Utilizando o e-mail como principal ferramenta tecnológica

Top PDF Utilizando o e-mail como principal ferramenta tecnológica:

ESTUDO DE CASO DE E-MAIL UTILIZANDO AS  TECNOLOGIAS SPF E DKIM

ESTUDO DE CASO DE E-MAIL UTILIZANDO AS TECNOLOGIAS SPF E DKIM

XV ABSTRACT The key idea of this final paper is the analysis of the behavior of SPF and DKIM tools, that act in the combat to the fake of e-mail senders. For such, it was made a study of case of these tools, with the intention to compare the performance of each one of them by means of determined situations. The collected results with the accomplishment of this study allowed knowing in details these technologies, to make easy system administrators to establish comparison criteria that can help future companies in the choice of one of them as alternative solution of e-mail security. Therefore, a study on these tools it shows interesting for security professionals, since both represent free solutions and they objectify to increase the level e-mail security in a net environment through the knowledge of the real identity of an origin domain or one related person who says sender authority in the transport of a post office message.
Show more

99 Read more

Classificação de mensagens de e-mail utilizando o algoritmo Artificial Bee Colony

Classificação de mensagens de e-mail utilizando o algoritmo Artificial Bee Colony

Insetos como abelhas, formigas e cupins apresentam um nível de inteligência individual muito baixo, mas coletivamente são capazes de resolver problemas complexos de forma altamente organizada (Lianying e Fengyu, 2006). Buscando inspiração no senso de inteligência coletiva destes insetos, este trabalho tem o objetivo de realizar um estudo sobre algoritmos que baseiam-se nesta metáfora e assim desenvolver um sistema que seja capaz de identificar e classificar mensagens de e-mail. O algoritmo utilizado neste trabalho é o Artificial Bee Colony (Karaboga, 2005). Ele baseia-se no comportamento natural das abelhas forrageadoras, abelhas responsáveis por encontrar fontes de alimentos e informar às outras abelhas, que estão na colmeia esperando por estas informações. Para o algoritmo de classificação de mensagens podem ser consideradas como fontes de alimentos as próprias mensagens. Elas serão exploradas pelas abelhas artificiais na tentativa de obter as melhores regras para classificação ou então descobrir a classe a que a mensagem pertence. As mensagens podem ser classificadas em seguras, de phishing ou spam. Mensagens de phishing são aquelas que tentam se passar por empresas reais na tentativa de obter dados pessoais. Outra categoria de mensagens são os spams que podem ser classificadas como mensagens de cunho publicitário cujo recebimento não foi solicitado. Para aplicar o algoritmo das abelhas, um sistema de classificação foi desenvolvido a partir de modelos de engenharia de software sobre datasets contendo mensagens de e-mail. Após o desenvolvimento do sistema, métricas e técnicas de amostragem foram aplicadas com o objetivo de avaliar e comparar a utilização desta técnica em relação a outras para classificação de mensagens. Os resultados obtidos através da comparação com outros algoritmos podem ser considerados como positivos já que em alguns casos a taxa de mensagens classificadas corretamente foi superior ao algoritmo comparado.
Show more

71 Read more

USO DO E-MAIL E WHATSAPP COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA NAS AULAS DE CIÊNCIAS

USO DO E-MAIL E WHATSAPP COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA NAS AULAS DE CIÊNCIAS

Com isso pode-se chegar aos seguintes objetivos específicos: Melhorar o nível de aprendizado do aluno; mostrar que o uso das mídias interativas pode ser ótimo no processo de ensino e aprendizagem; aprender a fazer o uso corretamente do e-mail, aplicando as técnicas de cordialidade como os receptores; conhecer as ferramentas básicas utilizadas em um e-mail; trocar informações relativas aos conteúdos via e-mail e WhatsApp, como seu professor e seus colegas; desenvolver a capacidade de se comunicar, argumentar, discutir, debater utilizando as novas tecnologias; e comprovar que as mídias quando bem utilizadas podem ser importantes aliadas na construção do conhecimento.
Show more

