Projeto de Circuitos Digitais

Top PDF Projeto de Circuitos Digitais:

Uma ferramenta automatizada para analise e projeto de circuitos digitais multi-valores

Uma ferramenta automatizada para analise e projeto de circuitos digitais multi-valores

Um outro exemplo no qual verificamos a necessidade de utilizar uma ferramenta que gere tabelas dada a expressão é a síntese de circuitos lógicos como Somador Completo e Multiplicador. Como mostraremos, existem duas maneiras de chegarmos a uma expressão para esses circuitos. Seguindo o processo comum de síntese mostrado no capítulo anterior, obtemos expressões muito complexas. Através da inspeção da tabela, com alguma experiência, podemos conseguir uma expressão mais simples. E depois, verificarmos a igualdade dessas expressões. Manualmente, esse processo de verificação tomaria um tempo desnecessário ao projetista. O software pode calcular rapidamente as duas expressões e assim verificar a igualdade das mesmas.
Mostrar mais

115 Ler mais

Projeto e construção de uma mesa de pinball utilizando circuitos digitais

Projeto e construção de uma mesa de pinball utilizando circuitos digitais

Este artigo tem por objetivo apresentar o processo de projeto e de construção da lógica eletrônica para o funcionamento de uma mesa de pinball feita através da aplicação de conceitos adquiridos na disciplina de Eletrônica Digital do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, câmpus Medianeira (UTFPR-MD). Serão explanados o projeto e a elaboração da mesa de pinball desde os sensores, a lógica de funcionamento para os diferentes valores de pontuação, o funcionamento dos displays, até o registro do record, que foram implementados com os circuitos lógicos estudados durante a disciplina. São apresentados os layouts dos circuitos utilizados, e ao final podem ser observadas fotografias do processo de construção até a mesa de pinball finalizada.
Mostrar mais

15 Ler mais

Publicações do PESC Projeto de Um Painel, Carregador de Microprograma e Depurador Programável de Circuitos Digitais para Um Computador de Médio POrte

Publicações do PESC Projeto de Um Painel, Carregador de Microprograma e Depurador Programável de Circuitos Digitais para Um Computador de Médio POrte

maior importância a ser cbnsiderado, na medida em que apenas ele pode "legitimar" as pesquisas,por estabelecer um ponto concreto de referência,mesmo para o trabalho [r]

103 Ler mais

Circuitos digitais e mistos CMOS com aplicação em medidor de energia

Circuitos digitais e mistos CMOS com aplicação em medidor de energia

A economia de energia pode ser significativa se o projeto de baixo consumo for planejado desde o n´ıvel do sistema, otimizando a l´ ogica do circuito para este fim. ` A medida que os processos de fabrica¸c˜ ao diminuem de tamanho, o consumo de energia pode ser reduzido ao mesmo tempo. Muitos esfor¸cos para atingir baixas exigˆ encias de energia a n´ıvel de circuito podem ser vistos na literatura [3], [4], [5], [6], [7]. Esses esfor¸cos concentram-se na redu¸c˜ ao da tens˜ ao de alimenta¸c˜ ao, ajustes na tens˜ ao de limiar, estrat´ egias de desligamento de partes do circuito e estilo de l´ ogica. Estas op¸c˜ oes podem ser escolhidas em n´ıvel de circuito e topologia para implementar diferentes fun¸c˜ oes aritm´ eticas. Por exemplo, para desenvolver um somador, pode ser adotado ripple-carry, carry-save ou carry look-ahead. Ao escolher uma dessas arquiteturas, o baixo consumo de energia pode ser alcan¸cado em detrimento de outras especifica¸c˜ oes, como velocidade ou ´ area de chip.
Mostrar mais

103 Ler mais

Uma metodologia para síntese de circuitos digitais em FPGAs baseada em otimização multiobjetivo

Uma metodologia para síntese de circuitos digitais em FPGAs baseada em otimização multiobjetivo

A GPU tem uma arquitetura massivamente paralela com milhares de pequenos núcleos que manipulam múltiplas tarefas de forma simultânea, são flexíveis e fáceis de programar usando linguagens de alto nível. Por estas razões, tem sido empregada como coprocessador para um grande número de aplicações. Já os FPGAs, são matrizes lógicas de alta densidade, possuem alto nível de versatilidade e flexibilidade, permitindo que o desenvolvedor conduza a implementação do hardware módulo a módulo, são reprogramáveis, o que facilita a correção de erros de projeto sem custos de hardware adicional. Possibilita também, a seleção do nível adequado de paralelismo para implementação dos algoritmos. O hardware pode ser utilizado para aproximar um chip customizado, eliminando ineficiências que possam ser causadas por modelos de execução tradicionais, como ocorre nos GPPs (INTEL CORPORATION, 2015), além disso, seu time-to-market é reduzido em comparação ao projeto de ASICs, já que não há a necessidade de geração de máscara.
Mostrar mais

249 Ler mais

OVM_tpi: uma metodologia de verificação  funcional para circuitos digitais

OVM_tpi: uma metodologia de verificação funcional para circuitos digitais

O uso da geração do ambiente de verificação de forma automática ou semiautomática é válido, também, por diminuir o tempo de construção do ambiente de verificação funcional e, consequentemente o custo e o tempo de projeto. Porém, a geração de código só poderá auxiliar no desenvolvimento do ambiente de verificação caso este seja padronizado; para tal, faz-se necessário que seus componentes tenham uma arquitetura bem definida, além de uma interface igualmente bem definida entre os componentes, e utilização de alguma ferramenta para prover essa geração semiautomática. Um fluxo de desenvolvimento que provê a autovalidação do ambiente de verificação funcional é interessante, para que todos os componentes possam ser validados por partes. Já o uso do paradigma de linguagem orientada a objeto é importante para a construção do ambiente de verificação, permitindo a reutilização das estruturas desenvolvidas em outras etapas do projeto (ou até em outros projetos).
Mostrar mais

227 Ler mais

Análise de cobertura funcional na fase de integração de blocos de circuitos digitais.

Análise de cobertura funcional na fase de integração de blocos de circuitos digitais.

Apesar de ter sido enfatizado que era possível acessar o código de todo o projeto, o sub- grupo que trabalhou de forma ad hoc se apoiou no ambiente de verificação da integração e na informação gráfica provida pela ferramenta de verificação funcional de VeriSC. Em Ve- riSC, é possível acompanhar a evolução da análise de cobertura funcional através de barras de progressão. Assim, os componentes que não foram reusados na integração não foram considerados pelos engenheiros. O primeiro engenheiro gastou uma hora e dezesseis minu- tos e argumentou que a verificação não alcançaria 100% porque o componente gerador de estímulos do bloco DCDCT não estava configurado devidamente. Apesar de ter procurado no código uma justificativa mais precisa, ele argumentou que era este o problema porque se a verificação funcional de cada bloco satisfaz integralmente os critérios de cobertura, é esperado que o mesmo ocorra com a integração. O segundo engenheiro também argumentou que verificação não alcançaria 100% de cobertura. A justificativa, no entanto, foi diferente. Como os critérios de cobertura inalcançáveis pertenciam originalmente ao bloco SI, o enge- nheiro argumentou que os mesmos não deveriam existir, pois eles não eram alcançáveis no sistema resultante da integração dos dois blocos. O tempo gasto por este engenheiro foi de uma hora e três minutos.
Mostrar mais

188 Ler mais

Estudo do fluxo de projeto de circuitos integrados digitais de aplicação especifica (ASICS) aplicado a um CI monitor de velocidade

Estudo do fluxo de projeto de circuitos integrados digitais de aplicação especifica (ASICS) aplicado a um CI monitor de velocidade

