Top PDF CONSTITUINTES QUÍMICOS DE Protium paniculatum (BURSERACEAE).

CONSTITUINTES QUÍMICOS DE Protium paniculatum (BURSERACEAE).

CONSTITUINTES QUÍMICOS DE Protium paniculatum (BURSERACEAE).

paniculatum foram indentifícados os triterpenóides á e β- amirina além dos fítoesteróides estigmasterol e /^-sitosterol, á- e β- Amirina são constituintes típicos das espécies de Burs[r]

3 Ler mais

CONSTITUÍNTES QUÍMICOS DE Protium paniculatum(BURSERACEAE).

CONSTITUÍNTES QUÍMICOS DE Protium paniculatum(BURSERACEAE).

Douglas Daly pela identificação do ma- terial botânico, à Universidade Federal do Rio de Janeiro e Universidade do Ceará pela obtenção dos espectros, e ao Conselho Nacional de Desenvo[r]

3 Ler mais

Constituintes químicos do caule de Protium hebetatuml (Burseraceae).

Constituintes químicos do caule de Protium hebetatuml (Burseraceae).

Espécies de Burseraceae são endêmicas na região amazônica e possuem enormes possibilidades econômicas, destacando-se seus óleos essenciais, um dos mais importantes grupos de matérias primas para várias indústrias, notadamente as de perfumaria, alimentícia e farmacêutica (Andrade e Higuchi 2009; Marques et al. 2010). Protium é o gênero que mais se destaca dessa família com 146 espécies, ocorrendo predominantemente na Amazônia Legal e apesar desse número de espécies, poucas foram estudadas sob o ponto de vista químico (Melo et al. 2007). Desse gênero foram identificados terpenóides, esteróides, cumarinas, flavonóides e lignanas (Rüdiger et al. 2007).
Mostrar mais

4 Ler mais

Estudo fitoquímico de Erythraea centaurium, Jacaranda caroba, Remijia ferruginea e Solanum paniculatum visando identificar marcadores químicos para o fitoterápico Ierobina®.

Estudo fitoquímico de Erythraea centaurium, Jacaranda caroba, Remijia ferruginea e Solanum paniculatum visando identificar marcadores químicos para o fitoterápico Ierobina®.

O fitoterápico Ierobina®, comercializado no mercado nacional há 67 anos, tem uso indicado para o tratamento de dispepsias. O fitoterápico é constituído pelos extratos fluidos de três espécies nativas (Solanum paniculatum, Remijia ferruginea e Jacaranda caroba) e uma exótica (Erythraea centaurium). O presente estudo descreve a identificação de marcadores químicos para os extratos das espécies constituintes da Ierobina® e a obtenção de perfis cromatográficos de referência para os mesmos, os quais contribuirão para o estabelecimento de protocolos para o controle de qualidade do fitoterápico.
Mostrar mais

4 Ler mais

Constituintes químicos de Burlemarxia rodriguesii Menezes & Semir (Velloziaceae).

Constituintes químicos de Burlemarxia rodriguesii Menezes & Semir (Velloziaceae).

Neste trabalho foi analisado o extrato apolar de Burlemarxia rodriguesii Menezes & Semir através da análise direta do extrato por métodos cromatográficos. Na análise por Cromatografia Gasosa de Alta Resolução (CGAR) e da Cromatografia de Alta Resolução acoplada à Espectrometria de Massas (CGAR-EM) foram detectados apenas os compostos majoritários. Para determinar os demais constituintes químicos presentes neste extrato foi realizado um pré-fracionamento no qual classes químicas como ácidos graxos, ésteres graxos, esteróis e terpenóides foram separados. A metodologia empre- gada permitiu a detecção e identificação de várias substâncias e séries homólogas através de co-injeções com padrões (em CGAR) e comparação de espectros (CGAR-EM).
Mostrar mais

2 Ler mais

Constituintes Químicos dos Zoantídeos Palythoa caribaeorum  e Protopalythoa Variabilis

Constituintes Químicos dos Zoantídeos Palythoa caribaeorum e Protopalythoa Variabilis

As estruturas dos compostos obtidos foram elucidadas utilizando técnicas espectroscópicas e espectrométricas, tais como: espectrometria de massa acoplada a cromatografia gasosa[r]

219 Ler mais

Constituintes químicos da erva daninha Scleria Pterota (Cyperaceae)

Constituintes químicos da erva daninha Scleria Pterota (Cyperaceae)

Descreve os componentes químicos de partes aéreas da planta pterota de Scleria. De um extrato de ethanolic, o stigmasterol de steroids, campesterol, ß-sitosterol, 3-O-ß-glycopiranosyl sitosterol e sacarose isolados. Foram identificadas as estruturas dos produtos naturais em base de dados espectrais, enquanto incluindo 2D experiências de NMR. Foram investigadas o antibacterial e propriedades de antifungal das frações obtidas dividindo o extrato de ethanolic.

10 Ler mais

Open Novos flavonóides monoterpênicos e outros constituintes químicos isolados de espécies de Piper(PIPERACEAE)

Open Novos flavonóides monoterpênicos e outros constituintes químicos isolados de espécies de Piper(PIPERACEAE)

NOVOS FLAVONÓIDES MONOTERPÊNICOS E OUTROS CONSTITUINTES QUÍMICOS ISOLADOS DE ESPÉCIES DE Piper (PIPERACEAE).. JOÃO PESSOA – PB 2008..[r]

357 Ler mais

Determinação da sensibilidade elementar de amostras-padrão pelo método de flurescência de raios X por reflexão total

Determinação da sensibilidade elementar de amostras-padrão pelo método de flurescência de raios X por reflexão total

A produção de raios X acontece quando há a excitação de certo elemento. Neste processo, são ejetados elétrons das camadas mais internas dos níveis dos átomos, devido a isto, os elétrons das camadas mais externas saltam para as camadas mais internas liberando energia na forma de fóton de raios X com energia característica de cada elemento. Desse modo, o método de análise por fluorescência de raios X é constituído por três principais fases: excitação da amostra a ser analisada, liberação de raios X característicos dos elementos constituintes e detecção desses raios X.
Mostrar mais

36 Ler mais

Open Contribuição ao conhecimento químico e biológico de espécies da flora paraibana: Xylopia  e Maytenus

Open Contribuição ao conhecimento químico e biológico de espécies da flora paraibana: Xylopia e Maytenus

A modelagem molecular é uma ferramenta do planejamento racional para a descoberta de novos fármacos, que envolve a compreensão da interação molecular dos pontos de vista qualitativo e quantitativo. Permite que se analisem, não só a estrutura molecular compreendida em determinado sistema, como também fornece meios para se prever a potencialidade de moléculas candidatas a serem compostos bioativos. De forma simples, pode ser considerada como conjunto de técnicas computadorizadas baseadas nos métodos de química teórica e dados experimentais, compreendendo a construção e manipulação de modelos químicos ou biológicos, que, submetidos a cálculos envolvendo parâmetros físico-químicos, fornecem informações úteis para o estudo da natureza estérica, eletrônica e lipofílica da provável interação do fármaco ou de substâncias propostas como ligante com o receptor (abordagem direta). Também pode estabelecer as relações entre estrutura química e atividade biológica de série de novos compostos (abordagem indireta). Ambos os modos de abordagem podem auxiliar na compreensão do mecanismo de ação responsável pelo efeito biológico (COHEN, 1996).
Mostrar mais

191 Ler mais

Byrsonima ssp: estudo anatômico e histoquímico foliar, atividade antimicobacteriana e citotoxicidade de extratos e seus derivados -

Byrsonima ssp: estudo anatômico e histoquímico foliar, atividade antimicobacteriana e citotoxicidade de extratos e seus derivados -

As espécies do gênero Byrsonima (Malpighiaceae) são popularmente conhecidas como “murici-vermelho” ou “murici-cascudo” e os frutos são usados como sucos, geléias e licores no Norte e no Nordeste do Brasil. Nos mercados da região amazônica, inúmeras plantas nativas são comercializadas com propósitos medicinais e alimentares. O gênero Byrsonima predominantemente ocorre no Cerrado e contém inúmeras espécies medicinais, cujos frutos e cascas são utilizados para fins terapêuticos. São poucos os estudos relativos a identificação anatômica e a investigação histoquímica das espécies do Cerrado. Até o momento poucos estudos químicos, biológicos e farmacológicos foram realizados com os extratos destas espécies. Assim os dados obtidos neste estudo podem contribuir para um melhor entendimento das plantas dessa região. Os objetivos do presente trabalho visaram descrever a anatomia da região mediana das folhas das espécies B. basiloba A.Juss., B. crassa Niedenzu (IK), B. fagifolia Nied. e B. intermedia Juss.; estudar a histoquímica das espécies citadas; avaliar a atividade antimicobacteriana utilizando a técnica da microdiluição em placa com Alamar Blue ® ; avaliar o Índice de Citotoxicidade (IC) dos extratos, frações e compostos isolados das espécies que apresentaram promissores resultados de Concentração Inibitória Mínima (CIM) e verificar o Índice de Seletividade (IS) dos extratos, frações e compostos isolados. Anatomicamente, as espécies estudadas apresentam mesofilo dorsiventral, formado por 1 a 3 camadas de células no parênquima paliçádico; grandes espaços intercelulares no parênquima lacunoso na B. intermedia e arranjos compactos em outras espécies; cristais (drusas) em 2 das 4 espécies e esclerênquima presente nas nervuras de todas espécies. A análise histoquímica revelou que os principais constituintes químicos presentes foram lipídios totais, esteróides, lactonas sesquiterpênicas e terpenóides para substâncias apolares; e compostos fenólicos, taninos, alcalóides, polissacarídeos totais e proteínas totais para substâncias polares, com diferentes intensidades de reação em cada espécie. Em relação a atividade antimicobacteriana, foram encontrados valores de CIM mais promissores nas frações metanólica (7,81Pg·mL -1 ) e diclorometânica (1,95Pg·mL -1 ) da B. fagifolia,
Mostrar mais

86 Ler mais

Classificação do maciço rochoso e caracterização das brechas da mina subterrânea de Vazante-MG

Classificação do maciço rochoso e caracterização das brechas da mina subterrânea de Vazante-MG

São apresentadas também as correlações entre resistência à compressão simples e os teores dos principais elementos químicos constituintes das brechas de Vazante, como zinco, ferro, cá[r]

194 Ler mais

Efeito das variáveis do tratamento térmico nas propriedades da madeira de Eucalyptus sp.

Efeito das variáveis do tratamento térmico nas propriedades da madeira de Eucalyptus sp.

método mais eficiente para a redução da umidade. Este resultado pode ter sido ocasionado pelo maior tempo de tratamento, pois na transição entre uma temperatura e outra, a madeira ficou dentro da autoclave, sob o efeito de calor. As madeiras tratadas na temperatura de 220°C apresentaram os menores valores médios de umidade de equilíbrio higroscópico. Isso já era esperado, pois temperaturas mais elevadas causam um rearranjo de alguns componentes químicos da madeira. Deste modo, a diminuição da umidade de equilíbrio deve-se à menor quantidade de água adsorvida pelas paredes da célula em consequência da mudança química, com uma diminuição de grupos hidroxílicos, mas também devido à redução da acessibilidade por aumento da cristalinidade da celulose e aumento das ligações cruzadas na lignina que por sua vez também levam a um aumento da estabilidade dimensional (BOONSTRA e TJEERDSMA, 2006).
Mostrar mais

76 Ler mais

Constituintes químicos das folhas e caule de Croton sellowii (Euphorbiaceae).

Constituintes químicos das folhas e caule de Croton sellowii (Euphorbiaceae).

Extração e isolamento dos constituintes químicos As folhas (1500 g) e o caule (1900 g) de C. sellowii, após secagem a temperatura ambiente e trituração, foram extraídos através de maceração com acetona seguido de EtOH 90%. Após remoção dos solventes em evaporador rotatório, os extratos obtidos [acetona: folhas (139 g) e caule (47 g); EtOH: folhas (126 g) e caule (31 g)] foram suspensos em solução de MeOH- H 2 O (3:2) e extraídos sucessivamente com C 6 H 14 , CHCl 3 e AcOEt. Os extratos em C 6 H 14 oriundos das folhas, após análise comparativa através de cromatografi a em camada delgada, foram reunidos (72 g) e tratados com solução aquosa de NaOH 4% e, posteriormente, extraído com C 6 H 14 . A porção neutra (30 g), após fracionamento cromatográfi co em gel de sílica (70-230 e 230-400 mesh, misturas de C 6 H 14 -AcOEt em gradiente crescente de polaridade), Sephadex LH-20 com MeOH e sucessivas recristalizações com acetona forneceu uma mistura, M1, contendo sitosterol e estigmasterol (1+2, 72 mg), ácido betulônico (3, 17 mg) e uma mistura, M2, contendo os epímeros cicloart-25-eno-3β,24α-diol e cicloart-25-eno- 3β,24β-diol (4+5, 26 mg).
Mostrar mais

5 Ler mais

Contribuição ao conhecimento químico de combretum fruticosum.

Contribuição ao conhecimento químico de combretum fruticosum.

Os constituintes isolados das folhas foram um triterpeno da série oleanano, ácido maslínico; uma lactona derivada do ácido elágico, ácido 4’-O-Acetil-3’,3,4-tri-O- metilelágico e um flavonóide glicosilado, apigenina 8-C-β-D-glicosídeo. Do extrato hexânico dos talos foi isolado a mistura dos esteróides β-sitosterol e estigmasterol, enquanto do extrato etanólico foram obtidas duas lignanas, cujas estruturas foram determinadas como sendo (-) trachelogenina e vladinol F. A partir das raízes foram obtidos os triterpenos ácido oleanólico e ácido arjunólico, e a mistura de β-sitosterol e estigmasterol nas formas glicosiladas.
Mostrar mais

136 Ler mais

Composição química e classes de lipídios em peixe de água doce tambaqui, Colossoma macropomum

Composição química e classes de lipídios em peixe de água doce tambaqui, Colossoma macropomum

Sabe-se que os constituintes químicos no pescado variam entre diferentes espécies, e mesmo, entre indivíduos de mesma espécie, em função da época e local de captura, habitat, sexo, idade, entre outros fatores (LOVELL, 1998), por isso, objetivou-se neste estudo obter informações acerca da composição química e dos teores das classes de lipídios neutros, glicolipídios e fosfolipídios no tambaqui, Colossoma macropomum no Estado do Ceará.

14 Ler mais

Efeito da massa e dos constituintes químicos do material particulado inalável sobre...

Efeito da massa e dos constituintes químicos do material particulado inalável sobre...

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a poluição atmosférica é atualmente o principal fator de risco ambiental para a saúde no mundo, principalmente aos grupos mais vulneráveis como crianças e idosos. Em relação ao material particulado inalável (MP10) ainda há incertezas quanto às características físico-químicas que são determinantes de sua toxicidade na saúde. Diversos estudos vêm correlacionando níveis de poluentes com o estado de saúde populacional. Entretanto, tais correlações têm sido feitas principalmente em cidades de grande porte. Assim, é de grande importância estender as avaliações para outras cidades, como as de médio porte, a fim de conhecer os níveis de concentração a qual a população está sendo exposta, para que medidas preventivas possam ser tomadas. O objetivo deste estudo foi analisar a associação entre as concentrações de MP<2, MP2-10 e MP10 e seus constituintes químicos (Cl - , NO 3 - , SO 4 2- , Na + , NH 4 + , K + , Ca 2+ e Mg 2+ ) com as admissões hospitalares por
Mostrar mais

113 Ler mais

Constituintes químicos e atividades farmacológicas de Calliandra umbellifera Benth. (Fabaceae)

Constituintes químicos e atividades farmacológicas de Calliandra umbellifera Benth. (Fabaceae)

SILVA, T. S. Constituintes químicos e atividades farmacológicas de Calliandra umbellifera Benth. (Fabaceae). 2013. 150 p. Dissertação (Mestrado em Farmacoquímica de Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos) – Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013. The genus Calliandra Benth. belongs to the Fabaceae family and composes 200 species distributed in tropical America, Madagascar and India, being known in Brazil as “esponjinhas” and can be found in their natural habitat, the Cerrado region, reaching the Caatinga areas in Northeast. Species of this genus are popularly used for kidney pain, cystitis, urethritis, inflammation of the prostate gland, fever and toothache. Calliandra umbellifera Benth is an extincted species that was collected only in Ceará and Piauí and has no reports of popular use, or phytochemical and pharmacological activity. Thereby, this study aimed to contribute with the pharmacognostic studies of Calliandra and Fabaceae through the pharmacological and phytochemical study of Calliandra umbellifera Benth. For this, the plant material was collected in Pico do Jabre (Maturéia - Paraiba) and an exsicata was deposited in the Herbarium Prof. Lauro Pires Xavier (JPB) with code 7430. For the phytochemical study, the vegetable, after drying and pulverization, was submitted to extraction processwith methanol, partition and chromatography for isolating the chemical constituents. The chemical structure of the isolated compounds were elucidated by spectroscopic methods such as InfraRed (IR), Mass Spectrometry (MS) and Nuclear Magnetic Resonance (NMR) of 1 H and 13 C uni and bi-dimensional and comparisons with
Mostrar mais

160 Ler mais

Constituintes químicos e atividade antiespermatogênica em folhas de Austroplenckia populnea (Celastraceae)

Constituintes químicos e atividade antiespermatogênica em folhas de Austroplenckia populnea (Celastraceae)

A presença significativa de triterpenos pentacíclicos no extrato hexânico da planta sugere que tais substâncias possam ser responsáveis pela atividade biológica apresentada pelo extrato.[r]

2 Ler mais

Outros constituintes químicos de Diplotropis ferruginea Benth. (Fabaceae).

Outros constituintes químicos de Diplotropis ferruginea Benth. (Fabaceae).

estudado quimicamente; até o presente momento, de todas estas espécies, somente duas foram estudadas sob o ponto de vista fitoquímico. Em levantamento bibliográfico feito no Chemical Abstracts, Biological Abstracts e no banco de dados NAPRALERT até agosto de 2003 só haviam sido relatados dois estudos químicos envolvendo espécies do gênero Diplotropis: de

3 Ler mais

Show all 7812 documents...