• Nenhum resultado encontrado

[PDF] Top 20 Biologia floral e da polinização de quatro espécies de Eugenia L. (Myrtaceae).

Top PDF Biologia floral e da polinização de quatro espécies de Eugenia L. (Myrtaceae). were compiled by 1Library PT

Biologia floral e da polinização de quatro espécies de Eugenia L. (Myrtaceae).

Biologia floral e da polinização de quatro espécies de Eugenia L. (Myrtaceae).

... (Biologia floral e da polinização de quatro espécies de Eugenia ...(Myrtaceae)). Eugenia uniflora, ...são espécies perenes, geralmente de porte arbustivo, que ... See full document

13

Fenologia reprodutiva, biologia floral e polinização de Allamanda blanchetii, uma Apocynaceae endêmica da Caatinga.

Fenologia reprodutiva, biologia floral e polinização de Allamanda blanchetii, uma Apocynaceae endêmica da Caatinga.

... reprodutiva, biologia loral e polinização de Allamanda blanchetii, uma Apocynaceae endêmica da ...a biologia loral, o mecanismo de polinização e o sistema reprodutivo de Allamanda blanchetii ... See full document

12

Aspectos da biologia floral e da polinização do adubo verde Mucuna pruriens (L.) DC. (Leguminosae, Faboideae)

Aspectos da biologia floral e da polinização do adubo verde Mucuna pruriens (L.) DC. (Leguminosae, Faboideae)

... muitas espécies apresentam flores do tipo estandarte, isto é, com cinco pétalas diferenciadas em um estandarte, duas alas e duas pétalas que formam a quilha, desta forma impedindo o livre acesso dos visitantes ... See full document

56

Biologia floral, ecologia da polinização e eficiência na produção de sementes de Vigna unguiculata (L.) Walp. em sistemas agrícolas

Biologia floral, ecologia da polinização e eficiência na produção de sementes de Vigna unguiculata (L.) Walp. em sistemas agrícolas

... Vigna unguiculata (L.) WALP. pertence à família Fabaceae (Leguminosae) e subfamília Faboideae (Papilionoideae), apresenta distribuição cosmopolita, incluindo cerca de 600 gêneros e aproximadamente 18.000 ... See full document

12

Biologia floral e fragrâncias das flores de Passiflora L

Biologia floral e fragrâncias das flores de Passiflora L

... polinizadas por aves, como P. coccinea, normalmente apresentam coronas com filamentos curtos, largos e verticais que protegem o néctar armazenado no opérculo, assim como flores vermelhas não perfumadas (ou com ... See full document

53

Biologia floral e sistema de polinização de Solanum stramonifolium Jacq. (Solanaceae) em remanescente de Mata Atlântica, Pernambuco.

Biologia floral e sistema de polinização de Solanum stramonifolium Jacq. (Solanaceae) em remanescente de Mata Atlântica, Pernambuco.

... (Biologia floral e sistema de polinização de Solanum stramonifolium ...várias espécies da família Solanaceae, especialmente no gênero Solanum, característica esta que restringe a ... See full document

11

Biologia floral e polinização de Casearia grandiflora, Casearia. javitensis e Lindackeria paludosa (Flacourtiaceae) na região de Manaus, AM.

Biologia floral e polinização de Casearia grandiflora, Casearia. javitensis e Lindackeria paludosa (Flacourtiaceae) na região de Manaus, AM.

... As espécies de Melipona e Xylocopa sobrevoavam a planta e para a coleta de pólen pousavam nos estames, tocando as anteras com as mandíbulas e as pernas com ligeiros ...outras espécies de Flacourtiaceae ... See full document

11

Rodriguezia bahiensis Rchb. f. : biologia floral, polinizadores e primeiro registro de polinização por moscas Acroceridae em Orchidaceae.

Rodriguezia bahiensis Rchb. f. : biologia floral, polinizadores e primeiro registro de polinização por moscas Acroceridae em Orchidaceae.

... pelas espécies de Acroceridae registradas pode ser considerada como mais eficiente em relação às outras espécies de polinizadores pois, embora a freqüência de visitas e o número de polinários removidos ... See full document

10

Biologia floral e reprodutiva de Corchorus hirtus L. (Malvaceae) uma espécie de mata seca do Cerrado

Biologia floral e reprodutiva de Corchorus hirtus L. (Malvaceae) uma espécie de mata seca do Cerrado

... de polinização. A polinização cruzada que envolve a transferência de pólen entre flores do mesmo indivíduo (geitonogamia) ou entre flores de indivíduos diferentes (xenogamia) e a autopolinização que envolve ... See full document

14

Polinização por vibração e sistema reprodutivo de duas espécies de Sauvagesia L. (Ochnaceae).

Polinização por vibração e sistema reprodutivo de duas espécies de Sauvagesia L. (Ochnaceae).

... de Biologia Floral e Reprodutiva da ...as espécies foi verificada a partir da contagem da quantidade de grãos de pólen por flor, com auxílio de câmara de Neubauer (Maêda 1985), em diferentes flores a ... See full document

11

Biologia floral de cinco espécies de Passiflora L. (Passifloraceae) em mata semidecídua.

Biologia floral de cinco espécies de Passiflora L. (Passifloraceae) em mata semidecídua.

... a polinização cruzada, tais como dimensões compatíveis com a morfologia da flor, alta freqüência de visitas, padrão de forrageamento em “linhas de captura” (Janzen 1971, Waddington 1983) e comportamento de não ... See full document

8

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

... Inicialmente, até que as ações estejam bem delineadas, a proposta é de que seja realizada apenas uma reunião geral (Ensino Fundamental e Educação Infantil) por semestr[r] ... See full document

173

Biologia da polinização em Lecythidaceae.

Biologia da polinização em Lecythidaceae.

... Ainda ha muito para pesquisar sobre a biologia da reprodu<;ao em Lecythidaceae. Estudos sobre compatibilidade genetic a em Lecythidaceae sao escassos. 1981), portanto[r] ... See full document

4

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA INSTITUTO DE HIGIENE E MEDICINA TROPICAL AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE PLANTAS DO CERRADO BRASILEIRO SOBRE ESPIROQUETAS DO COMPLEXO Borrelia burgdorferi sensu lato (s.l.)

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA INSTITUTO DE HIGIENE E MEDICINA TROPICAL AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE PLANTAS DO CERRADO BRASILEIRO SOBRE ESPIROQUETAS DO COMPLEXO Borrelia burgdorferi sensu lato (s.l.)

... A procura de atividade antimicrobiana em extratos vegetais face a estirpes de espécies do complexo B.burgdorferi s.l foi iniciada por Brorson e colaboradores em 2007 que demonstraram a atividade de extratos de ... See full document

86

DESAFIOS E POSSIBILIDADES DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UFJF

DESAFIOS E POSSIBILIDADES DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UFJF

... Nessa reportagem, dez instituições mineiras apresentaram os valores investidos, no período de um ano, na política de assistência (quatro dessas universidades compõem as instituições pesquisadas e relatadas nesse ... See full document

121

Biologia floral e polinização de Manihot Mill.  (Euphorbiaceae), com ênfase em duas espécies do Cerrado

Biologia floral e polinização de Manihot Mill. (Euphorbiaceae), com ênfase em duas espécies do Cerrado

... investigated floral and reproductive characters and plant-pollination interactions in Manihot, focusing on species of the Cerrado, a biome with priority area for conservation of the ...the floral glands ... See full document

91

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA MARÍLIA ROMEIRO VITT

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA MARÍLIA ROMEIRO VITT

... Desse modo, tomando como base a estrutura organizacional implantada nas SREs do Estado de Minas Gerais, com a criação da Diretoria de Pessoal, esta pesquisa permitirá que [r] ... See full document

126

SILVANA MARIA CAIXÊTA A FORMAÇÃO DE GESTORES DE ESCOLA E O DESENVOLVIMENTO DO PERFIL DA GESTÃO PEDAGÓGICA: O CASO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE UNAÍMG

SILVANA MARIA CAIXÊTA A FORMAÇÃO DE GESTORES DE ESCOLA E O DESENVOLVIMENTO DO PERFIL DA GESTÃO PEDAGÓGICA: O CASO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE UNAÍMG

... A SEE/MG, por meio das Superintendências Regionais de Ensino, fez um levantamento do número de gestores que não possuem essa formação na rede e a SEE/MG junto com as prefeituras realizou convênios de colaboração mútua em ... See full document

111

Síndromes de polinização das espécies arbóreas em um fragmento de Mata Atlântica, Alagoas, Brasil / Pollination syndromes of tree species in an Atlantic Forest fragment, Alagoas, Brazil

Síndromes de polinização das espécies arbóreas em um fragmento de Mata Atlântica, Alagoas, Brasil / Pollination syndromes of tree species in an Atlantic Forest fragment, Alagoas, Brazil

... de polinização por anemofilia, esta polinização se dá, geralmente quando a espécie possui poucos atributos florais atrativos aos polinizadores e utiliza-se do vento para perpetuar suas ...de espécies ... See full document

11

SISTEMA ANUAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

SISTEMA ANUAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

... As FAPs recebem denominações específicas de acordo com o estado: FAPEMIG, FAPESP, FAPERJ, etc.[r] ... See full document

114

Show all 10000 documents...