Método de Galerkin

Top PDF Método de Galerkin:

Análise de parâmetros que caracterizam o método de Galerkin sem malha aplicado à elasticidade linear

Análise de parâmetros que caracterizam o método de Galerkin sem malha aplicado à elasticidade linear

Os métodos sem malha têm sido extensivamente aplicados nos mais diversos campos das engenharias e das ciências. Vários métodos sem malha foram propostos, sendo que o primeiro método a ser desenvolvido foi o Smooth Particle Hydrodynamics, SPH (Lucy, 1977, Gingold e Monaghan, 1977). Dentre os mais conhecidos e difundidos, tem-se o Reproducing Kernel Particle Method, RKPM (Liu et al., 1995), o método de Galerkin sem malha (Element Free Galerkin), EFG (Belytschko et al., 1994), o h-p clouds (Duarte, 1996), o Generalized Finite Element Method, GFEM (Melenk, 1995), o eXtended Finite Element Method, XFEM (Moës et al., 1999), o Diffuse Element Method, DEM (Nayroles et al., 1992) e o Point Interpolation Method, PIM (Liu e Gu, 1999). Vários autores buscam classificar estes métodos de forma a facilitar o entendimento bem como perceber, em um contexto geral, quais diferenças, vantagens e desvantagens são pertinentes ao método que se deseja trabalhar.
Mostrar mais

253 Ler mais

Análise linear de cascas com Método de Galerkin Livre de Elementos

Análise linear de cascas com Método de Galerkin Livre de Elementos

O Método dos Elementos Finitos é a forma mais difundida de análise estrutural numérica, com aplicações nas mais diversas teorias estruturais. Contudo, no estudo das cascas e alguns outros usos, suas deficiências impulsionaram a pesquisa em outros métodos de resolução de Equações Diferenciais Parciais. O presente trabalho utiliza uma dessas alternativas, o Método de Galerkin Livre de Elementos (Element-Free Galerkin) para estudar as cascas. Inicia com a observação da aproximação usada no método, os Moving Least Squares e os Multiple-Fixed Least Squares. A seguir, estabelece uma formulação que combina a teoria de placas moderadamente espessas de Reissner-Mindlin à teoria da Elasticidade Plana e se utiliza da aproximação estudada para analisar placas e chapas deste tipo. Depois, expõe uma teoria geometricamente exata de cascas inicialmente curvas onde as curvaturas iniciais são impostas como deformações livres de tensão a partir de uma configuração de referência plana. Tal teoria exclui a necessidade de coordenadas curvilíneas e consequentemente da utilização de objetos como os símbolos de Cristoffel, já que todas as integrações e imposições são feitas na configuração plana de referência, em um sistema ortonormal de coordenadas. A imposição das condições essenciais de contorno é feita por forma fraca, resultando em um funcional híbrido de deslocamentos que permite a maleabilidade necessária ao uso dos Moving Least Squares. Esse trabalho se propõe a particularizar tal teoria para o caso de pequenos deslocamentos e deformações (linearidade geométrica), mantendo a consistência das definições de tensões e deformações generalizadas enquanto permite uma imposição da forma fraca resultante, depois de discretizada, por um sistema linear de equações. Por fim, exemplos numéricos são usados para discutir sua eficácia e exatidão.
Mostrar mais

99 Ler mais

O método de Galerkin para a quantização de sistemas Hamiltonianos.

O método de Galerkin para a quantização de sistemas Hamiltonianos.

culdade, in´ umeros m´etodos [7–12] tˆem sido propostos na tentativa de descri¸c˜ao de diversos sistemas f´ısicos. Apesar disto, a maioria dos cursos de gradua¸c˜ao em F´ısica limita-se a discutir apenas os m´etodos WKB [13] e a teoria de perturba¸c˜ao independente e dependente do tempo [14]. Neste artigo, propomos a introdu¸c˜ao do m´etodo espectral de Galerkin, a ser ministrado du- rante a disciplina introdut´oria `a mecˆanica quˆantica, em aproximadamente 4 horas-aula. O m´etodo de Galer- kin tem sido utilizado para descri¸c˜ao de estados liga- dos [15–18] com precis˜ao muito superior ao do m´etodo de diferen¸cas finitas, fornecendo ao discente uma ex- press˜ ao anal´ıtica aproximada para os autoestados de energia e consequentemente para a fun¸c˜ao de onda.
Mostrar mais

11 Ler mais

O método de Galerkin estocástico e a equação ao diferencial de transporte linear com dados de entrada Aleatórios.

O método de Galerkin estocástico e a equação ao diferencial de transporte linear com dados de entrada Aleatórios.

linhas tracejadas representam o m´etodo de Galerkin Estoc´astico (GE) e as linhas preenchidas representam as simulac¸˜oes de Monte Carlo (MC). Na Figura 1 variamos apenas o maior grau dos gPCs que formam a soluc¸˜ao pelo m´etodo de Galerkin estoc´astico (fizemos n = 1, 3, 8, 50). Utilizando (3.13) e (3.14) montamos a Tabela 1 abaixo com a m´edia e o desvio-padr˜ao das soluc¸˜oes:

12 Ler mais

Aplicação do método da expansão em funções hierárquicas na solução das equações de...

Aplicação do método da expansão em funções hierárquicas na solução das equações de...

Um dos primeiros pesquisadores a aplicar esse método para solução de escoamento foi Zienkiewiscz et al. (1976), com a publicação de um trabalho que aplicava o método de Galerkin, onde as funções de expansão e peso utilizadas eram funções lineares e quadráticas. Na ocasião, o sucesso desse método, deve-se ao fato do problema resolvido ser essencialmente difusivo. Contudo, quando esse método era utilizado para resolver problemas com convecção predominante, eram observados dois problemas básicos. O primeiro é o surgimento de divergências na solução numérica, provocadas pela utilização de um método de solução numérica inadequado para este tipo de problema. O segundo é a obtenção de soluções não realistas, isto é, soluções que apresentavam muitas oscilações numéricas, devido ao fato de que um esquema similar ao de diferenças centrais não possui habilidade para dissipar as perturbações inerentes ao processo de solução, segundo Zienkiewicz et al. (1976).
Mostrar mais

132 Ler mais

Colecistectomia videolaparoscópica por trocarte único (SITRACC®): uma nova opção.

Colecistectomia videolaparoscópica por trocarte único (SITRACC®): uma nova opção.

Objetivo: Objetivo: Apresentar uma nova abordagem cirúrgica para realização de colecistectomia videolaparoscópica. Método: Método: Método: Método: Método: Em outubro de 2008 realizamos a primeira colecistectomia videocirúrgica por acesso transumbilical único, em humano, com a utilização do equipa- mento denominado SITRACC® – Single Trocar Access. A operação foi realizada em paciente do sexo feminino e constituiu dos passos clássicos da colecistectomia videolaparoscópica, com a utilização de instrumental flexível especial. Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: O tempo operatório foi Resultados: de 64 minutos, não sendo necessária a introdução de trocárteres adicionais. A evolução pós-operatória ocorreu de maneira satisfatória, sem nenhuma intercorrência. Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: A colecistectomia por acesso umbilical único, com uso do SITRACC, mostro-se plenamente viável em humanos. Com o avançar tecnológico do instrumental, novas cirurgias poderão ser realizadas por esse método.
Mostrar mais

3 Ler mais

Convergence of the Crank-Nicolson-Galerkin finite element method for a  class of nonlocal parabolic systems with moving boundaries

Convergence of the Crank-Nicolson-Galerkin finite element method for a class of nonlocal parabolic systems with moving boundaries

of solutions to finite volume scheme and its convergence to the weak solution of the PDE. In [15] the authors proved the optimal order of convergence for a linearized Euler-Galerkin finite element method to problem (2) and presented some numerical results. Almeida et al., in [2], established the convergence and error bounds of the fully discrete solutions for a class of nonlinear equations of reaction-diffusion nonlocal type with moving boundaries, using a linearized Crank-Nicolson-Galerkin finite element method with polynomial approxima- tions of any degree. In [20], Robalo et al. proved the existence and uniqueness of a strong regular solution for a certain class of a nonlinear coupled system of reaction-diffusion equations on a bounded domain with moving boundary. The exponential decay of the energy of the solutions, under the same assumptions, was also proved. In addition, they obtained approximate numerical solutions for systems of this type with a Matlab code based on the Moving Finite Element Method (MFEM) with high degree local approximations.
Mostrar mais

21 Ler mais

GREGÓRIO DE MATOS: O PROBLEMA, O MÉTODO E O PROBLEMA DO MÉTODO

GREGÓRIO DE MATOS: O PROBLEMA, O MÉTODO E O PROBLEMA DO MÉTODO

Resumo: Confundido com a própria obra – cuja autoria não se pode comprovar, posto que do corpus a ele atribuído não há senão textos apógrafos, o poeta baiano Gregório de Matos Guerra continua suscitando polêmica nos dias de hoje: como tratar o seu legado poético? Depurar o todo até chegar à mens auctoris, como preconiza o método lachmanniano, defendido por Antônio Houaiss, ou, ao contrário, construir uma visão alargada da tradição gregoriana, levando em conta não apenas a matéria poética em si, mas também a cadeia histórica de transmissão e recepção? Considerando estas duas vertentes, e considerando também que a figura controversa de Gregório de Matos Guerra é produto de discursos historicamente construídos, este artigo trata das dificuldades em estabelecer-se o cânon gregoriano e faz um breve percurso pela historiografia literária brasileira, determinante na representação que temos, hoje, do poeta e sua obra.
Mostrar mais

24 Ler mais

TEMA (São Carlos)  vol.18 número2

TEMA (São Carlos) vol.18 número2

ABSTRACT. In this work we present an efficient Galerkin least squares finite element scheme to simu- late the Burgers’ equation on the whole real line and subjected to initial conditions with compact support. The numerical simulations are performed by considering a sequence of auxiliary spatially dimensionless Dirichlet’s problems parameterized by its numerical support ˜ K . Gaining advantage from the well-known convective-diffusive effects of the Burgers’ equation, computations start by choosing ˜ K so it contains the support of the initial condition and, as solution diffuses out, ˜ K is increased appropriately. By direct compar- isons between numerical and analytic solutions and its asymptotic behavior, we conclude that the proposed scheme is accurate even for large times, and it can be applied to numerically investigate properties of this and similar equations on unbounded domains.
Mostrar mais

18 Ler mais

Método Clínico: Método Clínico?.

Método Clínico: Método Clínico?.

Neste artigo, depois de apresentar brevemente essas questões2 , consideramos a seguir a tendência, sempre em curso desde os anos 1960, que reivindica entre outras coisas o ecletismo em psicoterapia, amplia de procedimentos nítida e convencionalmente experimentais na clínica psicológica, e, no caso francês, denuncia supostos malefícios da conjunção entre a psicanálise e a psicologia clínica. Apoiando-se em “raízes” tão diversas como o movimento humanitário e o movimento de higiene mental do século XVIII, a própria psicologia geral e experimental e a psicologia diferencial, a philosophie de la vie (Bergson, entre outros) e a fenomenologia, Freud e Janet (Huber, 1993), essa tendência coloca em questão a existência mesma de um método clínico em psicologia clínica – revelando-se hegemônica, parece-nos, deve renunciar ao epíteto e à noção. Porque em sua radicalidade histórico-conceitual, o método clínico pressupõe duas dimensões paradigmáticas e próprias da clínica psicanalítica: a singularidade do sujeito (que, na cena francesa, foi um principio fundador da psicologia clínica) e, conseqüentemente, a idéia de uma contemporaneidade entre pesquisa e tratamento.
Mostrar mais

8 Ler mais

O método Bick de observação de bebês como método de pesquisa.

O método Bick de observação de bebês como método de pesquisa.

qual, segundo Rustin (1997), pesquisador da Clinica de Tavistock e defensor da aplicação do método na pesquisa, ainda não foi devidamente descoberto. Na mes- ma direção, Reid (1997), também pesquisadora da Clínica de Tavistock e defen- sora da aplicação do método na pesquisa, aponta que, apesar de as observações serem feitas como parte de uma formação de psicoterapeutas, elas também cons- tituem uma base de dados significativa para fins de pesquisa. A própria Bick (1961/ 1987) deixou implícito o potencial do método para a pesquisa, ao considerar a possibilidade de a observação ajudar a compreender mais claramente a experiên- cia infantil nos primeiros anos de vida, bem como ao destacar a sua utilidade para compreender melhor a conduta não-verbal da criança que não fala e não joga. O fato de o trabalho de observação passar por um grupo de supervisão permite, também, a possibilidade de comparar e distinguir diferentes casos de observação. São recentes as tentativas de promover um diálogo do método com a pesqui- sa científica (Caron, 1995; Caron e Lopes, 2001; Rosa, 1995; Rustin, 1997; Reid, 1997), que têm sido impulsionadas, principalmente, pelo valor atribuído aos re- latos de observação. Muitos observadores foram percebendo o potencial das con- tribuições dos relatos de observação para a pesquisa psicanalítica. O método Bick de observação deixou, então, de ser visto somente como auxiliar na formação de psicoterapeutas e psicanalistas infantis, passando a ser enfatizado o seu potencial como fonte de dados, na medida em que, valendo-se dos materiais apresentados na supervisão, podemos contribuir com a teoria psicanalítica, fazendo-a avançar em conceitos sobre o desenvolvimento infantil e sobre a relação entre o bebê e seus cuidadores. A própria idealizadora desse método criou a sua teoria sobre a função primordial da pele no bebê em relações objetais precoces, discutindo o desenvol- vimento de uma “segunda pele”, em situações psicopatológicas, a partir da obser- vação de bebês. O artigo “The experience of the skin in early object relations”, é um exemplo clássico de descoberta psicanalítica a partir da observação de bebês (Bick, 1968/1987).
Mostrar mais

20 Ler mais

An enriched meshless finite volume method for the modeling of material discontinuity problems in 2D elasticity

An enriched meshless finite volume method for the modeling of material discontinuity problems in 2D elasticity

A 2D formulation for incorporating material discontinuities into the mesh- less finite volume method is proposed. In the proposed formulation, the moving least squares approximation space is enriched by local continuous functions that contain discontinuity in the first derivative at the location of the material interfaces. The formulation utilizes space-filling Voronoi- shaped finite volumes in order to more intelligently model irregular geom- etries. Numerical experiments for elastostatic problems in heterogeneous media are presented. The results are compared with the corresponding so- lutions obtained using the standard meshless finite volume method and el- ement free Galerkin method in order to highlight the improvements achieved by the proposed formulation. It is demonstrated that the enriched meshless finite volume method could alleviate the expecting oscillations in derivative fields around the material discontinuities. The results have re- vealed the potential of the proposed method in studying the mechanics of heterogeneous media with complex micro-structures.
Mostrar mais

23 Ler mais

A numerical study on the aerodynamic performance of building cross- sections using corner modifications

A numerical study on the aerodynamic performance of building cross- sections using corner modifications

The numerical model adopted in the present simulations is presented considering an explicit two-step Taylor- Galerkin scheme, see for instance Braun and Awruch (2009). Turbulence is analyzed using LES and dynamic sub- grid scale modeling. The flow field is spatially discretized employing eight-node hexahedral finite elements with one-point quadrature and hourglass control. Building models are numerically investigated employing the standard CAARC building cross-section with corner modifications in order to obtain the aerodynamic performance of differ- ent configurations evaluating results in terms of drag and lift coefficients, Strouhal number, pressure and velocity fields near the model location. Predictions obtained here are compared with results provided by other authors in similar investigations.
Mostrar mais

18 Ler mais

A high-order conservative collocation scheme and its application to global shallow-water equations

A high-order conservative collocation scheme and its application to global shallow-water equations

We conduct a comparison between DG3 (three-point discontinuous Galerkin scheme; Huynh, 2007), MCV5 (fifth- order multi-moment constrained finite volume scheme; Ii and Xiao, 2009) and the[r]

13 Ler mais

Análise da depreciação do forwarder com aplicação do custo anual uniforme equivalente

Análise da depreciação do forwarder com aplicação do custo anual uniforme equivalente

A depreciação estimada pelo Método Somatório dos Dígitos Periódicos (Tabela 3) é semelhante ao Método Exponencial, uma vez que apresenta uma carga anual de depreciação decrescente ao longo da vida útil econômica do ativo. Porém, apresenta como característica uma quota de depreciação ainda maior do valor a ser depreciado nos primeiros anos de vida do ativo. Este decréscimo nas quotas de depreciação é dado pela razão entre o ano corrente e o somatório dos dígitos, sendo a primeira quota de depreciação dada pela razão entre o último ano de vida útil econômica e o somatório dos seus dígitos, a segunda quota pela razão do penúltimo ano de vida útil econômica pelo somatório dos dígitos e assim por diante. Entretanto Rezende e Valverde (1997) ressaltam que esse método tem mostrado, em alguns trabalhos, maior proximidade do valor de revenda.
Mostrar mais

17 Ler mais

Meditação de método.

Meditação de método.

O sentido é sem método, ele abre caminhos sempre novos e sempre repercorridos; suas interrupções, seus mergulhos no fundo das florestas, dos oceanos, das galáxias ou dos corações, seus sus- penses e seus desabamentos são os tantos pontos verídicos, os tan- tos nascimentos e mortes com que conta a imensidão de espaço- tempo diante da qual, ou melhor, na qual uma vertigem nos toma – uma vertigem de verdade, da verdade una e infinitamente plural. Bataille é o único a perceber verdadeiramente e por ele mesmo o fogo que se acende na relação ou como relação. Digo “por ele mesmo” para distinguir Bataille daqueles que podiam no mesmo momento recorrer a velhas engrenagens de entusiasmo patriótico, nacionalista, conservador-revolucionário, fantasmático ou para- noico. Ele foi o único e por isso sempre foi olhado como um pen- sador nos limites seja da contradição íntima, seja do misticismo suavemente delirante.
Mostrar mais

9 Ler mais

DIEGO MORENO REDONDO DE MÉTODO A PÓS-MÉTODO: UMA ANÁLISE DA CONCEPÇÃO DE MÉTODO EM INSTITUTOS PRIVADOS DE IDIOMAS

DIEGO MORENO REDONDO DE MÉTODO A PÓS-MÉTODO: UMA ANÁLISE DA CONCEPÇÃO DE MÉTODO EM INSTITUTOS PRIVADOS DE IDIOMAS

Na definição do PC-4, podemos apontar alguns problemas quanto à concepção de método. Ao definir o que compreende por método o professor- coordenador 4 utiliza diferentes verbos para conceituá-lo, o que demonstra uma incerteza quando ao conceito e até mesmo a utilidade do método. Observe que o PC-4 conceitua o método como forma de agir, dizer e ensinar. Considerando os verbos fazer, agir e dizer pode-se perceber que eles estão relacionados à postura do professor em sala de aula. Com certeza o método poderá influenciar a conduta do docente durante as aulas, mas quanto ao conceito de método é algo distante. Está mais próximo do conceito de método quando o PC-4 diz que seguem os princípios e ordem, pois o método tem realmente a característica de ditar a sequência das aulas, porém a maneira como o professor age, diz ou ensina tem muito mais a ver com sua prática do que especificamente ao método empregado, uma vez que um mesmo método pode ser utilizado por diferentes professores e nem por isso todas as aulas serão conduzidas da mesma maneira. Isso quer dizer que o ensino-aprendizagem é pautado em uma abordagem que, geralmente, requer um método. Contudo, afirmar que o método é a forma de agir, dizer, fazer e ensinar denota ao método uma carga significativa muito maior do que lhe é real, além de transmitir a ideia de que todos os professores dizem, agem, fazem ou ensinam da mesma maneira apenas por adotarem o mesmo método.
Mostrar mais

141 Ler mais

A informática e a contabilidade on-line

A informática e a contabilidade on-line

operacionais método directo operacionais método indirecto investimento método (in)directo financiamento método (in)directo recebimentos pagamentos fluxos de caixa. multidimensionalidade [r]

20 Ler mais

Transgenitalização masculino / feminino: experiência do Hospital Universitário da UFRJ.

Transgenitalização masculino / feminino: experiência do Hospital Universitário da UFRJ.

Objetivo: Mostrar a experiência do tratamento cirúrgico do transgenitalismo (masculino/feminino) realizado no Programa de Transgenitalização do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, - UFRJ. Método Método Método Método Métodosssss: A seleção dos pacientes para operação de transgenitalismo obedeceu à avaliação de equipe multidisciplinar, atendendo aos critérios definidos, após dois anos de acompanha- mento conjunto: diagnóstico médico de transexualismo; paciente maior de 21 anos; ausência de características físicas inapropriadas para a mudança; apoio de pelo menos um familiar próximo. Resultados Resultados Resultados Resultados Resultados: De 1997 a 2004 foram atendidas dezessete, pessoas quinze confirmaram a condição transexual, uma foi afastada por ter trazido exames falsos. Do total de dezesseis transexuais, foram realizadas seis operações. As pacientes operadas situavam-se na faixa de 25 a 40 anos com média de 31 anos. O procedimento cirúrgico foi concluído sem dificuldades técnicas em todas as pacientes . Uma paciente apresentou estenose do neo meato e em outra foi necessário encurtar um pouco mais a uretra. Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: A técnica operatória não oferece maiores dificuldades em sua execução, mas pode depender das condições locais e da criatividade do cirurgião. A dificuldade maior está em preparar estes pacientes para que não haja frustrações ou expectativas demasiadas.
Mostrar mais

9 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados