Redução do crescimento

Top PDF Redução do crescimento:

MÚLTIPLAS APLICAÇÕES DE PROEXADIONA CÁLCICA EM MACIEIRAS E SEUS EFEITOS NA REDUÇÃO DO CRESCIMENTO VEGETATIVO E NA QUALIDADE DOS FRUTOS

MÚLTIPLAS APLICAÇÕES DE PROEXADIONA CÁLCICA EM MACIEIRAS E SEUS EFEITOS NA REDUÇÃO DO CRESCIMENTO VEGETATIVO E NA QUALIDADE DOS FRUTOS

O adequado equilíbrio entre o desenvolvimento vegetativo e o reprodutivo em macieiras pode ser alcançado com a utilização de reguladores de crescimento, como a proexadiona cálcica (PCa). Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito de diferentes concentrações de PCa e múltiplas aplicações em macieiras ‘Maxi Gala’ e ‘Fuji Kiku’ e seus efeitos na redução do crescimento vegetativo e na qualidade dos frutos nas condições de Vacaria, Rio Grande do Sul. O experimento foi realizado em pomar comercial de macieiras durante a safra 2015/2016. Foram utilizadas as cultivares Maxi Gala e Fuji Kiku, enxertadas sob Marubakaido com interenxerto de M9 e cultivadas a pleno sol. Foram utilizadas diferentes concentrações de PCa (330, 165 e 275 mg L -1 ) e uma testemunha (sem aplicação)
Mostrar mais

15 Ler mais

Redução do crescimento de plantas de crisântemo e lisianthus em vaso

Redução do crescimento de plantas de crisântemo e lisianthus em vaso

floricultura brasileira e internacional. Nos cultivos de plantas ornamentais em vaso, normalmente é realizado o controle químico do crescimento da planta buscando a sua padronização. Esta pesquisa teve como objetivos avaliar as respostas dessas duas espécies a retardantes de crescimento de plantas, pulverizados sobre cultivares de corte conduzidas em vaso, visando obter-se um produto diferenciado, e ainda, definir a melhor dose para produção de vasos com plantas de qualidade adequados aos padrões de comercialização. A pesquisa foi constituída de ensaios, no delineamento inteiramente casualizado. No Lisianthus, o modelo foi bifatorial 3 x 5, com três cultivares („Echo Pure White‟, „Mariachi Misty Pink‟ e „Echo Yellow‟) e cinco doses de Paclobutrazol (0, 16, 32, 48 e 64 mg.L -1 ) aplicadas em pulverização. Com o Crisântemo utilizou-se o modelo bifatorial 2 x 4, sendo testada a freqüência de aplicação semanal e bissemanal e o retardante de crescimento vegetal Daminozide (0, 2.000, 4.000 e 6.000 mg.L -1 ) sobre a cultivar „Yellow Spithoven‟. Os resultados evidenciaram que, das cultivares de Lisianthus, a „Echo Yellow‟ é a mais apropriada para o cultivo em vaso e a melhor adequação comercial destes é conseguida com a pulverização de 64 mg.L -1 de Paclobutrazol. A cultivar de Crisântemo „Yellow Spithoven‟ tem seu crescimento controlado por Daminozide, podendo ser cultivada em vaso, e 2.000 mg.L -1 pulverizados semanalmente produziram os vasos com plantas de melhor qualidade.
Mostrar mais

145 Ler mais

FERTILIZANTE ORGÂNICO COMERCIAL NA REDUÇÃO DO CRESCIMENTO MICELIAL DE Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici DO TOMATEIRO

FERTILIZANTE ORGÂNICO COMERCIAL NA REDUÇÃO DO CRESCIMENTO MICELIAL DE Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici DO TOMATEIRO

Houve interação significativa e as concentrações foram submetidas ao ajuste de modelos. Entretanto, nenhum modelo foi favorável para a descrição do comportamento da variável. Assim, os dados foram submetidos a análise de variância, e quando significativos foram submetidos ao teste de Scott-Knott a 5% de probabilidade. No tratamento controle (sem aplicação do produto) houve maior índice de velocidade de crescimento micelial (IVCM) apresentando valor de 12,58 mm por dia. Entretanto, à medida que se aumentou a concentração do produto o IVCM foi reduzido de 9,8 mm por dia na concentração de 75 μL L -1
Mostrar mais

5 Ler mais

Oxidação lipídica do óleo de vísceras de aves para redução de seu conteúdo de energia metabolizável para frangos de corte na fase de crescimento.

Oxidação lipídica do óleo de vísceras de aves para redução de seu conteúdo de energia metabolizável para frangos de corte na fase de crescimento.

Os efeitos negativos do fornecimento do óleo oxidado na dieta sobre o desempenho de frangos de corte já foram muitas vezes demonstrados (Lin et al., 1989) e acredita-se que a redução do crescimento pode ser atribuída à presença dos produtos da oxida- ção, que levam a valores reduzidos de energia da dieta pelo decréscimo do valor biológico do ingredien- te oxidado. Os resultados deste estudo confirmam este fato e estão de acordo com Engberg et al. (1996), uma vez que os valores de EMA e EMAn são significativamente inferiores (P<0,0001) para o óleo de vísceras de aves submetido à oxidação.
Mostrar mais

5 Ler mais

Redução do acamamento em aveia-branca com uso do regulador de crescimento etil-trinexapac.

Redução do acamamento em aveia-branca com uso do regulador de crescimento etil-trinexapac.

Para minimizar a ocorrência do acamamento de plantas em espécies cultivadas, têm-se avaliado o uso de reguladores de crescimento, como o etil-trinexapac, em culturas como as de soja (Glycine max) (Souza et al., 2013), arroz (Oryza sativa) (Arf et al., 2012), trigo (Triticum aestivum) (Berti et al., 2007; Zagonel & Fernandes, 2007) e crotalária (Crotalaria juncea) (Kappes et al., 2011). Os reguladores de crescimento têm sido empregados para tornar a arquitetura das plantas mais adaptada e eficiente quanto ao uso dos recursos naturais e dos insumos, a fim de suportar elevados rendimentos agronômicos (Souza et al., 2013). Em cereais de inverno, o princípio ativo etil-trinexapac vem sendo utilizado em lavouras comerciais no Brasil, e seu uso tem sido indicado para a redução do crescimento das plantas em altura e para o fortalecimento dos entrenós. Embora haja escassez de informações científicas sobre os efeitos do uso de reguladores de crescimento na cultura da aveia-branca, essa prática pode ser uma alternativa para minimizar os efeitos negativos do acamamento de plantas (Rajala & Peltonen-Sainio, 2001; Rajala, 2004; Witkowicz, 2010).
Mostrar mais

11 Ler mais

Uso de hidrogel possibilita redução da irrigação e melhora o crescimento inicial de mudas de Eucalyptus dunnii Maiden

Uso de hidrogel possibilita redução da irrigação e melhora o crescimento inicial de mudas de Eucalyptus dunnii Maiden

Em relação ao crescimento inicial das mudas, a análise de variância mostrou que houve intera- ção entre os fatores principais (doses de hidro- gel e lâminas de irrigação) para as variáveis: al- tura (p<0,001), diâmetro do coleto (p<0,0001), massa seca da parte aérea – MSPA (p=0,038), massa seca radicular – MSR (p=0,002), massa seca total – MST (p=0,021) e índice de qualida- de de Dickson –IQD (p<0,0001) (Tabelas 2 e 3). Para a relação altura/diâmetro de coleto (H/DC) houve efeito significativo somente para o fator lâminas de irrigação (p<0,0001) (médias apre- sentadas no texto).
Mostrar mais

10 Ler mais

Eficiência de diferentes moléculas na redução dos sintomas da queima das bainhas em arroz e no crescimento de Rhizoctonia solani in vitro.

Eficiência de diferentes moléculas na redução dos sintomas da queima das bainhas em arroz e no crescimento de Rhizoctonia solani in vitro.

Considerando-se o custo de produção, a sustentabili- dade, a segurança ambiental e a qualidade final dos grãos de arroz, a busca por métodos alternativos para o manejo integrado da queima das bainhas vem sendo intensificada. Dentre essas alternativas, cita-se o uso de produtos con- tendo silício (Si) solúvel e indutores de resistência, alguns deles com ação hormonal. Sabe-se que a aplicação de Si, seja via foliar, ou via solo, é uma alternativa que está sendo adotada para reduzir a intensidade de inúmeras doenças fúngicas e bacterianas, em várias culturas de importância comercial (Datnoff et al., 2007). Em arroz, a aplicação foliar de silicato de potássio reduziu a severidade da mancha parda e o número de lesões em 37 e 47%, respectivamente, mas a redução desses dois componentes de resistência foi maior quando as plantas absorveram o Si pelas raízes (Rezende et al., 2009). A ativação de mecanismos de defesa em plantas, que afetam o processo infeccioso de vários patógenos, é sinalizada pelos hormônios ácido salicílico (AS), ácido jasmônico (AJ) e etileno (ET) (Kachroo & Kachroo, 2007). A aplicação de benzotiadiazole, um análo- go do AS, a partir das 24 horas antes da inoculação das bainhas de plantas de arroz com R. solani, reduziu a seve- ridade da queima das bainhas (Rohilla et al., 2001). O cres- cimento micelial de Pyricularia grisea e o número de conídios produzidos por esse fungo nas lesões foram ne- gativamente afetados pela aplicação de quitosana (Rabea et al., 2005). O etileno também tem uma participação impor- tante na resistência de algumas espécies de plantas a patógenos. Plantas mutantes de soja, deficientes na pro- dução de etileno, foram mais susceptíveis ao crestamento bacteriano, causado por Pseudomonas syringae pv. glycinea, do que as plantas responsivas a esse hormônio (Weingart et al., 2001). A aplicação de fosfito também tem- se mostrado promissora no controle de algumas doenças em plantas de interesse comercial. Houve menor incidência do mofo azul, causado por Penicillium expansum, em ma- çãs pulverizadas com fosfito de potássio (Blum et al., 2007).
Mostrar mais

5 Ler mais

Integração de práticas culturais e redução da dose do bentazon na cultura da soja: I - efeitos sobre o crescimento da cultura.

Integração de práticas culturais e redução da dose do bentazon na cultura da soja: I - efeitos sobre o crescimento da cultura.

Portanto, a diminuição no espaçamento associada a uma adequada densidade de plantas na linha, é condição imprescindível para que a cultura, sombreando mais rapidamente, se beneficie na convivência com as plantas daninhas. A complementação do controle químico das plantas daninhas, proporcionada pelo sombreamento imposto pelas plantas cultivadas em função de tais modificações nas práticas culturais convencionais, é bastante desejável pois, além de manter ou até aumentar os níveis de produtividade, possibilita a redução dos custos de produção e do acúmulo de resíduos tóxicos no ambiente.
Mostrar mais

10 Ler mais

Doses  de  gesso  e  biofertilizante  na  redução  da salinidade de um solo salino-sódico e crescimento inicial do girassol

Doses de gesso e biofertilizante na redução da salinidade de um solo salino-sódico e crescimento inicial do girassol

Em regiões áridas e semi-áridas, como o Nordeste Brasileiro, o excesso de sais no solo exerce efeitos adversos em plantas, incluindo distúrbios osmóticos, que dificulta a absorção de água pelas raízes, toxicidade por íons e desequilíbrio nutritivo (Torres et. al., 2004). Altos níveis de salinidade têmlimitado a produção agrícola, sendo fator determinante para o crescimento e a produção de culturas, induzindo a modificações morfológicas, estruturais e metabólicas nas plantas superiores (Ashraf& Harris, 2004; Munns, 2005; Conus, 2009). Para garantir a sua sobrevivência a condições ambientais desfavoráveis, as plantas acumulam solutos compatíveis que aumentam a habilidade das células em reter a água sem afetar o metabolismo normal (Hamilton &Heckathorn, 2001).
Mostrar mais

37 Ler mais

Análise da redução da taxa de crescimento do PIB de dez países com base na Teoria da Estagnação Secular

Análise da redução da taxa de crescimento do PIB de dez países com base na Teoria da Estagnação Secular

O presente quadro econômico de baixo crescimento em alguns países vem preocupando economistas e os principais governantes dos países. Essa análise da Teoria da Estagnação Secular ajuda a compreender os condicionantes desse baixo crescimento. Sobre a natureza da acumulação de capital é necessário que o crescimento das inovações seja constante a fim de manter o pleno emprego, o que é algo muito difícil de atingir. Precisa-se também de uma constante redução de custos dos capitais empregados e isso vem sendo suprido pelo aumento da financeirização que aumenta a disponibilidade de capital de financiamento a menores custos, mas o emprego destes vem gerado bolhas nos mercados financeiros que abalam mais ainda o baixo crescimento e leva, muitas vezes a crises econômicas.
Mostrar mais

97 Ler mais

A incubadora de empresas como fator de redução da mortalidade dos pequenos empreedimentos :   uma perspectiva de crescimento da economia maranhense

A incubadora de empresas como fator de redução da mortalidade dos pequenos empreedimentos : uma perspectiva de crescimento da economia maranhense

regulatório que não imponha exigências excessivas para as empresas de menor porte e favoreça o empreendedorismo, a inovação e o crescimento, entre outras coisas: promovendo a “boa governança” e grande credibilidade na administração pública; perseguindo uma política ampla e transparente de concorrência, adotando medidas efetivas anti-corrupção e acelerando a implementação de um regime tributário simples, estável e não discriminatório. Defende “a educação e uma política de administração de recursos humanos que estimule a inovação e a cultura empresarial, incluindo treinamento contínuo e habilidades aumentando a integração entre a educação e demanda do mercado de trabalho”; e que se “deve assegurar a efetividade das políticas voltadas para as PMEs e sua consistência com as outras políticas nacionais, bem como com os programas internacionais existentes”. Ao reconhecer a necessidade de medidas específicas em favor das empresas de menor porte, o relatório destaca a necessidade de “efetivo acesso aos serviços financeiros, particularmente para o iniciar um empreendimento, para investimento e capital de giro, incluindo inovativos instrumentos financeiros para reduzir os riscos e custos de transação nos empréstimos às micro e pequenas empresas.”
Mostrar mais

94 Ler mais

Redução de preço de medicamento em

Redução de preço de medicamento em

Estudo recente (VILLARDI; SCOPEL, 2017) compara o custo de produção considerando o preço do IFA na PDP e no mercado internacional, e sugere que o custo do comprimido de TDF na PDP foi 2,3 vezes maior do que se tivesse sido utilizado o IFA internacional. Uma das possibilidades de ampliação da escala de compra seria a comercialização no mercado internacional, principalmente pelos parceiros privados. Isso poderia contribuir para a redução dos preços ofertados no Brasil. Os produtores privados nacionais (farmacêuticos e farmoquímicos) têm a oportunidade de exportar para os países que não tenham patente para o tenofovir e que tenham sido excluídos da chance de obter versões genéricas pela licença do MPP ou que tenham patente e venham a emitir uma licença compulsória.
Mostrar mais

26 Ler mais

Redução da maioridade penal

Redução da maioridade penal

Na mesma direção é o posicionamento do secretário do Conselho Antidrogas do Estado do Paraná, Jônatas Davis de Paula, em entrevista ao Diário Catarinense no 1º Fórum Sul Brasileiro de Integração de Conselhos Estaduais de Entorpecentes, realizado em Florianópolis, onde ele menciona que a violência existe pelo fato de não serem oferecidas condições de vida para populações carentes e os problemas desembocam nas polícias Civis e Militares. Para ele, a redução da maioridade transfere o problema para os órgãos de segurança pública. Ressalta, outrossim, que a redução não é a solução para o problema, ao afirmar: “Se fosse a solução, não haveria crime entre maiores de 18 anos”. 147
Mostrar mais

75 Ler mais

A educação como contributo para a redução

A educação como contributo para a redução

Partindo deste princípio, Piot (2003) no mesmo trabalho, compara a procura de uma maior qualidade da auditoria em empresas canadianas, francesas e alemãs, com o objetivo de verificar se as envolventes, social, económica e jurídicas, são ou não suscetíveis de influenciar a procura de maior qualidade na auditoria. O autor inclui no estudo empresas alemãs e canadianas, sobretudo porque, no caso das alemãs, existia a perspetiva de menores custos de agência com os acionistas, pelo facto de existir uma maior concentração da propriedade, o que em muito difere das canadianas, uma vez que neste caso a propriedade é muito mais dispersa. Sendo que a inclusão das empresas canadianas se deve também ao facto de o ambiente em torno das mesmas se assemelhar em muito, até pela proximidade, ao modelo norte-americano, sobretudo no que respeita à governação das sociedades e ao risco de litigância mais elevado que na Europa. No estudo em causa são comparadas variáveis que mostram os custos de agência entre acionistas e gestores, e entre acionistas e credores (médio-longo prazo), oportunidades de crescimento e investimento, avaliadas por variáveis market-to-book 10 e do risco de exploração 11 .
Mostrar mais

132 Ler mais

Redução de reticulados conceituais

Redução de reticulados conceituais

Tendo em vista o problema assinalado no último parágrafo, e que certos proble- mas podem se beneficiar de uma efetiva abstração do reticulado original pela obtenção de um reticulado simplificado, surgiu a segunda contribuição desta tese, uma técnica para redução de reticulados conceituais, a qual não necessita do acesso aos concei- tos formais, sendo capaz de abstrair e generalizar o conhecimento do contexto formal original, com níveis de simplificação e de complexidade controlados pelo usuário. Tal técnica, denominada JBOS (junction based on objects similarity), substitui grupos de objetos considerados similares por objetos representativos. A similaridade é mensurada com base, não simplesmente na presença e/ou ausência dos atributos, como desenvol- vido em muitos trabalhos, mas na relevância dos atributos definida pelo usuário. A técnica JBOS, diferentemente de outras técnicas, produz efetivamente um reticulado conceitual. Através da definição de relevância dos atributos, o usuário pode controlar o nível de simplificação e de desempenho suficientes para sua aplicação.
Mostrar mais

175 Ler mais

Introdução à redução psicológica

Introdução à redução psicológica

Não se pode negar que este processo 8A teja apresentando alguma oontribuição cientificamente relevante para a Psioologia, embora esta marcha possa impor uma margin[r]

59 Ler mais

REDUÇÃO E FECHAMENTO DE DIASTEMAS

REDUÇÃO E FECHAMENTO DE DIASTEMAS

No entanto, alguns autores consideram que o mesmo pode levar ao aparecimento do diastema, enquanto outros, somente consideram que se deve atribuir a presença dos diastemas quando[r]

27 Ler mais

A redução crítica da heteronímia

A redução crítica da heteronímia

Procurarei defender, em seguida, que este diagnóstico de Lourenço é – em sentido estrito, empregue no ensaio –, absolutamente exato, não só relativamente aos primeiros críticos de Pessoa, mas também a respeito de grande parte da crítica posterior. Por outro lado, defendo que esta avaliação se aplica, num sentido mais abrangente de redução crítica, não só à própria posição crítica de Lourenço como a todas as possíveis posições críticas sobre o problema da heteronímia. Neste sentido abrangente, a atividade crítica implica necessariamente a redução do fenómeno analisado a certos fundamentos, a partir dos quais o mesmo se vê justificado. No entanto, e em linha com o que defende Lourenço, no sentido estrito para que aponta o seu diagnóstico, a crítica adequada é aquela que, tendo consciência da sua fatal necessidade de impor certas chaves de leitura, as encontra como resultado de uma atenta e cautelosa interpretação do texto, procurando tornear a tentação de reduzir o seu sentido a uma explicação que parte de pressupostos teóricos que lhe são exteriores.
Mostrar mais

14 Ler mais

Show all 10000 documents...