Programa de Apoio a Planos de Expansão e Reestruturação das Universidades Públicas Federais - REUNI

Top PDF Programa de Apoio a Planos de Expansão e Reestruturação das Universidades Públicas Federais - REUNI:

REUNI - um programa de apoio a planos de expansão e reestruturação das universidades públicas federais : o caso da UFS

REUNI - um programa de apoio a planos de expansão e reestruturação das universidades públicas federais : o caso da UFS

Aborda o ensino superior no Brasil. O tema principal versa sobre o Programa de Apoio a Planos de Expansão e Reestruturação das Universidades Públicas Federais - REUNI. A pesquisa tem como questão norteadora a implementação do REUNI na Universidade Federal de Sergipe, objetivando fazer uma análise do processo histórico da educação superior no Brasil através do estudo das políticas adotadas pelos governos durante essa trajetória histórica no setor educacional e a forma como se deu a adesão da UFS ao REUNI no período de 2007 a 2012. Utilizando-se do método de pesquisa bibliográfico, através do qual, chegou aos resultados que subsidiou demonstrar que os objetivos e metas pactuados entre o MEC e a UFS para aderência ao REUNI foram atingidos no que se refere a melhorias na infraestrutura, aumento do número de vagas, aumento do número de matrículas e da relação aluno professor de 18/01, porém não consegue-se provar, se houve elevação gradual da taxa de conclusão; se houve interação entre os diferentes níveis de ensino e se a permanência foi assegurada.
Mostrar mais

123 Ler mais

Programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Públicas Federais (REUNI): repercussões na UFRN

Programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Públicas Federais (REUNI): repercussões na UFRN

O presente trabalho tem por objetivo analisar a implantação do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) e o seu papel na reconfiguração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, ressaltando suas repercussões na gestão e organização da universidade. Para a realização do trabalho, entre os procedimentos técnicos, utilizamos a revisão de literatura, análise documental e entrevistas semiestruturadas. A revisão bibliográfica permitiu aprofundar conceitos importantes sobre a temática, priorizando conteúdos referentes aos conceitos de globalização e neoliberalismo; reforma do Estado e suas repercussões para as políticas de educação superior brasileira; diretrizes de documentos internacionais e nacionais que definiram a organização desse nível de ensino. Os estudos indicam, no que se refere à expansão da UFRN, que as metas pactuadas do REUNI foram atendidas quase que na sua totalidade. No entanto, qualitativamente, não se pode afirmar que o REUNI teve um impacto positivo, pois além da expansão das vagas e da criação de cursos novos, na sua maioria foram criados cursos noturnos, houve um aumento substancial da relação professor x aluno, o que mostra que essa expansão também se dá pela racionalização dos recursos humanos e da estrutura física existentes. Nessa perspectiva, o REUNI trouxe várias modificações na forma de gerenciar os serviços na UFRN, merecendo destaque a intensificação do processo de mudanças na concepção de uma gestão burocrática para a gestão gerencial, ressaltando a cultura instituída com o contrato de gestão. Nesse sentido, a utilização das metas e de indicadores de desempenho passa a adquirir cada vez mais importância como forma de acompanhar e avaliar o cumprimento das ações pactuadas, pois desse cumprimento depende o repasse de recursos financeiros. Nesse contexto, o Programa vem se caracterizando como uma continuidade das políticas privatizantes para a expansão da educação superior brasileira, e objetiva inserir nas universidades públicas federais um modelo de organização fundamentado no paradigma gerencialista de administração, ocasionando assim, a mercantilização de bens e serviços acadêmicos.
Mostrar mais

182 Ler mais

Expansão da educação superior: uma análise do programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Federais (REUNI) na Universidade Federal de Pernambuco

Expansão da educação superior: uma análise do programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Federais (REUNI) na Universidade Federal de Pernambuco

Examino, neste trabalho, o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) no que diz respeito à ampliação das oportunidades de acesso a estudantes com desvantagens socioeconômicas e educacionais nesse nível de escolaridade, no âmbito da Universidade Federal de Pernambuco. A Abordagem do Ciclo Contínuo de Políticas de Ball and Bowe constitui a principal referência teórico-conceitual, pois permite compreender o caráter complexo e controverso da política educacional, além de possibilitar a análise crítica da trajetória de programas e políticas educacionais desde sua formulação inicial até sua implementação no contexto da prática. Em conformidade com os objetivos da pesquisa e face à natureza qualitativa e quantitativa da investigação lançamos mão de dados da Comissão do Vestibular (Covest), órgão responsável pela realização do vestibular na UFPE, da análise documental e de entrevistas semi-estruturadas com os principais atores sociais envolvidos no estudo em âmbito institucional. Para o tratamento das informações qualitativas recorremos à análise de discurso proposta por Fairclough, a qual aborda o discurso a partir de três dimensões interdependentes: discurso como texto, como prática discursiva e como prática social. Entre os principais resultados, evidencia-se que na elaboração do texto da política do Reuni é possível percebermos uma intertextualidade marcada pelas „diretrizes‟ internacionais, como também é resultante das influências do debate nacional sobre a ampliação das oportunidades educacionais no campo da educação superior brasileira sinalizando assim que há uma relação inegável entre as esferas global, nacional e o local. Observamos que embora prescritivas as diretrizes do Reuni foram reinterpretadas no contexto da prática, pois a produção do Plano Reuni/UFPE articulou tanto a produção de orientações oficiais, quanto as experiências locais, resultando em uma recriação híbrida. Um fato merece ser destacado nos achados dessa pesquisa: há diferença significativa entre o número de aprovados egressos de escola pública após o processo de atuação do Reuni na UFPE; o percentual de candidatos classificados oriundos de escola pública cuja renda familiar é de um a dois salários mínimos cresceu significativamente após o Reuni. Isso requer, de imediato, políticas institucionais do governo federal em termos de investimentos para que esses estudantes tenham longevidade escolar e possam concluir o curso universitário, o que implica no que denominamos de políticas que garantam não apenas o acesso, mas, sobretudo a permanência e a conclusão do curso.
Mostrar mais

228 Ler mais

Avaliação do impacto do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Unisidades Federais (REUNI), no Sistema de Bibliotecas Unisitárias da Unisidade Federal do Ceará

Avaliação do impacto do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Unisidades Federais (REUNI), no Sistema de Bibliotecas Unisitárias da Unisidade Federal do Ceará

O estudo apresenta a avaliação do impacto do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) no Sistema de Bibliotecas Universitárias (SBU) da Universidade Federal do Ceará (UFC). Tem por objetivo identificar as melhorias ocorridas no Sistema de Bibliotecas da UFC nos últimos sete anos, especialmente a partir da implantação do REUNI. A pesquisa é exploratória e torna-se relevante por possibilitar a identificação das melhorias ocorridas no Sistema de Bibliotecas da UFC com o advento do REUNI, ao tempo em que busca desvelar se a força da Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004, do Sistema de Avaliação da Educação Superior (SINAES) como instrumento de melhoria da qualidade da educação superior, proporcionou o avanço de maiores investimentos no SBU. Para tanto, tentou-se analisar os investimentos da UFC no referido sistema antes do REUNI, comparando-os com os que ocorreram a partir da sua implantação, o que culmina também com as ações demandadas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). Os dados apresentados referem-se às ações e investimentos do período de 2001 a 2006, anterior ao REUNI, e quando o sistema de avaliação, SINAES, ainda estreava seus primeiros passos nas instituições federais de ensino superior. Os dados referentes aos anos de 2007 a 2014 analisados nesta pesquisa permitem conferir que houve significativo aumento do acervo, reflexo do considerável investimento de recursos. Esses dados foram importantes para a conclusão de que o REUNI foi um fator preponderante e instrumento eficaz tanto para a modernização do sistema de bibliotecas como para a gestão desse sistema na UFC e que, de alguma forma, o SINAES vem contribuindo para a melhoria e para o aumento do acervo do Sistema de Bibliotecas Universitárias.
Mostrar mais

117 Ler mais

AS CONDIÇÕES DE EXPANSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA E DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE APOIO A PLANOS DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS (REUNI) E SUAS REPERCUSSÕES NO TRABALHO DOCENTE KÁTIA DE CÁSSIA SANTANA

AS CONDIÇÕES DE EXPANSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA E DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE APOIO A PLANOS DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS (REUNI) E SUAS REPERCUSSÕES NO TRABALHO DOCENTE KÁTIA DE CÁSSIA SANTANA

O objetivo da pesquisa foi o de analisar as implicações da expansão da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e da implementação do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) no trabalho docente. Procuramos articular algumas proposições teóricas sobre: as relações entre as mudanças no mundo do trabalho, Reforma do Estado e as políticas educacionais; as mediações das relações entre trabalho e educação. Partimos do pressuposto de que as mudanças estruturais do capitalismo trouxeram transformações para o mundo do trabalho e para a carreira docente que passa ser balizada pela lógica da eficiência e da maximização dos recursos e da força de trabalho. Buscamos investigar como os fenômenos da reconfiguração produtiva da universidade pública se efetivaram na instituição, bem como apontar se houve um processo de intensificação do trabalho docente na UFV após a implementação do REUNI. Definimos como campo empírico de nosso objeto de análise a UFV e professores de 5 departamentos que compõem os cursos de graduação em Ciências Biológicas integral (Bacharelado/Licenciatura) e Ciências Biológicas noturno (Licenciatura). A coleta de dados incluiu documentos oficiais, institucionais e acadêmicos; aplicação de questionários a 60 professores sobre perfil docente e visão sobre a expansão; realização de 12 entrevistas semiestruturadas sobre atividades e cotidiano do trabalho do professor. Buscou-se a participação relativamente igualitária de professores em diferentes etapas da carreira profissional (inicial, intermediária e final) e que apresentavam distinções em relação às atividades nas quais participavam. Desse modo, foram entrevistados professores que lecionavam na pós-graduação e na graduação; professores que lecionavam somente na graduação; dentre professores que lecionavam na pós-graduação
Mostrar mais

180 Ler mais

REFORMA UNIVERSITÁRIA NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS DOCUMENTOS OFICIAIS E DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE O REUNI - PROGRAMA DE APOIO A PLANOS DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

REFORMA UNIVERSITÁRIA NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS DOCUMENTOS OFICIAIS E DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE O REUNI - PROGRAMA DE APOIO A PLANOS DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

Segundo a mesma autora, o Programa REUNI já nasceu autoritário por se tratar de um decreto e por impor um cronograma já definido para apresentação de propostas por parte das universidades. Ela afirma que esse Programa, por meio do qual as IFES podem propor seus planos de reestruturação e expansão para o MEC, desencadeou uma série de mudanças institucionais, orientadas por uma aparente mudança de paradigma sobre as funções da universidade pública. Os projetos aprovados pelo Ministério receberão uma dotação de verbas e recursos para implementarem seus programas de expansão. Mas, para isto, têm que apresentar uma contrapartida, mostrando eficiência e rapidez nas providências para a expansão de cursos, vagas e matrículas na universidade, contemplando-as no edital para o processo de seleção – exame vestibular, além de outras providências que demonstrem o esforço para reduzir a evasão e a repetência, a capacidade ociosa de material, de espaço e de pessoal, a reformulação de programas de cursos, de currículos e de recursos didáticos para obter maior índice de conclusão, entre outras ações.
Mostrar mais

15 Ler mais

A IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE APOIO A PLANOS DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS (REUNI): UM ESTUDO DE CASO DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO

A IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE APOIO A PLANOS DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS (REUNI): UM ESTUDO DE CASO DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO

Neste artigo, analisaremos os documentos oficiais que levaram a implementação do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). O REUNI, instituído pelo Decreto nº 6.096/2007, tinha como principais objetivos promover a ampliação e garantir a permanência dos estudantes na educação superior pública, em especial na graduação. A presente pesquisa caracteriza-se como qualitativa, do tipo descritivo e analítico e consiste em um estudo de caso único. Os dados foram coletados por meio de pesquisa documental e bibliográfica e de entrevistas semi-estruturadas com os gestores que participaram da implementação do REUNI na UFRRJ. Os resultados da pesquisa foram agrupados em cinco temáticas, consideradas as mais importantes para o alcance das metas pactuadas: cursos, vagas, matrículas, evasões e assistência estudantil. Como primeiros resultados, constatou-se que o tempo mínimo para o planejamento e a falta de qualificação dos gestores foram fatores que prejudicaram a implementação do programa. Apesar disso, a UFRRJ cumpriu o que fora acordado com a Secretaria de Educação Superior: aumentar a oferta de vagas e cursos de graduação, principalmente no período noturno e diminuir consideravelmente as evasões.
Mostrar mais

16 Ler mais

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). Este programa está sendo estudado como uma etapa no contexto de reforma nas universidades federais brasileiras, pensada desde meados dos anos 1980. Na proposta do REUNI, a indução da inovação curricular nos cursos de graduação é considerada como o elemento de maior relevância do programa. Busca compreender quais carências de orientação da sociedade contemporânea levaram à necessidade de reformas nas universidades federais brasileiras. Objetivamos demonstrar como uma abordagem histórica pode contribuir para a compreensão de políticas públicas educacionais. Metodologicamente, a pesquisa está sendo conduzida pela análise das narrativas de sentido em torno da reforma. Os resultados da pesquisa pretendem demonstrar que o sucesso do REUNI foi condicionado à capacidade de sua proposta romper com a tradição de formação profissional das universidades federais.
Mostrar mais

25 Ler mais

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008 a 2012

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008 a 2012

A presente pesquisa tem por objetivo apresentar os resultados de uma análise histórica do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). O REUNI foi uma política pública educacional, implementada durante o governo Lula (2003-2010), que objetivou um processo de reestruturação para as universidades públicas federais entre os anos de 2008 a 2012. O governo Lula, com a proposta do REUNI, condicionou o repasse de verbas para as universidades públicas federais à apresentação de uma proposta de reestruturação capaz de atender as demandas da sociedade do século XXI. A proposta de reestruturação era firmada a partir de um Acordo de Metas entre a universidade federal e o MEC. A análise da documentação demonstra que o objetivo do REUNI era induzir uma inovação nos currículos dos cursos de graduação oferecidos pelas universidades públicas federais. Como exemplo, a proposta de implantação dos Bacharelados Interdisciplinares. A importância da análise do REUNI se justifica segundo três aspectos: primeiro, o REUNI é uma etapa no contexto de reforma nas universidades federais brasileiras pensada desde meados dos anos 1980; segundo, todas as universidades federais aderiram ao programa e apresentaram propostas de reestruturação; terceiro, o fato de o REUNI pretender uma indução da inovação curricular para as universidades, objetivando romper com a tradição brasileira de ensino superior associado com formação profissional. O objetivo da nossa pesquisa é demonstrar como a Ciência da História pode contribuir com o processo de análise de políticas públicas educacionais. Metodologicamente, a pesquisa está sendo conduzida pela análise das narrativas de sentido em torno da reforma e presentes em documentos produzidos nacional e internacionalmente. A análise histórica do REUNI
Mostrar mais

228 Ler mais

A reforma nas universidades federais brasileiras e a representação cultural do tempo histórico: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

A reforma nas universidades federais brasileiras e a representação cultural do tempo histórico: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

inicial do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). Este programa será estudado como uma etapa no contexto de reforma nas universidades federais brasileiras, pensada desde meados dos anos 1980 e implementada, sobretudo, ao longo dos governos FHC (1995-2002) e Lula (2003-2010). Na proposta do REUNI, a indução da inovação curricular nos cursos de graduação era o elemento invariante de maior relevância. A título de exemplo, a proposta de implantação dos Bacharelados Interdisciplinares, objetivando a democratização do acesso à universidade e evitando a especialização precoce dos graduandos, era incentivada pelo programa. Embora seja importante a reflexão sobre a inovação curricular para a universidade pública, nossa intenção aqui será compreender como, na prática, esse processo tem apresentado diversos graus de dificuldades para que a universidade pública federal se mantenha autônoma. Setores externos à instituição, principalmente os governos e o mercado econômico, em níveis local e global, têm cada vez mais poder na definição dos rumos da universidade. As reflexões sobre essa problemática serão conduzidas pelos pressupostos teórico-metodológicos de Pierre Bourdieu e da história dos conceitos de Reinhart Koselleck. Os resultados pretendem uma compreensão do REUNI como uma política pública implementada no campo das universidades públicas federais, entendido como um espaço de articulação entre relações sociais e suas representações numa dada historicidade, de maneira a captar a complexidade do objeto de pesquisa e contribuir com as reflexões sobre a universidade pública brasileira.
Mostrar mais

12 Ler mais

O Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI: análises de indicadores (2007 a 2015) e desenho de marco lógico

O Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI: análises de indicadores (2007 a 2015) e desenho de marco lógico

O presente documento tem como objetivo analisar o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) com a finalidade de compreender o modo pelo qual tem se dado o processo expansivo das universidades federais pelo país e a qualidade do ensino e de todos os fatores abrangidos por isto. Para isso foram observados sete indicadores, sendo eles: a taxa de conclusão dos cursos de graduação, o índice de evasão, a razão discente/docente, o índice geral de cursos, o número de docentes com doutorado, o número de patentes e os gastos com as universidades. Ao analisar os indicadores que avaliam as metas do programa, pode-se inferir que a taxa de conclusão dos cursos de graduação não aumentou, o índice de evasão aumentou e a razão discente/docente apresenta valores aquém do esperado. Em relação ao desenho de marco lógico, foram apresentados indicadores de resultados e impactos de curto, médio e longo prazo para uma futura avaliação do REUNI.
Mostrar mais

56 Ler mais

Impacto do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (REUNI) na atividade investigativa: crescimento, qualidade e internacionalização

Impacto do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (REUNI) na atividade investigativa: crescimento, qualidade e internacionalização

O Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), apresentado através do Decreto Presidencial n. 6.096/2007, está contido no plano de governo denominado Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), Programa que tem por base um conjunto de várias ações para a educação superior brasileira (BRASIL, 2007; LIMA, 2013). O PDE está asso- ciado ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que é uma série de medidas realizadas pelo Governo Luiz Inácio Lula da Silva com intuito de pro- piciar o crescimento econômico e social para o país. Uma importante medida do plano está em sua subdivisão territorial, pois desta maneira é possível identificar regiões até então desprivilegiadas de oportunidades educacionais, apresentando e atuando sobre as desigualdades encontradas (COSTA; COSTA; BARBOSA, 2013).
Mostrar mais

32 Ler mais

O programa de apoio a planos de reestruturação e expansão e das universidades federais: O caso Reuni na Universidade Federal de Viçosa

O programa de apoio a planos de reestruturação e expansão e das universidades federais: O caso Reuni na Universidade Federal de Viçosa

Com o objetivo de ampliar o acesso à Educação Superior no Brasil, o Governo Federal vem editando e implementando políticas que visam reduzir as desigualdades sociais, promover a inclusão social e melhorar a qualidade de ensino, com o aproveitamento das estruturas físicas já existentes. A criação do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades FederaisReuni, pelo Decreto nº 6.096, de 24 de abril de 2007, mais do que uma iniciativa do governo é uma polícia pública que se alinha às propostas dos dirigentes das universidades federais, no sentido de consolidar e aperfeiçoar o sistema público de educação superior, melhorando a eficiência, eficácia e qualidade dos serviços públicos prestados aos cidadãos. O presente trabalho descreve as diretrizes iniciais e analisa dados do primeiro ano da implementação do Reuni na Universidade Federal de Viçosa, bem como as diretrizes propostas e em andamento para cumprimento das metas do Programa nesta Instituição.
Mostrar mais

24 Ler mais

Discutindo a Evasão nos Cursos de Graduação Criados através do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI: o caso da UFPel

Discutindo a Evasão nos Cursos de Graduação Criados através do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI: o caso da UFPel

O Programa regulou as isenções fiscais constitucionais concedidas às instituições privadas de ensino superior. Durante os 16 anos que antecederam o PROUNI, de 1988 a 2004, as instituições de ensino superior sem fins lucrativos, responsáveis por 85% das matrículas do setor privado, gozaram de isenções fiscais sem nenhuma regulação do Poder Público, amparadas pela Constituição Federal. Essas instituições concediam bolsas de estudos, mas eram elas quem definiam beneficiários, cursos, número de bolsas e descontos concedidos, o que resultava em raras concessões de bolsas integrais e mais raramente ainda em cursos de alta demanda. Sendo assim, a isenção fiscal não ampliava o acesso ao ensino superior, como se esperava (CUNHA et al., 2014).
Mostrar mais

109 Ler mais

Condições de trabalho docente na universidade frente ao Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni)

Condições de trabalho docente na universidade frente ao Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni)

e cinco anos. O referido autor argumenta que antes da década de 1980, pesquisar no âmbito da educação universitária não correspondia necessariamente a formalizar tal esforço em projetos com prazos fixados, e menos ainda a condicionar os resultados das investigações a muitas publicações em periódicos e eventos. Segundo ele, nos último vinte e cinco anos esta experiência cedeu lugar às atividades de captação de recursos, realização e participação em eventos publicação de artigos, consultorias, produção e patentes, prestação de diversos serviços. O autor alerta para fato de que atualmente o mérito de um programa de pós-graduação não é mensurado por sua capacidade de formar bons profissionais, mas pelo volume e classificação das publicações docentes. “Uma lógica do tipo industrial brotou e se desenvolveu como regra geral da sociabilidade docente na pós-graduação, redefinindo o trabalho acadêmico em termos de ‘produtos’” (BOSI, 2011, p. 139).
Mostrar mais

113 Ler mais

A percepção dos docentes da UFRN sobre o programa de apoio a planos de reestruturação e ampliação das universidades federais - REUNI

A percepção dos docentes da UFRN sobre o programa de apoio a planos de reestruturação e ampliação das universidades federais - REUNI

Foi possível observar que a aprovação ao programa REUNI se deu de forma geral e em todos os centros avaliados individualmente. O fato de alguns Centros/Unidades terem sido criados após a implantação do programa REUNI não interferiu na resposta dos docentes sobre a nota atribuída ao programa. Pode-se observar, através dos testes estatísticos realizados, que a nota média não foi alterada devido ao tempo de existência do Centro/Unidade. As notas atribuídas pelos docentes que estão lotados em Centros mais tradicionais na UFRN (CCHLA, CCS, CT, CCET e CCSA) foram praticamente as mesmas das notas atribuídas pelos docentes que estão lotados em Centros e Unidades criadas recentemente (durante o REUNI), como é caso do Centro de Educação (CE) e da Escola de Ciência e Tecnologia (ECT).
Mostrar mais

64 Ler mais

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

No debate em torno da proposta do REUNI, identificamos, até o momento, diversos grupos de interesse, entre eles: grupos ligados à sociedade civil organizada, como a Academia Brasileira de Ciências (ABC) e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC); grupos ligados ao Estado, como o Ministério da Educação (MEC) e o Ministério da Fazenda (MF); grupos ligados aos interesses internacionais, como o Banco Mundial (BM) e o Fundo Monetário Internacional (FMI), e grupos ligados às organizações de classe, como o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES – SN), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES). Os grupos disputam os caminhos da reforma, mas é possível apontar para uma objetividade de consenso quanto à necessidade da reforma.
Mostrar mais

16 Ler mais

A influência da nova gestão pública sobre o programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Federais (REUNI) no nordeste brasileiro

A influência da nova gestão pública sobre o programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Federais (REUNI) no nordeste brasileiro

instrumental e relegando seus componentes substantivos ao âmbito do discurso. A partir dos pares categóricos dialéticos, propõe-se as sínteses críticas. História-naturalização: ao recorrerem à metáfora “tábua de salvação” (Reuni como alternativa para “sobrevivência” das universidades), assim como ao determinismo da velha gestão pública (as práticas da velha gestão como imutáveis), os sujeitos tomam como dadas as práticas da velha gestão pública, assim como naturalizam as mudanças demandadas pelo Reuni, considerando-as como se estivessem apartadas da vontade e intervenção humana. Práxis social-sistema: Ao recorrerem à metáfora “troca da turbina com o avião voando” (adaptação rápida em um ambiente de risco), os sujeitos narraram a maneira acrítica como aderiram e executaram as ações previstas no projeto Reuni, posicionando-se como cumpridores de metas em uma universidade-sistema, cuja transformação é metaforicamente representada pelo “motor de formação de egressos” (universidade como “fábrica” de concluintes). Emancipação-alienação: tanto a forma naturalizada e acrítica como os sujeitos aderiram ao Reuni, quanto o caráter sistêmico e harmonizador que eles atribuíram a suas práticas na universidade-operacional velam suas experiências de sofrimento e alienação, bem como seu distanciamento de ações reflexivas e emancipatórias. Conclui-se que os resultados lançam luz para a necessidade de se refletir sobre o risco das universidades públicas federais, ao serem transformadas em universidades-operacionais, perderem seu potencial de contribuição para a promoção do esclarecimento, e os sujeitos que nela atuam se afastarem cada vez mais do acesso a reflexões e conteúdos potencialmente emancipatórios.
Mostrar mais

307 Ler mais

Reestruturação e expansão do ensino superior público: o programa Reuni na Universidade Federal do Ceará sob a visão dos alunos

Reestruturação e expansão do ensino superior público: o programa Reuni na Universidade Federal do Ceará sob a visão dos alunos

efeitos positivos, combatendo o caráter elitista da educação superior. Com relação aos impactos iniciais do Reuni, a pesquisa evidenciou avanços na expansão das duas universidades. Foi registrado aumento de abertura de vagas, de cursos de graduação presenciais, de matrículas, de ações em prol da ocupação de vagas ociosas, bem como da permanência dos estudantes. A maioria das ações ultrapassou o previsto nos planos do Reuni. Sobre a evasão e a desistência, ambas as universidades empreenderam esforços para verificar suas causas e implementaram ações de acompanhamento para alunos em situação de risco. A UFPR e a UTFPR ainda estão distantes da meta de 18 estudantes por docente. No entanto, há de se considerar que grande parte dos professores das universidades federais não se dedica ape- nas a atividades de ensino, mas está en- volvida com pesquisa e extensão, diferen- temente das instituições privadas. Concluiu-se que o Reuni tem promovido a expansão do ensino superior nas duas universidades e levado a comunidade a refletir sobre suas práticas e suas formas de inclusão e exclusão.
Mostrar mais

23 Ler mais

Análise dos fatores associados ao custo por aluno das universidades federais brasileiras que aderiram ao REUNI

Análise dos fatores associados ao custo por aluno das universidades federais brasileiras que aderiram ao REUNI

Buscou-se analisar os fatores associados ao custo por aluno das universidades federais brasileiras que aderiram ao Programa de Apoio aos Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Públicas (REUNI) durante o período de 2008 a 2017 por meio de um banco de dados que conta com 52 universidades. Foram utilizados os indicadores de desempenho propostos pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e a análise estatística se deu por meio da regressão linear múltipla com dados em painel. Observou-se um acréscimo do custo por aluno no ano de 2009, seguido por reduções desse indicador no período de 2010 a 2012. Em 2013 e 2014 o custo por aluno voltou a crescer, apresentando sucessivas quedas em 2015 e 2016, encerrando o ano de 2017 com um aumento de 8,85% em relação a 2008. A quantidade de alunos em tempo integral por professor, a quantidade de alunos por funcionários e o grau de participação estudantil apresentaram associação negativa com o custo por aluno, demonstrando que quanto maior esses indicadores, menor foi o custo por aluno das universidades. Por sua vez, o grau de envolvimento com atividades de pós-graduação stricto sensu e o índice de qualificação do corpo docente apresentaram relação positiva com o custo por aluno, estando associados aos maiores valores de custos por aluno.
Mostrar mais

16 Ler mais

Show all 10000 documents...