Nitrato e nitrito

Top PDF Nitrato e nitrito:

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE NITRATO E NITRITO EM SALSICHAS COMERCIALIZADAS NA CIDADE DE LAVRAS - MG  Doi: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v11i2.209217

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE NITRATO E NITRITO EM SALSICHAS COMERCIALIZADAS NA CIDADE DE LAVRAS - MG Doi: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v11i2.209217

RESUMO: O nitrito possui um impacto nocivo sobre a saúde humana, devido à sua reação com aminas secundárias. Deste modo, é essencial a determinação de nitrato e nitrito em amostras de alimentos, como embutidos de carne, que são amplamente consumidos pela população em geral, principalmente pelas crianças. Assim, o objetivo deste trabalho foi o de verificar a presença dessas substâncias em salsichas comercializadas em Lavras-MG por método descrito pela AOAC (Official Methods of Analysis of the Association of Official Analytical Chemists). Foram coletados três tipos de amostras de salsichas (A, B e C). As amostras foram analizadas no espectrofotômetro (λ 474 nm). Para o cálculo do teor de nitrato e nitrito utilizou-se a equação (Y = 0,1734X + 0,0097), com um coeficiente de determinação (R2) de 0,9999. Foram encontrados valores entre 1,6725 - 2,6011 mg/Kg e 1,5876 - 3,1332 mg/Kg de nitrato e nitrito respectivamente na amostra A; 0,0922 - 0,2044 mg/Kg e 0,6845 - 1,5761 mg/Kg na amostra B e 0,0638 - 3,2842 mg/Kg e 1,1839 - 1,6683 mg/Kg na amostra C. Este estudo sugerem que, as amostras estão em concordância com as exigências legais quando se compara com o limite máximo de resíduo permitido para salsicha 0 – 3,7 mg/Kg de nitrato, porém para os valores de nitrito percebe-se que os dados obtidos ultrapassaram o limite permitido pela legislação, que é de 0 - 0,07 mg/Kg de nitrito.
Mostrar mais

10 Ler mais

Nitrato e nitrito em leite produzido em sistemas convencional e orgânico.

Nitrato e nitrito em leite produzido em sistemas convencional e orgânico.

Nitratos e nitritos podem estar presentes naturalmente em diversos alimentos, entre eles o leite. Devido a sua toxicidade, são esta- belecidos limites para a presença destes compostos nos alimentos. Assim, investigou-se os níveis de nitratos e nitritos em amos- tras de leite produzido por vacas submetidas aos sistemas de manejo convencional e orgânico. As amostras foram cole- tadas em propriedades da Região da Depressão Central do Rio Grande do Sul, Brasil. Os teores médios de nitrato e nitrito encon- trados nas amostras (n=45) foram de 6,65±0,84mg/L e 1,76±0,17mg/L, respectivamente. O leite produzido no sistema orgânico apresentou 7,08mg/L de nitrato e 1,61mg/L de nitrito, enquanto o produzido no sistema convencional apresentou 6,36 e 1,87mg/L, respectivamente. Não foi observada diferença significativa entre os teores de nitrato e nitrito encontrados nas amostras de leite em função do sistema de produção avaliado, época de coleta, turno de ordenha ou local de origem, isto é, propriedade pro- dutora.
Mostrar mais

6 Ler mais

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE NITRATO E NITRITO EM AMOSTRAS DE BEBIDAS LÁCTEAS COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE LAVRAS/MG doi: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v12i1.1351

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE NITRATO E NITRITO EM AMOSTRAS DE BEBIDAS LÁCTEAS COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE LAVRAS/MG doi: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v12i1.1351

Resumo. Nitratos e nitritos são encontrados em produtos lácteos, frutas, etc. A presença em alimentos é perigosa, pois nitratos podem ser reduzidos a nitritos. O nitrito é perigoso para a saúde devido à reação com aminas secundárias dos alimentos, esta reação forma as N-nitrosaminas que são compostos carcinogênicos. Por isso, é essencial a determinação de nitrato e nitrito em alimentos, que são consumidos pela população. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar a presença dessas substâncias em bebidas lácteas comercializadas em Lavras-MG pelo método AOAC, que fundamenta-se na redução do nitrato a nitrito em coluna de cádmio, com posterior análise espectrofotométrica. Foram coletadas quatro amostras de bebida láctea (A, B, C e D). Para o preparo das amostras foram realizadas desproteinização e clarificação, já para análise foi realizada a redução de nitrato à nitrito pela coluna de cádmio com posterior leitura do eluato no espectrofotômetro (λ 474 nm). Para o cálculo do teor utilizou-se a equação dada pelo gráfico, que foi construído a partir de diluições da solução padrão de nitrato (y=0,4838x+0,0227), com um coeficiente de determinação (R 2 ) de 0,9998. Foram encontrados valores entre 0,0142–
Mostrar mais

5 Ler mais

Quantificação de nitrato e nitrito em lingüiças do tipo frescal.

Quantificação de nitrato e nitrito em lingüiças do tipo frescal.

O objetivo do trabalho foi quantificar o teor de nitrato e nitrito de sódio em amostras de lingüiças frescal de frango e pernil, em quatro lotes distintos de sete produtores. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, com tratamentos dispostos no esquema fatorial 7x4. Aos dados obtidos aplicou-se análise de variância, para obter o quadrado médio do resíduo. Para verificar a homogeneidade dos experimentos utilizou-se o teste de Hartley. Prosseguiu-se à análise conjunta para comparar os dois tipos de lingüiça. Aplicou-se o esquema fatorial 7x4x2 e obteve se o F significativo. Aplicou-se o teste de Tukey ao nível de 1% de significância. Os resultados indicam que as amostras de lingüiça frescal de frango apresentaram valores entre 7,6 e 312,5 ppm para a fração de nitrato de sódio e valores entre 1,2 e 221 ppm para a fração de nitrito; para as amostras de lingüiça frescal de pernil, os teores obtidos estiveram entre 8,6 e 363,6 ppm para a fração de nitrato e entre 0,6 a 162,2 ppm para a de nitrito. Entre os lotes de lingüiça de frango, a variação esteve entre 7,6 e 312,5 ppm para a fração de nitrato e entre 1,2 e 221ppm para a de nitrito; as amostras de lingüiça frescal de pernil apresentaram valores de 100 a 104,3 ppm para nitrato e de 0,6 a 162,2 ppm para nitrito. 7,1% das amostras estavam em desacordo com a legislação.
Mostrar mais

7 Ler mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS - CAV DEPARTAMENTO DE CLÍNICA E PATOLOGIA MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL FERNANDA JÖNCK

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS - CAV DEPARTAMENTO DE CLÍNICA E PATOLOGIA MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL FERNANDA JÖNCK

Descrevem-se os dados epidemiológicos, sinais clínicos e lesões da intoxicação espontânea e experimental por nitrato e nitrito em bovinos que pastoreiam em pastagens de aveia (Avena sativa) e azevém (Lolium spp), o teste da Difenilamina e os teores de nitrato nas amostras de pastagens onde ocorreram os surtos. A enfermidade ocorre em diferentes regiões do estado de Santa Catarina, quando as pastagens tem crescimento exuberante, após receberem quantidades excessivas de adubo químico e/ou orgânico, principalmente quando ocorrem condições climáticas de seca e posteriormente chuva. Os animais em contato com essas pastagens desenvolveram rapidamente mucosas de coloração marrom, taquipnéia, andar cambaleante, micção frequente, timpanismo, decúbito lateral e morte em poucos minutos, ou recuperação algumas horas após. Na necropsia de quatro animais que adoeceram espontaneamente, as principais lesões encontradas foram a coloração marrom das mucosas, a cor escura do sangue (cor de chocolate) e a coloração vermelho intensa da musculatura esquelética e do miocárdio esquerdo. A reprodução experimental da doença foi realizada em sete bovinos, com pastagens de quatro propriedades onde ocorreu a doença. Aveia e azevém verdes e sob a forma de feno foram administradas aos bovinos, destes quatro morreram, dois adoeceram e recuperam-se, um naturalmente e outro com a aplicação de azul de metileno a 1%, na dose de 2 mg/kg/peso vivo, e um bovino não apresentou alterações. Os sinais clínicos observados e lesões dos animais que adoeceram e morreram foram idênticos aos casos naturais. Alterações microscópicas não foram observadas nos casos naturais e experimentais. O teste da difenilamina resultou positivo em todas as propriedades em que ocorreram os surtos. A análise bromatológica realizada em amostras coletadas de várias propriedades em que ocorreram surtos da enfermidade variaram de 0,30% a 3,36% de nitrato na matéria seca. A enfermidade caracterizou-se principalmente por respiração ofegante, sangue de coloração escura, mucosas de coloração marrom e morte rápida de bovinos e está relacionada á ingestão de pastagens de aveia e azevém superadubadas, que acumularam alto teor de nitrato, após um período de chuvas precedido de seca.
Mostrar mais

47 Ler mais

Dinâmica de compostos nitrogenados em um córrego receptor de efluente tratado de abate bovino

Dinâmica de compostos nitrogenados em um córrego receptor de efluente tratado de abate bovino

Este trabalho teve como objetivo avaliar as concentrações dos compostos nitrogenados de acordo com a Resolução 357/2005 do CONAMA, traçar a dinâmica destes em um córrego receptor de efluente tratado de abate bovino e investigar uma possível mudança das concentrações, no corpo hídrico, dos parâmetros estudados em função do descarte do efluente. Foram analisados os parâmetros: nitrogênio orgânico, íon amônio, nitrato e nitrito. O efluente foi gerado em um abatedouro de bovinos localizado no município de Anápolis – GO, tratado em três lagoas de estabilização em série, sendo duas anaeróbias e uma facultativa. As coletas de água foram realizadas em seis repetições, entre os dias 10 de agosto e 21 de setembro de 2009. O descarte do efluente tratado de abate bovino no córrego Jurubatuba não alterou a qualidade da água deste para os parâmetros estudados. Através das análises da água pode-se inferir que há despejo de esgotos domésticos sem tratamento no corpo hídrico estudado, já a montante do despejo do efluente da ETE (estação de tratamento de esgoto) do frigorífico.
Mostrar mais

6 Ler mais

Qualidade da água de uma represa localizada em área agrícola (Campo Verde, MT, Brasil).

Qualidade da água de uma represa localizada em área agrícola (Campo Verde, MT, Brasil).

As variáveis oxigênio dissolvido, pH, condutividade elétrica e temperatura da água foram obtidas in loco com auxílio de medidor multiparamétrico (Hach Hq40d). A temperatura do ar, por sua vez, foi obtida com auxílio de um termômetro com bulbo de mercúrio. A determinação da turbidez, cor aparente, fósforo total, nitrogênio amoniacal, nitrato e nitrito seguiu o Standart Methods (APHA, 1998). Para avaliar as características físicas e químicas do ambiente aquático e as relações com a dinâmica da comunidade bacteriana utilizou-se como referência os parâmetros estabelecidos na Resolução CONAMA 357/05 para corpos d’água de Classe II (Brasil, 2005). Os dados secundários de pluviometria foram disponibilizados pelo administrador da fazenda onde foi realizado o presente estudo, sendo considerado o acúmulo mensal de precipitação. As análises microbiológicas foram feitas por meio da contagem geral de bactérias heterotróficas cultiváveis, sendo as amostras de água diluídas dentro das potências 10 -1 a 10 -4 e plaqueadas pelo método de pour plate em triplicatas no meio Ágar Nutriente (AN). A diluição tem a função de facilitar a contagem de colônias em placa, pois as amostras podem se encontrar concentradas, o que prejudicaria a análise. A determinação do pigmento fotossintetizante clorofila-a foi feita conforme CETESB (1990).
Mostrar mais

18 Ler mais

Intoxicação espontânea e experimental por nitrato/nitrito em bovinos alimentados com Avena sativa (aveia) e/ou Lolium spp. (azevém).

Intoxicação espontânea e experimental por nitrato/nitrito em bovinos alimentados com Avena sativa (aveia) e/ou Lolium spp. (azevém).

RESUMO.- Descrevem-se os dados epidemiológicos, sinais clínicos e lesões da intoxicação espontânea e experimen- tal por nitrato e nitrito em bovinos alimentados com pas- tagens de Avena sativa (aveia) e/ou Lolium spp (azevém). A enfermidade ocorre em diferentes regiões do Estado de Santa Catarina, quando as pastagens tem crescimento exu- berante, após receberem quantidades excessivas de adubo químico e/ou orgânico, principalmente quando ocorrem condições climáticas de seca e posteriormente chuva. Os animais em contato com essas pastagens desenvolvem rapidamente mucosas de coloração marrom, taquipnéia, andar cambaleante, micção frequente, timpanismo, decú- bito lateral e morte em poucos minutos, ou recuperação algumas horas após. Na necropsia de quatro animais que adoeceram espontaneamente, as principais alterações en- contradas foram a coloração marrom das mucosas, a cor escura do sangue (cor de chocolate) e a coloração vermelho intensa da musculatura esquelética e do miocárdio esquer- do. A reprodução experimental da doença foi realizada em sete bovinos, com pastagens de quatro propriedades onde ocorreu adoença. Aveia e/ou azevém verdes e sob a forma de feno foram administradas aos bovinos. Destes bovinos quatro morreram, dois adoeceram e se recuperam, um na- turalmente e outro com a aplicação de azul de metileno a 1%, na dose de 2mg/kg/peso vivo, e um bovino não apre- sentou alterações. Os sinais clínicos observados e as lesões nos animais que adoeceram e morreram foram idênticos aos casos naturais. Alterações microscópicas não foram observadas nos casos naturais e experimentais. O teste da difenilamina nas amostras de pastagens onde ocorre- ram os surtos resultou positivo em todas as propriedades. A análise bromatológica realizada em amostras coletadas de várias propriedades em que ocorreram surtos revelou de 0,30 a 3,36% de nitrato na matéria seca. A enfermidade caracterizou-se principalmente por respiração ofegante, sangue de coloração escura, mucosas de coloração marrom e morte rápida dos bovinos e está relacionada á ingestão de pastagens de aveia e/ou azevém super adubados, que acu- mularam alto teor de nitrato, após um período de chuvas precedido de seca.
Mostrar mais

9 Ler mais

Desenvolvimento de um fotômetro portátil e de procedimentos analíticos automáticos...

Desenvolvimento de um fotômetro portátil e de procedimentos analíticos automáticos...

(1996) reportaram um sistema em fluxo para determinação de nitrato e nitrito em amostras de águas baseado da reação com 3,6-diamino acridina e detecção espectrofotométrica em meio ácid[r]

126 Ler mais

Atividade da redutase de nitrato em mudas de pupunheira (Bactris gasipaes).

Atividade da redutase de nitrato em mudas de pupunheira (Bactris gasipaes).

de tecido foliar de pupunheira. DELÚ-FILHO et al. (1998) também verificaram em mudas de seringueira aumento da atividade da enzima até 180 minutos de tempo de reação. No entanto, L’VOV & SAFARALIEV (1988) recomendam que não se deve prolongar por mais de uma hora o período de incubação, devido às alterações causadas no citoplasma por condições de anaerobiose. O pH do tampão utilizado interferiu na atividade da enzima, ocorrendo um aumento linear da atividade da enzima redutase de nitrato com a elevação do pH do tampão fosfato de 4,5 até 7, havendo um declínio acentuado na atividade em pH acima de 7 (Figura 1 B). Dessa forma, o pH ótimo para folhas de pupunheira, no qual a enzima expressa sua máxima atividade, ficou estabelecido entre 6,5 a 7. Resultados semelhantes foram encontrados em Cocos nucifera (SHIVASHANKAR & RAMADASAN, 1983) e também em espécies, tais como Coffea arabica (CARELLI et al., 1990), Avena strigosa (OLIVEIRA et al., 1996) e Ananas comosus (NIEVOLA & MERCIER, 2001). O efeito do pH do meio de reação na atividade da redutase de nitrato tem sido associado a alterações na estrutura molecular da enzima ou a modificações na velocidade de translocação de íons nitrato e nitrito, através das membranas celulares (PRAKASHI & NAIR , 1982; CARELLI & FAHL, 1991).
Mostrar mais

8 Ler mais

Analisador micro-flow-batch usando uma micro-coluna de cádmio esponjoso em linha para a determinação fotométrica de nitrato e de nitrito em laticínios

Analisador micro-flow-batch usando uma micro-coluna de cádmio esponjoso em linha para a determinação fotométrica de nitrato e de nitrito em laticínios

Neste estudo, um analisador micro-flow-batch ( FBA) utilizando uma micro-coluna redutora de cádmio em linha foi desenvolvido para a determinação fotométrica de íons nitrato e nitrito em amostras de laticínios. O método empregado baseia-se na reação de Griess-Llosvay e a medição da absorbância foi realizada a 540 nm, utilizando um LED verde integrado na micro-câmara construída em resina fotopolimerizável uretano-acrilato. Inicialmente, o teor de íons nitritos natural da amostra de lacticínio é determinado na micro-câmara de mistura, enquanto que o nitrato é reduzido a nitrito na micro-coluna de cádmio esponjoso acoplada ao microssistema e posteriormente determinado na micro-câmara como nitrito. O teor de íons nitrato foi estimado a partir da diferença entre a segunda e a primeira determinação. A curva analítica para nitrato e para nitrito foi linear na faixa de trabalho de 10,0 a 100,0 µg L -1 , com um coeficiente de correlação (r 2 ) de 0,992 e 0,998, respectivamente. O limite de detecção e o desvio padrão relativo foi calculado em 0,39 µg L -1 e <1,7% (n = 5) para o nitrito, e 0,41 µg L -1 e <1,3% (n = 5) para o nitrato. Comparando-se com os métodos de referência, não foram observadas diferenças estatisticamente significativas quando se aplica o teste t pareado com nível de confiança de 95%. A exatidão do método foi avaliada através do teste de recuperação (97,7 a 102,9%). O microssistema proposto empregando a micro-coluna de cádmio esponjoso em linha apresentou portabilidade satisfatória, robustez, flexibilidade, aparelhagem simples e consumo reduzido de produtos químicos em relação aos métodos automáticos mais recentes.
Mostrar mais

83 Ler mais

FEDERAL DE SANTA CATARINA

FEDERAL DE SANTA CATARINA

Demonstrativo de resultados obtidos para nitrito e nitrato nas análises da água de poços artesianos na zona urbana do município de Chapecó ..... Em concentrações.[r]

107 Ler mais

Movimentação de nitrato e amônio em colunas de solo.

Movimentação de nitrato e amônio em colunas de solo.

No sistema de plantio convencional, a prática anual de revolvimento do solo provoca alterações nas propriedades físi- cas, como diminuição da porosidade, modificação da estabilidade de agregados e destruição dos canais deixados pelo sistema radicular. No sistema de plantio direto, não há revolvimento do solo. Portanto, a aplicação de calcário, assim como de N, deve ser feita em superfície, em razão da impossibilidade de sua aplicação em profundidade. Objetivou-se com este trabalho estudar a movimentação de NO − 3 e NH + 4 em colunas de solo indeformado, com e sem aplicação de calcário. Conduzido em casa-de- vegetação, utilizaram-se tubos de PVC com 0,2 m de diâmetro e 0,2 m de comprimento. As amostras de um Latossolo Verme- lho Distrófico típico de textura muito argilosa, localizado no campus da UFLA, foram retiradas do horizonte A (0–0,2 m) inde- formadas. A irrigação e a análise do lixiviado foram feitas diariamente. No lixiviado, foram medidos o NO − 3 e o NH + 4 . As análises de nitrato foram feitas por dois métodos diferentes, sendo um pela redução do nitrito na coluna de Cd-Cu e o outro por um eletrodo seletivo; as análises de NH + 4 foram feitas pelo método do Nessler. O delineamento experimental utilizado foi o delineamento inteiramente casualizado, com três repetições. Mesmo com doses realistas de adubos nitrogenados (200 kg N ha - 1 ) e em Latossolos muito argilosos, com moderados a altos teores de óxidos de Fe e gibbsita, a lixiviação de −
Mostrar mais

5 Ler mais

A questão do nitrato em alface hidropônica e a saúde humana.

A questão do nitrato em alface hidropônica e a saúde humana.

A, B 1 , B 2 , C e sais minerais de ferro e cálcio (OHSE, 1999). A alface é a espécie mais cultivada e adaptada ao sistema hidropônico, destacando-se por seu ciclo curto, possibilitando retorno mais rápido do capital investido. Nas hortaliças, especialmente folhosas, o nitrogênio desempenha papel fundamental no crescimento e no rendimento dos produtos colhidos. Um adequado suprimento de nitrogênio está associado à alta atividade fotossintética e ao crescimento vegetativo vigoroso (CASTELLANE, 1994; FILGUEIRA, 2000). Em alface, doses elevadas de nitrogênio proporcionam maior massa e maiores acúmulos de macronutrientes nas folhas (PEREIRA et al., 1989; ALVARENGA et al., 2000; FERREIRA et al., 2000). Em sistema hidropônico, o nitrogênio é fornecido basicamente na forma de nitrato, uma vez que o amônio em altas concentrações na solução nutritiva é fitotóxico para a planta de alface, reduzindo o rendimento e a qualidade visual da cultura (BOON et al., 1990; FAQUIN et al., 1994; FAQUIN & FURTINI NETO, 1996; FURLANI, 1998). A capacidade de acúmulo de nitrato no vacúolo celular é de caráter genético, porém, grandemente influenciada por outros fatores, tais como: disponibilidade do íon na solução nutritiva, intensidade luminosa, disponibilidade de molibdênio, temperatura, umidade relativa do ar, sistema de cultivo, época de cultivo e hora de colheita, sendo os dois primeiros os mais importantes (MAYNARD et al., 1976; FAQUIN & FURTINI NETO, 1996; ANDRIOLO, 1999).
Mostrar mais