Este trabalho apresenta um estudo do fluxo de projeto de circuitos integrados digitais de aplicação especifica, voltado a um circuito integrado Monitor de Velocidade. O objetivo deste estudo foi o de percorrer as etapas de realização de sistemas digitais utilizando ferramentas EDA profissionais, partindo de uma concepção inicial e chegando ao protótipo de um produto, um circuito monitor de velocidade. As ferramentas possibilitam a descrição de projetos digitais em forma de esquemáticos, tabela verdade, máquina de estados e HDLs. O resultado desta descrição são HDLs simuláveis e sintetizáveis em uma tecnologia especifica. O circuito Monitor de Velocidade foi sintetizado para um SDRAM configurável que integra uma placa de desenvolvimento educacional, onde os testes elétricos funcionais foram realizados. O Circuito Monitor de Velocidade atendeu as especificações tanto na simulação quanto no teste elétrico funcional, e com esta validação, encerra-se o fluxo com o layout e verificação física. O estudo teórico das técnicas digitais de projetos de ASICs, a execução de um projeto, a sua concretização (na forma de um protótipo baseado em FPGA) e os respectivos testes funcionais sobre este protótipo possibilitaram o domínio tecnológico do processo de projeto em circuitos digitais.
Mostrar mais

121 Ler mais

Proposição do paradigma orientado a notificações no desenvolvimento de circuitos lógico-digitais reconfiguráveis

Proposição do paradigma orientado a notificações no desenvolvimento de circuitos lógico-digitais reconfiguráveis

A classificação da facilidade de implementação está intimamente relacionada com a linguagem de programação utilizada. As ferramentas de síntese em alto nível visam preencher a lacuna que existe entre o projeto (design) de algoritmos e o projeto de hardware, permitindo assim que desenvolvedores com pouca experiência em circuitos digitais projetem hardware. Para isso é preferível que a linguagem utilizada seja próxima das linguagens em que os algoritmos são tradicionalmente escritos, como C ou C++, evitando assim que se tenha que reescrever tudo em uma linguagem diferente (MEEUS et al., 2012). Para este critério foram atribuídos 5 pontos às ferramentas em que o código fonte original poderia ser usado diretamente em sua linguagem nativa com pequenas ou nenhuma modificação. Quanto mais modificações são necessárias no algoritmo menor sua pontuação. É importante observar que Meeus et al. (2012) não estão preocupados neste quesito com a expressividade da linguagem utilizada, mas sim na portabilidade dos códigos já existentes.
Mostrar mais

378 Ler mais

O Logisim como ferramenta cognitiva na aprendizagem de circuitos digitais lógicos

O Logisim como ferramenta cognitiva na aprendizagem de circuitos digitais lógicos

A perspetiva construtivista da aprendizagem assume que o conhecimento é construído individualmente e socialmente, pelos alunos, com base nas suas interpretações das experiências no mundo. Uma vez que o conhecimento não pode ser transmitido, o ensino deve consistir em experiências que facilitam a construção do conhecimento. O centro de qualquer aprendizagem construtivista é a questão, o problema, ou o projeto que os alunos tentam resolver. Constitui-se uma meta de aprendizagem que os alunos podem aceitar ou adaptar-se. Se considerarmos aceitável a relação entre os estilos de aprendizagem e os processos de aprendizagem, então, teremos que associar estes dois aspetos com o sucesso/insucesso das aprendizagem e, consequentemente, com o rendimento académico (Bolívar & Velásquez, 2010). À medida que o aluno vai vendo reforçadas as suas estratégias de aprendizagem (os seus estilos de aprendizagem) em função dos resultados que vai obtendo, ele acaba por fortalecer o sentimento que tem sobre si próprio, ou seja o seu autoconceito. Por isso também, acreditamos que o feedback positivo das aprendizagens que os alunos realizam, devido à identificação de estilos de aprendizagem adequados, acaba por se constituir como aspeto reforçador do autoconceito (Avilés & Pina, 2005).
Mostrar mais

93 Ler mais

Projeto e implementação de circuitos classificadores digitais com controle da generalização baseado na regra do vizinho-mais-próximo modificada

Projeto e implementação de circuitos classificadores digitais com controle da generalização baseado na regra do vizinho-mais-próximo modificada

Foram obtidas as funções lógicas dos circuitos digitais classificadores uti- lizando o método proposto de projeto com os dados de caracteres manuscritos descrito no Capítulo 4 (Figura 4.6). Novamente o problema foi simplificado para a identificação apenas do caracter “0” dentre os caracteres de “0” a “9”. O processo foi repetido 10 vezes, sendo que a cada processo os dados eram permutados antes de serem divididos em conjunto de treinamento, teste e va- lidação. Para o método proposto (RSR), são apresentados os resultados nas Figuras 6.7 a 6.11, onde k representa a quantidade de vizinhos mais próximos de cada classe para cada amostra do subconjunto consistente reduzido. Para este problema, o valores escolhidos para k variaram entre 5 e 100, tomados de 5 em 5.
Mostrar mais

218 Ler mais

Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais

Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais

O desafio deste projeto ajuda a ficar melhor a forma de construir um circuito respeitando as restrições, também permite consolidar os conhecimentos referentes ao manejo o implementação do Display de 7 Segmentos. Finalmente foi estudado o funcionamento dos flip-flop e sua utilidade para construir um circuito contador, o qual pode reemplazar nossa interação com o circuito automatizando as sequências de entradas.

9 Ler mais

Desenvolvimento de uma ferramenta computacional para modelagem e simulação de circuitos eletrônicos digitais

Desenvolvimento de uma ferramenta computacional para modelagem e simulação de circuitos eletrônicos digitais

O programa desenvolvido passou por diversas atualizações antes da versão final e durante esse processo suas funções e editores foram aperfeiçoados e os problemas encontrados resolvidos. O programa permite ao usuário acesso rápido a todas as suas funções, e cobre tópicos como projeto e simulação de circuitos eletrônicos digitais, minimização de funções e criação de circuitos a partir de uma função booleana. Este ainda possui funções de carregamento e salvamento de arquivo de dados, para que seja possível continuar a trabalhar num mesmo circuito, em computadores diferentes. Além dessa função existe a função de impressão para que se possa analisar o circuito fora do programa. O editor de atalhos, além de permitir a criação de atalhos para inserção rápida de portas lógicas, permite ao usuário fazer ligações entre as teclas de função do teclado e chaves lógicas do circuito, podendo modificar seus estados lógicos através dessas teclas em tempo real durante a simulação. O editor de gráficos permite ao usuário um meio de análise do comportamento do mesmo, posterior à simulação, e também há possibilidade de impressão dos gráficos criados. O Editor de Macros permite criar os circuitos internos de circuitos integrados e inserí-los na Área de Trabalho.
Mostrar mais

153 Ler mais

Sistematização do projeto de circuitos hidráulicos para o emprego de fluidos biodegradáveis

Sistematização do projeto de circuitos hidráulicos para o emprego de fluidos biodegradáveis

A estruturação deste processo de projeto é feita por meio de um sistema baseado no conhecimento no domínio dos fluidos biodegradá- veis e projeto de sistemas hidráulicos, o qual se suscita na maioria das vezes na experiência de especialistas humanos, e por tanto, de forma heurística, são baseados em regras causa e efeito, os quais podem ser codificadas. A técnica de SBC é uma solução aproximada muito bem sucedida para o problema de se programar inteligência. Nessa técnica, conhecimento humano altamente especializado é adquirido e represen- tado de tal modo que seja possível manipulá-lo computacionalmente, reproduzindo o raciocínio do especialista. Como o projeto de sistemas hidráulicos junto à seleção de fluidos biodegradáveis são fortemente baseados em conhecimento humano, essa técnica é adequada para a abordagem do problema.
Mostrar mais

228 Ler mais

Publicações do PESC Editores Gráficos para Projeto de Circuitos Integrados

Publicações do PESC Editores Gráficos para Projeto de Circuitos Integrados

Esta tese e uma condensação do conhecimento teórico e pratlco para a criacão de editores gráficos para circuitos integrados em metodologia "full custom. Sao estudadas diver[r]

161 Ler mais

Sistematização do projeto preliminar de circuitos hidrálicos com controle de posição

Sistematização do projeto preliminar de circuitos hidrálicos com controle de posição

