Top PDF A desmaterialização da forma em arquitetura contemporânea híbrida

A desmaterialização da forma em arquitetura contemporânea híbrida

A desmaterialização da forma em arquitetura contemporânea híbrida

Nas palavras de Fiori Arantes (2012, pág. 114) a proliferação eufórica no uso de superfícies midiáticas e ornamentos digitais com o objetivo de tornar a Arquitetura cada vez mais uma experiência imaterial, pode conduzi-la a um grau zero da forma. Esta, referenciada em um tempo no qual, cada vez mais, não encontra outro caminho senão o experimentalismo, uma vez que o poder da criação já está superado, mas a ressignificação está livre. Assim, a forma não pode mais ser catalogada uma vez que é mimetizada, seja com a natureza ou apenas com conceitos, campos nos quais infinitas formas são possíveis. Como citado por Ito (El Croquis, 2005, pág. 16) uma das respostas que a Arquitetura pode gerar à sociedade é se comportar como algo borrado, mas que permite a sua passagem, ou seja, sua leitura. Assim, quando falamos que um elemento do campo, no caso arquitetônico, deixa de existir, concluímos que o campo se desmaterializa, ou seja, torna-se um híbrido. Canclini (2015, pág. 68) afirma, ao debater sobre a identidade de um povo que, apesar de existirem processos híbridos, as culturas possuem núcleos ou estruturas incomensuráveis, não redutíveis a configurações interculturais sem que se ameasse a continuidade dos grupos que se identificam com eles.
Mostrar mais

39 Ler mais

Arquitetura de apoio à desmaterialização de operações bancárias

Arquitetura de apoio à desmaterialização de operações bancárias

Ao longo da conceção da arquitetura e do seu protótipo, foram vários os problemas encontrados. O primeiro problema prende-se com a migração dos dados dos sistemas bancários para este tipo de sistemas. A migração completa é impossível ou difícil e portanto foi necessário encontrar forma de conseguir conciliar as duas soluções. Assim, a solução passou por conceber uma arquitetura em que, por um lado fosse possível utilizar serviços SaaS mas que também permitisse o acesso a silos de informação contidos em servidores locais das entidades bancárias. A solução modular pareceu a mais indicada dado que permite o acesso a ambos, utilizando o conceito de módulo para separar o acesso à informação. Também o modelo de dados trouxe alguns problemas. Para além do armazenamento dos dados referentes às entidades bancárias e seus respetivos clientes, entre outros, era necessário o armazenamento das configurações dos módulos pertencentes a cada entidade bancária. Numa primeira fase foi construído um único modelo de dados que suportava toda a informação de forma conjunta. No entanto, depois de alguma análise, achou-se pertinente dividir este modelo. As configurações dos módulos foram transferidas para uma base de dados Azure SQL, dada a sua disponibilidade e escalonamento. Esta separação do modelo partilha um problema dado que ambos os modelos de dados apresentam uma entidade em
Mostrar mais

125 Ler mais

DESMATERIALIZAÇÃO: DA FOTOGRAFIA À INFORMAÇÃO

DESMATERIALIZAÇÃO: DA FOTOGRAFIA À INFORMAÇÃO

A fusão da fotografia à informação permite refletir em torno da linguagem e do registro. É por meio desta combinação que a imagem fotográfica é dotada de singularidade e, simultaneamente, universalidade. A singularidade reserva-se à imagem técnica que detém as codificações do instante fotográfico e a universalidade aproxima-se às representações e reproduções possíveis a partir deste primeiro ato. A fotografia assume seu lugar na contemporaneidade sob qualquer forma de cultura material, desdobrando-se em múltiplas funções, como signo, estética ou documento fotográfico. Ao mencionar signo, procura-se evidenciar a constituição da imagem fotográfica através da ordem visual que soma linguagem, registro e informação.
Mostrar mais

7 Ler mais

Forma, valor e renda na arquitetura contemporânea.

Forma, valor e renda na arquitetura contemporânea.

