Tempo de preparação

Top PDF Tempo de preparação:

Minimização do custo de antecipação e atraso para o problema de sequenciamento de uma máquina com tempo de preparação dependente da sequência: aplicação em uma usina siderúrgica

Minimização do custo de antecipação e atraso para o problema de sequenciamento de uma máquina com tempo de preparação dependente da sequência: aplicação em uma usina siderúrgica

Inicialmente foram desenvolvidos dois modelos, um primeiro baseado na formulação de Manne [16] (modelo M) e um outro fundamentado no trabalho de Wagner [24] (modelo W). Entretanto, a partir dos resultados obtidos com os primeiros testes, concluiu-se que em situações de ociosidade do equipamento, os dois modelos podem propor um número desnecessário de trocas entre produtos de diferentes famílias, mesmo que uma solução com menor tempo de preparação atinja o mesmo custo total de atrasos mais antecipações. Isto ocorre, porque o tempo de preparação de máquina é considerado como uma restrição do problema, logo sua redução só é proposta quando implicar menores custos de atraso e antecipação, o que não ocorre em situações de ociosidade. Um novo modelo (W.S) foi então proposto, acrescentando o custo de preparação na função objetivo.
Mostrar mais

86 Ler mais

Sequenciamento de máquinas paralelas não relacionadas com tempo de preparação dependentes da sequência e da máquina

Sequenciamento de máquinas paralelas não relacionadas com tempo de preparação dependentes da sequência e da máquina

O problema estudado neste trabalho foi pouco explorado na literatura, muitas vezes há estudo voltado para máquinas paralelas idênticas, outras vezes utiliza-se máquinas não relacionada, tempo de preparação dependentes mas com funções objetivas dife- rentes tais como o tempo máximo de conclusão das tarefas ou a soma dos atrasos ponderado, ver Seção 2.3. Das formulações apresentadas VOL foi adaptado de Unlu and Mason (2010), VAP inspirada em Rocha et al. (2008) e Unlu and Mason (2010), VR foi baseada em Pereira Lopes and de Carvalho (2007) e Tran and Beck (2012), VTC foi melhorada e inspirada do artigo de Rocha et al. (2008), VIT baseada em de Paula et al. (2010) e a formulação matemática VAIT do caso original Pessoa et al. (2010).
Mostrar mais

79 Ler mais

Escolas Multisseriadas: a experiência internacional e reflexões para o caso brasileiro.

Escolas Multisseriadas: a experiência internacional e reflexões para o caso brasileiro.

de que se oferece às escolas multisseriadas melhores e experientes professores, além de que, o tamanho reduzido da turma indica menos tempo ministrando aulas e mais tempo de preparação.[r]

32 Ler mais

PRODUTIVIDADE E CUSTOS DO PROCESSADOR TRABALHANDO EM POVOAMENTOS DE Eucalyptus grandis Hill ex Maiden

PRODUTIVIDADE E CUSTOS DO PROCESSADOR TRABALHANDO EM POVOAMENTOS DE Eucalyptus grandis Hill ex Maiden

No presente trabalho foi realizado um estudo de tempos com o objetivo de ajustar equações para estimar o tempo das atividades, a produtividade, o custo operacional e da produção do processador utilizado em um sistema de colheita de madeira de povoamentos de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden, em topografia plana, no Estado da Bahia. O ciclo operacional do processador consistiu no tempo gasto para processar uma árvore e foi dividido em etapas as quais foram cronometradas, usando a metodologia dos tempos individuais. A unidade amostral foi constituída do ciclo operacional da máquina. A análise estatística baseou-se em estudo de regressão, sendo utilizado o procedimento de modelagem de regressão “stepwise”. Com as equações ajustadas, foi possível estimar a produtividade da máquina em função do diâmetro das árvores. Nas condições do estudo, considerando uma eficiência operacional de 70%, a produtividade do processador foi de 25,8 m³cc/h, o custo operacional 47,90 US$/h e o custo de produção de 1,86 US$/m³cc. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que: o tempo de processamento das árvores varia diretamente com o aumento do diâmetro; o tempo de preparação, ao contrário do tempo de processamento, possui uma baixa correlação com o diâmetro das árvores; a produtividade do processador é diretamente proporcional ao aumento do diâmetro das árvores, quando expressa em volume, e inversamente proporcional, quando expressa em número de árvores; o custo por metro cúbico de madeira processada com processador, varia numa relação inversa ao aumento do diâmetro; do custo operacional do processador, o custo fixo é o de maior proporção, seguido do custo variável, administrativo e da mão-de-obra; e, o custo de produção do processador diminui em forma exponencial com o aumento do diâmetro das árvores.
Mostrar mais