Utilizando ferramentas como lugar das raízes e critérios de estabilidade, estabelece-se uma faixa de aplicação do ganho equivalente do sistema. Para uma análise inicial adota-se um ganho proporcional unitário para o controlador. Desta forma o ganho equivalente do sistema poderá ser comparado com o coeficiente kcjo da válvula proporcional. Em seguida faz-se uma verificação se os parâmetros estáticos e dinâmicos encontrados na etapa anterior estão dentro da faixa encontrada e caso positivo, inicia-se a simulação. Caso os parâmetros simulados não cumpram o desempenho esperado, um outro projeto de controlador é proposto. Se ainda assim o comportamento do sistema não corresponder as expectativas de projeto, parte-se então para um nova escolha de válvula com especificações que atendam o projeto. Os resultados da simulação que satisfazem o desempenho do sistema seguem para a tarefa seguinte para a qual, é necessário que se tenha parâmetros experimentais do sistema. Caso contrário o projeto poderá ser considerado aprovado conforme pode ser visto no fluxograma proposto na figura (4.11).
Mostrar mais

149 Ler mais

Sistema de Replicação de Circuitos Integrados Digitais Baseado em Análise Comportamental

Sistema de Replicação de Circuitos Integrados Digitais Baseado em Análise Comportamental

Os algoritmos desenvolvidos nesta dissertação visaram a obtenção de uma capacidade de análise genérica, sem comparação com qualquer biblioteca de circuitos conhecidos. Algoritmos diferentes foram desenvolvidos para circuitos combinatórios e sequenciais. No caso dos circuitos combinatórios (quando é verificado que para cada combinação de entrada só existe uma combinação de saída) são observadas as combinações e a correspondência entrada-saída é refletida em código VHDL através da utilização dos comandos case e when. Quando o circuito é sequencial uma aproximação a uma máquina de estados é realizada através da utilização de métodos heurísticos, onde a solução obtida pode não ser a solução ótima mas a uma solução possível em função do comportamento observado. Em qualquer um dos casos, a descrição em linguagem VHDL é automaticamente gerada e o código pode ser sintetizado (utilizando software destinado para o efeito) e obtido o esquema lógico da réplica, dado que a estrutura do código gerado é otimizada para a sintetização.
Mostrar mais

193 Ler mais

Utilização de equipamentos automaticos de teste em circuitos integrados digitais

Utilização de equipamentos automaticos de teste em circuitos integrados digitais

Para as medic~oes de tens~ao mais precisas, necessarias para a veri cac~ao das es- peci cac~oes dos circuitos integrados CMOS, e mais preciso realizar as medic~oes diferencialmente, comparando-as com a alimentac~ao do dispositivo. O J325 possui uma unidade para este m. Tens~oes muitos pequenas entre a sada do dispositivo e o terminal de alimentac~ao, podem ser medidas com 100uV de resoluc~ao. Para medir uma tens~ao diferencial, o programador especi ca o terminal a ser me- dido e a fonte de tens~ao a qual a medic~ao sera diferencialmente comparada. O resultado e convertido para digital e transmitido ao computador para ser comparado com os limites do teste.
Mostrar mais

114 Ler mais

Geração semi-automática de Testbenches para Circuitos Integrados Digitais

Geração semi-automática de Testbenches para Circuitos Integrados Digitais

A linguagem eTBc Template Language (eTL) é usada para criar moldes (templates) dos códigos a serem gerados. Esses moldes serão usados então pela ferramenta para construir os protótipos de cada elemento de um testbench. Essa linguagem dos moldes possui uma característica flexível para permitir a criação de estruturas sintáticas variadas. Isso possibilita que a equipe de verificação funcional construa moldes para as suas necessidades de acordo com a linguagem escolhida para o plano de verificação do projeto.

63 Ler mais

Ferramenta automatica de posicionamento de celulas para projeto de circuitos integrados

Ferramenta automatica de posicionamento de celulas para projeto de circuitos integrados

PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS 3.. camada, espaçamento mínimo entre as figuras geométricas e sobreposição mínima de objetos em camadas diferentes. As regras de comp[r]

107 Ler mais

Show all 10000 documents...