33 Read more

ENSINANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA UTILIZANDO A PLANILHA EXCEL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA

ENSINANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA UTILIZANDO A PLANILHA EXCEL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA

Vimos que para o aluno o laboratório era um local desconhecido, pois eles mesmos se impressionaram ao estar utilizando tal ambiente para realizar uma atividade. Ficou claro ver que os professores comumente deixam a sala ao relento e que para os alunos a utilização dela era novidade, o que serviu de bastante incentivo para a utilizarmos. A participação e o entendimento da maioria sobre o que significava todas as tabelas criadas e cálculos realizados foi de fato o que buscávamos, plantar a semente que esperamos que origine um aluno reflexivo sobre as decisões que se deve tomar no seu convívio, neste caso mais especificamente, relacionado a situações em que se fazem presentes os conceitos básicos da Matemática Financeira.
Show more

9 Read more

ENSINANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA UTILIZANDO A PLANILHA EXCEL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA

ENSINANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA UTILIZANDO A PLANILHA EXCEL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA

Vimos que para o aluno o laboratório era um local desconhecido, pois eles mesmos se impressionaram ao estar utilizando tal ambiente para realizar uma atividade. Ficou claro ver que os professores comumente deixam a sala ao relento e que para os alunos a utilização dela era novidade, o que serviu de bastante incentivo para a utilizarmos. A participação e o entendimento da maioria sobre o que significava todas as tabelas criadas e cálculos realizados foi de fato o que buscávamos, plantar a semente que esperamos que origine um aluno reflexivo sobre as decisões que se deve tomar no seu convívio, neste caso mais especificamente, relacionado a situações em que se fazem presentes os conceitos básicos da Matemática Financeira.
Show more

9 Read more

ENSINANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA UTILIZANDO A PLANILHA EXCEL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA

ENSINANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA UTILIZANDO A PLANILHA EXCEL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA

Vimos que para o aluno o laboratório era um local desconhecido, pois eles mesmos se impressionaram ao estar utilizando tal ambiente para realizar uma atividade. Ficou claro que os professores não usavam a sala com frequência e que para os alunos a utilização dela era novidade, o que serviu de bastante incentivo para a utilizarmos. A participação e o entendimento da maioria sobre o que significava todas as tabelas criadas e cálculos realizados foi de fato o que buscávamos plantar a semente que esperamos que origine um aluno reflexivo sobre as decisões que se devem tomar no seu convívio, neste caso mais especificamente, relacionado a situações em que se fazem presentes os conceitos básicos da Matemática Financeira.
Show more

8 Read more

GERENCIAMENTO DE RISCO COMO PRINCIPAL FERRAMENTA

GERENCIAMENTO DE RISCO COMO PRINCIPAL FERRAMENTA

esportivos, seja em calamidades públicas, greve dos caminhoneiros, ou em operações de Garantia da Lei e da Ordem. Em todas estas operações a Aviação do Exército esteve presente, apoiando as tropas de superfície e garantindo um maior controle operativo. Face a esta grande utilização do vetor aéreo da Força Terrestre e dadas as peculiaridades que a atividade aérea apresenta, em especial no que tange a segurança de voo, faz-se necessário uma maior preocupação com os fatores de risco atrelados a estas operações, tornando necessária a avaliação de tudo o que possa trazer perigo para a operação aérea. A principal ferramenta para este tipo de avaliação é o Formulário de Gerenciamento de Risco, o que nos traz ao seguinte questionamento: em que medida o FGR auxilia no planejamento das operações aéreas da aviação do Exército em ambiente urbano e de que forma pode-se melhorar o gerenciamento de riscos, utilizando-o como principal ferramenta?
Show more

24 Read more

Livro Virtual: Uma ferramenta tecnológica no caminho do aprendizado

Livro Virtual: Uma ferramenta tecnológica no caminho do aprendizado

Este artigo traz algumas reflexões sobre o trabalho desenvolvido nas escolas a respeito do uso das tecnologias digitais em sala de aula aliadas ao trabalho com o gênero literário poema. Faz menções sobre seu uso como parte integrante da prática pedagógica e seus benefícios para o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem. Traz em seu conteúdo um modelo de projeto de um Livro Virtual que embasa a teoria desenvolvida no decorrer do projeto. Tem como objetivo o uso produtivo das tecnologias digitais no cotidiano escolar frente às práticas de ensino que envolvem o uso das mesmas e o desenvolvimento da linguagem literária e poética dos alunos. A metodologia para este trabalho passa por uma revisão de literatura que aponta o uso da Informática e da Internet como forma de comunicação da contemporaneidade onde o aluno é o sujeito de sua própria aprendizagem, aprendendo a usufruir das tecnologias de forma significativa e prazerosa. A principal conclusão que se pode chegar com este modelo de projeto é que as vantagens encontradas no trabalho com as tecnologias digitais vêm para somar do desenvolvimento dos sujeitos e as ferramentas encontradas hoje para o trabalho em sala de aula são subsídios indispensáveis para este desenvolvimento seja no trabalho com a poesia ou qualquer outro trabalho.
Show more

19 Read more

Benchmarking para instituições de educação tecnológica: ferramenta para a competitividade

Benchmarking para instituições de educação tecnológica: ferramenta para a competitividade

O PROEP busca viabilizar uma ampla democratização da oferta da educação vinculada ao setor produtivo. Para tanto, conceitua a Educação Profissional na perspectiva do artigo 22 da nova LDB, como a educação básica que tem por finalidade assegurar, ao educando, a formação comum indispensável para o exercício da cidadania. Essa formação comum tem como características o domínio do conhecimento básico e a capacidade de aprender a aprender, o que supõe, evidentemente, a capacidade de saber pensar, obedecendo aos princípios de atuação do Estado Brasileiro atual e da nova legislação. O programa PROEP pretende ser o principal agente de implantação do Sistema de Educação Profissional no País, através de um conjunto de ações a serem desenvolvidas em articulação com diversos segmentos da sociedade.
Show more

274 Read more

COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA DE ENSINO: UM MAPEAMENTO SISTEMÁTICO DE LITERATURA

COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA DE ENSINO: UM MAPEAMENTO SISTEMÁTICO DE LITERATURA

Este artigo tem como objetivo principal mapear os trabalhos elaborados com a plataforma online Google Classroom. Ademais, busca-se compreender “se” e “ como” esta plataforma tem sido utilizada como uma ferramenta tecnológica para o ensino. Trata-se de um mapeamento sistemático de literatura, com busca e extração de dados em três plataformas eletrônicas: Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações do Instituto Brasileiro de Ciência e Tecnologia (BDTD – IBICT); Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e a Scientific Eletronic Library Online (SciELO). Para a busca, a palavra chave Google Classroom foi utilizada, com a sua correspondente em língua portuguesa, Google Sala de Aula. A coleção final foi constituída por 10 trabalhos. Os resultados obtidos mostram um aplicativo bastante versátil, com aplicações dentro e fora da sala de aula, que pode ser utilizado como suporte as metodologias ativas ou aliado a outras ferramentas tecnológicas, possibilitando interações diversas daquelas tradicionalmente esperadas e ocasionando motivação à aprendizagem dos alunos.
Show more