13 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PESCA MATURAÇÃO E DESOVA DE FÊMEA DE CAMARÃO PITU,

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PESCA MATURAÇÃO E DESOVA DE FÊMEA DE CAMARÃO PITU,

A ocorrência de brigas entre os camarões causando necroses, perdas de pereópodos e quelas aumentavam ainda mais o tempo de preparação para a pesquisa, já que as fêmeas nessas condições[r]

33 Ler mais

A PREPARAÇÃO DO HAICAI

A PREPARAÇÃO DO HAICAI

Há, no conjunto de sua obra, de forma esparsa, fragmentada, dissolvida, uma poética do poema nipônico. A opção por dissolver o tratado acerca do poema em seus textos pode ter ocorrido, sobretudo, por Barthes ser um homem de seu tempo, esse tempo em que tudo se dissolve no ar, corroborando Marx, ou mais adequadamente, todas as estruturas se dissolvem em tempo menor que levam para se organizarem, como analisou Bauman (2007, p.7). Há em Barthes uma escrita fragmentária consciente, por opção. A exposição de seu universo em migalhas. Para ele o fragmento é a forma de estar sempre com a impressão de estar começando um texto, uma vez que o fragmento é sempre o início prazeroso de alguma coisa.
Mostrar mais

13 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA PRISCILA SOARES LIMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA PRISCILA SOARES LIMA

Uma das formas de implementar a Educação Integral é a partir da ampliação a jornada escolar, normatizada pela LDB. Além disso, a Educação Integral é uma das metas do Plano Nacional da Educação (PNE) vigente. Assim, tendo em vista a recomendação desses documentos normativos nacionais, o Estado do Amazonas iniciou sua experiência na educação (em tempo integral) desde 2002, embora ainda sem orientações normativas instituídas para o desenvolvimento das atividades das escolas. Essas propostas pedagógicas e curriculares para as escolas de educação (em tempo) Integral do estado foram construídas após cinco anos (AMAZONAS, 2008a; 2011a), com objetivo de prover aos discentes uma formação plena pautada em aprendizagens significativas. Para tanto, tem sido criada e ampliada uma rede de escolas estaduais de tempo integral, com estrutura física, além de uma proposta de ampliação da jornada escolar condizente com a política nacional. Dessa forma, é importante analisar a política de educação integral em voga no estado, principalmente, por ela permitir a reflexão sobre este contexto educacional amazonense.
Mostrar mais

198 Ler mais

 Asp Cav Silva TIA

Asp Cav Silva TIA

Em 1969, é identificado um grande problema na seleção e incorporação das Praças e dos Cabos a prestarem serviço. “O serviço de PM é grandemente preenchido pelo policiamento de centros urbanos, com base na patrulha, que, a maior parte das vezes, é do comando de Cabo. O que se pretende desse Cabo é fundamentalmente conhecimentos, aprumo, educação e desembaraço, mas poucas vezes esse pessoal, após uma instrução de sete semanas e mesmo depois de alguma prática, consegue desempenhar cabalmente o serviço que lhe compete. Mesmo que a instrução fosse perfeita, o que é praticamente impossível, também pela pouca experiência dos quadros instrutores de que dispõe, quando o Cabo tem que atuar isolado, perante a diversidade de situações que se lhe deparam, muitas vezes falha. Este facto é também agravado por as patrulhas atuarem «sós» e não haver sistema de controlo ou de atuação que consiga anular este inconveniente. O problema aparece-nos pois com o seguinte aspeto: se nas fileiras é difícil dar-se a preparação conveniente, têm que se pré-selecionar os elementos antes do seu ingresso e deste modo, o assunto passa a ser um problema de incorporação.” (Barrento, 1969, p.217)
Mostrar mais

113 Ler mais

Síntese, caracterização, estudos espectroscópicos e termoanalíticos de compostos...

Síntese, caracterização, estudos espectroscópicos e termoanalíticos de compostos...

