Métodos de cultivo

Top PDF Métodos de cultivo:

Os diferentes métodos de cultivo de cacau no sudeste da Bahia, Brasil: aspectos históricos e percepções.

Os diferentes métodos de cultivo de cacau no sudeste da Bahia, Brasil: aspectos históricos e percepções.

Deve-se citar também, entre os principais métodos de cultivo de cacau adotados no sudeste da Bahia, o consórcio entre cacau e seringueira (Hevea brasiliensis (Willd. ex Juss.) Müll. Arg, 1865, Euphorbiaceae), espécie nativa da Amazônia (Virgens et al., 1988). Estima-se que existam dez mil hectares sob esta forma de cultivo no estado. Este sistema, que utiliza a seringueira como sombra definitiva para os cacaueiros, começou a ser adotado a partir da década de 1980 como forma de reincorporar seringais abandonados ao processo de produção, reduzir a emergência de plantas espontâneas nos seringais e diversificar a produção econômica nos estabelecimentos rurais. O plantio de cacaueiros normalmente foi feito nas entrelinhas das seringueiras, originalmente estabelecidas no espaçamento de 7 x 3 m. A densidade obtida nesse sistema é de, aproximadamente, 450 cacaueiros por hectare. Algumas dificuldades desse método estão relacionadas ao sombreamento excessivo dos cacaueiros pelos seringais e ao manejo das copas das seringueiras, que resulta ser de difícil execução e custo elevado (Marques et al., 2012).
Mostrar mais

18 Ler mais

ESTÁDIOS DE DESENVOLVIMENTO DE EMBRIÕES NA OBTENÇÃO DE PLANTAS EM CRUZAMENTOS ENTRE GENITORES APIRENOS DE VIDEIRA.

ESTÁDIOS DE DESENVOLVIMENTO DE EMBRIÕES NA OBTENÇÃO DE PLANTAS EM CRUZAMENTOS ENTRE GENITORES APIRENOS DE VIDEIRA.

superioridade do M2 ficou caracterizada pelas proporções de plantas formadas por sementes-traço cultivadas (plantas/ sementes) e de plantas formadas por embriões resgatados (plantas/embriões), as quais podem ser adotadas como índices de eficiência da técnica de resgate de embriões. Neste sentido, o índice médio de eficiência de 14,5% para plantas/sementes, obtido com M2, e que superou o de 8,4% obtido com M1, pode ser atribuído ao período adicional de 30 dias em cultura das sementes- traço no meio MS. Esta diferença observada entre os dois métodos representa uma provável melhoria da técnica e caracteriza a vantagem de adoção do M2 na rotina laboratorial. Os métodos de cultivo in vitro de sementes-traço também propiciaram respostas diferenciadas quanto à germinação dos embriões (Tabela 2). Ao fazer esta análise, verificou-se maior germinação em M2, que contemplou maior período de cultivo in vitro, representando a permanência do embrião imaturo no interior da semente por mais trinta dias, vindo a beneficiar o seu desenvolvimento, mais do que o resgate antecipado para o meio de cultura WP (M1), quando a maioria dos embriões ainda se encontra num estádio precoce de desenvolvimento, conforme indicado na Tabela 1. A partir destes estudos, pode-se sugerir que adaptações nas técnicas de cultivo de sementes-traço e de resgate de embriões, que venham a aumentar a freqüência de embriões em estádios de maturação mais avançados, como o torpedo, podem incrementar a eficiência de obtenção de videiras apirenas.
Mostrar mais

5 Ler mais

Elementos feudais no nordeste do Brasil

Elementos feudais no nordeste do Brasil

O sistema não respondeu às novas con- dições do mercado, nem pela diversificação da sua produção, nem :pela introdução de inovações tecnológicas nos métodos de cultivo[r]

14 Ler mais

FEBRE TIFÓIDE: A EXPERIÊNCIA DO INSTITUTO EVANDRO CHAGAS

FEBRE TIFÓIDE: A EXPERIÊNCIA DO INSTITUTO EVANDRO CHAGAS

A febre tifóide é doença infecciosa de distribuição mundial e, estando estreitamente relacionada com baixos níveis sócio-econômicos, ocorre com maior freqüência nos países em desenvolvimento. Neste trabalho é apresentada a experiência do Instituto Evandro Chagas (IEC) com essa doença desde 1987 até 2004, período no qual se construiu uma casuística de 443 casos, todos diagnosticados por meio do isolamento da Salmonella Typhi no sangue e/ou nas fezes, sendo alguns deles complementados com a reação sorológica de Widal. Os casos foram procedentes de Belém e do interior do Estado, ora encaminhados ao IEC pelas respectivas unidades do Sistema Único de Saúde para esclarecimento diagnóstico de síndrome febril, a maioria de curso prolongado, aqui designados como “demanda espontânea”, ora detectados por ocasião da investigação de surtos ocorridos em localidades do interior. Discutiram-se aspectos relacionados à apresentação clínica, com ênfase às manifestações atípicas; à distribuição por gênero e faixa etária; à sazonalidade; e à distribuição por área de procedência, identificando-se os municípios de maior prevalência, e a distribuição por bairros, em relação aos casos procedentes de Belém. Foram discutidos, também, aspectos relacionados ao diagnóstico laboratorial com ênfase à aplicação dos métodos de cultivo (coprocultura e hemocultura) comparando o rendimento delas em relação ao tempo de doença e a relação dessas provas com a reação de Widal, comparando o valor desta como método auxiliar ou complementar no diagnóstico da doença. As análises estatísticas foram realizadas por meio do programa Bio Estat versão 3.0, aplicando-se o teste do qui- quadrado e teste “G” e a significância estatística foi aceita ao nível de 95%. Os resultados nos permitiram tirar as seguintes conclusões: 1) em situações de normalidade
Mostrar mais

82 Ler mais

Atributos físicos indicadores da qualidade do solo sob sistemas de manejo na bacia do alto do Rio Grande-MG.

Atributos físicos indicadores da qualidade do solo sob sistemas de manejo na bacia do alto do Rio Grande-MG.

Mediante esse histórico, mesmo não sendo realizados testes de resistência à penetração anteriormente, nos leva a sugerir que esse acréscimo, em relação ao CN, não se deve unicamente ao sistema PDM, mas também a um efeito acumulado do período sob cultivo convencional, em que depois de cessada a mobilização do solo com preparo convencional, ocorreu um arranjamento maior das partículas do solo reduzindo os valores do volume total de poros (Quadro 4) e aumentando os valores da densidade (Quadro 3), com o conseqüente aumento da resistência do solo à penetração. Corrêa (1985), Vieira (1981) e Vieira & Muzilli (1995) também relatam sobre o arranjamento natural do solo, após a adoção do sistema de plantio direto, quando não é mais mobilizado sob sistema convencional.
Mostrar mais

12 Ler mais

Resposta de culturas e disponibilidade de enxofre em solos com diferentes teores de argila e matéria orgânica submetidos à adubação sulfatada.

Resposta de culturas e disponibilidade de enxofre em solos com diferentes teores de argila e matéria orgânica submetidos à adubação sulfatada.

Os teores de S disponível no solo da camada de 0–10 cm não foram indicativos de resposta das culturas, o que pode ser atribuído em parte à alta percolação do íon sulfato para as camadas inferiores nos solos, especialmente naqueles de textura mais arenosa (Figura 1). Esse exemplo pode ser obser- vado no primeiro cultivo de milho (10.º cultivo), realizado três cultivos após a aplicação de S (efetuada antes do cultivo do girassol – 7.º cultivo), onde grande parte do S aplicado nos solos arenosos percolou e acumulou-se na camada de 10–20 cm; o fundo dos vasos foi fechado, para evitar a per- da de solo, e assim, o aumento da produção de matéria seca não se relacionou com os teores de S disponível no solo da camada de 0–10 cm. Já nos Latossolos, o sulfato foi retido em maior quantidade no solo da camada de 0–10 cm e, por esse motivo, os teores de S disponível relacionaram-se com a produção de matéria seca da parte aérea do milho (10. o
Mostrar mais

10 Ler mais

Calibração da adubação fosfatada e potássica para beterraba na região do Vale do Itajaí.

Calibração da adubação fosfatada e potássica para beterraba na região do Vale do Itajaí.

Para diâmetro de raiz (Tabela 2), o maior valor foi obtido com 150 kg/ha de K e 600 kg/ha de P no 1º cultivo e reposição em 33% atingindo assim, 3,75 cm de diâmetro de raiz. Similarmente, para massa fresca de folha (Tabela 2) as Tabela 3. Equações de ajuste de doses de P no 1º cultivo (X1) e no segundo cultivo (X2) em cada nível de potássio aplicado no 1º cultivo para as variáveis de P e K no tecido vegetal, sendo apresentados os dados apenas para os parâmetros e doses de K onde foi observado efeito significativo (P<0,05) {adjustment equations for P levels in the 1 st crop (X1) and the second crop (X2) at each level of potassium applied
Mostrar mais

6 Ler mais

Belém 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ NÚCLEO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DESENVOLVIMENTO RURAL EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - AMAZÔNIA ORIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL

Belém 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ NÚCLEO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DESENVOLVIMENTO RURAL EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - AMAZÔNIA ORIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL

A aquicultura pode ser descrita como o cultivo de organismos, não apenas os que são estritamente aquáticos, mas também aqueles que passam parte de sua existência em terra, sendo estes, principalmente animais que podem ser utilizados para a alimentação humana (CAMARGO; POUEY, 2005). A importância da produção de pescado no mercado mundial tem aumentado de forma acelerada nos últimos anos, a uma taxa de 7,05% de 1996 a 2006 e no Brasil 54% de 2000 a 2006. Em 2006 foi fornecida uma produção aquícola mundial em torno de 51.700.000 t., em contrapartida no ano de 2006 obteve-se no Brasil um total aproximado de 271.695 t., a segunda maior da história (IBAMA, 2008; FAO, 2009).
Mostrar mais

45 Ler mais

Cultivares de alface em diferentes ambientes de cultivo e adubos orgânicos no norte mato-grossense

Cultivares de alface em diferentes ambientes de cultivo e adubos orgânicos no norte mato-grossense

A qualidade e regularidade na produção de hortaliças são práticas muito di íceis de serem mantidas, pois forças sazonais importantes, como altas temperaturas (acima de 20ºC) e fotoperíodo longo, di icul- tam que isso seja realizado. Na alface, a resposta pode ser observada em plantas com o ciclo reprodutivo precocemente acelerado (pendoa- mento e lorescimento precoce) (NAGAI; LISBÃO, 1980), características extremamente indesejáveis, já que inutilizam a planta para o consumo. Originalmente de clima temperado, a adaptação da alface a locais de temperatura e luminosidade elevadas tem gerado obstáculos no seu crescimento impedindo que cultivares expressem todo seu potencial genético (QUEIROGA et al., 2001). No Norte do Estado de Mato Grosso, região amazônica, o cultivo dessa hortaliça restringe-se a pequenas áreas, com a utilização de cultivares pouco adaptadas às condições climáticas da região, concorrendo para o lorescimento precoce e baixa produtividade.
Mostrar mais

13 Ler mais

4 PLANTAS RECUPERADORAS DE SOLO

4 PLANTAS RECUPERADORAS DE SOLO

Chegamos ao século 21. Com tantos problemas, são muitos os que vem nos trazer soluções. E elas vêm da mesma forma como vieram as tecnologias do modelo convencional: muitas promessas, crédito e, acima de tudo, coisas para comprar. Assim, para tudo tem insumos para serem comprados. Se o problema é erosão, temos máquinas e herbicidas potentes para fazer o cultivo sem mexer na terra; se o problema são parasitas, temos novos venenos; se é excesso de veneno, então temos venenos que não intoxicam tanto o agricultor ou produtos biológicos; temos, ainda, novas variedades de plantas, que precisam de menos veneno; se é falta de terra, podemos cultivar na água... E muito mais. Podemos comprar terra ensacada, sêmen, ferro para leitões, embriões, maravalha, bactérias para silagem, adubo orgânico, plásticos, sementes que geram grãos estéreis, pintos, leitões, nutrientes para hidroponia, equipamentos de fertilização por irrigação, enfim, uma parafernália de "modernidades". Esse novo modelo se gesta em cima da total dependência do agricultor a umas poucas empresas gigantes que fornecerão os insumos e, ainda, controlarão a compra da produção. Por isso, esse modelo tem sido chamado de "ALTERNATIVA CONSERVADORA". Só que o agricultor sabe que, a continuar assim, os poucos que sobraram na roça, ainda vão acabar se indo também...
Mostrar mais

