Teorias sociológicas

Top PDF Teorias sociológicas:

Educação, sociologia da educação e teorias sociológicas clássicas: Marx, Durkheim e Weber

Educação, sociologia da educação e teorias sociológicas clássicas: Marx, Durkheim e Weber

A educação, relação associativa (como qual- quer relação social), modo de preparação dos homens para a vida social, é para We- ber (tal como para Karl Marx) um meca- nismo que contribui [r]

12 Ler mais

Teorias em estratégia

Teorias em estratégia

Os estudos de economia encontram uma formalização acadêmica desde o século XVIII, quando Quesnay (1694-1774) explorava as interdependências entre variáveis econômicas através do Tabeau Économique, e Adam Smith (1723-1790) colocava as bases conceituais da visão dos mercados como sistemas de auto-regulação da atividade social através do equilíbrio de preços e da liberdade para a alocação de recursos. Por outro lado os estudos de sociologia têm também raízes antigas. Estas tradicionalmente remontam a Auguste Comte (1798-1857) fundador da corrente positivista que daria origem às teorias sociológicas funcionalistas consolidadas com Durkheim (1958-1917) no final do século XIX e com Malinowski (1884 – 1942) e Radcliffe-Brown (1881 – 1955) no início do século XX.
Mostrar mais

31 Ler mais

Psicología Social: perspectivas psicológicas y sociológicas

Psicología Social: perspectivas psicológicas y sociológicas

Weber, Simmel e Cooley. É também nesse apartado do livro que, ao meu ver, fica denotada a importância - talvez não suficientemente explorada em boa parte das escolas brasileiras – do interacionismo simbólico e da obra de George Mead, naquela que é por muitos apontada como a mais sociológica das teorias psicológicas ou mais psicológica das teorias sociológicas.

3 Ler mais

A polissemia dos conceitos e suas implicações para a sociologia: os usos do termo "sistema".

A polissemia dos conceitos e suas implicações para a sociologia: os usos do termo "sistema".

Até aqui, referimos, de forma breve, que Vilfredo Pareto, Talcott Par- sons e Niklas Luhmann, cada um a seu modo, fizeram da ideia de sistema o centro de teorias sociológicas de amplo[r]

14 Ler mais

 PG Jéssica Costa

PG Jéssica Costa

Nesta parte do trabalho, iremos aprofundar mais as teorias sociológicas que explicam este fenómeno. Como referimos na introdução, a base fundamental na etapa evolutiva da adol[r]

65 Ler mais

Rev. Estud. Fem.  vol.19 número2

Rev. Estud. Fem. vol.19 número2

criança. Não só as necessidades ligadas à educação da criança tornam-se prioridades, mas a sua chegada leva muitos casais, que até então eram inquilinos, a adquirirem um imóvel. A autora baseia-se em teorias sociológicas segundo as quais a comunicação conjugal leva os parceiros, já portadores de “representações ligadas a seu gênero, (suas) experiências e concepções da realidade” (p. 13), a compartilharem uma mesma visão de mundo. Façamos duas observações a esse propósito. Por um lado, isso não deve apagar as possíveis divergências, por vezes duradouras, que podem permanecer no seio do casal ou em outros campos da vida conjugal sobre o domínio da gestão do dinheiro. Por outro lado, as contribuições dos americanos John Gagnon e W. Simon à sociologia da sexualidade podem ser igualmente úteis para dar conta das dinâmicas no seio do casal. 1 A autora poderia
Mostrar mais

3 Ler mais

O ENCARCERAMENTO PRECOCE NO BRASIL

O ENCARCERAMENTO PRECOCE NO BRASIL

Mais da metade da população carcerária brasileira é composta de jovens entre 18 e 29 anos. O presente trabalho tem como objetivo estudar os motivos desse fenômeno fazendo uma análise multidisciplinar, passando por teorias sociológicas, psicológicas e biológicas, bem como análise de dados objetivos sobre o tema. Conclui que o fenômeno deve ser analisado de forma multifacetária, de modo que nenhum aspecto isolado consegue explicar o problema, e que a população de baixa renda é mais vulnerável a maioria dos fatores estudados, embora pessoas ricas também cometam crimes. Para isso faz uso de dados qualitativos, pelo método fenomenológico. Palavras-chave: População carcerária. Jovens. Laços Sociais.
Mostrar mais

18 Ler mais

AÇÕES CÍVEIS INDENIZATÓRIAS E A INFLUÊNCIA DA EMPATIA NAS DECISÕES DOS TRIBUNAIS BRASILEIROS  Bárbara Gomes Lupetti Baptista, Cláudia Franco Corrêa

AÇÕES CÍVEIS INDENIZATÓRIAS E A INFLUÊNCIA DA EMPATIA NAS DECISÕES DOS TRIBUNAIS BRASILEIROS Bárbara Gomes Lupetti Baptista, Cláudia Franco Corrêa

[...] Continuamos pensando exatamente como os velhos escravocratas que nos inventaram e que, com teorias sociológicas da pior qualidade, nutriram nossos códigos administrativos e juríd[r]

22 Ler mais

limites e   Carlos Augusto Alcântara Machado, Gustavo Dantas Carvalho

limites e Carlos Augusto Alcântara Machado, Gustavo Dantas Carvalho

Ora, não se pode importar preceitos do direito comparado sem se atentar para as peculiaridades jurídicas e sociológicas de cada país. A Alemanha já conseguiu efetivar os [r]

26 Ler mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP

Direito Constitucional à Família (ou Famílias Sociológicas versus Famílias Reconhecidas pelo Direito: Um Bosquejo para Uma Aproximação Conceitual à Luz da Legalidade Cons[r]

156 Ler mais

O contributo do coordenador do Plano da Matemática no desenvolvimento do Projecto de Escola

O contributo do coordenador do Plano da Matemática no desenvolvimento do Projecto de Escola

Este último cenário apresenta influência de correntes de pensamento associadas a concepções antropológicas, sociológicas e linguísticas. Apresenta algumas características do cenár[r]

192 Ler mais

A prioridade absoluta na Constituição Federal de 1988: cognição do art. 227 como princípio-garantia dos direitos fundamentais da criança e do adolescente

A prioridade absoluta na Constituição Federal de 1988: cognição do art. 227 como princípio-garantia dos direitos fundamentais da criança e do adolescente

O método dialético será utilizado para melhor abordagem do tema, com incisões filosóficas, sociológicas e dogmáticas, uma vez que os valores, os fatos e as normas serão constantemente postos em nível de correlação e complementaridade (daí uma rápida consideração sobre a teoria tridimensional do direito) até se mostrar que é um bom argumento e um adequado critério a “Prioridade Absoluta” no nosso ordenamento jurídico, como um princípio constitucional fundamental de garantias dos direitos infanto-juvenis, que possui vários destinatários no mesmo patamar de obrigação, de cumprimento efetivo e é portador de primazia em relação a qualquer outra preferência alegada e existente tanto no ordenamento jurídico como na elaboração de políticas públicas.
Mostrar mais

155 Ler mais

Novos governos na América Latina do início do século XXI: as ciências sociais frente à teoria das duas esquerdas

Novos governos na América Latina do início do século XXI: as ciências sociais frente à teoria das duas esquerdas

Reconhecendo as diferenças de programas, organizativas, históricas, sociológicas, estratégias e táticas, Pomar indica que partir de uma visão dicotômica das esquerdas no conti[r]

101 Ler mais

A TUTELA JUDICIAL DA VIOLÊNCIA DE GÊNERO: DO FATO SOCIAL NEGADO AO ATO JURÍDICO VISUALIZADO

A TUTELA JUDICIAL DA VIOLÊNCIA DE GÊNERO: DO FATO SOCIAL NEGADO AO ATO JURÍDICO VISUALIZADO

Para tanto, esta tese estrutura-se a partir do diálogo entre duas grandes áreas sociológicas: a sociologia das relações de gênero e a sociologia jurídica (e, també[r]

319 Ler mais

Teorias da Firma como fundamento para formulação de teorias contábeis

Teorias da Firma como fundamento para formulação de teorias contábeis

Ao contrário, a literatura que incorpora o de- bate sobre os direitos de propriedade, não importa se para a nova economia institucional ou para a análise econômica do direito, tem como [r]

16 Ler mais

Apontamentos sobre civilização e violência em Norbert Elias

Apontamentos sobre civilização e violência em Norbert Elias

Nesse sentido esboçarei alguns conceitos centrais como civilização, poder e violência a partir da obra de Elias e suas contribuições sociológicas para os estudos [r]

10 Ler mais

FORMAS DE MANIFESTAÇÃO DO PASSADO EM FILMES DE ALAIN RESNAIS Aproximações sociológicas

FORMAS DE MANIFESTAÇÃO DO PASSADO EM FILMES DE ALAIN RESNAIS Aproximações sociológicas

Partimos de um ponto diverso do de Noite e neblina , seja por não existir, de início, necessidade de legitimar a origem das imagens trazidas à tela sobre a bomba e suas consequências[r]

15 Ler mais

João Peixoto “As Teorias Explicativas das Migrações: Teorias Micro e Macro-Sociológicas ” Nº 112004

João Peixoto “As Teorias Explicativas das Migrações: Teorias Micro e Macro-Sociológicas ” Nº 112004

ampla, alguns dos trabalhos pioneiros das teorias migratórias têm uma dimensão nitidamente sociológica: é o caso do clássico de Thomas e Znaniecki, editado entre 1918 e 1920, acerca da integração dos camponeses imigrados da Europa Oriental nas cidades norte-americanas; ou de outros textos da Escola de Chicago - com destaque para os de Park -, sobretudo desde 1915, acerca da integração e conflitos urbanos, em larga parte devidos à absorção migratória. Não foi por acaso que estas obras tiveram uma apropriação por outras áreas disciplinares da sociologia, incluindo os estudos sobre a família, a ruralidade e, sobretudo, a sociologia urbana (cf. Ferreira, 1992). Os textos que se integraram explicitamente no domínio das migrações foram outros: a compilação de Dorothy Thomas (1938), editada no final dos anos 30, acerca da selectividade migratória - que reúne contributos provenientes de diversas áreas paradigmáticas; o texto de Zipf (1946) e os de Stouffer (1940 e 1960), acerca da relação entre mobilidade e distância e das “oportunidades intervenientes” (intervening opportunities) - que se inserem na tradição aberta por Ravenstein e iniciam uma formalização matemática crescente do problema; o de Rossi (1955), acerca do ciclo de vida e mobilidade residencial urbana - que se integra explicitamente na “investigação social” (e “psicologia social”), embora sem grande apoio nos principais paradigmas sociológicos de então; o de Rose (1970/1958), acerca da relação entre “distância” e “estatuto sócio-económico dos migrantes” - que procura articular as análises quantitativas de Stouffer com a “variável sociológica” do estatuto; ou o de Lee (1969/1966) - texto que surge numa revista de “demografia” e procura conjugar as múltiplas referências teóricas anteriores, incluindo a de Ravenstein, numa (novamente ambiciosa) “teoria da migração”.
Mostrar mais

36 Ler mais

O CÂMBIO E SUAS INFLUÊNCIAS NA ECONOMIA

O CÂMBIO E SUAS INFLUÊNCIAS NA ECONOMIA

Com a valorização do câmbio, os insumos e bens intermediários importados, que entram na composição de diversos produtos, tornam-se mais baratos em reais3. Isso se reflete na variação d[r]

9 Ler mais

A ironia das teorias

A ironia das teorias

acumulação de conhecimentos, estaria sempre atrasada, no segundo seria a prática que estaria em atraso face à capacidade das teorias para anteciparem o futuro. Actualmente, que a produção de teorias tende a subordinar -se completamente a finalidades de eficácia, sem referência a uma necessidade do espírito, o seu papel vanguardista tende a limitar -se à invenção de necessidades para as quais se pro- põem como solução. Isso não significa que as teorias estejam condenadas a um círculo de previsibilidade entre o corroborar e o antecipar. Mas implica o abandono da oposição teoria/prática para que esse círculo se desfaça, para que as teorias deixem de ser consideradas guias da acção fora dela, deixem de poder ser ins- trumentos de domínio. Não havendo a teoria das teorias, também não há teorias da prática, sendo qualquer teoria uma combinatória múltipla de explicitações, de afirmações implícitas e do exercício de escrita que excede umas e outras. Nesse sentido, fazer a genealogia das teorias para perceber as relações de forças de que surgiram e aquelas que as foram sustentando, pode ser importante como parte da actividade teorética que assim, num movimento de ironia, se distancia de si mesma, ao mesmo tempo que percebe a impossibilidade de distanciação absoluta. Trata -se por conseguinte da des -hierarquização da relação teoria -prática e da afirmação da precaridade e contingência de ambas, como de tudo o resto.
Mostrar mais

14 Ler mais

Show all 1700 documents...