A primeira grande tentativa de Frank Gehry de realizar uma fusão entre arquitetura, entretenimento e marketing deu-se no projeto do Walt Dis- ney Concert Hall, no centro de Los Angeles. O projeto de Gehry, datado de 1988, pretendia destacar-se radicalmente de seu entorno, cercado por imensas torres de escritório. Era uma dobradura irregular, em placas reluzentes de aço, como uma caixa encouraçada que fosse explodida pelo impacto de um bólido. O paradoxo visual residia na fluidez completa das formas recobertas por uma superfície dura, típica de blindagem militar. As junções complexas entre volu- mes e suas curvaturas dissimuladas eram, entretanto, um desafio construtivo que punha à prova o conhecimento da engenharia. O projeto de Frank Gehry colocou um novo problema para a arquitetura e a indústria da construção em pleno centro do capitalismo avançado: o edifício-emblema, vencedor de con- curso público, se mostrou inexequível. Aquele ícone da nova identidade urbana era irrepresentável em desenho, impossível de ser corretamente calculado e orçado. Acabou recusado por escritórios de projeto e empresas de construção e, assim, a Disney suspendeu sua execução.
Mostrar mais

26 Ler mais

O metal na arquitetura contemporânea paraibana 1990-2002

O metal na arquitetura contemporânea paraibana 1990-2002

Esse grupo reúne 8 edificações e foi formado pelas obras que apresentavam uma utilização metálica de maior porte em relação aos dois grupos anteriores e que fica exposta geralmente nos dois ambientes, externo e interno. A estrutura dessas cobertas é bastante simplificada e composta basicamente de tubos de seção retangular que recebem apoio nas extremidades, configurando um sistema estrutural de Massa-Ativa de acordo com ENGEL (1977) conjugados ao sistema de Forma-Ativa, que é representado pelo arco e pelo cabo. O aspecto formal torna-se interessante, pois são conseguidos movimentações de superfície, geralmente de contorno arqueado. De uma maneira geral, as edificações apresentam corpo composto por uma estrutura em concreto armado e vedações em alvenaria e vidro. Porém, em alguns casos pode-se observar uma estrutura metálica de suporte de maior expressão, tais como pilares, tirantes e mãos francesas nas coberturas metálicas, observadas na Clínica de Fraturas de Mangabeira, na Stiluz, na Telemar e na Moroni-Bertolini.
Mostrar mais

199 Ler mais

Abordagem híbrida para representação de forma e textura baseada em dados simbólicos

Abordagem híbrida para representação de forma e textura baseada em dados simbólicos

A base de imagens Core Experiment ou simplesmente CE-1 [113] foi criada pelo grupo MPEG (Moving Picture Experts Group) da ISO (do inglês, Inter- national Standards Organization ) com o objetivo de avaliar o desempenho de diversos descritores de forma, relativo à descrição e procura de formas conexas, na presença de transformações geométricas tais como mudança de escala, rotação e deformações. Um outro objetivo para avaliação da base CE-1 é escolher a pro- posta mais relevante a ser recomendada à norma MPEG-7. Devido aos sucessos empregados pela metodologia de trabalhos do MPEG, atualmente essa base é a mais usada pela comunidade para avaliar aplicações e descritores baseados em forma.
Mostrar mais

251 Ler mais

Estrangeiros arcontes: forma social e forma literária na prosa brasileira contemporânea

Estrangeiros arcontes: forma social e forma literária na prosa brasileira contemporânea

Nesse sentido, o livro da socióloga pode ser visto no quadro mais largo dos estudos de identidade brasileira, pois a relação entre nós, brasileiros, e eles, estrangeiros, veio sendo estudada de maneiras diversas. Por exemplo, para Gilberto Freyre, em Casa-grande & senzala (1995 [1933]), o brasileiro é o resultado da miscigenação, por assim dizer, étnico-cultural de europeus, indígenas e africanos, especificidade ocasionada pelo sistema econômico-social e político ligado à monocultura escravista, ao patriarcalismo católico e à poligamia. Por sua vez, Sérgio Buarque de Holanda, em Raízes do Brasil (1995 [1936]), mostrou as raízes ibéricas da cultura brasileira, configurada em questões como a da cordialidade. Já Caio Prado Jr., em Formação do Brasil contemporâneo [1942], avaliou o modo como a economia brasileira se constituiu em relação à metrópole, enquanto Fernando Henrique Cardoso, em Dependência e desenvolvimento na América Latina (2006 [1970]), procurou analisar alternativas para o desenvolvimento dentro do sistema de dependência econômica. Antonio Candido, em Formação da literatura brasileira (1981 [1959]), pensou a respeito das influências localistas e universalistas nos momentos decisivos do desenvolvimento da literatura nacional. Assim, Lúcia Lippi está procurando se inserir em um seleto catálogo que procura investigar o brasileiro em relação ao estrangeiro, sendo que a pesquisadora contemporânea problematiza esse mesmo catálogo ao demonstrar que a constituição étnico-cultural do brasileiro foi alargada ao longo, sobretudo, do século XX, em decorrência dos fluxos migratórios.
Mostrar mais

22 Ler mais

ESTRATÉGIA HÍBRIDA DE OTIMIZAÇÃO SEM DERIVADAS PARA A INVERSÃO COMPLETA DA FORMA DA ONDA

ESTRATÉGIA HÍBRIDA DE OTIMIZAÇÃO SEM DERIVADAS PARA A INVERSÃO COMPLETA DA FORMA DA ONDA

O   objetivo   específico   desta   pesquisa   é   a   elaboração   de   um   algoritmo   FWI-­‐DFO   para   resolver   o   problema   inverso   sísmico   aplicado   a   cinco   modelos   geológicos.   A   modelagem   direta   resolve   numericamente   a   equação   da   onda   acústica   sísmica   que   simula   a   propagação   em   duas   dimensões  (2D)  no  domínio  do  tempo  usando  o  Método  das  Diferenças  Finitas,  Finite  Difference   Method  (FDM).  A  técnica  DFO,  que  usa  uma  estratégia  híbrida  com  base  nos  métodos  Técnica  do   Salto   Aleatório,   Random   Jump   Technique   (RJT),   Busca   Aleatória   Controlada,   Controlled   Random   Search   (CRS),   o   método   de   busca   Simplex   Adaptativo   de   Nelder-­‐Mead,   Adaptive   Nelder-­‐Mead   Simplex  (ANMS),  foi  utilizada  no  processo  de  otimização  que  resolve  o  problema  inverso  sísmico.   Isto   caracteriza   uma   modelagem   FWI   com   estratégia   híbrida   de   otimização   com   base   em   DFO=   RJT-­‐CRS-­‐ANMS.    
Mostrar mais

33 Ler mais

Arquitetura contemporânea: processando a teoria através da prática

Arquitetura contemporânea: processando a teoria através da prática

A ciência cognitiva, que se desenvolve a partir da chegada dos aparelhos de comunicação eletrônica e das máquinas de processamento de informações, “gera uma nova perspectiva sobre o pensamento humano” 39 . A teoria da informação providencia um modo pelo qual é permitido “medir a quantidade de informação processada” 40 . A ciência cognitiva lida com processos e funções operacionais, ao invés de mecanismos físicos, e acentua a influência do contexto (nos quais os problemas são percebidos) dentro do próprio processo de pensamento. As novas teorias da resolução de problemas são criadas com base em modelos de programas de computador. A abordagem cognitiva do pensamento reconhece a existência de algum tipo de “função controladora dentro da mente” 41 . Partindo-se do princípio de que a psicologia cognitiva aceita o fato de que a informação é ativamente reorganizada e reconstruída na memória (muito mais do que ser passivamente registrada e reativada), os cientistas deduzem que “alguma coisa deve controlar esse processo” 42 . As teorias cognitivas depositam “grande ênfase no modo como nós organizamos as informações percebidas e como as guardamos” 43 . A “atenção na percepção e no pensamento” é vista como responsável pelo direcionamento dos nossos pensamentos e, como conseqüência direta, torna-se “fundamental para a resolução de problemas” 44 . As novas posturas teóricas buscam a descrição e a análise dos processos cognitivos humanos, com o objetivo de explicar uma grande variedade de atividades passíveis de observação, incluindo a atividade de solucionar problemas. Essas posturas abrangem a pesquisa experimental e são conduzidas através das análises, feitas passo a passo. No caso da arquitetura, são elas as responsáveis pela busca das descrições projetuais, dos próprios projetistas enquanto trabalham. Essas posturas representam, ainda, o contexto contemporâneo da pesquisa e da compreensão do processo projetual. Através desses novos caminhos, os pesquisadores procuram desvendar a projetação e assim contribuir para a prática e para o
Mostrar mais

233 Ler mais

Arquitetura contemporânea e patrimônio no Brasil: contornos e contextos

Arquitetura contemporânea e patrimônio no Brasil: contornos e contextos

A última coisa, ainda voltando àquele ponto sobre a relação entre preservar e construir. Nesses anos, a gente tem visto coisas importantes, que se somam, que se tornam referencias, como e o caso do Museu do Sertão. Me lembro que em uma das ações lá em Brasília, os órgãos de patrimônio não queriam aprovar o Museu do Sertão, e ele seria lançado nos últimos dias do governo Lula. Então, fomos lá para Recife e acabou aprovado o projeto que hoje é fundamental nessa reciclagem, nesse reencontro de Recife com os rios, com o mar. Mas naquele momento, e o Cyro [Correa Lyra] participou muito disso, nós nos debatíamos com projetos importantes, grandes. Por exemplo, Hotel Hilton ao lado do Mercado Modelo em Salvador. Um projeto que não acrescentava absolutamente nada do ponto de vista da arquitetura. Um projeto caríssimo, também pretencioso. Mas pior do que isso, nesse momento um dos grandes nomes da arquitetura brasileira havia sido contratado para projetar um enorme centro cultural – e esse é um exemplo clássico dessas dificuldades entre preservar e construir – em Vitória. Vitória tem uma particularidade que é todo o projeto novo [do traçado da cidade], do inicio do século XX, foi desenhado, proposto, projetado pelo Saturnino de Brito, voltado com uma enorme sagacidade para
Mostrar mais

215 Ler mais

Fog e edge computing : uma arquitetura híbrida em um ambiente de internet das coisas

Fog e edge computing : uma arquitetura híbrida em um ambiente de internet das coisas

Para validação, a arquitetura proposta foi desenvolvida utilizando a plataforma de mid- dleware Cooperative Middleware Plataform-as-a-Service (COMPaaS) como referência para criar o Fog-as-a-Service for Internet of Things (FaaS4IoT). FaaS4IoT é um sistema de fog computing para ser executado em dispositivos próximos das bordas da rede, na maior parte das vezes dispositivos System-on-a-Chip (SoC) [50] são os utilizados. Para tornar isso possível utilizou-se o protocolo de comunicação MQTT [31] por não necessitar de muita memória para ser executado, garantir até três níveis de QoS, o nível mínimo é zero e garante a entrega do pacote, mas sem confirmação de recebimento, também chamado de “fire and forget”. O nível um garante a entrega do pacote ao servidor com o recebimento de uma confirmação da entrega. E por fim, o QoS mais alto é o dois, ele garante que cada mensagem seja recebida pelo servidor pelo menos uma vez. É o nível mais seguro e confiável, entretanto, também é o nível que leva mais tempo para garantir o QoS, visto que a garantia é fornecida por dois fluxos de troca de mensagens entre o cliente e servidor. Também foi aplicado o protocolo de segurança TLS [19] sobre a comunicação TCP [34], protocolo de rede utilizado pelo MQTT. Da mesma forma, é utilizado o HyperSQL (HSQLDB) [23], um banco de dados lightweight que armazena as informações de forma eficaz, utilizando pouco espaço para armazenamento em memória.
Mostrar mais

