Mecanismo de Transmissão

Top PDF Mecanismo de Transmissão:

Avaliando o mecanismo de transmissão da política monetária por meio do canal do crédito : estimação bayesiana em modelos DSGE com fricções financeiras

Avaliando o mecanismo de transmissão da política monetária por meio do canal do crédito : estimação bayesiana em modelos DSGE com fricções financeiras

Esta pesquisa buscou avaliar a contribuição do mercado financeiro brasileiro para a atividade econômica, quando a economia está sujeita a choques monetários e financeiros. Com ênfase na rigidez de taxas de juros bancárias, competição imperfeita e requerimento de capital, a pesquisa examinou qual, dentre tais características, possui maior efeito aten- uador no mecanismo de transmissão do choque monetário. Numa tentativa de mimetizar os efeitos de uma crise financeira, a pesquisa verificou as respostas quando os bancos são forçados a conter a oferta de crédito em decorrência de um choque que implique a redução do capital bancário.
Mostrar mais

104 Ler mais

O crédito como mecanismo de transmissão da política monetária: aspectos teóricos e evidências empíricas para o Brasil.

O crédito como mecanismo de transmissão da política monetária: aspectos teóricos e evidências empíricas para o Brasil.

Sobre tal prisma, este estudo está de acordo com a teoria econômica apresentada, confirmando a existência do canal de crédito como um importante mecanismo de transmissão da política monetária. Sabendo que, ao mudar a taxa de juros, essa é capaz de atingir o mercado de crédito e, assim, o setor real da economia, uma atenção especial dos agentes e das autoridades monetárias acerca desse ca- nal é de importância essencial. Cabe ressaltar que, dada a complexidade do tema, o estudo não esgota as possibilida- des de pesquisa sobre a questão. Trabalhos futuros podem ser realizados, apesar da robustez do trabalho.
Mostrar mais

18 Ler mais

Universidade Técnica de Lisboa Instituto Superior de Economia e Gestão O Mecanismo de Transmissão da Política Monetária: o papel dos preços dos activos Luís Miguel da Mata Artur Dias Pacheco

Universidade Técnica de Lisboa Instituto Superior de Economia e Gestão O Mecanismo de Transmissão da Política Monetária: o papel dos preços dos activos Luís Miguel da Mata Artur Dias Pacheco

O objectivo da tese consiste em “aferir da importância dos pre ços dos activos no mecanismo de transmissão da política monetária e sua influência sobre a condução da polí[r]

10 Ler mais

Análise do mecanismo de transmissão dos preços internacionais de commodities agrícolas sobre o comportamento da taxa de câmbio real no Brasil

Análise do mecanismo de transmissão dos preços internacionais de commodities agrícolas sobre o comportamento da taxa de câmbio real no Brasil

Bruno Benzaquen Perosa 4 Resumo: Este trabalho analisou o mecanismo de transmissão dos preços internacionais de commodities agrícolas para a taxa de câmbio real no Brasil para o período de janeiro de 2000 até fevereiro de 2010. Foram utilizados modelos de séries temporais (Modelo ARIMA, de Função de Transferência, Análise de Intervenção e Teste de Co-integração de Johansen) para a determinação das elasticidades de curto e longo prazo. Os resultados do Modelo de Função de Transferência mostram que variações nos preços internacionais das commodities agrícolas são transmitidas para a taxa de câmbio real no Brasil no curto prazo, porém, essa transmissão é menor que a unidade, configurando uma relação inelástica. Os testes de co-integração mostram que essas variáveis não co-integram, longo não convergem para o equilíbrio no longo prazo. Esses resultados estão de acordo Cashim et al. (2004), o qual também não encontrou relacionamento de longo prazo entre a taxa de câmbio real e os preços de commodities no caso do Brasil. Esses resultados mostram que choques monetários têm maior peso nas variações da taxa de câmbio real do que choques reais.
Mostrar mais

25 Ler mais

Mecanismo de transmissão da política monetária : uma análise do canal de crédito para a economia brasileira pós real

Mecanismo de transmissão da política monetária : uma análise do canal de crédito para a economia brasileira pós real

Também se encontra resultados conflitantes com relação a este mecanismo de transmissão monetária no Brasil, ou seja, a não existência do canal de empréstimos na economia brasileira no trabalho de Graminho e Bonomo (2002). Os autores utilizam o método de estimação em dois estágios e dados em painel. Assim, ao analisar a estimação por dois estágios, mostram que choques positivos na taxa de juros não têm efeito significativo sobre a oferta de crédito, pois os coeficientes dos bancos (pequenos, médios e grandes) foram significativos, mas não tiveram o sinal esperado. Esse método leva a uma perda do potencial estatístico, por isso adotado para a confirmação dos resultados, o uso da metodologia da estimação em painel, por ser mais robusto. Concluem, ainda, que os aumentos das taxas de juros aumentam os lucros dos bancos. Isso significa que o aumento do seu financiamento interno não depende dos depósitos para financiar seus empréstimos, contrariando a visão do credito para transmissão de política monetária para o período analisado.
Mostrar mais

167 Ler mais

Mecanismo de transmissão na política monetária sobre os preços dos ativos no Brasil

Mecanismo de transmissão na política monetária sobre os preços dos ativos no Brasil

Pode-se concluir que os resultados da análise da janela de longo prazo indicam que quando há elevação dos juros o comportamento dos retornos acionários acumulados não registrou alterações significativas em ambos os modelos de retornos normais. Entretanto, o que se notou foi um comportamento acionário inverso entre os modelos IBX-50 e RAM em ambas as categorias de empresas. Em outras palavras, no modelo IBX-50 os retornos anormais registraram taxas negativas e decrescentes na janela do evento, enquanto que no modelo RAM aqueles excessos de retornos registraram taxas crescentes. Isto pode ser explicado que apesar das empresas apresentarem rentabilidade acima da média dos trinta dias anteriores aos eventos, elas tenderam a perder liquidez com as elevações dos juros. Por outro lado, quando houve reduções dos juros, os investidores tenderam a aplicar nas ações que receberam “boa notícia” no dia dos eventos, ou seja, eles investiram nas empresas que apresentaram excessos de retornos positivos no dia dos anúncios, fato que não se comprova para o grupo de empresas da categoria “má notícia”. Neste caso, nota-se uma divisão em dois grupos distintos de empresas da carteira IBX- 50 T logo após as reduções dos juros, em termo de retorno anormal acionário. Os investidores tenderam a investir nas empresas da categoria “boa notícia” e ao mesmo tempo tenderam a vender as ações das empresas da categoria “má notícia”. Isto significa dizer que por um lado um grupo de empresas foi beneficiado e por outro prejudicado com as reduções da taxa básica de juros entre o período de 2000 a 2002. Então, pode-se dizer que o mecanismo da política monetária afetou os preços das ações incluídas na carteira de estudo IBX-50 T quando houve anúncios de reduções da taxa básica de juros.
Mostrar mais

143 Ler mais

O mecanismo de transmissão monetária na economia brasileira pós-Plano Real.

O mecanismo de transmissão monetária na economia brasileira pós-Plano Real.

Este trabalho estima o mecanismo de transmiss˜ ao monet´aria da economia brasileira p´os-Plano Real via um modelo VAR cointe- grado para o estoque real de moeda, renda real agregada, infla¸c˜ao, e taxas de juros de curto e longo prazo. Para dar uma conota¸c˜ ao estrutural ao sistema dinˆ amico estimado, identificamos os vetores de cointegra¸c˜ao a partir de rela¸c˜oes econˆ omicas de equil´ıbrio. Os resultados emp´ıricos evidenciam que o estoque real de moeda ´e uma tendˆencia estoc´astica comum do sistema e que existem trˆes rela¸c˜oes de longo prazo. A primeira corresponde a uma curva IS estabele- cendo uma rela¸c˜ao negativa entre o hiato do produto real e a taxa de juros real. O segundo vetor de cointegra¸c˜ao determina o n´ıvel de reservas em fun¸c˜ao da velocidade da moeda, da infla¸c˜ao e das taxas de juros de curto e longo prazo. A terceira rela¸c˜ao identifica a regra de rea¸c˜ao monet´aria do Banco Central para fixar a taxa de juros SELIC. Finalmente, a dinˆ amica de curto prazo impl´ıcita na representa¸c˜ao VECM e a an´alise de impulso-resposta ilustram a boa aderˆencia do modelo.
Mostrar mais

28 Ler mais

União monetária Européia: diferenças no mecanismo de transmissão monetária

União monetária Européia: diferenças no mecanismo de transmissão monetária

differences in the persistence of monetary shocks in pre-EMU era might may be explained by (i) different relative weights that monetary authorities attached to inflation and output, as d[r]

35 Ler mais

Transmissão vetorial da doença de Chagas em Mulungu do Morro, Nordeste do Brasil.

Transmissão vetorial da doença de Chagas em Mulungu do Morro, Nordeste do Brasil.

Quando analisamos os casos com mecanismo de transmissão não-estabelecido, observamos que além da maior freqüência relativa de casos, a idade média foi mais elevada, estabelecendo dois grupos populacionais estatisticamente diferentes. Por outro lado, determinamos que quando as mães tinham sorologias positivas, existia 2,5 vezes mais risco dos filhos terem a sorologia positiva para doença de Chagas. Contudo, a idade média mais (26,6 anos) elevada no grupo de transmissão não- estabelecido, indica que as respectivas mães, também tinham idade mais elevada e, estariam em grupos etários
Mostrar mais

5 Ler mais

Efeitos reais da transmissão de política monetária: comparação empírica entre Brasil e Argentina

Efeitos reais da transmissão de política monetária: comparação empírica entre Brasil e Argentina

A teoria econômica aponta para a neutralidade dos efeitos cambiais reais no horizonte de longo prazo, quando a regra da paridade do poder de compra prevalece. No curto prazo, porém, efeitos reais transitórios são perfeitamente observáveis. Uma elevação nas taxas de juros nominais pela autoridade monetária faz com que a taxa de câmbio nominal 4 caia, dado que o diferencial nos juros internos e externos torna os ativos em moeda nacional mais atraentes do que aqueles em moeda estrangeira. Sob a hipótese de os preços do mercado real apresentarem rigidez nominal, demandando um período de tempo para se ajustarem à nova realidade, acontece, no momento imediatamente a seguir, a apreciação real, ao menos temporária, da moeda nominal. No longo prazo, quando os preços já estiverem reacomodados, segundo o novo equilíbrio, esse efeito tende a dissipar-se. Com a valorização real da moeda nacional, os bens e serviços domésticos exportáveis tornam-se menos atraentes no mercado internacional. Por outro lado, os bens e serviços importados passam a ser relativamente mais baratos no mercado interno, inibindo a produção doméstica de itens similares. A conjugação das duas forças leva à queda na exportação líquida, com a conseqüente redução na demanda e na produção agregada da economia nacional. Como se observa, esta visão do mecanismo de transmissão considera a moeda estrangeira como um ativo cujo preço relativo sofre influência de ações de política monetária e a sua atuação é no sentido de ampliar os efeitos recessivos de uma política monetária contracionista, sendo que o reforço será mais expressivo quanto mais aberta for a economia. Neste sentido, as pequenas economias abertas tendem a apresentar canal cambial mais atuante, dado que nelas, o peso relativo de produtos transacionados com o exterior é maior. Esquematicamente, tem-se:
Mostrar mais

70 Ler mais

Educação básica no Brasil: a agenda da modernidade.

Educação básica no Brasil: a agenda da modernidade.

Hoje se constata, por toda parte, o fracasso das tentativas de se valer da educação formal como mero mecanismo de transmissão de ideologias convencionais, tal como se tentou, no Brasil, [r]

12 Ler mais

Pesquisa de Trichinella spiralis em suínos abatidos na região noroeste do estado do Paraná, Brasil

Pesquisa de Trichinella spiralis em suínos abatidos na região noroeste do estado do Paraná, Brasil

Resumo: Os parasitas do gênero Trichinella spp. causa uma zoonose de ampla distribuição mundial, conhecida por triquinelose. A espécie Trichenella spiralis é a mais prevalente nas infecções humanas e os suínos domésticos constituem seu reservatório principal. Em humanos, o principal mecanismo de transmissão é o consumo de carne suína crua ou mal cozida contendo larvas do parasita, mas produtos como salames, lingüiça e bacon, elaborados com carne suína contaminada, Em face dos prejuízos que pode causar à saúde pública, a triquinelose tem sido constante preocupação dos mais exigentes mercados consumidores de carne suína. O objetivo deste estudo foi pesquisar a presença de Trichinella spiralis em suínos abatidos na região noroeste do estado do Paraná. Foram examinadas
Mostrar mais

8 Ler mais

O canal de crédito na transmissão de política monetária: evidências para o Brasil

O canal de crédito na transmissão de política monetária: evidências para o Brasil

financiamento interno ou externo. De acordo com a visão de crédito, a política monetária afeta as condições do mercado de crédito e, portanto, as decisões de financiamento de famílias e empresas. As conclusões desse trabalho são que o canal tradicional de taxa de juros não deve ser considerado como explicação única e exclusiva do mecanismo de transmissão. Nos modelos de crédito considerados, o produto responde a variações na variável de custo financeiro. Além disso, os choques de política monetária explicam uma parte maior da variação da produção industrial nos modelos de canal de crédito do que no modelo que considera apenas a taxa de juros referencial. Análise feita por Gambacorta (2005) sugere a existência de bank lending channel para a Itália.
Mostrar mais

43 Ler mais

REFLEXÕES SOBRE A POLÍTICA SOCIAL A PARTIR DO CONTEXTO MONETÁRIO INTERNACIONAL: UMA DISCUSSÃO PRELIMINAR

REFLEXÕES SOBRE A POLÍTICA SOCIAL A PARTIR DO CONTEXTO MONETÁRIO INTERNACIONAL: UMA DISCUSSÃO PRELIMINAR

Em suma, a dimensão local é dramaticamente influenciada pelo âmbito global, cujo mecanismo de transmissão dos efeitos da política social internalizadas no local se[r]

15 Ler mais

Estimação da curva de salários para a região Centro-Oeste : uma abordagem com pseudodados de painel

Estimação da curva de salários para a região Centro-Oeste : uma abordagem com pseudodados de painel

inversa entre a variação do salário e a taxa de desemprego conhecida como curva de Phillips.. Esta relação reflete, por sua vez, uma parte relevante do mecanismo de transmissão de políti[r]

78 Ler mais

Contribuição para uma nova leitura do texto teatral

Contribuição para uma nova leitura do texto teatral

... É interessante assinalar que o funcionamento da linguagem teatral como mecanismo de transmissão de atos de fala sérios é resultado de uma intencionalidade cole[r]

18 Ler mais

O MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO LIMPO

O MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO LIMPO

Ademais, a Comissão Interministerial atua com respeito aos direitos adquiridos e atos jurídicos perfeitos, em cumprimento à legislação aplicável. Nesta linha, a Co- missão Interministerial aplica as normas contidas em suas resoluções sem caráter retroativo, reservando-se a capacidade de sempre anular ou revogar a Carta de Aprovação caso uma atividade de projeto aprovada pela Comissão Interministerial no âmbito do MDL cometa uma ilegalidade ou contrarie um interesse público. Portanto, as disposições contidas nas resoluções publicadas pela Comissão Intermi- nisterial aplicam-se somente às atividades de projeto no âmbito do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo que tiveram a sua validação iniciada após a entrada em vigor da respectiva resolução (data esta que normalmente coincide com a publica- ção da resolução no Diário Oficial da União).
Mostrar mais

136 Ler mais

O Mecanismo da Mais Valia Relativa.

O Mecanismo da Mais Valia Relativa.

