Rio São Francisco basin

Top PDF Rio São Francisco basin:

Salminus franciscanus, a new species from the rio São Francisco basin,

Salminus franciscanus, a new species from the rio São Francisco basin,

1850). He noted that “Salminus cuvieri Val. cannot be the Hydrocyon brevidens from Cuvier, who, according to the origi- nal description, possess more than 100 lateral line scales... be- ing, consequently, more probably identical to the species that inhabits the La Plata River” (Lütken, 2001: 121; our translation). Obviously, Lütken (1875b, 2001) was unaware of the fact that the same specimen was used in the description of both species and that the difference in lateral line counts was due to a mistake by Valenciennes. Steindachner (1880: 80), when describing Salminus affinis, considered this species very similar to S. franciscanus (his S. cuvieri; hence the epithet “affinis”), from which it was said to be diagnosable only by the presence, in the latter spe- cies, of a more robust and developed “canine” tooth (“Hundszahne”) ( = second dentary tooth) and by the develop- ment, in S. franciscanus, of the central caudal-fin rays into a distal projection. As noted under “Diagnosis” and below, both are in fact valid characters to diagnose these species. Steindachner (1880: 82-83) compared Salminus franciscanus with S. hilarii, but considered them probably synonymous, believ- ing that specimens of S. hilarii were juveniles (thus, ignoring Lütken´s observations, who has compared specimens from both species of the same size). Curiously, Steindachner (1880) used Salminus cuvieri for S. franciscanus, and, in the same paper, S. brevidens for the species from the La Plata basin (= S. brasiliensis). Günther (1864) was the first author to employ Salminus brevidens for S. franciscanus, a practice that prevailed in the literature from Eigenmann (1916) up to Britski et al. (1984). Finally, Géry & Lauzanne (1990) noted that Hydrocynus brasiliensis is the older name and consequently has priority over its objective synonyms Hydrocyon brevidens and Salminus cuvieri, and more pertinently that the name should be applied to the Salminus species from the La Plata basin, rather than to one of the species from the rio São Francisco basin.
Mostrar mais

8 Ler mais

A new Corydoras Lacépède, 1803 (Siluriformes: Callichthyidae) from the rio São Francisco basin, Brazil

A new Corydoras Lacépède, 1803 (Siluriformes: Callichthyidae) from the rio São Francisco basin, Brazil

A new species of Corydoras is described from the rio São Francisco basin in northeastern Brazil, Minas Gerais and Bahia States. The new species is distinguished from most of its congeners by the anterior portion of the infraorbital 1 very large, conspicuously expanded towards the anteroventral margin of the snout and almost entirely covering its lateral margin. Other characters that distinguish the new species are the infraorbital 2 slender on its dorsal tip, contacting only sphenotic and not compound pterotic; and the presence of two laterosensory canals on trunk. A phylogenetic analysis including the new species found it sister-group of C. flaveolus, and both species sister-group of C. paleatus. An identification key to the species of the rio São Francisco basin is also provided.
Mostrar mais

8 Ler mais

Microlepidogaster discontenta, a new species of hypoptopomatine catfish (Teleostei: Loricariidae) from the rio São Francisco basin, Brazil

Microlepidogaster discontenta, a new species of hypoptopomatine catfish (Teleostei: Loricariidae) from the rio São Francisco basin, Brazil

by four valid species, M. perforata Eigenmann & Eigenmann, 1889, M. longicolla Calegari & Reis, 2010, M. dimorpha Martins & Langeani, 2011b, and M. arachas Martins, Calegari & Langeani, 2013, all from the upper rio Paraná basin. Based on the possession of the above synapomorphy, we describe an additional species from the upper rio São Francisco basin, along the border between Minas Gerais and Goiás states of Brazil. The new species is the first record of a Microlepidogaster species in the rio São Francisco basin. Also, the biogeography of the central Brazilian shield and ancestral area of endemism for Microlepidogaster are discussed, and a key for its species is provided.
Mostrar mais

