Lâmpadas de LED

Top PDF Lâmpadas de LED:

Análise da eficiência energética, ambiental e econômica entre lâmpadas de LED e convencionais.

Análise da eficiência energética, ambiental e econômica entre lâmpadas de LED e convencionais.

Mais recentemente, o mercado consumidor tem aumentado pro‑ gressivamente o consumo pelas lâmpadas de LED. Há indícios de que, a cada dois anos, o custo de fabricação caia pela metade e o poder de iluminação dos LED’s dobre, o que tem possibilitado a queda dos preços das lâmpadas de LED ao consumidor. Além disso, fato importante que merece ser ressaltado é que as lâmpadas LED exigem menos manuten‑ ção que as lâmpadas convencionais (DALMAZO, 2009). Mesmo com estas tendências à mudança, a maior desvantagem da tecnologia de LED ainda é seu preço final. Estudos indicam que o preço de uma lâmpada LED doméstica pode chegar a trinta e sete vezes mais que uma lâmpada incandescente, e nove vezes mais que uma lâmpada fluorescente compacta. Porém, grandes empreendimentos como hotéis, grandes redes varejistas e indústrias já estão aderindo à nova tecnologia (DALMAZO, 2009).
Mostrar mais

8 Ler mais

LÂMPADAS DE LED: IMPACTO NO CONSUMO E FATOR DE POTÊNCIA

LÂMPADAS DE LED: IMPACTO NO CONSUMO E FATOR DE POTÊNCIA

5 vezes menor que de uma fluorescente (15W). O fator de potência deixou a desejar, pois esperávamos que fosse acima de 0,9, mas ficou em torno de 0,77 em todas as medidas, o que ainda é bem acima do medido em lâmpadas fluorescentes comuns: em torno de 0,45. O fator de potência das lâmpadas de LED depende muito da fonte chaveada usada para fornecer corrente, LEDs não funcionam ligados direto da rede de corrente alternada (AC) fornecida aos consumidores, ao invés disso, é necessária um circuito embutido na lâmpada que adéqua a tensão para a alimentação dos mesmos, que funcionam em corrente contínua. Provavelmente tal circuito é o responsável por essa diferença no fator de potência esperado.
Mostrar mais

5 Ler mais

Photovoltaic panels and led lamps: technical analysis of implementation viability/  Painéis fotovoltaicos e lâmpadas de led: análise técnica da viabilidade de implementação

Photovoltaic panels and led lamps: technical analysis of implementation viability/ Painéis fotovoltaicos e lâmpadas de led: análise técnica da viabilidade de implementação

One of the economic measures, established by Interministerial Ordinance 1.007/2010, was to prohibit the commercialization of incandescent light bulbs, helping to stimulate the adoption of more economical and durable options, such as LED, already widely adopted in other countries In Brazil, electricity consumption in residential and comercial buildings, as well as publics buildings corresponds to approximately 50% of the total electricity consumed in the country and the largest end uses of energy in commercial and public buildings are the artificial lighting, 49% and air conditioning, 35% (ELETROBRAS, 2011). In non-residential buildings due to needing for environmental comfort because of specific activities, productivity issues and visual comfort for work tasks, the energy consumption in lighting is generally higher (AMORIM, 2004).
Mostrar mais

19 Ler mais

Uso de lâmpadas de diodo emissor de luz ‘LED’ no controle do florescimento em plantas de Tango (Solidago canadensis L.) e Hipérico (Hypericum inodorum)

Uso de lâmpadas de diodo emissor de luz ‘LED’ no controle do florescimento em plantas de Tango (Solidago canadensis L.) e Hipérico (Hypericum inodorum)

incandescentes de 100 W. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e análise de regressão. A colheita ocorreu quando as hastes apresentaram cerca de 40% das inflorescências abertas. O uso da iluminação suplementar com lâmpadas de LED foi eficiente, pois todos os ciclos avaliados produziram hastes dentro do padrão comercial. Plantas cultivadas sob o ciclo de 7/23 minutos obtiveram menor tempo de cultivo e maior formação de ramos florais e conjunto de inflorescências comparado as demais. Porém os ciclos de 23/7 e 30/0 minutos foram aqueles que obtiveram os resultados mais expressivos nas características utilizadas para a classificação comercial, como tamanho e peso da haste. As plantas cultivadas sem iluminação suplementar não apresentaram desenvolvimento de hastes florais.
Mostrar mais

74 Ler mais

RELEVÂNCIA DAS TERRAS RARAS PARA O SETOR ENERGÉTICO

RELEVÂNCIA DAS TERRAS RARAS PARA O SETOR ENERGÉTICO

As maiores aplicações de terras-raras em termos de valor agregado são em ímãs e fósforos luminescentes. Neodímio, Praseodímio e Disprósio são empregados em ímãs, e Európio e Térbio em fósforos. Nd, Pr, Tb, Dy e Eu são as cinco terras raras com maior valor atualmente [6]. Ce e La têm diversas aplicações, mas são muito abundantes. Baterias Ni –M- H (M= metal, como o lantânio) ainda são usadas, mas as baterias Li íon já estão dominando o mercado, e isso reduz a demanda por lantânio nas baterias Ni-M-H. Lantânio tem importante aplicação em catálise no refino de petróleo, e a Petrobrás consome anualmente 900 toneladas de óxido de Lantânio [7], usado na estabilização de zeólitas. Óxido de cério é usado em grande volume para polimento de vidros. A aplicação de Cério em lâmpadas de LED está aumentando.
Mostrar mais

14 Ler mais

VANTAGENS ECONÔMICAS, AMBIENTAIS E DE DURABILIDADE DA LÂMPADA DE LED EM COMPARAÇÃO AS LÂMPADAS FLUORESCENTES TUBULARES

VANTAGENS ECONÔMICAS, AMBIENTAIS E DE DURABILIDADE DA LÂMPADA DE LED EM COMPARAÇÃO AS LÂMPADAS FLUORESCENTES TUBULARES

O artigo “Redução Energética Com a Troca de Lâmpadas Fluorescentes por LED”, de Testoni et al. (2014), busca demonstrar o grande custo-benefício positivo das lâmpadas de LED, e tinham por objetivo a redução do gasto energético em um determinado local, sendo escolhido o Instituto Federal Catarinense – Campus Camboriú. Sua proposta pautava-se no sentido de que haveria uma economia, um aumento da qualidade de energia, bem como a redução dos impactos ambientas, demonstrando assim o custo-benefício da lâmpada LED ao colégio em que a pesquisa foi realizada.
Mostrar mais

11 Ler mais

Análise de desempenho de lâmpadas LEDs e LFCs como alternativas em iluminação residencial em função da implementação da portaria ministerial n° 1007 que limita o uso de lâmpadas incandescentes no Brasil

Análise de desempenho de lâmpadas LEDs e LFCs como alternativas em iluminação residencial em função da implementação da portaria ministerial n° 1007 que limita o uso de lâmpadas incandescentes no Brasil

Sobre a produção das Lâmpadas LED, Jordão (2011) ressalta que por muito tempo os cientistas vêm pesquisando e trabalhando em diversos projetos para inovar e criar uma lâmpada que funcione através de LEDs. Até o presente momento, já existem algumas lâmpadas que funcionam através de LEDs e, aliás, funcionam muito bem. Contudo o grande problema não está na adaptação, ou na demora da tecnologia ser suficiente para prover uma boa iluminação, porém o problema consiste no elevado preço que é cobrado por essas lâmpadas. Os atuais LED lights (lâmpadas de LED) proporcionam uma iluminação excelente e o melhor, funcionam em várias cores. Algumas empresas, como a Philips, vêm fabricando produtos desse tipo em larga escala, entretanto ainda não há um público definido para tais lâmpadas. Apesar de elas utilizarem os mesmos bocais que as lâmpadas incandescentes e fluorescentes, elas ainda não estão custando o mesmo preço para ser algo compensador.
Mostrar mais

77 Ler mais

Estudo de viabilidade de integração de micro-lâmpadas incandescentes com filtros...

Estudo de viabilidade de integração de micro-lâmpadas incandescentes com filtros...

Das Figuras 4.3 e 4.4 pode-se observar que os dois corpos apresentam o mesmo comportamento, modificado simplesmente pelo efeito da emissividade refletido nos valores absolutos do poder emissivo espectral. Da mesma forma, no intervalo de comprimentos de onda estudado, não é possível observar o ponto máximo de emissão no espectro, já que este máximo só aparece para temperaturas muito maiores. O comprimento de onda no qual se produz o máximo de emissão é dado pela Lei de Wien [65,66] , a qual específica que existe uma relação inversa entre o comprimento de onda no qual se produz o pico de emissão de um corpo negro e sua temperatura. Neste trabalho, diversas micro-lâmpadas (aproximadamente 100) foram caracterizadas e em todas elas foram obtidos resultados similares. As medidas de intensidade obtidas através do espectrômetro com fibra óptica são relativas e apresentadas em unidades de contagens (counts) para cada comprimento de onda. De acordo com as características técnicas do equipamento, detalhadas no manual, cada contagem corresponde a 41 fótons.
Mostrar mais

103 Ler mais

LED to LED communication with WDM concept for flash light of Mobile phones

LED to LED communication with WDM concept for flash light of Mobile phones

In suggested scheme we can use Mobile Handset flash to transmit data. Researchers have already achieved higher data rate with White LEDs[9] .But as we know that white light can be generated by Red, Green, Blue lights too, which is what we are interested in. In proposed method we suggest to use this 3 color light to produce white light for future mobile applications. In mean while someone can use these LEDs as sensors to receive data too when flash is not being used. As shown in Fig. 2 we have used RGB led which was producing White Light (this is the fact everybody know already, but included for better understanding of readers).
Mostrar mais

4 Ler mais

Modelagem de lâmpadas de descarga: uma análise de desempenho considerando parâmetros...

Modelagem de lâmpadas de descarga: uma análise de desempenho considerando parâmetros...

Considerando os fatos expostos, é conveniente destacar a relevância desta pesquisa tendo em vista a reduzida quantidade de trabalhos que apresentam a exploração deste tema, sendo praticamente inexistente tal modelo de lâmpadas de descarga baseado em redes neurais artificiais, com aplicação voltada ao estudo dos efeitos da qualidade da energia sobre o dispositivo e seu comportamento elétrico não-linear, caracterizando sua influência como carga potencialmente perturbadora inserida no sistema de distribuição da energia elétrica.

300 Ler mais

RETROFITING DE LUMINÁRIA PARA TECNOLOGIA LED

RETROFITING DE LUMINÁRIA PARA TECNOLOGIA LED

Reparação e Conversão das Luminárias MODELLUM para LED .... 19.[r]

72 Ler mais

Desenvolvimento de uma fonte luminosa baseada em lâmpadas halógenas para aplicações...

Desenvolvimento de uma fonte luminosa baseada em lâmpadas halógenas para aplicações...

Este projeto teve como finalidade construir uma fonte de luz baseada em lâmpadas halógenas que apresentasse características técnicas adequadas para aplicações em fotobiologia e fotomedicina, versátil e comercialmente viável. Foram analisadas as características de diferentes lâmpadas halógenas e realizados os experimentos com duas lâmpadas escolhidas, das quais utilizamos a lâmpada de menor divergência luminosa. Foi analisado também o material do corpo da fonte, com relação a características de aquecimento e peso, sendo escolhido um corpo de alumínio produzido industrialmente. Foram avaliadas as características ópticas das lentes, sendo escolhidas as lentes de vidro utilizadas em retroprojetores. Foram analisados os materiais e a construção de filtros térmicos para diminuir o aquecimento do objeto sob irradiação, sendo que escolhemos construir um filtro térmico próprio, que utiliza a água como absorvedor de calor. Medimos e avaliamos as características: espectrais, térmicas, a potência radiante (irradiância) e sua distribuição espacial de três protótipos, onde cada um recebeu modificações de modo a torná-los mais adequados para aplicações na fotoquimeoterapia. Foram também realizados testes preliminares de fotocitotoxicidade do protótipo final com o composto fotossensibilizador de nome comercial Photogem® aplicado em células tumorais de adenocarcinoma de colo retal humano (HT29), cujo resultado foi a ativação do composto fotossensibilizador e indução da morte celular.
Mostrar mais

99 Ler mais

Utilização de lâmpadas germicidas na desinfecção de esgoto sanitário.

Utilização de lâmpadas germicidas na desinfecção de esgoto sanitário.

Os resultados físico-químicos indicados na Tabela 4 confirmam a variação da qualidade do efluente secundário em termos dos parâmetros DQO e concentração de sólidos suspensos (DQO: mínimo 49,0 e máximo 158,0 mg.L -1 e SST: mínimo 23,0 e máximo 135,0 mg.L -1 ). Portanto, os resultados obtidos com as lâmpadas germicidas revelam a eficiência do sistema fotoquímico mesmo em condições desfavoráveis decorrentes da presença de matéria orgânica em suspensão. Essas partículas agem como barreira e impedem a livre passagem da radiação em direção ao alvo, o microrganismo, reduzindo a eficácia das lâmpadas germicidas.
Mostrar mais

10 Ler mais

Baby-Led Weaning

Baby-Led Weaning

Devido ao risco de sufocação, de défice de ferro e de calorias que o método pode acatar, um grupo de neozelandeses criou uma versão modificada do BLW chamada de BLISS – Baby-Led Introduction to SolidS. Esta versão apresenta como características fundamentais: (i) oferecer alimentos que o bebé consiga segurar e levar à boca; (ii) a confeção ser adequada evitando o risco de sufocação; (iii) em cada refeição existir um alimento rico em ferro e (iv) rico em calorias (25). Em comparação com o BLW, o BLISS apresenta, desde o início, uma maior intro- dução de alimentos ricos em ferro e oferece mais porções de tais alimentos aos seis meses (26).
Mostrar mais

32 Ler mais

DOSIMETRIA DE LUZ EFETIVAMENTE ABSORVIDA (D abs

DOSIMETRIA DE LUZ EFETIVAMENTE ABSORVIDA (D abs

O comportamento temporal dos espectros de absorção eletrônica para esta fotorreação foi exemplificado com o sistema empregando o LED vermelho (Figura 3-A), em que o consumo do substrato DFBF ocorreu durante a fotoexcitação do AM, mostrando um consumo do DFBF relativamente rápido (~20 min) em relação ao processo concomitante de fotodegradação do AM. A Figura 3-B apresenta o perfil de degradação do DFBF para obtenção de seu respectivo valor de constante cinética de fotorreação (k D = 0.63 min

6 Ler mais

APLICAÇÃO DE UM DISPOSITIVO FPGA NO CONTROLE DE UM CIRCUITO BALLAST ELETRÔNICO PARA ACIONAMENTO DE LÂMPADAS HID DE 70W VLADIMIR VASCONCELOS RIBEIRO SCARPA

APLICAÇÃO DE UM DISPOSITIVO FPGA NO CONTROLE DE UM CIRCUITO BALLAST ELETRÔNICO PARA ACIONAMENTO DE LÂMPADAS HID DE 70W VLADIMIR VASCONCELOS RIBEIRO SCARPA

Os dispositivos lógicos digitais programáveis surgiram há cerca de quinze anos e hoje são utilizados em áreas como Telecomunicações, Instrumentação e mais recentemente em Eletrônica de Potência. Este trabalho apresenta a aplicação de um dispositivo FPGA no controle de um circuito ballast eletrônico para acionamento de lâmpadas de alta intensidade de descarga (HID). Os reatores eletrônicos apresentam sensíveis melhorias com relação aos reatores eletromagnéticos por apresentarem menor peso e volume e também por garantirem uma maior vida útil às lâmpadas. Para testar e verificar a estratégia de controle proposta, um protótipo foi construído para alimentar lâmpadas HID de vapor de sódio e de vapor metálico de 70W. Além das vantagens citadas anteriormente, entre os resultados apresentados pelo protótipo destaca-se a notável redução no tempo para se atingir o brilho máximo da lâmpada com relação aos reatores magnéticos. Aproveitando os conhecimentos adquiridos na construção do reator eletrônico, foi também construído um kit didático contendo um dispositivo FPGA, que atualmente é utilizado no ensino de lógica digital para alunos da graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Uberlândia.
Mostrar mais

131 Ler mais

Effects of light quality supplied by light emitting diodes (LEDs) on microalgal production

Effects of light quality supplied by light emitting diodes (LEDs) on microalgal production

Over the last few years, the prices of LED-based lamps have significantly decreased; nevertheless, LED lighting systems are still four times more expensive than FLs on average. However, this higher initial cost can be offset by the longer lifetimes and often better energy efficiency of LEDs compared to FLs. LED lighting technology is thus a feasible option for microalgal cultivation, in particular when supplemental light is needed for faster production of biomass and accumulation of specific biochemical com- ponents. As a result, research on microalgae grown under LEDs of different colors has strongly increased over the last 2–3 years. However, the combined application of dif- ferent LEDs has seldom been studied, especially for LEDs emitting between 500 and 630 nm or above 700 nm (far-red region). Unfortunately, in many studies that used white LEDs, information about the emission spectra used is rarely mentioned, so meaningful comparisons are not pos- sible. Moreover, optical density measurements for biomass determination in experiments with microalgae under dif- ferent light qualities might be prone to error because the cell size and pigment composition can strongly change with light quality. Measurements of the PPFD of LEDs with narrow bandwidths using quantum sensors may also lead
Mostrar mais

142 Ler mais

DIAGNÓSTICO DA LOGÍSTICA REVERSA DE LÂMPADAS POR MEIO DA AVALIAÇÃO DE CICLO DE VIDA

DIAGNÓSTICO DA LOGÍSTICA REVERSA DE LÂMPADAS POR MEIO DA AVALIAÇÃO DE CICLO DE VIDA

Este estudo objetiva realizar uma avaliação da logística reversa de lâmpadas fluorescentes inservíveis no município de Santa Cruz do Sul/RS, tendo em vista a avaliação ambiental de diferentes modelos de gerenciamento. Para tal, foi realizado um levantamento da situação existente na região de estudo, ao nível das quantidades e modelos de logística reversa viáveis. O estudo foi realizado considerando três cenários de gerenciamento das lâmpadas fluorescentes inservíveis. A análise ambiental dos referidos cenários foi realizada com a aplicação do software Umberto 5.5. O inventário de emissões para o ambiente e o cálculo dos impactos ambientais associados a cada cenário foram realizados utilizando o método ReCiPe 2008. No que se refere à avaliação global dos impactos ambientais, pode-se concluir que o cenário 1 apresenta os resultados com maiores níveis de toxicidade. Em relação aos impactos ambientais das emissões atmosféricas, o cenário 2 apresenta-se como o mais impactante.
Mostrar mais

15 Ler mais

LÂMPADAS DE MERCÚRIO QUEIMADAS – UM RESÍDUO SÓLIDO CAUSADOR DE PROBLEMAS AMBIENTAIS

LÂMPADAS DE MERCÚRIO QUEIMADAS – UM RESÍDUO SÓLIDO CAUSADOR DE PROBLEMAS AMBIENTAIS

reaproveitados tanto na construção de novas lâmpadas como na produção de outros produtos. O restante do material contaminado, que não puder ser reciclado, pode ser disposto em aterro sanitário comum. Recupera-se, pela reciclagem, 98% da matéria prima utilizada na fabricação de lâmpadas fluorescentes, possibilitando que estes materiais de pós- consumo sejam reintegrados ao processo produtivo das próprias lâmpadas ou de outros produtos. (SANCHES, 2008). A CGR recomenda que as lâmpadas pós-consumo contendo mercúrio sejam enviadas para reciclagem em empresas devidamente credenciadas em órgão ambiental estadual. Ressalte-se que o processo térmico, devidamente controlado, é a melhor alternativa atual (ZANICHELI et al., 2004). A tecnologia que utiliza o sistema “bulb eater” (papa- lâmpadas), apesar de sua facilidade operacional e mobilidade, e proporcionalmente mais barato que outras tecnologias, a CGR não recomenda, por apresentar uma taxa de emissão de mercúrio para o meio ambiente, no processo de reciclagem.
Mostrar mais

11 Ler mais

Sistema automático para o controle eficiente de iluminação para multiplas lâmpadas fluorescentes.

Sistema automático para o controle eficiente de iluminação para multiplas lâmpadas fluorescentes.

tindo a eficácia do processo de pré-aquecimento e ignição. Em regime permanente, a lâmpada fluorescente operará na sua potência nominal até que o microcomputador ordene que o microcontrolador faça a leitura do conversor AD, onde está acoplado o sensor de luminosidade, habilitando a necessária alteração do nível de luminosidade, ou até que ocorra alguma intervenção pelo usuário no sistema de gerenciamento. Observa-se que todas as lâmpadas são sempre acionadas para a condição nominal, permitindo-se o controle de lumi- nosidade somente após a execução do protocolo completo de ignição. Adicionalmente, pode-se ainda ajustar o pro-
Mostrar mais

14 Ler mais

Show all 6674 documents...