56 Ler mais

Avaliação de métodos de determinação de água disponível e manejo da irrigação em terra roxa sob cultivo de algodoeiro herbáceo.

Avaliação de métodos de determinação de água disponível e manejo da irrigação em terra roxa sob cultivo de algodoeiro herbáceo.

Por outro lado, ao se estudar o efeito dos métodos dentro de cada nível (coluna) conforme a comparação das médias apresentadas na Tabela 2, observa-se que, dentre todas as variáveis, o método direto superou o de laboratório no nível de 40%. Situação inversa ocorreu com o nível de 10% da água disponível, em que o método direto foi superado significativamente pelo de laboratório, em todas as variáveis. Acredita-se que, apesar do método direto exibir maior conteúdo de água no solo em condições de Cc, este método também condiciona à obtenção de conteúdo de água muito baixo em condições de Pmp, o que se torna prejudicial para a cultura, quando se trabalha com nível inferior a 25%, por afetar o estado hídrico da planta.
Mostrar mais

5 Ler mais

Avaliação da prevalência do tratamento das fraturas de côndilo mandibular.

Avaliação da prevalência do tratamento das fraturas de côndilo mandibular.

O tratamento conservador é uma conduta toma- da quando uma fratura é favorável, pois não é deslocada pela ação dos músculos da mastigação, logo, sem deslo- camento dos fragmentos ósseos. Nestes casos, com o acom- panhamento clínico e orientação, haverá a consolidação óssea. Todavia, em alguns casos, o cirurgião apenas exe- cuta uma fixação intermaxilar. Foram muitas as complica- ções advindas dos diferentes métodos empregados para a redução das fraturas, destacando se infecções, enfisemas subcutâneos, edemas, osteomielites, complicações cárdiorrespiratórias, enfisema secundário, além das hemor- ragias 15 .
Mostrar mais

4 Ler mais

Análise de vídeos do YouTube sobre suporte básico de vida e reanimação cardiopulmonar.

Análise de vídeos do YouTube sobre suporte básico de vida e reanimação cardiopulmonar.

Objetivo: Analisar os vídeos no sítio de compartilhamento YouTube, observando quais os pontos tratados nos vídeos relacionados à reanimação cardiopulmonar e ao Suporte Básico de Vida. Métodos Métodos Métodos Métodos Métodos: A análise foi baseada no Guidelines de 2010 da American Heart Association.Trata-se de uma pesquisa do tipo exploratória, quantitativa e qualitativa, realizada no sítio de compartilhamento do YouTube, utilizando-se os Descritores em Ciências da Saúde “reanimação cardiopulmonar” e “suporte básico de vida” para vídeos que tinham como foco o suporte básico de vida. Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: Durante a investigação inicial encontrou-se 260 vídeos, foram escolhidos para análise,61. Estes,em sua maioria, foram postados por pessoa física e pertencem à categoria Education. Grande parte dos vídeos, apesar de serem adicionados ao sítio depois da publicação do Guidelines de 2010 da AHA, estava de acordo com as antigas diretrizes de 2005. Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: Embora o sítio de compartilhamento de vídeos YouTube seja amplamente usado atualmente, nele há uma carência de vídeos a respeito de reanimação cardiopulmonar e Suporte Básico de Vida adequados às diretrizes da American Heart Association, podendo influenciar negativamente a população que o utiliza.
Mostrar mais

5 Ler mais

O emprego do cateter duplo J diminui as complicações na ureterolitotomia retroperitoneoscópica.

O emprego do cateter duplo J diminui as complicações na ureterolitotomia retroperitoneoscópica.