7 Ler mais

ALTERAÇÕES QUÍMICAS EM SOLO OCUPADO POR CEMITÉRIO HORIZONTAL NO NORTE DO RIO GRANDE DO SUL

ALTERAÇÕES QUÍMICAS EM SOLO OCUPADO POR CEMITÉRIO HORIZONTAL NO NORTE DO RIO GRANDE DO SUL

Com base na tabela 3, seguindo o critério adotado por Dancey e Reidey (1988), o parâmetro Altitude apresentou correlação negativa moderada (-0,45) e Fraca (-0,33) com os parâmetros Amônia e Nitrato, respectivamente. A análise dos dados indica que tais parâmetros apresentaram seus maiores valores nas cotas mais baixas, ou os menores valores ocorreram nas cotas mais altas. Já a Amônia e Nitrato apresentaram uma correlação positiva moderada (0,55). Os demais valores não apresentaram correlação significativa.

15 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMACOLOGIA MARIANA LIMA FERNANDES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMACOLOGIA MARIANA LIMA FERNANDES

forçado, o efeito sobre o tempo de imobilidade reduzido pelo timol foi revertido pelo pré-tratamento dos animais com antagonistas dos receptores serotonérgicos como a Ritanserina e o Ondansetron, já este efeito não foi evidenciado na presença do NAN-190, um antagonista do receptor 5HT1A. Foi evidenciado um aumento nos níveis das monoaminas através do HPLC, noradrenalina, dopamina, e principalmente da serotonina e reduziu os seus respectivos metabólitos. Não alterou a quantidade de SOD, reduziu a atividade da catalase no corpo estriado, reduziu os níveis de MDA e Nitrito e aumentou os níveis de GSH nas áreas cerebrais estudadas e aumentou os níveis de BDNF no hipocampo. Estes resultados sugerem que o timol oferece baixos riscos de toxicidade, apresenta efeitos antidepressivos provavelmente relacionados aos sistemas: noradrenérgico, dopaminérgico e serotonérgico sugerindo a participação dos receptores 5HT2A/2C e 5HT3, apresenta propriedades antioxidantes e um possível efeito neuroprotetor.
Mostrar mais

148 Ler mais

Estudo da remoção de nitrogênio via nitrito e via nitrato em sistemas de lodo ativado...

Estudo da remoção de nitrogênio via nitrito e via nitrato em sistemas de lodo ativado...

Das Figuras 89, 91 e 94, observa-se que nos experimentos em bateladas seqüenciais foi possível manter um acúmulo de nitrito estável no reator durante a etapa aeróbia, com a manutenção da concentração de amônia livre no reator capaz de inibir a atividade dos microrganismos oxidadores de nitrito a nitrato. Apesar de Anthonisen et al. (1976) mencionarem que concentrações entre 0,1 a 1,0 mgNH 3 /L são suficientes para a

248 Ler mais

Balanço de Massa para Nutrientes Inorgânicos (N e P) no Estuário do Rio Itajaí-Açu, SC.

Balanço de Massa para Nutrientes Inorgânicos (N e P) no Estuário do Rio Itajaí-Açu, SC.

podendo, portanto, ser atribuída a nitriicação. As altas tempe- raturas e altas concentrações de nitrito do período apoiam esta evidência. Entretanto, o valor exato das taxas de nitriicação não pode ser determinado, já que a variação inclui também a forma- ção do nitrogênio amoniacal através da mineralização da matéria orgânica, que pode estar subestimando parte da nitriicação. A assimilação heterotróica de nutrientes por bactérias também pode contribuir com esse consumo, principalmente em estuários que apresentam elevadas concentrações de nutrientes e turbidez. Os demais compartimentos do estuário apresentaram aumento de nitrogênio amoniacal. Estes aumentos foram mais signiicativos no baixo estuário, onde o luxo não conservativo foi de 7,0 mmol.m -3 .d -1 na superfície e de 16,7 mmol.m -3 .d -1 no
Mostrar mais

20 Ler mais

Atividade da enzima conversora de angiotensina e os níveis plasmáticos de peptídeos do sistema renina-angiotensina (Ang I, Ang II e Ang-(1-7)) em mulheres normotensas e hipertensas no climatério

Atividade da enzima conversora de angiotensina e os níveis plasmáticos de peptídeos do sistema renina-angiotensina (Ang I, Ang II e Ang-(1-7)) em mulheres normotensas e hipertensas no climatério

Noventa e seis voluntárias participaram do estudo, sendo sessenta e sete voluntárias normotensas (NT) e vinte e nove voluntárias hipertensas (HT) com idade de 52,07±0,88 e 55,48±1,51 anos, respectivamente. Parâmetros antropométricos (peso corporal, índice de massa corporal - IMC) cardiovasculares (pressão arterial sistólica – PAS, pressão arterial diastólica – PAD) e bioquímicos (perfil lipídico, glicemia, atividade da enzima conversora de angiotensina – Ativ. ECA, concentrações de Angiotensina I - Ang I, Angiotensina II - Ang II e Angiotensina-(1-7) - (Ang-(1-7), concentrações de nitrito/nitrato (NOx - ), atividade da SOD e catalase e concentrações séricas de MDA) foram analisados. Não foram observadas diferenças entre os parâmetros antropométricos, hormonais, perfil lipídico e biomarcadores do estresse oxidativo entre as voluntárias NT e HT. Por outro lado, foram observadas diferenças significativas na PAS, PAD, glicemia, os peptídeos do SRA [Ang I, Ang II e Ang-(1-7)] e as concentrações de NOx - . Quando divididas em perimenopausa e pós-menopausa, observamos diferença estatisticamente significativa, com redução da atividade da SOD, aumento das concentrações de NOx - e do SRA (ativ. ECA e Ang II) para as mulheres hipertensas após a menopausa enquanto que o mesmo não ocorreu nas mulheres normotensas. Portanto, mulheres HT após a menopausa apresentam elevação da atividade do SRA medidos pela atividade da ECA e Ang II. Esses dados mostram que a elevação do sistema renina-angiotensina é potencializada no período após a menopausa em mulheres com a presença de hipertensão arterial.
Mostrar mais

82 Ler mais

Remoção de nitrito, nitrato e amônia de efluentes de indústrias petrolíferas através de reatores biológicos inoculados com “Aspergillus niger”

Remoção de nitrito, nitrato e amônia de efluentes de indústrias petrolíferas através de reatores biológicos inoculados com “Aspergillus niger”

A proposta desta pesquisa foi avaliar a remoção de compostos nitrogenados presentes em águas residuárias de indústrias petrolíferas, empregando processo biológico com fungos. Foram montados e operados durante 156 dias, em escala de laboratório, dois reatores biológicos aeróbios com fungos (RBF), com biomassa imobilizada e fluxo contínuo ascendente. Os dois reatores eram constituídos de acrílico e apresentavam dimensões idênticas com 60 cm de altura, 10 cm de diâmetro e volume útil de 4,5 L, sendo que o primeiro reator (R1) teve como meio suporte manta agulhada de poliamida, e o segundo reator (R2) espuma de poliuretano. Inicialmente, os reatores contendo a água residuária a ser estudada foram inoculados com 2 x 10 6 esporos/mL, de Aspergillus niger AN 400, e deixados em repouso, sem aeração por 24h para crescimento do micélio. Após esse período iniciou-se a aeração e a recirculação do efluente dos reatores que foi mantida por uma semana. Em seguida a recirculação foi suspensa, iniciou-se a alimentação dos reatores com a água residuária e os parâmetros de interesse passaram a ser monitorados. A pesquisa foi dividida em 4 fases, nas quais foram aplicados diferentes TDH e concentrações variadas de glicose (exceto fase I) como fonte primária de carbono. Na fase I os reatores foram operados durante 35 dias com TDH de 8h, sem adição de fonte primária de carbono. Foi observada, boa eficiência de remoção de nitrito, com valores médios de 82%, e 89%, para R1 e R2, respectivamente. Para Nitrato as remoções foram de 53% para o R1 e de 55% para o R2. Com relação à amônia, os valores médios das concentrações nos efluentes, foram: R1 igual a 10,31mgN-NH 3 /L, e R2 igual a 10,62 mgN-NH 3 /L, as quais foram
Mostrar mais

93 Ler mais

Show all 6389 documents...