Integridade da Pesquisa

Top PDF Integridade da Pesquisa:

Molduras normativas e integridade da pesquisa em contexto de colaboração científica internacional: uma perspectiva informacional

Molduras normativas e integridade da pesquisa em contexto de colaboração científica internacional: uma perspectiva informacional

Em um cenário de crescente internacionalização da ciência e da pesquisa, no qual as colaborações científicas internacionais representam uma expressiva realização dessa internacionalização, os atores envolvidos nesse tipo de empreendimento muito provavelmente precisam lidar com uma pluralidade normativa e possíveis diferenças e/ou variações normativas em torno de questões que potencialmente afetam a integridade da pesquisa, as quais precisam ser conhecidas e negociadas, a fim de se estabelecer um horizonte mínimo normativo que sustente a realização dos compromissos e responsabilidades assumidos. Sublinhamos o papel dos recursos informacionais e das dinâmicas infocomunicacionais como sendo fundamentalmente necessários para viabilizar e/ou facilitar a visibilidade normativa, de forma a sustentar os processos de negociação e de construção de acordos. A relevância e a atualidade da integridade da pesquisa como tema de pesquisa podem ser constatadas pelo acervo de estudos relacionados ao tema. No entanto, identifica-se uma lacuna de estudos abordando as inter-relações das dimensões normativa e informacional, e a questão da integridade da pesquisa, colocadas em um quadro mais amplo de internacionalização da pesquisa. A pergunta que norteia essa pesquisa é: em que medida a dimensão infocomunicacional tem sido considerada em contextos de colaboração científica internacional, no sentido de viabilizar ou facilitar a negociação e a construção de acordos em torno de questões com efeitos sobre a integridade na pesquisa? O campo empírico é constituído por projetos colaborativos internacionais financiados pelo Programa Horizonte 2020, em que pelo menos uma instituição brasileira se encontra envolvida. Foi enviado um questionário online semiestruturado para 248 participantes dos projetos H2020, dos quais 48 responderam. Também foram realizadas entrevistas
Mostrar mais

313 Ler mais

Planejamento e divulgação da pesquisa com animais como parâmetro de integridade

Planejamento e divulgação da pesquisa com animais como parâmetro de integridade

A integridade na pesquisa com animais, atrelada à responsabilidade científica e social, demanda rigor na ela- boração e execução de protocolos, no comprometimento com o bem-estar do animal e divulgação de dados idôneos. A partir do questionamento da vulnerabilidade do pesquisador para cumprir essa demanda, analisa- ram-se protocolos de submissão de projetos para Comissões de Ética no Uso de Animais, políticas editoriais e divulgações de método como instrumentos para garantir a integridade da pesquisa. Os resultados subsidiaram o planejamento e a divulgação da pesquisa como parâmetro de integridade e adesão ao princípio de redução, substituição e refinamento. Atestou-se a eficiência do instrumento administrativo e legal como meio de refletir sobre a concepção técnica, ética, social e jurídica para se obter dados consistentes e confiáveis, além de forta- lecer a confiança entre ciência e sociedade. Essa reflexão deve ser apoiada pelo papel educativo da bioética, desempenhado pelas comissões para mitigar as vulnerabilidades do pesquisador.
Mostrar mais

13 Ler mais

Planejamento e divulgação da pesquisa com animais como parâmetro de integridade

Planejamento e divulgação da pesquisa com animais como parâmetro de integridade

A integridade na pesquisa com animais, atrelada à responsabilidade científica e social, demanda rigor na elaboração e execução de protocolos, no comprometimento com o bem-estar do animal e divulgação de dados idôneos. A partir do questionamento da vulnerabilidade do pesquisador para cumprir essa demanda, analisaram-se protocolos de submissão de projetos para Comissões de Ética no Uso de Animais, políticas editoriais e divulgações de método como instrumentos para garantir a integridade da pesquisa. Os resultados subsidiaram o planejamento e a divul- gação da pesquisa como parâmetro de integridade e adesão ao princípio de redução, substituição e refinamento. Atestou-se a eficiência do instrumento administrativo e legal como meio de refletir sobre a concepção técnica, ética, social e jurídica para se obter dados consistentes e confiáveis, além de fortalecer a confiança entre ciência e sociedade. Essa reflexão deve ser apoiada pelo papel educativo da bioética, desempenhado pelas comissões para mitigar as vulnerabilidades do pesquisador.
Mostrar mais

13 Ler mais

Planejamento e divulgação da pesquisa com animais como parâmetro de integridade

Planejamento e divulgação da pesquisa com animais como parâmetro de integridade

A integridade na pesquisa com animais, atrelada à responsabilidade científica e social, demanda rigor na elaboração e execução de protocolos, no comprometimento com o bem-estar do animal e divulgação de dados idôneos. A partir do questionamento da vulnerabilidade do pesquisador para cumprir essa demanda, analisaram-se protocolos de submissão de projetos para Comissões de Ética no Uso de Animais, políticas editoriais e divulgações de método como instrumentos para garantir a integridade da pesquisa. Os resultados subsidiaram o planejamento e a divulgação da pesquisa como parâmetro de integridade e adesão ao princípio de redução, substituição e refinamento. Atestou-se a eficiência do instrumento administrativo e legal como meio de refletir sobre a concepção técnica, ética, social e jurídica para se obter dados consistentes e confiáveis, além de fortalecer a confiança entre ciência e sociedade. Essa reflexão deve ser apoiada pelo papel educativo da bioética, desempenhado pelas comissões para mitigar as vulnerabilidades do pesquisador. Palavras-chave: Bem-estar do animal. Comitês de cuidado animal. Experimentação animal. Revisão de integridade científica.
Mostrar mais

13 Ler mais

Integridade no posicionamento RTK e RTK em rede.

Integridade no posicionamento RTK e RTK em rede.

Analisando a Figura 04 é possível verificar que alguns valores obtidos para o VPL não representam um bom indicativo para garantir a integridade. Pois em alguns casos os valores de VPL são menores que os obtidos na acurácia, isso significa que o sistema informaria equivocadamente a disponibilidade quando não deveria. Um exemplo desse engano ocorre no ponto obtido utilizando a estratégia RTK_9h30m da manhã. Nesse caso o valor para VPL foi 7 cm e a acurácia obtida foi de 11cm, valor esse que também está acima do limite de alarme, porém não seria acionado o alarme, pois o VPL não ultrapassou o limite para o alarme AL.
Mostrar mais

17 Ler mais

Direito à saúde: integridade, diversidade e territorialidade.

Direito à saúde: integridade, diversidade e territorialidade.

Resumo Este ensaio apresenta algum as questões e desafios para a efetivação do direito universal à saúde no Brasil. Tom a com o referência resulta- dos de projeto governamental, realizado em 2003, para a am pliação da visão dos problem as relati- vos ao cuidado à saúde no território nacional, que se baseou em interlocução entre governo e sociedade, com plem entar às form as já institucio- nalizadas de participação social no âm bito da gestão setorial. Partindo de um a síntese do com - plexo cenário internacional em que se desenvol- vem as tarefas governam entais para a operacio- nalização de direitos sociais, destaca, no inven- tário de problem as identificados, três questões consideradas essenciais para a produção de polí- ticas públicas: a integridade e a dignidade com o fundam entos para a organização e regulação das intervenções públicas; o reconhecim ento e o res- peito à diferença com o condição para a realiza- ção do direito à saúde; e a territorialização dos problem as e das políticas na produção de respos- tas às novas realidades. Por fim , elenca algum as indagações que desafiam o governo e a sociedade em suas ações na garantia do direito à saúde, afirm ando a oportunidade da gestão governa- m ental avançar na universalização efetiva deste direito pela valorização das tem áticas dos direi- tos hum anos e da cidadania.
Mostrar mais

8 Ler mais

Integridade familiar: especificidades em idosos pobres.

Integridade familiar: especificidades em idosos pobres.

rendimento (baixo ou escasso, endividamento); saúde (incapacidade, doenças crónicas, alcoolismo e abuso de drogas). Esta rede de problemas traduz-se numa vida ca- racterizada por: (a) desafi os múltiplos e de longa duração (como violência ou falta de recursos), (b) crise crónica que simboliza o sofrimento da família (há sempre mais al- gum problema a ocorrer), (c) alienação que envolve falta de confi ança e empatia, (d) incapacidade aprendida e bai- xa autoestima que refl ete a incapacidade para identifi car as próprias competências e se traduz em passividade que resulta dos sentimentos de não ter valor (Kagan & Schlos- berg, 1989; Sousa, Ribeiro, & Rodrigues, 2007; Sum- mers, McMann, & Fuger, 1997) Contudo, estas famílias são também são resilientes pois sobrevivem em condições muito difíceis e conseguem adaptar-se (Madsen, 1999). Este estudo examina aspetos da trajetória de vida de ido- sos pobres visando compreender a infl uência da pobreza no processo de construção da integridade familiar versus desconexão/alienação.
Mostrar mais

10 Ler mais

Propriedades da Integridade Referencial – Set Null

Propriedades da Integridade Referencial – Set Null

ECO031 - Banco de Dados - Aulas Teóricas - Fabiana Costa Guedes.. 153.[r]

6 Ler mais

Plágio e integridade académica na sociedade da informação

Plágio e integridade académica na sociedade da informação

O TEMA DO PLÁGIO E DA PESQUISA NA INTERNET EM LIVRO DE PORTUGUÊS Nas experiências pessoais, atividades profissionais, projetos de estudo e pesquisa, encontram-se inúmeros temas e questões de investigação que não nos permitem separar o trabalho intelectual das nossas vidas (Mills, 1975). Mills (1975), ao tratar da temática do trabalho do artesão intelectual, no que se refere à organização e união das informações advindas da experiência pessoal e às atividades profissionais, afirma: “[...] como artesão intelectual, tentará juntar o que está fazendo intelectualmente e o que está experimentando como pessoa. Não terá medo de usar sua experiência e relacioná-la diretamente com os vários trabalhos em desenvolvimento” (Mills, 1975, p. 212). Aquilo que experimentamos em vários e específicos ambientes de pequena escala é, com frequência, causado pelas modificações estruturais, sendo necessário olhar além deles; e o número e a variedade dessas modificações estruturais aumentam à medida que as instituições dentro das quais vivemos se tornam mais gerais e complicadamente ligadas entre si (Mills, 1975). Dessa ideia de Mills (1975), conectando o micro ao macro, demarcada na presente discussão em relação ao tema do plágio e da pesquisa na internet e sua relação com os livros didáticos, derivam alguns aspectos estruturais que se ligam de forma complexa ao tema exposto e que, ainda pela imaginação sociológica (Mills, 1975), podem ser explorados e se relacionar a outras noções de estrutura 7 para além do conteúdo
Mostrar mais

97 Ler mais

A CARTA DA TERRA E O PRINCÍPIO DA INTEGRIDADE ECOLÓGICA

A CARTA DA TERRA E O PRINCÍPIO DA INTEGRIDADE ECOLÓGICA

O princípio da integridade ecológica fundamenta as ações pe- culiares de consecução prática, para que o conteúdo ético-moral da Carta da Terra não ecoe no vazio. Vale alertar que nas questões ambientais há também a integridade biológica, porém esta é calcada sobre as espécies em si, num processo de interação que envolve a capacidade adaptativa e sua resiliência. A integridade ecológica está em patamar além, pois, de modo metafórico, parece um rio que circunda, corta e entrecorta vários temas relevantes, numa amalgamada teia entre meio ambiente e dignidade da pessoa humana e dos não humanos.
Mostrar mais

30 Ler mais

Projetos de Vida para a Reforma: rumo à Integridade?

Projetos de Vida para a Reforma: rumo à Integridade?

Normalmente marcado na juventude, o sexto estádio, intimidade vs. isolamento, com a força básica “amor”, realça as relações caracterizadas pela partilha, compromisso e reciprocidade, ou seja, o equilíbrio entre o estar só e envolver-se numa relação íntima (Erikson, 1977). Neste estudo vamos focar-nos no sétimo e oitavo estádio de Erikson (i.e., generatividade vs. estagnação; integridade vs. desespero) que caracterizam as tarefas desenvolvimentais mais relevantes na vida adulta. No sétimo estádio, Erikson (1977) destaca o papel do indivíduo como guia da nova geração, sendo a sua virtude o “cuidado”. A generatividade abrange procriatividade, produtividade e criatividade (Erikson & Erikson, 1998). Do mesmo modo que os restantes estádios, o alcance desta virtude deverá ser feito com o balanço e integração de ambos os polos, ou seja, a generatividade real pressupõe elementos de estagnação (Marcia, 2010). A resolução com sucesso deste estádio é necessária para uma Integridade genuína do último estádio (Marcia, 2010). No oitavo estádio, a aproximação da morte proporciona a questão da integridade do indivíduo, na qual deverá questionar-se qual o significado da vida e quais os seus lutos e orgulhos, chegando assim a uma predominância entre a reconciliação e aceitação ou o desapontamento e desânimo (Hearn et al., 2012). A capacidade de integrar as experiências do passado e as emoções que estas abarcam, permite assim a aquisição da virtude “sabedoria e paz interior”, é um sentido de coerência e de um todo (Erikson, 1977; Erikson & Erikson, 1998). Contrariamente, o desespero expressa que o tempo é curto e que não resta tempo para explorar alternativas (Erikson & Erikson, 1998). Erikson (1977) defende que o alcance desta virtude prepara o indivíduo para defender com segurança o seu estilo de vida e que toda a integridade humana perdura.
Mostrar mais

66 Ler mais

Estudo da integridade e capacidade de estacas em fundações

Estudo da integridade e capacidade de estacas em fundações

Uma das maiores preocupações e dificuldades da engenharia geotécnica reside na avaliação do desempenho das fundações de forma a garantir segurança e confiabilidade na obra a realizar. Sendo a fundação uma parte essencial na funcionalidade de uma estrutura é de extrema importância realizar o controlo da qualidade e capacidade desta, de modo a assegurar uma perfeita transmissão das cargas ao solo e mitigar eventuais problemas que possam surgir durante a construção e execução da obra, evitando danos ao longo do tempo de vida útil da estrutura. Assim, são atualmente utilizadas tecnologias geotécnicas que permitem a realização de ensaios no campo, capazes de avaliar parâmetros e inferir sobre, por exemplo, a integridade de uma estaca, a sua capacidade de carga máxima e o seu comprimento.
Mostrar mais

276 Ler mais

Dificuldades de escrita e integridade do ego

Dificuldades de escrita e integridade do ego

Como delimitado, nosso trabalho visa verificar alguns aspectos emocionais que se relacionam com as dificuldades de escrita. Temos na literatura trabalhos que falam sobre as relações do fracasso escolar com aspectos emocionais, entre eles os de Nunes (1990), Jacob e Loureiro (1996), Oliveira (1997) e Yaegashi (1997). E temos especificamente um trabalho cujo viés se assemelha a um dos nossos objetivos, o de Sisto e outros (2001). Nesse estudo objetivou - se verificar a integridade do ego, através do teste desiderativo, relacionando com o desempenho em ditados (estudado por Gualberto, 1994) de crianças de 1ª série do ensino fundamental. Obteve-se como conclusão deste trabalho que os erros nos ditados estavam relacionados significativamente com o grau de força do ego, ou seja, quanto mais fragilizado o ego maior o número de erros nos ditados. Nossa pesquisa também relacionará força do ego com dificuldades de escrita, porém utilizaremos o ditado elaborado por Sisto (2001) e trabalharemos com crianças da 3ª série do ensino fundamental, considerando que nesta fase a maior parte das crianças deveriam estar dominando a nossa língua escrita.
Mostrar mais

108 Ler mais

A pesquisa clínica sob a ótica da integridade

A pesquisa clínica sob a ótica da integridade

Toda publicação advinda de pesquisa científica exige respeito aos padrões de ética que caracterizam a adequada conduta do investigador, o que se traduz em integridade na pesquisa. Porém, há distinta modalidade de pesquisa, conhecida como “pesquisa clínica”, que vem buscando atuar de maneira íntegra visando fortalecer a base de seu agir em prol da sociedade em geral. A caracterização dos envolvidos e sua função ideal e real no cenário moderno foi o objetivo deste trabalho. A busca e descoberta de novas drogas beneficiarão toda coletividade, se as políticas de saúde pública forem eficazes, normatizando o acesso da população a essas descobertas. A integridade na pes- quisa, portanto, precisa ampliar seus horizontes para abarcar também a pesquisa clínica, cujos partícipes devem ser orientados e cobrados quanto à boa prática nas diversas etapas de desenvolvimento do estudo, o que permitirá íntegra e exitosa investigação.
Mostrar mais

11 Ler mais

Percepção de integridade científica para o estudante de medicina.

Percepção de integridade científica para o estudante de medicina.

Outra questão abordada nesse mesmo tópico foi a percep- ção dos estudantes sobre a desonestidade científica. De acordo com um relatório sobre Integridade Ética na Pesquisa publica- do pela Fapesp, para que um trabalho científico seja viável, é necessário que a comunidade científica tenha regras conduto- ras preestabelecidas e que estas possam promover a reputação na ciência de forma que os próprios pesquisadores exerçam um controle social responsável no intuito de coibir atos de trans- gressão. Desta forma, pesquisadores desonestos serão vistos como ameaçadores ao avanço da ciência, já que este ocorre e se move como consequência de sua credibilidade. Exemplos de transgressão dessas normas são chamados de má conduta cien- tífica, e nos órgãos internacionais esta é classificada em diferen- tes níveis. Dentre as más condutas graves se encontram: a fabri- cação, quando ocorre a invenção de dados, e a falsificação, defi- nida pela manipulação intencional de dados. Outros exemplos são: plágio, atribuição incorreta de autoria, autoplágio, oculta- ção de conflitos de interesse, conservação inadequada dos re- gistros de pesquisa e omissão de dados¹³. Dos exemplos de de- sonestidade citados pelos estudantes, percebemos que 5 (25%) citaram o plágio, 7 (35%) estudantes citaram a prática de ferir a dignidade de humanos e animais, e 7 (35%) abordaram a fabri- cação de dados; em menor proporção, foram citadas a não ran- domização de dados, a autoria indevida, não fidelidade ao pro- jeto e realização da pesquisa sem autorização do CEP. Estes re- sultados podem ser observados em alguns dos relatos a seguir:
Mostrar mais

9 Ler mais

A integridade física e a recolha de vestígios biológicos

A integridade física e a recolha de vestígios biológicos

O TRP entendeu estarmos perante um “meio de prova susceptível de ofender o direito à integridade corporal e o direito à autodeterminação corporal do recorrente, designadamente no caso de recusa, posto que o mesmo se traduz numa intervenção não autorizada no seu corpo, isto é lesiva da sua integridade corporal e da integridade do seu sistema volitivo, quer por afectar a sua capacidade de decidir e de agir, [acrescenta ainda o acórdão que] cremos que podem e devem ser concretizados, mesmo que compulsivamente (exame e perícia), muito embora limitados à colheita de cabelos, saliva, urina ou sangue, já que justificados pela necessidade da descoberta da verdade material e não violadores do conteúdo essencial daqueles direitos fundamentais do recorrente”.
Mostrar mais

62 Ler mais

Ultrassonografia como diagnóstico da integridade testicular de bovinos

Ultrassonografia como diagnóstico da integridade testicular de bovinos

Ainda esse autor descreveo formol como sendo o fixador de rotina a ser empregado, em solução aquosa a 10%, com tempo de fixação mínimode 24 horas.Apesar de relatar que não é o mais adequado para preservar a integridade da estrutura celular.Porém,tecidos imersos neste fixador, permanecem por mais de dez anos sem modificar sua estrutura.

22 Ler mais

Integridade e transparência de empresas estatais no Brasil

Integridade e transparência de empresas estatais no Brasil

8º – “As empresas públicas e as sociedades de economia mista deverão observar, no mínimo, os seguintes requisitos de transparência: I – elaboração de carta anual, subscrita pelos membr[r]

43 Ler mais

Integridade científica na educação de profissionais de saúde

Integridade científica na educação de profissionais de saúde

A falta de rigor ético e metodológico no meio acadêmico evidencia a necessidade de mudanças na educação em saúde a fim de restabelecer boas práticas científicas. Esta pesquisa foi motivada pela carência de artigos brasileiros que relacionem a promoção da integridade científica à formação dos profissionais de saúde por meio da análise de diretrizes curriculares e códigos de ética profissional. Assim, foram analisadas as diretrizes curriculares e os códigos de ética de seis áreas de ciências da saúde: medicina, enfermagem, farmácia, nutrição, odontologia e biomedicina. Observou-se que, de modo geral, tanto as diretrizes quanto os códigos não contemplam termos relacionados à integridade científica, divulgação científica, estímulo à pesquisa, plágio e manipulação de dados.
Mostrar mais

7 Ler mais

Show all 10000 documents...