logística integrada

Top PDF logística integrada:

Equilíbrio gravitacional entre a logística integrada e o processo de clusterização – a experiência do case de grãos do oeste da Bahia, Brasil

Equilíbrio gravitacional entre a logística integrada e o processo de clusterização – a experiência do case de grãos do oeste da Bahia, Brasil

Resumen: El estudio del cluster es, hoy día, hecho con fuerte énfasis en lo referente a los elementos o los agentes relacionados directamente con la cadena productiva y las formas con agregan valor a los productos en sus lugares de la producción en el acuerdo, las operaciones logísticas que el unchain la fila de los productos en sus mercados que consumen puede traer a significativo resultante para la competitividad utilizada, a partir del momento donde está encadenamiento una conexión del conector entre el producto supply chain a él conectado. Este anillo de conexión aquí se valora como campo gravitacional de la atracción entre la logística integrada y el proceso de clusterización. Este artículo analiza el concepto de campos gravitacionales entre el logístico integrado de la distribución de productos y del proceso de clusterización en áreas de la producción. Lo case práctico que utiliza el análisis conceptual es el estudio de la integración logística para el área que produce granos en el Oeste de Bahía, en la región Nordeste de Brasil. Palabras claves: Cluster; Integración logística; Desarrollo regional.
Mostrar mais

8 Ler mais

A contribuição da logística integrada às decisões de gestão das políticas públicas no Brasil.

A contribuição da logística integrada às decisões de gestão das políticas públicas no Brasil.

Sabemos que, embora a discussão sobre logística seja central para as políticas públicas e que os referenciais da gestão empresarial podem servir de parâmetro interessante, há uma série de elementos exclusivos e diferenciais na discussão de logística no setor público. Essas diferenças se norteiam por um enfoque diferenciado, considerando que, no caso das organizações privadas, a discussão sobre logística aparece como uma nova forma de cortar custos e, portanto, aumentar lucro. Já no caso das organizações públicas, o foco tam- bém é no corte de custos, mas devendo ser assegurados elementos como: ga- rantia de direitos, promoção do acesso da população e garantia da legalidade nos procedimentos que regem a gestão pública (Costa, 2000; Starks, 2006). Como afirma Starks (2006), neste sentido, “the major impetus for public agen- cis adopting a supply chain focus is to align withs supplyers and improve service to costumers”.
Mostrar mais

33 Ler mais

Aplicação da Filosofia Lean e da Metodologia TRIZ numa empresa de Logística Integrada

Aplicação da Filosofia Lean e da Metodologia TRIZ numa empresa de Logística Integrada

A logística inversa é uma atividade que não gera lucros diretos, ou seja, só depois de conferidos os artigos retornados (em termos de qualidade) e de contactados os clientes, no caso de a qualidade não ter sido afetada, é que se prossegue à arrumação ou à expedição, depende dos casos. Na maioria das vezes, este processo de verificação é rápido. O que torna este processo mais moroso é a comunicação dos clientes com o destino dos artigos (destruição, arrumação, expedição), resultando num grande volume de paletes paradas na placa, constantemente. Na Figura 5.19 são apresentados quatro casos destes atrasos, em que os artigos já tinham sido conferidos (no dia apresentado na figura), mas ainda não tinham destino delineado. As fotografias apresentadas foram tiradas no dia 10 de Julho de 2018 e o nome dos clientes foi retirado, a pedido da empresa.
Mostrar mais

113 Ler mais

Localização de centros de operações logísticas na Luís Simões logística integrada S.A.

Localização de centros de operações logísticas na Luís Simões logística integrada S.A.

Com a crescente complexidade da chamada cadeia de abastecimento, aparentemente direcional e estável, a logística encontra-se a migrar da realidade da direccionalidade, muito embora em sentido múltiplo, para a realidade da rede, onde várias empresas funcionam como nós dessa mesma rede. “A Gestão Logística ou a Gestão da Network Logística, passa por planear e coordenar todas as atividades necessárias para alcançar níveis aceitáveis/desejáveis em serviço e qualidade ao mais baixo custo possível (Carvalho, 2004)”.
Mostrar mais

74 Ler mais

Gestão logística integrada à gestão de capital de giro de uma cadeia de suprimentos:...

Gestão logística integrada à gestão de capital de giro de uma cadeia de suprimentos:...

área de pesquisa operacional já identificaram que um dos maiores entraves na implantação de sistemas de otimização de operações é justamente a visão compartimentada, onde cada gerente busca maximizar os indicadores de seus respectivos setores, levando a empresa a uma posição sub-ótima. Em outras palavras, é sabido que nem sempre o melhor para cada parte individual- mente é o melhor para o todo. Na questão logística não poderia ser diferente, pois enquanto o setor de operações se preocupa em ter os materiais disponíveis quando eles precisarem, o se- tor financeiro se preocupa com o valor estocado, além do ciclo financeiro. Esta questão é bem discutida por Protopappa-Sieke e Seifert (2010), que são autores da figura 1.
Mostrar mais

118 Ler mais

Tecnologia da informação e integração das redes logísticas.

Tecnologia da informação e integração das redes logísticas.

Keywords: Information technology. Logistics. Logistic integration. Third-party logistics providers (3PLs). Value network. Resumo: A integração das atividades logísticas constitui um grande desafio e envolve, além da empresa, seus parceiros externos. As tecnologias de informação têm papel central neste processo, já que fornecem a infraestrutura e os aplicativos que permitem a troca de informação necessária para a integração. O trabalho tem como objetivo apresentar um modelo – baseado nas tecnologias de informação – para análise das fases de integração externa entre operadores e os demais agentes da rede logística. A análise foi construída a partir de um estudo de casos realizado com quatro operadores logísticos com atuação no mercado brasileiro. A pesquisa identificou as tecnologias utilizadas pelos operadores no processo logístico e analisou sua contribuição para o estabelecimento da logística integrada baseando-se em três parâmetros – integração dos fluxos de materiais, produtos e informação; sua coordenação; e o estabelecimento de parcerias entre os agentes. A partir dos elementos levantados na pesquisa, o estudo apontou a existência de três níveis de integração externa entre o operador e os demais agentes da rede: plena, parcial e inexistente. A rede logística constitui uma rede de valor quando há integração plena e o estabelecimento de parcerias entre os operadores e os demais agentes.
Mostrar mais

15 Ler mais

Novos processos logísticos decorrentes de profundas transformações físicas e funcionais: o caso da Natura Cosméticos - Brasil

Novos processos logísticos decorrentes de profundas transformações físicas e funcionais: o caso da Natura Cosméticos - Brasil

Derivada desta filosofia, surge a Logística Integrada aonde procurou-se conectar todas as atividades relacionadas ao fluxo de produtos, tais como a movimentação e m[r]

181 Ler mais

ESCOLA DE GESTÃO DO PORTO Universidade do Porto Maria Cristina da Silva Fernandes

ESCOLA DE GESTÃO DO PORTO Universidade do Porto Maria Cristina da Silva Fernandes

Analisando os objectivos propostos no ponto 1.2, verificamos que a adopção de políticas sustentáveis já faz parte da estratégia empresarial de muitas organizações, sendo o maior desafio actual o apoio e a sensibilização das pequenas e médias empresas. No sentido de atingir o segundo objectivo, analisou-se com profundidade a evolução da análise da cadeia de valor, verificando-se que uma Gestão Logística excelente, uma cadeia logística integrada permite detectar “desperdícios” e encarar as actividades ambientais como reciclagem, reutilização e reparação/recuperação como parte integrante do ciclo. Um exemplo de sucesso é a empresa P&G Porto (capítulo 7.1.1) que apresenta todos os anos tabelas com o desempenho para os objectivos comparando os resultados com o ano transacto. O terceiro e último objectivo mencionado neste trabalho (1.2) era revelar a opinião dos gestores sobre a Gestão Sustentável e as suas motivações, o que foi conseguido através do inquérito enviado e das respostas apresentadas na secção 7.3.
Mostrar mais

132 Ler mais

LEAN LOGISTICS: UMA ABORDAGEM ENXUTA NA LOGÍSTICA INDUSTRIAL DE UMA EMPRESA METAL MECÂNICA
							| Revista Tecnológica

LEAN LOGISTICS: UMA ABORDAGEM ENXUTA NA LOGÍSTICA INDUSTRIAL DE UMA EMPRESA METAL MECÂNICA | Revista Tecnológica

Embora o termo Supply Chain Management tenha trazido outra realidade para a logística integrada dentro de uma organização, algumas empresas ainda têm uma visão arcaica a respeito e acreditam que esta logística trata-se apenas da contratação de transportes da empresa e investir no desenvolvimento de pessoas para gerenciar esta área seria algo que a diretoria não vê como um investimento, e sim um custo para a organização. Segundo Pozo (2004, p. 29), o objetivo básico da 4 SCM é maximizar e tornar realidade as potenciais sinergias entre as partes da cadeia produtiva, de forma a atender ao consumidor final mais eficiente através da redução de custo.
Mostrar mais

22 Ler mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL LOGÍSTICA REVERSA: UMA PROPOSTA DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS NOS SETORES COMERCIAIS

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL LOGÍSTICA REVERSA: UMA PROPOSTA DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS NOS SETORES COMERCIAIS

Embora seja fácil pensar em logística como sendo simplesmente o gerenciamento do fluxo dos produtos dos pontos de aquisição das matérias- primas até o consumidor final, para muitas empresas existem também um canal logístico reverso que precisa ser igualmente administrado. A vida de um produto, do ponto de vista da logística, não se encerra com a entrega ao consumidor. Produtos tornam-se obsoletos, danificados ou inoperantes e são devolvidos aos seus pontos de origens para conserto ou descarte. Material de embalagem pode ser devolvido à origem devido a imposições de legislação ambiental ou porque sua reutilização faz sentido em termos econômicos. O canal logístico reverso pode usar o canal logístico normal no todo ou em parte, ou, então, exigir um projeto em separado. A cadeia de suprimentos se encerra com o descarte final de um produto. O canal reverso precisa ser considerado como parte do escopo do planejamento e controle logísticos ” (BALLOU, 2004, p. 29).
Mostrar mais

162 Ler mais

PROGRAMA ESCOLA INTEGRADA: A ATUAÇÃO DO GESTOR ESCOLAR

PROGRAMA ESCOLA INTEGRADA: A ATUAÇÃO DO GESTOR ESCOLAR

Eu acho que é articular, se a gente articular já consegue caminhar bastante, eu penso que a articulação é o primeiro passo e o mais difícil. A gente tem muita coisa para fazer, pelo menos tentar se organizar, sentar mais vezes com o grupo todo, não é só com a coordenação, ver todos, até as cantineiras, porque às vezes na hora do almoço eu vejo as meninas reclamando dos alunos. Às vezes a gente fala muito só em professor, mas na direção a gente vai percebendo os outros lados. Na hora do almoço, os meninos da Escola Integrada querem entrar na biblioteca, não podem, porque a menina da biblioteca está almoçando, então você vai vendo nas mínimas coisas que tem aquela distância da Integrada para o Regular, e aí eu comecei a perceber na questão da limpeza: ah, os meninos da Integrada sujam o banheiro todo [...] não são os meninos da Integrada, são os meninos da escola que estão apresentando esse tipo de problema [...] Conversar para tentar casar as duas coisas, os projetos que são desenvolvidos no programa e os projetos que a gente desenvolve com os alunos na sala de aula, esse é o meu objetivo maior. (Gestora da Escola A, entrevista concedida em 14/11/2012).
Mostrar mais

93 Ler mais

Modelos de regressão logística clássica, Bayesiana e redes neurais para Credit Scoring

Modelos de regressão logística clássica, Bayesiana e redes neurais para Credit Scoring

Este trabalho apresenta três técnicas para a classificação de inadimplência em modelos de Credit Score, Regressão Logística Clássica, Regressão Logística Bayesiana com priori não informativa e Redes Neurais Artificiais com algumas diferentes arquiteturas. O objetivo principal do trabalho é comparar o desempenho destas técnicas na identificação de clientes inadimplentes. Para isto, Foram utilizadas quatro métricas para a comparação dos modelos: Capacidade Preditiva, Curva ROC, Estatística de Kolmogorov Smirnov e a Capacidade de Acerto dos modelos. Dois bancos de dados foram utilizados, um banco artificial e um banco real. O banco de dados artificial foi construído baseado em um artigo de Breiman que gera as variáveis explicativas a partir de uma distribuição normal multivariada e o banco de dados real utilizado trata-se de um problema de Credit Score de uma instituição financeira que atua no mercado varejista brasileiro há mais de vinte anos.
Mostrar mais

188 Ler mais

Sistema de "franchise": uma estratégia alternativa para a hotelaria brasileira

Sistema de "franchise": uma estratégia alternativa para a hotelaria brasileira

pendente, Empresa Hoteleira Integrada - Sistema de "Franchise",. Empresa Hoteleira Integrada - Integração Vertical e Empresa[r]

158 Ler mais

A logística reversa e as cooperativas de reciclagem: um estudo exploratório sob a lente teórica do modelo de negócio

A logística reversa e as cooperativas de reciclagem: um estudo exploratório sob a lente teórica do modelo de negócio

Resumo: Nas áreas urbanas o processo de coleta de material reciclável acontece por meio das cooperativas de catadores. Os catadores de materiais recicláveis atuam como importantes canais de distribuição de logística reversa, a qual se caracteriza como a área da logística empresarial que planeja, opera e controla o fluxo e as informações logísticas correspondentes ao retorno dos bens de pós-venda e de pós-consumo ao ciclo de negócios ou ao ciclo produtivo, por meio dos canais de distribuição reversos, agregando-lhes valor de diversas naturezas: econômico, ecológico, legal, logístico, de imagem corporativa, entre outros Os objetivos desta pesquisa são analisar a criação de valor econômico, social e ambiental dos canais de logística reversa pós-consumo utilizando o “Triple Layer Business Model Canvas (TLBMC)” e quais são os benefícios para a logística reversa do acordo entre as cooperativas, empresas e associações de fabricantes. A abordagem qualitativa será utilizada nesta pesquisa, e o método a ser empregado é o estudo de caso múltiplos, onde serão considerados mais de um objeto de estudo, com caráter exploratório e descritivo. Os objetivos foram alcançados, as principais características sociais, ambientais e econômicos foram registradas.
Mostrar mais

25 Ler mais

Perfil metabolómico da saliva: potencial no diagnóstico da doença de Parkinson

Perfil metabolómico da saliva: potencial no diagnóstico da doença de Parkinson

Análise complementar com regressão logística Como complemento à sPLS-DA foram criados modelos de regressão logística com os metabolitos mais relevantes das componentes e, as[r]

83 Ler mais

Organização logística de um hub-port: estudo de caso do terminal de conteineres de Sepetiba

Organização logística de um hub-port: estudo de caso do terminal de conteineres de Sepetiba

logística com relação aos de outras áreas da empresa quanto à qualidade dos sistemas de informação da. logística quando comparados aos demais de outras[r]

124 Ler mais

A influência do planejamento colaborativo no desempenho de empresas do setor de alimentosA influência do planejamento colaborativo no desempenho de empresas do setor de alimentos

A influência do planejamento colaborativo no desempenho de empresas do setor de alimentosA influência do planejamento colaborativo no desempenho de empresas do setor de alimentos

Sr. R. D.: Não, tem ocorrido avanços significativos na área logística em você fazer um planejamento colaborativo em relação à logística de abastecimento e distribuição entre varejo e indústria isto tem melhorado bastante os resultados de todos os órgãos captadores de abastecimento isso é bastante sensível, você melhora a tecnologia, principalmente com a tecnologia da informação tem trazido ganhos significativos para todo mundo, todos os participantes da cadeia de abastecimento da tecnologia da informação você troca informações eletronicamente você faz gestão de estoque na indústria, a indústria tomando conta da gestão de estoques do varejo, você tem sistemas tecnológicos que permitem fazer reposição automática das lojas sem ter os, melhorando a análise humana desse, desta questão que envolve todo o varejo, porque você acaba mexendo com um número de itens muito grande vai desde uma loja trabalha com 3.000 itens e tem hipermercado que trabalha com 55.000 itens então para você fazer o restante de 55.000 itens em um hipermercado você tem que ter muito recurso humano e muita tecnologia aplicada e a logística aplicada com tecnologia em cima desta cadeia trás ganhos muito significativos outra área é na área de marketing, marketing é obrigatório no varejo e os fornecedores tem que participar você vai fazer um planejamento de anúncios você tem que estar sempre sintonizado com os fornecedores para você fazer seu planejamento junto com a possibilidade ou as melhores oportunidades do fornecedor, isto ocorre acho que desde que o varejo existe e tem melhorado cada vez mais a técnica de merchandising é uma coisa que tem evoluído muito nos últimos anos com o gerenciamento de categorias que é aplicar a gestão do fornecedor em cima de categorias no ponto de vendas então melhorar a exposição de acordo com informações de venda, promoções de lucratividade define posicionamento do produto, melhor posicionamento em determinadas épocas uma coisa que iniciou a uma década e tem evoluído bastante e ainda temos muito para evoluir, gerenciamento de categorias que é a parte de merchandising que é o planejamento colaborativo e estes três pontos são os pontos mais nervosos para a cadeia de abastecimento ter melhores resultados.
Mostrar mais

214 Ler mais

Integração fábrica e obra: caso dos componentes para alvenaria em Fortaleza

Integração fábrica e obra: caso dos componentes para alvenaria em Fortaleza

Algumas empresas construtoras utilizam ferramentas da logística no planejamento de suas obras, é o caso, por exemplo, de projeto de inventário de alvenaria, fornecido pela construtora e seguido com rigor para a colocação do material necessário aos serviços de alvenaria em locais predeterminados. Com isso, a movimentação dentro do espaço de trabalho ganha fluidez, aumentando a produtividade e diminuindo os riscos de acidentes e de perdas de material. Cada pavimento exige uma quantidade exata, conhecida desde o momento do planejamento, o que garante um controle mais rigoroso sobre o material que chega no canteiro, pois cada unidade quebrada, passa a ser conhecida e não mais estimada. O nível de detalhamento pode ser ainda mais específico e exigir que os blocos já venham de fábricas com os furos das caixas elétricas, assim, o tempo com esta atividade dentro do canteiro é minimizado, podendo destinar a mão de obra para atividades de maior valor agregado.
Mostrar mais

132 Ler mais

A logística reversa de pneus:

A logística reversa de pneus:

Como sugestão para futuras pesquisas seria interessante elaborar um estudo para analisar a logística reversa de pneus nos últimos cinco anos, pois no presente estudo não foi conclusiva a análise para saber se houve redução no volume de pneus coletados em 2016, especialmente pelo histórico dos dados ser de apenas um ano. Além disso, devem ser analisadas outras variáveis para tornar a pesquisa ainda mais robusta, como por exemplo, a performance da frota em tempo de paradas, tempo de quebras da viatura, atrasos, horas extras, tempo produtivo, capacidade adequada do veículo, custos, etc.
Mostrar mais

17 Ler mais

Análise do Fluxo Reso dos Bens de PósConsumo em uma Indústria de  de Coco:  de uma Método Sustentável

Análise do Fluxo Reso dos Bens de PósConsumo em uma Indústria de de Coco: de uma Método Sustentável

O excessivo consumo e a pressão para a produção dos produtos fizeram com que resíduos se amontoassem do lado de fora dos muros das indústrias. Controlar os malefícios que esses desperdícios causam ao meio ambiente tornou-se um dos desafios atuais. Fala-se em desperdícios porque reconhecer a preocupação com questão ambiental não está restrita a um ramo de atividade industrial ou localidades específicas, pois essa atitude é abrangente e global. É o primeiro passo para encarar o desafio da busca pela sobrevivência e adequação aos novos paradigmas apresentados às organizações. Portanto, a LR é vista como uma ferramenta a ser transformada em programas que resultem em ganhos para a empresa, para os consumidores e para a sociedade em geral. O objetivo desse trabalho é definir um método eficiente de aplicação da logística reversa no processo de beneficiamento de coco, envolvendo ferramentas de logística reversa e conceitos de sustentabilidade para uma melhor destinação dos resíduos, fundamentando-se em procedimentos metodológicos estruturados, que tratam os conceitos e os fenômenos de forma coerente e consistente. Logo, os dados e informações foram obtidos por meio de uma pesquisa bibliográfica, onde foram pesquisados livros, teses, revistas, artigos, entre outros; e pesquisa de campo, onde foi realizado um estudo da atual situação da empresa através de visitas ao local e reuniões que abordassem o assunto. Assim, esse estudo surgiu da necessidade de se propor um método de logística reversa que contribua para uma efetiva utilização de ferramentas ligadas à gestão ambiental e à sustentabilidade. E o desenvolvimento desse método auxilia no processo de implantação de uma nova rotina de trabalho.
Mostrar mais

100 Ler mais

Show all 2122 documents...