Dentre os trabalhos pesquisados, há descrição dos dois métodos, com ou sem cateter duplo J. No entan- to, não há clareza na comparação dos resultados entre os mesmos. Desta forma, tentou-se pelo presente estudo, re- forçar se realmente o emprego do cateter é vantajoso para o paciente. Com relação às complicações aqui encontra- das, há semelhança com a literatura 10,12-14,22-25 , apontando

7 Ler mais

Análise crítica das toracotomias realizadas na sala de emergência durante 10 anos.

Análise crítica das toracotomias realizadas na sala de emergência durante 10 anos.

Objetivo: realizar uma análise crítica das toracotomias realizadas nas salas de emergência. Métodos: Métodos: Métodos: Métodos: Métodos: foram analisadas as taxas de mortalidade e sobrevida como variáveis de desfecho, mecanismo de trauma, local da lesão e lesões anatômicas como variáveis clínicas, sexo e idade como variáveis demográficas dos pacientes submetidos à toracotomia, na sala de emergência, após lesão traumática. Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: análise de 105 pacientes mostrou que 89,5% eram do sexo masculino. A média de idade foi 29,2 anos. O trauma penetrante respondeu por 81% dos casos. O mecanismo de trauma mais frequente foi o ferimento por projétil de arma de fogo (FPAF) com 64,7% dos casos. Os pacientes com ferimento por arma branca (FAB) responderam por 16,2% dos casos. A sobrevida global foi 4,7%. A sobrevida por FPAF foi 1,4% e por FAB, de 23,5%. A TSE por trauma contuso obteve mortalidade de 100%. Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: os resultados obtidos no Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre HPS-POA são semelhantes aos relatados na literatura mundial.
Mostrar mais

4 Ler mais

Hematoma subdural crônico: análise epidemiológica e prognóstica de 176 casos.

Hematoma subdural crônico: análise epidemiológica e prognóstica de 176 casos.

Objetivo: caracterizar os pacientes com hematoma subdural crônico submetidos à intervenção cirúrgica e identificar os indicadores prognósticos. Métodos: Métodos: Métodos: Métodos: análise retrospectiva de pacientes diagnosticados com hematoma subdural crônico (HSDC) submetidos a Métodos: tratamento cirúrgico. Foram analisados: idade, período do trauma ao diagnóstico por imagem, escala de coma de Glasgow pré e pós-operatório, tipo de intervenção cirúrgica, comorbidades associadas, utilização de drenagem pós-operatória e acompanhamento ambulatorial. Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: a amostra consistiu em 176 pacientes, 126 do sexo masculino e 50 pacientes do sexo feminino (propor- ção de 2,5:1), a idade variou de seis meses a 97 anos, com uma média de 59,3 anos. O HSDC foi causado por trauma em 52% dos pacientes, com o intervalo do trauma ao diagnóstico por imagem, em média, de 25,05 dias. Eram hipertensos 37,7% dos pacientes e 20% possuíam alguma doença neurológica. Oitenta e cinco (48,3%) pacientes eram idosos e a alteração da consciência esteve presente em 63% dos casos. Não eram idosos 91 (51,7%)p pacientes, 44% aprresentaram cefaleia, alteração da consciência ocorreu em 40% dos pacientes e as alterações motoras, em 27,5%. O HSDC localizou-se à direita em 41%, à esquerda em 43% e, bilateral em 16% dos pacientes. Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: a alteração de consciência foi a alteração clínica mais comum nos idosos e a cefaleia em não idosos. A comorbidade mais associada foi a HAS e a causa mais frequente, o traumatismo craniano. A trepanação com dois orifícios associada ao sistema de drenagem fechado foi a operação mais utilizada, com alta efetividade e baixo índice de complica- ções.
Mostrar mais

6 Ler mais

Estudo preliminar da água de coco para preservação de enxertos teciduais em transplante.

Estudo preliminar da água de coco para preservação de enxertos teciduais em transplante.