91 Ler mais

A Topologia e o 'Fold': Contributos à Forma Contemporânea

A Topologia e o 'Fold': Contributos à Forma Contemporânea

desenvolvimento evolutivo, gera sistemas polimórficos que obtêm a sua organização e forma complexas a partir da interação das intrínsecas capacidades materiais do sistema e a influência de forças ambientais externas. As estruturas complexas resultantes, em contínua mutação, constituem arranjos hierárquicos de componentes materiais relativamente simples organizados através de sucessivas séries de subconjuntos propagados e diferenciados a partir dos quais a capacitação performativa do sistema emerge. Segundo o mesmo autor, um ponto-base do desenho dos elementos naturais consiste na inerência relacional dos seus processos de formação e materialização. Em contraste com estes processos de desenvolvimento integral de forma material, a arquitetura como prática material baseia-se historicamente em abordagens projectuais caracterizadas por uma relação hierárquica que prioriza a geração da forma em detrimento da sua subsequente materialização. Neri Oxman, em Templating Design for Biology and Biology for Design, sublinha a relação complexa entre desenho e biologia que poderá ser entendida por duas aproximações únicas ainda que complementares. Se o mundo biológico expressa forma e função de um modo simultaneamente particular e global através da auto-
Mostrar mais

127 Ler mais

A forma da emergência: linguagens na arquitetura nacular

A forma da emergência: linguagens na arquitetura nacular

A formalização da linguagem das casas de Icapuí foi feita com base na gramática dos moradores, através da especii- cação das macrozonas pela atribuição de usos aos espaços. Em L-system, esse processo ocorreu da seguinte maneira: “Especiicamente, adotou-se uma forma simpliicada do celu- lar e paramétrico. Dado que não foi considerada a diferença nos modos de fechamento, focando o interesse na aplicação das regras de divisão à função e uso, atribuiu-se um identiicador constante para as paredes. O L-system celular é deinido como um alfabeto inito de identiicadores de arestas Σ: {A, B, C, D, E, F}, um conjunto inito de identiicadores de superfície Γ:{1, 2 , 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10}, o axioma ω e um conjunto i- nito de produções de arestas P.” (CARDOSO, 2011, p. 174) Para efeito de análise, tomou-se como exemplo a casa ID. 064 e obteve-se a seguinte descrição:
Mostrar mais

4 Ler mais

Estratégia híbrida de otimização sem derivadas para a inversão completa da forma da onda

Estratégia híbrida de otimização sem derivadas para a inversão completa da forma da onda

Na exploração sísmica, investiga-se as características de subsuperfície usando técnicas de inversão completa, da forma da onda (Full Waveform Inversion - FWI), a qual foi abordada como um problema de otimização não linear. A técnica FWI, tradicionalmente, usa métodos matemáticos baseados em derivadas e, portanto, falha quando a função objetiva é não diferenciável. Ademais, isso acarreta um alto custo computacional e uma precisão limitada a mínimos locais. Portanto, neste trabalho foi adotada uma metodologia sem derivadas, Derivative-Free Optimization (DFO), para encontrar o mínimo global. Neste tipo de abordagem, utiliza-se as técnicas Salto Aleatório (RJT), Busca Aleatória Controlada (CRS) e Simplex Adaptativo de Nelder-Mead (ANMS). Desenvolveu-se um algoritmo, FWI-DFO, que resolve numericamente a equação da onda acústica 2D pelo Método das Diferenças Finitas (FDM) e se utiliza de um método híbrido RJT-CRS-ANMS como técnica de otimização para a inversão sísmica. A estratégia é balancear automaticamente as buscas globais e locais iterativamente pelo CRS e ANMS, respectivamente. Aplicou-se a metodologia em cinco modelos sintéticos de subsuperfície. Os resultados mostraram uma concordância significativa com os modelos sintéticos. O tempo computacional apresentou valores razoáveis e a função objetivo mostrou ser bastante sensível a pequenas alterações nos parâmetros do modelo para os casos aqui analisados. Em síntese, a metodologia, FWI-DFO, empregada mostrou-se bastante promissora na inversão sísmica.
Mostrar mais

143 Ler mais

Desenvolvimento de uma arquitetura híbrida e distribuída para sistemas multiagentes e sua aplicação no futebol de robôs

Desenvolvimento de uma arquitetura híbrida e distribuída para sistemas multiagentes e sua aplicação no futebol de robôs

cado ao futebol de robˆos est´a na maneira com que combinam-se recursos de baixo de- sempenho computacional, sendo que ´e preciso obter o melhor desempenho poss´ıvel para os robˆos, no menor tempo poss´ıvel em func¸˜ao da dinˆamica de jogo. Dentre os recur- sos de hardware dispon´ıveis, podem-se destacar: a cˆamera CCD com placa de aquisic¸˜ao de imagens com uma taxa de 29.97 fps; cˆamera embarcada com processamento local e um conjunto de sensores com necessidade de processamento imediato, sendo estes recur- sos respons´aveis pelo processo de captura das informac¸˜oes do ambiente. Dessa forma, a integrac¸˜ao destes recursos para capturar informac¸˜oes do ambiente e o imediato processa- mento destas informac¸˜oes em pontos distribu´ıdos torna o sistema mais r´apido, visto que n˜ao tˆem a necessidade de transmiss˜ao destas informac¸˜oes para uma entidade externa de processamento. Assim, evita-se a necessidade de utilizar o sistema de comunicac¸˜ao para enviar as informac¸˜oes para serem processadas e obter como resposta as mensagens de comandos para os atuadores dos robˆos, tornando o sistema com um menor desempenho computacional e poder de precis˜ao. Isto justifica a necessidade e a aplicac¸˜ao desta ar- quitetura. Portanto, uma arquitetura h´ıbrida distribu´ıda pode ser aplicada ao futebol de robˆos para que seja poss´ıvel obter um melhor desempenho, por parte dos robˆos que est˜ao atuando em um ambiente dinˆamico.
Mostrar mais

119 Ler mais

Uma arquitetura híbrida para sistemas cognitivos e sua aplicação em prognóstico de falhas em transformadores de potência

Uma arquitetura híbrida para sistemas cognitivos e sua aplicação em prognóstico de falhas em transformadores de potência

Os conceitos previamente introduzidos vêm ao encontro do propósito desta tese: de- senvolvimento de uma arquitetura genérica dotada de mecanismos evolucionários e embriônicos para que possam ser implementados sistemas baseados em conhecimento. Para tanto, são utilizados serviços e facilidades baseados em paradigmas embriônicos e evolucionários em um cenário de sistemas multiagentes. Como o modelo adotado é genérico, pode ser utilizado em diversas aplicações que requeiram a manipulação de conhecimento para tomada de decisões, como por exemplo, sistemas de controle, mineração de dados, análise biomédica e sistemas de diagnóstico e de telemetria. Es- tas aplicações demandam sistemas com a habilidade de aprender, de forma contínua, novas regras e estruturas inerentes ao conhecimento sob manipulação.
Mostrar mais

118 Ler mais

Arquitetura híbrida com DSP e FPGA para implementação de controladores de filtros ativos de potência

Arquitetura híbrida com DSP e FPGA para implementação de controladores de filtros ativos de potência

A qualidade de energia pode ser verificada por diversos fatores, dentre os quais a Distorção Harmônica Total (THD) é de extrema importância. A análise harmônica consiste na determinação das magnitudes e fases da componente fundamental e das componentes harmônicas do sinal periódico a ser analisado. A ferramenta matemática geralmente empregada na análise harmônica é a Transformada Rápida de Fourier (FFT – Fast Fourier Transform), a qual mapeia o sinal do domínio do tempo em componentes de frequência. A representação gráfica das componentes do sinal e o espectro harmônico, pode ser decomposto em harmônicas pares, ímpares e em uma componente CC. As componentes harmônicas de ordem par são raras, já que a maioria das cargas não-lineares, que são as grandes geradoras de harmônicos (como retificadores e inversores), funcionam de forma simétrica e periódica com tensão de alimentação. Já os harmônicos de ordem elevada normalmente têm seus valores reduzidos, já que sua amplitude é atenuada pelas indutâncias do sistema elétrico (PROCEL, 2006). Assim, as normas geralmente estabelecem valores limites de cada componente harmônica em relação a fundamental, considerando as componentes impares e de ordem reduzida (da 3ª à 39ª). A norma estabelecida pela IEC 61000-3- 2 do ano de 2005 tem o objetivo de definir os limites da inserção de correntes harmônicas, definindo em uma condição específica os limites máximos das componentes harmônicas da corrente de entrada, (para equipamentos menores ou igual a 16A para cada fase).
Mostrar mais

100 Ler mais

Tradição continuada. Uma análise da influência da arquitetura tradicional japonesa na arquitetura contemporânea japonesa

Tradição continuada. Uma análise da influência da arquitetura tradicional japonesa na arquitetura contemporânea japonesa

entre a natureza e a arquitetura é tratada de uma forma especial. O fato de metade dos registos serem classificados como transformações levantam a questão de que não será uma forma contemporânea, no sentido de ter acesso a novos métodos e sistemas construtivos, de explorar os mesmos princípios tradicionais? Nós, depois desta análise, acreditamos que existe essa hipótese, ainda que necessite de maior aprofundamento e proximidade com a realidade japonesa e não só a partir da ar- quitetura publicada. Também é de referir que se verificaram interrupções num quarto do total dos registos. Nenhum dos casos de estudo parece não estabelecer um diálogo, por mais pequeno que seja, com as carac- terísticas da arquitetura tradicional. Por fim, é de referir que o facto de considerarmos o minimalismo como uma característica comum a todos os casos de estudo, não implica que esta seja real. Isto é, nós analisámos informação publicada, não nos foi possível avaliar se o minimalismo idealizado corresponde ao possível minimalismo real.
Mostrar mais

149 Ler mais

OPERAÇÕES FRAGMENTÁRIAS NA CONTEMPORANEIDADE: A DESMATERIALIZAÇÃO DA ESCULTURA CONTEMPORÂNEA E A REMODELAÇÃO DA ARQUITETURA MUSEAL

OPERAÇÕES FRAGMENTÁRIAS NA CONTEMPORANEIDADE: A DESMATERIALIZAÇÃO DA ESCULTURA CONTEMPORÂNEA E A REMODELAÇÃO DA ARQUITETURA MUSEAL

14 adverte sobre as migrações conceituais possíveis, e dos caminhos teóricos repletos de incertezas e mobilizados pela dúvida sistêmica. O que faremos nesta breve reflexão é apontar como estas discussões teóricas iniciadas no minimalismo norte- americano sobre o objeto antropológico e sua latência, somados aos tangenciamentos interdisciplinares possibilitados pelo comportamento pós-histórico das cronologias e narrativas, resultam numa dinamização do suporte escultórico na arte contemporânea e consequentemente na remodelação de seus espaços expositivos. Para tanto, metodologicamente trabalhou-se a revisão bibliográfica de reconhecidos teóricos e pesquisadores do campo, assim como a análise crítica e pontual de obras que apontam para estas operações fragmentárias na contemporaneidade.
Mostrar mais

21 Ler mais

BioNimbus : uma arquitetura de federação de nuvens computacionais híbrida para a execução de workflows de Bioinformática

BioNimbus : uma arquitetura de federação de nuvens computacionais híbrida para a execução de workflows de Bioinformática

Ao mesmo tempo, confirmando ent˜ ao a an´ alise anteriormente exposta, ´ e poss´ıvel perce- ber por meio da Figura 5.4 e dos valores da Tabela 5.3 que mesmo nas condi¸c˜ oes descritas acima, certos jobs permaneceram com um tempo longo de execu¸c˜ ao se comparados com os demais. Obviamente, uma causa ´ e que alguns deles atingiram seu tempo ´ otimo, ou seja, o melhor tempo de acordo com a capacidade de processamento das m´ aquinas utilizadas. Isso ocorre principalmente com aqueles jobs que n˜ ao precisam aguardar transferˆ encias de arquivos e foram enviados para provedores livres. Nesse caso, o tempo de execu¸c˜ ao se explica pelo tamanho do arquivo de entrada. Contudo, outros possuem longo tempo de execu¸c˜ ao pois existe um longo tempo de transferˆ encia de arquivos de entrada. Esta conclus˜ ao fica mais clara se for levado em conta o fato de que a arquitetura n˜ ao considera esse tempo como tempo de espera pass´ıvel de movimenta¸c˜ ao de tasks entre provedores.
Mostrar mais

84 Ler mais

Show all 7913 documents...

temas relacionados