10 Ler mais

TESE_Dendroclimatology in seasonally dry tropical forests in the São  Francisco Basin, Brazil

TESE_Dendroclimatology in seasonally dry tropical forests in the São Francisco Basin, Brazil

The São Francisco River basin is one of the most drought-prone regions of Brazil. Seasonally dry tropical forests (SDTF) are widely distributed in the basin and we developed a short chronology of Cedrela fissilis annual ring width from SDTF fragments based on 89 cores from 44 trees dating from 1961 to 2015. The average correlation among all radii (RBAR) is 0.52. The tree-ring chronology is correlated with wet season precipitation totals, must strongly and consistently near the beginning of the wet season. The spatial pattern of correlation covers most of the southern portion of the Brazilian Drought Polygon and the sub- basins of the two largest tributaries of the São Francisco River, in some areas exceeding r = 0.60. The chronology is also correlated with total annual discharge of the Rio São Francisco River measured at Barra (r = 0.489; 1961-2015), which could prove valuable in a country that generates two thirds of its electricity from hydroelectric power plants, if this short chronology can be extended with trees over 150-years old that are known to still exist on a limited basis in the region.
Mostrar mais

81 Ler mais

Water needs and equivalence relations for different irrigated crops in the São Francisco basin

Water needs and equivalence relations for different irrigated crops in the São Francisco basin

RESUMO - O presente trabalho foi conduzido aplicando a estatística multivariada de componentes principais para comparar as demandas hídricas das culturas da banana, manga, uva, cana de açúcar, milho e feijão em diferentes regiões da bacia do rio São Francisco, visando identificar os elementos climáticos que mais influenciam a evapotranspiração de referência (ET 0 ) nas localidades de Pirapora-MG, Jaíba-MG, Barreiras-BA e Petrolina-PE. Adicionalmente, procurou-se identificar as localidades que apresentam maior semelhança em relação aos parâmetros avaliados, por meio da aplicação da análise de cluster, e determinar as relações de equivalência entre as culturas estudadas, integrando os parâmetros relativos aos elementos climáticos e às características das culturas e do solo. Com base na estatística multivariada de componentes principais, identificou-se que os elementos climáticos que possuem maior significância na estimativa da ET 0 foram distintos para cada local. O modelo com duas componentes explicou 90%, 88%, 95% e 97% da variância total para as localidades de Pirapora, Jaíba, Barreiras e Petrolina, respectivamente. Por estar situada em uma região de clima semiárido, Petrolina apresentou elevada demanda hídrica pelas culturas, sendo comprovado este comportamento com a análise de cluster. As relações de equivalência permitiram comparar as demandas hídricas das diferentes culturas, fornecendo, em termos gerais, um parâmetro comparativo entre as culturas, e discriminando qual cultura será mais adequada em função da disponibilidade hídrica na bacia do rio São Francisco.
Mostrar mais

11 Ler mais

Efeito de José e Noé nas Cotas do Rio São Francisco

Efeito de José e Noé nas Cotas do Rio São Francisco

The José and Noé Effect’s is observed in several rivers of South America and Africa, South America was an increase of flow after 1970 whereas in Africa, the opposite occurred. With the help of Wavelet Analysis this paper aims to identify the river, San Francisco basin, dominant temporal scales of variability and their possible causes climate and to test the hypothesis José and Noé Effect’s in changes in level of rivers in this basin. The data daily of level of rivers used were obtained through the National Water Agency (ANA) for the data period is 1938-2010. For the study used the Wavelet analysis applied in some studies of quotas or flows to understand the variability of time series (Nobre et al., 1984, Marengo, 1995; Abreu Sá et al., 1998, Trigo et al ., 1999). Concluded that José and Noé Effect’s also occurred in the basin of the São Francisco rRiver, mainly in sub-basins of the ASF and MSF, not as marked in the SMSF and BSF, which also has Sobradinho intervention since 1979.
Mostrar mais

11 Ler mais

Estudo do comportamento hidrológico do Rio São Francisco e seus principais afluentes.

