Top PDF Aspectos fenológicos, ecológicos e de produtividade da Graviola (Annona muricata L.) na região de Manaus.

Aspectos fenológicos, ecológicos e de produtividade da Graviola (Rnnona muricata L.) na região de Manaus

Aspectos fenológicos, ecológicos e de produtividade da Graviola (Rnnona muricata L.) na região de Manaus

Por outro lado, a falta de correlação entre os outros parâmetros de produção tais como frutos imaturos x frutos maduros, flores x pe- so da safra e frutos imaturos x peso da safra sug[r]

6 Ler mais

Aspectos fenológicos, ecológicos e de produtividade do biribá (Rollinia mucosa (

Aspectos fenológicos, ecológicos e de produtividade do biribá (Rollinia mucosa (

Na parte superior, dados climatológicos para a área de Manaus (cf. Cochonilha - insetos provido de cera ou es- camas. São os homóptero::. Pseodococcus brevipes e Asp[r]

10 Ler mais

A IMPLEMENTAÇÃO E A OPERACIONALIZAÇÃO DO PROGRAMA ENSINO MÉDIO INOVADOR EM TRÊS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE MANAUS

A IMPLEMENTAÇÃO E A OPERACIONALIZAÇÃO DO PROGRAMA ENSINO MÉDIO INOVADOR EM TRÊS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE MANAUS

Inovador (ProEMI), cuja principal finalidade é promover indução de rearranjos curriculares por meio do apoio técnico-financeiro do MEC. O objetivo foi compreender como se deu o processo de implementação e operacionalização dessa política em três escolas da Rede Estadual de Ensino de Manaus/AM. Em decorrência deste estudo, organizamos este texto em três capítulos. No Capítulo I, realizamos a descrição do presente caso de gestão, a partir dos estudos dos documentos oficiais que contribuíram para o entendimento do programa, em especial seus Documentos Orientadores, e da caracterização dos atores e das escolas que constituem o universo dessa investigação. Desse primeiro momento, foi possível perceber as inúmeras dificuldades na operacionalização do ProEMI. No Capítulo II, traçamos o percurso metodológico da pesquisa qualitativa, seus instrumentos de coleta de dados (a entrevista semiestruturada com a Coordenadora Institucional, e questionários aplicados aos gestores escolares, professores articuladores e professores regentes das escolas selecionadas). Para fundamentar este estudo, a primeira análise do ProEMI teve como suporte o modelo de avaliação de políticas públicas proposto por Condé (2011). As análises do Projeto de Redesenho Curricular (PRC) das três escolas pesquisadas tiveram como suporte teórico os estudos de Mainardes (2006). Por sua vez, os estudos do ProEMI como política de currículo e a análise dos dados da pesquisa de campo tiveram suporte teórico de autores que discutem políticas de currículo, tais como: Lopes (2008, 2010), Lopes e Macedo (2011), Silva (2009, 2014), Krawczyk (2003) e Schneckenberg (2000). Foi possível perceber que, no contexto da prática, o programa é pouco compreendido pelos atores escolares e que os PRC das escolas pesquisadas existem apenas no aspecto formal. As escolas apenas realizam as compras de materiais, mas não conseguem inovar o trabalho pedagógico. Além disso, foi possível identificar que algumas diretrizes do programa são negligenciadas pela SEDUC. No Capítulo III, tendo em vista a falta de conexão entre o discurso oficial e a operacionalização do programa, propusemos um Plano de Ação Educacional, constituído de 13 estratégias, a serem consideradas pelas escolas que executam o ProEMI. Por fim, trazemos uma sucinta reflexão sobre as fragilidades da política e sobre os principais desafios a serem superados para que esse programa consiga de fato mudar a realidade do Ensino Médio público.
Mostrar mais

142 Ler mais

CARLOS DA CUNHA SILVA PROPOSTA DE REORGANIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS NA SUPERINTENDÊNCIA DE PESSOAL DA SECRETARIA DE ESTADO DE

CARLOS DA CUNHA SILVA PROPOSTA DE REORGANIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS NA SUPERINTENDÊNCIA DE PESSOAL DA SECRETARIA DE ESTADO DE

A pesquisa teve como objetivo analisar como se dá o relacionamento institucional entre a Superintendência de Pessoal (SPS) – Órgão Central da Secretaria de Estado de Educ[r]

146 Ler mais

DESAFIOS DA COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL NA IMPLEMENTAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR DO ENSINO MÉDIO NA JURISDIÇÃO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PASSOS

DESAFIOS DA COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL NA IMPLEMENTAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR DO ENSINO MÉDIO NA JURISDIÇÃO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PASSOS

Este estudo se dedicou a analisar como ocorreu a implementação da política pública para o Ensino Médio, vigente no Estado de Minas Gerais, em três escolas estaduais[r]

152 Ler mais

OS DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE ARQUIVOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA: O CASO DA CAP/PROGEPE – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

OS DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE ARQUIVOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA: O CASO DA CAP/PROGEPE – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A tomada de consciência de tais aspectos foi possibilitada pelo caminho de descoberta efetuado ao longo da escrita desta dissertação, a começar pelo capítulo 1, em que tivemos o primeiro contato direto com os problema vivenciados na CAP. Buscamos nesse capítulo traçar conceitos fundamentais introdutórios para a compreensão do lugar da Arquivologia no contexto universitário, costurando esse tema com a abordagem de um breve histórico da UFJF e das estruturas administrativas em torno do setor que selecionamos para nosso debate. Pontuamos como a própria estrutura da PROGEPE tende a destinar e concentrar muitos documentos nas mãos da CAP, para que recebam o tratamento arquivístico e sejam guardados nesse setor. Sublinhamos que não é errado que haja centralidade nas decisões técnicas acerca da gestão arquivística, porém questionamos a necessidade de se enviar todos os materiais documentais para a CAP, delegando a esse setor um número desproporcional de decisões relativas à gestão de documentos se comparado com outras coordenações.
Mostrar mais

166 Ler mais

Aspectos fenológicos, ecológicose de produtividade do Mapati (Pourouma cecropiifolia Mart.)

Aspectos fenológicos, ecológicose de produtividade do Mapati (Pourouma cecropiifolia Mart.)

Tanto os frutos imaturos quanto os maduros que permaneciam nos galhos ou caídos embai- xo de cada árvore foram contados com o obje- tivo de calcular-se a média d[r]

14 Ler mais

A IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS NO ANO DE 2014 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS NO ANO DE 2014 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O capítulo I apresenta a política implantada pelo Choque de Gestão em Minas Gerais para a gestão do desempenho na Administração Pública estadual, descreve os tipos de pro[r]

194 Ler mais

UMA PROPOSTA DE CONSOLIDAÇÃO DA PROVA PADRONIZADA NA REDE MUNICIPAL DE TERESINA

UMA PROPOSTA DE CONSOLIDAÇÃO DA PROVA PADRONIZADA NA REDE MUNICIPAL DE TERESINA

Além das habilidades anteriormente citadas, os estudantes provavelmente são capazes de: Espaço e forma: Reconhecer ângulos agudos, retos ou obtusos de acordo com sua medida em graus. Reconhecer as coordenadas de pontos representados num plano cartesiano localizados em quadrantes diferentes do primeiro. Determinar a posição final de um objeto, após a realização de rotações em torno de um ponto, de diferentes ângulos, em sentido horário e anti-horário. Resolver problemas envolvendo ângulos, inclusive utilizando a Lei Angular de Tales sobre a soma dos ângulos internos de um triângulo. Resolver problemas envolvendo as propriedades de ângulos internos e externos de triângulos e quadriláteros, com ou sem justaposição ou sobreposição de figuras. Resolver problema utilizando o Teorema de Pitágoras no cálculo da medida de um dos catetos, dadas as medidas da hipotenusa e de um de seus catetos. Grandezas e medidas: Determinar o perímetro de uma região retangular, obtida pela justaposição de dois retângulos, descritos sem o apoio de figuras. Determinar a área de um retângulo em situações-problema. Determinar a área de regiões poligonais desenhadas em malhas quadriculadas. Determinar o volume de um cubo ou de um paralelepípedo retângulo, sem o apoio de figura. Converter unidades de medida de volume, de m3 para litro, em situações- problema. Reconhecer a relação entre as áreas de figuras semelhantes. Números e operações; álgebra e funções: Determinar o quociente entre números racionais, representados na forma decimal ou fracionária, em situações-problema. Determinar a soma de números racionais dados na forma fracionária e com denominadores diferentes. Determinar o valor numérico de uma expressão algébrica de 2º grau, com coeficientes naturais, envolvendo números inteiros. Determinar
Mostrar mais

154 Ler mais

ELAINE COSTA TOLEDO OS EFEITOS DA LEGISLAÇÃO NA PRÁTICA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE NUTRIÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

ELAINE COSTA TOLEDO OS EFEITOS DA LEGISLAÇÃO NA PRÁTICA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE NUTRIÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

As atividades referentes aos estágios e à graduação em Nutrição no país são definidas pela legislação trazendo consequências diretas na condução dessas atividades. Essa legislação e as normas internas da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) normatizam os estágios supervisionados do seu curso de graduação em Nutrição, o que leva a dificuldades que precisam ser resolvidas na prática. Esta dissertação busca analisar essa legislação a fim de verificar seus efeitos no Estágio Supervisionado do curso de Nutrição da UFJF. O estudo de caso foi adotado como metodologia de pesquisa, no qual se realizou uma análise comparativa das leis e normas, análise documental e aplicação de questionários aos atores diretamente envolvidos nos estágios. Observou-se que o curso atende ao que é preconizado pela legislação quanto ao caráter educativo do estágio como parte do currículo do curso. Porém, os documentos regulamentadores do estágio do curso precisam de ajustes de forma a contemplar de forma efetiva o que determina a legislação. A legislação também trouxe desafios ao cotidiano do estágio, tais como a necessidade de conciliar os interesses do curso com as expectativas dos preceptores, o papel destes na supervisão direta do estagiário e a postura desejável deste estagiário perante o ambiente profissional. A partir desses resultados foi elaborado um plano de intervenção que visa aprimorar a condução dos estágios em sintonia com a legislação vigente. Dentre as ações propostas estão: atualização dos documentos norteadores do estágio, encontros periódicos de integração entre a comissão de estágio do curso e os preceptores e adoção de esquemas para a condução dos estágios. Conclui-se que a legislação afeta os estágios do curso trazendo aspectos positivos, limitações e desafios na prática desses estágios. A configuração dos estágios do curso de Nutrição da UFJF revela-se como um ponto chave para a implementação das ações propostas no plano de intervenção como também para inspirar boas práticas em outros cursos de graduação.
Mostrar mais

194 Ler mais

IMPLANTAÇÃO DA REDE DE APOIO À CULTURA DE PAZ NO AMBIENTE ESCOLAR NA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE UBÁ – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

IMPLANTAÇÃO DA REDE DE APOIO À CULTURA DE PAZ NO AMBIENTE ESCOLAR NA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE UBÁ – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Com a mudança de gestão da SRE Ubá em 2015, o presidente do CME de 2012 e também Analista Educacional foi nomeado Diretor Educacional da SRE Ubá e o projeto começou a ganhar form[r]

133 Ler mais

A IMPLEMENTAÇÃO DA PROPOSTA CURRICULAR DE EDUCAÇÃO INFANTIL NA REDE MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA: UM ESTUDO NA ESCOLA ELISA AMARAL

A IMPLEMENTAÇÃO DA PROPOSTA CURRICULAR DE EDUCAÇÃO INFANTIL NA REDE MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA: UM ESTUDO NA ESCOLA ELISA AMARAL

Tais orientações se pautaram em quatro ações básicas: apresentação dessa pesquisa à Secretaria de Educação de Juiz de Fora; reuniões pedagógicas simultâneas com outras esco[r]

122 Ler mais

O PAPEL DA PRÓ-REITORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL E EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO PROCESSO DE INCLUSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

O PAPEL DA PRÓ-REITORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL E EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO PROCESSO DE INCLUSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

Por outro lado, os demais acreditam que os alunos desconhecem as ações da PROAE. Assim, E4 diz que “a maioria desconhece essas ações. Ficam sabendo pelos alunos que já frequentam a PROAE”. Vale registrar que destes 6 (seis), 5 (cinco) já foram atendidos pela pedagogia e/ou psicologia, e muitos deles chegaram até mim por indicação de colegas que passaram pelo acolhimento. Grande parte dos entrevistados supõe que o problema é a falta de divulgação dos serviços. E6 acha que os alunos não participam das atividades ofertadas em razão da “jornada de estudos e xaustiva, falta de divulgação e desinteresse”. Para E9 os serviços são “pouco esclarecidos para os alunos. Existem as reuniões no começo do período, mas não existe muita divulgação”. Algumas sugestões de divulgação foram coletadas e serão exploradas no plano de ação deste trabalho. Entretanto, vale destacar a observação de E4, que propõe que a divulgação da UFJF mostre “que a PROAE não significa apenas Assistência Estudantil e que a universidade acolhe e pode de alguma forma auxiliar os alunos em aspectos que vão além da vida acadêmica, mas que na maioria das vezes interfere uma na outra”. Neste caso, a aluna está se referindo ao acompanhamento psicológico, previsto no decreto como uma das possíveis áreas de atuação do PNAES. Mais uma vez, a resposta aponta para o fato de que, para a maioria dos discentes a Assistência Estudantil se resume a suporte financeiro, apenas. E, mais grave que isso, que a divulgação da Universidade, ainda que comente sobre os suportes pedagógico e psicológico, dá ênfase ao financeiro, contribuindo para os equívocos descritos até o momento.
Mostrar mais

125 Ler mais

GESTÃO E FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO DE MÃO DE OBRA: O CASO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA EM UM ESTUDO DE CASO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

GESTÃO E FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO DE MÃO DE OBRA: O CASO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA EM UM ESTUDO DE CASO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Não obstante a reconhecida necessidade desses serviços, tem-se observado graves falhas na gestão dos contratos de fornecimento de mão de obra terceirizada, bem com[r]

83 Ler mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CONTRATOS CONTINUADOS: UMA ANÁLISE DAS LIMITAÇÕES ENFRENTADAS NA GESTÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

SISTEMA DE GESTÃO DE CONTRATOS CONTINUADOS: UMA ANÁLISE DAS LIMITAÇÕES ENFRENTADAS NA GESTÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

Inserir mudanças administrativas voltadas para a gestão nem sempre é tarefa fácil, principalmente em órgãos públicos, como no caso da UFJF. Mas, quando a proposta é [r]

123 Ler mais

DA PARTICIPAÇÃO AO ENVOLVIMENTO PARENTAL: UMA ESTRATÉGIA DE AÇÃO PARA A GESTÃO ESCOLAR NA BUSCA DE MELHORIAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

DA PARTICIPAÇÃO AO ENVOLVIMENTO PARENTAL: UMA ESTRATÉGIA DE AÇÃO PARA A GESTÃO ESCOLAR NA BUSCA DE MELHORIAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A unidade escolar está localizada na região Sul do Município de Limeira – interior do estado de São Paulo. A região Sul do município é uma das mais vulneráveis da cidade, contando com uma população aproximada de sete mil e quinhentas pessoas, apresenta indicadores de alta exclusão social segundo dados fornecidos pelo CEPROSOM (Centro de Promoção Social Municipal). A escola abrange dois bairros que são os responsáveis por esses indicadores, o bairro Odécio Degan nascido de um processo de desfavelamento; o outro, denominado Ernesto Kühl, é proveniente de uma ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, ocorrido em 1996. Depois da ocupação do MTST a escola foi inaugurada e desde então os filhos dessa comunidade frequentam, em sua maioria, esta escola.
Mostrar mais

115 Ler mais

SILVANA MARIA CAIXÊTA A FORMAÇÃO DE GESTORES DE ESCOLA E O DESENVOLVIMENTO DO PERFIL DA GESTÃO PEDAGÓGICA: O CASO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE UNAÍMG

SILVANA MARIA CAIXÊTA A FORMAÇÃO DE GESTORES DE ESCOLA E O DESENVOLVIMENTO DO PERFIL DA GESTÃO PEDAGÓGICA: O CASO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE UNAÍMG

De acordo com o Consed (2011), o cursista deve ter em mente os pressupostos básicos que sustentam a formulação do Progestão, tanto do ponto de vista do gerenciamento qua[r]

111 Ler mais

Resumen La interdependencia entre estado y MST en la constitución de un asentamiento de reforma agraria

Resumen La interdependencia entre estado y MST en la constitución de un asentamiento de reforma agraria

Ao conceber uma conclusão, embora não se constituindo algo conclusivo (finalizado) a este respeito, pode-se perceber que a centralidade deste entendimento, está calcada em determinantes nas quais demonstram diversas formas de desenvolvimento social, pois segundo Elias (1994) as relações na formação da sociedade não são homogêneas, em razão da vinculação que estas mantém de interdependência, no tocante as complexidades sociais instadas entre os agentes, que não se mantém circunscritas a formulas ou "modelos" pré-determinados. Essas relações que determinam uma dinâmica configuracional na constituição desse Assentamento e opções de vida dos assentados ocorreram em um entrelaçamento social entre o MST por meio de suas cooperativas, assentados, técnicos, dirigentes e demais espaços e agentes; pelo Estado em suas esferas governamentais a partir de suas instituições (Banco do Brasil, INCRA, EMBRAPA e EMATER); e pelo conjunto de aspectos conjunturais locais como ação de empresas do agronegócio, granjas, grandes produtores e governo municipal que foram evidenciadas e discutidas nesse estudo.
Mostrar mais

16 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA MARÍLIA ROMEIRO VITT

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA MARÍLIA ROMEIRO VITT

O trabalho é embasado pelos conceitos de alguns teóricos, como: Will Durant (1999) que enfatiza as relações humanas no trabalho; Drucker (1999) que entende o conhecimento como forma de desenvolvimento do país; Demo (2001) que acredita na Educação e no Conhecimento como estratégia do desenvolvimento e da inovação no mundo moderno, Chiavenato (1999; 2004; 2010), Bergue (2010) que priorizaram aspectos relacionados à Gestão de Pessoas e o papel dos recursos humanos na administração pública contemporânea; Lück (2010) e Machado (2014) relacionam o planejamento estratégico e a gestão, Mintzberg (2006; 2009; 2010) trata das questões pertinentes à gestão e às estruturas; Silva (2009) confirma as contribuições dos autores citados, dando enfoque à valorização dos profissionais na organização e outros autores.
Mostrar mais

126 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados