Produção mais Limpa. Benefícios. Dificuldades. Empresas Industriais. Estado de São Paulo.

Top PDF Produção mais Limpa. Benefícios. Dificuldades. Empresas Industriais. Estado de São Paulo.:

Identificação dos benefícios e dificuldades da produção mais limpa em empresas industriais do estado de São Paulo

Identificação dos benefícios e dificuldades da produção mais limpa em empresas industriais do estado de São Paulo

Resumo: A Produção mais Limpa está conquistando crescente aceitação pelas empresas devido ao potencial que esta estratégia apresenta para minimização proativa de impactos ambientais para a racionalização na utilização de insumos e diminuir a geração de resíduos e emissões. Esta prática gera benefícios ambientais e econômicos para as empresas. Desta forma, a mensuração dos benefícios auferidos pela Produção mais Limpa em empresas que adotam esta estratégia ambiental é de suma importância para a sua promoção no meio empresarial e também para a sociedade em geral. Somado a estas informações, nota-se a necessidade de maior valorização dos benefícios ambientais face aos econômicos. Neste contexto, esta pesquisa tem como objetivo identificar os benefícios gerados e as dificuldades enfrentadas para a Produção mais Limpa em quatro empresas industriais situadas no estado de São Paulo por meio de estudos de caso. Foi possível identificar significativos benefícios ambientais, principalmente no aspecto de redução da utilização de insumos de produção, ou seja, extração de recursos naturais e na deposição dos resíduos da produção. Além disso, a estratégia preventiva da Produção mais Limpa possibilitou ganhos econômicos às organizações, sustentados pelo gerenciamento racional de seus processos produtivos. Como principal dificuldade destaca-se o aspecto econômico para a implantação de projetos de Produção mais Limpa.
Mostrar mais

24 Ler mais

Um estudo sobre a relação entre o sistema de gestão da qualidade ISO 9001 e a inovação em empresas industriais do Estado de São Paulo

Um estudo sobre a relação entre o sistema de gestão da qualidade ISO 9001 e a inovação em empresas industriais do Estado de São Paulo

Para exemplificar suas atividades, mencionam-se três inovações: duas de processo e uma tecnológica. A primeira delas fora a mudança no processo de produção e compra de matéria-prima, a fim de melhorar a qualidade dos resíduos plásticos gerados, material este que é voltado a atender um programa social da comunidade próxima à fábrica. Na segunda inovação, ocorreram alterações no processo de embalagem, visando a evitar danos e perdas aos produtos expedidos, cujo índice de reclamação era crescente. Por último, tem-se que a empresa desenvolveu uma tecnologia que fizesse a impressão das chapas de madeira na própria indústria, uma vez que esse material era comprado de fornecedores externos.
Mostrar mais

156 Ler mais

Diagnóstico dos recursos pesqueiros marinhos, Cynoscion jamaicensis, Macrodon ancylodon e Micropogonias furnieri (perciformes: sciaenidae), da região sudeste-sul do Brasil entre as latitudes 23° e 28° 40 S

Diagnóstico dos recursos pesqueiros marinhos, Cynoscion jamaicensis, Macrodon ancylodon e Micropogonias furnieri (perciformes: sciaenidae), da região sudeste-sul do Brasil entre as latitudes 23° e 28° 40 S

Desde sua criação em 1969, o Instituto de Pesca tem sido o órgão responsável pela coleta, armazenamento, processamento e disponibilização de informações sobre a produção pesqueira marinha desembarcada no Estado de São Paulo (S TEPIENEVINSKI , 1997). Atualmente, o monitoramento dos desembarques da pesca marinha é realizado pela “Unidade Laboratorial de Referência em Controle Estatístico da Produção Pesqueira Marinha” do “Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio do Pescado Marinho”, que mantém coletores de dados nos principais locais de desembarque dos municípios costeiros do Estado. Os coletores obtêm as informações da produção extrativa desembarcada, por espécie, através de entrevistas com os mestres das embarcações e pescadores. De forma complementar, as informações sobre os desembarques pesqueiros são obtidas através de mapas de bordo do Sistema SEAP-IBAMA (“Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca” da “Presidência da República”-“Instituto Brasileiro do Meio Ambiente” do Ministério do Meio Ambiente”) e de registros fornecidos por empresas de pesca e pontos de desembarques (C ARNEIRO et al. 2000, Á VILA - DA -S ILVA et al. 2005). As coletas dos dados de captura e
Mostrar mais

120 Ler mais

Condomínios industriais e empresariais no Brasil. A indústria automobilística e os novos espaços produtivos em Campinas (SP)

Condomínios industriais e empresariais no Brasil. A indústria automobilística e os novos espaços produtivos em Campinas (SP)

Resumo – O sistema produtivo globalizou ­se, com vantagens comparativas dinâmicas ou competitivas, que geram novas relações de trabalho e de produção. espaços integrados com capacitações técnicas, logísticas, de serviços, na forma de condomínios industriais têm possibilitado a integração entre empresas dos mais variados ramos ou setores da atividade econômica que, no passado, estavam dispersos geograficamente. O espaço, cada vez mais conectado, articulado e integrado, é essencial para o funcionamento das indústrias e das ativi­ dades criativas. O objetivo deste trabalho é mostrar a importância e tipologias dos condomí­ nios industriais e empresariais na região Metropolitana de Campinas (são Paulo, Brasil), que tem sido pioneira na implantação e concentração de atividades econômicas, e quais as condi­ ções gerais para a produção e a reprodução do capital em tais espaços produtivos.
Mostrar mais

16 Ler mais

A emergência de uma cidade mundial: os casos de São Paulo e Buenos Aires

A emergência de uma cidade mundial: os casos de São Paulo e Buenos Aires

Na realidade, apesar de o conceito de cidade mundial ganhar muita evidência nesta década, ele já havia sido cunhado por Friedmann e Wolff em 1982: “O sistema de relações econômicas globais emergente adquire forma particular, tipicamente urbana, em localidades sob diversas formas enredadas no sistema global. O modo específico da sua integração nesse sistema dá origem a uma hierarquia urbana de influências e controles. No topo desta hierarquia encontra-se um pequeno número de densas regiões urbanas, que chamamos cidades mundiais. Fortemente interligadas entre si, por meios decisórios e finanças, elas constituem um sistema mundial de controle da produção e da expansão do mercado. Exemplos de cidades mundiais em formação incluem metrópoles como Tóquio, Los Angeles, São Francisco, Miami, Nova Iorque, Londres, Paris, Frankfurt, Zurich, Cairo, Bangkok, Cingapura, Hong Kong, Cidade do México, São Paulo e Buenos Aires.” 50
Mostrar mais

94 Ler mais

ANÁLISE DO USO DO PENSAMENTO ESTATÍSTICO E DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS EM EMPRESAS INDUSTRIAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO

ANÁLISE DO USO DO PENSAMENTO ESTATÍSTICO E DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS EM EMPRESAS INDUSTRIAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO

Com o objetivo de diminuir a variabilidade e melhorar o desempenho dos sistemas produtivos, as empresas buscam aplicar programas de melhoria como a Produção Enxuta (Lean Manufacturing - LM), Gestão da Qualidade Total (Total Quality Management - TQM), Seis Sigma (SS), Lean Seis Sigma (LSS) e TPM (Total Productive Maintenance), entre outros. De acordo com Makrymichalos et al. (2005) é necessário verificar os fundamentos teóricos que servem de base para esses programas, a fim de serem utilizados de forma mais eficiente e consequentemente as empresas alcançarem resultados aceitáveis. Esses programas, em diferentes níveis, são fundamentados no Pensamento Estatístico (PE) e em Técnicas Estatísticas (TE). Esta dissertação apresenta os resultados de uma pesquisa survey, com 243 empresas industriais do Estado de São Paulo, com o objetivo de analisar o nível de presença do PE e das TE em empresas que adotam programas de melhoria e os resultados percebidos com o seu uso. Identificou-se um grupo denominado, na análise estatística realizada, de “Empresas Avançadas”, representando 16,9% da amostra. As empresas deste grupo são as mais fundamentadas no uso do PE e TE, além disso, 29,26% delas conseguiram obter melhores resultados operacionais, 26,82% obtiveram benefícios subjetivos percebidos com a aplicação das TE e princípios do PE e 17,07% obtiveram tanto resultados operacionais percebidos quanto benefícios subjetivos com o uso do PE e TE. As empresas deste grupo obtiveram estes resultados devido, principalmente, ao uso do SS e do LSS há mais de 5 anos. Esses programas incorporam mais intensamente os princípios do PE e usam as TE básicas, intermediárias e avançadas.
Mostrar mais

152 Ler mais

A produção mais limpa como ferramenta da sustentabilidade empresarial: um estudo no estado do Rio Grande do Norte.

A produção mais limpa como ferramenta da sustentabilidade empresarial: um estudo no estado do Rio Grande do Norte.

Contudo, nota-se que a PmL pode ser aplicada sem restrições tanto em empresas industriais quanto prestadoras de serviço, trazendo benefícios econômicos (redução de custos operacionais), ambientais (otimização do uso de recursos e diminuição dos desperdícios) e sociais (ganho de uma consciência ambiental, busca de redução dos riscos aos funcionários), com retorno de investimento a curto e médio prazos. Esses fatores podem evidenciar que a PmL auxiliou a empresa a incorporar uma postura social e ambiental, direcionando-a a uma melhor posição no mercado.
Mostrar mais

15 Ler mais

Benefícios e dificuldades da gestão ambiental com base na ISO 14001 em empresas industriais de São Paulo

Benefícios e dificuldades da gestão ambiental com base na ISO 14001 em empresas industriais de São Paulo

O principal objetivo deste trabalho é verificar, por meio de uma pesquisa tipo survey, os benefícios e as dificuldades da adoção de Sistemas de Gestão Ambiental ISO 14001 em empresas industriais do Estado de São Paulo. Para tal, um questionário foi enviado para 194 empresas constantes da base de dados do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) e respondido por 69 delas, representando uma taxa de retorno de 35,36%. Duas hipóteses foram estabelecidas para realização do estudo: uma enunciando os potenciais benefícios e outra as dificuldades da gestão ambiental com base na norma NBR ISO 14001. Estas hipóteses foram parcialmente comprovadas. O artigo está estruturado da seguinte forma: introdução, sistema de gestão ambiental, norma NBR ISO 14001, método de pesquisa, apresentação e análise dos resultados, conclusão e referências bibliográficas. Palavras-chave
Mostrar mais

10 Ler mais

Contribuição da Produção Enxuta para obtenção da Produção mais Limpa

Contribuição da Produção Enxuta para obtenção da Produção mais Limpa

O pensamento enxuto se baseia em cinco princípios: valor; cadeia de valor; fluxo; puxar; perfeição. O valor deve ser especificado a partir do ponto de vista do consumidor final. A cadeia de valor representa as atividades específicas necessárias para projetar, pedir e oferecer um produto específico, da concepção ao lançamento, do pedido à entrega, e da matéria-prima às mãos do cliente. O fluxo significa a realização progressiva de tarefas ao longo da cadeia de valor, que deverá ser sem refugos ou retrofluxos. Puxar a produção significa o oposto da produção tradicional, que é empurrada, ou seja, com a produção puxada, nada deve ser produzido pelo fornecedor a montante, sem que o cliente a jusante solicite. A perfeição refere- se a necessidade de se criar um círculo virtuoso permanente de criação de valor e eliminação de desperdício. Essa perfeição pode ser por meio de melhorias contínuas (kaizen) ou de melhorias radicais (kaikaku).
Mostrar mais

8 Ler mais

Uma análise da produção mais limpa no Brasil

Uma análise da produção mais limpa no Brasil

Os cuidados com o meio ambiente, por parte das empresas, iniciaram-se pelos controles ambientais, cuja ênfase, no início, foi o controle “fim de tubo”. Porém, a percepção que todo resíduo, efluente ou emissão representa um custo para a empresa, motivou o repensar dos processos industriais. Surgiu então uma gestão ambiental mais preventiva, sem perder de vista a rentabilidade. Todo esse processo foi concomitante à preocupação com a imagem da empresa perante a comunidade, pois muitas tiveram sérios problemas por conta de controles ineficientes ou inexistentes; e, não menos importante, ao aumento da sensibilização dos consumidores pelas questões socioambientais.
Mostrar mais

10 Ler mais

A geração de empregos na atividade industrial do setor eletrometal-mecânico em Pernambuco: um contraponto entre as empresas incentivadas e não-incentivadas pelo Estado – 1998-2007

A geração de empregos na atividade industrial do setor eletrometal-mecânico em Pernambuco: um contraponto entre as empresas incentivadas e não-incentivadas pelo Estado – 1998-2007

Para atrair investimentos privados, sobretudo nas atividades industriais, os governos estaduais vêm praticando uma política de incentivos fiscais bastante agressiva, principalmente no Norte e Nordeste do País, onde são maiores as dificuldades logísticas e menores as disponibilidades de recursos humanos capacitados e recursos tecnológicos adequados. A isto se deu a alcunha depreciativa de “guerra fiscal” e iniciou-se uma verdadeira disputa no Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), visando pôr um fim à prática, sempre apresentada de forma deletéria e como nociva aos interesses públicos nacionais. O objetivo deste trabalho é realizar um comparativo entre o nível de contribuição das indústrias incentivadas e não-incentivadas pelo Governo de Pernambuco na movimentação da curva do emprego do setor eletro-metal-mecânico do Estado, no período de 1998 a 2007. A pesquisa, na linha de economia política, caracteriza-se como um estudo do tipo descritivo e retrospectivo, realizado através de revisão da literatura e embasado na análise interpretativa de dados secundários. De acordo com os dados apresentados, pode-se concluir que o incentivo fiscal e o crescimento relativo do número de empregos não têm, entre si, uma correlação direta, mas os números reforçam a importância da contribuição do incentivo fiscal para a geração de empregos na indústria em geral e, particularmente, naquelas do segmento eletro-metal-mecânico.
Mostrar mais

143 Ler mais

BENEFÍCIOS AMBIENTAIS E ECONOMICOS PROVENIENTES DA IMPLEMENTAÇÃO DA PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM UMA INDÚSTRIA DE MÓVEIS DE MUNICIPIO DE NATAL-RN

BENEFÍCIOS AMBIENTAIS E ECONOMICOS PROVENIENTES DA IMPLEMENTAÇÃO DA PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM UMA INDÚSTRIA DE MÓVEIS DE MUNICIPIO DE NATAL-RN

Nascimento, Lemos e Melo (2008) afirmam que a P+L caracteriza-se pelos seguintes aspectos: (1) só a mudança tecnológica com a adoção de um programa P+L muitas vezes não é suficiente para tornar um processo produtivo “mais limpo”; (2) a geração de conhecimento endógeno e á aplicação do know-how (saber como fazer) externo ou interno à organização são elementos-chave para o sucesso de um programa; (3) é preciso que ocorram mudanças de atitudes em todos os níveis da organização, referentes ao comprometimento com a implementação de um programa. Ainda é afirmado que A P+L oferece oportunidades para uma relação ambiental do tipo “ganha-ganha", na qual a melhoria ambiental pode andar junto com os benefícios econômicos. Pode-se dizer, também, que existem ligações entre os objetivos comerciais e as políticas referentes às questões ambientais.
Mostrar mais

20 Ler mais

GESTÃO DA PRODUÇÃO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INDUSTRIAIS DA CIDADE DE ITACOATIARA

GESTÃO DA PRODUÇÃO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INDUSTRIAIS DA CIDADE DE ITACOATIARA

Este artigo tem como objetivo a apresentação de um projeto de extensão tecnológica em micro e pequenas empresas industriais da cidade de Itacoatiara a partir de uma abordagem para a gestão da produção com o intuito de fomentar o desenvolvimento de produtos, serviços e processos inovadores. Do ponto de vista metodológico, o projeto caracteriza-se como qualitativo e exploratório com relação à abordagem do problema e objetivos, respectivamente. Quanto aos procedimentos técnicos, caracteriza-se como uma pesquisa-ação. Neste projeto utilizou-se uma abordagem para a gestão da produção com o objetivo de oferecer recomendações demonstrando as dificuldades e facilitando o alcance do sucesso neste processo. A delimitação do universo foi composta por micro e pequenas empresas localizadas na cidade de Itacoatiara/AM do setor industrial. O acesso às empresas ocorreu mediante participação do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (SEBRAE), unidade de Itacoatiara. Entre os principais resultados e impactos do projeto destacam-se: (1) desenvolvimento da aprendizagem vivencial nos discentes de engenharia de produção; (2) fomento a um ambiente inovador local; (3) desenvolvimento tecnológico e gerencial de micro e pequenas empresas industriais de Itacoatiara; (4) aproximação entre a universidade e as empresas; e (5) motivação por parte dos discentes de engenharia de produção ao desempenharem as atividades determinadas.
Mostrar mais

17 Ler mais

Importância das pequenas empresas industriais no problema de acidentes do trabalho em São Paulo

Importância das pequenas empresas industriais no problema de acidentes do trabalho em São Paulo

É compreensível, no entanto, que as más condições de Saúde Ocupacional rei- nantes nas pequenas empresas, traduzidas aqui pela ocorrência mais acentuada de acidentes graves, não podem se[r]

11 Ler mais

Impressão 3D: uma abordagem de produção mais limpa?

Impressão 3D: uma abordagem de produção mais limpa?

Tendo em conta o impacto direto e indireto que a produção Industrial tem sobre o ambiente, parece natural que atualmente se discutam e se tentem encontrar soluções alternativas ao modo como se produz tendo por base os princípios de Ecoeficiência. O Concelho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD) definiu Ecoeficiência como a produção e entrega de bens e serviços a preços competitivos, que satisfaçam as necessidades humanas e proporcionem qualidade de vida, enquanto reduzem progressivamente o impacto ecológico e a intensidade de utilização de recursos durante o ciclo de vida, para um nível pelo menos em linha com a capacidade de suporte estimada de Terra (relacionado com o conceito de Pegada Ecológica) (Huppes & Ishikawa, 2005). Um facto curioso é que as preocupações ao nível da igualdade e outras de âmbito social não estão incluídas neste conceito de Ecoeficiência, situação que vai em sentido contrário do conceito de Sustentabilidade que engloba as vertentes sociais, económicas e ambientais (Ehrenfeld, 2005). Como tema independente, a Ecoeficiência está bem definida mas é diversificada, tendo em conta as várias visões sobre o problema. A diversidade não deriva apenas de diferentes terminologias desenvolvidas nos mais variados domínios, mas também das mais básicas e subjacentes aproximações teóricas a este tema. Apesar disto, adotar os princípios de desenvolvimento sustentável e utilizar a Ecoeficiência como referencial para o funcionamento das empresas, mantendo elevados os padrões de gestão ambiental, deve ser uma prioridade. Qualquer organização pode usar esta estratégia como forma de diferenciação, não só no mercado onde operam mas também na sociedade tendo em conta a responsabilidade social que atualmente é atribuída às empresas. As medidas de Ecoeficiência associam assim os objetivos da excelência empresarial com a excelência ambiental, de modo a que o comportamento da organização proporcione um desenvolvimento global sustentável (Huppes & Ishikawa, 2005)
Mostrar mais

101 Ler mais

A produção mais limpa como geradora de inovação e competitividade.

A produção mais limpa como geradora de inovação e competitividade.

Esta nova orientação está sendo adotada pouco a pouco pelas empresas; no entanto ela deve-se, em grande parte, a fatores externos, tais como: pressão por parte da sociedade; dos Governos; das instituições financeiras internacionais; pres- são decorrente da acirrada concorrência, devido à globalização da economia; pres- sões de organizações não-governamentais (ONGs); conceitos novos referentes a sistemas de qualidade total - ISO 9000; gestão ambiental; certificação ambiental (BS-7750 e Norma ISO 14000) e produtos que sejam detentores de selos verdes (produtos que desde suas origens possuam elevado padrão de comprometimento com a variável ambiental), dentre outros.
Mostrar mais

24 Ler mais

A implementação da produção mais limpa no processo de vulcanização

A implementação da produção mais limpa no processo de vulcanização

Resumo: A crescente conscientização ecológica, a preservação ambiental, a justiça social e a preocupação com as gerações futuras estão diretamente relacionadas à sustentabilidade das empresas. Neste trabalho será abordado o conceito de produção mais limpa, associado aos processos de vulcanização da borracha utilizada na emenda realizada em correias transportadoras. Será abordada a vantagem econômica e ambiental do reaproveitamento dos refugos de borracha gerados a partir da reforma das correias, mencionando como os mesmos podem ser reaproveitados em outros processos industriais, e não descartados de forma indevida no meio, contribuindo para minimizar os problemas ambientais, advindos da destinação inadequada deste tipo de resíduo. Estes resíduos são gerados em grandes quantidades e, se não destinados de forma ambientalmente adequada podem contribuir para a geração de impactos negativos e irreversíveis no meio ambiente. Os refugos da borracha são materiais não biodegradáveis e que apresentam demora na sua decomposição, daí a grande importância de seu reaproveitamento em outros processos produtivos.
Mostrar mais

19 Ler mais

Show all 10000 documents...