3.1.-Preparação dos carbonatos básicos hidratados de Ln(llI) 9 3.2.-Preparação dos trifluorometanossulfonatos de Ln(lll) eneaidratados 9 3.3.-Preparação dos compostos de coordenação de L[r]

125 Ler mais

Remoções de favelas na cidade do Rio de Janeiro: uma história do tempo presente — Outubro Revista

Remoções de favelas na cidade do Rio de Janeiro: uma história do tempo presente — Outubro Revista

ção da remoção de favelas como política permanente, o que pode jogar por terra o consenso que se formou em torno da urbanização durante os últimos 30 anos. Esse movimento é reforçado pela preparação do Rio para a realização de megaeventos esportivos, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, embora esse modelo de cidade tenha sido formulado na década de 1990. Com o objetivo de contribuir para a crítica a essa reconfiguração das políticas urbanas cariocas, o presente artigo trata deste retorno das remoções de favelas no Rio de Janeiro da era dos megaeventos, entendidos aqui como “eventos culturais ou desportivos de âmbito internacional ou mesmo planetário, ações cole- tivas e efêmeras que comportam status simbólicos e escalas espaciais e temporais muito significativas” (Seixas, 2010, p. 6).
Mostrar mais

20 Ler mais

Eficácia na utilização de córneas no transplante penetrante.

Eficácia na utilização de córneas no transplante penetrante.

demora entre a captação/preparação e a distribuição das córneas, diminuindo o tempo disponível entre a convocação do paciente e realização do transplante. Esse atraso poderia causar perda de córneas ou levar a realização de transplantes utilizando córneas que permaneceram no meio de preservação por um período próximo ao limite máximo recomendado, o que consistiria em fator de risco para a falência primária do enxerto (3-5) .

4 Ler mais

ÓLEO DE SEMENTES DE SOJA GENETICAMENTE MODIFICADA: CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E DETECÇÃO DE ADN AO

ÓLEO DE SEMENTES DE SOJA GENETICAMENTE MODIFICADA: CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E DETECÇÃO DE ADN AO

Durante as etapas preparativas para a extracção do óleo, incluindo respectivo subproduto, confirmou-se a detecção de ADN específico da espécie por amplificação do gene da lectina da soja. Foi também possível verificar, através da PCR específica da soja RR, que as sementes usadas para a produção de óleo de soja eram GM, conforme a informação fornecida sobre o lote industrial estudado. Para comparação, foram também incluídas no estudo sementes fornecidas pela mesma indústria, rotuladas como não OGM. Verificou-se a ausência de material transgénico apenas numa amostra proveniente de um lote mais antigo, enquanto as amostra mais recentes estavam contaminadas. Este facto permite comprovar a existência de contaminação tecnicamente inevitável de produtos convencionais por produtos transgénicos, atribuída a uma maior vulgarização no uso de OGM. Estes resultados foram verificados por PCR em tempo real com utilização de sondas de hidrólise to tipo TaqMan, que permitiu também verificar uma elevada proporção de material GM ao longo do processo industrial (50%) e que as sementes mais recentes, supostamente convencionais, continham cerca de 10% de OGM.
Mostrar mais

175 Ler mais

Melhoria do desempenho na secção de braiding usando princípios Lean Thinking e manutenção produtiva total numa empresa de produção de cablagens

Melhoria do desempenho na secção de braiding usando princípios Lean Thinking e manutenção produtiva total numa empresa de produção de cablagens

“5S” é uma abordagem sistemática, ilustrada na Figura 2, para organizar a área de trabalho, manter regras e standards e manter a disciplina necessária para fazer um bom trabalho. Com o tempo, todo o tipo de “sujidade” acumula-se no chão de fábrica e escritórios de uma empresa, como por exemplo: o WIP (work-in-progress) e outros stocks, ferramentas, equipamentos e carrinhos que não são utilizados com tanta regularidade, etc. Implementando 5S, os níveis de qualidade, lead time e custos podem ser reduzidos (Monden, 1998).

98 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd – CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd – CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

um período de tempo maior pode acontecer, porém não é a regra. Esse transitar impede o professor designado de tomar ciência tanto da proposta pedagógica da escola em que adentra, quanto da legislação nacional e estadual com propriedade; do Currículo Básico Comum da rede estadual de ensino e de participar das formações continuadas, pois ao sair da rede ou da escola ou trocar de ano de escolaridade, deixa de fazê-lo. Os professores, ao participarem desta formação, poderão obter o conhecimento básico necessário para a atuação nas escolas da rede estadual de ensino podendo transitar com segurança entre as escolas do sistema. O curso ofertado pela MAGISTRA poderá contar para os docentes como pré-requisito para a designação, quando contratados; nomeação e início de exercício, quando concursados e para nivelamento, para professores efetivos. A MAGISTRA pode cumprir assim sua vocação de ser a escola da escola da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, aproximando-se da demanda de formação permanente dos professores da rede estadual de ensino. A ementa da parte 1 do curso com duração de 50 horas será apresentada a seguir.
Mostrar mais

185 Ler mais

Estudo clínico comparativo do aquecimento por eletroestimulação ou bicicleta estacionária como preparação ao alongamento muscular

Estudo clínico comparativo do aquecimento por eletroestimulação ou bicicleta estacionária como preparação ao alongamento muscular

A aplicação dos protocolos entre grupos, apresentou 7 dias de intervalo, para que não houvesse influência da seqüência de aplicação dos protocolos sobre os resultados. Em pesquisa realizada em nosso meio estudaram o tempo de duração dos efeitos do alongamento aplicado aos ísquio-tibiais em universitários, do sexo masculino, avaliados nas 14,48 e 72 horas após alongamento mantido de 1 minuto , e medido por goniometria da articulação do quadril com joelho em extensão , e concluíram que o alongamento se manteve até 72 horas; portanto, ao se respeitar o intervalo de 7 dias (168 horas), garantiu-se que todos os indivíduos estivessem na condição original de retração dos músculos ísquio-tibiais (ENOKA, 1988).
Mostrar mais

123 Ler mais

Preparação para o parto: promoção do bem-estar da parturiente através da preparação para o parto

Preparação para o parto: promoção do bem-estar da parturiente através da preparação para o parto

Os cursos de Preparação para o Parto nasceram na Europa, no princípio do século XX. Dick Read, obstetra inglês, percebeu que, no hospital, as mulheres se sentiam tensas, com medo, sós e pariam com dificuldade; era necessário, por isso, intervir, não só sobre o seu estado físico (através de técnicas cada vez mais seguras), mas também sobre o seu estado psicológico. A partir dessa observação começou a preocupar-se com a necessidade de vencer aqueles temores (desde o medo ancestral da dor e do risco inerente ao parto, até o medo, mais recente, causado pelo ambiente hospitalar), informando as mulheres grávidas acerca do que lhes iria acontecer, ensinando-as a colaborar de forma activa no nascimento do filho e diminuindo, assim, a dor. Hoje em dia, embora utilizando técnicas diferentes, os cursos de Preparação para o Parto perseguem, todos, os mesmos objectivos:
Mostrar mais

171 Ler mais

Satisfação das Grávidas com as Aulas de Preparação para o Parto

Satisfação das Grávidas com as Aulas de Preparação para o Parto

Em função da sistematização dos dados emergidos dos diferentes estudos, onde sobressai a concordância da satisfação das grávidas para com as aulas de preparação para o parto, na medida em que lhes associam um efeito benéfico na diminuição do estado de medo e de ansiedade perante o parto, na sua qualidade de vida e saúde mental em todas as fases da gravidez e ainda, embora menos significativamente, nos cuidados a prestar ao recém-nascido, conclui-se que os objetivos geradores da investigação foram alcançados plenamente, visto que:
Mostrar mais

51 Ler mais

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/ALFABETIZAÇÃO NO TEMPO CERTO-PIP/ATC EM UMA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DO NORTE DE MINAS GERAIS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/ALFABETIZAÇÃO NO TEMPO CERTO-PIP/ATC EM UMA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DO NORTE DE MINAS GERAIS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Assim, nós fazemos as intervenções, a gente vê o que o aluno precisa, no meu caso, faço trabalho diferenciado com... Separei até três turmas, três divisões dentro da própria sala, apliquei três ditados e, eu vejo interesse no aluno e vejo desinteresse. Porque se uma turma tem aluno que foi bem e outros não, quer dizer que a professora fez a parte dela, tá fazendo e aqui a gente tem uma dificuldade muito grande com a família. A família é muito importante. Eu tenho alunos que a família me cobra, é tarefa, é tudo, trabalhamos muito e tem aqueles que a gente manda a tarefa e nem fazer não faz. O pai não aparece né. Aí quando você chama o pai pra falar, pedir ajuda, se a criança fica sem vir à aula, „tá doente‟. Então temos dificuldade. Aquele aluno que perde as atividades, que perde a matéria, então a gente tem esse problema, isso que eu acho. E atribuo a oscilação... A gente tenta aquela ajuda. Vamos atrás, a gente procura trazer o aluno para a escola, atividade diferenciada, porque isso é importante né, que o aluno tenha interesse pelas aulas. Aí às vezes ele some. Hoje mesmo tenho um aluno faltoso, falta um dia, falta dois, ele retoma tudo, o que me toma um tempo, porque o tempo que eu deveria tá caminhando com os outros eu tô retomando, não quero que fique ninguém para trás.
Mostrar mais

146 Ler mais

Show all 10000 documents...