Medidas antidumping

Top PDF Medidas antidumping:

Integração econômica e defesa comercial: medidas antidumping nos acordos regionais...

Integração econômica e defesa comercial: medidas antidumping nos acordos regionais...

A Declaração Ministerial que deu início à Rodada Uruguai não fez nenhuma menção às medidas antidumping. No entanto, conforme as negociações foram seguindo seu curso, questões envolvendo antidumping começaram a ser discutidas. Diversos países manifestaram sua preocupação em relação a práticas adotadas por determinadas autoridades, principalmente dos EUA e União Europeia (na época, Comunidades Europeias), que, apesar de não serem ilegais à luz do disposto no Artigo VI do GATT e do Código Antidumping de 1979, eram tidos como injustas. Alguns exemplos incluem: (i) a prática do zeramento (zeroing), que significava a desconsideração de margens negativas de dumping quando da comparação da média dos preços praticados em terceiros países, e que, portanto, quase sempre garantiam a existência de uma margem de dumping; (ii) a exigência, de acordo com as regras internas dos EUA, de que, para a construção do valor normal, as despesas relacionadas a vendas e o valor do lucro deveriam representar no mínimo dez e oito por cento, respectivamente, do custo de produção; (iii) o uso arbitrário do conceito de “fatos disponíveis” para fins de determinação de margem de dumping, sempre que uma parte interessada não fornecesse as informações necessárias para a condução da investigação; (iv) o percentual baixo (0.5%) utilizado pelos EUA no que se refere à regra de minimis, considerando a disposição do Código Antidumping de 1979 sobre o encerramento das investigações, sempre que a margem de dumping apurada fosse insignificante; e (v) a não utilização, pelos EUA, dos procedimentos de revisão dos direitos antidumping aplicados, que eram necessários periodicamente para verificar se a medida ainda era adequada para neutralizar os efeitos do dumping. 39
Mostrar mais

173 Ler mais

Impactos de medidas "antidumping" adotadas pelos EUA sobre o setor siderúrgico de Minas Gerais e o restante do Brasil.

Impactos de medidas "antidumping" adotadas pelos EUA sobre o setor siderúrgico de Minas Gerais e o restante do Brasil.

Analisando pela ótica de Minas Gerais, também não se nota grande di- ferença. O total de produtos exportados que foram alvo de medidas adotadas pe- los EUA corresponde a pouco mais de 11% do montante que o referido Esta- do exportou para este país. A magnitu- de desses valores percentuais, porém, não deve afetar o escopo deste trabalho, vis- to que o objetivo central consiste em ve- rificar se as medidas antidumping podem, de fato, alterar o fluxo comercial. Em se confirmando tal hipótese, buscou-se ve- rificar como isso afetaria a produção e o emprego dos demais setores em MG e no restante do Brasil. Logo, mesmo que o impacto da medida seja relativamente pequeno, pode-se fazer inferência sobre o que poderá ocorrer caso mais medidas sejam adotadas sobre as exportações des- se setor.
Mostrar mais

42 Ler mais

Medidas "antidumping" e resultados colusivos: o caso do PEBDL na economia brasileira.

Medidas "antidumping" e resultados colusivos: o caso do PEBDL na economia brasileira.

Caso a decisão seja por abrir in- vestigação, o prazo para a conclusão des- ta é de um ano após sua abertura, poden- do ser prorrogado por até seis meses. Nesse período, são levantadas informa- ções, via questionários, com as partes im- plicadas, bem como são realizadas audiên- cias. Durante o processo de investigação, pode ocorrer a aplicação de medidas anti- dumping provisórias, uma vez constatada a necessidade da medida para impedir que ocorra dano maior à indústria do- méstica durante o período de investiga- ção (COMEXT, 2003). Ainda durante a investigação, o processo poderá ser sus- penso, se ocorrer por parte do exportador uma manifestação voluntária de revisão de preços ou interrupção das exporta- ções a preços de dumping.
Mostrar mais

25 Ler mais

A eficiência e a eficácia das normas antidumping na OMC e suas repercussões no direito concorrencial brasileiro

A eficiência e a eficácia das normas antidumping na OMC e suas repercussões no direito concorrencial brasileiro

O presente trabalho analisa a questão da eficiência e da eficácia da aplicação das medidas antidumping, regulamentadas pela Organização Mundial do Comércio (OMC) e as suas repercussões no direito concorrencial brasileiro. Em um primeiro momento, desenvolve-se uma evolução histórica do surgimento da OMC, desde o início do Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio (GATT)-1947 até a Rodada Uruguai, traçando um perfil desse organismo internacional que representa o comércio mundial e as suas regras obrigacionais estabelecidas para os seus Estados-Membros. Posteriormente, destaca-se a nova forma implementada pela OMC para solucionar as controvérsias, forma essa que ficou conhecida como “Entendimento Relativo às Normas e Procedimentos sobre Solução de Controvérsias (ESC)”, disciplinada no Anexo II dos Acordos da Rodada Uruguai, em substituição ao antigo sistema de solução de controvérsias realizado pelo GATT, que se encontrava extremamente sem credibilidade, principalmente no que tange ao cumprimento de suas determinações. No presente trabalho são utilizados os métodos dedutivo e indutivo, além dos métodos histórico e comparativo. Destaca-se a questão da conceituação de dumping e de suas formas de repressão. Além disso, desenvolve-se um estudo de sua regulamentação nos Estados Unidos da América (EUA) e no Brasil, através de um direito comparado. É também abordada a questão da regulamentação da concorrência internacional, após o período de liberalização das economias, em especial daquelas compostas por países em desenvolvimento, nelas enquadrando-se o Brasil. Constata-se que as medidas liberalizantes do comércio internacional não são antagônicas com aquelas referentes ao processo de defesa econômica dos Estados. Entretanto, conclui-se que a maior parte dos Estados, entre eles o Brasil, vêm aplicando as medidas defensivas, dentre elas destacam-se as medidas antidumping, visando a proteção de determinados setores de seus mercados, prejudicando diretamente a busca pela livre competição internacional. O trabalho alcança, ainda, um levantamento de que o Brasil ocupa uma porção muito pequena no comércio global, inferior a 1% do comércio registrado pela OMC, e que precisa aumentar significativamente a sua parcela de profissionais no setor do Direito do Comércio Internacional para conseguir uma melhor atuação nos painéis que envolvam empresas brasileiras ou empresas estabelecidas em território nacional. Por derradeiro, conclui-se que a OMC, apesar de possuir objetivos nobres, não é utilizada por todos os seus Estados-Membros, já que tem uma legislação complexa e, conseqüentemente, pouco acessível tanto intelectualmente quanto financeiramente para a grande maioria de seus participantes.
Mostrar mais

155 Ler mais

De acordo com a Organização Mundial do Comércio – WTO (2015),1a Argentina foi a maior usuária de barreiras comerciais antidumping (AD

De acordo com a Organização Mundial do Comércio – WTO (2015),1a Argentina foi a maior usuária de barreiras comerciais antidumping (AD

aumentou nos EUA com o crescimento do desemprego e a diminuição da utilização da capacidade instalada da indústria. Além disso, o autor verifi cou a infl uência da variação real do dólar sobre o número de medidas antidumping para os EUA e encontrou uma relação positiva. Logo, uma valorização do dó- lar levava a um crescimento de processos antidumping. Resultado semelhante também foi encontrado por Irwin (2005) ao analisar o mesmo país entre 1947 e 2002. Todavia, Feinberg (1989), analisando a economia dos EUA entre 1982 e 1987, encontrou uma relação contrária entre a valorização do dólar e o número de processos antidumping. Em estudo mais recente, utilizando dados das EUA, União Europeia, Austrália e Canadá para o período de 1980 e 1998, Knetter e Prusa (2003) concluíram que a apreciação do câmbio real e a diminuição do PIB real tendem a aumentar as reclamações antidumping.
Mostrar mais

32 Ler mais

MEDIDAS DE DEFESA COMERCIAL NO BRASIL E IMPACTO ANTICONCORRENCIAL — 1989 A 2015

MEDIDAS DE DEFESA COMERCIAL NO BRASIL E IMPACTO ANTICONCORRENCIAL — 1989 A 2015

Este trabalho analisa a relação entre medidas de defesa comercial e a concorrência no Brasil. Para tal, cruzamos as informações da aplicação de medidas de defesa comercial com a análise de atos de concentração e processos instaurados pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) para averiguar condutas anticompetitivas. Com o intuito de descrever a atuação brasileira na aplicação de medidas de defesa comercial, foram identificados todos os casos de aplicação de medidas de defesa comercial no período de 1989 a agosto de 2015. As medidas de defesa comercial foram então classificadas de acordo com o tipo de medida, país de origem, tipo de alíquota, o setor econômico envolvido, com base na Nomenclatura Comum do MERCOSUL (NCM), no nível de seção, ocorrência de atos de concentração ou processos para apurar condutas anticompetitivas, tipo de conduta anticompetitiva. Para direitos antidumping foram determinadas ainda a forma de apuração do valor normal e se foi aplicado direito menor que a margem de dumping apurada. Esse estudo nos permitiu identificar quais os setores que se beneficiaram com a aplicação de medidas de defesa comercial, qual o grau de concentração da indústria protegida, número de atos de concentração e práticas de condutas anticompetitivas relacionadas a medidas de defesa comercial. Observou-se, no período 2010-2014, um aumento de 134% no número de medidas antidumping em vigor. As medidas de defesa comercial protegem principalmente os setores de bens intermediários e os mercados concentrados.
Mostrar mais

73 Ler mais

O antidumping como parte de políticas comerciais e industriais estratégicas MESTRADO EM DIREITO

O antidumping como parte de políticas comerciais e industriais estratégicas MESTRADO EM DIREITO

As medidas antidumping são um dos mecanismos mais utilizados pelos membros da Organização Mundial do Comércio (OMC) e previstos nos acordos internacionais no âmbito da mesma Organização, para conter a entrada de produtos estrangeiros no mercado interno. Apesar de haver uma relativa uniformidade quanto à aplicação das referidas medidas – por derivarem da internalização do Acordo Antidumping – ainda existe uma grande discricionariedade na forma como os membros da OMC fazem uso das mesmas, em especial quanto ao interesse nacional. Dessa forma, países em desenvolvimento poderiam utilizar o antidumping com uma lógica diferente da que é empregada em países desenvolvidos; não para satisfazer as pressões da indústria doméstica que foi afetada pelo processo de liberalização comercial, mas como parte de políticas públicas mais amplas, que busquem o desenvolvimento da nação como um todo. Nesse sentido, é notório que pelo menos os dois países que mais pregam o liberalismo comercial – Inglaterra e Estados Unidos – se utilizaram de políticas intervencionistas agressivas para alcançarem o seu atual nível de desenvolvimento, as quais não podem ser utilizadas pelos países em desenvolvimento de hoje, por força dos acordos internacionais. Do mesmo modo, parece fundamental que os países em desenvolvimento façam uso de todos os mecanismos previstos nos acordos internacionais para a efetivação de políticas públicas eficientes, sendo um dos principais o antidumping. Essa utilização das medidas antidumping, pelo menos no Brasil, é coerente com a opção constitucional brasileira; representa pouca possibilidade de retaliação direta ou contestação no Órgão de Solução de Controvérsias da OMC; pode oferecer mais credibilidade às políticas públicas; possibilita uma ratio econômica mais sólida; e facilita o controle jurisdicional das medidas.
Mostrar mais

243 Ler mais

O dumping e as normas internas de proteção à concorrência empresarial

O dumping e as normas internas de proteção à concorrência empresarial

Diante da ausência de previsão legal estabelecendo instância superiora para a revisão das decisões por órgão ou tribunal independente da Secex, a parte insatisfeita com a decisão administrativa pode recorrer ao Judiciário, com fundamento no princípio da inafastabilidade da tutela jurisdicional previsto no inciso XXXV, art.5º, da Constituição Federal. Entretanto, a insatisfação originada pela aplicação de medidas antidumping normalmente resulta no encaminhamento do caso ao Órgão de Solução de Controvérsias da OMC, em detrimento às vias judiciais do país importador. A experiência tem demonstrado que o Judiciário não se encontra preparado para decidir questões referentes à aplicação de medidas antidumping, em razão de sua especificidade e complexidade técnica, o que torna a via judicial um meio pouco utilizado pelas partes nos casos de conflitos decorrentes da aplicação da legislação antidumping, sendo raras as decisões judiciais referentes ao dumping no Brasil.
Mostrar mais

234 Ler mais

Em que Consistea Inteligência Artificial

Em que Consistea Inteligência Artificial

• Assim como existe medidas de inteligência para Assim como existe medidas de inteligência para.. humanos é possível ter medidas de inteligência para humanos é possível ter medidas de in[r]

47 Ler mais

Medidas de promoção e proteção: estudo da perceção das medidas e da resiliência dos pais biológicos

Medidas de promoção e proteção: estudo da perceção das medidas e da resiliência dos pais biológicos

A decisão pela aplicação de uma medida de promoção e proteção que implica a separação da criança e dos seus pais biológicos por um determinado período de tempo, quando comunicada e efetivada, é geradora de reações, sentimentos, mudanças e adaptações. Durante o período de tempo em que a criança e os pais estão separados, se o projeto de vida da criança passar pela reunificação familiar, inicia-se uma intervenção nesse sentido, sendo necessário o envolvimento e participação da família neste processo de mudança e restabelecimento individual e familiar. Uma das dificuldades que os profissionais que intervêm neste âmbito, junto das famílias, enfrentam, prende-se com o compromisso da família para com a intervenção. Este compromisso, refletido através do seu envolvimento na vida da criança, realizando as visitas, trabalhando os aspetos geradores de risco para a criança, pode ser comprometido pela perceção que a família tem dos serviços de proteção e do próprio sistema de proteção. Pensando-se no contexto específico em que há uma retirada, o momento em que esta é decidida, a sua previsibilidade pela família, o momento e a forma como esta é comunicada, os motivos apontados pelos profissionais, a forma como a saída é feita, assim como toda a fase em que é vivida a medida e o afastamento da criança da sua família, torna-se relevante vê-los através da perspetiva dos pais que, sendo agentes principais no processo de reunificação não podem ser desimplicados, pois sem o seu envolvimento dificilmente a criança poderá voltar para junto da família. Por outro lado, este processo, que tem por objetivo último a reunificação, é um desafio à capacidade de mobilização dos recursos internos e externos da família e é, também, um processo de resiliência, em que os indivíduos e a unidade familiar, procuram superar as adversidades. Desta forma, surgem duas grandes questões às quais procuramos responder: (1) qual é a perceção dos pais sobre a medida que levou à retirada do seu filho; (2) que relação existe entre a perceção das medidas de promoção e proteção e a capacidade de resiliência dos pais.
Mostrar mais

100 Ler mais

Avaliação dos principais programas de boas práticas agropecuárias implantados no Brasil para promover a sustentabilidade da cadeia leiteira

Avaliação dos principais programas de boas práticas agropecuárias implantados no Brasil para promover a sustentabilidade da cadeia leiteira

Além dessas, os programas B e C também podem ser ajustados para garantirem que a rotina de ordenha não lesione os animais ou introduza contaminantes no leite, importantes medidas defendidas por Brito et al. (2004), Vallin et al. (2009), Yamazi et al. (2010) e Matsubara et al. (2011), dentre outros. Também podem melhor promoverem a área de bem-estar animal como um todo, principalmente para garantirem que os animais sejam livres de sede, fome e desnutrição, livres de desconforto, livres de dor, injúrias e doenças, e livres de medo, sendo essa área estratégica na visão de Trevisi et al. (2006), FAO (2009) e de Von Keyserlingk & Hötzel (2015). O programa C também pode promover melhor a área de meio ambiente como um todo, assim como B, o programa mais robusto na área de meio ambiente, também pode melhor implementar um sistema de produção ambientalmente sustentável, sendo a melhoria do desempenho ambiental uma questão-chave para o sector leiteiro mundial segundo a Federação Internacional de Lácteos (IDF, 2009).
Mostrar mais

150 Ler mais

Das medidas cautelares e de polícia

Das medidas cautelares e de polícia

Por fim, cumpre-se fazer uma alusão à revista enquanto medida preventiva, que deve ser levada a cabo no cumprimento dos fins da segurança interna, ou seja, garantir a ordem, a segurança e a tranquilidade públicas, conforme resulta do art.º 1º da LSI. Esta revista visa tutelar bens jurídicos fundamentais, tais como, a vida e a integridade física e, ainda, prevenir a violação de um bem jurídico individual cujo valor é superior ao restringido através da aplicação desta medida policial. Encontra-se prevista na al. a) do art.º 29º da LSI (medidas especiais de polícia) e serve para detectar a presença de armas, substâncias ou engenhos explosivos ou pirotécnicos, entre outros, e, ainda, pessoas procuradas ou em situação irregular no território nacional ou que se encontrem privadas da sua liberdade. Não obstante ser levada a cabo como medida de polícia, uma vez verificada alguma situação prevista na al. a) do art.º 29º da LSI, passará a revestir o carácter de revista como medida cautelar e de polícia, ao abrigo do n.º1 do art.º 251º do CPP. 117 ____________________
Mostrar mais

63 Ler mais

O Acordo Antidumping e o contencioso Brasil x Estados Unidos do Suco de Laranja na OMC

O Acordo Antidumping e o contencioso Brasil x Estados Unidos do Suco de Laranja na OMC

Como vimos na primeira seção, este método de comparação de cada venda e não do produto em seu conjunto, bem como o método do zeroing, é incompatível com o Acordo Antidumping da OMC. Dessa maneira, quando a OMC decidiu contrariamente às práticas estadunidenses, o USITC revogou “the existing antidumping duty order on certain orange juice from Brazil would not be likely to lead to continuation or recurrence of material injury within a reasonably foreseeable time” (USITC 4311, 2012). Logo, o United States Customs and Border Protection (USCBP), que é o órgão que aplica as medidas relacionadas ao comércio exterior, concordou com a determinação. Antes, porém, uma nova barreira foi imposta: a proibição de importação de suco produzido com laranjas tratadas com o carbedazim, um pesticida largamente utilizado na citricultura, inclusive na brasileira, e proibido nos Estados Unidos. Demonstrando que embora o setor citrícola possua grande importância em um dos estados mais ricos da federação estadunidense, o setor não articula cadeias complexas e relevantes na economia nacional estadunidense, levando os EUA a acatarem a decisão contrária à sua citricultura sem objeções, visando evitar constrangimentos no âmbito internacional.
Mostrar mais

26 Ler mais

Medidas Socioeducativas

Medidas Socioeducativas

Ato infracional é todo crime ou contra- venção penal tipificado no Código Penal e prat- icado por criança e adolescente terá a denomi- nação de ato infracional pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, onde existem medidas para responsabilização do ato praticado, respeitando a fase que a criança e adolescente se encontram. Sendo criança, ou seja, menor de 12 anos de idade, o Estatuto da Criança e do Adolescente estabeleceu medidas protetivas, onde o órgão re- sponsável é o Conselho Tutelar e em alguns casos a criança deverá ser encaminhada para o Poder Judi- ciário, como por exemplo nos casos em que a criança for incluída em acolhimento institucional.
Mostrar mais

17 Ler mais

Medidas de Concentração

Medidas de Concentração

Este tipo de decomposição da entropia constitui-se em um dos principais atrativos na uti- lizaçio desta medida (inversa) de concentração.. i-[r]

33 Ler mais

Medidas de proteção ao

Medidas de proteção ao

Este trabalho objetiva identificar e analisar os fatores que conduzem ao superendividamento das empresas. Para isso, é primordial conceituar e caracterizar a qualidade o superendividamento; identificar e analisar a atuação das empresas diante dessa problemática; analisar as medidas que envolvem a resolução dos problemas ligados ao superendividamento. Empreende-se uma pesquisa bibliográfica com caráter descritivo, exploratório e uma análise qualitativa. Inicia-se a pesquisa abordando os conceitos, características e classificação do consumidor superendividado. Segue-se analisando a atuação das empresas, fazendo uma análise direcionada para a propagação do superendividamento. Conclui-se que a apresentação as medidas que podem ser tomadas para que essa problemática, ou seja, o superendividamento possa ser resolvido. Nesse sentido, destaca-se a importância da expansão, na economia moderna, do crédito, assim como o superendividamento do consumidor. É importante mencionar que o endividamento apresenta-se como sendo um fenômeno que afeta a vida moderna, sendo bem mais comum, na sociedade de consumo atual, em eu o cidadão adquire status no seu grupo, na medida em que os bens são consumidos.
Mostrar mais

51 Ler mais

Medidas de coaco

Medidas de coaco

Não obstante, do ponto de vista formal, o CPP aglutinar num único tipo de medida de coacção, por um lado as medidas descritas no artigo 199.º e, por outro, aquelas que o estão no artigo 200.º, em função dos seus elementos comuns, a verdade é que qualquer destes artigos prevê limitações bastante diferentes à liberdade individual. No artigo 199.º prevê-se a suspensão de actividades de natureza tão heterogénea como o exercício de profissão, função ou actividade, públicas ou privadas, o poder paternal, a tutela, a curatela, a administração de bens ou a emissão de títulos de crédito. No artigo 200.º, a diversidade não é menor, pois estão previstas situações que vão desde a proibição de permanência na área de uma determinada povoação até à de adquirir ou usar determinados objectos, passando pela imposição de sujeição a tratamento de dependência.
Mostrar mais

155 Ler mais

Medidas de roupas e calçados

Medidas de roupas e calçados

entusiasmaram com a idéia e passaram a fabricar, pela primeira vez na Europa, sapatos em tamanho-padrão, baseando-se nos tais grãos de cevada.. Um calçado que medisse, por exemplo, 37 g[r]

1 Ler mais

Medidas do comportamento organizacional.

Medidas do comportamento organizacional.

As observações de Pasquali (1996) poderiam ser tam- bém legitimamente aplicadas a uma análise sobre medidas do CO. No que se refere às bases teóricas do comportamen- to macro-organizacional, observa-se que os temas deste ní- vel são, geralmente, apresentados através de complexas for- mulações acerca da dinâmica organizacional. Ao formular problemas científicos em que variáveis do nível macro estão envolvidas, o pesquisador precisa dispor de instrumentos que lhe permitam obter dados para, futuramente, testar empiricamente suas hipóteses. Inicia-se, então, a constru- ção de uma medida caso ela ainda não exista e o pesquisa- dor deseje coletar seus dados através deste procedimento. Ele irá, certamente, procurar no referencial teórico pertinen- te indicadores que possam ser utilizados como subdimensões do conceito e representados através de itens, os quais, por sua vez, serão os futuros estímulos que suscitarão aos respondentes respostas quando submetidos ao instrumento de medida.
Mostrar mais

8 Ler mais

Um breve histórico das medidas

Um breve histórico das medidas

Ocorreram, ainda, outras modificações. Hoje, o padrão do metro em vigor no Brasil é recomendado pelo INMETRO, baseado na velocidade da luz, de acordo com decisão da 17ª Conferência Geral dos Pesos e Medidas de 1983. O INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), em sua resolução 3/84, assim definiu o metro:

7 Ler mais

Show all 4948 documents...

temas relacionados