Top PDF ALGUNS NOVOS ORTÓPTEROS DO BRASIL

ALGUNS NOVOS ORTÓPTEROS DO BRASIL

ALGUNS NOVOS ORTÓPTEROS DO BRASIL

Statura maj ore, pallide virescens. Frons lateraliter com- pressa, concolor vel albescens. Caput, pronotum ac area tympa- nalis elytrorum in medio longitudinaliter luteo vittata. Margo [r]

9 Ler mais

O BRASIL COM Z: REPRESENTAÇÕES DE BRASIL EM ALGUNS PROCESSOS ENUNCIATIVOS ESTADUNIDENSES

O BRASIL COM Z: REPRESENTAÇÕES DE BRASIL EM ALGUNS PROCESSOS ENUNCIATIVOS ESTADUNIDENSES

Vejamos que nos trechos 11 e 12 acima, o texto repete a colocação do Brasil no ranking mundial de violência. Por duas vezes o autor do texto jornalístico explicita que o país é considerado o sétimo país mais violento do mundo, “(...) seventh most violent country (...)” e “(...) seventh among the world’s most violent nations (...)”. Obviamente, ele considera apenas o número de assassinatos para dizer que o país é extremamente violento. Sabemos que outros fatores devam ser considerados em uma análise como essa. Para muitos brasileiros isso pode parecer um exagero, porém, na perspectiva brasileira acostumada com a violência há muitos anos, esses dados da violência se naturalizam. O que nos chama bastante atenção é o trecho de número 13, porque normalmente relacionamos os dados de violência aos problemas econômicos que as regiões possam apresentar. Entretanto, o texto enfatiza que a violência concentrava-se em grandes regiões metropolitanas como São Paulo e Rio de Janeiro e que esses dados têm se espalhado país afora. De acordo com ele, a violência em outras regiões do país coincide com a expansão econômica de novos polos. “(...) a trend that coincides with the expansion of new economic hubs.” 66 . Claro que consideramos que esse crescimento econômico, de certa
Mostrar mais

103 Ler mais

Novos registros de Aphyllophorales para o Brasil.

Novos registros de Aphyllophorales para o Brasil.

biodiversidade. Além da degradação de madei- ra e de outros restos vegetais, animais, microbianos e até mesmo da micota, apresen- tando papel fundamental na reciclagem de nu- trientes, alguns fungos dessa ordem são comes- tíveis (Pegler & Spooner 1992), fitopatógenos (Stalpers & Loerakker 1982), nematófagos (Tzean & Liou 1993) e inibidores de térmitas (Grace et al. 1992).

5 Ler mais

Poesia eletrônica no Brasil: Alguns exemplos

Poesia eletrônica no Brasil: Alguns exemplos

Em se tratando de meios eletrônicos de um modo geral, a poesia já existente, que antes circulava apenas nos meios impressos ou em recitais de poesia, passa a existir nos meios eletrônicos, fazendo uso dessa forma de comunicação e, aos poucos, se adaptando a eles e assumindo as suas respectivas lingua- gens. As vanguardas apontaram esses novos caminhos, mesmo sem prever as inovações tecnológicas que permitiriam realizar essas experimentações. Assim, a partir das déca- das de 80 e 90, temos a poesia no cinema, a videopoesia, a eletropoesia, a poesia em videotexto, o uso poético de luminosos, a holopoesia e a poesia no(s) computador(es).
Mostrar mais

18 Ler mais

Novos registros de briófitas para Pernambuco, Brasil.

Novos registros de briófitas para Pernambuco, Brasil.

Os táxons são de ocorrência comum em floresta tropical úmida de terras baixas e apresentam distribuição Neo-, Pan-, ou Afro-americana. Na maioria são conhecidos para vários países da América Tropical, com exceção de Lejeunea monimiae, cuja distribuição é restrita ao sul da América do Sul, no Brasil e na Argentina. Algumas espécies, tais como Archilejeunea auberiana e Cololejeunea cardiocarpa são de ampla distribuição no Brasil sendo citadas pelo menos para quatro regiões geográficas. Por sua vez, Lejeunea quinqueumbonata e Colura greig-smithii são referidas pela primeira vez para o Nordeste, tendo sido assinaladas, anteriormente, apenas para alguns Estados das regiões Norte e Sul ou Sudeste.
Mostrar mais

8 Ler mais

Comportamento do Heterocromossômio em alguns Ortópteros do Brasil.

Comportamento do Heterocromossômio em alguns Ortópteros do Brasil.

De idêntica maneira pode-se considerar o retardamento observado por OGUMA (1921) nos três hetero- cromossômios espermatogoniais do Mantideo por êle estudado e agora também por nós em F[r]

35 Ler mais

Novos padrões de investigação policial no Brasil.

Novos padrões de investigação policial no Brasil.

No Brasil, a literatura sobre o tema é escassa. A maior parte trata da “invesiga- ção ideal”, como sugere Mingardi (2007). Alguns destes trabalhos descrevem – ou sugerem – métodos e procedimentos de invesigação (Ribeiro 2006, 2012; Ferro, 2006). Há também trabalhos que discutem a relação entre a invesigação criminal e o processo penal (Ferreira & Ferreira, 2013). Entretanto, ainda são raras as pes- quisas sobre a “invesigação real”, que acontece no coidiano das polícias (Mingardi, 1992, 2006, 2007; Mingardi & Figueiredo, 2009). Além dessas poucas pesquisas, re- centemente têm surgido trabalhos sobre as aividades de inteligência policial, que, embora não se confundam com a invesigação, guardam estreita relação com esta (Brandão & Cepik, 2013) 1 .
Mostrar mais

18 Ler mais

Nota sôbre cromossômios de alguns Ortópteros do Brasil.

Nota sôbre cromossômios de alguns Ortópteros do Brasil.

Assim, se considerarmos os quatro autossômios em forma de V como tendo resultado da fusão pela extremida- de céntrica de autossômios primitivamente acrocêntricos, ca- da um deles, por c[r]

6 Ler mais

Regulação e os novos modelos de gestão no Brasil

Regulação e os novos modelos de gestão no Brasil

Embora observe-se um relativo consenso no que concerne à autonomia dos novos entes, algumas preocupações chamam a atenção. Para Nunes (2001), as agências assumem uma posição problemática de Quarto Poder, tendo em vista que não possuem legitimidade política em face do eleitor e podem constituir formas de insulamento burocrático. Mello (2001), por sua vez, justifica a autonomia dos novos entes argumentando que delegação e insulamento são fenômenos comparáveis e decorrentes da necessidade de delegação do poder nas sociedades complexas. Embora admitindo que freqüentemente se produz um déficit de responsabilização na delegação, o autor postula que este é um conflito peculiar ao funciona- mento das sociedades democráticas. Seguindo essa lógica, mostra-se favorável à autonomia, justificando-a:
Mostrar mais

16 Ler mais

IMPLANTAÇÃO DOS LABORATÓRIOS BÁSICOS PADRÃO MEC/FNDE NA REDE PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ PELO PROGRAMA BRASIL PROFISSIONALIZADO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

IMPLANTAÇÃO DOS LABORATÓRIOS BÁSICOS PADRÃO MEC/FNDE NA REDE PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ PELO PROGRAMA BRASIL PROFISSIONALIZADO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Esses questionários foram elaborados pela Unidade Gestora do Programa Brasil Profissionalizado – SEED/DET/UGP, abordando questões pedagógicas e de infraestrutura para os professores, tais como: se os laboratórios atendiam às matrizes curriculares; se houve motivação por parte dos alunos na utilização dos laboratórios; se o espaço físico é adequado e organizado; a frequência de utilização destes laboratórios. Para os alunos, os questionamentos referiam-se a dois aspectos fundamentais: se as aulas práticas os ajudaram a entender melhor o conteúdo teórico – causavam maior facilidade em assimilar os conteúdos – e se as atividades nos laboratórios são importantes para sua formação profissional.
Mostrar mais

90 Ler mais

POR QUE ALGUNS ALUNOS CHEGAM AO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SEM SABER LER E ESCREVER? – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

POR QUE ALGUNS ALUNOS CHEGAM AO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SEM SABER LER E ESCREVER? – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Podemos compreender com base na afirmação de Magda Soares, que palavras novas são criadas, outras têm novos sentidos, no momento em que surgem novos fatos, maneiras e ideias de entender os fenômenos e as demandas de uma sociedade em transformação evolucionária. Soares (1998) define que, embora há muito se conhece a palavra analfabetismo, que designa o “estado ou condição de analfabeto” (ibidem, p. 19), situação do indivíduo que não sabe ler e escrever, a palavra letramento, “o estado ou condição de quem responde adequadamente às intensas demandas sociais pelo uso amplo e diferenciado da leitura e da escrita, [...] só se configurou recentemente como uma realidade em nosso contexto social” (ibidem, p. 20). A ideia de que a “escrita traz consequências sociais, culturais, políticas, econômicas, cognitivas, linguísticas, quer para o grupo social em que seja introduzida, quer para o indivíduo que aprenda a usá-la” (SOARES, 1998, p.17). Para a autora, o conceito de letramento está implícito nessa ideia.
Mostrar mais

104 Ler mais

Comportamentos que aliviam estresse nos animais: uma revisão e alguns dados novos na tilápia-do-Nilo

Comportamentos que aliviam estresse nos animais: uma revisão e alguns dados novos na tilápia-do-Nilo

adaptativo evitar o progresso do estresse para níveis de respostas que são deletérias. A evolução de comportamentos em animais humanos e não humanos que resultam em.. alívio do estresse [r]

41 Ler mais

Infraestrutura no Brasil: alguns fatos estilizados

Infraestrutura no Brasil: alguns fatos estilizados

superiores para todos os anos.. Mesmo levando em conta a venda para o setor privado de parte das empresas estatais federais ainda assim a queda é muito pronunciada [r]

34 Ler mais

Alguns aspectos da evolucao da enfermagem no Brasil

Alguns aspectos da evolucao da enfermagem no Brasil

No decênio seguinte, ainda não terminado, o progresso se intensificou em todos os sectores : novas escoIas, esfôrco para melhor preparo das ahrnas, mdhores instalacões,[r]

6 Ler mais

Novos rumos do sindicalismo no Brasil.

Novos rumos do sindicalismo no Brasil.

No governo Lula ampliaram-se essas novas are- nas e foram criados novos conselhos, como o Con- selho Nacional de Economia Solidária (CNES) e o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES). Também foi regulamentada a participação dos trabalhadores nos conselhos das empresas esta- tais e de economia mista e foram criadas outras ins- tâncias de duração determinada – as conferências –, onde se discutiram pontos específicos da agenda sindical e governista. Três destas foram particular- mente importantes para o movimento sindical: 1) o Fórum Nacional do Trabalho (FNT); 2) a Comis- são de Valorização do Salário Mínimo, responsável por uma política de valorização do salário mínimo, vinculando-o ao crescimento do PIB e à inflação; 16
Mostrar mais

16 Ler mais

O campesinato como sujeito político nas décadas de 1950 a 1980

O campesinato como sujeito político nas décadas de 1950 a 1980

Portanto, as negociações em torno das alternativas de ocupação do espaço físico e social marcaram e impregnaram a proposição de modos de vida orientados por valores cuja elaboração tornou possível a legitimidade da coexistência política e cultural. Modos de vida que também reafi rmam o direito à luta pela autonomia, emblematizada pela célebre referência à vida na fartura. Ora, tudo isso, relembramos, fora construído no contexto de imposição de formas de dominação objetivadas com base na grande produção. Por esse motivo, a vida segundo a lógica expropriatória objeti- vada na grande propriedade foi concebida como destruidora da dignidade social. A honra estava (assim e inclusive) pautada pela defesa do acesso à alimentação, todavia em condições socialmente concebidas como adequa- das à reprodução saudável do trabalhador e dos membros de sua família. Dessa forma, no Brasil, os produtores agregados pela forma de orga- nização camponesa estão presentes como atores sociais que participaram e participam da construção da sociedade nacional. Esse reconhecimento não se funda tão-somente em uma dimensão politizada de defesa dessa visibilidade social. Ele também se explica pelos princípios de constituição das formas hegemônicas de organização da produção social. Destacaremos três dimensões desse protagonismo. Em primeiro lugar, o campesinato representa um pólo de uma das mais importantes contradições do capital no Brasil, que consiste em sua incapacidade de se “libertar” da propriedade fundiária. O signifi cado que a propriedade da terra tem até hoje, como um elemento que ao mesmo tempo torna viável e fragiliza a reprodução do capital, gera uma polarização (de classe) entre o proprietário concentrador de terras (terras improdutivas) e aquele que não tem terras sufi cientes. Desse fato decorrem duas conseqüências principais. Por um lado, essa contradição não é residual na sociedade brasileira, constituindo-se um dos pilares de sua estrutura social; por outro, a principal luta dos camponeses é pela construção de seu patrimônio, condição sine qua non de sua existência. Essa luta foi e continua sendo muito forte em diversos momentos e sob as mais variadas formas. Ela tem um caráter eminentemente político e corresponde ao que se costuma chamar o “movimento camponês”.
Mostrar mais

329 Ler mais

Investigação do perfil farmacológico antibacteriano e antifúngico de novos ditiocarbamatos de alguns metais representativos e de transição

Investigação do perfil farmacológico antibacteriano e antifúngico de novos ditiocarbamatos de alguns metais representativos e de transição

Mesmo com a atual produção de medicamentos, muitas espécies de fungos e bactérias tornam-se resistentes aos fármacos disponíveis no mercado, necessitando de novos princípios ativos para combatê-los. Sabendo que derivados ditiocarbamatos são amplamente estudados devido sua aplicação biológica como agentes antitumorais, antifúngicos e antibacterianos, além de outras finalidades, resolveu-se avaliar nesse trabalho o possível potencial farmacológico de um novo ditiocarbamato preparado a partir do fármaco atenolol. 1 Para essa avaliação os ensaios biológicos
Mostrar mais

124 Ler mais

RAYANNA REBOUÇAS DE MEDEIROS ANÁLISE DA EFICÁCIA DO GERENCIAMENTO ÁGIL DE PROJETOS EM UMA EMPRESA FORNECEDORA DE SOFTWARES DO ESTADO DO CEARÁ

RAYANNA REBOUÇAS DE MEDEIROS ANÁLISE DA EFICÁCIA DO GERENCIAMENTO ÁGIL DE PROJETOS EM UMA EMPRESA FORNECEDORA DE SOFTWARES DO ESTADO DO CEARÁ

Como a empresa em estudo trabalha com o desenvolvimento de novos produtos para o mercado, alguns de seus clientes a solicitam a assinatura de um Termo de Confidencialidad[r]

88 Ler mais

Show all 10000 documents...