Estudo do comportamento hidrológico do Rio São Francisco e seus principais afluentes.

The São Francisco Basin has 36 major tributaries, of which 19 are perennial. The areas of drainage of these tributaries, except for the Raverde Livarde, are located in the area of the basin not included in the drought region, representing 50% of the total area of the basin. In this study the hydrological behavior of the São Francisco River and its main tributaries was analyzed in relation to the annual data of mean precipitation, mean specific flow and outflow coefficient. The obtained results lead the following conclusions: the studied hydrological variables presented mean values in the second period superior to those of the first one; the studied tributaries that represent 46.3% of the basin area contribute 81% of its flow for the period without the influence of the reservoir accumulation; the sub-basins that present the largest contributions for the formation of the flow of São Francisco River are the ones of the Rivers Paracatu, Grande and Velhas.
Mostrar mais

8 Ler mais

A Retaliação de Pernambuco: o caso da comarca do Rio de São Francisco.

A Retaliação de Pernambuco: o caso da comarca do Rio de São Francisco.

O quadro dramático das condições infra-estruturais da futura comarca do Rio de São Francisco foi extraído do relatório escrito por Caetano Pinto de Miranda Montene- gro (futuro Marquês da Vila Real da Praia Grande) quando da viagem que este fez vin- do de Cuiabá (onde era governador) a Recife pelo sertão para assumir o cargo de gover- nador de Pernambuco em 1804, permanecendo até a revolução de 1817, quando foi de- posto. As comunicações eram difíceis, em conseqüência das distâncias, das vastas zonas despovoadas e das enfermidades, sobretudo da malária, popularmente conhecida como “carneiradas”, o grande fantasma de todo o vale do São Francisco, ocorrendo principal- mente à época das vazantes. O serviço de correspondência era bastante precário, sujeito a interrupções constantes. A região era habitada por “um número exagerado de vadios” e facínoras, cuja impunidade tornava-se fácil “com a simples travessia do rio São Fran- cisco (...) de modo que passavam para Pernambuco os que cometiam delitos na Bahia, com a certeza de não serem punidos, por não haver justiça, ou milícia perto”. Os crimes eram diversos e “cometidos com a maior barbaridade” (Sobrinho, 1951, p. 22-30).
Mostrar mais

16 Ler mais

RIO SÃO FRANCISCO E CIDADE:  INTERAÇÃO SÓCIO AMBIENTAL

RIO SÃO FRANCISCO E CIDADE: INTERAÇÃO SÓCIO AMBIENTAL

O objetivo desta pesquisa é identificar os tipos de atividades realizadas nas margens do rio, no trecho que corresponde a uma área urbana das cidades de Pirapora-MG e Buritizeiro-MG. A ideia é com- preender a relação da população das cidades pes- quisadas com o rio, é uma pesquisa exploratória no campo dos estudos socioambientais. O trecho de estudo compreende a região do alto São Francisco, e as cidades oferecem condições socioambientais que influenciam o modo de vida, levando a diversi- ficação das atividades sociais. O conjunto metodo- lógico da pesquisa constitui-se em duas frentes: a pesquisa bibliográfica e a observação direta da rea- lidade. Desenvolveu-se o aprofundamento teórico e a caracterização da área de estudo, a partir do am- biente hidrográfico e urbano, buscando apresentar as características das atividades. No trecho anali- sado, as categorias identificadas foram: balneário, bares e restaurantes, agricultura de subsistência e pesca. Os principais usos foram os recreativos, do- méstico e comercial e foram identificadas poucas ações públicas de melhoraria para a relação popu- lação e o rio. Esta pesquisa teve a duração de um ano (2017/2018) e foi financiada pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES).
Mostrar mais

