Top PDF Avaliação nutricional do feno das folhas da amoreira (Morus alba L.) em frangos de corte.

Avaliação nutricional do feno das folhas da amoreira (Morus alba L.) em frangos de corte.

Avaliação nutricional do feno das folhas da amoreira (Morus alba L.) em frangos de corte.

RESUMO. O experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar nutricionalmente o feno das folhas de amoreira, utilizando-se de frangos de corte. Foram utilizados cinco tratamentos (Testemunha (sem amoreira, 3,16% FB), 15% de amoreira (4,14% FB), 30% de amoreira (5,09% FB), Sem amoreira (4,14% FB) e Sem amoreira (5,09% FB)) usando-se o delineamento em blocos casualizados, com dois blocos e três repetições dentro de cada bloco e avaliados os índices de desempenho, o exame histopatológico dos órgãos viscerais e medidas morfométricas do núcleo dos hepatócitos e ácinos pancreáticos. Foi verificado o pior desempenho produtivo para as aves que ingeriram feno de folhas de amoreira, além de lesões tais como esteatose, proliferação de células de ductos hepáticos e necrose focal múltipla no fígado das aves alimentadas com o tratamento 30% de amoreira (5,09% FB), além da diminuição nas dimensões do núcleo dos hepatócitos e dos ácinos pancreáticos. Palavras-chave: desempenho, frangos de corte, análise histopatológica.
Mostrar mais

6 Ler mais

Extratos vegetais em dietas para frangos de corte.

Extratos vegetais em dietas para frangos de corte.

RESUMO - Objetivou-se avaliar o fornecimento de misturas de extratos vegetais nas dietas de frangos de corte. Utilizaram-se 1.350 aves distribuídas em blocos casualizados, com seis repetições e cinco dietas, uma sem aditivos e outras quatro, cada uma contendo um dos aditivos: 10 ppm de avilamicina; 200 ppm de um produto contendo óleos essenciais de cravo, tomilho, canela e pimenta; 100 ppm de um produto comercial composto de óleos essenciais sintéticos de orégano e canela e óleo-resina de pimenta microencapsulados; 500 ppm de um produto comercial constituído de óleo de eucalipto, óleo essencial de canela-da-china, folhas de boldo-do-chile e sementes de feno-grego na fase inicial e 1.200 ppm nas fases de crescimento e final. Aos 21 e 42 dias, foram avaliadas as variáveis de desempenho e aos 44 dias de idade, as características de carcaça. Dos 27 aos 30 dias de idade, foi realizado o ensaio de metabolismo pelo método de coleta total de excretas e determinadas a energia metabolizável e a digestibilidade da proteína bruta das dietas. As dietas com misturas de extratos vegetais não tiveram efeito significativo sobre o desempenho se comparadas à dieta sem aditivo e à dieta com antibiótico. A ausência de desafio na criação e a utilização de dietas com ingredientes de alta digestibilidade podem ter contribuído para que as aves expressassem todo o seu potencial, tornando indetectável a melhora ocasionada pela inclusão de qualquer dos aditivos. Dietas contendo misturas de extratos vegetais promovem desempenho semelhante ao obtido com dietas contendo antibiótico.
Mostrar mais

7 Ler mais

Avaliação de extratos vegetais na produção de frangos de corte

Avaliação de extratos vegetais na produção de frangos de corte

Estes resultados discordam dos encontrados por Rizzo et al. (2010), que avaliando dietas para frangos de corte suplementadas com 10 ppm de Avilamicina; 200 ppm de extratos de cravo, tomilho, canela e pimenta; 100 ppm de extratos de orégano, canela e pimenta; 500 ppm de extratos de eucalipto e canela"da"china, folhas de boldo"do"chile e sementes de feno" grego na fase inicial e 1.200 ppm nas fases de crescimento e final. No desempenho de 1 a 21 dias de idade o tratamento contendo antibiótico não promoveu diferenças no ganho de peso e no consumo de ração. A conversão alimentar foi pior em nas aves que receberam antibiótico em comparação àquelas que receberam a dieta sem aditivos melhoradores de desempenho (controle negativo) e as que receberam dieta com extratos vegetais.
Mostrar mais

60 Ler mais

Avaliação nutricional de fenos utilizados na alimentação de poedeiras

Avaliação nutricional de fenos utilizados na alimentação de poedeiras

Iheukwumere et al. (2007), avaliaram o desempenho e o rendimento de carcaça de frangos de corte alimentados com rações com níveis de 5, 10 e 15% de feno das folhas de mandioca e uma ração testemunha à base de milho e soja. Estes autores observaram que as aves alimentadas com 10 e 15% de inclusão de feno na ração, apresentaram redução linear no consumo de ração, no ganho de peso e proporcionou piora da conversão alimentar, em relação ao controle. Esses resultados foram atribuídos ao aumento do teor de fibra nas rações, resultando menor aproveitamento da energia e dos nutrientes, principalmente das proteínas. Segundo os autores, rações com inclusão de 5% de feno de folha de mandioca, podem ser fornecidas para frangos de corte sem causar prejuízos ao seu desempenho.
Mostrar mais

57 Ler mais

Níveis de metionina + cistina para frangos de corte nos períodos de 22 a 42 e de 43 a 49 dias de idade.

Níveis de metionina + cistina para frangos de corte nos períodos de 22 a 42 e de 43 a 49 dias de idade.

O aumento linear do rendimento de carcaça pro- porcionado pelo avanço nos níveis de Met + Cis ocorreu provavelmente em virtude da otimização da deposição de tecido magro na carcaça. Esta maior exigência em relação àquelas obtidas na avaliação de desempenho pode ser explicada por Fischer (1994), que afirma que os efeitos do incremento progressivo dos níveis de aminoácidos dietéticos nas aves seguem seguinte hierarquia: exigência para máximo cresci- mento, exigência para melhor conversão alimentar, exigência para melhor carcaça, com menos gordura, exigência para ótima composição de carcaça e exi- gência para maior porcentagem de peito.
Mostrar mais

7 Ler mais

FLÁVIO ALVES PEREIRA A INCIDÊNCIA DAS POLÍTICAS DE RESPONSABILIZAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ NAS AÇÕES DE GESTÃO PEDAGÓGICA EM ÂMBITO MUNICIPAL – O CASO DA ESCOLA MARIA NAIR (IPU-CE)

FLÁVIO ALVES PEREIRA A INCIDÊNCIA DAS POLÍTICAS DE RESPONSABILIZAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ NAS AÇÕES DE GESTÃO PEDAGÓGICA EM ÂMBITO MUNICIPAL – O CASO DA ESCOLA MARIA NAIR (IPU-CE)

Foram os resultados do SPAECE-ALFA que fizeram com que o município desenvolvesse projetos e melhorasse seus indicadores da forma como melhorou. No ano de 2010, quando eu assumi a Secretaria da Educação já existia no município o projeto de reforço e, dentre as escolas em que esse projeto acontecia, em uma esse reforço era em tempo integral, que foi na escola que ganhou o Prêmio em 2009 e 2010. E a média dessa escola na avaliação do SPAECE-ALFA em 2008 foi de apenas, 68.4 pontos... Então, quando esse resultado foi divulgado, a secretária de educação e sua equipe mobilizaram as escolas e iniciaram o trabalho que procurei dar continuidade e os resultados continuaram melhorando cada vez mais. Quanto ao Prêmio, com certeza ele incentiva os professores a se doarem mais, porque eles sabem que se a escola ganhar, vão ser bonificados com uma premiação em dinheiro, e isso anima todos eles, inclusive, os diretores que também recebem bonificações. A novidade que acrescentei, como secretária, ao projeto de reforço, em 2010, foi a colônia de férias, no mês de julho, porque nós não podíamos deixar o município cair do verde escuro [...].
Mostrar mais

126 Ler mais

GENIVALDO BATISTA RODRIGUES PROJETO DE ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL: DESAFIOS DE IMPLEMENTAÇÃO EM UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DO AMAZONAS

GENIVALDO BATISTA RODRIGUES PROJETO DE ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL: DESAFIOS DE IMPLEMENTAÇÃO EM UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DO AMAZONAS

1.1 CONTEXTO NACIONAL DA EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL NO BRASIL As experiências históricas no Brasil em relação à educação integral podem ser consideradas a partir de três movimentos his[r]

170 Ler mais

Avaliação nutricional da silagem de grãos úmidos de sorgo de alto ou de baixo conteúdo de tanino para frangos de corte.

Avaliação nutricional da silagem de grãos úmidos de sorgo de alto ou de baixo conteúdo de tanino para frangos de corte.

Entre os fatores de variação no valor nutricional das silagens, destacam-se o potencial genético da variedade, a adubação utilizada, as condições climáticas e a fertilidade do solo (Lima et al., 1998). Na tabela da EMBRAPA (1991), são descritos valores de 7,80 e 8,60% de PB; 0,04 e 0,03% de Ca; 0,25 e 0,28% de Pt; e 3.855 e 3.982 kcal/kg de EB, respectivamente, para grãos de sorgo seco de alto e de baixo conteúdo de tanino, próximos aos determinados neste estudo, se comparados em mesma base de matéria seca.

9 Ler mais

Exigência nutricional de cálcio para frangos de corte, nas fases de crescimento e terminação.

Exigência nutricional de cálcio para frangos de corte, nas fases de crescimento e terminação.

entre os resultados de resistência à quebra óssea (RQO) nos tratamentos com 0,91; 1,16; e 1,41% de cálcio, sendo superiores aos valores numéricos nos demais tratamentos. O maior valor de resistência à quebra óssea foi observado no tratamento com 1,16% de cálcio. Estimando os valores das exigências de cálcio pelo modelo de regressão quadrática, para as variá- veis CAOP, RQO, COP e COG, encontraram-se os valores de 1,01; 1,28; 1,01; e 0,95%, respectivamente (Tabela 3). Cabral (1999) verificou que a deposição de cálcio no fêmur de frangos de corte na fase de 22 a 42 dias de idade foi maior, quando os machos receberam 0,93% de cálcio na dieta e as fêmeas 0,82%. Com relação à deposição de cálcio em por- centagem na tíbia, esse autor não verificou influência dos níveis de cálcio na dieta de machos e fêmeas.
Mostrar mais

10 Ler mais

Comportamento ingestivo de cordeiros alimentados com dietas contendo feno de amoreira

Comportamento ingestivo de cordeiros alimentados com dietas contendo feno de amoreira

de mastigações/bolo (seg) também não foram afetados (P>0,05) pela adição de feno de amoreira (Tabela 2), com valores médios de 658,36 e 40,03, respectivamente. O número de bolos ruminados por dia é dependente do tempo de ruminação e do tempo gasto para ruminar cada bolo, e o fato de não ter ocorrido variação nesses tempos explica a semelhança do número de bolos ruminados (NBR) entre os animais dos tratamentos. Comportamento semelhante foi observado por Carvalho et al. (2006),

10 Ler mais

Avaliação nutricional do farelo de algodão de alta energia no desempenho produtivo e características de carcaças de frangos de corte.

Avaliação nutricional do farelo de algodão de alta energia no desempenho produtivo e características de carcaças de frangos de corte.

deste no desempenho de frangos de corte. Determinou-se a composição química, aminoacídica e energética (utilizando- se o método de coleta total de excretas, com duas coletas ao dia). Foi utilizado óxido férrico para marcar o início e o final da coleta. O nível de inclusão do alimento de teste na ração referência foi de 20%. O desempenho foi avaliado com a inclusão do farelo de algodão no período de nove a 42 dias. Durante os primeiros nove dias, os pintinhos receberam ração pré-inicial comum a todas as aves. A partir do nono dia, as aves foram submetidas à dieta experimental com níveis de 3, 6, 9 e 12% de inclusão do farelo de algodão. O farelo de algodão apresentou 95,91% de matéria seca, 9,8% de gordura, 27% de proteína bruta, 4,6% de cinza, 4.867kcal kg -1 de energia
Mostrar mais

7 Ler mais

OS EFEITOS DA IMPLEMENTAÇÃO DAS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE EDUCAÇÃO NA GESTÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS DA ZONA NORTE DE MANAUS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

OS EFEITOS DA IMPLEMENTAÇÃO DAS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE EDUCAÇÃO NA GESTÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS DA ZONA NORTE DE MANAUS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Já como objetivo propositivo, construiu-se um plano de ação educacional que é constituído por quatro ações que são : Redimensionar as ouvidorias das CDEs para [r]

122 Ler mais

CORREÇÃO DE FLUXO DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO AMAZONAS - PROJETO AVANÇAR EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE TONANTINS

CORREÇÃO DE FLUXO DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO AMAZONAS - PROJETO AVANÇAR EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE TONANTINS

This study, conducted under the master of Programa de Pós-Graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública da Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF, has the objetive to analyze the implementation process of a public policy directed to correct the school flow Public Education Network Amazon, the Avançar Project, held in a public school in the municipality of Tonantins in 2010, and falied. This project implemented by Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino-SEDUC-AM, this project introduce a methodology that seeks to correct the flow of school students who have two or more years of age-grade, and it has been developed in some network of schools since 2005. The choice of this school, it is because I have had the management function the same for nine years, then assumed the role of Coordenadora Regional de Educação de Tonantins and later Técnica da Seduc, which facilitated access to the school office files, students who have studied in the project and teachers who worked in the same classes. The PAE here prepared, it was structured with the aim of analyzing the failure of program implementation in this school, having as field of study management at the school level, analyzing the empirical data collected through qualitative research, grounded by the theoretical contributions of the management of public policies on education and the age-grade problem in different educational systems. The proposal herein is that this flow correction program to be redeployed at school with significant improvements in the implementation and monitoring processes. For the data obtained from questionnaires given to students graduating, teachers, technicians and managers who work and / or worked directly with the project, show that such processes were deficient in the school, it is necessary to create favorable conditions for it to succeed, in view of the high demand of students in distortion in the aforementioned school.
Mostrar mais

146 Ler mais

POSSIBILIDADES DE USO DAS INFORMAÇÕES DO SISTEMA MINEIRO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR NA GESTÃO DAS ESCOLAS

POSSIBILIDADES DE USO DAS INFORMAÇÕES DO SISTEMA MINEIRO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR NA GESTÃO DAS ESCOLAS

Nesse processo de monitoramento e avaliação recomenda-se o uso da ferramenta administrativa PDCA 16 (a sigla de “Plan, Do, Check, Act“, que em português quer dizer “Planejar, Fazer, Verificar, Agir“), também conhecida como ciclo de Deming 17 . Embora essa ferramenta tenha sido amplamente utilizada nos programas de qualidade total nas empresas, essa proposta não tem a intenção de sugerir a implantação de um programa de qualidade total nas escolas, pois, esse processo requer um estudo minucioso de cada organização. A proposta aqui apresentada é a implementação de melhoria em um sistema que funciona dentro de uma instituição que, com uma visão sistêmica, pode-se dizer que este sistema faz parte da entidade, logo, representa uma pequena fração da organização.
Mostrar mais

137 Ler mais

Avaliação de milhos de diferentes densidades para frangos de corte.

Avaliação de milhos de diferentes densidades para frangos de corte.

Para se formular rações mais eficientes e atender adequadamente às exigências nutricionais dos animais, é necessário conhecer com maior precisão, entre outros, os valores energéticos dos alimentos, que podem ser determinados por meio de métodos diretos e indiretos. Os métodos diretos ou convencionais requerem a utilização de uma bomba calorimétrica e ensaios metabólicos, sendo metodologias trabalhosas, demoradas e dispendiosas e, em contrapartida, como método indireto, surgem as equações de predição, que são baseadas na composição proximal dos alimentos e obtidas rotineiramente em laboratórios. Vários pesquisadores têm desenvolvido equações para estimar a energia metabolizável por meio de sua composição proximal (NRC, 1994); porém, existem poucos estudos para validação destas equações. Dessa forma, realizou-se este estudo com o objetivo de determinar da energia metabolizável aparente corrigida (EMAn) de milho de diferentes densidades com frangos de corte em diferentes idades e estimar os valores de EMAn utilizando equações de predição, fazendo inferência entre os valores de EMAn determinados in vivo na fase de crescimento e os determinados por equações com aqueles obtidos por equações de predição publicadas por Janssen et al.(1989), Rodrigues et al. (2001) e por Rostagno et al. (2005), a fim de se verificar a aplicabilidade dessas equações na determinação dos valores energéticos desses alimentos.
Mostrar mais

8 Ler mais

Avaliação de complexo enzimático em dietas de frangos de corte

Avaliação de complexo enzimático em dietas de frangos de corte

Este experimento foi conduzido no Setor de Avicultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, com o objetivo de se avaliar o desempenho de frangos de corte machos, no período de 1 a 42 dias de idade, alimentados com dietas suplementadas com um complexo enzimático. Foram utilizados 960 animais, da linhagem Cobb, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos no esquema fatorial 3 x 2 (três níveis nutricionais suplementados ou não com o complexo enzimático), oito repetições e 20 aves por repetição. Os animais foram alojados em galpão de alvenaria, telado e coberto com telhas de amianto, subdividido em boxes de 1,0 x 1,5 metros com cama de maravalha. Os tratamentos utilizados foram: T1= nível nutricional 1; T2 = nível nutricional 1 + C.E.; T3 = nível nutricional 2; T4 = nível nutricional 2 + C.E.; T5 = nível nutricional 3 e T6 = nível nutricional 3 + C.E. As dietas do nível nutricional 1 foram formuladas seguindo as recomendações das Tabelas Brasileiras, enquanto que as dietas dos níveis nutricionais 2 e 3 foram calculadas reduzindo os níveis de energia metabolizável (75 e 112kcal/kg), aminoácidos (2 e 3%) e fósforo disponível (0,10 e 0,15%). Os parâmetros analisados foram consumo de ração, o ganho de peso e a conversão alimentar dos tratamentos nos períodos de 1 a 21, 21 a 42 e 1 a 42 dias de idade.
Mostrar mais

75 Ler mais

Avaliação de fitases microbianas em dietas de frangos de corte

Avaliação de fitases microbianas em dietas de frangos de corte

para ganho de peso e consumo de ração em concentração de 500 FTU/kg, em relação a fitase E. coli, com 1000 FTU/kg. Ambas as fitases reduziram teores de fósforo total e fósforo solúvel na cama. A biodisponibilidade calculada com base no teor de cinzas da tíbia e ganho de peso, indicou que a fitase E. coli é mais eficaz em depositar minerais nos ossos, enquanto que a fitase Buttiauxella sp é a mais eficaz para o deposição de peso. O conteúdo mineral dos ossos (P, Zn e cinzas) e força de deflexão das tíbias foram melhoradas pela adição de ambas as fitase. As fitases utilizadas a uma concentração de 1000 FTU/kg resultaram em melhor relação custo/benefício, considerando o preço fosfato bicálcico de U$ 0,50/kg. No segundo estudo, a adição de fitase E. coli aumentou 7,0 e 5,3% o consumo de ração, 8,9 e 8,8% o ganho de peso e melhorou 2 e 5 pontos da conversão alimentar nas fases iniciais e de crescimento, respectivamente em relação a dieta CN. A inclusão "on top" de fitase (adição no CP), melhorou 2 pontos na conversão alimentar, em relação a dieta CP. A inclusão de fitase em dieta com redução nutricional melhora a digestibilidade da matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fósforo (P), energia digestível aparente na matéria natural (ED na MN) e na matéria seca, em relação a dieta sem fitase, bem como os teores de cinzas, cálcio e fósforo nas tíbias. A inclusão de fitase na dieta com total atendimento nutricional (“on top”) melhora a digestibilidade de PB, ED na NM, cálcio (Ca) e P, em relação a mesma dieta, sem a enzima. A deposição de cinzas nas tíbias das aves alimentadas com adição “on top” de fitase é superior às que não receberam fitase. Considerando o custo da fonte de fósforo inorgânico, foi obtido uma economia de U$ 3,72 / tonelada de ração, com a inclusão da fitase. No terceiro estudo, a fitase E. Coli (expressa em Pichia pastoris), demonstrou ser eficiente
Mostrar mais

125 Ler mais

MANUEL VALCY SEIXAS A CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DAS ESCOLAS ESTADUAIS DA COORDENADORIA REGIONAL DE ALVARÃESAM

MANUEL VALCY SEIXAS A CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DAS ESCOLAS ESTADUAIS DA COORDENADORIA REGIONAL DE ALVARÃESAM

A presente dissertação foi desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). O caso de gestão aqui retratado aborda a construção do Projeto Político Pedagógico das escolas estaduais que pertencem à Coordenadoria Regional de Educação de Alvarães/AM - CRE-Alvarães, como uma exigência legal e instrumento de organização do trabalho pedagógico nas escolas. O problema da pesquisa foi definido na seguinte questão: Como a Coordenadoria Regional de Educação de Alvarães pode contribuir no processo de elaboração dos PPPs das escolas sob sua jurisdição? O objetivo geral do estudo é o de analisar o contexto – regional e escolar – de gestão das escolas da coordenadoria regional de Alvarães no que diz respeito ao movimento de elaboração do PPP, refletindo sobre como a CRE/Alvarães pode contribuir para a construção do PPP pelas escolas estaduais sob sua responsabilidade. Inicialmente, descreve-se o contexto de gestão da Coordenadoria e as escolas sob sua jurisdição a partir dos instrumentos normativos e organizacionais que elas utilizam. Em seguida, identificam-se as dificuldades para elaboração do PPP e analisa-se de que maneira o movimento de elaboração pode contribuir para a organização das práticas de gestão das escolas da coordenadoria. Adota-se o referencial teórico que permite fazer a discussão sobre Gestão Democrática, PPP e autonomia escolar e a cultura de planejamento participativo no nível da Coordenadoria de Alvarães. O estudo segue a abordagem qualitativa, e se constitui num estudo de caso. Para a produção dos dados, utilizou-se questionário aplicado às coordenadorias e entrevista com gestores das escolas. A análise dos questionários apontou para a existência de vários coordenadores que atuam
Mostrar mais

113 Ler mais

Zootecnia de precisão: análise de imagens no estudo do comportamento de frangos de corte em estresse térmico.

Zootecnia de precisão: análise de imagens no estudo do comportamento de frangos de corte em estresse térmico.

Resumo: A preocupação em se atingir níveis de bem-estar para que a produção avícola seja maximizada vem, ao longo desses últimos anos, ganhando maior importância pela complexidade com que os fatores de produção estão correlacionados. Há um número grande de variáveis influenciando o microclima dentro de uma instalação, e conhecer sua interferência na produtividade final é determinante para uma compreensão melhor dos fenômenos ambientais. A manutenção do conforto térmico dentro dos aviários é um dos problemas enfrentados pelos produtores avícolas. As aves respondem de maneira diferente, dependendo da condição de temperatura e umidade relativa internas. A ingestão de ração e água são influenciadas também pelas mesmas condições razão por que se fez, neste trabalho, a avaliação do comportamento de frangos de corte submetidos a diversas combinações de temperatura e umidade em câmara climática, monitorados por câmeras de vídeo, possibilitando o monitoramento individual das aves no estudo de seu comportamento ingestivo. Os resultados mostraram que, quanto maior a temperatura e mais velha a ave, maior foi a ingestão de água e menor a ingestão de ração.
Mostrar mais

5 Ler mais

Show all 10000 documents...