16 Read more

FERRAMENTA DE AUXÍLIO ACADÊMICO UTILIZANDO CHATTERBOT

FERRAMENTA DE AUXÍLIO ACADÊMICO UTILIZANDO CHATTERBOT

Este trabalho apresenta o desenvolvimento de um chatterbot para auxílio acadêmico, que é capaz de manter uma conversação em língua portuguesa, respondendo ou fazendo perguntas sobre um texto da educação básica na área de conhecimento em Geografia. A partir do texto previamente inserido pelo aluno, a aplicação gera perguntas e respostas que são gravadas em uma base de conhecimento Artificial Intelligence Markup Language (AIML). Para tanto, utiliza-se o parser Palavras para efetuar a análise morfológica e obter os papéis semânticos de cada palavra em cada sentença que compõe o texto. Dentre os papéis semânticos identificados pelo parser Palavras, foram tratados sete, entre eles agente, localização e extensão, em sentenças composta por sujeito, verbo e predicado. O ponto principal para a geração das perguntas é o papel semântico, a partir do qual é possível definir o pronome ou o advérbio interrogativo, tais como quem, quando, quanto, qual e onde, que deve ser usado para elaborar a pergunta. Além disso, são feitos ajustes para possibilitar a conjugação verbal em determinados casos e criar perguntas mais concisas. O trabalho proposto atingiu os objetivos elencados, com limitações devido à complexidade da língua portuguesa, mostrando-se relevante como uma ferramenta de processamento de linguagem natural, bem como uma aplicação auxiliar para o processo de ensino-aprendizagem.
Show more

51 Read more

Projeto terapêutico singular como principal ferramenta na terapêutica de usuários de múltiplas drogas

Projeto terapêutico singular como principal ferramenta na terapêutica de usuários de múltiplas drogas

Este trabalho apresenta uma experiência que foi vivenciada em unidade de atendimento especializada a usuários de álcool e múltiplas drogas – Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) no município de Fortaleza Ceará. Muitos dos usuários que nos últimos anos estavam procurando o serviço, na sua maioria estavam perdendo a continuidade ao longo do tratamento. Na roda de conversa começaram a surgir os questionamentos. Usuários tornaram um serviço de ajuda, resgate, incentivo ao abandono das drogas sem assistencialismo, utilizando o serviço como ajuda social, ponto de apoio durante o dia.
Show more

14 Read more

RELATO DE ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL: REPRESENTANTE COMERCIAL EXCLUSIVO COMO PRINCIPAL FERRAMENTA PARA O CRESCIMENTO

RELATO DE ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL: REPRESENTANTE COMERCIAL EXCLUSIVO COMO PRINCIPAL FERRAMENTA PARA O CRESCIMENTO

Para este projeto foi necessário implantar uma nova estrutura comercial. Desenhou-se um novo mapa de atuação estudando as cidades e constatou-se a necessidade de contratação de mais oito representantes comerciais que visitariam as principais cidades de volume da região, baseados na análise da curva ABC de vendas por cidade. Utilizando a “regra de Pareto”, concentrou-se estes representantes na carteira de clientes cujo volume de venda financeira estaria nos 80% (oitenta por cento), deixando os 20% (vinte por cento) restantes para ser atendido pela equipe de vendas atual da distribuidora. Desta forma, a equipe exclusiva teria também os seus clientes limitados, otimizando o seu desempenho em uma carteira direcionada, responsável pelo maior volume comercial.
Show more

15 Read more

Gestão de inovação: a lei de inovação tecnológica como ferramenta de apoio às políticas industrial e tecnológica do Brasil.

Gestão de inovação: a lei de inovação tecnológica como ferramenta de apoio às políticas industrial e tecnológica do Brasil.

A Coréia, por meio da Lei n.º 1.864, promulgada em 1967, denominada “Lei da Promoção de C&T”, deflagrou o processo de consolidação do desenvolvimento tecnológico e à criação das infra-estruturas de C&T naquele país, com base no modelo learning by doing. Posteriormente, em 1989, foi promulgada a Lei n.º 4.196, conhecida como “Lei da Promoção da Pesquisa Básica”, que expressa a visão política de que a inovação depende essencialmente da capacidade inventiva do país para fazer face ao novo modelo de desenvolvimento industrial learning by research. Com a aceleração do processo de industrialização ocorrido na Coréia, a partir da década de 1970, a principal vertente de desenvolvimento econômico daquele país foi a de trabalhadores altamente qualificados com salários relativamente baixos, com altas taxas de poupança e mecanismos de proteção das indústrias nacionais (Shin et al., 1994). A vantagem comparativa da Coréia com base nesses fatores não é mais efetiva, uma vez que não estão mais disponíveis recursos ociosos e a economia encontra-se plenamente aberta ao mundo. Constata-se que o ambiente econômico está mudando rapidamente na Coréia à medida que avança a globalização e, portanto, estão aumentando as necessidades de mudança nas políticas públicas com vistas a uma transição bem-sucedida para uma economia baseada no conhecimento naquele país (Stepi, 1995). A implicação, nesse caso, é que a Coréia está buscando identificar outras fontes de vantagens comparativas, principalmente em atividades de C&T.
Show more

21 Read more

Cinema como ferramenta tecnológica na educação inclusiva de alunos com deficiência

Cinema como ferramenta tecnológica na educação inclusiva de alunos com deficiência

Para Vilaça (2006) não resta dúvida que o audiovisual contribui para a clareza e eficácia do ensino, pois o som e a imagem estão cada vez mais presentes na vida das pessoas, já que o texto escrito deixou de ser o principal meio de comunicação há muito tempo. Neste sentido, o atual estudante pode aprender e memorizar detalhes técnicos com mais facilidade se o significado daquilo que ele estuda é reforçado por imagens e sons. A animação contribui para clareza de elementos, processos que são complexos, rápidos, lentos ou misteriosos ou que não podem ser observados com clareza quando fotografados. Assim, percebe-se cada vez mais a necessidade de aumentar o uso do cinema como subsídio visual no ensino. No entanto, a animação não pode ser considerada como uma ação isolada, mas como recurso alternativo de aprendizado.
Show more

23 Read more

Desenvolvimento cognitivo, uma ferramenta tecnológica para professores da educação básica

Desenvolvimento cognitivo, uma ferramenta tecnológica para professores da educação básica

A produção de conhecimento, passa a ser uma construção e desenvolvimento que promove professor e aluno a uma interação contínua e constante onde aprender é via de regra, seja ela por conteúdo ou por experiências. Quando fazemos dessa ação de ensino, um isolamento de objetivos e objetos, estabelecemos crenças limitantes, de que é possível ir apenas até este ou aquele ponto, entretanto se observamos essas construções de aprendizagem como um continuum, poderemos enxergar as múltiplas possibilidades de ensinar para aprender. O que queremos deixar claro, é que os conteúdos de sala de aula nos norteiam quanto as propostas de ensino, no entanto eles precisam estar dispostos a interagir com as multiplas possibilidades de desenvolvimento e integração. Os alunos certamente são mais hábeis no manuseio das novas tecnologias, mas concordamos com Valente (2005), compete irrevogavelmente ao professor, independente da disciplina em questão, conduzir o processo educativo e a mediação da aprendizagem, e acrescentamos, sejam quais forem os instrumentos utilizados. Porque hoje o instrumento em evidencia são as tecnologias digitais, mas é possível que amanhã, sejam modificados e assim sucessivamente. A principal competência do professor, será a capacidade de manter-se atualizado diante de todos os constructos da educação (GOMES; MOITA, apud, VALENTE, 2005).
Show more

141 Read more

Interdisciplinaridade no ensino de arte com o uso da ferramenta tecnológica WebQuest

Interdisciplinaridade no ensino de arte com o uso da ferramenta tecnológica WebQuest

A exploração dos dados obtidos durante a construção da proposta, seu desenvolvimento com os alunos e após a aplicação da ferramenta tecnológica WebQuest se caracteriza como pesquisa analítica, visto que a partir dos dados coletados acontece o tratamento analítico das informações obtidas com o experimento. Segundo Gil (2010), o processo de ordenar e sumariar informações de um estudo é chamado de pesquisa descritiva analítica. Estes dados foram registrados por meio de um Diário de Campo elaborado pela pesquisadora, segundo Lewgoy e Arruda (2004), o Diário de Campo é um documento descritivo (analítico, investigativo e de sínteses reflexivas), é onde o pesquisador registra ideias, pensamentos e notas de campo (MIOTO, 2001). O processo de análise foi a partir dos dados que foram coletados via e-mail conforme os alunos enviaram suas respostas e os registros de fotos com a presença dos alunos foram propositalmente borradas para que não expor a imagem do estudante .
Show more

87 Read more

Interdisciplinaridade no ensino de arte com o uso da ferramenta tecnológica WebQuest

Interdisciplinaridade no ensino de arte com o uso da ferramenta tecnológica WebQuest

Para criar uma WebQuest pelo Google Sites 2018, é necessário ser usuário da plataforma Google, ou seja, possuir uma conta no Google Mail, popularmente conhecido como Gmail. De acordo com o site Significados (2018), “mail” significa correspondência e Gmail é um serviço gratuito, de correio eletrônico do Google, oferecido desde 2004. Caso alguém que esteja interessado em utilizar a plataforma não tenha a conta, a mesma pode ser aberta com poucos cliques, na página inicial do Gmail.

30 Read more

O USO DE SOFTWARES COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA NO AUXÍLIO DO ENSINO DA MATEMÁTICA

O USO DE SOFTWARES COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA NO AUXÍLIO DO ENSINO DA MATEMÁTICA

tecnológico, visa à inclusão de softwares educativos nas aulas e as contribuições para o ensino aprendizado da mesma. O trabalho objetiva apresentar reflexões sobre a visão dos alunos frente a metodologia tradicional e como se adaptam ao apresentar um software educativo. Relata as dificuldades encontradas pelos professores com a utilização de softwares, onde visa mostrar a importância de inserir o computador e sua principal utilização através de softwares no ensino da Matemática. Avalia a tecnologia como recurso pedagógico onde o aluno é capaz de construir de forma autônoma o conhecimento, sendo um agente ativo na aprendizagem. Considera-se atualmente que só os recursos tradicionais não atendem mais o modelo educacional que a sociedade anseia, é preciso inovar a metodologia de ensino para atender a nova geração de alunos. Essa geração que nasceu na era digital com acesso rápido a internet e a grande proliferação de dispositivos móveis. Assim cabe a esse educador ter consciência que a educação é feita para o futuro, atualizar frente às novas metodologias de ensino para a formação desses alunos que já nasceram na era do clicar. Desta forma, leva-se o discente a um conhecimento rápido, interativo e significativo, transformando-o motivado a aprender a Matemática.
Show more

8 Read more

Intrapreneurismo: uma ferramenta prática à mudança e à inovação tecnológica organizacional /

Intrapreneurismo: uma ferramenta prática à mudança e à inovação tecnológica organizacional /

Para compreender o processo do intrapreneurship, que será detalhado a seguir é importante conhecer e entender o comportamento dos intrapreneurs. Para PINCHOT (1989a), CORNWALL & PERLMAN (1990) e HISRICH & PETERS (1995), os principais elementos que distinguem os intrapreneurs de gerentes tradicionais e entrepreneurs tradicionais são: - o motivo principal é o sentimento - eles têm paixão, curiosidade, compromisso e convicção por uma idéia; querem liberdade e acesso aos recursos da organização - são orientados por metas e automotivados, reagem às recompensas e principalmente ao reconhecimento da organização; são líderes que capacitam os outros e são defensores de suas idéias; os problemas são resolvidos em equipe; possuem habilidades em atrair recursos, suporte e informações dentro da organização; na maioria das vezes se comunicam facilmente com as pessoas ao longo da organização, bem como clientes e vendedores; tentam ocultar projetos arriscados e apreender com os fracassos e erros e; fazem sua própria pesquisa e avaliação intuitiva de mercado.
Show more

161 Read more

Show all 10000 documents...