12 Ler mais

São Francisco river basin

São Francisco river basin

Chromosomal studies were carried out on a population of the fish Hoplerythrinus unitaeniatus (jeju) from Prata river in the São Francisco river basin, Minas Gerais, Brazil using conventional Giemsa staining, C-banding, silver nitrate nucleolar organizer region (Ag-NOR) staining and fluorescent in situ hybridization (FISH) with 18S and 5S rDNA probes. We found a high degree of inter- and intra-individual variability with the identification of 2n = 50, 2n = 51 and 2n = 52 karyotypes at nearly the same frequency within the population. Intra-individual variation in chromosomal morphology and, consequently, karyotype formulae was also observed, chiefly in the specimens with 2n = 50 and 2n = 52 chromosomes. Ag-NORs and 18S rDNA sites also showed numerical and chromosomal variation similar to that found for the 5S rDNA sites. Some putative hypotheses are considered in order to explain these results.
Mostrar mais

6 Ler mais

Dinâmica da paisagem na região do Alto Rio Abaeté, Bacia do Rio São Francisco

Dinâmica da paisagem na região do Alto Rio Abaeté, Bacia do Rio São Francisco

Os solos da região do Alto Paranaíba são bem diversificados, devido à influência de diversos materiais de origem. Ao longo dos divisores de água das bacias do São Francisco e Paraná no Alto Paranaíba, ocorrem chapadas preservadas (relevos tabulares) com maior distribuição entre os municípios de Presidente Olegário e Patos de Minas e entre Carmo do Paranaíba e Rio Paranaíba. Na parte norte entre Presidente Olegário e Patos de Minas há uma boa correspondência entre as superfícies de aplainamento e o Latossolo Vermelho Distrófico (LVd), enquanto, que na parte sul, entre Carmo do Paranaíba e Rio Paranaíba, as chapadas estão associadas com o Latossolo Amarelo Distrófico (LAd) (antigo variação Una) e a Latossolos Vermelho Amarelo (LVAd) Rolim Neto (2002). Na parte sul da região as condições climáticas são mais úmidas (regime údico) do que na parte norte o que contribui para a gênese da goethita e inibição da hematita (Rolim Neto, 2002). Na parte norte com ligeiro aumento do déficit hídrico e altitudes pouco menores, ocorrem solos mais avermelhados, associados aos tufos vulcânicos da Formação Mata da Corda (Rolim Neto, 2002).
Mostrar mais

94 Ler mais

Recomposição da floresta ripária na margem do Rio São Francisco

Recomposição da floresta ripária na margem do Rio São Francisco

the cutting technique of forest/tree species in order to determine favorable characteristics to use in soil bioengineering projects. Tree species were evaluated such as Cassia grandis L. f.(Canafístula); Solanum paniculatum (Jurubeba); Mimosa pigra L.(Cat's claw, Calumbi); Sesbania virgata (Cav.) Pers. (Sesbania); Sapium argutum (Müll. Arg) Huber (Burra leiteira); Julocroton humilis (Müll. Arg) (Velame); Psidium araca Raddi (Araçá); Ziziphus joazeiro Mart (Juá-Mirim); Sideroxylon obtusifolium (Rompe-Gibão) mostly occuring in the riparian forest of the Lower São Francisco River, and Phyllanthus sellowianus Müll. Arg (Sarandi, sarandi-white); Sebastiania schottiana (Müll. Arg.) Müll. Arg(black-sarandi, red-sarandi and saranduba); Salix humboldtiana Willd. (Salso, Willow, Salseiro); Terminalia australis Camb (Tumbleweed) occurring in southern Brazil. The experimental design was completely randomized with three replications, each experimental trial conducted for three months at different times, in a total of seventy-two sampling. Survival rates; Height of shoots; Root length; Number of branches and roots formed were evaluated. Fresh weight of roots and branches which then were carried drying oven at 60°C for 48 hours later for determination of dry weight were measured. Data were subjected to analysis of variance using the software SISVAR 3.01. In the analysis Scott - Knott (p < 0.05) was applied. The species Salix humboldtiana, Phyllanthus sellowianus, Sebastiania schottiana showed the highest values of sprouting and rooting for all periods; In the evaluation of species from the lower São Francisco it was revealed that Mimosa pigra and Sesbania virgata have potential for biotechnical application of soil bioengineering works.
Mostrar mais