Fine (2009) respondeu a Lebowitz argumentando que a luta de clas- se se situa a um nível de análise mais concreto, e que o mecanismo da mais valia relativa pertence a um nível de abstração mais alto, an- terior à análise da luta de classe. Por isso procurou fazer uma crítica do conceito de grau de divisão entre os trabalhadores. No entanto, sua crítica (2008) transforma tudo em particularidade e complexi- dade, do que resulta que nenhuma norma ou média é possível: os salários são gastos de acordo com cada um; cada mercadoria entra de forma diferente no consumo de cada estrato da força de trabalho. Toda essa diversidade é mobilizada para combater o conceito de grau de divisão entre os trabalhadores como categoria agregada capaz de explicar o estado da luta de classe e as suas resultantes em termos de salário e a mais valia. Para ele, o processo de divisão dos ganhos de produtividade não pode ser reduzido a uma simples variável como, por exemplo, o grau de divisão proposto por Lebowitz. Fine levanta questões importantes (2008, p. 109), mas as utiliza com o objetivo de obstaculizar a análise teórica agregada. Como se determina a cesta de consumo? Como muda? Como lidar com a diversidade de consumo já que os trabalhadores recebem em dinheiro e não em mercadorias?
Mostrar mais

26 Ler mais

MÔNICA ALVES DE MACÊDO BRASÍLIA 2011

MÔNICA ALVES DE MACÊDO BRASÍLIA 2011

74 utilização de machos e fêmeas na inoculação explica a diminuição da taxa de infecção apresentadas nos ensaios de transmissão em comparação com os ensaios realizados para a padronização, onde apenas fêmeas foram utilizadas. Plantas que após a inoculação apresentavam pelo menos um inseto vivo foram consideradas para efeito de avaliação. As três cultivares de tomate avaliadas apresentaram alta taxa de infecção com detecção por PCR, variando de 94,4 a 100%. Mas, a Viradoro apresentou a maior quantidade de plantas sintomáticas após três semanas da inoculação, sendo assim, a cultivar escolhida como planta-teste para a realização dos ensaios de transmissão. A utilização dessa cultivar facilitou a identificação de plantas infectadas sem a necessidade de realização de detecção por PCR quando plantas foram inoculadas com apenas um vírus, e quando a inoculação foi com os dois isolados a detecção foi realizada por PCR em todas as plantas inoculadas. Devido à dificuldade de manutenção de duas colônias virulíferas com os dois isolados avaliados no trabalho, foi avaliado o método de aquisição do vírus pelo vetor. Foi avaliado a porcentagem de plantas inoculadas com ToSRV por insetos mantidos sob várias gerações em plantas de tomateiro infectado ou mantidos em folhas de tomateiro infectado por um período de inoculação igual a 48h. A porcentagem de infecção em plantas de tomateiro inoculadas com um inseto/planta confinado por copos plásticos provenientes de colônia virulífera ou alimentados por 48h em folhas de plantas de tomateiro infectados foi respectivamente igual a 47,05 e 45,00%. Constatou-se que na utilização de moscas-brancas mantidas em plantas infectadas ou alimentadas em folhas destacadas de tomateiro infectado por período de aquisição igual a 48h não havia diferença significativa na porcentagem de transmissão. Por isso, adotou-se o método de aquisição por uma folha destacada de tomateiro infectado por período de inoculação igual a 48h.
Mostrar mais

108 Ler mais

A família e a transmissão psíquica

A família e a transmissão psíquica

A questão da transmissão psíquica é central no grupo familiar e nos remete à inscrição do sujeito em uma cadeia geracional da qual ele é um elo. A transmissão psíquica geracional consiste na precedência do sujeito por mais um outro, na condição de herdeiro forçado, beneficiário, mas também pensador e, até mesmo criador daquilo que lhe foi transmitido. Cada um, bem como cada grupo, tem como tarefa construir, organizar e transformar certas heranças não elaboradas, mantidas em estado bruto e que se infiltram no presente. Assim, a função do grupo familiar é transmitir a herança psíquica adquirida e fundadora tanto dos membros, como do conjunto, perpetuando, conservando a sua identidade, e dando vida para além dos mortos (GRANJON, 2000).
Mostrar mais

15 Ler mais

Show all 8473 documents...