Top PDF Características estruturais de pastos de Brachiaria decumbens diferidos por 140 dias e estratégias de adubação nitrogenada.

Características estruturais de pastos de Brachiaria decumbens diferidos por 140 dias e estratégias de adubação nitrogenada.

Características estruturais de pastos de Brachiaria decumbens diferidos por 140 dias e estratégias de adubação nitrogenada.

de N aplicados no final do verão (0-100) (Tabela 2). Diferente das forragens de clima temperado, em forrageiras tropicais, o uso da altura isoladamente não determinam as características estruturais do dossel que são fundamentais para a determinação no consumo dos animais em pastejo. Os resultados encontrados neste estudo, com elevado período de diferimento, demonstraram um incremento na proporção de colmos e material morto na massa da forragem do dossel. Além disso, a determinação da massa de forragem total também é insuficiente para caracterizar, de forma mais completa, a forragem da pastagem diferida, já que esta pode ter composição morfológica, densidade volumétrica e valor nutritivo bastante distinto nos diferentes estratos estudados. Assim, a caracterização dessas variáveis por estrato vertical neste estudo facilitou o maior detalhamento da configuração espacial da estrutura do dossel, podendo ser um indicativo mais preciso sobre as decisões de manejo dos pastos diferidos.
Mostrar mais

7 Ler mais

Produção anual e qualidade de pastagem de Brachiaria decumbens diferida e estratégias de adubação nitrogenada.

Produção anual e qualidade de pastagem de Brachiaria decumbens diferida e estratégias de adubação nitrogenada.

no início do verão (100-0), para os pastos diferidos por 95 dias na estação do verão. Estes valores superaram em 48% a produção dos pastos diferidos com 140 dias, nesta mesma época e tratamento, atribuindo ao maior período de crescimento de forragem durante o verão para o primeiro ensaio. Além disso, a interpretação destes resultados permite inferir que o fornecimento do nitrogênio, além de propiciar um efeito imediato sobre a produção de forragem é potencializado pela maior quantidade de chuva e por temperaturas elevadas observadas durante todos os meses de verão. Embora ocorram maiores perdas por volatilização, a absorção pelas raízes e os processos de fotossíntese e respiração das plantas são potencializados nestas condições. Entretanto, no outono, inverno e primavera, a estratégia de aplicação de 100 kg ha -1 de N no final
Mostrar mais

8 Ler mais

Padrões de deslocamento e permanência de bovinos em pastos de Brachiaria decumbens diferidos sob quatro estratégias de adubação .

Padrões de deslocamento e permanência de bovinos em pastos de Brachiaria decumbens diferidos sob quatro estratégias de adubação .

foi parcelado 50-50 (Tabela 1), resultados que podem ser atribuídos à maior competição por luz promovida pela adubação próxima ao período de diferimento. De acordo com Santos et al. (2009) é comum constatar, em pastagens diferidas, a formação de uma estrutura caracterizada pelo posicionamento dos perfilhos no sentido horizontal, uma das consequências dessa estrutura é o possível aumento das perdas de forragem durante o pastejo e a menor eficiência de utilização da forragem produzida com o acamamento das plantas. Consequentemente, os índices de acamamento mais elevados (P<0,05) foram verificados para os tratamentos 0-100 e 50-50 que receberam adubação nitrogenada no final do período chuvoso (Tabela 1). Certamente a adubação nitrogenada próximo ao período de vedação favoreceu o alongamento dos colmos do capim Brachiaria decumbens utilizado, que apresenta colmo delgado e flexível próprio desta cultivar, o que torna as plantas sujeitas ao acamamento. A densidade volumétrica parece ser a principal característica do dossel a determinar a taxa de consumo e não a altura isoladamente, em forrageiras tropicais, especialmente quando a proporção de hastes e material morto na massa da forragem do dossel é relativamente alta, como no caso de pastagens diferidas. Neste trabalho a densidade de forragem total e de lâmina de folhas foi maior (P<0,05) para a estratégia de adubação 0-100, seguida daquela 50-50 nos estratos A e B (Tabela 2). O acamamento observado nessas estratégias de adubação provavelmente resultou no aumento da densidade volumétrica da forragem nos estratos, uma vez que a mesma quantidade de massa de forragem por unidade de área passa a ocupar menor altura do pasto. Essa alteração na densidade volumétrica da forragem, em conjunto com a sua composição morfológica, determina mudanças estruturais no pasto que interferem no comportamento ingestivo animal (Gomide & Gomide, 2001). Não houve diferença (P<0,05) na densidade de colmos nos estratos A e B, constatando no estrato C maiores valores para as estratégias de adubação controle 0-0 e 0-100. A densidade de forragem morta foi menor (P<0,05) nas parcelas que receberam adubação nitrogenada no final do período chuvoso, 0-100 e 50-50 (Tabela 2). Os baixos valores de forragem morta, especialmente nas parcelas cuja adubação foi realizada em data próxima à vedação (0-100 e 50-50), podem ser considerados resultados positivos para o consumo animal. Em contrapartida, as elevadas densidades de colmo verde encontradas nessas parcelas (Tabela 2) poderiam constituir barreira à desfolhação, reduzindo a facilidade de colheita da forragem pelo animal em pastejo (Carvalho et al., 2005), uma vez que o consumo máximo ocorre quando os animais estão em pastagens com alta densidade de folhas acessíveis (Euclides et al., 1999).
Mostrar mais

8 Ler mais

Nitrogênio e enxofre na produção e no uso de água pelo capim-braquiária em degradação.

Nitrogênio e enxofre na produção e no uso de água pelo capim-braquiária em degradação.

Coletaram-se amostras indeformadas de solo em cilindros de 15 cm de diâmetro e 20 cm de profundidade com capim-braquiária + terra em um Neossolo Quartzarênico, numa pastagem em estádio de degradação, no município de Santa Maria da Serra- SP. Essas amostras de solo e plantas foram colocadas em vasos plásticos, conforme técnica descrita por Mattos & Monteiro (2003). Durante 30 dias as plantas foram adaptadas e os vasos homogeneizados nos blocos experimentais, utilizando o critério de uniformidade das plantas e local de coleta das amostras em campo. Realizou-se um corte de uniformização a 5 cm do colo das plantas e, em seguida, foram aplicados os tratamentos.
Mostrar mais

9 Ler mais

O Imperialismo: de Lenin aos dias atuais — Outubro Revista

O Imperialismo: de Lenin aos dias atuais — Outubro Revista

Mas a constatação da tragédia social era apenas um dos ângulos da realidade, sobre a qual se debruçou London. Para Lenin, a nova configuração do capitalismo deveria suscitar gigantesca[r]

39 Ler mais

Produtividade e composição estrutural de aveia e azevém submetidos a épocas de corte e adubação nitrogenada.

Produtividade e composição estrutural de aveia e azevém submetidos a épocas de corte e adubação nitrogenada.

Um aspecto a ser considerado, neste trabalho, é a época de semeadura das espécies, que ocorreu no mês de junho, considerado tardio para produção de forragem de aveia no sul do Brasil (clima Cfa), o que pode ter contribuído para a redução da contribuição das folhas de aveia ao longo do tempo. Ferolla et al. (2007), traba- lhando com aveia preta em diferentes épocas de semea- dura (abril, maio e junho), numa condição de clima Aw, quente e úmido, com precipitação pluviométrica de 1.023 mm, observaram maior relação lâmina foliar/colmo, quan- do esta foi semeada no mês de junho. A maior contribui- ção de folhas em relação ao colmo no período vegetativo, também foi observada em trabalho realizado com pastos de aveia e azevém, com diferentes alturas de manejo (Aquinaga et al., 2008). Rocha et al. (2004), avaliando a composição botânica da pastagem de aveia e azevém, observaram a predominância de lâminas de aveia no pe- ríodo inicial de desenvolvimento da cultura em relação ao azevém, graças à disposição e arquitetura das folhas de aveia, que suprimem o azevém pela competição de luz sob o dossel.
Mostrar mais

6 Ler mais

EVASÃO E PERMANÊNCIA NA EJA: POR UM TRABALHO DE QUALIDADE NA GESTÃO DE UMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

EVASÃO E PERMANÊNCIA NA EJA: POR UM TRABALHO DE QUALIDADE NA GESTÃO DE UMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

Os conflitos gerados na realização deste trabalho também são de ordem prática. Em cada momento que se observava que uma ação equivocada da escola poderia incidir na evasão de um educando, medidas já eram pensadas e levadas para discussão, na tentativa de sanar aquela dificuldade. Assim, muito do que foi proposto no plano de ação já está em processo de implementação. Por exemplo, o horário da secretaria escolar já foi alterado para atender a todo o período noturno. Um planejamento foi realizado para que, com a troca do monitor, os educandos da EJA possam ter mais acesso ao laboratório de informática. As dificuldades no ensino da Matemática para os alunos adultos também foram abordadas nas reuniões, bem como a necessidade da sistematização das estratégias de monitoramento da frequência em todas as idades. Essas foram algumas das ações já desenvolvidas.
Mostrar mais

117 Ler mais

Doses de nitrogênio na cultura do milho e do sorgo em consórcio com forrageiras

Doses de nitrogênio na cultura do milho e do sorgo em consórcio com forrageiras

O teor de N apenas no cultivo solteiro aumentou com a adubação nitrogenada, de forma quadrática (Figura 3a), com a dose máxima estimada em 141 kg ha -1 . No sistema consorciado, a adubação nitrogenada não alterou essa característica. Com exceção do cultivo solteiro até a dose estimada de 15 kg ha -1 , todos os teores foliares de N situaram-se acima do considerado adequado para a cultura do milho (CANTARELLA, 1997), caracterizando consumo de luxo conforme classificação de Malavolta (1997). Isso provavelmente ocorreu devido ao sistema de semeadura direta empregado por vários anos na área experimental, o qual estaria fornecendo os nutrientes pela ação dos microrganismos decompositores, promovendo a mineralização destes com o decorrer do tempo. Comportamento semelhante foi observado para o teor de P (Figura 3b), sendo que no sistema de cultivo solteiro a resposta foi linear com o incremento de doses de N, variando de 2,9 a 3,5 g kg 1 . Ressalta-se que todos os teores encontram-se na faixa adequada para a cultura do milho (CANTARELLA, 1997). Segundo Muzilli (1983), no sistema de semeadura direta há maior disponibilidade de P atribuída ao não revolvimento do solo, o que reduz a fixação deste nutriente, e também à decomposição lenta e gradual da matéria orgânica do solo, o que disponibiliza este nutriente ao longo do ciclo da cultura.
Mostrar mais

162 Ler mais

Características morfogênicas e estruturais do capim-xaraés submetido à adubação nitrogenada e desfolhação.

Características morfogênicas e estruturais do capim-xaraés submetido à adubação nitrogenada e desfolhação.

A taxa de alongamento foliar (TAlF) foi influenciada (P<0,05) pela adubação nitrogenada e pelo regime de desfolhação, sem ocorrência de interação (P>0,05) entre os fatores (Figura 1). Observou-se que o incre- mento na TAlF foi de até 37% para a mais elevada dose de N (120 mg/dm³) em relação à ausência de adubação nitrogenada. Em alguns trabalhos avaliando os efeitos do N sobre a taxa de alongamento foliar, também foram obtidos resultados semelhantes (Gastal & Nelson, 1994; Duru & Ducrocq, 2000). Esse au- mento na TAlF, promovido pela adubação nitrogenada, é atribuído por Volenec & Nelson (1994) à maior produção de células. Em gramíneas, o alongamento foliar está restrito à uma zona na base da folha em expansão protegida pelo pseudocolmo (Skinner & Nelson, 1995). A capacidade da planta em expandir suas folhas é dependente da taxa de alongamento do meristema intercalar (zonas de divisão celular). Essa zona de alongamento é um local ativo de grande demanda por nutrientes (Skinner & Nelson, 1995). Segundo Gastal & Nelson (1994), o maior acúmulo de N encontra-se na zona de divisão, explicando a res- posta positiva do capim-xaraés à adubação nitrogenada.
Mostrar mais

8 Ler mais

Características morfogênicas e estruturais de capim-massai submetido a adubação nitrogenada e desfolhação.

Características morfogênicas e estruturais de capim-massai submetido a adubação nitrogenada e desfolhação.

A maior produção de MS de lâminas foliares com as doses de nitrogênio é coerente com a maior AF dessas plantas (Figura 6), constatando-se alta correlação (P<0,05) (r = 0,88) entre essas duas variáveis. A produção de MS laminar é uma característica importante para o crescimento das forrageiras, visto que a lâmina é o componente mais fotossinteticamente ativo da folha (Parsons et al., 1983). Segundo Vilela et al. (1978), a TAlF também se relaciona positivamente com o vigor de rebrotação e o acúmulo de MS. De fato, neste ensaio, encontrou-se alta correlação (P<0,05) entre a TAlF e a produção de MS da lâmina foliar (r = 0,87). À semelhança da lâmina foliar, a produção de MS de colmo de capim-massai também aumentou com as doses de N. Os valores variaram entre 10 g/vaso para plantas sem adubação nitrogenada e colhidas com cinco folhas e 23,5 g/ vaso para plantas adubadas com maior dose de N e colhidas com três folhas.
Mostrar mais

7 Ler mais

A IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS NO ANO DE 2014 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS NO ANO DE 2014 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Vista na horizontal, esta integração significa que a promoção de resultados das pessoas deve estar voltada ao alcance dos objetivos de suas instituições e estes, por sua vez, devem estar direcionados para implementar a agenda de governo. A melhoria das pessoas (via capacitação, por exemplo) deve ser a base da melhoria da gestão, que é essencial para a execução das ações que conduzem aos resultados. Ainda nesta perspectiva horizontal, a gestão de quadros e salários deve ser tratada de forma alinhada com imperativos de eficiência organizacional, que se vincula a metas agregadas de desempenho fiscal no âmbito de governos. Na perspectiva vertical, por exemplo, surgem outras integrações essenciais: a gestão da despesa compatível com a execução das ações necessárias à geração dos resultados; a gestão da eficiência baseada em ganhos estruturais de qualidade da gestão, promovendo os resultados buscados a um custo menor; e a obtenção do máximo rendimento dos quadros funcionais a partir de investimentos em capital humano alinhados com os resultados individuais (VILHENA et al., 2006, p. 24, grifo nosso).
Mostrar mais

194 Ler mais

Registo de Complicações de Interrupção de Gravidez. Definições e modelo de registo – Normas de Orientação Clínica

Registo de Complicações de Interrupção de Gravidez. Definições e modelo de registo – Normas de Orientação Clínica

i. A definição de hemorragia anormal implica um fluxo em quantidade duas vezes superior a uma menstruação normal ou a necessidade de mudar mais de um penso por hora em duas horas consecutivas, ou ainda, a persistência de uma hemorragia moderada, ou seja, aquela que não diminui com a passagem do tempo ou que volta depois de alguns dias de ausência 9 . No entanto, e tal como definido como critério para registo, só deve ser motivo de registo como complicação, se for diagnosticada uma hemorragia grave, isto é, se for necessária intervenção cirúrgica ou transfusão sanguínea.
Mostrar mais

8 Ler mais

Características estruturais e índice de tombamento de Brachiaria decumbens cv. Basilisk em pastagens diferidas.

Características estruturais e índice de tombamento de Brachiaria decumbens cv. Basilisk em pastagens diferidas.

Em comparação ao período de diferimento (Tabela 3), o período de pastejo teve efeito mais pronunciado sobre o decréscimo da massa de lâmina foliar verde, uma vez que, no ano 1, a massa de lâmina foliar verde foi influenciada apenas pelo período de pastejo (P<0,01) e, no ano 2, o coeficiente angular do período de pastejo (P<0,01) foi cerca de 3,5 vezes superior ao coeficiente angular do período de diferimento (P<0,5). Isso ocorreu porque, durante o período de pastejo, dois processos contribuíram para a redução da massa de lâmina foliar verde: senescência e consumo preferencial pelos bovinos. Com o período de diferimento, apenas um processo concorreu para a diminuição da massa de lâmina foliar verde, a senescência, que é maior em pastos mais velhos. De forma similar, Sales et al. (2008) verificaram que a massa de lâmina foliar verde em pasto de Brachiaria decumbens diminuiu de 1.638 para 891 kg/ha durante o período de utilização das pastagens nos períodos de transição águas-seca e seca. A não-ocorrência de efeito (P>0,10) do período de diferimento sobre a massa de lâmina foliar verde no ano 1 (Tabela 3) pode ser atribuída à elevada produção de forragem verificada neste ano. Os pastos
Mostrar mais

9 Ler mais

Adubação nitrogenada antes do diferimento de pastos de capim-braquiária

Adubação nitrogenada antes do diferimento de pastos de capim-braquiária

Pesquisadores têm-se limitado, em geral, a determinar apenas as épocas mais adequadas de diferimento e utilização dos pastos diferidos para as distintas espécies forrageiras e regiões do país. Embora a escolha dessas épocas seja importante, os fatores de manejo que podem influenciar nos resultados quando se realiza o diferimento da pastagem são bem mais diversos (SANTOS et al., 2007). De fato, há inúmeras possibilidades de interferência, via manejo, para otimizar a produção animal no pasto diferido, entre as quais se destacam: a época de diferimento, o período de diferimento, a altura do pasto no início do diferimento, a suplementação do pasto e a adubação nitrogenada. Cada ação de manejo é usada para fins específicos, e existem interações entre cada uma delas que ainda são pouco exploradas pelos pecuaristas (FONSECA; SANTOS, 2009).
Mostrar mais

55 Ler mais

Diferimento de pastos de Brachiaria decumbens adubados com nitrogênio no início e no final do período das águas .

Diferimento de pastos de Brachiaria decumbens adubados com nitrogênio no início e no final do período das águas .

que torna as plantas sujeitas ao tombamento. Segundo Santos et al. (2009a), a ocorrência de tombamento dos perfilhos em pastos diferidos pode ser reduzida com a adoção de menores períodos de diferimento ou com a aplicação de menor dose de nitrogênio na data de diferimento da pastagem. Portanto, a adubação nitrogenada em pastagens diferidas deve ser efetuada com critério, considerando-se todos os efeitos no acúmulo de forragem, ou seja, doses muito elevadas de N podem resultar na perda da qualidade da forragem acumulada, possivelmente com o alongamento dos colmos. Os índices de tombamento do presente trabalho cujo período de diferimento teve duração de 95 dias, foi de 1,7 para os tratamentos 0-100 e 50-50 e de 1,4 para os tratamentos 0-0 e 100-0, respectivamente, e foram superiores à 1,16 estimado para o mesmo período de diferimento pela equação Y ^ = 0,4796 + 0,007132*D, proposta por Santos et al. (2009a). A densidade volumétrica parece ser a principal característica do dossel a determinar a taxa de consumo e não a altura isoladamente, em forrageiras tropicais, especialmente quando a proporção de hastes e o material morto na massa da forragem do dossel são relativamente altos, como é o caso de pastagens diferidas. No presente trabalho a densidade de forragem total e de lâmina foliar foi maior (P<0,05) para o tratamento 0-100 seguido do 50-50 nos estratos A e B (Tabela 4). O acamamento observado nestes tratamentos provavelmente resultou no aumento da densidade volumétrica da forragem nos estratos, considerando que a mesma quantidade de massa de forragem por unidade de área passa a ocupar menor altura do pasto. Essa alteração na densidade volumétrica da forragem, em conjunto com a sua composição morfológica, determinam
Mostrar mais

9 Ler mais

Atributos físicos do solo e produtividade de soja em sistema de consórcio milho e braquiária

Atributos físicos do solo e produtividade de soja em sistema de consórcio milho e braquiária

Conforme a Tabela 4, os valores mostram que no tratamento com Brachiaria ruzizienses os maior es valor es de macroporosidade foram encontrados nas segunda e terceira épocas de amostragem, ou seja, após a colheita do milho e com maiores valores após a colheita da soja, mostrando que essa forrageira permitiu o aumento da macroporosidade ao decorrer do tempo, até mesmo nas camadas intermediárias do solo. No desdobramen to das forrageir as dentro das épocas de amostragem, verifica-se que após a colheita da soja ocorreu efeito significativo pelo teste de Tukey (p < 0,1). A. Brachiaria ruzizienses foi a que proporcionou maiores valores de macroporosidade na camada de 0,10 – 0,20 m, porém estatisticamente iguais aos valores proporcionados pela Brachiaria brizantha.
Mostrar mais

7 Ler mais

EDILVANA MARA DA SILVA LOPES A GESTÃO DE PROCESSOS DO ENSINO DE GRADUAÇÃO: Estudo sobre as demandas de visitas técnicas e trabalhos de Campo na Universidade Federal de Juiz de Fora

EDILVANA MARA DA SILVA LOPES A GESTÃO DE PROCESSOS DO ENSINO DE GRADUAÇÃO: Estudo sobre as demandas de visitas técnicas e trabalhos de Campo na Universidade Federal de Juiz de Fora

Essas questões representam problemas não só para a gestão da graduação, como também para a gestão do setor de transportes, vinculado à Pró-Reitoria de Infraestrutura e aos demais setores que necessitem de informações sobre as viagens que custeiam. A falta de padronização no preenchimento das requisições, os campos abertos e a falta de definição dos conceitos das atividades propostas dificultam a transformação de dados em informações e estas em conhecimento. Para McGee e Prusak (1994) a informação exerce papel fundamental no processo de elaboração de estratégias para as organizações. Par a os autores “as alternativas no processo de elaboração da estratégia mudam quando a informação é tratada como um recurso de importância equivalente a quaisquer outros recursos de capital, mão-de- obra e tecnologia” (McGEE; PRUSAK, 1994, p.11). Portanto, torna-se imprescindível que as organizações invistam na circulação das informações para a construção de diagnósticos e de ações estratégicas que otimizem tempo e recursos para a adoção de melhores práticas administrativas e pedagógicas em âmbito institucional.
Mostrar mais

142 Ler mais

PROPEC-Programa de Pós Graduação em Engenharia Cívil :: ANÁLISE NUMÉRICA DE SÓLIDOS AXISSIMÉTRICOS VIA MEF: APLICAÇÃO EM ELEMENTOS DE CONCRETO, DE AÇO E MISTOS DE AÇO E CONCRETO

PROPEC-Programa de Pós Graduação em Engenharia Cívil :: ANÁLISE NUMÉRICA DE SÓLIDOS AXISSIMÉTRICOS VIA MEF: APLICAÇÃO EM ELEMENTOS DE CONCRETO, DE AÇO E MISTOS DE AÇO E CONCRETO

O Método dos Elementos Finitos pode contribuir de forma eficiente para o cálculo de tensões, deformações e deslocamentos em estruturas tais como: tubulações de ág[r]

85 Ler mais

Capital, força de trabalho e relações de gênero — Outubro Revista

Capital, força de trabalho e relações de gênero — Outubro Revista

Antes de mais nada, Marxismo e opressão às mulheres distingue-se pelo fato de que O Capital de Marx (v. I) constitui seu ponto de partida teórico. Com efeito, muitas feministas socialistas haviam empregado textos marxistas para fins analíticos. Geralmente, no entanto, trabalhos como A Ideologia Alemã ou A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado de Engels constituíam os principais pontos de referência. De tais textos, os analistas derivavam compromissos gerais com um foco na produção e reprodução social da vida material. Mas os autores raramente se comprometiam com o foco da madura exposição do modo de produção capitalista de Marx, encontrado na sua obra de vida, O Capital. No entanto, como Vogel reconhece, qualquer exposição marxista séria da opressão à mulher na sociedade capitalista é obrigada a levar em conta as categorias teóricas centrais desse imponente trabalho. Dito de maneira simples, o procedimento crítico de Marx em O Capital revela uma série de conceitos relacionados – a mercadoria, valor, dinheiro, capital, força de trabalho, mais-valor e assim por diante – que foram projetados para iluminar os profundos processos estruturais através dos quais o modo de produção capitalista se reproduz.
Mostrar mais

37 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados