressão (p<0,05). Conclusão: Nossos resultados demonstram que o treinamento aeróbio tem um efeito anti- inflamatório importante na asma e deve ser considerado como um tratamento complementar para o manejo da doença.
Mostrar mais

118 Ler mais

Psicopatologia do trabalho: aspectos psicossomáticos em pacientes com asma brônquica

Psicopatologia do trabalho: aspectos psicossomáticos em pacientes com asma brônquica

O trabalho, quando planejado, pode funcionar com um fato de higiene mental, à medida que um indivíduo se sinta valorizado, pois, por baixo de um relógio de pontos e dos planos de bonificação, o trabalhador é impulsionado por uma desesperada necessidade interna de encontrar um ambiente onde ele possa lançar raízes , e ver o sentido de seu trabalho e a sensação de pertencer, como figura significativa, a um grupo. Isso mostra que não basta apenas a valorização de medidas de ordem material, econômica e assistencial para o bom desempenho do trabalho, mas se coloca no aperfeiçoamento do relacionamento humano, permitindo-o.
Mostrar mais

38 Ler mais

Show all 802 documents...