61 Ler mais

Ações de revitalização na bacia hidrográfica do Rio São Francisco

Ações de revitalização na bacia hidrográfica do Rio São Francisco

2007-2010 (Milhares de R$) Estágio Vespasiano MG Copasa Ampliação do sistema de esgotamento sanitário - implantação dos interceptores e da ETE Nova Pampulha 8.699,90 Concluída Betim MG Copasa Ampliação do sistema de esgotamento sanitário - Interceptor Betim II 10.153,30 Obra Sete Lagoas MG Município Ampliação do sistema de esgotamento sanitário do Bairro Ondina Vasconcelos de Oliveira 5.863,30 Obra Lagoa Santa MG Município Ampliação do sistema de esgotamento sanitário dos Bairros Luiz Toledo, Sobradinho, Santa Cecília, Vila Santa Helena, Vila Maria e Vila Rica 17.500,30 Obra Pirapora MG Município Ampliação do sistema de esgotamento sanitário na sede municipal 5.000,40 Contratado Belo Horizonte MG Copasa Ampliação do sistema de esgotamento sanitário no Bairro Lindéia - rede coletora, interceptores e ligações prediais 5.600,00 Contratado Córrego Fundo MG Município Ampliação do sistema de esgotamento sanitário nos Bairros Centro, Bom Pastor, Santa Tereza, Bela Vista, Faria, Floresta, Amazonas e Mizael Bernardes - rede coletora e tratamento de esgoto 1.497,80 Obra Pirapora MG Município Complementação da rede de esgotamento sanitário 6.300,00 Em Contratação Belo Horizonte MG Copasa Complementação da revitalização e otimização do sistema produtor de água do Rio das Velhas - reforma de barragem, otimização da ETA, recuperação de adutora e sistema de automação 61.000,00 Contratado Nova Lima MG Município Construção do sistema de esgotamento sanitário da sede municipal 30.000,00 Obra Santa Luzia MG Município Construção e equipamentos para 1 galpão de triagem para catadores (M) 347,60 Contratado Ibirité MG Município Construção e equipamentos para 1 galpão de triagem para catadores (M) 328,30 Em Contratação Sete Lagoas MG Município Construção e equipamentos para 1 galpão de triagem para catadores (M) 328,30 Contratado Vespasiano MG Município Construção e equipamentos para 1 galpão de triagem para catadores (M) 328,30 Contratado Nova Lima MG Município Construção e equipamentos para 1 galpão de triagem para catadores (M) 327,60 Contratado Pará de Minas MG Município Construção e equipamentos para 1 galpão de triagem para catadores (M) 327,60 Contratado Betim MG Município Construção e equipamentos para galpão de triagem para catadores (G) 655,10 Contratado Contagem MG Município Construção e equipamentos para galpão de triagem para catadores (G) 655,10 Contratado Ribeirão das Neves MG Município Construção e equipamentos para galpão de triagem para catadores (G) 696,60 Contratado Pedro Leopoldo MG Município Construção e equipamentos para galpão de triagem para catadores (P) 164,10 Contratado Esmeraldas MG Município Construção e equipamentos para galpão de triagem para catadores (P) 171,50 Contratado Betim MG Copasa Desenvolvimento institucional - substituição dos cubículos de partida 882,30 Contratado
Mostrar mais

178 Ler mais

Monitoramento da qualidade da água da foz do Rio São Francisco

Monitoramento da qualidade da água da foz do Rio São Francisco

O rio São Francisco serve para inúmeras finalidades, a saber, geração de energia, consumo humano, dessedentação de animais, indústria, pesca, agricultura irrigada, navegação, lazer, enfim tudo ou quase tudo que relacione água com atividades humanas. Sempre foi palco de grandiosas obras e decisões nacionais. Sua suposta crise hídrica é um delírio, mas é real. Assim, objetivou-se mediante a esta pesquisa, avaliar a influência do avanço da cunha salina na qualidade da água do rio São Francisco. Para isso, foi feita a coleta de água em dez pontos durante a foz do baixo São Francisco, para análise do pH, salinidade, nitrato, cor, turbidez, dureza, sódio, cloreto, e condutividade elétrica, adotando medidas no controle de amostragem e padrões de higiene. A análise da água demonstrou que nos pontos mais próximos do encontro do rio São Francisco com o Oceano Atlântico a qualidade da água está comprometida, em termos de salinidade em espacial.
Mostrar mais

23 Ler mais

Cobrança pelo uso dos recursos hídricos no Rio São Francisco

Cobrança pelo uso dos recursos hídricos no Rio São Francisco

A partir da análise da cobrança pelo uso de recursos hídricos no rio são Francisco, de acordo com os objetivos definidos para a realização deste trabalho, pode-se salientar que, apesar das divergências dos valores disponibilizados nos anos de 2011 e 2012, foi possível a identificação dos valores totais cobrados e arrecadados pertinentes ao uso da água no período de 2010 a 2013. Assim, pode-se inferir que os valores apurados pela arrecadação com a cobrança na bacia do rio São Francisco não são significativos. Apesar de se destacar em relação às outras bacias e ao pouco tempo de arrecadação (desde 2010), a arrecadação é reduzida considerando as necessidades de recuperação ambiental, bem como a área ocupada e o total populacional da referida bacia. Outro aspecto importante para ressaltar é que foi observado um elevado percentual de arrecadação em relação ao previsto, o que pode significar uma possível aceitação do instrumento nesta região, bem como o reconhecimento do instrumento como uma ferramenta pedagógica para o uso racional da água.
Mostrar mais

122 Ler mais

Conflitos de acesso e uso da água na bacia do rio Paraíba após operação do projeto de integração do rio São Francisco / Conflicts of access and use of water in the Paraíba river basin after operation of the São Francisco river integration project

Conflitos de acesso e uso da água na bacia do rio Paraíba após operação do projeto de integração do rio São Francisco / Conflicts of access and use of water in the Paraíba river basin after operation of the São Francisco river integration project

De acordo com a AESA (2017), a recarga do reservatório de Acauã, localizado a jusante do reservatório de Boqueirão, gera outra situação de conflito entre os usuários situados nas regiões do alto e médio curso do rio Paraíba, o que é acentuado pela escassez hídrica decorrente da ausência de chuvas a partir do ano de 2012 até o início do ano de 2018. A previsão de chegada das águas neste reservatório é de 90 dias, após a liberação da água, por comportas do açude Epitácio Pessoa. Com a definição da alocação de água realizada por meio da gestão compartilhada da ANA, AESA e representantes dos comitês de bacias e da sociedade civil, há necessidade de realização de estudos para embasar a reformulação dos preços da cobrança da água bruta no Estado da Paraíba.
Mostrar mais

11 Ler mais

A participação na integração do rio São Francisco: o caso do comitê de bacias do rio Paraíba.

A participação na integração do rio São Francisco: o caso do comitê de bacias do rio Paraíba.

A água doce é um bem indispensável para a vida, porém é um recurso escasso, isto faz com que muitos conflitos sejam gerados. Como forma de resolver os problemas da seca, muitas políticas públicas são formuladas e implementadas, buscando garantir à população o acesso à água de qualidade, dentre elas está o Projeto de Integração do Rio São Francisco – PISF, que tem como principal objetivo aumentar a oferta de água no semiárido. O objetivo desta pesquisa foi analisar a percepção do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba - CBH-PB em relação ao Projeto de Integração do Rio São Francisco, assim como estudar o conteúdo das atas de reuniões que discutiram a integração da água do rio São Francisco com a água do Rio Paraíba; verificar a atuação dos atores participantes no processo de discussão no âmbito do comitê e identificar as suas preocupações ambientais. Para tal, foram analisadas 17 Atas das reuniões, desde a primeira reunião realizada no ano de 2007 até o ano de 2016, além da realização de um estudo de campo exploratório, com a observação direta das atividades do comitê, através da participação da 1ª reunião extraordinária do ano de 2017. Apesar de muitos avanços nas reuniões do comitê, as questões ambientais e referentes às obras do PISF são pouco discutidas, assim como não há uma efetiva participação do comitê no processo decisório referente às obras da transposição, ficando evidente que é preciso um melhor posicionamento e atuação do comitê na gestão de recursos hídricos do estado.
Mostrar mais

57 Ler mais

Demanda de irrigação da cultura da banana na bacia do Rio São Francisco.

Demanda de irrigação da cultura da banana na bacia do Rio São Francisco.

Séries históricas de dados diários do clima de 81 locali- dades na bacia do Rio São Francisco foram utilizadas, sen- do 28 em Minas Gerais, 38 na Bahia, uma em Sergipe, seis em Alagoas e oito em Pernambuco. Estimaram-se, em cada localidade, os valores diários da evapotranspiração de refe- rência (ETo), da precipitação efetiva, da evapotranspiração da cultura (ETc), da demanda suplementar da cultura e da demanda suplementar de irrigação.

7 Ler mais

da  mansoni em áreas da transposição do Rio São Francisco no estado do Ceará

da mansoni em áreas da transposição do Rio São Francisco no estado do Ceará

Biomphalaria straminea é a espécie que apresenta as mais baixas taxas de infecção natural por S. mansoni, porém apresenta elevada capacidade de resistir à dessecação, sendo um dos fatores que explicam a ampla distribuição geográfica desses caramujos no Nordeste brasileiro (BARBOSA, SILVA & BARBOSA, 1996). No estado do Ceará esta é a única espécie nativa que está envolvida na transmissão de S. mansoni. Porém, o PISF trará mudanças no equilíbrio desse ecossistema e de sua biodiversidade considerando-se a possibilidade de introdução de novas espécies (ex: B. glabrata - vetor mais competente da esquistossomose) que poderão causar diminuição ou até extinção de outras espécies; mudanças na diversidade genética das comunidades nativas (ex: entrada de um maior quantitativo de B. straminea), com diminuição ou aumento, principalmente por hibridização (TEODORO et al., 2011). Ambas as espécies citadas estão presentes em diversas partes da Bacia do Rio São Francisco (GUIMARÃES et al., 2009). Essa problemática tornou-se realidade em outras partes do mundo (VAN DEN BROECK et al., 2015, STEINMANN et al., 2006) e, também, no Brasil (FERNANDEZet al., 2014; REZENDE et al., 2009 e THIENGO, SANTOS & FERNANDEZ, 2005).
Mostrar mais

227 Ler mais

Comportamento espacial da clorofila-a no reservatório de Itaparica, rio São Francisco.

Comportamento espacial da clorofila-a no reservatório de Itaparica, rio São Francisco.

In the analysis of trophic state of the water body is fundamental to know chlorophyll-a concentration. Thus, this work has as main aim to determinate and to assess the behavior of chlorophyll-a in the Itaparica reservoir, São Francisco river. This way, we used Landsat-TM imagery, in which it was used bands from 1 to 5 and 7. The algorithm used was written in LEGAL/SPRING 5.2. From the chlorophyll-a result was held slicing the water body in six concentration classes. As observed by histogram, the minimum value of Chl-a was < 1 µg/L and the highest was 249.5 µg/L. The classes that had the biggest area were Classe 01 (0-5 µg/L) with 27.4%, followed by Classe 02 (5-10 µg/L) with 24.6% of the total area of the study area. Through graphical analysis of points located along the reservoir it was possible to verify that chlorophyll concentration augmented from fluvial to lacustrine region and from the contact of streams with reservoir. In the next studies there is a need to validate the values with field data in order to verify the mapping accuracy in this reservoir, taking into account the day and also the transit time of the sensor.
Mostrar mais

10 Ler mais

Show all 10000 documents...