Objetivo::::: verificar a eficácia da água de coco na preservação de tecidos para transplante. Métodos Métodos Métodos Métodos: Métodos : : : : cinquenta ratas Wistar foram distribuídas aleatoriamente em cinco grupos, de acordo com as seguintes soluções de preservação para enxertos teciduais: Grupo 1- Ringer lactato, Grupo 2- Solução de Belzer, Grupo 3- Água de coco maduro, Grupo 4- Água de coco verde, Grupo 5- Água de coco modificada. No Grupo 5, a água de coco verde foi modificada à semelhança da solução de Belzer. De cada animal, retirou- se o baço, os ovários e um segmento de pele do dorso. Esses tecidos foram preservados durante seis horas em uma das soluções. Em seguida, os enxertos foram reimplantados. A recuperação da função dos tecidos implantados foi avaliada 90 dias após a cirurgia, por meio de cintilografia esplênica, exames de sangue. Os tecidos implantados foram coletados para estudo anatomopatológico. Resultados
Mostrar mais

6 Ler mais

Estudo comparativo dos diferentes graus de risco no tumor estromal gastrointestinal.

Estudo comparativo dos diferentes graus de risco no tumor estromal gastrointestinal.

Objetivo: avaliar a aplicabilidade das principais categorias de risco e de fatores morfológicos no prognóstico tumor estromal gastrointestinal. Métodos Métodos Métodos Métodos Métodos: cinquenta e quatro casos de GIST foram estudados retrospectivamente considerando-se os principais fatores prognósticos da neoplasia: graus de risco, topografia, tamanho, índice mitótico, necrose, subtipo histológico e imunofenótipo. Foi também verificada a sua associação e a redução da sobrevida global dos pacientes. Resultados Resultados Resultados Resultados: a análise univariada mostrou Resultados que os tumores com número de mitoses maior que 5/50CGA (campos de grande aumento), a presença de necrose, de alto risco tanto para os sistemas propostos por Fletcher, quanto para Miettinen tiveram associação significativa com redução da sobrevida (p=0,00001, 0,0056, 0,03 e 0,009, respectivamente). Enquanto que os demais fatores analisados (tamanho, subtipo histológico, topografia e imunofenótipo) não tiveram tal associação. A análise multivariada (índice de Jacard) demonstrou que o grau de risco de Miettinen foi aquele que melhor se relacionou com o prognóstico. Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: os critérios de risco de Fletcher e de Miettinen são importantes na avaliação do prognóstico de pacientes com tumor estromal gastrointestinal, principalmente este último, que se soma ao índice mitótico e a necrose tumoral.
Mostrar mais

5 Ler mais

Cultivo do rambotä.

Cultivo do rambotä.

resumo – o cultivo da rambuteira (Nephelium lappaceum l.) é uma atividade recente no Brasil, e muitas das recomendações técnicas são extrapoladas de outros países produtores. no Brasil, os plantios comerciais de rambotã estão restritos aos estados da Bahia, Pará e São Paulo, e são formados por mudas propagadas sexuadamente, apresentando, portanto, grande variabilidade genética. essa variabilidade de rambuteiras tem permitido a seleção de genótipos que produzem frutos com as características requeridas para exportação. algumas pragas e doenças têm sido relatadas em rambuteiras no Brasil. a produção é comercializada no mercado interno, na forma de frutos in natura.
Mostrar mais

7 Ler mais

Treinamento para a colecistectomia videolaparoscópica em manequins plásticos.

Treinamento para a colecistectomia videolaparoscópica em manequins plásticos.

Objetivo: Objetivo: Este trabalho tem como objetivo disponibilizar para qualquer instituição de ensino superior em Medicina um eficaz método de curva de aprendizagem e de desenvolvimento de habilidades nessa inovadora prática cirúrgica que necessita de aperfeiçoamento em virtude das inovações tecnológicas. Métodos: Métodos: Métodos: Métodos: Métodos: Foram utilizados materiais simples e de baixo custo para a confecção e a realização da colecistectomia videolaparoscópica em manequins plásticos como seria in vivo. Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: Resultados: Os resultados foram evidenciados por meio de fotos legendadas dos procedimentos cirúrgicos. Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: Conclusão: A colecistectomia videolaparoscópica em manequins plásticos demonstrou ser um alternativo e viável método de treinamento para os estudantes de Medicina.
Mostrar mais

4 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados