menina que roubava livros

Top PDF menina que roubava livros:

Repositório Institucional UFC: A efetivação e o conhecimento dos direitos humanos por meio da literatura: análise da obra a menina que roubava livros

Repositório Institucional UFC: A efetivação e o conhecimento dos direitos humanos por meio da literatura: análise da obra a menina que roubava livros

Dessa forma, por meio da narrativa de Boyne, o leitor vem a enxergar como a inocência de Bruno é maculada por um regime tão cruel quanto o Nazista, além de acompanhar a vida de uma criança nos campos de concentração, por meio do que relata Shmuel. Esse contato propicia o despertar de uma consciência cada vez maior quanto aos problemas vivenciados durante a Segunda Grande Guerra, todas as violações aos Direitos Humanos ali observadas, para que se evite a sua repetição na história da humanidade. O livro “A menina que roubava livros” cumpre essa mesma função, não apenas descrevendo situações que possibilitam o pensar do leitor, como também lhe dando acesso às reflexões de um dos personagens, a respeito dos abusos contra os Direitos Humanos ali cometidos.
Mostrar mais

67 Ler mais

Da literatura ao cinema : um processo de transposição em A menina que roubava livros

Da literatura ao cinema : um processo de transposição em A menina que roubava livros

Para explicar como a maquiagem histórica acima citada se realiza ao longo de A menina que roubava livros, resumimos, a princípio, sua trama. Liesel Meminger, uma criança alemã acusada de ter pais comunistas, perde o irmão mais novo ao longo da viagem para o local em que ambos deveriam ser levados à adoção por sua mãe. Após o enterro de Werner, Liesel aparece sozinha à casa dos Hubermann, descrição presente na passagem do subcapítulo “Chegada à rua Himmel”, dentro da parte 1 da obra, com o título “O manual do coveiro”. A descrição da recepção de seus pais adotivos, Hans e Rosa, na página 29, demonstra que a recebem de modo diverso no novo lar, situado à Rua Himmel, 33, em Molching, grande Munique. Hans a trata como uma pequena princesa, “Deixe-a comigo” (2013, p. 33). Rosa, ao contrário, mais interessada no que a adoção poderia lhes significar em plena Segunda Guerra Mundial (1939-1945), pois o governo alemão concedia benefícios a quem seguisse essa atitude, não demonstra paciência com a recusa de Liesel de se soltar da vida anterior.
Mostrar mais

84 Ler mais

Os direitos humanos na ótica da morte e da Menina que roubava livros

Os direitos humanos na ótica da morte e da Menina que roubava livros

Este trabalho propõe uma análise sintética do Sistema de Proteção dos Direitos Humanos em nível Internacional e Regional contrapondo-o ao discurso das personagens do filme A menina que roubava livros 2 . Os direitos humanos são analisados numa perspectiva humanística e não como direitos positivos convencionais. A natureza diferenciada destes direitos, inatos a toda pessoa humana, é a tônica pretendida no texto. Primeiramente traçamos a evolução histórica dos direitos humanos a partir do surgimento das Declarações de Direitos. Estas se mostraram eficazes primeiro na ordem interna não tendo sido ainda construída, uma Ordem Jurídica Internacional. Passamos pela análise da superação do absolutismo e da implantação do estado democrático de direito através das lutas históricas que resultaram na conquista das quatro dimensões de direitos. Posteriormente, na segunda parte deste trabalho, nos dedicamos à análise da dinâmica das conquistas dos direitos humanos no plano internacional, como instrumento de superação dos horrores da Segunda Guerra Mundial. Concluímos, por fim, concatenando esta construção teórico-normativa do Sistema Internacional de Proteção dos Direitos Humanos, com a mensagem de humanismo presente no discurso das personagens do filme. Atribuímos destacada importância à fala da personagem “Morte”, que muito pode ter a nos ensinar sobre nós mesmos, nossas glórias e misérias.
Mostrar mais

26 Ler mais

A Menina Que Roubava Livros   Markus Zusak

A Menina Que Roubava Livros Markus Zusak

Ele era oito meses mais velho do que Liesel e tinha pernas ossudas, dentes afiados, olhos azuis esbugalhados e cabelos cor de limão.. Como um dos seis filhos dos Steiner, estava permanen[r]

484 Ler mais

The Wind Tells about Valdemar Daae and His Daughters Hans Christian Andersen

The Wind Tells about Valdemar Daae and His Daughters Hans Christian Andersen

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

9 Ler mais

A MENINA NEGRA DIANTE DO ESPELHO

A MENINA NEGRA DIANTE DO ESPELHO

Embora exista o cuidado ao analisar, na contemporaneidade, alguns aspectos importantes da obra de Lobato em termos da construção da imagem da pessoa negra na sociedade, é inegável o seu papel na renovação e constituição da literatura infantil e juvenil brasileira em sua constituição. Vários autores consideram-no o divisor das águas que separa o Brasil de ontem e o Brasil de hoje. Uma das atividades importantes de Lobato foi se ocupar com a busca pelo nacional, pela brasilidade na literatura para adultos e crianças, valorizando figuras do folclore nacional. Além dos aspectos políticos e econômicos, sua preocupação também alcançou a questão da produção de livros para as crianças brasileiras. Segundo Coelho (2010, p. 234), ele questiona sobre “o que é que nossas crianças podem ler”?
Mostrar mais

125 Ler mais

Agências - O Distrito Federal tem hoje 312 agências de viagens registradas, mas

Agências - O Distrito Federal tem hoje 312 agências de viagens registradas, mas

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

8 Ler mais

O CONTEÚDO POLÍTICO E A EVOLUÇÃO DA MPB

O CONTEÚDO POLÍTICO E A EVOLUÇÃO DA MPB

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

8 Ler mais

Punchinello, Vol. 1, No. 2, April 9, 1870

Punchinello, Vol. 1, No. 2, April 9, 1870

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

49 Ler mais

Classics in the History of Psychology

Classics in the History of Psychology

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

8 Ler mais

President of the Republic

President of the Republic

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

12 Ler mais

UMA VIAGEM AO LONGO DO TEMPO

UMA VIAGEM AO LONGO DO TEMPO

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

148 Ler mais

The Will-o' the-Wisps Are in Town Hans Christian Andersen

The Will-o' the-Wisps Are in Town Hans Christian Andersen

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

10 Ler mais

O stage-gate system como ferramenta de apoio ao desenvolvimento de novos produtos : um estudo bibliográfico

O stage-gate system como ferramenta de apoio ao desenvolvimento de novos produtos : um estudo bibliográfico

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

16 Ler mais

What the Old Man Does is Always Right Hans Christian Andersen

What the Old Man Does is Always Right Hans Christian Andersen

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

6 Ler mais

REGULAMENTAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL

REGULAMENTAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

116 Ler mais

CLASSICS IN THE HISTORY OF LIBERTY VOLTAIRE, TOLERATION AND OTHER ESSAYS (1912)

CLASSICS IN THE HISTORY OF LIBERTY VOLTAIRE, TOLERATION AND OTHER ESSAYS (1912)

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

152 Ler mais

REUSO DE Á GUA NA AGRICULTURA

REUSO DE Á GUA NA AGRICULTURA

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

46 Ler mais

REÚSO DE ÁGUA NO BRASIL

REÚSO DE ÁGUA NO BRASIL

Baixar livros de Saúde Coletiva Baixar livros de Serviço Social Baixar livros de Sociologia Baixar livros de Teologia Baixar livros de Trabalho Baixar livros de Turismo.[r]

50 Ler mais

A menina morta: a insuportável comédia

A menina morta: a insuportável comédia

Como e- xemplo disso, temos a falsa relação amistosa entre Rola e I- nâcia (ambas ocupam o mesmo quarto), as reações de Carlota ao visitar Celestina enferma, as idas de Virgínia ao qu[r]

154 Ler mais

Show all 2846 documents...